(navigation image)
Home American Libraries | Canadian Libraries | Universal Library | Community Texts | Project Gutenberg | Children's Library | Biodiversity Heritage Library | Additional Collections
Search: Advanced Search
Anonymous User (login or join us)
Upload
See other formats

Full text of "Diccionario español-portugués, el primero que se ha publicado con las voces, frases, refranes y lucuciones [!] usadas en España y Americas españolas, en el lenguaje comun antiguo y moderno; las ciencias y artes de medicina, veterinaria, quimica, mineralojia, historia natural y botanica, comercio y nautica, con algunos nombres propios, y asi las voces particulares de las provincias españolas y americanas, etc.; compuesto sobre los mejores diccionarios de las dos naciones"




t^t 






íeI^' 







*l *« • 



Mp sortimento de livros de uireito 
S • PAVJLO 




university o. 
.çonnectiçut 
^ libraries 





3 =1153 DlllM'l'll 3 





r 



U\ 



■^ 



y 




ífTt- 




á 



J 







% 






DICCIONARIO 



ESPAÑOL-PORTUGUÉS 



DICCIONARIO 



ESPAÑOL-PORTUGUÉS 



EL PRIMERO QUE SE HA PUBLICADO 

Con las voces, frases, refranes y lucuciones usadas en España y Américas Españolas, 
en el lenguaje común antiguo y moderno 

LAS CIENGLVS Y ARTES 

DE MEDICINA, VETERINARIA, QUÍMICA, MINERALOJIA, HISTORIA NATURAL Y BOTÁNICA * 
COMERCIO Y NÁUTICA 

Coa algunos nombres propios, y asi las voces particulares de las Provincias Españolas y Americanas, etc. 

COMPUESTO SOBRE LOS MEJORES DICCIONARIOS DE LAS DOS NACIONES 

POR 

MANUEL DO CANTO E CASTRO MASCARENHAS VALDEZ 

Hidalgo Caballero de la Casa Real 



TOMO PRIMERO 



LISBOA 

EN LA IMPEENTA NACIONAL 



6SERVED 
^FOR 

e; 



NOTjtí Ba TAKEfN 
fRÓM THE ÜBRAR 








u> 



Ct3 

y. ' 



PROLOGO 



O descuido de séculos escondeu entre o silencio, a quasi toda a nação portu- 
gueza, o conhecimento da lingua liespauhola, tão bella pela energia de suas ex- 
pressões, como rica pela abundancia de suas plu*ases, termos e locuções, com 
que á porña tantos sabios e eruditos escriptores a têeni ennobrecido, acompanha- 
dos da delicadeza de gosto, viveza e vehemencia de imaginação, que são tão pro 
prias nos hespanhoes; e sobretudo da grandeza de engenho que os caracterisa. 

E sendo o diccionario urna obra indispensável para todos os que querem bem 
conhecer a lingua de urna nação, era muito para senth* a falta de ura dicciona- 
rio hespanhol-portuguez, c para admirar não ter havido quem fizesse este im- 
portante serviço ás duas nações, que, quanto mais independentes, tanto mais, 
por seu reciproco interesse, devem estreitar as suas relações commerciaes e scien- 
tificas. Abalancei-me a faze-lo, não deixando comtudo de conhecer que era a 
pessoa menos competente para eraprehender uma obra de tal magnitude que, 
alem dos conhecimentos necessários, demanda uma constancia e paciencia a toda 
a prova; e não me engano, por certo, pois rara vez se engana a própria refle- 
xão quando lhe não assiste o amor próprio. 

Publico pois o primeiro diccionario hespanhol-portuguez, enriquecido com a 
versão e etymologia latina, para a compilação do qual consultei os melhores le- 
xicographos antigos e modernos. 

Hesitei lun pouco se deveria incluir as phrascs e termos antiquados e des- 
usados que os novos diccionarios hespanhoes omittem; mas, reflectindo, entendi 
que, sendo este o primeiro diccionario hespanhol-portuguez que apparece, e ha- 
vendo-se cscripto em hespanhol, desde os primeiros séculos da monarchia, tantas 
paginas gloriosas para a nossa historia, e tantos documentos de erudição de 
muitos portuguezes d'aquellas eras, deveria trazer os vocábulos antiquados e obso- 
letos, de contrario ficaria uma lacuna, que não poderiam perdoar os amadores 
da historia e da litteratura antiga. 

OíFereço pois ao publico o meu traballio, e dar-me-hei por bem recompensado 
se a oíFerta for bem aceita. 



Manuel do Canto e Castro Mascarenhas Valdez. 



ABREVIATORAS 



a. 


activo (verbo). 


contr. 


contracção. 


Maj. 


Majorca. 


ad. 


adagio. 


coz. 


cozinha (termo de). 


mar. 


marítimo (termo). 


aãj. 


adjectivo. 


dans. 


dansa (termo de). 


math. 


mathematica (termo 


adv. 


adverbio. 


dial. 


dialéctica (termo de). 




de). 


adv. l. 


adverbio de logar. 


dim. 


diminutivo. 


mcch. 


mechanicíi ( termo 


adv. m. 


adverbio de modo. 


dióp. 


dioptrica (termo de). 




de)._ 


adv. t. 


adverbio de tempo. 


dag. 


dogmática (termo de). 


meã. 


medicina (termo de). 


agr. 


agricultura ftermo 


dram. 


dramática (termo de). 


mil . 


militar. 




de) 


equi. 


equitação (termo de). 


min. 


mineralogia (termo 


alf. 


alfaiate (termo de). 


esculp. 


esculptura ( termo 




de). 


alg. 


algebiñco (termo). 




de). 


niyth. 


mythologia (termo 


ah: 


alvanel (termo de). 


esg. 


esgrima (termo de). 




de). 


alveit. 


alveitaria ftermo de). 


estat. 


estática (termo de). 


mod.adv. modo adverbial. 


am. 


ambíguo. 


exp. 


expressão. 


monf. 


montaria (termo de). 


anat. 


anatomia (termo de). 


f. 


substantivo feminino. 


Mure. 


Murcia. 


And. 


Andaluzia. 


fam . 


familiar. 


mus. 


musica (termo de). 


ant. 


antiquado. 


fy- 


figurado. 


11. 


neutro (verbo). 


Ar. 


Aragão. 


for. 


forense (termo). 


Nav. 


NavaiTa. 


archit. 


architectura (termo 


fori. 


fortificação ( termo 


n. p. 


nome próprio. 




ãe). 




de). 


naui. 


náutico (termo). 


arith. 


arithmetica ( termo 


fr. 


frase. 


neol. 


neologismo. 




de). 


fun. 


fuuilciro (termo de). 


num. 


numeral. 


art. 


artes (termo de). 


Gal. 


Galliza. 


numism 


numismática. 


artilli. 


artilhcria (termo de). 


geo. 


ceocrraphia ( termo 


ol. 


olaria (termo de) 


astrol. 


astrologia (termo de). 




"de). 

geologia (termo de). 


opf. 


ojítica (termo de). 


astron. 


astronomia (termo 


gcol. 


oral. 


oratoria. 




de). 


geom . 


geometria (termo de). 


orth. 


orthographia. 


Ast. 


Asturias. 


germ . 


gcrmania (termo de). 


p. a. 


participio activo. 


augm. 


augmentativo. 


gnom. 


gnomouica ( termo 


p. A. 


provincial da Ame- 


aux. 


auxiliar fverbo). 




de). 




rica (termo). 


Bise. 


Biscaia. 


gram. 


grammatica (termo 


p. Au. 


provincial da Anda- 


boi. 


botânica (termo de). 




de). 




luzia (termo). 


br. 


brazào. 


Gran . 


Granada. 


p. Ar. 


provincial de Aragão 


hurl. 


burlesco. 


hisf. 


historia. 




(termo). 


cabr. 


cabrestaria ( termo 


h. ant. 


historia antiga. 


2Jart. 


partícula. 




de). 


li. na(. 


historia natural. 


p. Ast. 


provincial das Astu- 


a Velh 


Castella Velha. 


h. s. 


historia sagrada. 




rias (termo). 


C. Nov. 


Castolla Nova. 


imp. 


impessoal (verbo) . 


p. Cal. 


provincial de Cuba 


carp. 


carpintería ( termo 


impr. 


imprensa (termo de). 




(termo) . 




de). 


interj. 


interjeição. 


2'. -4. í?('<S'. provincial das Astu- 


Caf. 


Catalunha. 


inus. 


inusitado. 




rias de Santillana 


cafóp. 


catoptiica (termo de). 


ir. 


irregular (verbo). 




(termo) . 


cer. 


cerieiro (termo de). 


iroii. 


irónico. 


patr. 


patronímico (nome). 


cet. 


cetraria (termo de). 


joc. 


jocoso. 


p. c. 


partícula causal. 


chim. 


chimica (termo de). 


jiir. 


jurisprudencia (ter- 


p. com. 


partícula compara- 


clml. 


chulo (termo). 




mo de) . 




tiva. 


f-Jiron. 


chronologia. 


l. 


logar. 


p. conj. 


partícula conjuncti- 


cir. 


cirurgia (termo de). 


L. 


Leàc. 




va. 


com. 


eommum de dois. 


lit. 


litteratura. 


pcrfp. 


perspectiva ( termo 


comm. 


comraercio ( termo 


liturg 


liturgia (termo de;. 




de). 




de). 


loc. 


locuçàb. 


pese. 


pescador (termo de) . 


comp. 


comijarativo. 


m. 


substantivo mar-cnli- 


p. Ext. 


provincial da Extre- 


conj. 


conjuncção. 




no. 




madura (termo). 



p. Gal. provincial da Galli- 
za (termo). 

p. Gr. provincial dè Grana- 
da (termo). 

pharm. pharmacia(termode). 

pililos, philosophia (termo 
de)._ 

phys. jihysiologia (termo 
de). 

pint. pintura (termo de). 

pi. plural. 

p. M. provincial da Man- 
cha (termo). 

2). M. B. provincial das Mon- 
tanhas de Burgos 
(termo) . 

p. Mont. provincial das Mon- 
tanhas (termo). 

2). Mure. provincial de Murcia 
(termo) . 

p. N. provincial de Navar- 
ra (termo). 



poet. 
polit. 
p.p. 
p. E. 

prep. 
pron. 
2)ros. 
prov. 
provb. 

p. T. 

E. 

r. 

rei. 
rhet . 
rif. 
s. 

sap. 
ser. 



poética (termo d«). 
politica (termo de), 
participio passivo, 
provincial de Rioja 

(termo). 
preposição, 
pronome. 

prosodia (termo da). 
provincial, 
proverbio ou prover- 
bial, 
provincial de Toledo 

(termo). 
Keino. 

reciproco (verbo). 
religião (termo de), 
rhetorica (termo de). 
rifão, 
substantivo niasculi- 

lino e feminino, 
sapateiro (termo de). 
serralheií-o ( termo deV 



sinff. sin guiai'. 

sup. superlativo. 

T. termo . 

t. tempo. 

tJieol. theologia (termo de) . 

tau. tauromachia (termo 

de). 

us. usado. 

V. veja. 

Vai. Valencia. 

V. ff. verbi gratia. 

vet. veterinaria (termo 

de). 

volat. volatería (termo de). 

vulff. vulgar. 

zool. zoologia (termo de). 

— mostra que se deve 

entender o termo 
que vem no princi- 
pio do artigo. 



DICCIONARIO 



ESPANOL-POUTUGUÉS 



AA 

A. Primeira letra do alphabe- 
to e das cinco vogaes: — 
primeira das sete letras cha- 
madas dominicaes, que ser- 
vem para marcar os dias 
da semana, segundo o cal- 
culo chronologico; e antes 
foi das oito nundinaes : — 
nas medalhas antigas a 
marca da moeda de Argos : 

— foi entre os romanos urna 
letra numeral, que valia 
500, e tendo por cima uma 
linha valia 50U0: — serve 
para a composição de mui- 
tos verbos, e outras partes 
da oração, que se formam 
de substantivos ou adjecti- 
vos; V. g., de Mando, Ablan- 
dar, de brando, abrandar; 
de brazo, Abrazo y Abrazar, 
de braço, abraco e abraçar : 

— preposição, que denota a 
acção do verbo quando pre- 
cede os nomes próprios ou 
appellativos, ou quando se 
põe antes dos infinitos re- 
gidos de outros verbos; f. g., 
vamos á pasear, á comer, 
á estudiar, vamos passear, 
a comer, a estudar : — vale 
o mesmo que a preposição 
até; V. ff., pasé el rio con el 
agua á la cintura, passei o 
rio com a agua até á cintu- 
ra; — emprega-se com os 
verbos de movimento antes 
do nome do logar; v.g., lle- 
garemos á Inglaterra; che- 
garemos a Inglaterra: — 
também se emprega para 
expressar o modo da acção ; 
V. g., A pié, a pé; Â caba- 
llo, a cavallo; Ã gatas, de 
gatas : — abreviatura de Al- 
teza. 

A A. abreviaturas de Altezas e 
auctores segundo o contex- 
to da escripta: — (numism.) 



ABA 

nas moedas antigas signifi- 
ca a cidade de Mctz. 

Aabam. m. (chim. ant.) Aabam; 
termo com que os chimicos 
denotavam o chumbo. 

Aam. m. Medida de liquidos. 

Aaron. m. (bot.) Aarào ; plan- 
ta chamada vulgarmente pé 
de bezerro. V, Barba de 
Aron. 

Aarok, Aron. m. Aarão; sum- 
mo .sacerdote dos hebreus, 
irmão primogénito de Moy- 
sés. Hcbroiorum prim us Pon- 
tifex, frater Mosis: — Aa- 
rão; abbade do primeiro 
mosteiro fundado na Breta- 
nha ; vivia no século vi : — 
aarão; nome que dão os ju- 
deus a um armario coUoca- 
do na parte oriental da sy- 
nagoga, e no qual se con- 
serva o livro da lei. 

Ae. m. (chr.J Ab; nome do 
quinto niez dos hebreus, era 
de trinta diat, e correspon- 
dia ao mez de julho. Tam- 
bém foi o quinto do anno 
ecclesiastico, e o undécimo 
ou o ultimo do verão no ca- 
lendario syriaco e judaico. 

Aba. m. Abba; tecido de lã. 
Textum laneum. 

Aba. /. (ant.) Pequena medida 
de terras (us. no Ar., Val. 
e Cat.J Mensures genus, quod 
ulnas duas confinei. 

Aba. iti. Aba; titulo que os sy- 
rios davam aos seus bispos: 
— nome de uma milicia turca. 

Abab. m. Marinheiro turco. 

Ababa. /. e Ababol, m. (prov.) 
V. Amapola. 

Abacá, m. (bot.) Abaca; espe- 
cie de linho ou cânhamo. 

Abacería. /. Mercearia, ten- 
da; loja onde se vende por 
miúdo azeite, vinagre, ba- 
calhau, legumes, etc. Penus 



ABA 

publica rerum máxime val- 
garium, quce ad vicfum. 

Abacero, m. Merceeiro, ten- 
deiro; o que vende viveres- 
em mereceria ou tenda. Ta- 
bernarius penuarius, pena- 
rius. 

Abacial, aãj. Abbacial; per- 
tencente ao abbade. Abba- 
tialis, sive ad abbatem pey- 
tinens. 

Abaco, m. (arch) Abaco; mesa 
oii taboleiro do capitel de 
columna: — abaco; creden- 
cia ou aparador: — abaco; 
tábua de Pythagoras: — 
abaco; mesa coberta de 
areia em que os antigos 
mathematicos traçavam nú- 
meros. Alacus, i. 

Abad. m. Abbade; superior 
de um mosteiro. Abbas, mo- 
nasterii pnefertus : — titulo 
de dignidade em algumas 
cathedraos. Abbas: — paro- 
dio, em Gal liza e Navarra. 
Parochus: — cura ou bene- 
ficiado que os companheiros 
elegem para que os presida 
em cabido, durante certo 
tempo. Cleri antistes: — ir- 
mão maior de alguma con- 
fraria. Sodalitaiis pirimice- 
rius: — bendito; abbade 
bemdito; o que na sua igreja 
e territorio tem jurisdicçào 
quasi episcopal. Abbas jure 
quasi episcopali fungens : — 
mitrado; abbade mitrado; 
o que em certas fuucçòes 
tem o direito de usar de 
mitra e mais insignias dos 
bispos. Abbas infulâ episco- 
pali insignitus : — • capitão 
ou caudilho da guarda a 
a que chamavam do conde 
D. Gomes. Comjjunha-se es- 
ta de um abbade, que era 
cavalleiro, e de cincoenta 



2 ABA 

besteiros, todos fidalgos: — 
avariento, por un bodigo 
pierde denlo (rif.); abbade 
uvarcnto por um bolo pcrde 
cento; a avareza redunda, 
quasi sempre, em prejuízo 
do mesmo avaro: — de hara- 
ha, lo que no puede comer, 
dalo por su alma; abbade 
de bamba, o que nao pode 
comer dá-o por sua alma. 
Como canta el abad resjjon- 
de el sacristán: como canta 
o abbade assim responde o 
sacristão; rif. que significa 
que 03 subditos se confor- 
mam ordinariamente, com os 
dictames dos superiores e os 
imitam. El abad, de lo que 
canta, yanta; o abbade, do 
que canta jauta; rif. com 
que se denota, que cada um 
deve viver c susteníar-so 
do seu trabalho. 

Abada./. Abada: rliinoceron- 
íe, bicorne da Africa. Rhi- 
noceros, ontis. 

Abadejo, m. Abadejo ou ba- 
dejo; nome vulgar do peixe 
que, depois de salgado c 
curado, se chama bacalhau. 
A sua pesca niai.-> abundan- 
te é na Terra Nova e no Ca- 
ho-Brcton. Gadus morlaia; 
:!lveloí!, pespita, pássaro. 
Motacilla. Ckiuda tremula: 
— vacca-loura, insecl'o. Sca- 
raltc.ns, i. 

Abadengo, ga. adj. Abbacial; 
o que pertence no senhorio, 
territorio ou jnrifdicção do 
abbade. Ahhatialis, vd ad 
nbhatem pertinens: — m. 
(ant.) o que disfructa ou 
possue bens pertencentes a 
uma abbadia. Abhatialis ier- 
riíorii, vel pra'dli dominus. 

AnADEux VK. o. (nant.) Abader- 
nar ; segurar com badernas ; 
tomar badernas. Ftmicidis 
consfrinr/p.re. 

Akades. vi. Nume com que os 
alveitares designam as mos- 
cas cantharidas. 

Abadesa./. Abbadessa; a su- 
periora das communidades 
religiosas. Ahbatissa, a: 

Abadía./. Abbadia; dignida- 
de de abbade. Ahhatis ccclc- 
sia, monasterinm, tcrrito- 
rium, ditio, fimdns, vecti- 
galia. 

Abadiado, rn. (ant.) Abbadia- 
do; territorio pertencente a 



ABA 

abbadia. Abbatice territo- 
riiim. 

Abadiato, m. Dignidade de 
abbade. Abbatis munus sive 
digniias. 

Abadon. m. (li. s.) Abaddon, 
rei dos gafanhotos, segundo 
o Apocalypse; nomo de Sa- 
tanaz, que significa exter- 
minador. Doimon extermi- 
nator. 

Abahak. n. (inus.) Exhalar, 
evaporar. Exhalare. 

Abajada. /. (ant.) Descida. 
Desoensio, onis. 

Abajado, da. adj. (anf.) Abai- 
xado; descido : — rebaixa- 
do; abatido, humilhado. Dc- 
pressus, a, um. 

Abajamiento, m. (ant.) Abati- 
mento; diminuição, de.-sfal- 
que ou desconto. Diminuiio, 
onis: — abatimento; descré- 
dito, adversidade, que dimi- 
nue a auctoridade ou digni- 
dade. Digaitatis immimdio. 

Abajar, n. (ant.) V. Bajar. 

Aeajeza. /. (ant.) Y. Bajeza. 

Abajo, adv. Abaixo; na parte 
inferior. Infra, deorsnm. 

Abajor. m. (ant.) V. Bajura. 

Abajador. 7n. Moço emprega- 
do no serviço das minas. 

Abalado, da. adj. (ant.) Oeco; 
esponjoso. Fnngosus, a, um. 

Abalanzado, adj. Abalançado; 
arrojado, audaz, resoluto. 
Intrépidas, a, um. Aiidax, 
acis : — contrabalançado. 
Comparatus, pondcratus, a, 
um. 

Abalanzamiento. in. Arremes- 
so; movimento súbito, com 
esforço. Conjectio, onis. 

Abalanzar. a.B;ilancear ; igua- 
lar com os pesos. JEquare 
lances : — arrojar, impellir. 
Impeliere, piropelere: — r. 
abalançar-se; arrojar-se a 
algum perigo, accommetter. 
Se in discrimeti inferre; 
cdium impetcrc. 

Abalar, a. (ant.) Abalar, agi- 
tar. Agitare. 

Abaldonadamente. adv. (ant.) 
Abatidamente, vilmente, ab- 
jectamente. Humilitcr. 

Abaldonar, a. (ant.) Baldoar; 
envilecer, aviltar, fazer des- 
prezível. Vilem, ou vile red- 
dere. 

Abalear, a. Coínhar; limpar 
os cereaes, separa-los da pa- 
lha c do casillo com a vas- 



ABA 

soura. Seopis in arca fru- 
menta inundare. 

Abalgar. m. (ant. med.) Re- 
medio purgativo. Medica- 
men quoddam expurgans. 

Abalizar, a. Abalizar; demar- 
car, notar com balizas. Me- 
lare. 

Aballar, a. (ant.) Abater; dei- 
tar por terra. Humi affligere, 
prostrare: — levar ou con- 
duzir. Portare, deducere: — 
mover com difficuldade : — i 
(pint.) rebaixar. 

Aballestar, a. (naut.) Alar, 
içar, puxar para cima com 
cabos. Attolere, funes tra- 
here. 

Abalorio, m. Avellorío, roca- 
lha; contas de vidro de di- 
versas cores para varios usos. 
Spthcerulcs vitra. 

Abanacion. m. Abannação ; des- 
terro por um anno. Abanna- 
tio, onis. 

Abanar, a. (ant.) Y. Abanicar. 

Abanco, m. (ant. p . Gal.) Y. 
Avanço. 

Abandalizar, a. Y. Abanderi- 
zar. 

Abanderado, m. (mil.) Porta- 
bandeira; official que leva 
a bandeira. Vexillarius: — 
o que nas procissões ou días 
de regosijo leva a bandeira. 
Sacroi aut popularis pompee 
signifer. 

Abanderar, a. Embandeirar; 
dar ao navio os necessários 
documentos para auctorisar 
a sua bandeira. Commeatum 
et vexillum concederé. 

Abanderia./ Bando; partida, 
facção, parcialidade. Factio, 
onis. 

Abandeeizador. m. Sedicioso; 
o que levanta bandos e par- 
tidos. Factiosus. 

Abanderizar, a. Abandoar; di- 
vidir e levantar os povos 
em bandos. Seditionem fa- 
ceré; vocare in partes. 

Abandonadamente, adv. Aban- 
donadamente; em abandono, 
ou desamparo. Derelictui, 
aliqiiid pro derelicto habere. 

Abandonado, p. p. Abandona- 
do; desamparado. Dcreli- 
ctus, desertiis, a, um. 

Abandonado, da. adj. Abando- 
nado, descuidado, pregui- 
çoso. Negligens, cntis: — 
abandonado, dissoluto, per- 
dido. Vir perdiiissimus. 



ABA 

ABANDONAJaiENTO. Wí. V. Ábuil- 

dono. 

Abaudonak. a. Abandonar ; 
deixar de todo, desamparar. 
Ddinquere, desereve : — r. 
abandonar-se; entregar-se á 
ociosidade e aos vicios; des- 
cuidar dos seus interesses e 
obrigações. Socordice su at- 
que igaavice tradere : — per- 
der o animo, render-se ás 
adversidades e contratem- 
pos. Ánimo cadere, deficere. 

Abandono, m. Abandono; ac- 
ção e effeito de abandonar. 
Desertio, derelictio. 

AuANicAR. a. Abanar; agitar 
o ar com leque ou abano. 
Flahdlo ventilare. 

Abanicazo. m. Pancada de le- 
que. Collissus flabello impa- 
ctus. 

Abanico, m. Abanico; leque de 
papel ou eeda com varetas. 
Flabelhim, i: — (fig.) leque; 
cousa quü tem a forma de 
leque aberto. Abanicos de 
Clapos (fr. btírl.J; espióos, 
denunciantes. Delatores: — 
(germ.) espada. Ensis. 

Abanilo. m. dim. de Abanico. 

Abanillo, m. Lenço de pregas 
roliças que antigamente se 
usava no pescoço como ador- 
no. Torquis linteus canali- 
culatim complicatus. 

Abanino. m. Guarnição de gaze 
que as damas punham no 
cabeção dos seus vestidos. 
Lineus colli amictus. 

Abaniqueo, m. Abañadura, 
abano ; acção de abanar ou 
o modo de abanai-. Ventíla- 
tio, onis. 

Abaniquero, ka. s. Lequeiro; 
o que faz ou vende leques. 
Flabellorum arlifex, ven- 
ditor. 

Abano, m. (ant.) Y. Abanico. 

Abantal, m. (ant.) V. Devan- 
tal. 

xVüANTAK. n. (ant.naiit.)Yogn.x\ 
remar avante. Eemis naví- 
gare, remi agi. 

Abanto, m. Abanto; ave simi- 
Ihante ao abutre, porém 
mais pequena e com maior 
cauda. Vídtur, eris. 

Abaratado, p. p. de Abaratar. 
Abaratado, abarateado. T7- 
lius emptus, vennndaius. 

Abakatador. s. Barateador, 
barateiro; o que vende ba- 
rato. Facilis venditor: — o 



ABA 

que regateia muito ao com- 
prar. Qui depretio contendit. 
Abaratar, a. Abaratar, aba- 
ratear; fazer mais barato, 
abaixar em preço qualquer 
cousa. Pretium alicujus rei 
minuere. Usa-se mais como 
neutro reciproco. 
Abarbetar, a. (nat.) Amarrar 

com pedaços de mealhar. 
Abarca./. Abarca; calçado de 
coiro cru, de que usam os 
campouezes. Pero, onis. 

Abarcado, da. o.dj. (ant.) Cal- 
çado com abarcas : — abar- 
cado; cerrado ou fechado 
entre os braço?. Complexus 
bradais, inter brachia clau- 
siis. 

Abarcadok, ra. s. Abarcador; 
o que abarca. Manu, rnani- 
bns, aui brachiis compre- 
Jiensor. 

Abarcadura./. Abarcamento; 
acção ou eifeito de abarcar, 
Complexus, comprehensio, 
onis. 

Abarcamiento, rn. V. Abarca- 
dura. 

Abarcar, a. Abarcar; cingir 
com os braços ou com as 
mãos. Bradiiis aut manibus 
comprdicndere : — abarcar; 
comprehender, conter em si 
muitas cousas. Comprehen- 
dere, continere, complecti: 
(fig.) abarcar; emprehender 
muitos negocios a um tem- 
ido. Multa sirnul aggredi, 
moliri. 

Abarcón, m. Braçadeira; ar- 
gola de ferro que prende a 
lança nas tesouras do co- 
che. Petinaculum, i. 

Abarloar, a. (ant. naut.) Bar- 
laventear : — (inus.) atracar. 

Abarquero, m. Abarqueiro; o 
que faz abarcas. 

Abarquillado, da. adj. Encur- 
vado; em forma de barco. 
Incurvatus, a, ura. 

Abarquillar, a. Encurvar ou 
13Ôr uma cousa á maneira de 
barco. Incurvare, infiectere. 

Abarracado, p. p. de Abarra- 
carse. 

Abarracamiento, m. Abarra- 
camento; acção de abarra- 
car-se. 

Abarracarse, r. Abarracar-se; 
inetter-se em barracas. Ta- 
gtiriis se protegeré. 

Abarrado, da. adj. (ant) Y. 
Barrado. 



ABA 3 

Abarradura. /. Embate. Col- 
lissus, vs. 
Abarraganado, da. adj, (ant.) 
Abarregado, amancelaado. 
Qui habet concubinam. 
Abarraganamiento, m. Abar- 
regamento, amancebamento, 
trato illicito entre homem e 
mulher. Concubinattts, tis. 

Abarraganarse, r. (ant.) Abar- 
regar-se, amaucebar-se, ter 
trato illicito por largo tem- 
po com pessoa de diverso 
sexo. Impurce libidini se de- 
dere: — tomar qualquer te- 
cido a consistencia de bar- 
regana. 

Abarramiento, m. (ant.) Y. 
Abarradura. 

Abarrancadero, m. Atoleiro, 
lodaçal, atascadeiro. Locus 
ca'nosus, salebrosus: — (fig.) 
atoleiro; negocio ou lance 
de que se não pode sair fa- 
cilmente. Difficilis, operosa 
res. 

Abarrancamiento, m. (ant.) 
Acção e eifeito de fazer bar- 
rancos ou de abarrancar-se. 
In salehras luto plenas im- 
mersio : — (naut.) encalho. 

Abarrancar, a. Embarrancar; 
metter em barrancos: — fa- 
zer barrancos. Usa-se tam- 
bém como reciproco na pri- 
meira significação. Fossis 
ant salebris vias interclu- 
dere: — (naut.) encalhar : — 
''• (fiffò embarrancar-se ; 
metter-se cm alguma diffi- 
culdade ou empenho com 
mau resultado. Difficili ne- 
gotio implicar i . 

Abarrar, a. Esbarrar; atirar 
alguma cousa contra outra 
mais dura. Allidere. 

Abarraz. m. (anf.)Y. Albarraz. 

Abarrenar. a. V. Barrenar. 

Abarrer, a. V. Barrer. 

Abarera. /.V. Regatona. 

Abarrisco, adv. (ant. e chul.) 
Abarrisco, indistinctamente, 
desordenadamente, sem es- 
colha. Indiscriminatim. 

Abarrotamiento, m. Acçãx) e 
eífeito de abarrotar. 

Abarrotar, a. Barrar; através 
sar com barras de feíTo ou 
barrotes. Vinculis ferreis, 
siveligneis arctarc:— (naut.) 
abarrotar; encher até ás es- 
cotilhas. JYav'em implere, re- 
plere, Giimvlarc: — r. abar- 
rotar- se. 



4 ABA 

Abarrote. 7n. (ant.) Balote; 
fai-do pequeno, próprio j^ara 
occupar o intervallo dos 
maiores. Mercium fasciculus 
spaiia navis intervacantia 
explecturiis. 

Abas. m. Abas; nome de um 
peso da Pérsia que serve 
unicamente de pesar as pe- 
rolas; é «ma oitava parte 
menos que o quilate da Eu- 
ropa. 

Abasis. m. Abássis cu Abássi; 
moeda de prata de Baçorá, 
que tomou o nome do califa 
Abbas que a mandou cunhar. 

Abastadamente, adv. m. (ant.) 
Abastadamente, abundante- 
mente, copiosamente. Abiin- 
datiter, copióse. 

Abastamiento, m. (ant.) Abas- 
tamento, abundancia, copia. 
Ajfflueidia, copia, m. 

Abastanza. /. (ant.) Abastan- 
ça. Y. Abastamiento. 

Abastar, a. (ant.) Abastar, 
abastecer. Siigr/erere. Usa- 
va-se também como reci- 
proco: — m. bastar ou ser 
sufliciente. Sufficerc. 

Abastardar. ?í. (ant.) Abastar- 
dar. V. Bastardear. 

Abastecedoi;, ra. s. Abastece- 
dor; o que abastece. Anno- 
nce, caidione data, ne nn- 
quam dcficiaf, curator con- 
mtitutu.'}. 

Abasteceu, a. Abastecer; pro- 
ver de víveres e outras cou- 
sas neccssari as. An7io)io' alia- 
rumqvc rcrum copiam pa- 
rare. 

Abastecimiento, m. Abasteci- 
mento; aceâo e eíieito de 
abastecer. Annomc parafns. 

Abastisiiesto. m. (ant. ) V. 
A bastccimient o . 

A BASTIOXAR. a. Abaluartar ; for- 
mar bastiões ein alguma pra- 
ça de guerra para fortiíica- 
la. Proj)ii(jnaculis muñiré. 

Abasto, m. Abasto; provisão 
de mantimentos. Annona, 
(v: — entre os bordadores a 
peça ou peças menos princi- 
paes da ol )ra : — nd c. m. (ant. ) 
copiosa, aimndaiitomente. 

Abatanado, da. adj. Apisoado, 
batido, preparado; diz-se dos 
pannos. Pavitas. Tussus. 

Abatanar. «. Apisoar; bater, 
preparar c amaciar os pan- 
nos. Lanncoü pannos sfipare 
tundcrc, polirc. 



ABA 

Abate, m. Minorista, vestido 
á romana. Veste non talari, 
, at clericali indidus. 

Abate, (inter j.) Retira-te, acau- 
tela-te, guarda-te. Cave. 

Abatear. a. (inus.) Lavar. La- 
vare, ahluere. 

Abatidamente, adv. m. Abati- 
damente, com vileza, humi- 
Ihadamente. Abjecfe. 

Abatidísimo, ma. adj. stip. de 
Abatido. Abatidíssimo. Ab- 
jectissimus, a, um. 

Abatido, da. adj. Abatido, des- 
prezível ; baixo, fraco, humi- 
lhado. Hinnilis, vilis, abje- 
cfus : — arruinado, destrui- 
do, deitado por terra. Pros- 
tratus, a, nm. 

Abatidor. adj. Abatedor: — 
TO. (anaf.) abaixador, depres- 
sor. Depressor, oris. 

Abatimiento, to. Abatimento; 
acçào e effeito de abater : — 
abatimento; humildade ou 
baixeza de condição ou es- 
tado. Generis humilitas, 
ignobilifas : — abatimento, 
prostração, falta, quasi to- 
tal, de forças. Virium dcfe- 
ctio, infirmitas: — (naid.) 
abatimento; declinação que 
faz o navio da linha do seu 
rumo, por causa dos ventos 
ou correntes. Navis vento 
aut mari impeliente ¿t recto 
curso declinatio. 

Abatir, o. Abater, derribar, 
deitar jior terra. Dcjicere, 
evertere: — (fig.) shatcr, hu- 
milhar, envilecer. Usa-se 
também cumo reciproco. De- 
primerc, jyrobro afficcre : — 
abater; fazer perder o ani- 
mo, as forças. Aliciijiis ani- 
mnm aut vires franr/ere. 
Usa-se mais commummente 
como reciproco: — (naut.) 
abater, descair; ir perdendo 
a direcção mais convenien- 
te por causa dos A'entos ou 
correntes. JVavim vento aid 
mari impeliente t< recto cur- 
su declinare: — (navt.) aba- 
ter; desfazer ou desmanchar 
os camarotes e outras cou- 
sas das embarcações. Navis 
cubicula destruere: — r. bai- 
xar, descer. Descenderé. 

Abaton. to. Abaton; edificio 
onde era prohibido entrar, 
o qual os habitantes de Rho- 
des fizeram para fecharem 
o trophéu que a rainha Ar- 



ABD 

temisa victoriosa fizera le- 
vantar. Abaton. 

Abauga. /. Abauga; fructo de 
uma especie de palmeira da 
America hespanhola, do ta- 
manho de um limão e simi- 
Ihante a elle. 

Abaxadero. to. (ant.) Declive, 
queda, ladeira, costa abaixo 
de um monte. Declivis, ve. 

Abaxamiento. 7ti. (ant.)Y. Aba- 
jamiento. 

Abaz. to. (ant.) Aparador. 

Abcesion./. Abscessão; passa- 
gem de humores de um para 
outro lo^iw.Submotio, amo- 
tio. 

Abcision./. (cir.) Abscisão, ab- 
sc^são, excisào; corte de um 
membro, feito com instru- 
mento talhante, em parte 
moUe do corpo. Abscisio, 
onis. 

Abdelari. to. (bot.) Abdelavi; 
planta do Egypto, que dá 
um fructo oblongo similhan- 
te ao melão. 

Abdicación,/. Abdicação; re- 
nuncia voluntária de um 
cargo, de uma dignidade, 
etc.: — abdicação; acção de 
abdicar. Abdicatio, onis. 

Abdicar, a. Abdicar; deixar 
ou renunciar inteiramente: 
diz-se fallando das dignida- 
des. Abdicare: — (for.) ab- 
dicar; renunciar de própria 
vontade o dominio, proprie- 
dade ou direito de alguma 
cousa. Abdicare : — (for. p. 
Ar.) revogar, annullar, abo- 
lir, apagar. Abolere. 

Abdomen, to. (anat.) Abdomen, 
barriga, ventre; terceira e 
ultima cavidade do corpo 
humano que contém os in- 
testinos. Abdomen, inis. 

Abdominal, adj. (anat ) Abdo- 
minal; que tem relações com 
o abdomen. .4d abdomen per- 
tinens. 

Abdominoscopia. adj. (med. e 
anat.) Abdominoscopia; ex- 
ploração do abdomen. 

Abducción. /. (anat.) Abduc- 
çâo; movimento que afasta 
um membro ou qualquer 
outra parte do plano medio 
que se suppoe dividir lon- 
gitudinalmente o corpo em 
duas metades similhante.s 
ou symetricas: — abducção; 
movimento para a parte de 
fora. Abductio, onis. 



ABE 

Abducik. a. Abduzir; separar 
da linha medía o cixo do 
corpo. Ahdiccere. Disjunr/ere. 

Abeadores. m. pl. Aviaduras; 
liços usados nos teares de 
tecer velludo de seda. 

Abecé. in. ABC. (pronunc. abe- 
cé) Alphahetum, i; (fig.) os 
principios ou rudimentos de 
alguma sciencia ou faculda- 
de. Scientiarum elementa. 

AisECEDARio. m. Abecedario; a 
ordem ou serie das letras de 
cada lingua. Alphahetum, i. 

Abechuco. m. (ant.) Francellio, 
ave de rapina. Cenchris 
idis; tinnv7ici¿lus, i. 

Abdul. m. Álamo branco, ar- 
vore de vinte a trinta pés 
de altura, cuja casca se usa 
para tingir de amarello ro- 
xo; sua madeira tem va- 
rias serventias. Beiula al- 
nus. 

Abeitar. n. (ant.) Enganar, il- 
ludir. Decijjcre, illudere. 

Abeja./. Abelha; insecto alado 
da familia dos hymnópteros 
de Linneo, que produz a cera 
e o mel. Apcs, is: — (astr.) 
nome de uma constellaçào 
meridional. 

Abejar, m. V. Colmenar: — adj. 
com que se distingue uma 
qualidade de uva muito agra- 
dável ás abelhas. Uca ai^iana. 

Abejarrón, m. Besouro de cor 
cinzenta e que ao voar zumbe 
com muito ruído. Na parte 
anterior do corpo tem man- 
chas negras que represen- 
tam, com bastante proprie- 
dade, uma caveira. Scara- 
heiís, strididus, i. 

Abejaruco, m. Abejaruco, ou 
abelheiro; ave de arribação 
similhante ao papafigo, e que 
come as abelhas. Mcrops, 
opis. 

Abejera./, (ant. p. Ar.)Y. Col- 
menar: — toronjil (ant.). Er- 
va cidreira. Ajiiastrum, i. 

Aeejeria./. (ant.)Y. Colmenar. 

AjsEjERo.m.V. Colmenero: — (p. 
Ar.) abejaruco. 

Abejica, li. a, ia. /. dim. de 
Aleja. Abelhinha. Apiciãa, 
a;. 

Abejón, m. Abelhão; macho da 
abelha mestra. Fucus, i: — 
besouro negro do tamanho 
de uma políegada, coberto de 
pello, armado de ferrão e 
que zumbe quando vôa. 



ABE 

Spldnx spjírifcr: ambos ¡)cr- 
tencem á classe dos hymnó- 
pteros de Linneo: — jogo en- 
tre tres pessoas, uma das 
quaes, collocando-se no meio 
e pondo as mãos juntas dian- 
te da boca, faz um ruido si- 
milhante ao do besouro; e 
entretendo assim os outros 
dois, procura dar-Ihes bofe- 
tadas, evitando recebe-las. 
Alaparum liidus: — jugar con 
alguno al abejón (fam.); tc-lo 
em pouco, cassoa-lo. Despi- 
cere,jocis lacessere. 

Abejonazo. m. augm. de Abe- 
jón. Grrande abelhão. 

Abejoncillo. m. dim. de J.be- 
jon. Pequeno abelhão. 

Abejorro, m. V. Abejarrón. 

Abejuela. /. dim. de Abeja. 
Abelhinha. 

Abejuno, na. adj. O que \)VA'- 
tence ás abelhas. 

Abela. /. Especie de álamo 
negro. 

Abella./. (ant. xjrov.jV. Abeja. 

Abellacado, da. adj. Avelha- 
cado; que tem hábitos de ve- 
lhaco. Subdolosus, a, nm. 

Abellacar, a. (ant.) Avelha- 
car; envilecer, estimar em 
pouco : — r. fazer-se velhaco. 
Pellacem, vilem, inalignnm 
fieri. 

Abellar. m. (ant. prov.JY. Abe- 
jar. 

Abellero. (ant. prov.J V. Abe- 
jero. Colmenero. 

Abellotado, da. adj. O que 
tem a figura de bolota. Ad 
glandis similitndincmf actas. 

Abellotar, o. Dar a qualquer 
cousa a figura de bolota : — r. 
abellotar-se. Ad sirnilitudi- 
nem glandis faceré. 

Abelmosco. m. (bol.) Ambreta; 
certa flor de cheiro,similhan- 
te ao do ámbar. E denomi- 
nada por Linneo Hibiscus 
abelmoschus. 

Abemolado, DA. adj. (mus.) Abe- 
molado; mettido em bemol. 
Molliter inflcxus cantu. 

Abemolar, a. (mus.) Abemolar ; 
metter em bemol; adoçar, 
abrandar suavemente a voz 
no canto. Vocein demittere, 
flectere molliter, 

Abenencia /. (inus.) V. Ave- 
nencia. 

Abenuz. m. (T. ant. árabe). Y. 
Ébano. 

Ai!Éí\OLA ou Abkñula./. (ant.) 



ABE 5 

Pestana do olho. Falpebrce 
cilium. 

Abeptimia. /. Abepithyraía; 
nome dado á paralysia do 
plexo solar, pela qual cessa 
a communicação entre as vis- 
ceras abdomiuaes e o sys- 
tema nervoso. Eesolutio ner- 
vorum. 

Aberenjenado, da. adj. Abe- 
ríngelado; o que tem cor de 
beringela, ou se parece com 
ella. Subviolaceus, aut ad 
formam melongence composi- 
tus. 

Abernardarse. r. (Imrl.) Ir- 
ritar-se, encolerizar-se, en- 
furecer-se; fazer de bravo, 
de valentão. (Empregado por 
Quevedo) Furiari. 

Aberxuncio. (inus.) Y. Abre- 
nuncio. 

Aberración. /. (asir.) Aberra- 
ção; movimento apparente 
que se observa nas estrellas, 
attribuido ao da luz combi- 
nado com o movimento an- 
nual da terra: — (fig-) acção 
de aberrar, desvio: — do sen- 
tido, do jmzo. Aberratio, onis. 

Aberrugarse. r. Enverrugar- 
se; cobrir-se, encher-se de 
verrugas ou rugas. Rugare. 

Abertal, adj. Y. Tierra aber- 
tal. 

Abertero, a. adj. (T. do R. de 
Val.) Y. Abridero. 

Abertura./. Abertura; acção 
de abrir. Apertio, onis: — 
fenda aberta. Rima, fissura, 
ce: — (fig.) acto solemne com 
que se dá principio a alguma 
funcção publica, v. g., a aber- 
tura das aulas, do congres- 
so, etc. Gymnasii, scholo?, avt 
ccetuscujusque solemnis aper- 
tura : — franqueza, ingenui- 
dade no trato e conversação. 
Apertus, simplex animns: — 
(for.) o acto jurídico de abrir 
o testamento cerrado. Tabu- 
larum apertura. Aberturas 
(fr. prov.) na costa do mar, 
as enseadas: em terra, as 
gretas formadas pela sccca, 
ou torrentes. Ora} maritimce 
recessus, vel terree hiatus. 

Abes. adv. (ant.) Apenas: díífi- 
cultosamente, cora trabalho. 
Difficultcr. 

Abesamo. 7n. (ant. med.) Abe- 
sano ou abesanum; um dos 
nomes do oxydo amarello de 
ferro. 



6 ABI 

Abesana. /. (T. do li. iVAr.) 
Abesana; junta de bois de 
lavoura. Boum paria: — pri- 
meiro sulco e os parallelos 
feitos com o arado. V. Be- 
sana. 

Abeso, a. aâj. (ant.) V. Avieso. 

Abestiado, da. adj. O que em 
sua figura ou em suas acções 
é similhantc ás bestas. Bes- 
tiis simUis. 

Abestiarse, r. Embrutecer-se; 
tornar-se similhante a um 
bruto. Ohbrutesccrc. Hehe- 
tem fieri cequè üc2iecudem. 

Abestionar a. (ant.) V. Abas- 
tionar. 

Abestola/. (ant.) Arrelliada; 
ferro no pé da aguilhada 
com que se limpa o arado. 
liallum, i. 

Abesteuz. m. (ant.) V. Aves- 
truz. 

Abete, adj. Fabete; pequeno 
ferro com um <2;ancho em cada 
extremidade para segurar no 
taboleiro o panno, quando se 
trabalha com as tesouras. 
Uncus duplex, qtio lanea tela 
tabula'- aã tunãendum affigi- 
tur: — (ant.)Y. Abeto. 

Abeterno. loc. latina. Abeter- 
r.o; desde a eternidade: — 
desde mui antigo. Antiqui- 
tus, a, um. 

Abetinote, adj. V. Aceite aheti- 
7iote. 

Abeto. m. Abeto; arvore, es- 
pecie de pinheiro, de cujo 
tronco distilla a terebiuthi- 
ua, conhecida pelo nome de 
oleo de abeto; sua madeira se 
usa com preferencia a outras, 
para os instrumentos músi- 
cos de corda. Piaus abies. 

Abetunado, da. adj. Betumi- 
noso; que tem as qualidades 
do betume. Betumini slmi- 
lis. 

Abetunar, o. (ant.)Y. Embetu- 
nar. 

Abeva. /. (ant. us. no R. das 
As.)Y. Abeja. 

Abeyera. /. (ant. Ast.) V. Col- 
menar. 

Abezak. a. V. Avezar. 

Abierta. /. V. Abertura. 

Abierta, adj. Diz-so de uma 
vacca que é muito fecunda. 
J'\'tui concipiendo hahilis. 

Abiertamente, adv. m. Aberta- 
mente; claramente, sem dis- 
simulação, manifestamente. 
Aperte. Non simúlate. 



ABI 

Abierto, ta. ]}■ 2^- ^''- ^^ Abrir: 
— adj. aberto, desembara- 
çado, razo, plano. Diz-se 
commummente do campo ou 
campanha. Patens, entis: — 
o que não está murado ou 
cercado. Muris carens : — 
(fir/.) sincero, puro, franco, 
manifesto, evidente. .'IjXT/í/s, 
candidus, simplex, eis: — adv. 
m. francamente, claramente. 
Manifeste. 

Abietina. /. (cliim.) Abietina; 
materia ciystallizavel da tc- 
rebinthina dos abetos. Abie- 
tina, ce. 

Abietino. adj. V. Aceite Abeti- 
note. 

Abiga./. (bot.) Abiga; é o teu- 
crium chamapitis de Lin- 
neo. 

Abigarrar, a. Betar; pintar 
de varias cores ; matizar. Di- 
versis variegare coloribus. 

Abigeato, m. (for.) Abigeato; 
furto de gado. Ábigeatus, us. 

Abigeo, m. (for.) Ladrão de 
gado. Abactor, oris. 

Abigero. m. (ant.) V. Abigeo. 

Abigotado, adj. O que tem 
grandes bigodes. (Inventado 
por Quevedo) Magnis mis- 
tacibus, vel superioris barbee 
alis instriictus. 

Abihae. m. V. Alhiharon Nar- 
ciso. 

Abil. adj. (inus.) V. Hubil. 

Abilentar. a. (inus.) V. Habi- 
litar. 

Abilentado. m. (inus.) V. Habi- 
litado. 

Abilidad. /. (inus.) V. Hahili- 
dad. 

Abilmente. adv. (inus.) V. Ha- 
bilmente. 

Abilitar. ad. (inus. )Y. Habili- 
tar, 

Abiltab. a. (ant.) Y. Aviltar. 

Abinicio. Inc. latina. Abinicio; 
desde o principio, ou desde 
i-emota antiguidade. Ab ini- 
tio. 

Abintestato. loc. latina. Ab 
intestado; diz-sc d'aquelle 
que morreu sem testamento. 
Zntestato: — m. processo re- 
lativo á herança dos bens 
d'aquelle que morre ab in- 
testado. Judicium de Imre- 
dibus intestati: — (fr. fig. 
fam.) estar una cosa abin- 
testato; estar sem resguar- 
do, ao abandono, liei curam 
abjicere. 



ABI 

Abirato. loc. latina. Em ac- 
cesso de ira. 

Abisinio, nia. s. Abyssinio ; na- 
tural da Abyssinia. 

Abismal, adj. Àbysmal ; o que 
l^ertence ao abysmo. Ad abi-s- 
sumpertinens: — m. cada um 
dos pregos com que se fixa 
o ferro na haste da lança. 
Clavus quo lanceai cuspisfi- 
gitur. 

Abismar, a. Aby smar ; jjrecipi- 
tar em um abj'smo. Aliquem 
vel rem aliqnam. in profun- 
dum abjicere : — confundir, 
abater. Deprimere, detru- 
dere, perderé. 

Abismo, m. Abysmo; profundi- 
dade, a que se não acha fun- 
do. Aljyssus, i: — o inferno. 
Erebus, gehenna,a': — o que 
é immenso e incomprehensi- 
vel. Immensum, incompre- 
liensibile. 

Abitable. adj. (ins.) Y. Hahi- 
tcúÂe. 

Abitacion./. (inus.)Y. Habita- 
ción. 

Abitaculo. m. (inus.) Y. 'Ha- 
bitaculo. 

Abitar, a. (inus.) Y. Habitar. 

Abito, n. (inus.) Y. Habito. 

Abituar. a. (inus.) V. Habi- 
tuar. 

Abitud. /. (inus.) Y. Habitud. 

Abivar. a. (ant.) Y. Avivar. 

Abladorcillo. m. (ant.) Y. Ha- 
bladorciUo. 

Abitaque. m. Y. Cuartón. 

Abitar, a. (mar.) Abitar; en- 
rolar, jjrender a amarra nas 
abitas. Anchorarias funes 
ad ligna decussata adstrin- 
gere. 

Abitón, m. (mar.) Esvalteiros ; 
jiaus em que se fixam as es- 
cotas das gavias. 

Abivas./. pl. («Zü.j Avivas, en- 
farte das glándulas paróti- 
das dos cavallos. Párolis, 
idis. 

Abispa. /. (atd.) Y. Avispa. 

Abispado, da. adj. (ant.) Y. 
Avispado. 

Abispero. ?n. (ant.)Y. Avispero. 

Abizcochado, da. adj. Abiscou- 
tado; cozido como biscouto. 
In o-ecocti pañis formamcom- 
2yositzis. 

Abizcociiar. a. Abiscoutar; co- 
zer a massa ató dar-lhe a 
consistencia de biscouto, ou 
a forma d'clle. Pañis more 
torrere. 



ABL 

Abjuración. /. Abjuração; a 
acçàu e effeito de abjurar. 
Detestai io, onis. 

Abjukak. a. Abjurar; renun- 
ciar solemnemente a qual- 
quer doutrina ou a opinião 
falsa e perniciosa ; retratar- 
se com juramento. Admis- 
sum antea errarem juramen- 
to detcstari. 

Ablab. m. (hot.) Ablab; ar- 
busto do Egypto. 

Ablación. /. (cir.) Ablação; 
acção de separar uma parte 
qualquer do corpo, um mem- 
bro, um órgão, etc. 

Ablactacion. /. Ablactação; 
acção ou modo de desmamar 
as crianças. Ahlactaiio, onis. 

Ablandador, ra. s. O que 
abranda. Molliens, cutis. 

Ablaxdadura. /. (ant.) V. 
Ablandamiento. 

Ablandamiento, m. Abranda- 
mento; acção e eíieito de 
abrandar. AíoUitudo, mollí- 
mentum, i. 

Ablandante, p. a. (ant.) de 
Ablandar. 

Ablandar, a. Abrandar; tor- 
nar brando e mollc o que 
era duro. MoUemreddere: — 
laxar, suavisar. MolUre, le- 
nire: — fi¡/. mitigara ira ou 
enojo de alguém. Usa-se 
também como reciproco. Se- 
dare iram, lenir e a nim um : — • 
n. temperar-se. Diz-se da 
estação quando diminue em 
frialdade; e dos gelos e ne- 
ves, quando começam a der- 
reter-se. Usa-sc também co- 
mo reciproco. Frijus mites- 
ccre. 

Ablandativo, va. adj. O que 
tem a virtude de abrandar. 

Ablandecer, a. (ant.) Abran- 
decer, abrandar. 

Ablandir. a. (ant.) V. Blandir. 

Ablano, vj. (p. As.)N. Avella- 
no. 

Ablativo, m. (cjrain.) Ablati- 
vo; o sexto caso da declina- 
ção de um nome. AUativi 
casus, vcl Ablativns, i. 

Ablegacion./. Ablegaçào ; des- 
terro, que segundo as leis 
romanas podiam pronunciar 
os pães contra os tillios. 
Abler/atio, onis. 
Ablentador, KA. s. (prov.) V. 
Aventador. 

Ablentar, a. (prov.) V. Aven- 
tar. 



ABO 

Ablución./. Ablução; lavato- 
rio : — o vinho queo sacerdote 
toma depois da comraunhão, 
6 o vinho e a agua que se 
lhe deita sobre os dedos e 
no cálix. Ablutio, onis. 

Abluente. adj. (med.) Abluen- 
te, diluente, abstergente. 
Abluens, entis. 

Abluycion. /. (inus.) V. Ablu- 
ción. 

Abnegación. /. Abnegação ; re- 
nuncia de suas próprias pai- 
xões, e de seus divertimen- 
tos. /S'i/¿ ipsius abnegatio, ab- 
jectio. 

Abnegar, a. Abnegar; renun- 
ciar voluntariamente as suas 
paixões, os seus desejos. 
Usa-se também como reci- 
proco. Sua; quemque volun- 
tati rennntiare. 

Abobado, da. adj. Abobado; 
feito bobo, chocarreiro, ca- 
turra. Stulío similis. 

Abobamiento. m. Acção e ef- 
feito de abobar e abobar-se. 
Stupiditas, atis. 

Abobar, a. Abobar ; fazer bo- 
bo, inepto a alguém. Usa-se 
também como reciproco. St u- 
peface re: — V . Em bobar. 

Abobas, adv. (inus.) Tolamen- 
te, loucamente, ineptamen- 
te. JPatuè, stolidh, ineptè. 

Abocadear, o. Abocanhar ; des- 
pedaçar, tirar a bocados com 
os dentes. Aliquid demorde- 
re, derodere. 

Abocado, p. x*- de Abocar: — 
adj. applica-se ao vinho que 
é agradável ao paladar. Mol- 
lis, lenis: — approximado a 
alguma cousa. Proclivis, ve. 

Abocasiiento. m. A acção e ef- 
feito de abocar e abocar-se: 
— Abocainento; entrevista, 
conferencia. Conventus, col- 
loquium, i. 

Abocar, a. Abocar; segiu-ar 
com a btjca. Entre os caça- 
dores diz-se quando o cão 
segue e apanha a peça de 
caça. Ore premere aid exci- 
Ijere: — chegar alguma cou- 
sa ao sitio em que ha de 
obrar, v. g., a artilheria, as 
tropas. Admovere, appone- 
re, adducere: — ^ começar a 
entrar na boca de um es- 
treito, de uma barra. Por- 
tum inr/redi: — r. juutarem- 
sc duas ou mais pessoas em 
conferencia para tratar de 



ABO 7 

um negocio. Congredi, con- 
venire. 

Abocardado, da. adj. Que tem 
a boca em forma de trom- 
beta. (Canhão, ou qualquer 
arma de fogo.) In tuba} for- 
mam ore compósito. 

Abochornadamente, adv. Com 
grande calor. 

Abochornar, a. Abafar de ca- 
lor. Causar bochorno en la 
cabeza el excesivo calor; es- 
quentar a cabeça o excessi- 
A'O calor. Usa-se também co- 
mo reciproco. Adurere : ■ — 
fig. fazer corar de vergo- 
nha; irritar, estimular. Ore 
ruborem siiffnndere; aliqnem 
irritare, instigare. 

Abocinado, da. adj. V. Arco 
Abocinado. 

Abocixadura. /. V. Abocina- 
miento. 

Abocinamiento, m. Acção e ef- 
feito de abocinar. 

Abocinar, a. (arch.) Embosi- 
nar, dar a um arco volta aba- 
tida ou de sarajianel. Diva- 
ricctre: — dar a figura de bo- 
sina. BuccincE formam daré : 
— n. (fam.) afocinhar. Pro- 
cumbere. 

Abofkllar. n. Tufar, inchar, 
V. g., as bochechas, a pelle, 
etc. Inflare buceas, pellem: 
Diz-se também fallando dos 
estofos. — jig. ensoberbecer- 
se. Insolcnter se efferre. 

Abofeteadob, ra. s. o que dá 
bofetadas. Alijñs ca^dens: — 
fg. o que ultraja. Qui alteri 
injuriam affert. 

Abofetear, a. e r. Esbofetear; 
dar bofetadas, bofetões em 
alguém. Depalmare. 

Abogacía. /. Advocada, ou 
avogacia; profissão de ad- 
vogado ou exercício de ad- 
vogar. Causarían 2>(^t>'0ci- 
nium, causidici munus. 

Abogada./. Advogada; inter- 
cessora, patrona, medianei- 
ra: titulo que particular- 
mente se attribue á Santís- 
sima Virgem. Adjuctrix, eis. 
Patrona, ce. Depreccdrix, 
eis: — fig. a mulher de um 
advogado. Uxor causidici. 

Abogadear. 7i. (fam.) Fazer de 
advogado. Causam piro cdi- 
quo dicere. 

Abogado, m. Advogado; letra- 
do, aquelle que advoga as 
causas judicialmente. Cau- 



3 ABO 

sidicus, ci: — fu/, protector, 
medianeiro. Patronus, i. 
Adjntor, oris. 
Ahogador. in. (prov.) V. Mu- 
ñidor. 

AHOGALLA, AGALLA DE ROBLE. 

/. Galha; noz pequena de 
carvalho. Gcdla, ce. 

AnoGAMiEKTo. m. (ant.) Acção 
e eifeito de advogar. 

Abogar, n. Advogar; a. exer- 
cer a profissão de advogado. 
Cansam agere alicvjus: — 
(fain.) fallar a favor de al- 
guém, isto é, defende-lo, pa- 
trocina-lo, protege-lo. Pro 
aliquo deprecari. 

Aeohetado, da, culj. Inchado, 
entumecido. Turne factus^ a, 
um. 

Abolexgo. m. Avoengo; (gen.) 
ascendencia de avós e bis- 
avós. Gemís maioritm, proa- 
vorum series: — (for.) pa- 
trimonio ou herança que 
vcm de antepassados. Pa- 
trimonium, lona avita. 

AnoLEZA. /. (anf.) Vileza, bai- 
xeza, ridicularia. Dedecus 
admitiere. Aliquid turpiLer 
faceré. 

Abóllele, adj. Abolivel ; o que 
j)óde ser abolido. 

Abolición. /. Abolição ; a ac- 
ção e efíeito de abolir. Aho- 
litio, onis. 

Abolicionismo, m. Sysíema dos 
abolicionistas. 

Abolicionista, m. Nome que 
se dá ao partidario da abo- 
lição da escravatura. 

Abolir, a. Abolir; annullar 
uma lei, uso, costume ou 
cousa similhante. Aholere, 
delere. 

Abollado. ad,j. V. Alechugado. 

Abolladura. /. Amolgadura 
que resulta da pancada na 
peça delgada de metal. Ca- 
vvm contusione formatwn: 
— lavor feito nas peças de 
metal. DuUafum opus. 

Abollar, a. Abolar; amolgar. 
Em termo de ourives é dar 
golpes com martello de rele- 
vo em qualquer peça de me- 
tal de que resulte formar-se 
uma concavidade na super- 
ficie. Contundere quidpiam. 
Argentum, aurumve malleo 
ex artis peritia ducere : — 
fig. aturdir a cabeça. Ali- 
cvjus aures iiiepfiis ohfnn- 
dere. 



ABO 

Abollón, to. (agr.p. Ar.) Olho, 
primeiro gomo ou pimpolho 
que deitam as arvores, e 
especialmente a vide. Gem- 
ma, (B. 

Abollonar, a. Lavrar uma 
peça de metal com certas 
elevações á maneira de bo- 
lhas. Bullís ornare: — ii. 
(agr. p. Ar.) o brotar, re- 
bentar, borbulhar das arvo- 
res ou arbustos, e particu- 
larmente das cepas. Gcm- 
mare vites. 

Abolo. m. (inus.) V. Avolo. 

Abolongo. to. (ant.) V. Aholo- 
rio. 

Abolorio. m. Abolorio ; ascen- 
dencia. V. Abolengo. 

Abolsado, da. adj. Abolsado; 
que faz bolso ou pregas. Ad 
follis formam complicatus. 

Abomaso, m. (anat.) Abomaso ; 
o quarto estomago dos ani- 
maes ruminantes. Oma- 
sum, i. 

Abominable, adj. Abominável, 
detestável, digno de aver- 
são. Execrandus, abomina- 
bilis, e. 

Abojunablemente. adv. to. Abo- 
minavelmente; por modo abo- 
minável. Fa;dè, turjñter. 

Abominación. /. Abominação ; 
acção e eíFeito de abominar. 
Abominatio, onis. 

Abominar. «. Abominar; de- 
testar, execrar. Detestari, 
abominari, execrari. 

Abonable, adj. Abonavel; o 
que pode ou merece abo- 
nar- se. 

Abonadamente, adv. m. Abona- 
damente, de maneira abona- 
da. 

Abonadísimo, adj. sup. de Abo- 
nado. Valde aptus. 

Abonado, adj. Abonado; acre- 
ditado, rico. Pecuniosus, be- 
ne nummatus : — capaz, pró- 
prio a fazer qualquer cousa. 
Esta accepção se toma ordi- 
nariamente em mau sentido. 
Aptus, a, um: — testemu- 
nha digna de fé. Testis omni 
excepiio7ie, vel legitimns. 

Abonador, ra. s. Abonador; o 
que abona, e que se obriga 
a pagar faltando o fiador á 
sua obrigação. Fidejussor , 
oris. 

Abonamiento, m. V. Abono. 

Abonanza. /. V. Bonanza. 

Abonanzar, n. Abonançar; se- 



ABO 

renar-se, cessar a tormenta; 
fazer-se bonança, tranquil- 
lo, socegado. Diz-se do tem- 
ido, do mar, do vento. Sedari 
ca'lvm aiit mare. 
Abonar, a. Abonar ; approvar, 
acreditar ou qualificar de 
bom. Probare: — fazer boa 
ou útil alguma cousa, me- 
lhorar de condição ou esta- 
do. Bem meliorem reddere: 

— dar. por certa e segura 
uma cousa. Asserere: — 
(agr.) adubar, beneficiar as 
terras. Agrum stercorare: 

— (comm.) assentar no livro 
de rasão qualquer partida a 
favor de alguém. E também 
levar em conta. Eeceptum 
referre : — afiançar, e fazer 
bom o pagamento na falta 
de outro. Vadimonium fa- 
ceré, vadem se constituere: 

— assignar, isto é, pagar 
uma quantia adiantada para 
assistir aos espectáculos ou 
disfructar alguma commo- 
didade. Symbolam dare: — 
n . V. Abonanzar. 

Abonaré, m,. Obrigação; docu- 
mento ou titulo pelo qual se 
assegura ou faz bom o paga- 
mento de uma quantia. Sol- 
vendai pecunias scripta cau- 
tio. 

Abondadamente. ad. m. (ant.) 
V. Abundantemente. 

Abondado. adj. V. Abundante. 
p. p. V. Abondar. 

Abondamiento. m. (ant.) V. 
Abxindancia. 

Abondante. p. a. de Abon- 
dar. 

Abondantemente. adv. to. V. 
Abundantem ente. 

ABONDAR.a.fcíMí.j Abundar, pro- 
ver com abundancia, abaste- 
cer : — n. (ant.) Bastar, suffi- 
cere : — r. (ant.) Satisfazer-se, 
estar satisfeito. V. Abundar. 

Abon-do. adv. Aboudo, abun- 
dantemente, copiosamente. 
Abunde: — m.Y. Abundancia. 

Abondosamente. adv. m. (ant.) 
V. Abwidantemenfe. 

Abondoso. adj. V. Ahmdante. 

Abono. to.. Abono, abonação, 
garantia. Cautio oyiis : — 
(agr.) o adubo ou qualquer 
outro beneficio feito ás ter- 
ras. Fimus,stercus: — (comm.) 
nas contas a admissão e ap- 
provação das partidas; e tam- 
bém o recibo que se dá, ou o 



ABO 

assento qnc Be faz do que se 
cobra. Pnvstita cautio acce- 
pke pecunia} rdatio. 

Abonos, (inus.-) V. Mejoras. 

Aboquillar, a. Pôr emboca- 
duras cu bocaes em instru- 
mentos, ou fazer pequenas 
aberturas em alguma cousa. 
Ora tubis poneré; iufrafemo- 
ralia secturas faceré; incilia 
excitare, diicere; cavare li- 
ffuiis, etc. 

AuoKDAELE.af?/. Abordável, que 
pode abordar-se. 

Abordador, m. (naut.J Aborda- 
dor, o que aborda, o que vae 
abalroar cora outro navio. 
Qui Jiostiliter in navim ir- 
riiit: — (fifj-) aquelle que se 
approxima de alguém fami- 
liarmente e com inteira li- 
berdade. — Ad aUquemfami- 
liariter appropinq uare. 

Abordage. m. [naut.J Aborda- 
gem, acção de abordar. A'a- 
■vium commisio avt prigna 
jyroprior. • — ac(^ã.o de ir a 
bordo : — acção de abalroar, 
choque do navio. Abordage 
por la aleta ó anca; abor- 
dagem pela alheta. 

Abordar, a. (naut.) Abordar ; 
chegar a embarcação á borda 
do mar ou do rio. Ád terram 
appellcre navim, : — chegar 
uma embarcação á outra 
para passagem de mercado- 
rias, fallar amigavelmente, 
investir, ou por abalroação. 
Navim navi ap)p>licari. 

Abordo m. (ant.) Abordo \. 
Abordage. 

Abordonar. m. (ant.) Abordoar; 
andar encostado ao bordão. 
Bacido innixus incedere. 

Aborígenes, m. pl. Aborigénes, 
primeiros habitadores deum 
paiz. Aborígenes, nm. 

AüORRAcnADo, da üdj. Aver- 
melhado ; de cor encendida. 
Nimis ruber. 

Aborrascarse, r. Aborrascar- 
se; tornar-se o tempo bor- 
rascozo. FroceUam excitari. 

Aborrecedero, ra. adj. (ant.) 
V. Aborrecible. 

Aborrecedor, ra. s. Aborrece- 
dor, o que aborrece. Osor, 
oris. 

Aborrecer, a. Aborrecer; ter 
odio, aversão, tedio a al- 
guma pessoa ou cousa; de- 
testa-la. Abhorrere aliquo, 
odio haber e: — diz-se das aves 



ABO 

que engeitam os ovos quando 
se lhes mexe. Belinquere. 

Aborrecible, adj. Abon-ecivel ; 
abominável, detestável, di- 
gno de odio. Execrandiis, a, 
um. 

Aborreciblemente, adv. m. 
Aborrecivelmente, odiosa- 
mente. Fastidióse, odióse. 

Aborrecido, da. adj. Aborre- 
cido. V. Aburrido. 

Aborrecimiento, m. Aborreci- 
mento; odio, tedio, aversão. 
Odium, tedium, ii. 

Aborregarse. í*. Offuscar-se o 
céu; diz-se fallando de pe- 
quenas nuvens brancas e es- 
curas, que algumas vezes 
apparecem juntas no céu em 
forma de bolas. Paidulum 
nrdjilari. 

Aborrencia. /. (ant.) V. Abor- 
recimiento. 

Aborrible. adj. (ant.) Aborri- 
vel. V. Aborrecible. 

Aborrio. m. (ant.) V. Aburri- 
miento. 

Aborrir, a. (ant.) Aborrir ; 
aborrecer: — r. (ant.) cnfa- 
dar-se, eutrcgar-se com des- 
peito a algum añ'ecto. Fasti- 
dium se aferre. 

AnoRso. m. (ant.) Aborso. V. 
Aborto. 

Abortadura./. (ant.) V. Aborto. 

Abortamiento, m. (ant.) V. 
Aborto. 

Abortar, a. Abortar; parir an- 
tes de tempo. Abortare. Nas 
flores, é caírem sem produ- 
zir fructo. Flantarum flores 
evanescere. 

Abortivo va. adj. Abortivo; 
nascido antes de tempo, im- 
perfeito, produzido prematu- 
ramente. Abortivns, a um: — 
que tem a virtude de fazer 
abortar. Abortivas. 

Aborto, m. Aborto; movito, 
parto antes de tempo. Abor- 
tus, us: — creatura nascida 
antes do tempo. Faizis abor- 
tione ejectus (fig.), cousa ex- 
traordinaria. Monstrum, i. 

Abortón, m. Aborto. Diz-se do 
animal quadrúpede nascido 
antes do tempo. Quadrupes 
abortu editus: — a pelle do 
cordeiro nascido antes do 
tempo. Agni abortivi pellis. 

Aborujarse, r. (fam.) Abafar- 
se, cobrir-se, embrulhar-se, 
cnvolvcr-se. Involvi, impli- 
car i. 



ABO 9 

Abosar, a. (mar.) Abocar; to- 
mar as bocas á amarra. 

Abotagamiento, ra. Inchação 
de qualquer parte do corpo. 
Inflatio, onis. 

Abotagarse, r. V. Hincharse. 

Abotargarse, r. Entumecer-se, 
pôr-se inchada a cara, os 
olhos, etc. Inflari, turgere. 

Abotinado, da. adj. Abotinado; 
similhante ao botim, ao sa- 
pato, que cinge o peito do 
pé. (Jothurno similis. 

Abotonador. íh. Abotoador, 
gancho dejnetter os botões 
nas casas. E ura iul?trumento 
de ferro com uma pequena 
volta na extremidade para 
tomar o bf)tão e pô-lo na casa. 
Globolorum vestis innexor. 

Abotonadura./. (ant.)\. Boto- 
nadura. 

Abotonar, a. Abotoar; metter 
o botão na casa. Vestem glo- 
bulis committere: — n. (agr.) 
abrolhar, brotar, lançar bo- 
tões. Follicnlos cm itterc, gem- 
inare, arbores : — cobrir de 
pequenas bolhas de ar, fal- 
lando-se dos ovos quando se 
cozem n'agua. Ova coctilia 
in papillam erum]>ere. 

Abovedado, adj. Abobadado, 
feito em forma de abobada, 
ou coberto de abobada, Ar- 
cuatus, a, um. 

Abovedar, a. Abobadar, for- 
mar abobada ; cobrir com 
abobada. Fornices const me- 
re; for nicem inducere. 

Aboyado, da. adj. Diz-se da 
herdade que se arrenda com 
os bois para lavrar os cam- 
pos. Bobus instructtis. 

Aboyar, a. (natd.) Aboiar, pren- 
der com cordas o que se 
acha fora da embarcação, 
para que não vá ao fundo; 
atar com o extremo de um 
cabo qualquer cousa, que se 
lança á agua, pondo no ou- 
tro extremo uma bóia, para 
indicar o logar onde aquel- 
la está submergida. Subcre 
aquis innatante rem ibi latcn- 
tem designare. 

Abozalar, a. Acamar as bes- 
tas de lavoura ou de carga, 
para que não parem a co- 
irier. Fiscclla poneré. 

Abozar, a. (nant.) Abocar; se- 
gurar nas bocas ou abuça- 
dura. 

Abra. /. Abra; enseada com 



10 ABR 

bastante funtlo; onde anco- 
ram navios cm todo o tempo. 
Fortiis, us: — abertura que 
se faz entre duas montanhas. 
Convullis, sinus : — (min.) 
Abertura dos cerros causada 
pela evaporação subterra- 
liea, o que é signal de mina. 
Jliatus, ns: — (ntnnis) anti- 
ga moeda de prata da Polo- 
nia. Corre em algumas pro- 
vincias de AUemanha, em 
Constantinopla, em Smyrna, 
no Cairo, etc. 

Abracijo. in.fam.Y. Abrazo. 

AüRAiiAN. m. Abraham; pa- 
triarcha, filho de Tharco, 
nascido em Ur, na Chaldêa, 
no anno do mundo 2008; 
duas vezes fez alliança com 
o Senhor, que o abençoou e 
prometteu multiplicar a sua 
posteridade na pessoa de seu 
iilho Isaac, alem do numero 
das estrellas. O signa! d'esta 
alliança foi a circumcisão. 
Morreu em Hebron na Pales- 
tina no anno 2183. 

Abkaiionar. a. Apertar oxi abra- 
çar a outrem por cima dos 
cotovelos. Arctis complexi- 
hus premere. 

AbkÁmide. m. Abrámide, trage 
de que usavam as mulheres 
gregas. 

Abrasadamente, adv. m. Abra- 
sadamente*, com viveza, ar- 
dentemente. Ardenter, tiiis. 

Abrasadisimo, ma. adj. siqj. de 
Abrasado. Perustiis, a um. 

Abrasador, ra. s. Abrasador; 
que abrasa. Usíor, oris. 

Abrasamiento, m. Abrasamen- 
to; acção e effeito de abra- 
sar. Exustio, onis. 

Abrasante. ^:». a. de Abrasar; 
o que abrasa. Ahurens, cn- 
tis. 

Abrasar, a. Abrasar; queimar, 
reduzir a brasa. Exurcre: — 
deseccar as plantas o exces- 
sivo calor ou frio. Exsicca- 
re: — fif/. dissipar, malbara- 
tar os bens ou cabedaes. Obli- 
gnrire òona et fortunas: — 
envergonhar, deixar corrido 
ou resentido a alguém com 
■ acções ou palavras picantes. 
liubore, afficcrc: — r.fig. es- 
tar mui agitado de alguma 
paixão, V. g., de amor, de in- 
veja, de colera, etc. Inflam- 
mari, iracundia cxcandcscc- 
rc, inardescere. (rif.) Muchas 



ABR 

hijas en casa todo se abrasa. 
Muitas filhas em casa tudo 
se abrasa; quer dizer que a 
riqueza nao se conserva na 
casa onde ha muitas filhas. 
Ciim honor um jactara con- 
junctce sunt jiliarum nuptia;. 

Abrasilado, da. adj. O que tem 
a cor do pau brazil. Brasi- 
lici ligyii colorem referens. 

Abrasilar. a. Dar a cor do 
pau-brazil. 

Abrasión, m.. (med.) Abrasão; 
exulceração superficial das 
partes membranosas, com 
perda de substancia por pe- 
quenos fragmentos. Abrasio, 
onis. 

Abratase. m. Especie de hi- 
sopo. 

Abrazadera. /. Braçadeira; 
argola de metal cu de ma- 
deira, que serve para cingir 
ou segurar alguma cousa. 
yEnecí aut lignea zona rebus 
comprimendis : — (mar.) es- 
tribo. 

Abrazado, da. adj. (germ.) O 
que está preso: — m. (ant.) 
V. Abrazo. 

Abrazador, ra. s. Abraçador; 
que abraça : Ampilectens : — 
(germ.) beleguim, official de 
justiça. Acccnsus, i: — joga- 
dor de profissão, que arrasta 
os outros para as casas do 
jogo: — ferro ou pan curva- 
do que serve para segurar o 
pião da nora. Fermín sive 
lignum aduncwn hidraidicis 
machinis deserviens. 

Abrazadura. m. Patere, com 
que se seguram as cortinas 
do pavilhão. Lamina, ce. 

Abrazamiento, m. Abraçamen- 
to; acção e eíFeito de abra- 
car. Amplexus, us. 

Abrazante. j>». a. (ant.) de Abra- 
zar. Abracante ; que abraça. 

Abrazar, a. Abraçar, tomar, 
apertar entre os bracos. Aíi- 
quem amplexari, complccti: 

— cercar, rodear, cingir. Cir- 
cumdare, amplecti, cingerc : 

— um estado de vida. Ad 
(juoddam vita' genus se con- 
ferre:- — -comprehender, con- 
ter, incluir. Includere: — re- 
ceber com satisfação. yEquo 
animo amplecti. 

Abrazo, to. Abraço; a acção 
de abraçar. Amplexus ns : — 
fr. Darse el ultimo abrazo. 
Dar-se o ultimo adeus; des- 



ABR 

pedir-se. Uítimum vede di- 
cere. 

Ábrego, m. Abrogo; sudoeste, 
o vento do meio-dia, que 
corre entre o austro e o ze- 
phyro. Africus, i. Este ter- 
mo acha-se nas escripturas 
antigas, quando se falla dos 
limites e confrontações das 
terras. 

Abrenuncio. Abrenuncio loe. 
latina que se usa para signi- 
ficar, que se detesta alguma 
cousa. Odi, odio milii est. 

Abrepuño. m. Planta. V. Arzol- 
la, na primeira accepção. 

Aj3revadero. m. Pia ou tanque, 
em que bebe o gado. Aqua- 
rium, ii. 

Abrevado, adj. Ensopado ou 
molhado na agua. Madefa- 
ctus T. de Surradores. 

Abrevador, ka. s. O que dá de 
beber aos animaes ; o que 
rega, molha ou banha algu- 
ma cousa. Adaquator, oris. 

Abrevar a. Abeberar; levar a 
beber o gado. Pecudes acla- 
quare. 

Abreviación /. Abreviação. 
Compendium, i: — (ant.) epi- 
tome, compendio, resumo ; 
breve noticia de alguma cou- 
sa. Breviarium, ii; epitomh. 

Abreviadamente, adv. m. Abre- 
viadamente, resumidamente. 
Breviter. 

Abreviador, KA. s. Abrcviador ; 
o que abrevia, encurta, re- 
sume ou faz compendio de 
alguma obra. (¿ni in compen- 
dium redigit : — expedito, 
prompto, diligente no que 
faz. Diligens, entis: — (for.) 
official da chancellaría de 
Koma que faz minutas das 
bulias ediplomas pontificios: 
— o que no tribunal da nun- 
ciatura tem a seu cargo des- 
pachar os breves. Apostoli- 
carum litterarum notariít-s. 

Aj3reviados. adj. (pÂ.) Quevedo 
emprega este termo para 
denotar os filhos naturaes ou 
bastardos. Notlii. 

Abreviadura./. (ant.) V. Abre- 
viatura. 

Abreviaduria./. o emprego do 
que redige as bulias. Apos- 
tolicarum litterarum tabel- 
lionis múnus. 

Abreviamiento, m. (ant.) V. 
Abreviación. 

Abreviar, a. Abreviar, cncur- 



ABli 

tar, reduzir a menos e.sjjaço 
ou grandeza, compendiar. 
In compenãiiwi rcdigerc : — 
fazer com que qualquer cou- 
sa dure menos tempo. Bre- 
vius efficerc: — expedir á 
jirespa, accelerar. Brevi vem 
exeqvi: — r. (ant.) encolher- 
se; tornar-se pequeno. Ar- 
ctari, com])rimi. 

Abeeviativo. aãj. O que abre- 
via. 

Abreviatura. /. Abreviatura; 
explicação de um termo por 
simples indicação de letras 
ou cifras para escrever em 
menos espaço. Litterarvm 
compendium. v.g.D.])or Dou; 
V. M.por Vuestra Magestad : 
■ — En ahreviaturu (mod. adv.) 
que denota que uma cousa 
está escripia sem terem as 
palavras todas as letras que 
lhes pertencem. Kotarum 
ope: — (mod adi:.) Con hreve- 
dad ó prisa, com bievidade 
ou pressa. Usa-se commum- 
mente em estylo festivo. 
llap)tim,festinanter. 

Abreviaturi'a. Escriptorio do 
abreviador. Pontificiorum 
diplomatum notarii officina. 

AiiiíiiiONARSE r. Fazer-se ve- 
lhaco, gatuno, tratante, va- 
dio, ocioso, perguiçoso, man- 
drião. Otio malisrpie arfibvs 
indulyere; vitce liberiori se 
addiccre. 

AiiRic. m. (chim.) Abric, nome 
alchimico do enxofre. Sul- 
plmr, uris. 

Abridero, ra. adj. O que se 
abre facilmente. Usa-se fal- 
lando de algumas qualida- 
des de fructa. Qnod facile 
aperitur: — 7n. peeegueiro 
molar, e o seu fructo, do qual 
ao abrir-se, salta o caroço 
com muita facilidade e com- 
pletamente descarnado, il/n- 
li pcrsici gcnits. 

Abridor, m. Abridor; o que 
abre. (luiaperit: — m. offi- 
cial que grava ao buril. Ca- 
lator, oris : — enxertadeira. 
Securicula insiíiva : — in- 
strumento de ferro que anti- 
gamente se usava para fran- 
zir os collarinhos. Ferrevm 
instrwnentum rogandis col- 
larihiis olim inserviens: — 
adj. (ant. med.) aperitivo: — 
arvore e fructa. V. Abri- 
dero. 



ABR 

AiiRioADA. /. (ant.) Abrigada. 
V. Abrigadero. 

Abrigadero, m. Abrigadouro, 
sitio defendido e abrigado 
dos ventos fiios. Apricus lo- 
cus. 

Abrigado, m. V. Abrigo. 

Abrigamiento, m. (ant.) V. 
Abrigo. 

Abrigano, m. (ant.) V. Abri- 
gaño. 

Abrigaño, m. V. Abrigo. 

Abrigar, a. Abrigar; pôr em 
abrigo, resguardar do frio. 
Afrigore defenderé. Usa-se 
também como reciproco : — 
(fig.) amparar ; 2^™teger. 
Taeri, fovere. 

Abrigo. 7re. Abrigo ; reparo, aga- 
salho, resguardo contra o 
frio. Vestis palliitm, j)rote- 
ctii.'i quisque frigori arcen- 
do: — (Jig.J protecção, am- 
paro, patrocinio. Defensio, 
Jjrotectio, onis. 

Abrigo, m. V. Ábrego. 

Abril. m. Abril ; o quarto mez 
do anno segundo o computo 
ecclesiastico, e o segundo 
antigamente entre os roma- 
nos. Aprilis, is: — (fig-) ap- 
plica-se ás pessoas para de- 
notar o brilho da mocidade; 
\. g., está hecho un abril. 
Estáfeito um abril. Oreflori- 
dule nitens : — (rif.) Abril 
agua s m il. PI u viosns ap rilis : 
— Abril y Mayo son llaves de 
todo el ano. Abril e Maio 
são as chaves de todo o anno : 

— Las mañanicas de Abril 
buenas son dedormir; as ma- 
drugadas de Abril sao pró- 
prias para dormir. Mafuiince 
aprilis hora: snpore didces : 

— Llueva jjara mi Abril y 
Mayo, y piai-a ti todo el ano. 
Chova para mim Abril e 
Maio e para ti todo o anno. 
Mihi aprilis ef Majus, caieri 
menses tibí pluant. 

Abrillantador, m. Y. Lapida- 
rio. 

Abrillantar, o. Abrilhantar; 
lavrar e polir, cortando em 
diflerentes superficies con- 
traposta?, para que com a 
reflexão da luz cresça o luzi- 
mcnto (dos diamantes, das 
pedras preciosas, metaes e 
de outras materias duras). 
Gemvias angulatim incisas 
p>oHre. 

Abrimiento, m. Abrimento; a 



ABR 



11 



acçào de abrir, abertura. 
Ap)ertio, onis. 

Abriolar. a. (mar.) Pôr brióes 
nas velas, isto é, cabos com 
que estas se colhem quando 
se querem ferrar. 

Abrir, a. Abrir; patentear o 
que está fechado ou tapado. 
Aperire , pandare: — romper 
com violencia, v. g., abrir 
brecha en un muro; abrir 
brecha em um muro. Rum- 
p)ere: — abrir' camino; abrir 
caminho. Viam aperire : — ■ 
fender, rachar. Usa-se mais 
commummente como reci- 
proco e diz-se : abrirse la tier- 
ra ó la madera, etc.: abrir-se a 
terra ou a madeira. Finde- 
re : — separar uma cousa de 
outra, v. g., un labio de otro 
para eújrir la boca, um labio 
do outro para abrir a boca: 

— as flores. Diz-se quando 
estendem e separam as fo- 
lhas que tinham recolhidas 
no botão. Folia explicare, 
distendere: — gravar ao bu- 
ril em prata ou em cobre. 
Ca'lare aliquid argento, a;re: 

— (fig.) dar principio a al- 
guma funcçào ou acto pu- 
blico, v. g., abrir los estudios, 
el congresso, el concurso de 
opositores. Abrir as aulas, o 
congresso, o concurso de op- 
positores. Solenmi conven- 
tüs cojiisque aperturee prcees- 
se: — fallando de emprésti- 
mos ou subseripções, é an- 
nuncia-las, propo-las ao pu- 
blico: — r. (fig.) communicar, 
descobrir a outro o seu se- 
gredo, diz-se: Se ahrió con- 
migo. Ahviu-sccomm\go.A2}e- 
rire se: sen sus suos expli- 
care. 

Abrizan. m. (myth.) iVbrizan; 
festa celebrada pelos antigos 
-persas, no equinoxio de se- 
tembro, com supei-stiçâo e 
grande aspersão de agua de 
rosas. 

Abro. m. (bot.) Abrus; genero 
da familia dos leguminosos, 
sub-arbusto da Africa e In- 
dia, cujas folhas têem certas 
virtudes na medicina. 

Abroarse, r. (nauf.) Metter-se 
em uma enseada de pouco 
fundo. 

Abrogar, a. (anf.)Y. Atacar; 
acometer. 

Abrochador, m. Abrochador, 



12 



A BR 



instrumeuto com que se abro- 
cha. V. Abotonador. 
AüRociiADL'KA. /. (aiif.) Abro- 
chaduia; acção e eííeito de 
abrochar. Abstrictio, onis. 
Abrochamiento. V. Abrochadu- 
ra. 
Abrochar, a. Abrochar; aper- 
tar ou unir os vestidos 
com colchetes, cordões, ala- 
mares, fivelas, botões, etc. 
Fibnlis nectare. 
Abrogation. /. (jur.) Abroga- 
çào; anouliação; revogação; 
abolição de uma lei, de um 
costume; acção de abrogar. 
Abrogatio, onis. 
Abrogar, a. Abrogar; anuul- 
lar, revogar (lei, privilegio, 
costume). Abrogare, rcscin- 
dcre. 
Abrojal, m. Abrolhai; logar 
cheio de abrolhos. Ager tri- 
bulis frequens. 
Abrojillo. m. dim. de Abrojo. 

Abrolhoíinho. 
Abrojín, m. Búzio; mollus- 
co gásteropodio pectinibran- 
chio, que se distingue por 
ter a cauda duas vezes maior 
que o corpo, com ires ordens 
de bicos. Murcx tribulus. 
Abrojo m. Abrolho, planta her- 
bácea de que ha duas espe- 
cies, terrestre, .tribulus ter- 
restris, e aquático, tribulus 
aquaiicus: — o fructo d'esta 
planta: — (prov.) planta que 
tem as folhas e cálices espi- 
nhosos e os tallos felpudos. 
Ccntaurcacalcitrapa:—(mil.) 
estrepe, ferro com bicos si- 
milhautc ao abrolho natu- 
ral, cravado occultameute no 
chão para estorvar o passo 
ao inimigo. Tribidusfcrreus: 
— instrumento de prata ou de 
outro metal com a figura de 
abrolho, deque usam os dis- 
ciplinantes no açoute para 
se ferirem nas espáduas. Tri- 
bulus ex meí alio. ■—(■mar.) pi. 
certos sitios que ha no mar 
cheios de baixos, rochedos ou 
cachopos occultos. Scopidi. 
Abromado, da. p. p. de Abro- 
mar: — adj. (naut.) Nevoado, 
brusco, cerrado. Nebulosus, 
caliginosus, a, vm. 
Abromar, a. (ant.)V. Abrumar: 
— r. (naut.) picarem-sc os 
navios de broma, apodrece- 
rem de caruncho. Cariem 
fíonfrahere; carie excdi. 



ABR 

Abroquelar, a. (naut.) Abro- 
quelar, bracear por sotaven- 
to ao virar de bordo, tendo 
dado gcito ao braço do ve- 
lacho por barlavento: — co- 
brir com broquel. Protegeré 
clypeo velscuto: — r. cobrir-se 
com o broquel para não ser 
ofíendido. Protegi x>arma: — 
(fig.) acautelar-se; valer-se 
de algum meio para defen- 
der-se. Se tueri. 

Abrótano, m. Abrótano; planta 
fibrosa, odorífera, purgante, 
quente e secca até ao tercei- 
ro grau. Ha macho e fêmea; 
ambas estas plantas têem 
as mesmas propriedades. Ser- 
ve contra a asthma, contra 
as lombrigas, e do seu sumo 
faz-se um licor a que chamam 
vinho de abrótano. As suas 
flores são cor de oiro, e as 
folhas delgadas e esbranqui- 
çadas quasi sempre conser- 
vam a verdura. Abrotannm. 

Abrotante. m. (ant.) archit. V. 
Arbotante. 

Abrotoñar. «. (ant.) V. agr. 
Brotar. 

Abrumador, ra. s. Oppressor; o 
que opprime, vexa. Gravis, 
importunas homo. 

Abrumar, a. Opprimir, sobre- 
carregar. Gravare, oppñme- 
re : — (fr.) Aquien no abru- 
mara carga tan pesada ; 
a quem não opprimirá carga 
tão pesada: — (fig-) aggravar, 
vexar, v. g., com tributos, im- 
postos, etc. Vexare, grava- 
re: — r. encher-se de névoa, 
o horisonte, a atmosphera. 
Nubilari. 

Abrupcion. /. (cir.) Abrupção, 
ruptura ou fractura, na qual 
osso é separado transver- 
salmente cm torno da arti- 
culação, de modo que as 
extremidades fracturadas fi- 
cam a/astadas uma da ou- 
tra. AJnmptio, onis. 

Abrutado, da. adj. Abrutado : 
o que nos seus modos gros- 
seiros ou pela sua ignoran- 
cia, se parece com os brutos. 
St/upidus, brutis similis. 
Arrutarse, r. Abrutecer-se, 
adquirir modos grosseiros. 
Modum rudem habere. 
Abruzo, za. adj. O que perten- 
ce ao Abruzzo, ou natural de 
Abruzzo, provincia do reino 
de Nápoles, antigo paiz dos 



ABS 

sabinos edos samnitas. Bru- 
tianus, brutius. 

Absalan. m. Absalão, filho de 
David, vencido por Joab, 
ficou suspenso nos ramos 
de um carvalho, em que se 
lhe enredou o cabello, quan- 
do fugia pela floresta de 
Ephraim : no anuo da cvea- 
ção do mundo 2980 foi 
morto pela própria mão de 
Joab. 

Absceso, m. (cir.) Abscesso ou 
abcesso, tumor que coutem 
pus ou materia, com diver- 
sidade de formas ; aposte- 
ma : — collecçâo de urina, 
de fezes, etc., fora das vias 
que lhe são destinadas, v. g., 

— urinoso, estercoral, etc. 
Abscessus, us ; tumor, oris. 

Abscisa. /. (geom.) Abscissa; 
parte qualquer do eixo ou 
do diâmetro de uma curva, 
comprehendida desde um 
ponto fixo, onde começam 
todas as abscissas até á cur- 
va. A abscissa e a ordenada 
que lhe corresponde, consi- 
deradas juntamente, cha- 
mam-se coordenadas da cur- 
va. Abscissa, 02. 

Absconder, a q r. (ant.) V. Es- 
conder. 

Abscondidamente. adv. m. Es- 
condidamente, secretamente. 
Absconditè, oeculte, secreto. 

Abscüro, RA. adj. (ant.) V. Obs- 
curo. 

Absencia, /. Absceucia (ant.) 
V. Ausencia. 

Absextarse. r. (ant.)Y. Ausen- 
tarse. 

Ausente, adj. (ant.) V. Ausente. 

Ábside. /. (arch.) Ábside ; ap- 
plica-se a qualquer parte de 
um edificio que terminacomo 
em abobada; e particular- 
mente ao santuario ou á 
parte da igreja, em que está 
o altar-mór, jjor ter a mes- 
ma figura; e também é a 
parte mais larga do edificio: 

— (astr.) significa também 
o apogeu e o perigéu de um 
])laneta. Absis, idis. 

Absintio, m. (ant.) V. Ajenjo. 

Absit. loc. latina de que visam 
familiarmente os hespanhoes 
por meio de interjeição para 
mostrar a repugnancia ou 
aversão a alguma cousa. 
Dios 710S libre. Deus nos li- 
vre. AveHat Deus. 



ABS 

AusuLucidN. /. Absolvição ; 
acção e efFeito de absolver. 
Ahsolatio : — general ; absol- 
vição geral, a applicaeão de 
indulgencias e corainunica- 
ção de boas obras, que por 
privilegios apostólicos fazem 
algumas ordcus religiosas 
aos fieis em certos dias do 
anno. hwlulgentiarum so- 
lemnis commimicatio : — Sa- 
crnmentnl; acto pelo qunl o 
confessor absolve no tribu- 
nal da peniteuciawSVír^íTí»?c?í- 
talis ahsohitio. 

AnsoLTiTA./. Proposição, enun- 
ciada com segurança e em 
tom magistral. Arrogans di- 
Gtvm. 

AnsoLTJTAMENTE. üclv. Absolu- 
tamente, sem restricçào, nem 
limite. Omnino: — com in- 
dependencia, com pleno do- 
minio. Libértate plenifísimn, : 
— (fil.) sem respeito ou re- 
lação a outra cousa. NnUu 
coiterorvm raíione habita. 

Absolutismo, m. Absolutismo; 
systema de governo em que 
reina a vontade de um só. 

Absolutista, adj. Absolutista; 
partidario do governo abso- 
luto. 

Absoluto, a. adj. Absoluto; 
independente, illiniitad<)./S'«- 
premus, a, urn : — poder ab- 
soluto; auctoridade absolu- 
ta. Summa potestas ; siimma 
aucloritas: — rei absoluto. 
llex cum sitmmo imperio. 
Diz-se do que tem geni»^) iin- 
])erioso. Impcriosus, a, vm. 

Absolutorio, kia. adj. (for.) 
Absolutorio; que diz respei- 
to a absolvição. Absoluto- 
rias, a, nm: — sentença ab- 
solutoria, que absolve de 
pena. Absolutoria senfcntia. 

Al5SOL\T21)ERAS. /. pi. (/«/??.) 

Passaculpas; confessor in- 
dulgente. Usa-se ordinaria- 
mente com alguns adjecti- 
vos, como ¡menas, grandes, 
ó bravas. Indiscreta pecean- 
tes absolvcndi faciliteis. 

Absolvedor, m. Penitencia- 
rio; ccclesiastico que absolve 
dos casos reservados. Pceni- 
te.ntiarius, i. 

Absolvente. adj. Absol vente; 
o que absolve. 

Absolver, a. Absolver; julgar 
livre do crime imputado em 
juizo. Liberare crimine: — 



ABS 

(thcol.J reniittir a um peni- 
tente seus peccados. Absol- 
vere de peccatis : — desobri- 
gar, eximir, ¡sentar (de car- 
go, oflicio, dignidade). Ab- 
solvere: — resolver, decla- 
rar, decifrar, dar solução. 
Resolvere, solvere, explicare. 

Absolviexte. p>. a. de Absolver. 
V. Absolvente. 

Absolvimiento. m. (ant.) Ab- 
solviínento. V. Absolncion. 

Absokbe>-cia. /. Absorvcncia; 
.acção de absorver. /S'o)'¿¿V /o, 
anis. 

Absorbente, p. a. de Absorber, 
Absorvente; o que absorve. 
Usa-se algumas vezes como 
substantivo. Absorbens, en- 
tis. 

Absorber, a. Absorver; tragar, 
consumir, embeber. Absor- 
bere, absumere: — (med.) at- 
trahir os humores. Absorbe- 
re: — arrebatar, trazer apoz 
si. Vineere rationibiis; ia 
eententiam trahere: — r. ar- 
rebatar-se. Fcrmulcere scn- 
síim vohqitate. 

Absorción. /. Absorpção; ac- 
ção e eífeito de absorver. 
Absortio anis. 

Absortar, a. (ant.) Extasiar, 
enle\íir, arrebatar o animo. 
In admiratioiiem r apere. 

Absorto, ta. adj. Absorto, ar- 
rebatado, pasmado, extático. 
Stupefactns, a, um. 

Abstemio, mia. adj. Abstemio; 
que não bebe vinho; que se 
abstém de toda a especie de 
li(|uor fermentado. Abstc- 
miiis, a, vni. 

Abstenerse, r. Abstcr-se ; pri- 
var-sc de alguma cousa; re- 
frear-se. Ab aliqva rc se cd.s- 
iinere. 

Abstenido, adj. (ant.) Abstido; 
contido, repremido. Froena- 
tiis, a, um. 

Abstercion. /. (med.) Abster- 
são; efteito dos remedios 
abstergentes. Abstersio, onis. 

Abstergente, jj. a. de Abster- 
ger, adj. e s. (med.) Abster- 
gente; que purifica ou lim- 
pa: — emolliente, abluente, 
que dissolve as durezas. Abs- 
tergcns, entis. 

Absterger, a. (yned.) Abster- 
ger; limpar, desobstruir, pu- 
rificar. Abstergeré. 

Abstersivo, va. adj. (med.) 
Abstersivo; que limpa, que 



ABS 



13 



desecca. Smegm(diciis, sme- 
cticiis, a, um. 

Abstinencia. /. Abstinencia; 
acção de se privar e abster 
de alguma cousa: habito de 
refrear os appetites, mode- 
rar-lhes os excessos, e ijri- 
var-se de qualquer genero 
de prazeres. Abstinentia: — 
temperança, sobriedade, vir- 
tude moral, j^ela qual se usa 
de moderação no comer e no 
beber. Abstinencia: — da car- 
ne. Carnis abstinentia. 

Abstinente, adj. Abstinente; 
que se abstém, ou priva de 
alguma cousa. Abstinens: — 
moderado, continente; so- 
brio no comer e beber. In 
cibo et potu moderatus, p)ar- 
cus. 

Abstinentemente, adv. m. Abs- 
tinentemente; com abstinen- 
cia, com temperança. Ahsti- 
iienter. 

Abstinentísimo, ma. adj. sup. 
de Abstinente. Abstinentis- 
simo. Continentissimus, a, 
um. 

AiiSTRAcciuN. /. Abstracção; 
acção do entendimento que 
se])ara todos os accidentes 
ou circumstancias, que po- 
dem acoinpanliar um ente 
para melhor o considerar em 
si mesmo. ^lf//o animi spe- 
ciem aliquem ah.straJtentis: 
— do espirito, isto é, distrac- 
ção. Alienatio; nber ratio 
mentis: — estado de qual- 
quer pessoa que vive sejía- 
rada da sociedade. Ab homi- 
mtm frcfficntia recessus. 

Abstractísimo, ma. a'!¡. sup. de 
Abstrewto. Abstractissiino. 

Abstractivamente, aãv. Abs- 
tractamente; com abstrac- 
ção. Attstracta a subjecto 
qiuditate. 

Abstractivo, va. adj. Abstra- 
tivo; que abstrahe ou tom 
virtude de abstrahir; que 
separa ou considera uma 
Cousa, deixada outra. Abs- 
trahens, hentis. 

Abstracto. A. jjp. íV. de Abs- 
traer y abstraerse. Abstra- 
cto,q ue significa alguma qua - 
liuade com exclusão do sujei- 
to. Abstractus, a, um: — se- 
parado por abstracção: — 
En ahstracto; abstractamen- 
te; por abstracção. Abstra- 
ctire. 



14 ABU 

Arstiíaer. a. (fil.) Abstraliir; 
separar todas as qualidades 
de uma cousa, para conside- 
rar somente a sua essência. 
Ahstrahcre: — n. usado cora 
a preposição de, omittir, 
apartar, passar etn silencio 
qualquer cousa. Prcetermit- 
iere: — r. não attender aos 
objectos scusiveis por medi- 
tar apenas no que se tem no 
pensamento. Eapi med/ta- 
tione anhnnm. 

Abstraído, da. p. p. de Ahs- 
tracr: — adj. Abstraindo; 
apartado, retirado, separado 
(do trato e conimunicação 
com outraspessoas)./167íom- 
iium frcqucntia sidjstradns. 

Abstkijso, sa. adj. Abstruso; 
recôndito, de difficil intelli- 
geucia. lietnisus, abdihis, 
a, um. 

Absuelto, ta. p. p. ir. de Ab- 
solver. Absolto-, absolvido. 

Absurdamente, adv. Absurda- 
mente ; por modo repugnante 
á rasão. Absurdh. 

Absurdidad /. (aiif.) Absurdi- 
dadc. V. Absurdo. 

Absurdísimo, ma. adj. sup. de 
Absurdo. Absurdíssimo. Ab- 
surdissimus, a, um. 

Absurdo, dá. adj. Absurdo ; con- 
trario ou repugnante á rasão. 
Quod omniimi mentes asper- 
nentur afque respnant: — m. 
inei>cia, despropósito, dispa- 
rate, acção, opinião contra- 
ria ao senso commum. Ine- 
ptice, arum,' inique dictvm 
vel factum. 

Absus. m. (bot.) Absuso, plan- 
ta medicinal. 

Absynthio. m. (iniis.) Y. Ab- 
sintio. 

Abto. adj. (imis.) V. Apto. 

Abu. m. (bot.) Abú, especie de 
palmeira; o seu fructo cóme- 
se assado ou frito. 

Abub. 'in. Abub; instrumento 
musico dos indios. 

Abubilla. /. Poupa, ave que 
tem uma especie de topete, 
de lilumagem dourada, ne- 
gra, roxa e branca. Upupa, 
02, epop)s. 

Abucasta./. Gallinlia d'agun; 
é do tamanho de uma galli- 
nha media, de cor gris e 
branca. 

Abucastro. tra. m. (ant.) As- 
somado, colérico. Iracundus, 
a, um. 



ABU 

' AnvGÁTKS. m. 2:>l. Aboeates;pe- 
I ças j3or onde correm as cai- 
xas nos teares. 

Abuela. /.Avó, mãe do pae ou 
da mãe. Avia, cc. Como mi 
abuela; como minha avó; 
exp. fam. com que se nega 
ou duvida do que alguém 
refere por certo e verdadei- 
ro. Lo conseguirá como mi 
abuela; consegui-lo-ha como 
minha avó. Diz-se d'aquelle 
que sem fundamento se li- 
songea com o goso de algum 
emprego ou dignidade. 

Abuelado, da. (ant.) V. Abu- 
ñuelado. 

Abuelo, m. Avô, pae do pae 
ou da mãe. Avus, vi: — as- 
cendente. Usado quasi sem- 
pre no plural. Proavus, ma- 
jores : — (fam.) ancião. Se- 
nex: — (rif-) Criado 2^or 
abuelo nunca bueno; creado 
por avô nunca bom. Mostra 
que as pessoas educadas por 
seus avós saem quasi semjire 
mal creadas. Puer avi doctri- 
na excidtus indocilis : — (rif.) 
Quien no sabe de abuelo no 
sabe de bueno ; quem não co- 
nhece o avô não sabe o que 
é bom. Ari blandifiis nil sua- 
vius. Explica o excessivo ca- 
rinho com que os avós tra- 
tam ordinariamente os netos. 

Abuenas. adv. (ant.) Boamen- 
te, sinceramente, á boa fé. 
Sincera fide. 

Abuhado. 2^- P- de Abultarse : 

— adj. (inus.) inchado. Tu- 
midus, a, um. 

Abuhamiento. m. (inus.) Taci- 
turnidade, aversão do mun- 
do, retiro das companhias. 
Morositas, atis. 

Abuhar. a. (inus.) V. Hinchar: 

— r. (inus.) esconder-se, re- 
tirar- se, fugir das compa- 
nhias. Segregare se, lucem 
fugere. 

Abuja. /. (inus.) V. Aguja. 

Abulense. adj. Abulense; na- 
tural d'Avila, ou o que per- 
tence a esta cidade. Abu- 
lensis. 

Abultado, da. adj. Avultado, 
grande, volumoso. Pergran- 
dis. 

'Abultar, n. Avultar, ter ou 
fazer vulto. In molem excres- 
cere: — a. augmentar o vo- 
lume. Au gere: — (jig-) enca- 
recer, exagerar. Exagerare. 



ABU 

Abundadamente. adv.m. (ant.) 
V. Abundantemente. 

Abundado, da. adj. (ant.) V. 
Abundante. 

Abundamiento, m. V. Abundan- 
cia. Esta palavra, conside- 
rada como termo de praticai 
é usada para exprimir ap- 
provação, affirmação, segu- 
rança, precaução. Fides, ei, 
seciuitas,atis. v.g. Yámayor 
abundamiento por la pre- 
sente constituimos, ordena- 
mos y establecemos, etc.; e 
por maior segurança, pehi 
presente constituimos, orde- 
namos e estabelecemos, etc. 

Abundancia. /. Abundancia, 
coijia, grande quantidade. 
Abundantia, copia, ce: — nas 
moedas designa-se com a fi- 
gura de uma deusa. 

Abundante, p. a. de Abundar. 
Abundante, farto, que tem 
abundancia. Abundans : — 
adj. coj^ioso, em grande 
quantidade. Copiosus, ple- 
nus, a, um.. 

Abundantemente, adverbio m. 
Abundantemente ; em abun- 
dancia. Abunde. 

Abundantísimo, ma. adj. sup. 
de Abundante. Cojíiosissi- 
mus, a, um. 

Abundar, n. Abundar; ter 
grande copia e affluencia de 
alguma cousa. Abundare : — 
bastar, ser sufficiente. Svf- 
ficere : — en su sentido, abun- 
dar no seu sentido ou no seu 
sentir ; seguir alguém no seu 
parecer. 

Abundo, adv. V. Abondo. 

Abundosamente, adv. m. V. 
Abundantemente. 

Abvndo3ix) AT), f. {inus.)Y .Abun- 
dancia. 

Abundoso, sa. adj. (ant.) V. 
Abimdante. 

Abuñuelado, da. adj. Que tem 
a forma defillió. Lagani for- 
mam referens. 

Abuñuelar, a. (los huevos) Fri- 
gir os ovos; fazer omeletta. 
Ova ita frigere, ut lagani 
formam referant. 

Abur. adv. V. Agur. 

Aburado, da. 2^- P- (ant.) de 
Aburar. 

Aburar, a. Queimar, abrasar. 
Hoje apenas se usa em algu- 
mas partes de Castella a Ve- 
lha. Abur ere. 

Aburelado, da. adj. Abúrela- 



ABU 

do; dii cor Jo burel. Fulcus, 
a, um. 

Abukrado, da. aãj. (¡nus.) 
Abarrado ; estólido, estulto. 
Stolidus, a, um. 

Aburrido, da. p. x>- 6 aãj. 
Aborrido; de.?gostoso, des- 
contente. Fertccsus, a, nm. 

AiiURitiMiEXTü. m. Aborrimen- 
to; o estado do que anda 
triste, descontente, ou se 
desgosta de tudo ; melanco- 
lia. Ta'dium, faslidium, ü. 

Aburrir, a. Aborrir; enfastiar, 
cansar o espirito com algu- 
ma cousa desagradável. Alo- 
lestiam ingcntem creare: — 
(fam.) aventurar ou arriscar 
algum dinheiro com a espe- 
rança de tirar lucro. Diz-se 
tambera do tempo; v. g., 
Aburrir una tarde. Expen- 
deré: — deixar para sempre 
com aversão, üiz-se ordina- 
riamente das aves que çugei- 
tam os ninhos. Deserere: — 
(ant.) Aborrecer: — r. dos- 
gostar-se de alguma cousa, 
cnfadar-se. Rem fasfídire. 

AuuRujAR. a. Ennovelar; do- 
brar, fazer em novelos. 67o- 
mercere, plicare. 

AiJusADOR, RA. s. Abusador; o 
que abusa ; o que faz mau 
uso de alguma cousa. 

Abusante, p. a. (ant.) de Abu- 
sar ; o que abusa. 

Abusar, a. Abusar; usar mal 
alguma cousa, ou de alguma 
cousa. Aliqua re abuti. 

Abusión. /. (a¡d.) Abusão. V. 
Abuso: — (£í72¿.3 abusão, su- 
perstição, agouro. Suiiersli- 
tio, vanuin augurium. 

Abusionero. m. (ant.) V. Ago- 
rero. 

Abusivamente, adv. m. Abusi- 
vamente; por abuso ou com 
abuso. Abusirc. 

Abusivo, a. adj. Abusivo; in- 
troduzido ou praticado jior 
abuso, l^er abusum usnrpa- 
ius. 

Abuso. m. Abuso; mau uso de 
alguma cousa, contrario á 
sua natureza ou fim. Abu- 
sus, ns. 

Abutarda. /. (ant.) Y. Avu- 
tarda. 

AuuvADo. adj. (inus.) V. Ga- 
licoso. 

Abuzado, da. adj. (ant.) De- 
bruçado ; deitado de bruços. 
Pronus, a, um. 



ACA 

Abyección. /. (ant.) Abjecção; 
abatimento, desprezo, humi- 
liação. Abjcctio, onis. 

Abyecto, ta. adj. Abjecto ; aba- 
tido, menosprezado, humi- 
lhado, vil, ignóbil, de que 
se uào faz caso. Abjectus, 
vilis factus. 

Abysmales. adj.Y. Abismal na 
segunda accepção. 

Abysmar. a. V. Abismar.' 

Abysmo. 7)1. V. Abismo. 

Acá. adv. l. Cá; aqui. Este ad- 
verbio indica o logar, o paiz, 
onde se acha a pessoa que 
falia; v. g., Acci el gobierno 
es palernal; cá, n'este paiz, 
o governo é paternal. Huc: 
adv. t. precedido das ¡irepo- 
sições de, desde, después, etc. 
denota o tempo prcíeiíte; 
v. g., De ayer acá, desde en- 
tonces acá: de hontem para 
cá ; desde então para cá. Ab 
eo tempore: — acá y allá; cá 
c lá, mod. adv. para den<.>tar 
indeterminadamente diver- 
sos lugares. Huc, illuc. 

AcABABLE. adj. Acabavel; o 
que pude acabar-se. Lluod 
perire pofcst. 

Acabadamente, adv. m. Acaba- 
damente; perfeitamente, com 
toda a perfeição. Absolutc, 
pcrfccte. 

Acabadísimo, ma. adj. sup. de 
Acabado. Acabadissimo. Ah- 
solutissimus, perfectissim us, 
a, um. 

Acabado, da. ]). p. de Acabar 
e adj. Acabado, perfeito, pri- 
moroso, cxcellentc. Absolu- 
tus,perfectvs, a, um : — o que 
está velho, gasto do tempo 
ou da idade. Consumptus. 

Acabador, ra. s. Acabador; o 
que acaba, aperfeiçoa. Con- 
fector, affector, oris. 

Acabalado, p. p. de Acabcdar. 

Acabalar, a. V. Completar. 

Acaballadero, m. Terreiro e 
o tempo, próprios para o lan- 
çamento dos cavallos e dos 
burros. Locits, tempusve quo 
equi cccunt. 

Acaballado, da. p. p. de Aca- 
ballar : — adj. acavallado, 
similhante ao cavallo; v. g., 
cara acabcdlada , narices aca- 
ballados; cara acavallada, 
ventas acavalladas. Equo si- 
milis: — que padece de ve- 
néreo. Fícdo vigninis ulcere 
laborans. 



ACA 15 

Acaballak. a. Acavallar; lan- 
çar o cavallo á egua, ou o 
burro á egua ou burra para 
que a cubra. Cum cqua coire, 
inire equam. 

Acaballerado, da. j). p. de 
Acaballerar : — adj. nobre, 
distincto em suas acções e 
maneiras. Nobili et generosa 
Índole pra'ditus. 

Acaballerar, a. Illustrar, dis- 
tinguir, fazer com que al- 
guém se porte ou trate como 
cavalheiro. Nobilium mori- 
bus aliqucm instruere: — r. 
tornar-sc ou fazer-se cava- 
lheiro; nobre. 

Acabamiento, m. Acabamento; 
acção e eífeito de acabar, fim 
total, extincção. Finis, is:- — 
a execução ou cumprimento 
de alguma cousa. Fcrfectio, 
onis. 

Acabar, a. Acabar; concluir, 
completar. Perficer/'.: — con- 
sumir, apurar. Affligcre: — 
n. rematar, terminar; v. g.. 
Acabar en punta: acabar ein 
ponta. Desinere: — morrer. 
Intc.rire, mori: — extinguir- 
se, aniquilai'-se. Usa-se 
mais como reciproco. Z)e_/?ce- 
re, evanescere : — ir faltando 
as forças, desfallecer. Usa-se 
tambein como reciproco. Vi- 
ribus destiíui. É tam])em 
usado como verbo auxiliar 
junto com a preposição de; 
\. g., Acabar de llegar, de 
predicar ;' acabar de chegar, 
de pregar : — (fr.) con alguno, 
quitarle la vida; acabar com 
alguém, isto é, mata-lo: — con 
alguna cousa; destruirla ; 
(fr.) acabar com alguma 
cousa, destrui-la. Acab¿ira- 
7nos, ó acabáramos con ello 
(fr.); finalmente. Tandcjn. 

ACABDILLADAJIENTE. odv. 77?. 

(ant. mil.) Disciplinadamen- 
te; com ordem e disciplina 
militar. Ordinafe, instrucfi. 
AcABDiLLADOR. ??i. (ant.) V. 
Acaudillador. 

ACABDILLAMIENTO. W2. (cVlf.) V. 

Acaudillamiento. 
AcABDiLLAK. O. (auf.) Y. Acau- 
dillar. 

AcABELLADO, DA. ttdj. Acabcl- 

lado, castanho claro, ama- 
relio escuro, cor de folha 
secca. Subsiavus, a, um. 
AcABESTKiLLAR. u. (mout.) Ca- 
car cnni ])oi encabrestado. 



IC) ACÁ 

J>oce capistrato veaarí. V. 
Buey de cíihestrillo. 

AcAiíiLDAR. Cl. Attraliir; reunir 
muitos pareceres para coii- 
sep,uir algum intento. In scii- 
tcntiam trahere. 

Acamo. m. (ant.) V. Fin ou 
Acabamiento. 

Acacia./, fbot.) Acacia, arvore 
que também se chama acacia 
verdadeira ou acacia do 
Egypto. E uma especie de 
esponjeira sempre verde. 
Acacia (vg]/})' iaca. Falsa ou 
bastarda diz-sc da acacia 
iimericana da familia natu- 
ral das leguminosas. PscítJo- 
ac.acia : — especie de gom- 
nia arábica: — do Levante 
(pliarm.) producto usado em 
medicina como adstringente: 

— de Allemanlia, sueco ex- 
traindo das ameixas silves- 
tres: — rosa, arbusto e ai-- 
vore vistosa polo verde de 
suas folhas e pelos seus for- 
mosos ramos de flores en- 
carnadas, liohinia hispida. 

AcAcioN. m. (anf.) Especie de 
canoa. 

AcADKLLiNAR. O. Eucadoiar; 
formar qualquer cousa á ma- 
neira de pequena cadeia. Si- 
milis catella'. 

Academia. /. Academia, certo 
logar plantado de arvores na 
antiga Athenas, dado ao pu- 
blico por Academo, seu pro- 
prietário, undc Platão e de- 
pois d'elleoutros philosophos 
ensinavam a philosophia. 
Academia, a' : — seita de phi- 
losopbos platónicos, que de- 
pois teve algumas alterações 
e se dividiu em tres, conhe- 
cidas pelos nomes de antiga 
academia, segunda academ ia 
c nova academia. Ha quem 
a divida em cinco. Acade- 
mia, aí.- — a doutrina ensi- 
nada por estes philosophos: 

— a sociedade de homens 
litteratos estabelecida para 
o adiantamento das scien- 
cias, artes, bellas letras, etc. 
Academia, erndilovurn soda- 
lifium : — qualquer ajunta- 
mento de pessoas eruditas 
para exercitarem os seus 
engenhos em algum genero 
de composição ou estudo. 
(yOnr/rrssns, convenívs : — 
escola de qualquer philoso- 
vho; universidade ou estu- 



ACA 

dos geraes, onde se ensi- 
nam as sbiencias e as artes 
WhrvAQñ.jI^jdes académica:: — 
certame litterario que se ce- 
lebra por occasião de alguma 
festividade publica, onde as 
mais das vezes se assiguam 
assumptos e propõem j)re- 
mios. Certamen: — a concor- 
rencia de professores ou af- 
feiçoados á musica, para se 
exercitarem n"ella. Musica 
exercitatio, sive 7nusices lu- 
dus: — (pint. e esc.) figura 
inteira nua, copiada do mo- 
delo vivo. Figura è vivo ex- 
pressa, delineata. Quando 
Ptolomeu Soter se assegurou 
na posse do Egypto, fundou, 
com o nome de Museon, a 
famosa academia de Alexan- 
dria, na qual reuniu os phi- 
losophos mais distinctos do 
seu tempo, a quem se deveu 
a celebre bibiiotheca quei- 
mada no anno G40 pelo feroz 
Ornar. Esta academia foi 
longo tempo o centro de toda 
a instrucção. Os poetas c es- 
criptores latinos formaram- 
se na escola dos gregos; mas 
Roma não teve academia. 
O primeiro estabelecimento 
d'este genero entre os mo- 
dernos foi fundado por Car- 
los Magno; e esta academia, 
de que elle foi membro, ob- 
teve muita celebridade; foi 
ella que derramou jiela líu- 
ropa o gosto das letras. No 
anno seguinte foi fundada 
na Inglaterra a academia de 
Oxford Y>OY Alfredo oGrande. 
Quasi pelo mesmo tempo ti- 
nham as cidades de Granada 
e Córdova, naHespanha. as 
suas academias, que seus 
fundadores tornaram cele- 
bres pelo seu gosto pela poe- 
sia, pela musicae pelas letras. 
Académico, ca. adj. Académi- 
co; pertencente á academia; 
o que pertence á escola dos 
pliilosophos da seita de Pla- 
tão. Academ icus, a, um: — o 
que é próprio de academia, 
como oração académica, ^ca- 
deviicus, a., um: — m. philo- 
sopho da seita de Platão. 
Academicus, /.-—membro ou 
socio de alguma academia: 
— o (]ue cursa os estudos em 
alguma universidade. ^'Tí- 
demicii.''. i. 



ACA 

Academista, in. Academista, 
que faz exercícios em uma 
academia. 

Academizar, a. (pint.) Acade- 
miar; imitar o modelo. 

AcADuz. VI. (inus.) V. Alcaduz. 

Acaecedero, RA. adj. Imminen- 
te; o que pódè acaecer ou 
succeder. Quod accidere po- 
fest. 

Ac AECER.7Í. ecZe/. Acaecer,acon- 
tecer, succeder. Usa-se no 
infinito e nas terceiras pes- 
soas do singular e do plural. 
Accidere: — r. (ant.) Achar- 
seinopinadamcnteem algum 
logar. Adesse, intervenire. 

Acaecimiento, m. Acaecimento; 
acontecimento, succedimen- 
to. Casus, eventus, us. 

AcAGAYAS. m. (inus.) V. Arca- 
duz. 

Acal. m. V. Canoa. 

AcALADROTAR. a. (niur.) Cala- 
brotear, fazer calabrotes, isto 
é, cabos de tres ramos, com- 
postos cada um de outros 
tres. 

Acalenturarse, r. Aqueeer-se. 
Diz-se quando ha ameaços 
de febre. Fcbrem imminere. 

Acalia. /. V. Malvahisco. 

Acallar, a. Acalmar; aplacar, 
socegar, calar. Diz-se ordi- 
nariamente das creanças, 
que, quando choram, costu- 
mam calar-sc com dadivas 
ou caricias. Flctum compes- 
cere: — r. aplacar-se, aquie- 
tar-se. Sedari. 

AcALONAR. a. (ant.) V. Acusar. 

Acaloniar. a. (ant.) V. Calum- 
niar. 

Acalorado, da. adj. Aquenta- 
do. Calefactus, a, um: — 
SL\)n.\\ouiiáo. Animi imp)ote7is: 

— irritado. Irritatus, a, um. 
Acaloramiento, m. Abrasa- 
mento, ardor. Ardor, oris: 

— o acto de arrebatamento 
ou excesso de uma paixão 
violenta. Agitatio, commotio, 
onis. 

Acalorar, a. Aquecer; dar ou 
cansar calor. Calefieri : — 
fatigar com demasiado tra- 
balho, ou exercício. Incales- 
cere. Emaisusado como reci- 
proco: — (fig-) fomentar, pro- 
mover, liei exscquendoi ins- 
tare: — apressar, incitar ao 
trabalho. Urgere : — r. es- 
quentar-sc na conversação 
ou disputa. FJfcrvescere. 



ACÁ 

AcALOT.^w?. GalliuholH. Ruísti- 
cilla, ce. 

Acalumniador, ra. s. Calum- 
niador; o que calumnia, ac- 
ensa falsamente. Calumnia- 
tor, oris. 

Acalumniar, a. (ant.) V. Ca- 
lumniar: — (ant.) V. Afear. 
Denigrar: — V. Excomulgar. 

Acamado, da. adj. Acamado. 
Diz-se propriamente do tri- 
go, linho, etc., derribado um 
sobre o outro pela chuva, 
vento, etc.; posto em cama- 
das, abatido, conchegado. 
Segcles imhrihus, aut pluvia, 
aut vento jacentes, dejjressos. 

AcAMBRAYADo, DA. adj. Acam- 
braiado. Diz-se dos lenços 
que têem similhança com os 
de cambraia. Lintco camera- 
ecnsi similis. 

Acamellado, da. adj. Cameli- 
no; de camelo ou que se as- 
similha ao camelo. Cameli- 
nus, a, um. 

AcAMODAR. a. (inus). V. Esca- 
motar. 

Acampamento, (mil). V. Cam- 
2)amento. 

Acampanar, a. Dar a qualquer 
cousa a forma de campainha. 

Acampar, a. Acampar, alojar 
no campo em tendas ou bar- 
racas um exercito ou parte 
d'elle. E também usado co- 
mo neutro e reciproco. Cas- 
trameíari, figere ientoria. 

Acampo, m. Pacigo; porção de 
terra dos pastos communs 
que se destina a cadajDossui- 
dor de gado por certo tempo. 

Acamuzado, da. adj. (ant.) V. 
Agamuzado. 

Acanalado, da. p.p. de Acana- 
lar e adj. Encanado; tudo 
que passa por um canal ou 
sitio estreito. Per canales, 
aut angustias ductus: — ca- 
nalicio, o que forma uma ca- 
■Nadade á maneira de canal. 
Canaliculatas, a, um : — 
(arch.) V. Estriado. 

Acanalador, m. (carp.) Garlo- 
pa, instrumento de que usam 
os carpinteiros e marcenei- 
ros, liuc.ina, «?. 

Acanalados, adj.jjl. Acanala- 
dos. Applica-se aos lombos 
do cavallo, que pela sua gor- 
dura formam um canal até 
á cauda. Lnmhi cquini in ca- 
iialis tiiodum cxuhcran-tcs. 

Ácana j,AR. a. Encanar; fazer 



ACÁ 

canal, ou alguma cousa em 
forma d'elle. Canalem fa- 
ceré. 

AcANASTiLLADo, DA. adj. Aca- 
nastrado, que tem a forma 
de um açafate. Similis cistce. 

Acandilado, da. adj. Y. Encan- 
dilado. 

Acanelado, da. adj. Acanella- 
do; de cor de canella ou si- 
milhante a ella. Cinnamomi 
iiatiiram referens. 

AcANGE. m. Acaugis. Os turcos 
dão este nome aos seus hus- 
sares, que se empregam uni- 
camente cm fazer descober- 
tas, talar os campos, inter- 
ceptar os comboios e fatigar 
o inimigo. V. Aventurero. 

Acanillado, da. adj. Encane- 
lado, mal tecido. Diz-se dos 
estofos. Alalh textus. 

Acangrenarse, r. v. Agangre- 
nar-se. 

AcANoR. 7)1. (chim.) Acanor ou 
athanor, especie de fogareiro 
usado pelos chimicos. 

AcANos. m. (bot.) Acanos, nome 
com que Theophrasto e os 
gregos designaram uma es- 
pecie de cardo, que Linneo 
trocou em o de onopordon 
acanthium. 

AcaktÁholo. m. (cir. ant.) 
Aciinthabolo, tenaz para ex- 
trahirasesquirolas dos ossos 
careados, os espinhos, a pe- 
dia da bexiga, etc. Acan- 
thovala, orum. 

Acantalear, ii. (fam.J Grani- 
sar; chover graniso grosso; 
saraivar. Grundinare. 

Acantarar. a. Medir por can- 
taros. Amphora pro mensura 
uti. 

AcANTE. /. Acanthe; certa ar- 
vore de que falla Virgilio, e 
que se suppõc ser a acacia 
do Egypto. 

Acantilado, da. adj. fmor.J Al- 
cantilado; escarpado; que 
tem bastante fundo logo no 
fim da praia. 

Acantilar, o. (mar.) Por um 
navio em logar fundo: — ti- 
rar lodo de algum sitio para 
o fazer mais fundo. 

AcANTio. m. (bot.) Acantino, 
cardo arg^tino. 

Acanto. m. (bot.) Acantho, her- 
va gigante ou branca ursina. 
Acaníhus mollis: ornato que 
guarnece os capiteis das co- 
lumnas na ordem corinthia; 



ACÁ 17 

o modelo foi tirado das fo- 
lhas do acantho. Acanthina 
folia: — ('?»?// /¿.jnympha ama- 
da por Apollo e que foi trans- 
formada na planta do seu 
nome. 

AcANTocAEPo. m. (bot.J Acan- 
thocarpe. Diz-se das plantas 
que téem o fructo coberto de 
espinhos. Planta, qucu habet 
fructiis s2nnosos. 

AcANTÓFAGü. adj. Acanthópha- 
go; que se sustenta com car- 
dos. O burro é um animal 
acanthophago. 

Acantonamiento, m. (mil.) 
Acantonamento, acçào c ef- 
feito de acantonar a tropa. 
Stalivorum adsignatio: — 
logar onde estão acantona- 
dos corpos militares. Stafiva 
jirojsidia. 

Acantonar, a. (mil.) Acanto- 
nar; distribuir o exercito ou 
algum corpo de tropas por 
varios logares. Ad stativa 
prcL'sidia diicere. 

Acañaverear. a. Acanavear, 
ferir com farpas de cana. In- 
iersercre arundinum acumi- 
na carne. 

Acañonear, a. Acanhoar, dis- 
parar os canhões ou pecas 
de artilheria contra algum 
logar ou alguma cousa. Ali- 
quid turmentis verbei'are. 

AcAovAN. ju. (IjoI.) Achaovan, 
planta do Egypto, sinii Ihante 
á macella. 

Acaparar, a. V. Acopiar. 

Acaparrosado, da. adj. Da cor 
de caparrosa. Subvirides, e. 

Acaponado, da. adj. O que em 
alguma cousa se assimelha 
ao castrado. Spadoni similis. 

Acaptar. a. (ant.) Mendigar. 
Mendicare: — (ant.) do li. 
de Aragão. V. Comjvar. 

Acaramelado, da. adj. Acara- 
mellado, coberto de assucar 
em ponto de caramello. 

Acarar, a. V. Carear. 

Acardenalar, a. Pisar; fazer 
contusões no corpo. Livori- 
busja'dare: — r. Saír á cutis 
manchas roxas similhantes 
ás que são causadas por al- 
guma pisadura. Lividum 
fieri. 

AcARDiA. /. Acardia, especie 
de aberração orgánica ou de 
agenesia parcial, caracteri- 
sada pela ausencia de cora- 
cao. Corde orbvs. 



18 ACÁ 

AcAUEAMiENTo. «1. (unf. for.) 
Acareanieuto ou acareação; 
acção e eft'eito de acarear. 
Reorum vel tcstium collatio. 

Acarear, a. (aiit.) Acarear; 
pôr alguém cara a cara com 
outro para que se vejam e 
fallcm, com especialidade 
sendo co-réus ou testemu- 
nhas, que jurassem em algu- 
ma devassa. //i miituum cons- 
pediim coUoquiumque coge- 
ré: — (fiff. ant.) arrostar; of- 
ferecer-se cara a cara. Se ia 
conspectum allcui dare: — ;•. 
(fiy. ant.) couvir. Convenire. 

Acariciador, ra. s. Acaricia- 
dor; que acaricia ou faz ca- 
ricias para grangear o amor. 
Blanditor, oris. 

Acariciar, a. Acariciar; fazer 
ailagos e caricias, tratar com 
auior e desvelo. BlaiuUmenio 
dare. 

AcARNAZARSE. r. Fazcr-se car- 
neriuo; còr de carne. Diz-se 
fallando das flores. 

Acarón, m. (bot.) Mjrto sil- 
vestre. 

Acarrarse, r. Acarrar-se; res- 
guardar-se do sol ; juntar-se 
á sombra, fallando do gado 
lanigero. Oves oh captandam 
umhram sese invicem pre- 
mere. 

Acarreadizo, za. aâj. O que se 
carrea ou se pode carrear. 
Âdvcctitins. 

Acarreador, ra. s. Acarreta- 
dor, o que acarreta. Adve- 
ctor, 01'is. 

Acarkeadura./. (aid.) Acarre- 
tadura. V. Acan-co. 

ACARREAMIENTO. írt. (uilt.) V. 

Acar7'eo. 

Acarrear, a. Acarretar; trazer 
em carro: — transportar de 
(jualquer maneira. Convche- 
re:^(fi(j.) causar, occasio- 
nar. Occasionem dare. 

Acarreo, m. Acarreto; acção de 
acarretar : — acarretadura. 
Vectio, cxporfaiio, onis: — 
De acarreo, mod. adv. tran- 
sportado por terra : — trazi- 
do i)ür arreeiro á conta de 
outro, pagando o porte. Ad- 
vectitius: — (fiy.) por dadiva 
ou presente. Dono, i/ratis. 

Acarreto, m. (ant.)Y. Acarreo. 

Acartonamiento, m. Emmagre- 
cimento. Acção e cífeito de 
oiriniagreccr. 

Acartonarse, r. Eiimi;igreccr- 



ACA 

se ; tornar-se magro, secco co- 
mo um cartão. Diz-se das 
pessoas que são magras e sãs. 
Macrescere. 

AcAsiA. V. Acacia. 

Acaso. m. Acaso ; casualidade, 
caso fortuito, caso imprevis- 
to. Eventiis, iis: — adv. m. 
casualmente,accidentalmen- 
te, quiçá, talvez. Fomiian 
casu: — com iuterrogaçâo si- 
gnifica o mesmo que ¡Porven- 
tura. Aune f num f : — Acasos 
dei mar. (mar.) Acasos, for- 
tuna do mar. 

Acastillado, da. adj. (ant.) 
Acastellado, edificado como 
castello. Instar casteUi. 

Acastillaje. 7». f'a«^jConstruc- 
ção dos castellos que defen- 
diam as naus. Castella ad 
naves propiignandas. 

AcASTiLLAii. a. (ant.) Encastel- 
lar, carregar de castellos 
uma nau. In navi castella 
construere. 

Acastorado, da, adj. Acastora- 
do, estofo similhante álãcha- 
mada castor. Castóreo} tela' 
specicín referens. 

Acatable, adj. (ant.) Acatavel, 
venerável; digno de respeito 
ou ucatamento.Fe/icraò/Z/s, e. 

Acatadamente, adv. m. (ant.) 
Acatadamente; com acata- 
mento. Eeverenter. 

Acatadura. /. (ant.) V. Cata- 
dura. 

Acatalectico, ca. adj. (poet. 
ant.) Acatalectico; verso a 
que não falta ou sobra syl- 
laba alguma. 

Acatalépsia. /. (philos.) Aca- 
talepsia, duvida, scepticis- 
mo universal: — (med.) no- 
me de uma enfermidade que 
ataca o cerebro e o priva da 
faculdade comprehensiva. 

AcATALis. m. Bagas de zimbro. 
Semen juniperi. 

Acatamiento, m. Acatamento; 
reverencia, resj^eito, venera- 
ção, consideração ; — ■ lícve ■ 
rentia, ce. — gesto, semblan- 
te : — (ant.) V. Mira. Rela- 
ción . — (ant.) V. Reconoci- 
miento. Advertencia. 

Acataposis./. (med:) Acatapo- 
sis; diglutição difficil ou im- 
possível. 

Acatante, p. a. (ant.) de Aca- 
tar. 

Acatar, a. Acatar; venerar, 
reverenciar, respeitar. Vene- 



ACC 

vari: — (ant.) olhai^com at- 
tenção ; ter relação uma cou- 
sa com outra: — ahajo (fr. 
ant.) V. Despreciar: — r. 
(ant.) receiar-se, temer-se. 

Acatarrarse, r. Encatar- 
rhoar-se; encher-se de ca- 
tarrho. Catarrho laborare. 

Acates, m. (ant.) V. Ágata. 

Acato. in, (ant.) V. Acatamien- 
to. 

Acaudalado, B\.]).p. de Acau- 
dalar : — adj. rico, que tem 
muito cabedal. Opulentus, a, 
um. 

Acaudalar, a. Enthesourar, 
accumular cabedaes ou ri- 
quezas. Numniorimi acervos 
accumular e. 

Acaudillador, ra. s. (mil.) Cau- 
dilho, chefe, commandante 
de gente de guerra. Pra'fe- 
ctus, i. 

Acaudillamiento, m. (ant. mil.) 
Caudilhamento, cominando, 
acção e effeito de acaudelar. 
Copiarum imperium. 

Acaudillar, a. Acaudelar, ca- 
pitanear, commandar tropa, 
ordena-la para a peleja. Du- 
cere copias. 

Acaule, adj. Acaule, nome que 
se dá á planta que não tem 
caule manifesto ou que o 
tem muito curto. 

Acautelarse, r. faHÍ.J V. Cau- 
telarse. 

AcAYANo, NA. adj. Acajauo, na- 
tural de Acaya. 

AcAYocA. m. V. Anacardo. 

AcAZDiR. m. (ant.) Acazdir, no- 
me dado ao estanho puro. 

Accedente, p. a. de Acceder. 
Accedente; que accede, que 
se conforma. 

Acceder, n. Acceder, adherir, 
conceder. Annuere : — entrar 
em liga ou tratado já con- 
cluido entre outros. AdJue- 
rere. 

Accender. a. Accender. V. In- 
cender. 

AccENSo, sA. p.p. irr. (ant.) de 
Accender. 

Accesible, adj. Accessivel, a 
que se pode chegar fac'ú- 
mente. Accessiifacilis : — tra- 
tavel, conversavel. In omni 
sermone esse affahilem. 

Accesión. /. Accessão ; o acto 
de acceder. Usa-se mais nos 
tratados de paz. Assensus, 
tis: (med.) crescimento de 
fcbrr. Febris accessio : — 



AC'C! 

acresoent.imento, cousa que 
se ajunta ou acresce a outra. 
Accessio, onis : — (ant.) V. 
Acccsso: — ajuntamento car- 
nal. 

Accésit, m. Accossit, termo 
tomado do latim para signi- 
ficar a recompensa que se 
dá aquello que obteve o 
maior numero de votos de- 
pois de outro concorrente, 
que alcançou o premio prin- 
cipal. 

Acceso, m. Accesso, acção de 
approximar-se de alguera ou 
de alguma cousa. Acccssi/s, 
ns: — copula, ajuntamento 
carnal de homem com mu- 
lher. Concvhitiis, 7is: — (ant.) 
Entrada, caminho. Ingres- 
sus,us: — -admissão ao trato 
ou comnninicação com al- 
guém. Costuma usar-se com 
os adjectivos /(ícz'Z ou âifficil. 
Accessiis, aditvs: — dcl sol. 
(astron.) movimento com que 
o sol se avisinha do equa- 
dor. Accessiis solis ad a-qna- 
torem. 

Accesoriamente, adv. m. Ac- 
cessoriamente ; como por 
acrescentamento ou depen- 
dencia principal. Per acces- 
sionem. 

Accesorias. /. 2)1. Accessorias \ 
dependencias ou partes de 
uma casa, etc., que depen- 
dera da parte principal. 
Aãjmidce a'dcs. 

Accesorio, ria. adj. Accesso- 
rio; que anda anuexo ou 
acompanha o principal ou 
d'elle depende. Fn'ncipali 
cedit accessio. 

Accidentado, da. p. p. de Ac- 
cidentaise c adj. TJiz-se d'a- 
quelle que está ameaçado 
de alguma syncope ou que se 
conserva n'ella. Ciii parabj- 
sis imminet, ant qui ejns re- 
liqidis est. affecUis. 

Accidental, adj. Accidental ; 
que níio é essencialmente 
natural em uma cousa, bem 
que n'ella exista ou a acom- 
panhe. Quod ad rei essentiam 
nonperfinet: — Casual, con- 
tingente, fortuito. Fortiiitus, 
a, um: — (mus.) os bemoes e 
sustenidos, que não estão 
marcados na clave, nem se 
referem ao modo ou tom 
principal. In nmsices praxi 
clavis alio fran.ifereiída. 



ACC 

Accidentalmente, adv. m. Ac- 
cidentalmente; por acciden- 
te ou casualmente. Fortuito. 

Accidentariamente, adv. m. 
(ant.) Accidentariamente ; 
por circumstancias Decorren- 
tes e nào segundo a própria 
natureza. 

Accidentarse, r. Syncopisar- 
se; cair em syncope, em des- 
fallecimento. Morbo subila- 
neo corripi. 

AcciDENTAzo. m. oiigm. de Ac- 
cidente. 

Accidente, m. Accidente; o 
que nào é essencial, nem da 
substancia das cousas, e que 
por isso pode ou nào estar 
n'ellas. Accidens, entis: — 
Casualidade, acontecimento 
fortuito. Evenfvs, us: — ata- 
que, accesso repentino de 
enfermidade; molestia que 
sobrevem repentinamente e 
priva dos sentidos e mo- 
vimento. Repcntimts mor- 
hiis: — (med.) todo o sympto- 
ma grave que se apresenta 
inopinadamente n'uma mo- 
lestÍR, sem ser dos que aca- 
racterisam. Sympfoma for- 
tvitvm : — pl. (titeo.) a tipura, 
a cor, o sabor, etc., que ficam 
depois da consagração. Acci- 
dentia cuchar istica: — de ac- 
cidente mod. adv. (ant.) por 
accidente: — por accidente, 
mod. adv., accidentalmente. 
Casu fortuito. 

Acción. /. Acção; acto, feito, 
obra. Actus, its: — a força 
com que um corpo obra so- 
bre o outro e os efí'eitos por 
ella produzidos. Actio, onis: 

— a operação ou impressão 
de qiialquer agente. Agerdis 

■ opercdio: — faculdade, pos- 
sibilidade de obrar. Agemli 
libertas, ptossibilitas : — tudo 
o que se faz bom ou mau: 

— omnes actiones bonw sive 
mala' : — postura, ademane, 
gesto, acceno. Gestus, cnrpo- 
ris habitus: — (for.) o direito 
para pedir alguma cousa em 
juizo, demanda judicial fun- 
dada em um titulo ou na lei. 
Jus 2}'^rsequcndi in judicio 
quod sibi dehetiir : — gesto 
ou movimento de braços e 
corpo com que o orador, 
actor, ou qualquer pessoa, 
fallando, acompanha a voz 
c anima as expressões, para 



ACC 



19 



lhes dar a força e viveza 
correspondente. Gestus, us: 
— (poct.) assumpto, argu- 
mento ou materia principal 
do poema épico ou dramáti- 
co. Argumentum , i: — (pint.) 
actitude ou posição do mo- 
delo natural. Corporis habi- 
tus: — (comm.) parte em uma 
empreza ou nos fundos pú- 
blicos. Sors in mcrcatorinn 
societate : — de gradas ; ex- 
pressão de agradecimento 
pelos favores recebidos. Gra- 
tiarum actio: — (mil.) bata- 
lha, recontro, choque. Prce- 
lium, i: — (fr. mil.) Estar cn 
acción; estar em acção ;diz- 
se das tropas quando estão 
em alguma operação de guer- 
ra. Prceliari : ■ — (ant.) Y. 
Acta. 

Accionar, n. (rhct.) Accionar; 
exprimir por meio de acção, 
acompanhar um discurso com 
gestps e movimentos do cor- 
po. Inter dicendum gesticu- 
lari. 

Accionista m. Accionista; o 
(|ue tem acções no fundo o 
banco de qualquer compa- 
nhia de commercio. Qui ra- 
tionein, vcl ratiovcs habef. 

AccioNiTA. /. (min.) Axinista, 
substancia jíctrea: é de c(5r 
. roxa, de fractura vitrea c 
capaz de um bello polido. 

AcciTANo, NA. adj. e. s. Acci- 
tano ; natural de, ou perten- 
cente a Acci ou Accitum, no- 
me antigo de Guadix, cida- 
de do reino de Granada. 

AcEUADAMiENTO. V. Encebojlci- 
miento. 

AcEHADAR. a. V. Encebadar. 

Acebedo, m. Azevinhal; logar 
plantado de azevinhos. Lo- 
cas aquifoliis consitus. 

Acero. m. Azevinho; pequena 
arvore silvestre, ou arlnisto 
espinhoso, classificado por 
Linneo na tetraudria tetra- 
gynea com os nomes — Illex 
aquifolium ov, pjalivrus. 

AcEiuciiAL.w. Azanibujal ; ma- 
ta ou logar plantado de zam- 
bugeiros. Locus olcantris 
consitus: — adj. que pcríen- 
ce ao zambujeiro. Quod ad 
oleastrum pjertinef. 

AcEBucHE. m. Zambugeiro, oli- 
veira silvestre. Olea silves- 
tris, oleaster. 

AcEnrcHENo, na. adj. Que per- 



20 ACE 

tence ao zambugeiro. Appli- 
ca-se com especialidade á 
oliveira que degenera, e se 
faz silvestre como o zambu- 
geiro. Ad oleasíriím perti- 
nens. 

AcEDucniNA. /. Baga de zam- 
bugeiro. 

Acechador, ra. s. Espreitador, 
espia, observador. Specula- 
tor ; observafor, oris. 

Acechar, a. Espreitar, espiar, 
observar com cuidado, evi- 
tando o ser visto. Speculari, 
observare. 

Aceche, m. (li. n.) Aceclie-, 
nome de uma qualidade de 
terra que ha no campo de 
Sevilha, da qual se faz tinta 
para escrever. V. Ccqmrosa. 

Acecho, m. Espreita, acç<ão de 
espreitar. Speciilatns, ns : — 
mod. adv. Al acecho 6 eu ace- 
cho, á espreita, em observa- 
ção . Curiosior ohser vatio ; 
OGCuU cmissitii. 

Acechón, na. s. (fam.) V. Ace- 
chador. 

Acecinador, RA. s. Cliacinador ; 
o que chacina as carnes. 

Acecinar, a. Chacinar; salgar 
e curar as carnes. Usa-se 
também como reciproco. Sa- 
lire carnes, exicare: — r.em- 
magrecer, definhar-se, tor- 
nar-se secco pela velhice ou 
por outra causa. Seneclutc 
aut aigra valetudine macres- 
cere. 

Acedamente, adv. m. Azeda- 
mente; áspera, desabrida- 
mente. Acerbe, asperh. 

Acedar, a. e r. Azedar; fazer 
azedo, misturando acido, ou 
fazendo entrar em fermen- 
tação acida : Accidnm redde- 
re : — (fig. ) pôr alguém de má 
vontade, desgostar. Exacer- 
bare. 

^\ CEDERA. /. flíof.) Azedeira; 
planta classificada por Lin- 
neo na hexandria trigynia, 
com o nome de Hvmex ace- 
tosa, e da familia das poly- 
goneas de Jussieu. As folhas 
que têom o nome de azedas, 
são cheias de um sueco aci- 
do: a medicina as empre- 
ga em infusão; porém o seu 
maior uso é nas cozinhas, 
onde servem para tempero 
de iguarias. 

AcEDERAQUE. m. Azcdorac; sy- 
comoro l)ast.ardo ou lilaz da 



ACE 

Índia. Foi transplantado da 
Asia para a Hespanlia. As 
suas folhas são tidas por 
aperitivas; o fructo é veneno- 
so : — (x>rov.) Cinamomo. 

Acederilla. /. Çjot.) Azedi- 
nha, trevo aquático, planta 
vivace da decandria penta- 
gynea de Limieo. É muito 
acidula, e por isso estimada 
na medicina como refri- 
gerante. D'ella se extrahe 
grande quantidade de oxo- 
lato acidulo de potassa ou 
sal de azedas. OxalUs aceto- 
sella. 

Acedia. /. Azedia ; acidez, acri- 
monia, azedume, qualidade 
azeda. Acrimonia, aciditas: 
— azia; azedume que sobe 
do estomago á garganta pro- 
cedido de má digestão dos 
alimentos. Stomachi acrimo- 
nia, vitium stomachi: — (fig-) 
desabrimento, aspereza de 
trato. Accrbitas : — peixe.,V. 
Platija. 

Acedo, da. adj. Azedo; acetoso, 
que tem azedume. Acidus, 
a, um: — agro, acido. Appli- 
ca-se ás fructas: — (fiçj.) ás- 
pero, rispido, intratável. 
Austeriis, acerhis. 

Acedura. /. (ant.) V. Acedia. 

Acef. /. V. Alumbre. 

AcEFALiA.7??.AcepháHa, ausen- 
cia total da cabeça. 

AcEFALisMO. m. Acephalismo, 
seita dos acephalitas. Ace- 
phalismus. 

Acéfalo, la. adj. Acéphalo, 
que não tem cabeça ou che- 
fe. Acephaliis, ct, vm.. 

Aceitada./. Azeitada, quanti- 
dade de azeite derramado 
sobre alguma cousa. Olei 
effusio : — torta ou bolo 
amassado com azeite. 

Aceitar. a. Azeitar; untar, mo- 
lhar com azeite. E muito 
usado entre os pintores. Oleo 
perfiindere, vngere. 

Aceite, m. Azeite, oleo gordo, 
unctuoso e inflammavel ex- 
trahido da azeitona. Dá-se 
também este nome ao liqui- 
do que se tira de outros cor- 
pos naturaes similhantes ao 
da azeitona. Olemn, i: — Abe- 
tinote ou abietino: resina li- 
quida do pinheiro. Olevm 
abietinmn : — de aparicio: 
certa preparação de azeite 
commum. Olevm aparicii : — 



ACE 

de arder : azeite de linhaça. 
Oleum seminis Uni : — de 
comer: azeite doce. Oleum, 
i: — de p>alo : oleo de co- 
paiba. Copaiba balsamitm : 
— de pie ou de talega: azeite 
da azeitona pisada em talei- 
ga. Oleum pnrius: — de vi- 
triolo: oleo de vitriolo, acido 
sulphurico. Acidmn sidphu- 
ricam : — virgen : azeite vir- 
gem, que se tira da azeitona 
simplesmente pela pressão. 
Oleum purissimum: — Cun- 
dir como manclia de aceite. 
Estender-se como uma nodoa 
de azeite; fallando do con- 
tagio do vicio e do mau 
exemplo : — Caro como acep- 
te de aparicio. (fam.) Exces- 
sivamente caro: — Pretio ca- 
ri ssimus : — Echar aceite al 
fuego ou en el fuego, (fig.) 
Deitar azeite no fogo, isto é, 
irritar, incendiar os ánimos. 
Ira' materiam novam proibe- 
re: — Quien el aceite mesura 
las manos se unta. Quem me- 
de azeite fica com as mãos 
untadas, rif. que dá a enten- 
der que aquelles que tratam 
negocios alheios costumam 
aproveitar-se de mais do que 
é justo. Negotiorum gestor 
sibi p>rodest. 

Aceitera. /. Azeiteira; almo- 
tolia, vaso de barro ou de 
outra materia, era que se 
deita o azeite para o uso dia- 
rio. Gnttus, i : — (pi.) ga- 
Ihetas que se puem nas me- 
sas com vinagre e azeite. 
Aceti et olei gemince ampul- 
Im: — V. Aceitero na signi- 
ficação de corno do azeite. 

Aceitería. /. (ant.) Armazém 
onde se vende o azeite. Ta- 
berna olearia: — o officio ou 
mister de azeiteiro. 

Aceitero, ra. s. Azeiteiro; o 
que vende azeite. Olearius, 
i: — Entre pastores, o corno 
em que guardam o azeite. 
Corneus rusticanorum lecy- 
thus. 

Aceitón, m. p)rov. Azeite tur- 
vo e de qualidade inferior. 
Oleum vilius. 

Aceitoso, sa. adj. Oleoso; un- 
ctuoso. Oleosus, a, 7im. 

Aceituna. /. Azeitona: — Za- 
patera, azeitona sapateira, 
a que, por falta de salmoira, 
ou por outra causa, se tem 



ACE 

fiíito arrugada, molle e qna- 
si podre. Oleíc marcidce: — 
Aceituna v7ia, ?/ si es huena 
unfi docena : — azeitona nma, 
e se é boa, uma dnzia; rif. 
que mostra a moderação com 
que se devem comer as azei- 
tonas, para que nào fuçam 
mal. Ex oleis tinam ; ex se- 
lectis oleis ixvicas: — ' (phr.) 
Llegar à las aceitunas : clie- 
gar ás azeitonas, if^to é, che- 
gar no fim de um banquete: 

— Fortuna y aceituna « ve- 
ces mucha, y à veces ninrjit- 
nu: fortuna e azeitona ás 
vezes muita e outras nenhu- 
ma. Este rifão mostra que 
como a colheita das azeito- 
nas é a fortuna, que não guar- 
da a mediocridade em seus 
favores. 

Aceitunado, ha. adj. Azeito- 
nado; de côr de azeitona. 
Sub oleáceo colore tinctus. 

Aceitunero, m. Azeitoneiro, o 
que colhe, acarreta ou vende 
azeitonas. Olearius institor: 

— tulha para ter a azeitona 
desde que se collic até lé- 
vala a moer. Olearum apo- 
tlieca. 

AcEiTUNi. adJ. Azeitoni. V. 
Aceitunado. 

Aceitunil, adj. (ant.) V. Acei- 
tunado. 

Aceituno, m. Y. Olivo. 

Aceleración. /. Acceleração, 
acção e effeito de accelerar. 
Acceleratio, onis. 

Acelekapajiente. adv. m. Ac- 
celeradamente, apressada- 
mente. Celeriter; repente. 

Acelerado, da. adj. Accelcra- 
do, veloz, 23reci pitado. Prat- 
ceps, is. 

AcELEKADOIl, RA. odj . Accelc- 

rador, que accelera, que 
apressa o movimento. Acce- 
Icrator, oris. 

Aceleramiento, m. Accelera- 
mento. V. Aceleración. 

Acelerar, a. Accelerar, apres- 
sar, fazer que succeda com 
promptidào « brevidade. Ali- 
quid accele.rare, j^roperare : 
— antecipar, adiantar, en- 
curtar o tempo do desenvol- 
vimcnto.^?í¿icí^)are.' — r. ac- 
celerar-se,precipitar-se.i^es- 
i.inationeni adhibere. 

Acelra./. Acelga, planta hor- 
tense. Ha varias especies 
d'esta planta, distinctas pela 
4 



ACE 

sua còr mais ou menos ver- 
de. Beta, íp. 

Acemafor. m. (ant.) Antigo no- 
me do oxydo de chuml^o. 

Acemasor. m. V. Bermellón. 

Acémila./. Azemola, besta de 
carga, macho ou mula que 
serve para transportar car- 
gas. Jumentum, i: — (ant. do 
li. Arar/.) tributo imposto 
sobre as bestas de carga. 
Vectigal ex jumentis. 

Acemilar. adj. Azemelar ; o que 
pertence á azémola ou ao 
azemeleiro. Jumentarius, a, 
um. 

Acimelería./. Estrebaria, onde 
se recolhem azémolas e os 
seus arreios. Pí'resepe, is: — 
emprego na casa real para 
cuidar das azémolas. Jujnen- 
ta curandi múnus in aula re- 
gia. 

Acemilero, ra. m. Azemeleiro, 
que tem a seu cargo o go- 
verno e cuidado das azémo- 
las. Mulio, onis: — adj. o 
que pertence á estrebaria. 
Jumentarius, a, um. 

Acemita./. Pão de rala. Pu- 
nis cUnirius, secundarius. 

Acemite, m. Farei lo. Fúrfur, 
is: — (ant.) a ílor da farinha. 
Sijnila, O': — potagem de tri- 
go torrado e pouco moido. 
Cilms ex tritico torre/acto et 
syiiitrito. 

Acena. /. Acenha ou azenha, 
moinho de agua que moe 
trigo. Mola arpiaría. 

Acender, a. (ant.jY. Encender. 

Acendones, m. pi. Accendões; 
os que excitavimi os gladia- 
dores na antiga lionui. Ac- 
cendones, um. 

Acendradamente, adv. Apura- 
damente, aperfeieoadamen- 
te. Perfecto. 

Acendradísimo, ma. adj. sup. de 
Acendrado. Purgatissimvs, 
a, vm. 

Acendrado, p. p. de Acendrar. 
Acendrado; acrisolado, pu- 
rificado. Aurum ad p)urum 
eoxoctum: — (jig.) puro, sem 
mancha nem defeito. Purus, 
nitidus, a, vm. 

AcENDRADOR, RA. s. Afinador 
de metaes. Q^ii vitium me- 
talli excoquit. 

Acendramiento, m. Afinamen- 
to, acto de afinar os metaes. 
Metallorum purgatio. 

Acendrar, a. Acendrar, afi- 



ACE 



21 



nar, apurar, acrisolar os me- 
taes. Aurum vel aliud me- 
tallum ad pturum excoque- 
re: — ffg.) apurar as virtu- 
des, purificar. Purgare. 

Acendria./. (prov. Gran.) Me- 
lancia. V. Zandia. 

Acenefa./. (ant.)Y. Cenefa. 

Aceñero, m. Acenheiro, o mo- 
leiro da azenha. Qui mole- 
trinre prceesf. 

AcENNA. /. V. Ace7¿a. 

AcENORiA. /. Y. Zanahoria. 

Acensar, a. (ant.) V. Acensuar. 

AcENSUADOR. TO. (ant.) V. Cen- 
sualista. 

Acensuar, a. Impor censo em 
alguma propriedade. ^Ere 
alieno, fundum gravare. 

AcENsus. m. Aceenso, oflicial ou 
pregoeiro dos magistrados 
romano?. Accensi;s, i. 

Acento, m. Accento, tom da 
voz com que se pronuncia 
qualquer palavra. Accentus, 
■us: — (gram.) signal que se 
pue sobre a syllaba para de- 
notar o seu diffcrente som. 
Accentus nota: — ¡pronuncia 
de qualquer provincia. Pro- 
rñncirc cujusque pcculiaris 
pronuntiationis .sonus : — 
(mus.) a modulação da voz. 
Voeis modulatio : — (pões.) 
hfirmonia que resulta da 
ajustada mistura das .sylla- 
bas breves e longas no ver- 
so. Mcdulus, i: — Beber los 
acentos. Y. Beber las pala- 
bras: — Y. Eco. 

Acentuación. /. Accentuação-, 
acção e cfíeito de accentuar. 
Notarum, accentuum apposi- 
tio. 

Acentuadamente, adv. m. Ac- 
centuadamente, com os cor- 
respondentes accentos. 

Acentuador, ra. .9. Accentua- 
dor. Accinens, entis. 

Acentuar, a. (gram.) Accen- 
tuíir, pronunciar as syllabas 
com seu accento e devido 
tom : — Voces cum suo accen- 
tu pronuntiare : — Pôr sobro 
as vogaes o accento orthogra- 
phico. Accenium suum sylla- 
ba'. adscribere, apjpingere. 

AcEPAR. m. Y. Encepar. 

Acepción./. Accepçào; sentido 
ou significação em que se 
toma alguma palavra. Ac- 
ceptio, onis: — {ant.) Y. Aee- 
jjfacion: — de personas; in- 
clinação, atfecto que se vota 



22 ACE 

a qualquer pessoa mais do 
que a outra, sem attender 
ao mérito ou á rasão. Per- 
sonarum ratio. 

Acepilladura. /. Acepilhadu- 
ra, acção e effeito de acepi- 
Ihar. Levigatio, onis: — apa- 
ras, cavacos que faz o ace- 
pilho. Assida, a'. 

Acepillar, a. Acepilbav, la- 
vrar ou alisar com o cepilho 
a superficie da madeira. Le- 
vigare: — escovar. Vestes 
scojntlã deter ff ere: — (fig.) 
desbastar, polir os costumes 
grosseiros e rústicos, civili- 
sar. Excolere. 

Aceptable, adj. Aceitável, di- 
gno de se aceitar, ou que se 
pode aceitar. Acceptus, a, 
um. 

AcEPTABLEJiENTE. adv. m. Agra- 
decidamente, com reconhe- 
cimento. Grate. 

Aceptación. /. Aceitação, ac- 
ção e effeito de aceitar, ou 
receber o que se oftereee: — 
approvação, estima, applau- 
so. Flausus, approbatio: — 
(for.) admissão de herança, 
dominio, etc. Hereditatis 
admissio: — de personas. V. 
Acepción de personas. 

Aceptador, ra. s. Aceitador, o 
que aceita, ^ccepío?'; — de 
personas: aceitador de pes- 
soa?, o que favorece mais a 
uns que a outros, levado de 
algura affecto cu motivo par- 
ticular, e nao segundo o me- 
recimento ou a rasão. Qiii 
2)ersonis non rehiis consii- 
lit. 

Aceptante, p. a. de Aceptar. 
Aceitante; que aceita. Acce- 
ptans. 

Aceptar, a. Aceitar; admittir, 
receber o que se dá ou otfe- 
rece. Acceptarer — personas, 
aceitar pessoas; favorecer, 
distinguir a uns mais do que 
a outros por effeito do affe- 
cto ou inclinação particular, 
e não segundo a justiça e o 
merecimento : — una letra, 
aceitar uma letra de cambio; 
prometter, por escripto, pa- 
ga-La: — r. estar contente ou 
satisfeito de alguma cousa 
ou pessoa. 

Aceptísimo, ma. adj. svp. de 
Acepto. Acceptissimns, a, um. 

Acepto, ta. adj. Aceito ; agra- 
dável, bemquisto, bem rece- 



ACE 

bido, admittido com gosto. 
Grcdus, a, um. 

Acequia./. (T. árabe) Acéquia; 
canal, regueira artificial por 
onde se derivam e levam as 
aguas para regar, e para ou- 
tros usos. Fossa incilis. 

Acequiado, da. adj. Canalisa- 
do. Applica-se ao sitio onde 
lia acéquias. Tncilibus inter- 
ruptus. 

AcEQuiADOE. m. Vallador, o que 
faz acéquias, ou valias. Fos- 
sce incilis fabricator. 

Acequiar, a. Abrir acéquias 
para o curso das aguas. Fos- 
sas Í7iciles clucere. 

Acequiero, m. Curador, que 
cuida das acéquias. Incilium 
curator. 

Acer. V. Acere. 

Acera. /. Passeio lateral da 
rua para transito das pes- 
soas a pé. Vice publicai pars 
domihiis proximior: — cor- 
renteza de casas que ha aos 
lados das ruas ou praças. 
Domorum. series ah utroque 
latere via', publicai. 

Aceración./. Aceraçâo; juiic- 
ção do ferro ao aço. 

Acerado, da. ^j. ^. de Acerar. 
Acerado; — adj. forte, duro, 
solido, que tem muita resis- 
tencia. (Jhalybe inductus. 

Acerar, a. Acerar; juntar aço 
ao ferro, para o fazer cortar. 
Admixto chalybe firmitatem 
ferro adder ere: — deitar tin- 
tura d'aço em alguma pre- 
paração medicinal. Canden- 
temchalyhem in aquam sapius 
immergere: — (fig. anf.) for- 
tificar. Usa-se também como 
reciproco. 

Acerba. /. V. Moscada. 

Acerbamente, adv. m. Acerba- 
mente; com aspereza, rigor, 
crueldade. Acerbe, asperh, 
dure. 

Acerbidad./. Acerbidade; qua- 
lidade de cousa acerba. Acer- 
bitas, atis: — (fig. ant.) aspe- 
reza, rigor, crueldade. 

Acerbísimo, ma. adj. sup. de 
Acerbo. Acerbissimo. Acer- 
bissimus, a, um. 

Acerbo, ba. adj. Acerbo, áspe- 
ro, verde, amargo, desagra- 
dável ao gosto. Acerhus, a, 
um: — (fig-) dui-o, cruel. JDu- 
rus, crudelis. 

Acerca, adv. de t. e de l. (ant.) 
Acerca. V. Cerca: — prep. 



ACE 

acerca de, a respeito de, re- 
lativamente a, sobre. Clrca, 

, super. 

Acercamiento, m. Approxima- 
çào; acção e effeito tle ap- 
proximar. 

AcERCANZA. /. (anf.) V. Cerca- 
nia. 

Acercar, a. Acercar, approxi- 
inar, avisinhar, chegar, unir. 
E também usado como reci- 
proco. Admovere : — (fr.) La 
hora se acerca: ajíproxima- 
se a hora. El tiempo se acer- 
ca: approxima-se o teinpo. 

AcERCEN. adv. (ant.) Totalmen- 
te, inteiramente, radical- 
mente. Penitus, radicitus. 

Acere. m. Acer ou bordo, ar- 
vore corjjuleuta, cuja madei- 
ra se usa para a construc- 
ção dos costados dos navios. 
A palavra bordo vem do cas- 
telhano borde, sylvestre, in- 
culto. Acer, eris. 

Acerico, m. Almofadinha em 
que se cravam os alfinetes. 
Aciarium, ii: — almofada 
que se põe sobre o traves- 
seiro da cama para maior 
commodidade. Cervical, lis. 

Acerillo, m. V. Acerico. 

Acerino, na. adj. Acerino; per- 
tencente ao aço. 

Acernadak. cr. Decoar; cobrir 
com cenrada. Lixivio cinere 
cooperire. 

Acero. m. Aceiro; aço, ferro 
combinado com o carbone 
(proto-carbureto de ferro) do 
que resulta ficar rijo e capaz 
de admittir um bello poli- 
mento. Chcãyls, is: — (fig-) 
a arma branca e com espe- 
cialidade, a espada. Ensis, 
is: — (nted.) medicamento 
que se dá por opilação e se 
compCe do aço preparado por 
ditterentes modos. Tinct.ura 
Martis: —natural; aço na- 
tura!, o que se encontra nas 
minas formado pela nature- 
za. Chalybs nativns: — (pi.) 
buenos aceros, fallando das 
armas brancas, que têem boa 
tempera e corte. Acies gla- 
dii: — (pl. fig.) Brio, valor, 
denodo. Diz se das pessoas 
e das cousas para denotar 
que sao fortes e incansáveis. 
Virtiis, animi vigor: — (pl. 
fig. efam.) ajípetite, vonta- 
de de comer. Edendi cttpidi- 
tas. Comer con buenos ace- 



ACE 

ros; comer com bom appe- 
tite. 

Acerola./. Azeróla, fructo do 
azeroleiro; é do tamanho da 
sorva, de gosto agro-doce c 
de côr acerejada. (prov.) V. 
Serba. 

Acerolo, m. Azeroleii'o, arbus- 
to espinhoso, de trinta a qua- 
renta pés de altura, classifi- 
cado por Linneu na icosan- 
dria digynia; tem as folhas 
sirailhantes ás do espinhei- 
ro; suas flores são brancas e 
dispostas em racimo; produz 
um fructo redondo e mais 
pequeno que a néspera; ao 
principio é verde e quand<j 
amadurece faz-se vermelho, 
adquirindo um sabor acido 
e agradável. A madeira d'es- 
ta arvore é rija e côr de car- 
ne, e dá-se-lhe grande apre- 
ço para moveis. Arboris ge- 
ntis azarolus: — (prov.) Y. 
Serbal. 

Aceroso, sa. adj. (anf.) Acero- 
so, áspero, picante. Acerbiis, 
a, um. 

Acerrador. m. fgerm.) Esbir- 
ro; beleguim, quadrilheiro. 
Saíelles, apparitor. 

Acerrar, a. fgerm.) Prender, 
agarrar. Aliquem prchen- 
derc. 

Acerrijiamente. adv. m. Acer- 
riinameute,com grande força 
c actividade. Vi acérrima. 

Acérrimo, ma. adj. siqi. Acér- 
rimo, muito forte, vigoroso. 
Aceri'imus, a, um. 

Acerrojar, a. (a)it.)Y. Aherro- 
jar. 

Acertadamente, adv. m. Acer- 
tadamente, com acerto e 
prudencia. Probé, dcxtre, so- 
lerter. 

Acertad ísDio, ma. adj. snjj. de 
Acertado. Acertadissimo, 
muito acertado. Prudenfis- 
simus, Cf, um. 

Acertado, da. ^j. j^- <^^-e Acer- 
tar. Acertado: — adj. acer- 
tado. V. Bueno, cabal, per- 
fecto. Perfectus, prudens. 

AcERTADOR, RA. s. Accrtador, o 
que acerta, que adivinha. 
Solers collimator. 

Acertajo, m. (fam. anf.J Y. 
Acertijo. 

Acertajón, augm. de Acertajo. 
Yocabulo usado em Murcia 
e em alguns outros logares. 
V. Acertijo. 



ACE 

Acertamiento, m. (ant.) Acer- 
tàmento. V. Acierto: — (ant.) 
Casualidade, acaso. Eventus, 
7is: — El melón y el casa- 
miento ha de ser acertamien- 
to: o melào e o casamento 
ha de ser acertamento. Mos- 
tra que é tào difficil de acer- 
tar na escolha de uma mu- 
lher, como na de um melão. 
Felicitas iibi dabit uxorem 
bonam. 

Acertar, a. Acertar; dar no 
ponto a que se dirige algu- 
ma cousa, V. g.. Acertar el 
tiro, acertar al blanco: acer- 
tar o tiro, dar no alvo. Sco- 
pum attingere : — encontrar, 
achar por acaso ou por acer- 
to. N'este sentido usa-se tam- 
bém como neutro. Invenire: 

— atinar, achar por meio do 
raciocinio e conjectura. Ve7-a 
prccdicer.e: — tíucceder por 
acaso. Contingere: — (alf.) 
recorrer o panno cortado, 
pondo-o no justo que deve 
tfír para cozer-?e. líccíh ves- 
tium partes optare. 

Acertijo, m. Adivinhação ; 
enigma, exposição de urna 
cousa natural em termos que 
a disfarce e a torne difiieil 
de adivinhar. JEnigma, a'. 

Acertotilis. ?7i. Adivinhador; 
nome que os rapazes dào 
áquelle que adivinha um 
enigma. Horiohis, i. 

Aceruelo, m. Especie de al- 
barda ou de sellíi ingleza. 
CUtella; genus: — (ant.) Es- 
padinha, espadim. Ensicu- 
lus, gladiosus, i. 

Acervar, a. (ant.) Y. Amonto- 
nar. 

Acervo, m. Acervo, montão de 
cousas miúdas, como de tri- 
go, cevada, etc. Acervns, i. 

— (for.) massa de bens indi- 
visos. 

Acescencia./, (chim.) Acescen- 
cia, qualidade de urna cousa 
que se muda em acido; dis- 
posição á acidez. 

Acescente, adj. (chim.) Aces- 
cente, que tende aazedar-sc, 
algum tanto acido. Acescens, 
entis. 

AcESE. m. Tincal; mineral que 
serve para soldar. Chrysocol- 
la, cp. 

AcESTORis. /. Acestorida on 
Acestoida, nome com que os 
gregos designavam as mu- 



ACE 23 

Iheres que tratavam de me- 
dicina; as i^arteiras. 

AcETABLE. adj. (ant.) V. Ace- 
ptable. 

Acetábulo, m. Acetábulo, me- 
dida antiga das boticas, do 
feitio de covilhete pequeno 
ou tijeliuha, que continha a 
oitava parte de meia canada. 
Acetabidum, i. 

Acetar, a. (ant.) Y. Aceptar. 

Acetato, m. (chim.) Acetato, 
sal que resulta da combina- 
ção do acido acético com 
uma base salinavel. 

A<;etico, ca. adj. (chim.) Acé- 
tico; acido concentrado do 
vinagre. Aceiicvs, a, um. 

Acetido. m. (chim.) Acetito, 
nome que se dá ao sal for- 
mado pela juncção do acido 
acetoso ou vinagre disíillado 
com differentes bases. 

Acetificar, a. (chim.) Acetifi- 
car; fazer ou fazer-se vina- 
gre. Acidum reddere. 

Acetimetro. ?n. Acctometro; 
instrumento para determi- 
nar a força dos vinagres. 

Aceto, ta. adj. (ant.) Y. Ace- 
pto. 

AcETOL. m. (chim.) Aceto!; o 
vinagre no seu estado da 
maior perfeição. 

AciTiLADo. on. (pharm.) Aceto- 
lado ; vinagre preparado por 
solução. 

AcETULATURA. /. Acctulatura; 
vinagre do sumo das plantas 
verdes. 

Acetosa. /. V. Acedera. 

AcETosiDAD. /. (anf.) Acetosi- 
dade; estado da cousa acida 
ou acetosa. 

Acetosilla./. Y. Acederilla. 

Acetoso, sa. adj. (anf.) Aceto- 
so; avinagrado, agro como o 
vinagre. Acidiis, a, um. 

Acetre, m. Acetér; caldeiri- 
nha ou balde de tirar agua. 
Sitella,a: — caldeirinha em 
que se leva a agua benta 
l)a raf azer asa spersõe?. Aquo2 
sacra'crater : — (anf.) hysso- 
pe. Axpergillnm, i. 

Aoetreria. /. (ant.) Y. Cetre- 
ría. 

Acetrero. m. (ant.) Y. Halco- 
nero. 

Acezar, n. Y. Jadear. 

Acezo, m. (aM.)Y. Jadeo : — 
(ant.) respiração, fôlego. 

Acezoso, sa. adj. (ant.) Asma- 
tico; que tem falta de res- 



■24: 



ACH 



pirayau, que respira com ciL-<- 
to. Ánhelutor, oris. 

AcHA(JADizo, ZA. adj. (ant.) Ma- 
licioso, fingido, astuto. As- 
tutus, a, um. 

Achacar, a. Achacar; impu- 
tar, assacar. Calumniari: — 
T. attribuir-se as acções e 
mérito alheio. Falso sihi ac- 
cerscre. 

Achacosamente, axh'. m. Com 
acha(|ues, com pouca saúde. 
Adversa valetudine. 

Achacosísimo, adj. siij). de 
Achacoso. Ii/firmissimiis, a, 
um. 

Achacoso, sa. adj. Achacoso-, 
valetudinario, que padece 
achaque oii doença habitual. 
Também se applica ao leve- 
mente eufeimo. Valetud; iia- 
rius, a, um. 

Achaflanau. a. Rebaixar, obli- 
quamente, as extremidades 
de um corpo plano. Extre- 
mum corporis plani oram 
obligué secare. 

AcHAPAiiKADo, DA. adj. Acha- 
parrado, que tem o pé curto 
mas com grande copa. Diz- 
se das arvores ou das plan- 
tas. Fatulus, a, um: — (fff.) 
baixo e grosso (homem). 
Âlusculosus homo, uec udmo- 
dum. jjrocer. 

AcHAQDE. VI. Acliaqne, indis- 
posição ou euferuiidade ha- 
bitual. Tiivaletudo, ials: — 
menstruoso, evacuação men- 
struosa das mulheres. Men- 
strua purgatio: — (jig-) es- 
cusa ou pretexto para algu- 
ma cousa. Frelextus, us: — 
(fiU-) vicio ou deleito com- 
mum ou frequente. Vítium 
commune: — (fig.)Y . Asunto, 
Materia:- — (for.) multa ou 
pena pecuniaria. Usa-te fnl- 
laudo da que impõem os jui- 
zes do conselho de la Mesta. 
Midcia ti jyecuariorum judi- 
ce dicta eis, qui pecuarias 
leges iiifriugunt: — denun- 
cia, accusaçào secreta para 
extorquir dinheiro á pessoa 
denunciada. Delatio, onis. 

AuHAQUEKo. m. Rcudciio das 
multas impostas pelo conse- 
lho de la Mesta, tribunal 
encairegado do tudo que diz 
respeito aos rebanhos. Alid- 
clarmn conductor: — Juiz do 
conselho de la Mesta. Judex 
reí pecuaricc. 



ACII 

AcuAyuíAK. (£. (ant. do li. d'Ai-.J 
y. Achacar. 

Achaquiento, ta. adj. Y. Acha- 
coso. 

AcHAQuiLLO, iTo. 111. diía. de 
Achaque. Acliaquesiuho, a- 
chaq uilho, achaquinho. J/or- 
hus levior. 

AcHAllOLADO, DA. p. p. dc AcllU- 

rolar. adj. Acharoado; en- 
vernizado como charão. 
Gummi japoni cum referens. 

AcuAROLAií. a. Acharoar; en- 
vernizar objectos de madeira 
ou de qualc|uer outra mate- 
ria, segundo o uso chinez. 
Gummi hispano pro indico 
ad vasa, ornamenta perli- 
nienda uti. 

Achatadamente, adv. Achata- 
damente; com achatamento. 

Achatado, da. í^. p. de Acha- 
tar. Achatado: — adj. feitu 
chato. jFqucttus, a, um. 

Achatador, ra.s. o que achata. 

Achatar, a. Achatar; fazeroii 
i3Ôr chato. Exa<f[uare. 

Acheko. m. Sentinella; o que 
vigia sobie a execução dc 
alguma cousa. Speculator ; 
excuhitor, oris. 

Acheta. /. V. Cigarra. 

Achicado, da. p. p. de Adii- 
car: — adj. Y. Aniñado. Sta- 
tura minutas. 

Achicador, ra. Diminuidor. 
Fnminuens, ■ entis : — (naut.) 
bartidouro ou vertedouros, 
vaso de pau á simillianca 
de pá esguia com que se es- 
gota a agua dos barcos. Co- 
chleare ligneum aqu^e enavi 
extrahendce. 

Achicadura. /. Diminuição. 
Curtatio, onis. 

Achicar, a. (naut. emin.) Achi- 
car, esgotar; ir diminuindo 
a agua das embarcações ou 
minas. Absorbere aquat co- 
piam: — attenuar, diminuir, 
encurtar. Imrainuere. 

Achicharrar, a. Tostar, tisnai- 
alguma cousa até que não 
deite sueco. Torrere: — r. 
queimar-se, abrasar-se ao fo- 
go, ao sol. JFstuari solis ar- 
dore. 

Achichinque, m. (m^in.) Esgo- 
tador, o operario que estan- 
ca a agua das minas. Aqua- 
rius servus. 

Achicoria. /. Chicoria; gene- 
ro de plantas, classificado 
por Liuneu com o nome dc 



ACH 

Cichorlum; assigiia tres es- 
pecies a este genero: a bra- 
va, a endivia e a espinhosa; 
esta é originaria da ilha de 
Creta. Cichorium. 

Achinar, a. (fam.) Y. Acoqui- 
nar. Timorem incutere. 

AcniNELADo, DA. p. p. de Achi- 
nelar e adj. Achinelado, de 
feitio de chinela. Crepida- 
tus, a, um. 

AcHiNELAR. a. (fam.) Achine- 
lar; dar forma de chinela 
ao calçado. Crepidcc formam 
daré. 

AcHiNEsiA. /. (ancd.) Acinesia, 
repouso do pulso entre a sys- 
tole e a diástole do coração. 
Achinesia, w. 

Achiote, m. (bot.) Achiote, ar- 
vore da Nova Hespanha, si- 
mi Ihante á laranjeira no ta- 
manho e no tronco; as suas 
folhas são como as do olmo. 
Da semente se extrahe urna 
bella tinta carmesim, e é 
muito proveitosa na medici- 
na pelas suas propriedades 
refrigerantes. Arbor ita di- 
cta. 

Achique, m. (naut) Esgota- 
mento; acção e efieito de es- 
gotar. 

Achispado, da. adj. Alegre, por 
ter bebido vinho. 

Achisparse, r. Alegrar-se; tor- 
nar-se meio ebrio. Vino ca- 
lescere. 

Achocado, ¡j. p. de Achocar. 
Contuso; que soli'reu choque 
ou pancada. Fressus, coníit- 
sus, a, um. 

Achocar, a. Chocar; dar cho- 
que, pancada, arremessar al- 
guém contra a paredeou con- 
tra cousa dura, espanca-la. 
Jllidere: — (T. do R. d\i.) 
quebrar a cabeça a alguém. 
Ccqmt alictti contundere : — 
(fam.) amontoar, enthe.-ou- 
rar dinheiro em um cofre. 
Xummos coacervare : — que- 
brar a cabeça. Capnt con- 
tundere. 

Achote, m. Y. Achiote. 

Achubascarse. ?-. Ennublar-se, 
Cíirregar-se de nuvens a at- 
niosphera. Nubilari. 

Achuchar, a. (fam.) Achatar, 
apertar por meio de peso ou 
pancada. CoUidere, allidcre: 
— (fig.) con\ encer, persuadir 
pela força de argumento. 
Aliquem protelare. 



ACl 

A ciiucuüURAR. a. Teruio vulgiir 
e baixo. V. Achuchar. 

A CHULADO, DA. (iclj. (fcWI .) AcllU- 

ludo, burlesco. Diz-se da pes- 
soa que sabe e usa dechuli- 
ccs, outem maneiras chulas. 
Lepidus, a, uin. 

AcÍA. adv. V. Hacia. 

Aciago, ga. adj. Aziago, in- 
fausto, infeliz, desgraçado, 
de mau agouro. Infaustiis, 
a, um: — m. (ant.JY. Azar. 

Acial. in. falveit.J Aziar, iu- 
strumeuto com que os ferra- 
dores e al vei tares apertam 
03 beiços ás bestas a fim de 
as terem quietas para ferra- 
las ou cura-las. Fasfomis. 
iris. 

AcIA^•os. m. (bof.) Planta. ^'. 
Estrellamar ou Escobilla. 

Acíbar, m. (bot.) Azevre; aloé; 
saccotrino ou herva baljosa: 
— sumo d'esta planta. V. Zli- 
bila: — (fi¡J-) amargura, dis- 
sabor, desgosto. Amaritudo, 
tcedium. 

Acibarar, a. Amargar. ^Ihíco/- 
tadiíiem hahere: — raettcr, 
misturar aloés em alguma 
cousa para a tornar aniíi rira. 
Aliquid inspcrgere: — ifiu-) 
perturbar a tranquillidade 
com algum pezar ou desgos- 
to. Turbare, exacerbare ani- 
nium, gaudíum dolorc tur- 
bare. 

Aciuaroso, sa. adj. Amargoso. 
Ainarus, a, um. 

Acibarrar, a. (aiif.) Arrojar, 
arremessar, atirar com Ím- 
peto e violencia alguma cou- 
sa contra outra. Allidere. 

Acicalado, da. j^- P- ^- -^'-''- 
calar: — adj. Acicalado ou 
açacalado, brunido, lustro- 
so, polido. Expolitus, a. 
um. 

Acicalador, ra. s. Açacalador. 
o que pule e limpa as arIna^^ 
brancas. Folitrix, icis: — 
bruñidor, instrumento paia 
polir. Instrumentum, qau ar- 
ma cxpoliunfiir. 

Acicaladura. /. Açacaladurn, 
acção e eífeito de açacalar. 
Expolitin, onis. 

Acicalamiento, m. V. Acicala- 
dura. 

Acicalar, o. Acicalar ou aça- 
calar, pulir, alimpar com 
muito esmero. Polire, deter- 
geré: — (Jig.) ornar, enfeitar • 
adeieçar. caiar o rosto. E 



ACI 

mais usado como reciproco. 
Inicare faciem. 

Acicate, m. ^acicate; espora de 
montar á gineta, de uma só 
pua, e que tem uma roseta 
para im])edir que penetre 
muito. Calcar arabicum : — 
V. Incitativo. 

Aciche, m. Picadeira; instru- 
mento de ferro com dois gu- 
mes c[ue serve para cortar o 
ladrilho. 

Acídate, ni. (ant.) V. Acirate. 

Acidez./. Acidez, qualidade de 
acido. Aciditas, atis. 

Acídia. /. Acidia, preguiça, 
indolencia, abatimento do 
espirito. Acedia, pigritia, 
tcedium. 

Acidífero, ra. adj. (chim.) Aci- 
dífero; que contém acido. 
Acidas, a um. 

Acidificar, a. (chim.) Acidifi- 
car, tornar acido, converter 
cm acido um corpo liquido, 
gasoso ou solido. Acidam 
faceré. Usa-se também como 
reciproco. 

Acidioso, sa. adj. (anl.) Acidio- 
so, ocioso, remisso, que tem 
acidia. Deses, pjiger. 

Acido, da. adj. Acido, azedo, 
agro. Acidas, a, um : — m. 
(chim.) corpo que gosa da 
propriedade de se combinar 
com um oxydo ou uma base 
salinavei para formar um 
sal. Acidam, i. 

Acidular, a. (chim.) Acidular, 
toruHr azedo pela mistura 
do acido. Eeddere acidam. 

Acidulo, la. adj. dim. Acidulo, 
ligeiramente acido, que par- 
ticipa do acido. Acidulas, a, 
um. Este termo a{)plica-se a 
todos os ácidos suavizados, 
e especialmente aos suecos 
ácidos dos vegetaes, assim 
como a certos saes, em que 
o acido incomjjletamente sa- 
tuiado pela ba.-e, mostra 
ainda alguma proprietlade. 

AciExzo. (inus.) V. Incienso. 

Acierto, m. Acerto, acçào o 
etteito de acertar. Feda ope- 
ratio, prosper evenfus: — 
(fig.) JLiizo, discrição pru- 
dencia, tino em tudo que se 
faz. Consiliiim, i: — (fij-) 
acaso, casualidade. Casus, 
as, sors. 

AciES. /. Esquadrão, Ijatalhâo, 
tropa?. Esta palavra, raris- 
sinias vezes empregadn, é 



ACL 25 

puramente latina. Acics, ei. 

Aciesis. /. (med.) Acysis ; in- 
fecundidade (segundo Nys- 
ten). 

AciGE. m. V. Aceche. 

Aciguatado, da. adj.: (T. do 
i?. d' And.) Ictericiado, ama- 
rellado. Pallidus, ictéricas. 

AciGUATAR. a. (prov. de And.) 
V. Atisbar : — r. ictericiar- 
se, contrahir a ictericia pro- 
cedida de comer o peixe que 
está atacado d'esta molestia, 
o (jual se encontra era algu- 
mas costas do golfo mexica- 
no. Fallcscere. 

Acuado, da. adj. Acerejado. 
Nigrescens , fuscas , a, um. 

Acue. m. V. Aciche. 

AcuiBoGA. /. Cidreira, arvore 
classificada por Linneu com 
o nome de citrus inedica val- 
garis, e faz parte da familia 
das laranjeiras de Jussieu. 
Ciíras, i. 

AciMEXTAR.sE. j". (aut.) Estabc- 
lecer-so, fixar a residencia 
em algum logar. Constabiliri 
alicubi. 

Acimiento de gracias, fr. V. 
Hacimiento de gradas. 

AciMiTA. m. O que usa de pão 
asmo; o judeu. 

Acinesia. /. (med.) Acinesia ; 
repouso do pulso, immobili- 
dade. Artcrife immnbilitas. 

Acinturar, a. (ant.)Y. Ceñir. 

Ación./. Loro; correia dobra- 
da que segura o estribo. Lo- 
rum, i. 

AcioNERo. m. Selleiro; o que 
faz sellas. Corrigiarum opi- 
ffx. 

Acipado, da. adj. Apertado, 
unido. Diz-se dos pannos. 
Cumpactus, a, um. 

Acirate, m. Marco, balisa para 
dividir os campos. Lime.'-', 
terminas fundi. 

AcisTico. CA. adj. Acistico; que 
uâo tem bexiga. 

Acitara. /. Parede delgada : — 
muro exterior de uma casa 
— cortina feita nas pontes 
para evitar que caiam o.< 
que transitam por ellas. Pa- 
rles. 

Acitrón, m. Cidrão, doce feito 
de cidra. Citrum saccharo 
conditum. 

Acivilar, a. (ant.) V. Envile- 
cer, Abatir. 

Acladas. /. Pimenta silvestre 
de Creta. 



26 ACL 

Aclamación. /. Acclamação; 
acção e efFeito de acciamar: 
Acclainatio,onis: — Por acla- 
mación: poracclamaçào, fal- 
lando-se de eleições para de- 
notar qne se fazem por com- 
inum consentiniento e sem 
votação individual. Publico 
omiiiirm conseitsn. 

AcLAjiADOR, EA. s. Acclamador, 
qne acclama. Acclamator, 
oris. 

Aclamar, a. Acciamar, dar vo- 
zes, levantar clamor por ap- 
plauso on approvação.^lccíffl- 
mare,plandere: — conferir a 
multidão por voz commum 
algum cargo ou honra. Tam- 
bém se diz quando em pu- 
blico o soberano é recoidie- 
cido tal, pela voz do povo. 
Aliqaem omniitm conscnsu 
dncem, regem, pra'sulem sa- 
lutar e: — (ant.) 1'eclamar, re- 
querer: — chaanar as aves. 
Avesrapacessihiloadmanum 
auGupis trahere:~~r. quei- 
xar-se ou dar-se por aggra- 
vado. De aliquo queri. 

Aclaración./. Aclaração, acção 
c eíleito de aclarar. Illustra- 
tio, exjjlanatio. 

Aclarar, a. Aclarar, fazer cla- 
ro, tirar o que impede a cla- 
ridade, connnunicando a luz. 
Tenebras depeUere : — tornnr 
maior o espaço ou intervallo 
(¡ue ha de uma cousa a ou- 
tra, e assim diz-se: aclarar 
mn monte, isto é, deixar as 
arvores menos e.xpessas. Ea- 
ref acere : — (fi,g.) manifestar 
o que mal se podia perceber, 
explicar, tornar claro: — m. 
fazer-se claro o que estava 
escuro, o tempo, o dia. 67a- 
rescere. 

Aclaratorio, ria. adj. Fulgu- 
roso, que aclara, que abre 
clarão. 

Aclarecer, a. (ant.)Y. Aclarar. 

AcLASTO, TA. adj. (opt.) Aclas- 
to, que deixa passar a luz 
sem reflexão. 

AcLEiDENSE. adj. Aclcidio, ani- 
mal sem clavicula. 

AcLioE. /. Aclide, arma usada 
pelos rou\anos, especie de 
maça com ponta que servia 
de lança na guerra. Adis, 
idis. 

Aclimatación. /. Acclimação. 
Ad alienum clima accommo- 
datio. 



ACO 

Aclimatar, a. Accliinar; afa- 
zer-se ao clima. Applica-se 
com propriedade ás plantas, 
quando o seu cultivo se in- 
troduz em algum paiz de dif- 
ferente temperatura, li fre- 
quentemente usado como re- 
ciproco. Ad clima cdieiíiim 
accommodare. 

Aclínico, m. Aclínico, nome 
dado a certa qualidade de 
óculo de nova invenção, usa- 
do nos theatros. 

Aclocar, a. Chocar. Diz-se das 
aves que se deitam em cima 
dos ovos para os aquecer 
com o calor natuial do cor- 
po e fazer desenvolver o ger- 
men. Incubare ovis: — r. cho- 
car-se, pòr^se choca a galli- 
nha. Glocitare. V. Arrella- 
narse. 

Acobardar, a. Acobardar, fa- 
zer cobarde, intimidar, cau- 
sar medo. Metum incutere. 

AcOBDADURA. /. (cUlt.) V. AcO- 

dadura. 

AcoBDAR. a. (ant.) V. Acodar. 

AcoBDiciAR. a. (ant.) V. Acodi 
ciar. 

Acoceador, ra. s. Couceador, 
que dá couces. Diz-se das 
bestas que têem o costume 
de atirar couces. Ccdcitro, 
onis. 

Acoceamiento, m. Acoucea- 
meuto, acção e efleito de 
aco ucear. Calcitrahts, zis. 

Acocear, a. Acoucear, dar ou 
atirar couces; calcar aos pés. 
Calcitrare : — (fiff-) abater, 
ultrajar. Pessumdare, con- 
culcare. 

Acocharse, r. Acochar-se, aça- 
char-se, acaçapar-se. Subsi- 
dere. 

Acochinar, a. (fam.) Assassi- 
nar, matar com violencia. 
Diz-se por allusão ao modo 
de matar os porcos. Tru- 
cidare, jugidare : — (fig. e 
fam.) desdenhar, confundir. 
Contemnere, pessumdare : 
(t. de beleguins) acabar se- 
cretamente uma causa cri- 
me, por dinheiro. Causam 
com,ponere clandestinum. 

Acocotar, a. V. Acogotar. 

AcoDADURA. /. Acção c effcito 
de encostar. 

Acodalar, a. (arcli.) Esqua- 
driar. Exigere. 

Acodar, a. (ant.) Encostar; 
apoiar a cabeça sobre o co- 



ACO 

tovello, reclinar : — (agr.) 
mergulhar. Palmites demit- 
tere: — (carp.) pôr duas ré- 
guas pequenas nos extremos 
da madeira para risca-la á 
esquadria. Binas regulas ad 
exactum dolamen ajotare. 

Acodiciar, a. (ant.) Impellir; 
incitar, excitar, estimular 
vivamente a fazer qualquer 
cousa : — r. a paixonar-se, en- 
tregar-se com muito ardor 
a qualquer cousa. Vehemen- 
ter cnpere. 

Acodilhar. a. Codilhar, dar 
codilho, ganharem a mão 
sobre o feito a parceiros 
que jogam com elle. In quo- 
dam cliartarum ludo adver- 
sar ium debellare : — dobrar 
ein forma de angulo. In an- 
gulum flectere : — Acodillar 
con la carga: curvar-se de- 
baixo da carga, não poder 
cumprir com as obrigações 
do seu estado. 

Acodo, m. Mergulhia, renovo. 
Pcdmes demissuS^. 

Acogedizo, za. (ídj. Acolheito. 
Collectitins. 

Acogedor, ra. s. Acolhedor, o 
(jue faz acolhimento. Rece- 
ptor, oris. 

Acoger, a. Acolher, hospedar, 
agasalhar. Excipere aliqucm 
hospitio : — (ant.) V. Coger: 

— (fio-) pi'oteger, amparar. 
Pafrocinari : — r. refugiar- 
se, buscar asyio em algum lo- 
gar, pôr-se a coberto. Con- 
fugere : — (a.nt.) conformar- 
se com a vontade ou dictame 
de outro: — (fig) valer-se 
de algum pretexto para dis- 
farçar ou dissimular alguma 
cousa. Causari falso reni. — 
Acoger el ganado: admittir 
o gado em alguma pasta- 
gem. Pecus ad pascua ad- 
mitiere. 

Acogida. /. Acolhida, acção e 
eífeito de a<;olher. llecep)tus: 

— affluencia, abundancia, 
. concorrencia de muitas cou- 
sas em um logar. Diz-se com 
mais propriedade das aguas. 
Affíuentia, a'. 

Acogido, m. Acolhido; ajun- 
tamento de éguas ou mullas 
em algum pasto, pagando 
ao dono o ])reço conven- 
cionado. Admissi greges in 
pecuariis, id alantur et cus- 
todiantnr : — rebanho admit- 



ACÓ 

tido em uina pastagem, sem 
que o dono d'ella tenlia obri- 
gação de os deixar ali por 
mais tempo do que aquelle 
que quizer. Admissus grcx 
in pascua. 

AcoGiMiEXTo. m. Acolhimento. 
V. Acogida. 

Acogollar, a. Encapar; cobrir 
as plantas delicadas com 
esteiras, etc., para as pro- 
teger da intemperie. Plan- 
taria circumtegere, à fri- 
gori tíieri. 

AcoGOJiBUADURA. /. V. Apor- 
cadura. 

Acogombrar, a. (agr.) V. Apor- 
car. 

AcoGOTADOR. m. Estraugula- 
dor. 

Acogotar, o. Esganar. Frcpfo~ 
care: — matar pelo cachaço 
ou nuca com choupa ou faca. 
Fer mediam cervicem alí- 
qup.m confodere. 

Acogkafia. /. (med.J Acogra- 
phia-, descripçào dos reme- 
dios. 

AcoiGo. prés. do siãij. ir. (ant.) 
do verbo Acoger. 

Acoita. /. V. Cuita. 

Acoitar, a. (ant.) V. Acuitar. 

Acolada./. Ceremonia que se 
observava ao receber alguém 
na ordem de cavallciros. 

Acolar, a. Unir, juntar, com- 
binar, entrelaçar. Diz-se de 
dois escudos, quando se 
unem debai.xo de um mes- 
mo timbre ou coroa, em si- 
gnal de alliunça de duas fa- 
milias. Adunare, conjungere. 

AcÓLCETRA. /. (aiit.) V. Colcha. 

ACOLCHADURA. /. V. Acolclut- 

miento. 

AcoLCHAMiENTo. /. A acçào e 
eñ'eito de acolchoar. 

Acolchar, a. Acolchoar, metfer 
entre dois pannos la, algo- 
dão, seda, ou outra cousa 
siinilhante, ou entre forro e 
peça, e depois j^assa-los com 
íio de retroz, ñi|Zeiido-lhe la- 
vores á agulha. Gossypio aut 
bomhyce farcire. 

AcoLGAR. a. (ant.) V. Colgar. 

AconTAZGo. m. Acolitado ou 
acolitato, dignidade de aco- 
lito, a mais alta das quatro 
ordens menores. 

Acólito, m. Acolito, ministro 
da igreja que serve ao altar 
o é immediato ao subdiaco- 
no. Acclyivs: — o que ajuda 



ACO 

o sacerdote quando celebra 
missa, aindaque não tenha 
grau algum ecclesiastico, 
nem. seja tonsuiado. Acohj- 
tvs: — diz-se também por iro- 
nia da pessoa que acompa- 
nha outra. 

Acollador, to. (naut.) Colhe- 
dor, cabo delgado com que 
se atezam as enxárcias, es- 
ta es, cabrestos, brandaes, 
etc. para segurança e firme- 
za dos mastaréus. Funis nau- 
tíciís stringendis antennis 
inserviens. 

Acollar, a. (p. de Riqj.) Aba- 
far; chegar terra aos tron- 
cos das videiras ou arvores. 
Humum vitibvs adgerere. 

Acollarado, da. adj. Collei- 
rado. Usa-se fallando das 
aves ou de outros animaes 
que têem ao redor do pescoço 
um circulo ou mancha de 
outra côr. Torquatus, o, 7im. 

Acollarar, a. CoUeirar; pôr 
collciras ou collares aos ani- 
maes. Collaria aptare; ior- 
qidbus ornare: — atrellar; 
prender os caes uns aos ou- 
tros pelas correntes para que 
se nào extraviem. Canes ad- 
nexis collaribus vincire. 

AcoLTiERSE. r. (ant.) V. Aco- 
gerse. 

Acolhido, to. (ant.) V. Acogi- 
do, na primeira accepçào. 

Acolloxamiento. m. Acobar- 
damento, acçào de acobar- 
dar-se. 

Acollonar, a. e ;•. Y. Acobar- 
dar. 

AcoLOGiA. /. (incd.) Acologia, 
sciencia que trata dos meios 
thorapeuticos, doutrina dos 
remedios ou niatei"ia medica. 

AcoMANDAR. O. 6 r. (cinf. do 
R. d' Ar.) V. Encomendar. 

Acombar, a. Encurvar; ar- 
quear. Curvare; flecfere. 

ACOMENDADOR. TO. (auf.) VyO- 

tector, recommendador, fa- 
vorecedor. Fautor, patro7ius. 

AcOJIENDAJIIEXTO. m. (ttut.) V. 

liecòmendacion. 

Acomendante, p. a. (ant.) de 
Acomendar. 

Acomendar, a. (ant.) V. Enco- 
mendar ; encargar: — r. 
(ant.)Y. Encomendarse. 

Acomiotedor, ra. s. Acommet- 
tedor; o que acommette, o 
que investe. Aggressor, oris. 

Acometer, a. Acommetter, in- 



ACO 27 

vestir, assaltar. Adoriri: — 
emprehender, intentar. Ag- 
gredi: — (aiit.) encarregar, 
enconunendar, propor. Com- 
mittere. 

Acometida. /. Acommottida. 
V. Acometimiento. 

Acometiente, p. a. (ant.) de 
Acometer. 

Acometimiento, to. Acommet- 
timento, acção e eíieito de 
acommetter. ímpetus, us: — 
(esgr.) V. Estocada: — Ictns 
gladio impuctus: — V. Atar- 
jea. 

Acomodable, adj. Accommoda- 
vel, que se pode accommodar. 
Adapjfabilis, e. 

A.C0M0DACI0N. /. Aceommoda- 
çào, acçào e eôeito de acom- 
modar. Accommodatio , onis. 

Acomodadamente, adv. to. Ac- 
commodadaraente, commo- 
damente, do modo que con- 
vém. Accommodute, commo- 
cle, oppjortnnè. 

Acomodadísimamente. adv. svp). 
de Aconiodadamente. Accom- 
modadissimamente. Accom- 
modafissime. 

Acomodadísimo, jia. adj. sup. 
de Acomodado. Accommoda- 
dissimo, muito accommoda- 
do. Aptissimus, valde oppor- 
tunus. Diz-se também de uma 
pessoa muito abastada e ri- 
ca. Frcedives, locnpletissi- 
mus, a, um. No solo acomo- 
dadísimo, sino p>oderoso, y 
por consequência soberbio y 
cruel ; nao só riquíssimo, mas 
tainbem poderoso, e por con- 
sequência soberbo e cruel. 

Acomodado, DA. p. J^- de Aco- 
modar e adj. Accommodadô, 
apto, proi">rio, opportuno, 
conveniente, que tem os com- 
modos necessários. Apjtus, a, 
um: — rico, abundante de 
raeios. Dives, locuples: — 
amigo da commodidade. 
Commodi sui studiosus: — 
fallando do preço das cou- 
sas. V. Moderado. 

Acomodador, s. Accommoda- 
dor; o que accommoda. Dis- 
sidentia accommodans. 

Acomodamiento, in. Accommo- 
damento, acçào e efieito de 
accommodar: — transacção, 
ajuste ou convenio. Transa- 
ctio, onis: — commodidade 
ou conveniencia. Commodi- 
tas, atis. 



28 ACÓ 

AcoMODAK. ff. Accommoditr, 
ajustar, ordenar, dispor, ar- 
rumar em boa ordeui. Apta- 
re, ordinarc: — adajatar, 
apropriar, conformar. Apta- 
re: — pôr alguma pessoa on 
cousa em logar conveniente. 
CoUocare. U^a-se também 
como reciproco: — socegar, 
concertar, compor alguma 
desavença, disputa. Usa-se 
também como recijiroc.o. Li- 
tem componere: — dar ou 
conseguir para alguém em- 
jorego ou modo de vida. Usa- 
se também como reciproco. 
Muneri aliqucm addicere: — 
IDrover alguém do que lhe é 
necessário, llebits necessariis 
instruere: — (geoni.jY. Jun- 
tar: — r. adaptar-se, confor- 
mar-se ao parecer ou vonta- 
de de outro. In alterius ar- 
hitrium concederé: — n. con- 
vir, ser conveniente, ser útil, 
ser agradável. Convenire. 

Acomodaticio, adj. Accommo- 
daticio. V. Sentido acomoda- 
ticio. 

Acomodo, m. Commodo, empre- 
go, cargo, estabelecimento. 
Mumis, officium : — commo- 
didade, conveniencia, vanta- 
gem. Coinmoditas, edis. 

Acompañadamente, adverbio m. 
Acompanhadamente. Con- 
juncte. 

Acompañado, m. (for.) Adjun- 
to; juiz ou escrivão nomea- 
do para que acompanhe ao 
recusado pela parte no co- 
nhecimento dos autos. Ad- 
junctus, comes datus: — me- 
dico, cirurgião ou qualquer 
perito que concorre com ou- 
tro para consultar com elle. 
Adjuntns, in socidatcm ad- 
scitits. 

Acompañador, ra. s. Acompa- 
nhador, o que acompanha. 
Comes. 

Acompañamiento, m. Acompa- 
nhamento, acção e etteito de 
acompanhar. Comitatus, ns: 
— séquito, comitiva, numero 
de pessoas que vão acompa- 
nhando alguém. Comitum 
copia : — (theatro) comparsa : 
nas representações tlieatraes 
são as pesíoaa que entram 
em sccna sem representar. 
Persona: muta', asseclce: — 
(mus.) melodias ou partes 
secundarias que servem para 



ACO 

acompanhar a melodia prin- 
cipal de qualquer peca de 
musica, executada por uma 
voz ou por um instrumento. 
Numeri ad lyram vocem se- 
quentes. 

Acompañante, p. a. de Acom- 
pañar. Acompanhante, que 
acompanha. Comitans, an- 
tis: — s.Y. Acompañador. 

Acompañar, a. Acompanhar, 
estar ou ir em companhia de 
nlguem. Comitari: — (fi.g.) 
ajuntar, unir. Adjvngere: — 
(pint.) ajuntar á figura ou 
parte principal da obra al- 
guns adornos que a façam 
sobresaír. Ornamenta adji- 
cere tabuke: — (mus.) seguir 
com o instrumento, cantar 
ao som de algum instrumen- 
to. Alicui vel cdiquibvs con- 
cinere; vocem mtmcris soña- 
re: — ?'. acompanhar a pró- 
pria voz em algum instru- 
mento. Carmina cantare ii- 
biis aut lyra: — juntar-se 
com uma ou mais pessoas da 
mesma profissão para con- 
sultar e resolver juntamen- 
te. Consilii comitem sibi ad- 
jungere. 

Acompasadamente, adverbio m. 
Compassadamente, com me- 
dida, pausadamente. Lente 
et distincte. 

Acompasado, da. adj. Compas- 
sado, regulado pelo compas- 
so: — (fig.) bem proporcio- 
nado, bem regulado. Ada- 
miíssim exactns. 

Acompasar, a. Compassar, me- 
dir por meio do compasso. 
Circino demetiri. 

Acomplexionado, da. adj. (mcd.) 
V^ Complexionado. 

Acomunalar. n. e r. Communi- 
car, ter trato, corresponden- 
cia, communicação. Aliqnid 
communicare. 

Aconchabarse. r. (fam.) Con- 
chavar-f e. V. Acomodar. 

AcoNr-HADiLLO. TO. (ant. cor..) 
Fricassé; especie de guisa- 
do. Snaviíis condimentum. 

Aconchar, a. (ant.) Enfeitar, 
compor, adornar. Comj^one- 
re, concinnarc: — (ncmf.) ar- 
rojar ou impellir o vento ou 
corrente um navio de costa- 
do contra a praia on baixo. 
Navim in breuia et sj/rtcs 
impelli. 

Acondicionado, nA. p. p. de 



ACO 

Acondicionar, adj. Acondi- 
cionado, que tem boa ou má 
condição, genio, índole, na- 
tureza. Determina-se-llie o 
significado, ajuntando-SR os 
adverbios bien, mal ou ou- 
tros similhantes. Bene ant 
mule affectns: — com os mes- 
mos adverbios se applica aos 
comostiveis, mercadorias ou 
outra qualquer cousa para 
designar sua boa ou má qua- 
lidade, condição ou estado. 
Bona} aut mcdce fidei mercês. 

Acondicionamiento, m. Acon- 
dicionamento, acção eeífeito 
de acondicionar: — enseda- 
mento. 

Acondicionar, a. Acondicionar, 
dotar de certa condição. Ef- 
ficere: — Adquirir certa qua- 
lidade ou cor\á\ç;&<i (jondi- 
tionem qnamdam o,-A,quirerc. 

ACONGOJADAMENTE. ttdv. TU. Au- 

gustiadamente; com congo- 
xa. Moleste. 

Acongojar, a. Coiigoxar, afíli- 
gir, fatigar, opprimir, an- 
gustiar, vexar. E também 
usado como reciproco. Anne- 
re: — (fr.) No te acongojes 
hermana Camila; não te 
afflijas, mana Camilla. 

AcoNHORTADo. adj. (ant.) Con- 
fortado, fortificado, corrobo- 
rado. Confortatus, corrobu- 
ratus, a, um. 

AcoNHORTARSE. v. (ant.) V. Con- 
solarse. 

Acónito, m. (l/ot.) Acónito. Dis- 
tinguem-setreseípeciesd'es- 
te genero de planta da fa- 
mília das ranuncuhiceas que 
são: matalobos ou na pello, 
mataleopardos, e salutífe- 
ro. A primeira especie pa- 
rece ser o veneno dcs an- 
tigos, é narcótico, e tomado 
até certa dose pode determi- 
nar todos os accidentes do 
envenenamento. V. Anapelo. 
Alguns auctores rccominen- 
dam o seu extracto nos rheu- 
matismos chronicos. Aconi- 
tum, i. 

AcoNOUTAR. a. (imis.) V. Acon- 
sejar. Confortar. Incitar. 

AcoNSEGUESCER. O. (aut.) V. Al- 
cansar. Conseguir. 

AcoNSEGuiR. a. V. Consegrar. 

Aconsejable, adj. Aconselhá- 
vel, rasoavel, que se pode 
aconselhar. (2nod consilio 
commendari j)<^>ic-^f- 



ACÓ 

Aconsejado, da. p. 1). de Acon- 
sejar, e adj. Aconselhado; 
que recebeu conselho, que 
se aconselhou. Alferius con- 
sílio adjutus. Com o adver- 
bio mal, imprudente, indis- 
creto, que obra sem conse- 
lho, ou por seu próprio dí- 
ctame e capricho. Inconsul- 
tus, inconsideratus. 

Aconsejador, ea. s. V. Conse- 
jero. 

Aconsejar, a. Aconselhar; dar 
conselho. Consilium daré: 
— r. pedir ou tomar conse- 
lho. Consultare. 

AooNsoLAR. a. (ant. do R. de 
Ar.) V. Consolar. 

Aconsonantar, a. Aconsoan- 
tar; usar frequentemente de 
palavras rimando entre si. 
Verhis simiUter cadenfihvs 
in prosa oratione; vel eiiara 
in versibus cdmti. 

Aconstelado, adj. (astr.) Con- 
stellado, estrellado. Stella- 
tus, a, um. 

A contagiar, a. V. (Contagiar. 

Acontar, a. (ant.) V. Apunta- 
lar: — (ant. do R. de Ar.) 
V. Contar. 

Acontecedero, ua. adj. Acon- 
tecedciro; fácil de aconte- 
cer. Quod contingere potest. 

Acontecer, n. Acontecer, suc- 
ceder. Accidere. Ilarer y 
acontecer ; fazer e acontecer; 
haré y aconteceré; lurei e 
acontecerei; phrases vulga- 
res, que indicam uma deter- 
minação violenta o constan- 
te; prometter muito mas sem 
efleito. Minari; minas ja- 
ctare ; ostentare formidines. 

Acontecido, da. p. p. de Acon- 
tecer. Acontecido. Inopinus, 
a, iim : — (ant.) de semblante 
triste ou afflicto. Ma;rens, en- 
tis. 

Acontecimiento, m. Aconteci- 
mento ; successo, caso. Ca- 
sns, eventtis. 

AcoNTiA. /. (bot.) Acontia; ge- 
nero de cogumelo. 

AcoNTiADo, DA. culj. (aut.) Pro- 
prietarip. V. Hacendado. 

AcoNTisMOLOGiA./. Acoutismo- 
logia; a arte de assettear ou 
lançar toda a especie de pro- 
jectís pontagudos. 

Acopado, da. ^í. ¡j. de Acopar, 
e adj. Copado, arredondado, 
que tem forma de copa. Cu- 
pa' formam referens. 
5 



ACO 

Acui'AR. n. Copar; fazer ou for- 
mar copa as arvores ou plan- 
tas. In rotundam formam 
frondescere. 

Acopetado, da. adj. Encrespa- 
do, frisado, riçado; feito ou 
posto á maneira de copete. 
Cincinnatus, a, itm. 

Acopiamiento, to. Fornecimen- 
to; provimento.Frffò?í{o,?z/5. 
V. Acopio. 

Acopiar, a. Ajuntar; amon- 
tuar, fazer provimento, de 
cercaes, provisões, etc. Fru- 
menta et alia similia colli- 
gere, cogeré. 

Acopio, m. Montão; multidão 
de varias cousas, monojiolio. 
Collectio, onis. 

Acoplar, o. (mech.) Juntar; 
unir umas peças com outras, 
ajustar. Copulare, conjun- 
gere: — conciliar, pôr de 
accordo as pessoas que es- 
tavam cm desintelligencia, 
ou as cousas cm ((uc havia 
discordancia. Conciliar e, 
componere. — (T. do R. de 
Ar.) Jungir os bois ou bes- 
tas ao carro ou arado. Jugo 
sidjmittere. 

AcopoN, m. Unguento ou em- 
plastro que os antigos em- 
pregavam contra o cansaço. 

AcoQuiNAMiENTo. íH. Dcsacoro- 
çoamcnto, desalento, pre- 
guiça. Secordia, ee. 

Acoquinar, n. (fam.) Amedron- 
tar; intimidar, aterrar; fa- 
zer preguiçoso, frouxo, pol- 
trão. Usa-sc também como 
reciproco. Terrere. Perter- 
rere faceré. V. Acobardar. 
(fr.) Creyeron con sus ame- 
nazas y jieros acoquinarme ; 
persuadiam-se intimidar-me 
com suas ameaças e brava- 
tas. 

AcoRALAR. a. (ant.) Ornar, 
guarnecer de coral. 

Acorar, a. (ant. do R. de Mure.) 
V. Sufocar. \. Ahogar. 

Açorar, a. (imis.) V. Azorar. 

Acorazonado, da. adj. Era for- 
ma de coração. Cordis for- 
mam referens. 

AcoRCAAR. o. (ant. do R. d'Ar.) 
Despalmar; tirar a palma 
cu sola a um cavallo. Equum 
excalceare. 

Acorchar, a. Endurecer; diz-se 
dos confeitos, doces, fructas, 
etc. : — r. engelhar-se, enri- 
jar- se, perder a fructa parte 



ACO 29 

do sen sueco e gosto: — 
(fig.) entorpecer-se. Marctá- 
cerc, torpescere. 

Acordablemente. adv. m. \. 
Acordadamente. 

Acordación. /. (ant.) Recorda- 
ção; memoria, lembrança. 
Recordedlo, onis. 

Acordada. V. Carta acordada. 

Acordadamente, adv. m. Ac- 
cordadamente; com accordo 
e reiiexào. Cogitatò: — de 
commum accordo, uniforme- 
mente. Communi consensu. 
Concorditer. 

Acordad/simo, jia. adj. snp. de 
Acordado. Accordadissimo. 
Concordissimus, a, nm. 

Acordado, da. p. p. de Acor- 
dar e adj. Accordado; feito 
com accordo e reflexão. Con- 
sideratus, cogitatus: — pru- 
dente, discreto, reflectido : 

— (for.) Lo Acordado; o ac- 
cordão ou julgamento dos 
tribunaes. Dccreinm, jus- 
sum, i. 

Acordamiento. m. (ant. ) Accor- 
do; conformidade. ISimiliiii- 
do, inis. V. Consonancia. 
Concordia. 

Acordante. 7A a. (ant.) Õlg Acor- 
dar e adj. Accordante. V. 
Acorde. 

Acordaxtemente. adv. m. (ant.) 
V. Acordadamente. 

Acordanza. /. (ant.) V. Acor- 
damiento: — (ant. for.) V. 
Memoria: — En acordanza, 
(loe. adv. ant.) A compasso. 
V. Consonancia. 

Acordar, a. Accordar; deter- 
minar, resolver de commum 
accordo ou por pluralidade 
de votos, como se pratica 
nos tribunaes. Decerncre : 

— resolver, determinar al- 
guma cousa antes de orde- 
na-la. Diz-se ordinariamente 
do rci quando resolve algu- 
ma cousa que ha de aucto- 
risar depois com a sua ru- 
brica. Decemere: — lem- 
brar, trazer á memoria. Re- 
minisci. Usa-se também co- 
mo reciproco: — (pint.)(\is- 
por os objectos de um qua- 
dro de maneira que não dis- 
cordem uns dos outros no 
colorido e claro escuro. Ta- 
bulai pictm ixirtes inter se 
congruenter aptare: — n. 
concordar, conformar, con- 
vir uma cousa com outra. 



30 



ACÓ 



t'oiifcnirc: — cair cm si. 
Animadveríere: — y. uccur- 
dar-se, por-se de accordo. 
ConvcnÍ7'e: — tomar accor- 
do 011 deliberação premedi- 
tada. Deliberare: — (ant.) 
V. Despertar: — (mus.) Acor- 
dar los instrumentos músi- 
cos ou las voces: afinar os 
instrumentos ou as vozes, 
mctte-los em unisonancia. 
Concincre: — (fam.) Tu te 
acordarás de mi; tu te lem- 
brarás de mim, tu te arre- 
penderás, (fr.) Siemi^re los 
hombres quaudo están en al- 
guna, adversidad se acuer- 
dan de Dios; os homens sem- 
pre se lembram de Deus 
quando se acham em algu- 
ma adversidade. 

AcoKDE. adj. Accorde; confor- 
me, concorde. Conformis, e. 
— • (mus.) acorde, afinado. 
Consonus, a, um: ■ — (fiff-) 
conforme, de accordo, da 
mesma opinião. Concors, or- 
ais: — - m. (mus.) união de 
sons de que resulta a har- 
monia. Musicus conceutus: 
— (pint.) harmonia das co- 
res. Convenienter aptatus. 

Acordelar, a. Acordoar; me- 
dir a cordão; medir o ter- 
reno com uma corda. Fune 
agrtim metiri: — (arch.) ali- 
nhar uma rua, um edificio, 
etc., tirar a nivel ou a cor- 
del. Ad rectam lineam. diri- 
gere. 

Acordemente, adv. m.. Accor- 
demente ; uniformemente, 
unanimemente, de commum 
accordo. Concorditer, unani- 
miter. 

AcoRDioN. m. Accordion; in- 
strumento de musica com 
folie; especie de harmonio, 
inventado na Allemanha. 

Acordo, m. Accordo, especie 
de rebecão italiano de quinze 
cordas. 

Acordonado, da. or(;. Torcido ; 
em forma de cordão. In fu- 
nieidi formam dispositus : — 
(fig.) cercado. Circumdatus, 
a, um. 

AcoRDONAMiENTo. m. Asscdio, 
cerco. Obsessio, onis. 

Acordonar, o. Sitiar; cercar 
uma praça de guerra, rodéa- 
la de tropas; formar cordão 
de tropas. Circmncludere. 
Usa- se também como reci- 



ACO 

proco: — atacar, nietlt^r o 
cordão pelas ilhozes para 
apertar. 

Acores. 7n. pi. (med.) Acores ; 
especie de tinha. Achares, 
um. 

AcoRiA. /. (anf. med.) Acoria; 
fome canina. InexpjlcliHis ci- 
borum aviditas. 

AcoRiNA. /. (Ji. n.) Acorina; 
insecto da familia dos co- 
leópteros. 

Acornar, a. (ant.) Escornar. 
V. Cornear. 

AcoRNEADOR. V. Cómeador. 

Acornear, a. V. Cornear: — 
(met.) maltratar alguém. Ma- 
le accipere, vexare. 

Acoro, m. (bot.) Acôro; nom.e 
de um genero de plantas 
perennes indígenas da Eu- 
ropa temperada, e que se as- 
similha ao lyrio. Acoras ca- 
lamus: — bastardo: acôro 
falso, a que os latinos da- 
vam o nome de Xiphium 
aquaticum: os hebraicos o 
denominam lyrio amarello 
dos charcos, por ser uma es- 
padana quo' tem as folhas 
amarellas. Pseudo-acorus. 

Acorralar, a. Encurralar; re- 
colher, fechar, metter o ga- 
do no curral. In ovile com- 
pellere: encerrar em logar 
sem saída. Infercludere: — 
(fig.) confundir alguém, re- 
duzi-lo a não saber o que ha 
de responder. P/'oíeZ«re: — 
intimidar, acobardar. Pi-e- 
mere, in angustias rcdigcrc: 
— r. (Germ.) refugiar-se, 
esconder-se, fugindo da jus- 
tiça, procurar asylo. Aliquo 
confugere. 

Acorrer, a. Accorrer; soccor- 
rer, amparar, ajudar. Opem, 
auxilium ferre: — recor- 
rer, dirigir-se a alguém para 
obter alguma cousa. Ab ali- 
quo auxilium petere: — co- 
rar, fazer-se vermelho, en- 
vergonhar-se. Erubescere, 
verecundari: — r. (ant.) re- 
fugiar-se, acolher-se. Confu- 
gere. 

AccoRRiMiENTO. m. (ant.) Ac- 
corrimento; acção e effeito 
de accorrer; auxilio, soccor- 
ro, recurso, amparo, refugio, 
asylo, protecção. Subsidium, 
auxilium. 

Acorro, m. (ant.) Accorro. V. 
Soccorro. 



ACO 

Acorrucarse. V. Acurrucarse. 

Acortamiento, m. (ant.) En- 
curtamento; acção e eífeito 
de encurtar; dimimiiçâo da 
extensão ou com^^rimento de 
alguma cousa. Contractio, 
07iis: — (astr.) differença en- 
tre a distancia do centro do 
mundo ao de um planeta em 
sua orbita, e a do centro do 
mundo ao ponto da eclípti- 
ca, em que se suppõe estar o 
planeta. 

AcoRTADizo. m. (T. ant. do E. 
d' Ar.) Eetalho; pedaço, bo- 
cado que fica de alguma cou- 
sa. Segmen, inis. 

Acortar, a. Encurtar; fazer 
mais curto, diminuir o com- 
primento, extensão ou quan- 
tidade dealguma cousa. Usa- 
se também como neutro e re- 
ciproco. Breviorem reddere: 
— (fig.) se)' breve em fallar. 
Orationis operam compendi- 
ficare: ■ — encolher-se. Con- 
trahi. 

AcoRULLAR. a. (ndut.) Levar 
remos; recolher os remos 
quando se vae navegando. 
liemos ad interiora navis 
converter e. 

Acorvar, a. V. Encorvar. 

AcoRZAR. a. V. Acortar: — ■ (T. 
do R. d' Ar.) passar a vestir 
umacreauça, tira-la dos coei- 
ros. Cunis dimissi,pueUulum 
primum induere. 

Acosador, ra. s. Acossador; o 
que acossa. Insectator, oris. 

AcosAMiENTO.«?.Accossameuto; 
acção e efíeito de acossar. 
Insectatio, onis. 

Acosar, a. Acossar ; seguir com 
instancia, j)erseguir com em- 
penho algum animal. Inse- 
ctari,p)ersequi: — (fig-) mo- 
lestar, maltratar, vexar por 
qualquer modo. Vexare. 

AcósMiA./. (med.) Acósmia; ir- 
regularidade nos dias críti- 
cos de uma febre, segundo 
Galeno; e segundo outros, a 
calvicie. 

Acosta, m. Acosta; arbusto da 
Cochinchiua: — planta do 
Peru: — (mar.) ordem de 
abordar. 

Acostado, p. p. de Acostar e 
adj. faíií.j Acostado; que re- 
cebe soldo ou estipendio. Sti- 
pendiarius, ii: — adherente 
ou apaniguado por amisade 
ou parentesco. Familiaris, f. 



ACÓ 

ACÜSTAMIKNTO. TO. (UíU.) Acçàu 

e effeito de acost?r ou de 
acostar-se: — (ant.) acosta- 
mento; paga, salario; mora- 
dia OH estipendio, que se 
daA'a aos que serviam na 
guerra. StÍ2)endium, ii. 

Acostar, a. Acostar; deitar ou 
metter na cama. Usa-se 
mais commummente como 
reciproco. In ledo colloca- 
re: — engajar alguém para 
o serviço, süpendiare. ■ — 
(naut.) arribar; encostar, 
chegar o costado de uma 
embarcação a qualquer par- 
te. Navis latus applicare: — 
costear. Oram ¡cgere: — r. in- 
clinar-se, ir fora do seu ali- 
nhamento. Ajjplica-se prin- 
cipalmente aos edificios. In 
latus declinare : — (fig. ant.) 
conformai--se, isto c, seguir 
a opinião de alguém, ser do 
seu parecer. Accederé ali- 
cui, vel alicujus opinioni. É 
também iisado como verbo 
neutro: — - (fnm.) acostarse 

' con las gallinas, deitar-se 
com as gallinhas. Me acues- 
to á las nueve, á kts diez, á 
las onze, á media noche: dei- 
to-me ás nove, ás dez, ás 
onze horas, á meia noite. 
Acostarse el peso; encostar- 
se o peso, pender mais para 
uma parte. Inclinare. 

AcósTicA. /. Acústica; scien- 
cia que trata dos ouvidos e 
dos sons. Acoustice. 

AcOSTUMliRADAJIENTE. <7fZc. m. 

Acostumadamente ; segundo 
o costume, habitualmente. 
Ex more. 

AcosTUMBRAK. rt. Acostumar ; 
fazer contrahir certo costu- 
me ou habito. AUquem ali- 
cui rei assuef acere : — ter 
costume. Soleré: — r. acos- 
tumar-se, adquirir costume. 
Assuescere. 

Acotación./. Demarcação; ac- 
ção e efieito de demarcar. 
Fini\im pra'scriptio: — (fig-) 
annotação, nota posta á mar- 
gem de um escripto. Anno- 
tatio, onis: — decoração 
theatral ; ornato, vestidos de 
comedia. Scence apparatus. 

Acotamiento, m. V. Acotación. 

Acotar, a. Abalizar; demar- 
car um terreno, assignalar- 
Ihe os limites. Fines proi- 
scribere: — cotar, fixar, 



ACR 

marcar, assignalar. Figere, 
assi guare: — (fiff-J pòi' co- 
tas, notas, citações, aponta- 
tarnentos margiuacs. Notas 
alicujus escrijjti margini ap- 
2)onere: — aceitar, admit- 
tir. Acceptare: — (prov. 
Mure.) decotar, cortar os 
ramos das arvores. Arhoris 
ramos omnes pracidere : — r. 
(ant.) refugi ar-se, pôr-se a 
salvo ou em logar seguro, 
submetter-se á jurisdicçâo 
de outro tribunal. In locum 
tutum perftígcre. Hoje é ape- 
nas usado no reino de Mur- 
cia. 

Acotejar, a. (ant.) Cotejar; 
confrontar, comjiarar. Ciim 
altero conferre. 

Acotillo, m. Malho; especie 
de martello de que usam os 
ferreiros. Malleiís granãior. 

Acotolar. a. (ant. li. d' Ar.) 
V. Maltratar. 

Acoyundar, a. Cangar; jungir 
os bois, mctte-ios na canga. 
Jugo subjicere. 

Acracia. /.Acracia; de])ilida- 
de, impotencia, inefíicacia. 
Debilitas, atis. 

AcRANTo. m. Acranto; especie 
de lagarto. 

AcRAsiA. /. V. Intemperancia. 

AcRATOMELi. íH. Acratomcl; vi- 
nho misturado com mel. Vi- 
num melle um 

Acre. adj. Acre; áspero ou 
forte no sabor: — (med.) pi- 
cante (bile, humor). Ácer, 
acris: — {fig-) áspero, des- 
abrido, impertinente, rigo- 
roso, forte, severo, duro, fal- 
lando do caracter ou genio. 
Applica-sc lambem ás pala- 
vras. Acerhits, a, um. 

Acredite, m. V. Azufre. 

Acrecencia. /. V. Aumento: — 
augmento dos direitos de 
presença nos cabidos eccle- 
siasticos. Accessio, onis. 

Acrecentador, ra. s. Acres- 
centador; que acrescenta. 
Adjiinctor, oris. 

Acrecentamiento. íH. Acrescen- 
tamento. V. Aumento. 

Acrecentante, p. a. de Acre- 
centar. 

Acrecentar, a. Acrescentar; 
augmentar, fazer niaior pov 
qualquer modo. Augere. 

Acrecer. a. Acrescer; augmen- 
tar. Augere. Usa-se tair.bcm 
como neutro. 



ACR 



31 



Acrecuuento. m. (ant.) V. Cre- 
cimiento. 

Acreditadísimo, ma. adj. síí^j. 
de Acreditado. Acreditadis- 
simo. Plenissimus fidei. 

Acreditado, da. p. p). àe Acre- 
ditar e adj. Acreditado; que 
tem credito e reputação. No- 
mine, opinione pra'clarus. 

Acreditar, a. Acreditar; abo- 
nar, pôr cm credito, em re- 
putação. Fidem faceré ali- 
cui rei: — provar, fazer ver. 
Probare, fidem faceré : — r. 
cobrar bom nome, ganhar 
credito e reputação. Bonam 
sihi famam adquirere. 

Acreedor, ra. s. Acredor ou 
credor; aquelle a quem se 
deve dinheiro, ou se está em 
restituição, ou que tem ac- 
ção e direito para pedir al- 
guma cousa. Creditor, 07-is: 
— (fig-) fligiío, merecedor. 
Dignus, a, um. 

AcREER. a. Emjirestar sobre 
penhor ou sem elle. Daré 
mutuo, commodare. 

Acre.mente. adv. m. Acremen- 
te; ásperamente, com velic- 
mencia. Acerbe. 

Acrescentar.- a. (ant.) V. Acre- 
centar. 

Acrianzado, da. adj. (ant.) 
Educando, alumno. 

AcRiHADOR, RA. s. (agr.) Joei- 
rador; o que ciranda ou cri- 
va. Qui aliquid cribat. 

Acribadura./, (agr.) Alimpa- 
dura; a acção de limpar. 
Acribaduras: limpaduras, 
restos dos grãos crivadoL«. 
lici cribatw residuum. 

AcuiüAR. a. Crivar; passar por 
crivo. Cribare: — fazer pe- 
quenos faros á similhança 
de crivo. E também usado 
como reciproco. Perforare 
undique. 

ACRIBILLADOB, RA. S. (fig.) O 

que criva de feridas. Qui 
multiplici ictu perforat. 

AcRiRiLLAR. a. (fig.) Crivar de 
feridas, de estocadas. Ictibus 
vulnerare: (fig-) molestar 
muito e frequentemente, op- 
primir, fatigar, atormentar, 
importunar. Urgere perse- 
qui. Me acribillan los acree- 
dores, las pulgas, etc.; mo- 
lestam-me os credores, as 
pulgas, etc. Vexare assidul. 

AcKiBOLOGiA. /. Acribologia; 
disputa subtil; escolha de 



32 ACR 

¡laUuTíis. Diacusiiiu et cxa- 
jiiinatio, suhtUis ãisputaliu. 

AcRiDiA. /. Acridia; gafimlio- 
ío, insecto da classe dos or- 
tlioiDteros, o íaiiiilia dos sal- 
tadores. Acris, idis. 

AcrajnNAiiLE. adj. Criniiuavel; 
(jne se pude imputar a cri- 
me. Criminalis. 

AciiiMiNACioN. /. Criminaçílo; 
accusacâO; imputação de um 
crime. Criminatio, onis. 

AcKiMiNADOK, RA. s. Crimina- 
dor; o que crimina, accusa- 
dor. Accusalor, delator. 

AcBiMiNAR. a. Criminar; accu- 
sar de um crime, imputar 
nm dellcto. Criminan : — 
exagerar, aggravar um cri- 
me, delicto, culpa ou defei- 
to. Culpam, crimen auge rc: 
Acriminar la causa; aggra- 
var o crime, o delicto. 

AriuMOMA. /. Acrimonia-, qua- 
lidade acre e picante. Acri- 
mcmia, cv : ■ — (fig-) aspere- 
za, vehemencia, rigor em 
expressões ou genio. Aspe- 
rifas, acerhiias: — (fifJ-J for- 
ça, energia, efficacia, pro- 
priedade na maneira de fal- 
lar. Celeriter verba volvere. 

Acrimonioso, sa. adj. Acrimo- 
nioso; que tem acrimonia. 

AcRiNiA. /. fmed.) Acrinin] di- 
nu'nuicao de quantidade ou 
ausencia de secreção. Acri- 
nia. 

Acrisolación. /. Aclisolação; 
purificação; a acção de pu- 
rificar; de limpar o oiro com 
o buril. 

Acrisolar, a. Acrisolar; puri- 
ficar 110 crisol o oiro ou ou- 
tros metaos, separando d'el- 
les por meio do fogo as par- 
tes impuras e estranhas. 
Igne purgare: — (fig.) acla- 
rar, apurar por meio de tes- 
temunhas ou provas alguma 
cousa, como a verdade, a 
virtude, etc. Usa-sc também 
como reciproco. Ver if atem li- 
mare. 

Acristianado, da. adj. Chri- 
stianisado; devoto, i)io; que 
se emjtrega em obras ou 
exercicios próprios de chri- 
stào. Christianis moiibus in- 
strvetus. 

Acristianar, a. (fam.) Chri- 
stianisar; fazer christão, ba- 
ptisar. Bapfisare. 

Acrítico, adj. j^critico; que 



ACR 

não é critico ; que succedc 
sem crise. 

AcRiTOGAMico. adj. (bot.) Acry- 
ptogamico; que não perten- 
ce á classe cryptogamica. 

Acritud. /. V. Acrimonia. 

Acrobático, "ca. adj. Acrobá- 
tico; que pertence aos acro- 
batas. 

AcROBATo. m. Acrobata; d an- 
sarino ou borlantim de cor- 
da. Funambidus, i. 

AcROBisTiA. m. Acroposthia; 
extremidade do prepucio. 

AcKocHORDON. «?. (mcd.) Acro- 
chórdon; verruga pendente. 

AcRocoLiAs. /. pi. Acrocolias; 
extremidades dos animaes 
que se coinem. 

AcROCOMO. adj. Acrocomo ; 
que tem cabellos compridos 
que lhe cobrem o rosto. 

Acromático, adj. (opt.) Achro- 
matico; que representa os 
objectos descercados das co- 
res do íris. 

AcROMiAL. adj. Acromial ; que 
tem relação com o acromio. 

AcROMio-HuMERAL. m. Acro- 
mio-liumeral ; musculo do 
acromion chamado Deltóide. 

AcROMioN. m. fa«a^J Acromion; 
apophyse pertencente áomo- 
plata, situada no alto da es- 
pádua; tuberosidade a que 
está unida a clavicula. 

AcRÓxFALo. m. (anat.) Acrom- 
phalo; extrélnidade do coi-- 
dão umbilical. 

AcRÓNico, CA. adj. (astron.) 
Acronico ou Acronio; ves- 
pertino ou da tarde. Diz-se 
do nascer de uma estrella 
acima do horisonte, ou do 
seu occaso, quando isto acon- 
tece ao tempo em que o sol 
se poe. O nascimento ou oc- 
caso acronico é opposto ao 
nascimento ou occaso cós- 
mico, que tem logar quando 
o sol nasce. Ves2)eriinus, a, 
tirn. 

AcROPATiA. /. (med.) Acropa- 
thia; doença de qualcjuer ex- 
tremidade do corpo. 

AcROPATico. adj. Acropathico; 
que tem acropathia. 

Acróstico, ca. adj. Acróstico; 
(poet.) çliz-se de uma poesia 
que consta de tantos versos 
quantas são as letras do 
nome da pe=soa ou cousa 
que se tomou por assumpto, 
collocando-as no principio. 



ACT 

meio ou fim de cada verso. 
Acrostichus, o, um. 

AcEOTERA. /. (arch.) Acroteria, 
ou Acroterio; pequeno pe- 
destal que se ijõe no meio 
e nas extremidades de um 
frontespicio, sobre o qual se 
collocam as estatuas ou ou- 
trosadornos. Pinnacula a;di- 
ficiorum; acroteria. 

Acroteria. /. V. Acrotera. 

AcROTEEo. /. V. Acrotera. 

AcROTisMo. m. (med.) Acrotis- 
mo; falta de pulso. 

AcROY. m. (T. borgonhez ad- 
mittido na lingua hespanJio- 
¿a. ) Gentilhomem da real ca- 
sa, llegii fctmidatus asse- 
cla. 

Acta. /. Acta; registo cjue se 
faz em qualquer corpo re- 
unido das discussões e deli- 
berações que n'elle toem lo- 
gar : — 2>í. determinações de 
um consilio. Acta, orum: — 
historia da vida dos santos. 
Acta sanctorum. 

AcTENA. /. (Ji. 11.) Actena; in- 
secto do genero dos coleó- 
pteros. 

AcTENisTA. /. Actenista; in- 
secto da qualidade dos co- 
leópteros. 

Actenode. /. (Ji. n.) Actenode ; 
insecto pertencente á classe 
dos coleópteros. 

Acteografia. /. Achíeogra- 
jiliia; descripção dos pesos. 

Acteografico. adj. Achteogra- 
phico; pertencente á achteo- 
graphia. 

AcTEOGRAFO. ??i. Achteograi:)ho ; 
o que descreve os pesos. 

AcTiGEA. /. (bot.) Actigea; es- 
pecie de cogumelo. 

AcTiLAs. /. 2^f'- Actihis; espe- 
cie de conchas. 

AcTiNÉNCuiMo. m. Actinenchy- 
mo; diz-se do tecido cellu- 
lar dos vegeíaes, quando 
está disjjosto em forma de 
raios. 

AcTiNiA./. fT/oí.j Actinia; plan- 
ta corymbifera. 

AcTiNocARPo. adj. (l)ot.) Acti- 
nocarpo, que dá fructos raia- 
dos. 

AcTiNOCLOE. m. (luit.) Actino- 
cloe; planta monocotyledo- 
nia. 

AcTiNono. m. (bot.) x\ctinodo; 
myrtho da Nova Hollanda. 

Actinodoxte. m. (bot.) Actino- 
donte; especio de musgo. 



ACT 

ACTIXÚFILAS. /. pi. Actiuoplli- 

las; plantas oiigiiiarias do 
Perú. 

AcTLNÓFITA./. (bot.) ActillOpllí- 

ta; nome dado ás plantas 
com flores dispostas emraio-;. 

AcTiKÚFRiDA, /. Actinophrida; 
genero de infusorios, 

AcTixóxEMo. m. Actinúnemo; 
genero de cogumelo. 

AcTixósTOTio. aãj. Actinósto- 
rno; que tem a boca ou abei'- 
tura raiada. 

AcTiNÓTiKOS. m. (bot.) Actinó- 
thyros", e-pccie de cogume- 
los. 

AcTiTADEuo, KA. or//.Termo an- 
tiquado do li. d'Ar. 2)ara di- 
zer que uma causa ou pro- 
cesso está no seu começo. 
Foro aptus. 

AcTiTAR. a. (for. cio B. d' Ar.) 
Demandar; propor uma ac- 
ção, intentai- um processo. 
Litem intendcre, diicere in 
jus. V. Adoior. 

Actitud. /. Attitudc; i)ostura, 
posição do corpo. Corporis 
disposUio. 

Activamente, adv. m. Activa- 
mente ; com actividade, ener- 
gia, de maneira activa. Effi- 
caciter: — (¡jrarn.) em sen- 
tido activo, com significação 
activa. Active. 

AcTivAK. a. Activar; diligen- 
ciar, dar pressa. Excitare, 
nrf/ere. 

Actividad. /. Actividade; fa- 
culdade ou virtude de obrar. 
Vis, virlvs: — vivacidade 
natural, iiromptidào, etíica- 
cia. Celeritas in agendo. 

jVctivo, VA. adj. Activo; que 
obra, que tem faculdade ou 
virtude de obrar. Potcns, cf- 
ficax: — diligente, prom- 
pto na execução de alguma 
cousa. Celer in agendo: — 
eíRcaz, que produz o seu ef- 
feito com prom2:)tidão. Effi- 
cax: — ■ (grai\i.) que j^er- 
tence á acção do, verbo. 
Activus: — (for.) E appli- 
cavel ao foro de que gosara 
alguns individuos, para le- 
var suas causas a determi- 
nados tribunaes, por 2)ri- 
vilegio das corjjoraçues de 
que fazem parte. Fórum citi- 
que ita propriínn, ut in alio 
cum illo 7i€mo agere judicio 
valeat: — Applica-se aos 
créditos o obrigações que ai 



ACT 

guem tem a seu fa\or. Cre- 
ditum. 
Acto. m. Acto; acção de um 
agente, operação. Actus,us: 

— cada uma das partes prin- 
cipaes de que se compòe 
uma peça de tbeatro, e en- 
tre as quaes ha um inter- 
vallo. Comcedice aut tragce- 
dice actus: — exercicios lit- 
terarios ou provas publicas 
que se fazem nas universi- 
dades e coUegios. Thesium 
propugnatio: — (geom.) me- 
dida antiga usada particu- 
larmente pelos romanos; ha- 
via minimo e quadrado: o 
minimo tinha cento e vinte 
jjós de longitude c quatro de 
laiitudc, e o quadrado cento 
c vinte pés de compiido e 
outros tantos de largo. Mcn- 
surce genus apud romanos: 

— de contrición: acto de 
contrição, o acto de arre- 
pender-se de liaver offendido 
a Deus unicamente 2)or ser 
quem é. E também assim 
chamada a forma com que 
se expressa esta dor. Con- 
triiionis actus: — de pose- 
sión; acto de posse, o e.xcr- 
cicio ou uso d'ella. Actíis 
2}Ossessorius: — fallando de 
concilios. V. Actas: — (atit. 
for.)V. Autos: — (h. s.) de 
los apostoles; Actos dos após- 
tolos, um do# livros canó- 
nicos do Novo Testamento, 
cscripto por S. Lucas Evan- 
gelista na lingua grega com 
elegante estylo ! este livro 
contém a historia do vinte 
oito a trinta annos dos após- 
tolos S. Pedro e S. Paulo. 
Liber actuuni aposfolorum : 

— positivos; actos que qua- 
liñcam a virtude ou nobreza 
de alguma pessoa ou fami- 
lia ; títulos de nobreza. Avi- 
t(-C nobilitatcs res gestee: — 
(fr.) tener actos positivos; 
ter acções positivas; diz-se 
de uma ¡jessoa de reconhe- 
cido inorito e digna pelos 
seus talentos, fíenè audire: 
-^ diz-se igualmente por iro- 
nia de uma pessoa que tem 
■\ida escandalosa e p«^-ver- 
sa. Mate audire : — (fr.) De- 
fender actos ó conclusiones; 
defender theses. Tltescs pro- 
pugnare: — Ea acto: em 
actitude, em posição de fa- | 



ACT 



33 



zer alguma cousa. In pro- 
cincta: ■ — Acto de compro- 
bación; acto de comprova- 
ção, leitura que se faz á tes- 
temunha do seu depoimen- 
to, para saber se persiste 
n'elle. Comprobatio, onis. 

Actor. m. Actor; o que repre- 
senta alguma personagem 
em qualquer peça theatral. 
Actor, oris: — íf^^'-) auetor, 
o que põe em juizo alguma 
demanda. Qui alium injus 
vocat. Y. Aidor. 

AcToiío. m. Actoro; insecto da 
familia dos dípteros. 

Actriz. /. Actriz; cómica, co- 
mediante, mulher que repre- 
senta no theatro. 2Jiina, 
actrix scenica. 

Actuation./. Actuação; acção 
e effeito de actuar. Actoruin 
confcctio. 

Actuado, da ^?. p. de Actuar 
e a/lj. Actuado, exercitado, 
prompto. /1.5SMe/ac¿!íéí, a, um. 

Actual, adj. Actual; existen- 
te, presente, que está em 
acto. lie ipsa existens. 

Actualidad. /. Actualidade ; 
estado presente e actual de 
alguma cousa. Praisens rei 
status. 

Actualmente, adv. m. Actual- 
mente; n'este tempo. A'iínc, 
hoc ipso fempore. 

Actuante. ]). a. de Actuar, 
adj. Actuante; o que faz al- 
gum acto litterario; o que 
defende conclusões. Thesium 
projyugnaior: — aquelle que 
instruiu um processo. Fro- 
puguator, oris. 

Actuar, a. (med.) Actuar; di- 
gerir os alimentos ou reme- 
dios. Digcrere: — instruir, 
inlbnnar alguém, po-lo ao 
facto de qualquer cousa. 
E mais usaclo como recipro- 
co. Instruere: — (for.) au- 
tuar, instruir um processo, 
proceder judicialmente. Ac- 
tionem instituere, causam in- 
formare: — defender theses 
publicas. Theses jjropugna- 
re: reflectir, meditar pro- 
fundamente, considerar com 
attenção. liem considerare: 
— J-. iustruir-se, inteirar-se. 
Certiorem fieri. 

Actuario, m. (for.) Notario; 
escrivão, tabelliào. Actua- 
rius, notariais, ii. 

Actuarios, m. jd. Actuarios; 



34 



ACU 



ligeiros, entre o.s romanos os 
que distribuíam os viveres 
aos soldados. Actuarii. 

Actuoso, sa. adj. (ant.) Actuo- 
so; diligente, solicito, cuida- 
doso, activo. Actvosus, ad 
aliquid promptus et expeãi- 
tiis. 

AcuÁ. adv. (ant.) V. Acá. 

Acuadrillar, a. Aquadrilhar; 
formar quadrilha, alistarem 
quadrilha, governa-la ou 
commanda-la. Catervas du- 
ccre. 

Acuamotor, m. Aquamotor;ap- 
parelho por meio do qual se 
empregao impulso das aguas, 
era sentido contrario, a um 
barco carregado que se quer 
governar contra a corrente. 

Acuanita. Acuauita; sectario 
manicheu. 

Acuantiar, a. Acoutiar; recen- 
sear, avaliar, taxar. 

Acuario, m. Aquário; o undé- 
cimo signo do zodiaco. Aqua- 
rius, li. 

Acuartelado, da. adj. Aquar- 
telado. Applica-se ao escudo 
dividido em quartéis. Tes- 
sera yentilitia ia ângulos 
secta. 

Acuartelamiento, m. Aquarte- 
lamento; acção e efieito de 
aquartelar; logar dos quar- 
teismilitares. Castronim ad- 
signatio. 

Acuartelar, a. A(¡uartelar; 
distrilniir a tropa cm quar- 
téis. E também usado como 
reciproco. Milites in sfativis 
collocare: — (mar.) Acuar- 
telar las velas: atravessar 
as velas. 

AcuAETERONAK. ct. Dividír des- 
igualmente coni uma ban- 
da um escudo de armas. Scu- 
tuni gentilinm inaupuditer 
XHirtiri. 

Acuartillar, n. Quartellar; 
dobrar um cavallo as quar- 
tellas excessivamente por le- 
var muito peso ou ter debi- 
lidade n'aquelle logar. Ex 
sujfraginihus luhorare. 

Acuático, ca. adj. Aquático; 
cheio de agua, pertencente 
á agua. Applica-sc particu- 
larmente aos amphibios e ás 
plantas que nascem na agua. 
Aqtudicus, aqnat/lís. 

Acuátil, adj. Aquatil; perten- 
cente áaguí). Applica-se com 
particularidade no que só- 



ACU 

mente vive ua agua. Aqaa- 
iicus, a, um. 

AcuBA. /. (hot.) Kcnha.-.! planta 
da familia das rhamnoides. 

Acubado, da. adj. Acubado; 
feito em forma de cuba. Ca- 
pm formam refcrens. 

AcuBiTorao.m.Acubitorio;casa 
de jantar dos antigos roma- 
nos. Ccenaculum, i. 

Acucia. /. (ant.) V. Diligencia, 
Solicitud. 

Acuciadamexte. adv. m. (ant.) 
V. Cuidadosamente, Diligen- 
temente. 

Acuciamiento. m. (ant.) V. De- 
seo, Estimulación. 

Acuciar, a. (ant.) V. Estimu- 
lar: — • (ant.) V. Desear: • — • 
n. (ant.) apressar-se, ir de- 
pressa. 

Acuciosamente, adv. m. (ant.) 
V. Cuidadosamente, Diligen- 
temente. 

Acucioso, sa. adj. (ant.) V. Di- 
ligente, Solicito. 

Acucharado, da. adj. Que tem 
forma de colhér ; concavo. In 
formam cochlearis instru- 
ctus. 

AcucHARAR. a. Fazer em forma 
decolhér. Informam cochlea- 
ris instruere. 

Acuchilladizo, m. (ant.) Bri- 
gão; espadachim, esgrimi- 
dor, altercador. Ilixofor, di- 
gladiator, oris. 

AcüCHILLADO,%)A. p. J). dc Acil- 

cldllar: — adj. (fig.) expe- 
rimentado, que á força de 
trabalhos tem adquirido o 
habito de conduzir-se com 
prudencia nos acontecimen- 
tos àa.\iàa. Experientia cdo- 
ctus. 

Acuchillador, ra. s. Acuchil- 
lador; o que dá golpes com 
faca ou esjiada. liixosua ho- 
mo. V. Pendenciero. 

Acuchillar, a. Acucliilar; gol- 
pear, acutilar, dar golpes de 
espada ou de faca. Gladio 
ferire: — (ant.) passar ao íio 
da espada:— -f)?//. a/i^jfazer 
aberturas ou dar certos gol- 
pes nos vestidos, e particu- 

^ lamiente ñas mangas que pa- 
reciam cuchihulas: — r. ba- 
teç-se á espada, á faca. Stri- 
ctis gladiis pugnare. 

Acudía./. Acudia; insecto lu- 
minoso da America meridio- 
nal. 

AcuDiMiENTo m. Acciirrimento; 



ACU 

acção e eíTeito de acudir, de 
accorrer. Suhventio, auxi- 
lium. 
Acudir, n. Acudir; ir, vir op. 
chegar a termo e opportuna- 
meníe para soccorrer ou va- 
ler a alguém. xlccííri'cre, au- 
xilium ferre: — concorrer, 
ir com frequência a alguma 
parte. Ventilare: — recor- 
rer, valer-se de alguém. ^¿i- 
quem Í7nplorare: — produ- 
zir, dar fructos, fallando da 
terra. Fruct um ferre: — obe- 
decer ao governo, faílandu 
do cavallo. Frceno par ere: 

— Acudir el juego ó el 'naipe 
á alguno: acudir o jogo ou 
o naÍ25e a alguém. 

Açuda. /. (inus.) V. A::uda. 

AçuELA./. (inus.) Y. Azuela. 

AçuFEiFA. /. (inus.) V. Azu-_ 
faifa. 

Açufrar. a. (inus.) V. Az'u- 
frar. 

AçuFKE. 771. (inus.) V. Azufrc. 

AçuMBAR. m. (imis.) V. Azum- 
bar. 

Açumbre. m. (inus.) V. Azum- 
bre. 

AçuQUEicA. /. (inus.) V. Azu- 
queica. 

AçuTEA. /. (inus.) V. Azulea. 

AcuEDucHo. m. (ant.) V. Acue- 
ducto. 

Acueducto. ?». Aqueducto; 
cano para conduziras aguas. 
Aqmcductus : — (a?i«f.j trom- 
pa de Eustachio, canal de 
communicação entre a boca 
e o ouvido. 

AcüEN. adv. 1. (ant.) V. Aquen- 
de. 

AcuENDE. adv. l.(ant.)Y .Aquen- 
, de. 

Ácueo, ea. adj. Aqueo; aquoso; 
de agua, similhaute á agua. 
Aqualis, aquarius. 

Acuerdado, da. adj. Alinhado; 
tirado a cordão. JRecta linea 
ductus. 

Acuerdar, o. A^cordoar; medir 
a cordão; tirar a nivel. Ali- 
quid ad amussim describere. 

Acuerdo, m. Accordo; delibe- 
ração ou resolução tomada 
nos tribunaes á pluralidade 
de votos. Senatus consultum, 
dccretum, i: — reflexão ou 
madureza na determinação 
de alguma cousa. Consilium: 

— parecer, dictame, conse- 
lho. Sententia: — (pint.) boa 
união de cores e matizes. 



ACU 

Commissurcs colorum : —. 
(fig.) assemblé.a dos magis- 
trados ou juizes. Judicuin 
consensus: — (ant.) recorda- 
ção, lembrança. Memoria, 
recordatio jOnis : — Deacuer- 
do. in. adv., de accordo, com 
approvação unanime. Ex 
consensu omnmm: — (loc. 
prov.) Dormireis sobre ello, 
II tomareis acuerdo: dormi- 
reis, sobre isso, c tomareis 
accordo: — Estar en su 
acuerdo ó fuera de él: estar 
em sen juizo ou fóra d'elle : 
(fr.) Volver cu su acuerdo: 
voltar ao seu accordo, isto 
é, recobrar o uso dos senti- 
dos perdidos por algum ac- 
cidente : — (for.) Acuerdo de 
asesor: accoi'do do assessor, 
parecer que o advogado apre- 
senta ao juiz para este re- 
solver quaesquer incidentes 
nas demandas, ou lavrar sen- 
tenca deñmtixíi. Serdeníi ce: 
— Acuerdos. V. Acias. 

Acuernar, n. (taur.) Abaixar, 
inclinar os cornos á direita 
ou á esquerda; fallando do 
touro que corre sobre o tou- 
reiro que o espera a pó fir- 
me. Cornu minari: ■ — (fr.) 
El toro acuerna con el dere- 
cho; o touro inclina os cor- 
nos á diz'eita. , 

Acuestas, ni. adv. As costas; 
sobre os hombros ou sobre 
as espáduas. Super dorsnm. 

Acuesto, m. (a.nt.) V. Declive. 

Acuitadamente, adv. m. (ant.) 
Acuitadamente; aliiictiva- 
mente, apoquentadamcnte. 

Acuitamiento m. (ant.) V. 
Cuita. 

Acuitar, a. Acuitar; pôr em 
cuita ou apuro, affligir, apo- 
quentar. Usa-se também co- 
mo reciproco. Alicui mces- 
, titiam inferre. 

Acula /. (t>ot.) Acula; pó de 
gallinha,chamadapelosgen- 
tios do Brazil. Capimpuha, 
ow capim molle.Scandixaus - 
tralis. V. Quijones. 

Aculado, da. p. p. de Acular 
e adj. Acantoado, encerrado. 

Acular, a. Acantoar; pôr al- 
guém em um logar d'onde 
não possa recuar. Leniter, 
oscitanter desidere. 

Aculebrar. ?í. V. Culebrear. 

AcULEBRINADO, DA. ttClj. Colu- 

lirinado; diz-se dos canhões 



ACU 

ou peçad de artillieria, que 
se assimilliam ás colubrinas. 
Colubrino tormento subsimi- 
lis. 

Aculeiforme, adj. Aculeado ; 
que tem a íorma de agui- 
Ihào: — (bot.) diz-se dos ra- 
mos rijos e agudos, e das es- 
tipulas pontagudas. 

AcuLEo. acíj. Acúleo ; que tem 
pua, que molesta, causa es- 
timulo ou inquieta o ani- 
mo : — pi. (zool.) Secção de 
hymenópteios: — Çjot.) espi- 
nho cortical. 

AcuLLi.arfy. í. Acolá; n'aquelle 
sitio ou logar, n'aquella par- 
te, onde nào está a pessoa 
que falia, nem aquella a 
quem se falia. lilac, illic. 

AcuLLiR a. (ant.) V. Acoger. 

AcuiiBRAE. a. (ant.) V. Encum- 
brar. 

Acúmetro, m. Acusmetro ou 
audimetro; instrumento pa- 
ra medir a extensão do ou- 
vido, ou os graus da surdeza 
incompleta. 

Acuminífero. adj. (zool.) Acu- 
minifero; que tem tubércu- 
los pontagudos. 

Acuminifoliado. aí//.(7yoí.JAcu- 
minifoliado; diz-se de uma 
planta que tem as folhas 
acuminadas. 

Acumulación./. Accumulaçào ; 
acçào e etteito de accumu- 
lar, de amontoar varias cou- 
sas, juntando-as umas ás ou- 
tras: — (for.) ajuntamento 
judicial de muitas acções. 
Congeries, cumulatio. 

Acumulador, ra. s. Accumu- 
lador; o que accumula. Ac- 
cumuhdor, oris. 

AcuMULAR.a.Accuinular;amon- 
toar, juntar. Accumulare: — 
imputar algum delicto ou 
culpa. Imputare, ensimula- 
''^•' — (foi^-) juntar a um 
processo novas peças ou do- 
cumentos. Jungere: — an- 
nexar. liem rei annectere: 
encanteirar. Tignis dolia lo- 
care. Usa-se tambera como 
reciproco. 

Acumulativamente, adv. m. 
(for.) Conjuntamente, em 
commum. tlnà, simnl. 

Acumulativo, va. adj. (for.) 
Accumulativo. Applica-se á 
maior jurisdicçcào que se dá 
a um magistrado, por tal for- 
ma que n'esta concessão nào 



ACU 85 

iicam inhibidos, nem priva- 
dos da sua jurisdicção os de- 
mais juizes. Communis cum 
alio judice. 

AcuNTiR. imp. (ant.) V. Acon- 
tecer. 

Acunzadoe. m. V. Pulidor, 
bruñidor. 

Acuñación./. Cunhação; acção 
e eíFeito de cunhar. Monetoí 
signcdura. 

Acuñador, ra. s. Cuuhador; o 
que cunha moeda. Cusor, 
oris. 

Acuñar, a. Cunhar; assigua- 
lar com o cunho; imprimir o 
cunho; bater moeda. Cudc- 
re: — metíer cunhas para 
apertar e segurar, ou jiara 
fender e rachar mais facil- 
mente alguma cousa. Cunéis 
findere. 

Acuosidad./. Aquosidade; so- 
rosidade, qualidade aquosa. 
Humidiias, alis. 

Acuoso, SA. adj. Aquoso; que 
abunda em agua, que é da 
natureza da agua. Aqua 
abundans, aquxc simiiis. 

Acupuntura./, (cirurg.) Aeun- 
punctura; operação muito 
usada pelos chinas e japo- 
npzes, que consiste na intro- 
ducção de agulhas finíssimas 
de oiro, jirata, ou aço, em 
alguma parte do corpo. Acâs 
pnnctura. 

Acuradamente, adv. m. Acu- 
radamente; com cuidado c 
diligencia. Acnratc, magna 
cum cura atque diligentia. 

Acurado, da. adj. (ant.) Accu- 
rado; correcto, limado, exa- 
cto, feito com perfeição e 
cuidado. Accuratus, a, vm. 

AcuROA. tn. (bot.) Acuroa; ar- 
vore da Guiana. 

Acurrucarse, r. Emln'ulhar- 
se ; chegar muito a rou^ia ao 
corpo para guardar-se do 
frio; agasalhar-so. In se con- 
volvi: — agachar-se, acoco- 
rar-se, acachapar-se. Se de- 
primere. 

Acurullar. a. (ant. naut.) Fer- 
rar as velas. Vela contra- 
here. 

Acusable, adj. Accusavel ; que 
se pode acensar, que merece 
ser accusado. Accusahilis, le. 

Acusación. /. Accusação; ac- 
ção e èifeito de accusar. Ac- 
cusatio, onis. 

Acusado, p. p. de Acusar. Ac- 



36 ACU 

cusado. Accusatus, a, um: 
— m. (for.) róu, o que ó íic- 
cusado em juizo. líeiís. 

Acusador, ea. s. Acciíi-ador ; o 
que accusa alguém. Accufsa- 
tor, oris: — Falso acusa- 
dor; calumniador, o que ac- 
cusa falsamente. Calumnia- 
tor. 

AccsAMiEXTO. m. (ant.) Accu- 
samento. Y. Acusación. 

AccsAXTE. p. a. (ant.) de Acu- 
sar. Accusaute; o que ac- 
ensa. 

AcusAxzA. /. (ant.) V. Acusa- 
ción. 

AcusAK. a. Accasav, denunciar 
como réu de algum deiicto. 
Accusare: — culpar, censu- 
rar, reprehender, imputar, 
notar, taxar. Reprehenderé, 
vituperare: — acensar seu 
jogo, manifestar cm tempo 
opjiortuuo que tem determi- 
nadas cartas com que por 
lei do jogo se ganha certo 
numero de tentos. Sortem iu 
ludo cliartarum prodire : — 
Acusar el recibo de una car- 
ta; acensar a recepção de 
uma carta, avisar de a ter 
recebido : — Acusar á muer- 
te; acensar de um crime ca- 
pital: — Acusar á pena; 
requerer ou pedir que um 
crime seja punido : — Acu- 
sar la consciência á uno; ac- 
ensar a consciência a al- 
guém, ter remorsos : — r. ac- 
cusar-se, declarar seus pec- 
cados ao confessor no tribu- 
nal da penitencia. Feccata 
confiferi. 

Acusativo, m. (gram.) Accusa- 
tivo; o quarto caso na decli- 
nação dos nomes. Accusati- 
vus casus. 

AcusATorao, iiia. adj. (for.) 
Accusatorio, pertencente á 
accusação. Criminalis aut 
invcctorio actio. 

Acuse. íu. Acçào pela qual se 
accusa o jogo, mostrando o 
jogador, em tempo oppor- 
tuno, determinadas cartas, 
com que se ganha certo nu- 
mero de tentos. Sors qufíe- 
dam in ludo chartarum. 

AccsmÁtico. adj. Acusmatico; 
que experimenta a acusma- 
ta; ouvido imaginariamente 
(concerto cantor, etc.). 

Aclsmato. m. Acúsmata; ter- 
mo de physica para signifi- 



ADA 

ficar um ruido similhnute ao 
de muitas vozes humanas e 
instrumentos diilerentes que 
algumas pessoas julgam ou- 
vir nos ares. 

Acuso. m. (ant.) V. Acusación. 

Acística. /. Acústica*, theoria 
do som, sciencia que trata 
do som e do orgào auditivo. 
Sonorum sciencia. 

Acústico, ca. adj. Acústico; 
pertencente á theoria dos 
sons. Fertinens ad sonorum 
scientiam. 

AcuTAKGULO, adj. (gcom.) Acu- 
tangulo. Diz-se do triangnlo 
que tem todos os ângulos 
agudos. Acutangulus , a, 
um. 

Ad. prep. laf. (ant.) V. A. 

Ada. /. (ant.) Y. Fada. 

Adaca. /. Adaca; planta do 
Malabar, contra a cólica. 

Adad. m. (myt.) Adad ou Adod; 
Deus dos assyrios, que tinha 
por mulher Adargatis ou 
Atergatis. 

Adafika. /. Adafina; especie 
de guisado que os judeus 
usavam em Hespanha. Ju- 
daicum condimentam. 

AdactIo. m. Adagio; sentença 
breve, geralmente recebida e 
o mais das vezes moral. Ada- 
gium: — adv.'(mus.) ada- 
gio, termo italiano que signi- 
lica de vagar, descansada- 
mente; dos cinco movimen- 
tos fundamentaes da musica 
ê o mais leúto e pausado. 
Também se dá este nome á 
composição. Modus tempe- 
ratus in musicis. 

Adaguar, a. (ant.) V. Abre- 
var. 

Adahala./. (anf.) V. Adehala. 

Adala. /. (naut.) Dala; calha 
de tábuas sobre o convés do 
navio, por onde corre para 
o mar a agua que sáe da 
bomba. Exonerandce navi ca- 
rteais inserviens. 

Adalid, m. (T. árabe.) Adaii; 
cabo de guerra, a quem per- 
tencia guiar e conduzir o 
exercito por veredas e cami- 
nhos occuitos. Hoje dá-se 
este nome em Ceuta ao com- 
mandante de lanceiros. Du.t 
militinn ductor: — Adalid 
mayor; mestre de campo 
general, official da autiga 
milicia hespanhola. Magis- 
ter mililum. 



ADA 

Adalil. m. (arab. ant.jY. Ada- 
lid. 

Adajiadillo, da. adj. dim. de 
Adamado. 

Adamado, da. jjj. p. de Adamar 
e adj. Adamado, eífemina- 
do. Applica-se ao homem que 
tem acçòes ou feições de mu- 
lher. Feminea venustateprce- 
ãitus. 

Adamaxte. m. (anf.) V. Dia- 
mante. 

Adamaxtixo, na. adj. Adaman- 
tino. V. Diamantino. O pri- 
meiro tem mai,s uso na poe- 
sia. 

Adamar, o. (ant.) Amar apai- 
xonadamente. Vehementer 
amare: — 7-.fazer-sé delica- 
do, eufeitar-se, affeminar-se. 
Gracilem, vultu pene mtdie- 
bri fieri. 

Adamascado, da. adj. Adamas- 
cado, que imita o damasco. 
Opere damasceno distinctus. 

Adamascadoií,ra. s. Fabricante 
de damascos. Qui pannos 
hombycinos damasceni ope- 
ris fabricari curat. 

Adamascar, a. Adamascar, fa- 
bricar tecidos similbantes 
aos de Damasco. Opere Da- 
masceno texta distincta fa- 
bricare. 

Adamasqueria. /. Fabrica de 
damascos. Textrina panni 
bomhycini. 

Adámica, m. (geolog.) Adámi- 
ca; alluviào formada pelo 
refluxo. 

Adámico, adj. Adámico: ter- 
reno deposto pelo fluxo. 

Adamitas. m. (pi. h. eccl.) Ada- 
mitas; hereges que preten- 
diam imitar a nudez de 
Adam, e diziam que as mu- 
lheres deviam ser communs. 
Adamita, arvm. 

Adan. m. Adào; nome do pri- 
meiro homem. 

Adaponer a. (ant. for. do 11. 
d' Ar.) Apresentar; represen- 
tar, manifestar, exhibir. Ex- 
liibere. 

Adaptable, adj. Adaptável ; 
que pode adaptar-se, accom- 
modar-se. Quod adaptaripo- 
test. 

Adaptaciox. /. Adaptação; ac- 
çào e efteito de adaptar. Ac- 
commodatio. 

Adaptadamexte. adv. m. Ada- 
ptadamente ; accommodada- 
mente. Apie. 



ADA 

Adaptante, p. a. de Adaptar e | 
adj. Adaptante; que adapta. 
Adaptans, antis. 

Adaptar, a. Adaptar; accom- 
modar, ajustar, applicaí- uma 
cousa a outra. Usa-se tam- 
bera como reciproco. Aptarc, 
adaptare. 

Adapuesto, ta. p). p. irreg. de 
Adapjonere. 

Adae. m. (chron.J Adar; duo- 
décimo mez do anuo santo 
dos hebreus e sexto do civil. 
Tem vinte e nove días, e cor- 
responde em parte a feve- 
reiro e em paite a março, se- 
gundo o curso da lua. Duo- 
decimvs mensis hehrceorum. 

Adaraga./. (T. arahe, ant.JV. 
Adarga. 

Adaragarse. r. (ant.) V. Adar- 
garse. 

Adaraja. /. (arch.) Espora, 
dente ; pedra que sáe fóra da 
parede ¡Dará continuação. 
Dentes in ora, 2Kirietis reli- 
cti continuando operi. 

Adarame. m. (ant.) V. Adarme. 

Adarba. /. (ant.) Mina de oiro. 
Anrifodiita, fe. 

Adarce. ?;?. Adarce; salsugem, 
que se pega em o tempo da 
secca ás hervas, pedras e 
cannas que estào pelas bor- 
das das lagoas. Adarca, (v. 

Adarga./. Adarga; especie de 
escudo feito de couros do- 
brados; sua forma era quasi 
oval. Cetra, a'. 

Adárgama./, (ant.) V. Acemite. 

Adargar, a. Adargar; cobrir 
com adarga para defeza. Era 
também usado como recipro- 
co. Parma tneri. 

Ad ARQUERO, m. faní.^ Adarguei- 
ro; soldado armado de adar- 
ga; official que fazia adar- 
gas. 

Adarguilea. /. dim. de Adar- 
ga. 

Adarme, m. Adarme; a decima 
sexta parte de uma onça, ou 
metade de uma drachma. 
Sextarü dimidium. Entre os' 
árabes é nome genérico de 
qualquer dinheiro miúdo de 
prata; porém em particular 
o applicam a um pequeno 
dinheiro de prata como os 
antigos vinténs portugue- 
zes. Por adarmes; em pe- 
quenas quantidades, com 
mesquinhez. Parcissime. 

Adakmento.??i. (ant.J Amiento ; 
6 



ADE 

rebanho de gado vaccum. Ar- 
mentum, i. 

Adarticulaciox. /. (anat.) Ar- 
thródia; articulação frouxa 
dos ossos. 

Adarvar, a. (ant.) Pasmar, es- 
pantar, surprehender; atur- 
dir por luna surj^reza. Usa- 
se também como reciíiroco. 
Stupefacere. 

Adarve, m. Adarve ; espaço que 
ha no alto do muro e sobre 
o qual se levantam as ameias ; 
muro da fortaleza. Mari su- 
perior xxirs; momia. 

Adatáis, m. V. Adatis. 

Adatar, a. Datar: —registar, 
tomar nota de uma somma 
dada ou despendida. Eatio- 
nem expensi scriptotradere. 
Usa-se frequentemente como 
reciproco. 

Adatis. m'. (comm.) Adatis; 
musselina, teia de algodão 
ou caça das índias orientaes. 

Adaza. /. V. Saina. 

Adazilla. /. Variedade de tri- 
go candeal. Ador, cris. 

Adebdar. a. (ant.) V. Adeu- 
dar: obrigar a alguom com 
beneficios; ganhar-lhe u af- 
fecto. 

Adecexamiento. m. Acção e ef- 
feito de Adecenar. Partitio 
in decades. 

Adecenar, a. Contar por deze- 
nas. In decades j)artiri. 

Adecentarse, r. Ataviar-se; 
adereçar-se, compor-se. 
Exornari. 

Adecto. m. (med.) Adecto; se- 
dativo, calmante. Sedativus, 
a, um. 

Adecuación./. Adequação; ac- 
ção e effeito de adequar. Ada'- 
quatio, onis. 

Adecuadamente, adv. m. Ade- 
quadamente; opportunamen- 
te, competentemente, justa- 
mente, a proposito. Accom- 
modate, conrcnienter. 

Adecuado, da. p. j)- de Ade- 
cuar, c or//. Adequado; pro- 
porcionado, accommodado. 
Aptus, a, vm. 

Adecuar, a. Adequar; igualar, 
l^roporcionar, accommodar 
uma cousa a outra. Ada'- 
quare, mqitare. 

Adefagia. /. Adephagia; fome 
insaciável. Insaturahile ab- 
do7nen. 

Adéfago, adj. em. Adé^ihago; 
comilão, insaciável, voraz. 



ADE 37 

glutão. Gtdosus, kelluo, onis: 
— (myth.) sobrenome dado a 
Hercules. 

Adefesio, m. (/«??z.j Despropo- 
sito, disparate, extravagan- 
cia, falta de counexão no dis- 
curso. Insídsitas, inepitiee. 

Adefueea. adv. 1. (ant.) Por 
fóra : — s. ^íZ. suburbios, cir- 
cumvisinhancas de uma ci- 
dade, de uma A'illa. Suhur- 
hium, tirbi contigims ager. 

Adeganas. /. (pl. ant.) Limites 
das terras adjacentes a al- 
gum logar povoado. Ager 
adjacens. 

Adegaño, ña. adj. Adjacente; 
próximo, contermino. Adha:- 
rens, entis. 

Adehala. /. (T. árabe) Projii- 
na que se dá alem do preço, 
por que se compra ou vende 
alguma cousa: — gratifica- 
ção; emolumentos que se ti- 
ram de algum emprego ou 
cargo. Additum supra pacti 
pretium. 

Adehesado, m. Terra lavradia 
convertida em pastagem. 
Pascunm, i. 

Adehesamiento. in. Acção e ef- 
feito de Adhesar. Agri desi- 
gnatio pascendo pecori. 

Adehesar, o. Converter em pas- 
tagem alguma terra. Agriim 
jjascnis pecndum destinare. 

Adelantacion./. (ant.)\. Ade- 
lantamiento. 

Adelantadamente, adv. m. 
Adiantadamente ; com ante- 
cipação. Ante. 

Adelantadia. /. (ant.) V. Ade- 
lantado. 

Adelantadillo. adj. dim. de 
Adelantado: — vinho ma- 
duro; isto é, feito das uvas 
mais sazonadas. 

Adelantadísimo, ma. adj. svp. 
de Adelantado. 

Adelantado, da.^j. ^>. de Ade- 
lantar e adj. Adiantado; an- 
tecipado, prematuro, preco- 
ce. Anticipcdus, a, vm: — 
atrevido, imprudente, que 
não guarda a attenção c res- 
l^eito devido aos outros. Aii- 
dax, petulans: — m. (mil. 
ant.) governador de provin- 
cia com poder civil de cor- 
reição sobre os meirinhos, e 
com poder militar como ge- 
neral. Pro'fectus, proíses. Em 
Castella a dignidade de 
adiantado era táo grande. 



38 



ADE 



que as leis lhe outorgavam 
os mesmos direitos e rega- 
lias que aos chancelleres mo- 
res, aos almirantes, aos du- 
ques e aos presidentes do 
parlamento; era tamanha a 
sua jurisdicção que nos pre- 
goes e éditos se dizia : man- 
cla ElEey y el adelantado, 
etc. 

Adelantador, ka. s. Adianta- 
dor ; o que adianta, antecipa. 

Adelantamiento. in. Adianta- 
mento; acção e eííeito de 
adiantar. Progrcssio, onis: 

— a dignidade de presidente 
ou governador de provincia, 
e o territorio sobre o qual se 
estende a sua jurisdicção. 
Prefectura, m: — (fig.) pro- 
gi'csso em lettras, virtudes, 
honras, etc. Honoris, digni- 
tatis incrementum. 

Adelantar, a. Adiantar ; acce- 
lerar, avançar. Accelerare, 
festinare: — antecipar, v.g.,Si, 
paga,o salario. Anticipare: — 
ganhar a dianteira a alguém 
andando ou correndo; dei- 
xa-lo atrás. Pradre, proicur- 
rere. Usa-se ordinariamente 
como reciproco : — (fig-) au- 
gmentar, melhorar. Augere: 

— (fig.) exceder alguém, 
avantajar-se-lhe.Usa-se tam- 
bém como reciproco. Prcecel- 
lere: — (ant.) pôr ou levar 
adiante. Prceferre: — (fig.) 
aperfeiçoar, inventar, fazer 
descobrimentos. Inventis ar- 
tes et disciplinas liberales 
locupletarei et augere : — n. 
progredir nos estudos, na ro- 
bustez, melhoras, etc. In st'U- 
diis, virihus, morbi diminu- 
tione progredi. 

Adelante, adv. 1. Adiante ; no 
logar que se segue ou está 
depois. Ultra, ulterius: adv. 
t. no tempo vindouro ou jíara 
o tempo futuro. Postea. Usa- 
se ordinariamente com algu- 
mas partículas, como.- En 
adelante, de aqui, ó de alli 
en adelante: d'aqui ou d'ali 
cm diante. Postea. 

Adelanto, m. (fam.) Avanço; 
adiantamento de dinheiro ou 
de outra qualquer cousa. 

Adelfa./, (bot. T. árabe) Adel- 
fa ou loendro ; arbusto da 
familia das apocineas de 
Jussieu. A altura de seu 
tronco é de cinco a seis pés 



ADE 

e as folhas pela maior parte 
tornadas, assimilham-se ás 
do loureiro, porém são mais 
estreitas e menos lustrosas, 
conservando-se todo o anno; 
as flores são de còr de rosa 
ou brancas, numerosas e dis- 
jiostas em grandes racimos, 
abrindo-se umas depois de 
outras. Este arbusto é ori- 
ginario da Asia e cultiva-se 
nos paizes meridiouaes da 
Europa; é planta venenosa. 
Nerium, rhododaphne, rho- 
doãendros. 

Adelfal, m. Adelfal; terreno 
plantado de adelfas. Locas 
neriis consitus. 

Adelfilla. /. Trovisco; ar- 
busto que cresce até tres 
pés de altura, lança desde 
a raiz varas cl\eias de fo- 
lhas de um verde escuro e 
lustrosas, que conserva todo 
o anno. JDaphne laureola. 

Adelgazador, RA. s. Adcigaça- 
dor; o que adelgaça. Atte- 
nuans, antis. 

Adelgazamiento, m. Adelga- 
çamento; acção e efteito de 
adelgaçar. Attenuatio, onis. 

Adelgazar, a. Adelgaçar; fa- 
zer ou tornar delgada algu- 
ma cousa. Attenuare: — sub- 
tilisar, purificar, tornar mais 
fluido, mais delgado, menos 
grosso. Acutissime investiga- 
re: — (ant.) diminuir, aca- 
nhar, apoucar. Attenuare, 
immiauere: — (fig-) discor- 
rer, pensar com subtileza. 
Subtilius de aliqua re disser e- 
re, cogitare: — r. adelgaçar- 
se, fazer-se delgado, emma- 
grecer. Tenuari, macrescere: 
— r. polir-se, tornar-se mais 
cortez, mais delicado. Exor- 
nare se lepidis moribus. 

Adeliñar. a. (ant.) Alinhar; 
ornar, compor. Exornare, 
componere: — emendar, cor- 
rigir algum erro ou defeito. 
Aliquíd emendare : — j-. (ant.) 
V. Atinarse, 

Adelino, r. (ant.) V. Aliño. 

Adelitas. m. pi. Adelitas; co- 
nhecidos na historia joelo no- 
me de Almogageus, raça des- 
cendente dos mouros, que 
fazem profissão de adivinhar 
pelo vôo c cauto das aves. 
Augur, auspex. 

Adema. /. (min.) Escora ; espe- 
que, paus com os quaes se 



ADE 

esteiam as minas, a fim de 
proteger os trabalhos inte- 
riores das mesmas. In fodi- 
iiis trabs, qiia fornix inniti- 
tur. 

Ademador, m. (min.) Obreiro, 
que faz ademas para as 
minas. 

Ademan, m. Ademan; gesto, 
signal Com que se manifesta 
o gosto ou desgosto, ou qual- 
quer outro aítecto da alma. 
Gestus, actio : —En ademan, 
mod. adv. ; em attitude. Cum, 
gestu. 

Ademar, a. (min.)Y. Apunta- 
lar. 

Además, adv. Demais. Prcete- 
rea: — (ant.) com excesso. 

Ademe, m. (min.) Ademe; tabua- 
do, ou peça de madeira com 
que se seguram os trabalhos 
cie uma mina. Tabúlala tra- 
bihus excipiendi. 

Adementado, da. adj. Demen- 
tado ; que perdeu o juizo. De- 
mens, entis. 

Adementar, a. Dementar; ti- 
rar alguém do seu siso. Ali- 
quem de mente deturbare: 
— 71. cair em demencia, per- 
der a cabeça. Insanire. 

Ademonia./. Ademonia; agita- 
ção extrema. 

Adenacanto. /. (bot.) Adena- 
canto; genero de acantha- 
ceas. 

Adenaljia. /. (med.) Adenal- 
gia; dor nas glândulas. Mor- 
bus glandularum. 

Adenáljico, adj. (med.) Ade- 
nalgico ; que i^ertence á ade- 
ualgia. 

Adenenfraxia. /. (med.) Ade- 
nemphraxia; embaraço das 
glândulas. 

Adenitis. /. (med.) Adenites; 
iuflaiamação das glândulas. 

Adenoftalmia. /. (med.) Ade- 
nophíhalmia ; inflammação 
das glândulas das paq^ebras. 

Adenografia./. (anat.) Adeno- 
graphia; adenologia, descri- 
2Jção das glândulas. 

AdenogrÁfico . adj. (anat.) Ade- 
nographico; que respeita á 
adenographia. 

Adenografo. m. (anat.) Ade- 
nographo; que descreve as 
glândulas. 

Adenolojia. /. (anat.) Adeno- 
logia; sciencia que trata das 
glândulas. 

Adenolojico. adj. (anat.) Ade- 



ADE 

nogico; que tem relação com 
a adenologia. 

Adenoncóse. /. (meã.) Adenon- 
cose', tumor glanduloso. 

Adenoso. adj. (anat.) Adenoso, 
glanduloso. Glandulosus, a, 
um. 

Adexostema. m. (hot.) Adeiios- 
tema ; planta da familia das 
corymbiferas. 

Adexóstilo. m. (hot.) Adenos- 
tylo; planta da familia dos 
tussilagos. 

AoENosTOMÍA.y. fa?mí.J Adenos- 
tomia; dissecção das glân- 
dulas. 

AdeSostómico. adj. (anat.) Ade- 
nostomico; que diz respeito á 
adeuostomia. 

Adensar, a. (ant.) Adensar; 
condensar, fazer ou tornar 
mais denso. Addensarc. 

Adentellak. a. Morder, aper- 
tar ou ferir com os dentes. 
Dentes fig ere: — (fig-) mur- 
murar; censurar; satj'risar; 
maldizer. Áliqncm notare: 
— (arch.) Adentellar una pa- 
red: dentear uma parede, 
isto é, deixar-lhè pedras de 
espera para a continuar. 

Adentro, axlv. l. Adentro; no 
interior. Também se usa fi- 
guradamente. Intro: — (fam . 
fig.) De botones adentro: in- 
teriormente. Intiis: — (fam. 
fig.) Ser mvf/ de adentro: ter 
intima familiaridade e con- 
fiança em alguma casa. In- 
timiorem esse alicui magis 
familiar em : — m. pi. o foro 
interior, o grito da consciên- 
cia. Interiora animi. 

Adepto, adj. Adopto; iniciado 
nos inysterios de uma sei- 
ta ou associação particulai*, 
e com especialidade sendo 
clandestina. Adeptns, a, um : 
— (alch.) o que se occupa na 
arte de transmutar os me- 
taes. Qui meiallo transfor- 
mat. 

Aderar, a (ant.) Taxar, ava- 
liar. Alicui rei pretiv.m fa- 
ceré. V 

Aderezamiento. m. (ant.) Adc- 

reçamento. V, Aderezo. 
Aderezar, a. Adereçai-, enfei- 
t,ar, ornar, compor, aceiar. 
E também usado como reci- 
proco. Ornare, adornare: — 
guisar a comida, aduba-la, 
tempera-la. Cibus condire: 
— dispor ou preparar. Usa- 



ADE 

va-se também como recipro- 
co. Prce2)a}-are, se ptarare: 
^-frtní.j dirigir, encaminhar. 
E também usado como neu- 
tro. Dirigere. 
Aderezo, m. Adereço; adorno, 
enfeite, ornato. Apparatus, 
ornatus: — preparo, lustre 
que se dá aos estofos. Gum- 
mi telis poliendis: — condi- 
mento com que ^e tempera 
alguma comida. Condimen- 
tum, i: — ornato de oiro, 
prata ou qualquer genero de 
pedras jn-eciosas cem que as 
mulheres se adornam. Orna- 
mentum muliebri : — preven- 
ção, disposição do que é ne- 
cessário e conveniente para 
qualquer cousa. Dispositio, 
onis: — Aderezo de caballo; 
os apparelhos do cavallo. 
Ephip)pium, i : — Aderezo de 
casa; alfaias, mobilia. Su- 
pellex, ctilis: — Aderezo de 
mesa: serviço de mesa. Fer- 
culus, i: — Aderezo de espa- 
da, daga, ó espadín, os pu- 
nhos da espada, guarda mão. 
Capuli ornatus. 
Adeeka. /. Gorra ; corda de jun- 
co ou de esparto com que se 
apertão engace no lagar.PaZ- 
mula ex juncis, sive spartis 
contexta: — (us. no R. d'Ar.) 
especie de cesto chato feito 
de esparto que serve de met- 
ter as azeitonas a espremer 
no lagar. Corbis is. 
Aderredok. adv. m. (ant.) A der- 
redor. V. Al rededor. 
Adeshora. adv. t. A dehora, ou 
a deshoras; fóra de horas. Jm- 
íemjKsfivh :— repentinamen- 
te, de improviso. Súbito. 
Adestrabo, da. p. p. de Ades- 
trar. Adestrado: — adj. (br.) 
Applica-se ao escudo qiie do 
lado direito tem algum bra- 
zào particular, c também ao 
brazào principal que tem ou- 
tro á direita. Dextrorsum in- 
signitus. 
Adestrador, ra. s. Adestrador, 
que adestra. Exercitator, 
magisier, ductor. 
Adestramiento. m. Adestra- 
mento; acção e efteito de 
adestrar. Exerciiatio, in- 
structio. 
Adestranza. /. (ant.)Y. AcTes- 

iramiento. 
Adestrar, a. Adestrar; ensi- 
nar, instruir, exercitar, fa- 



ADH 



39 



zer destro. Instruiré, exerci- 
tare: ■ — guiar, encaminhar, 
conduzir. Dirigere, manudu- 
cere: — r. adestrar-se, exer- 
citar-se. Exercer e se in ali- 
qua re. 
Adeudado, da. adj. Endivida- 
do; que tem dividas, ^re 
alieno demersus: — (ant.) 
obrigado, reconhecido por 
um beneficio ou por outro 
qualquer m.otivo : — Officio, 
aut beneficio devinctus: — 
]}. p. apparentado. Cogna- 
tio7ie conjunctus, a, um. 
Adeudamiento, m. Acção e ef- 

feito de Adeudar. 
Adeudar, a. Debitar, nas alfan- 
degas, os direitos de imjjor- 
taçâo e exportação das mer- 
cadorias. Vectigalium debi- 
torem esse: — n. (ant.) apa- 
rentar, contrahir parentesco. 
Consanguineum esse, affinem 
fieri: — n. (ant.)Y. Obligar, 
Exigir: — r. individar-se, 
contrahir dividas, ^s alie- 
num contrahere. 
Adeudo, m. Aduana; direito 
que as mercadorias pagam 
nas alfandegas por entrada 
c saída. 
Adevinacion. m. V. Adivina- 
ción. 
Adevinadeko, RA. ttdj. (ant.) 
Adivinhadeiro ; que pertence 
ao adivinho. 
Adevinanza. /. V. Adivinanza. 
Adevinar. o.V. Adivinar. 
Adevino, na. s. V. Adivino. 
Adexar. n. (ant.)Y. t)ejar. 
Adheala. s. Propina de hortali- 
ça e legumes que o rendeiro 
de imia horta está obrigado a 
dar ao proprietário alem da 
renda. 
Adherecer, o. (ant.)Y. Adhe- 
rir. 
Adherencia./. Adherencia; en- 
lace, connexão, parentesco. 
Necessitudo, congnatio, affi- 
nitas: — (med., termo de pa- 
tliologia) união produzida 
por causa accidental de al- 
gumas partes do corpo, que 
naturalmente deviam estar 
separadas ; o que succede em 
varios casos, como quando o 
pulso está adherente ao dia- 
phragma e ás ijaredes do 
thov&x. Aãhcesio, onis: — Te- 
ner adherencias ; ter amigos, 
parentes. Amicitiis, necessi- 
tudinibus vti. 



40 



ADI 



Adherente. p. a. de Adherir. 
Adhereiite ; que adhere : — 
aclj. que está connexo e unido 
a alguma cousa. Adhcerens, 
eittis : — s. (pl.) petrechos, 
requisitos ou instrumentos 
para alguma cousa. Appa- 
ratiis, lis : — m. amigo, pa- 
rente, ou aquelle que é li- 
gado a outro por algum res- 
peito ou dependencia. Aliciii 
gratus. 

ADHEraR. n. Adherir; estar 
unido a alguma cousa. Ad- 
hcvrere : — encostar-se, arri- 
mar-se ao partido ou pare- 
cer de outro. Stare civm cdi- 
quo; sententia alicujtis adhce- 
rere. 

Adhesión. /. Adhesao; união, 
apego, adherencia, acção de 
adherir. Adhcesio, onis. 

Adhesivo,va. adj.fcir. cpliarm.) 
Adhesivo; que tem a pro- 
priedade de adherir. Adlm- 
rescens, entis. 

Adhortar, a. (ant.) Adhortar, 
V. Exhortar. 

Adiado, da. p. p. de Adiar, e 
adj. Adiado, dia prefixo e 
api-asado para a execução de 
alguma cousa. Dics prcesti- 
tuta. 

Adiafa. /. (ant.) Refresco que 
se costuma dar nos portos 
ás embarcações quando che- 
gam. Miinus, regales. 

Adiáfano, na. adj. Adiaphano, 
que não é transparente. Quocl 
non translvcidum est. 

Adiafero. adj. V. Indiferente. 

Adiaforesis./. (med.) Adiapho- 
resis ; suppressão da transpi- 
ração cutânea. 

Adiaforia./. V. Indiferencia. 

Adiamantado, da. adj. Adia- 
mantado; da natureza, pro- 
priedade ç accidentes do 
diamante. Adamantinus, a, 
um. 

Adiamantar, a. Cobrir de dia- 
mantes. Adamantihus tegere. 
Usa- se também como reci- 
proco : — (fig.) converter em 
A\?imM\i(i.Inadamantemcon- 
vertere. Tambcm se usa co- 
mo reciproco. 

Adiamiento. m. (ant.) Adia- 
mento; acção e cffeitu de 
adiar, aprasamento de dia. 
Dilatio, onis. 

Adiano, na. adj. ant.\. Hon- 
rado. 

Adiab. a. (ant.) Adiar; fixar, 



ADI 

aprasar dia. Diffcrre, pro- 
crastinare. 

Adición./. Addição; augmento 
que se faz a qualquer cousa. 
Additio, onis : — nota, obser- 
vação que se poe nas contas. 
In rationihus exigendis ani- 
mmlversio : — (arifli.) a pri- 
meira das operações arith- 
meticas a que commummente 
se chama somma. Additio, 
prima arithmetices operatio: 
— (for.) Adición de la heren- 
cia: addição, aceitação da 
herança. Additio hccrediia- 
tis. 

Adicionador, ra. .s. Addiciona- 
dor; o que addiciona. Ad- 
dcns, adjiciens. 

Adicional, adj. Addicional; que 
é ou deve ser addicionado. 
Addititius. 

Adicionamiento. in. Addiciona- 
racnto; acção e eíl'eito de 
addicionar. 

Adicionar, a. Addicionar; 
acrescentar, ajuntar : — fazer 
addições. Addere, augere. 

Adicto, ta. adj. Addicto; de- 
dicado, muito inclinado a al- 
guém, ou a alguma cousa, 
apegado, aferrado. Devotas, 
deditus. 

Adieso. oâv. (ant.) Logo; imme- 
diatamente, no mesmo in- 
stante. Eodem puncto iempo- 
ris. 

Adiestramiento, m. V. Ades- 
tramiento. 

Adiestrar, a. V. Adestrar. 

Adietar, a. Adietar; pôr em 
dieta, ordenar o regimen de 
viver com parcimonia no co- 
mer e beber, ^grum cibo 
ahstinere; diceiam prcescri- 
here. 

Adinamia./. (med.) Adynamia ; 
debilidade, fraqueza, decai- 
mento, jírivação das forças. 
Dehilitatio, onis. 

Adinerado, i>a, adj. Adinhei- 
rado ou endinheirado; pro- 
vido de dinheiro, rico. Pe- 
ciiniosus, bene nummatns. 

Adinerar, a. Enthesourar ; 
amontoar dinheiro; juntar 
riquezas. Pecmiiam conge- 
rcre, accumidarc: — r. enri- 
quccer-se. Ditcscere. 

Adintelado, da. adj. (arch.) 
Alongado ; que passa a linha. 
(Diz-se do arco.) Arctis ni- 
mium protcnsus, et fere pla- 
nus. 



ADI 

Adiós, m. Adeus; saudação de 

despedida. Vale. 
Adiposo, sa. adj. (anat.) Adi- 
poso; que contém ádipe ou 
gordura. Adipatus, pinguis. 
Adir. a. (for.) Adir; aceitar a 
herança. Hereditatem adire: 
(ant. do R. d' Ar.) Distribuir, 
repartir. Dividere. Partiri. 

Aditamento, m. Additamento, 
addição; acrescentamento, 
o que se ajunta ao contexto 
da escriptura. Additio, onis. 

Aditicio, cia. adj. (ant.) Acres- 
centado. Additus, a, um. 

Adito. m. Adyto; o mais inte- 
rior, secreto e sagrado do 
templo dos gentios. 

Adiva. /. V. Adíve. 

Adivas./. pl. (alveit.) Vivulas; 
doença dos cavallos, que con- 
siste no enfartamento das 
glândulas debaixo da queixa- 
da inferior. Struma', arum. 

Adíve. m. (h. n.) Adibe; cha- 
cal; quadrúpede congenere 
do lobo; é similhantc ao cão 
na sua forma e inclinações; 
vive occulto de dia e reunido 
com os outros da sua espe- 
cie, e caça de noite pequenos 
■ animaes e aves de que faz o 
seu principal sustento. E na- 
"tural da Asia e Africa, e do- 
mestica-se facilmente. Vena- 
torius canis africus vulpina 
cauda. 

Adivinarle, adj. Adivinhavel ; 
que se pode adivinhar. Quoã 
potest esse divinatum. 

Adivinación. /. Adivinhação; 
acto ou faculdade de adivi- 
nhar. Divinatio, onis. 

Adivinador, ka. s. Adivinha- 
dor; o que adivinha. "Faiei, 
hariolus. 

Adivinajo. m. fam. V. Acertijo. 

Adivinamiento. m.\. Adivina- 
ción. 

Adivinanza. /. V. Adivinación. 

Adivinar, a. Adivinhar ou Ade- 
vinhar; saber o que está por 
vir, predize-lo; conhecer o 
que ó occulto. Divinare, va- 
ticinari: — decifrar, resol- 
ver, interpretar algum eni- 
gma. yEn iga solvere : — Adi- 
vinar com el dedo: — adivi- 
nhar com o dedo; expres- 
são irónica que significa o 
mesmo que descobrir o que 
está claro e manifesto. Visu 
patentar agnitum ne conjice: 
Adivina quien te dio : — adi' 



ADJ 

vinha quem te deu, loe. proi\ 
tomada do jogo da cabra 
cega, com a qual se indica 
que nào é i:)ossivel saber 
quem fez alguma cousa. 

Adivinativo, VA. adj. Que é 
próprio para adiviíiliar. Bcs 
apta ad divinando. 

Adivinatorio, kia. adj. Que se 
refere á adivinhação. 

Adivino, na. s. Adivinho; o que 
adivinha. Divinus, liariolus: 
o que por conjecturas infere 
o que ha de succeder. Conje- 
cfor, oris : — Advino de Mar- 
chena, que el sol puesto, el 
asno á la sombra queda; 

. Adivinho de Marchena, ape- 
nas é sol posto, o burro á 
sombra fica; rif. com que se 
faz mofa dos que dizem uma 
cousa como por luysteriosa, 
quando já todos a sabem. 

Adjetivación. /. (gram.) jMa- 
neira de appropriar os ter- 
mos de um discurso, e de 
concordar o adjectivo com o 
substantivo. Concordia vcr- 
borum, vel vcrborum con- 
structio. 

Adjetivamente, mlv. m. Adje- 
cti vãmente; á maneira ou 
forma de adjectivo. Rei signi- 
jicandiG aliquid adjiciendo. 

Adjetivar, a. (gram.) Adjecti- 
var; ajustar, concordar uma 
cousa com outra, como na 
grammatica o adjectivo com 
o substantivo. Concordem 
efficere. 

Adjetivo, m. (gram.) Adjecti- 
vo, nome que se íijunta a al- 
gum substantivo para lhe 
determinar a qualidade. O 
adjectivo não pode por si só 
estar na oração, precisa de 
um substantivo expresso ou 
occulto para lhe determinar 
a qualidade ou a quantidade. 
Adjectivum nomen. 

Adjudicación./. Adjudicação; 
acção e effeito de adjudicar. 
Adjudicatio, onis. 

Adjudicador, ra. adj. Adjudi- 
cador; o que adjudica. 

Adjudicamiento. m. V. jídjudi- 
cacion. 

Adjudicar, a. (for.) Adjudicar ; 
determinar que alguma cou- 
sa pertence a alguém. Adju- 
dicare, addicere: — r. appro- 
priar- se, arrogar-se, attri- 
buir a si alguma cousa. Ali- 
quid sibi arrogare. 



ADM 

Adjudicativo, va. adj. Adjudi- 
cativo, que adjudica. 

Adjunto, ta. adj. Adjunto; 
junto, unido a outro, ou a 
alguma cousa. Adjunctus, a, 
um: — m. (gram.) Y . Adje- 
tivo : — V. Aditamento : — 
(¡yl.) juizes que jjara exame 
de uma causa se deputam 
para companheiros d'aquelle 
a quem toca sentencia-la. 
Judices advocati, adjimcti. 

Adjuradle, adj. (ant.) Appli- 
cava-se á pessoa ou cousa 
pela qual se podia jurar. Ad- 
jurandus, a, um. 

Adjuración. 7n. (ant.). Adjura- 
çâo. V. Conjuro : — (ant.) V. 
Imprecación. 

Adjurador. m. (ant.) V. Con- 
jurador ou Exorcista. 

Adjurar a. (ant.) Adjurar; ro- 
gar, pedir com instancia. 
Flagitare. 

Adjutor. m. (ant.) Adjutor; o 
que ajuda. Adjutor, oris. 

Adjutorio. m. (ant.) Adjutorio. 
V. Ajuda, Auxilio. 

Ad libitum. (loc. adv. lai.) Ad 
libitum; á vontade; como se 
quer, como agrada. 

Adminicular, o. (for.) Ajudar, 
soccorrer, assistir. Juvarc, 
adjurare opem, auxilium 
ferre. 

Adminículo, m. Adminiculo; 
ajuda, amparo, soccorro, 
apoio, tudo o que serve de 
auxilio a alguma cousa ou 
intento. Adminiculum, i. 

A DMINISTRACION./. Admiuistra- 
ção ; acção e effeito de admi- 
nistrar ou governar e reger 
alguma cousa. Administra- 
tio, onis: — o emprego de ad- 
ministrador. Administrandi 
múnus: — a casa onde o ad- 
ministrador e seus subordi- 
nados exercem o seu emprego. 
Administrationis officina : — 
En administración ; em ad- 
ministração; mod. adv. que 
se usa, fallando do governo 
dos bens de um menor ou 
de outra pessoa que não pode 
administra-los. Sub admi- 
itistratione. 

Administrado, da. p- p. de Ad- 
ministrar e adj. Administra- 
do; regido, governado. Ad- 
ministratus, a, um. 

Administrador, ra. s. Adminis- 
trador, o que administra, 
rege ou governa. Adminis- 



ADM 41 

trator, oris: — nasordens mi- 
litares, o cavalleiro professo 
que se encarrega da com- 
menda que gosa pessoa in- 
cajDaz de possui-la, como mu- 
lher, menor oucommunidade. 
Militaris censzis ad^iinis- 
trator : Administradorcillos, 
comer en plata y morir 
en grillos: — administra- 
dorzinhos, comer em prata 
e morrer em grilhos ; rif. que 
se applica aos que ostentam, 
gastando das rendas alheias 
que administram, e vem de- 
pois a morrer na cadeia ou 
em miseria. Procuratorem 
laute viventem, vincula mo- 
rienfem manent. 

Administrar, a. Administrar; 
governar, reger, dirigir al- 
guma cousa, como a fazenda, 
a republica, etc. Adminis- 
trare, guúernare: — servir 
ou exercer algum cargo ou 
emprego. Múnus exercer e: 
— mal; prevaricar. Violare. 

Ad>unistrativamente. adv. m. 
Administrativamente; por 
meios administrativos. 

Administrativo, adj. Adminis- 
trativo, de quem administra ; 
cargo da administração. Ad- 
ministrai ivus, a, um. 

AdministratoriOjRIa.okZj. (/or.J 
Pertencente á administração 
ou ao administrador. Ad ad- 
ministrai ionem pcrtinens. 

Administro, m. (ant.) Adjunto; 
o que ajuda ou serve em al- 
gum cargo o emprego a ou- 
tro. Adjutor, oris. 

Admirable, adj. Admirável, 
dig^no de admiração. Admi- 
rabilis, mirus. 

Admirablemente, adv. m. Ad- 
miravelmente; maravilhosa- 
mente, com admiração, opti- 
mamente. Admi rabil iter, in 
aãmirabilem modum. 

Admiración./. Admi ração; sur- 
preza causada pela vista ou 
consideração de alguma cou- 
sa extraordinaria ou ine.spe- 
rada. Admiratio, onis: — 
(ortli.) signal com que se 
nota uma sentença ou clau- 
sula admirativa. Aduiiratio- 
nis nota. Es una admira- 
ción — é uma admiração; 
loc. com que se pondera 
a perfeição de alguma 
cousa. 

Admirado, da. p. p)- de admi- 



42 ADM 

ray e adj. Admirado; clieio 
de admiração, maravilhado. 
Admiralus, a, um. 

Admirador, ka. s. Admirador; 
o que ou a que admira, ou 
se admira. Admirator, ad- 
miratrix. 

Admiraxdo, da. adj. (ant.) Ad- 
mirando ; maravilhoso, diguo 
de ser admirado. Mírandus, 
a, wn. 

Admirante, p. a. de Admirar. 
Admirante, que admira. Ad- 
mirans, antis. 

Admirar, a. Admirar; causar 
admiraçào. Aliquem ad ad- 
mirationem traducere: — 
olhar, considerar a,lguma 
cousa com admiração. Usa- 
se também como reciproco. 
Mirari. El templo de San 
Fedro admira á quantos Ic 
véu; o templo do S. Pedro 
causa admiração a quantos 
o vêem. 

Adjiirativamekte. adv. (ant.) 
V. Admirablemente. 

Admirativo, va. adj. (cpit.) Ad- 
mirativo ; que causa admira- 
ção. Admirationem movens : 

— admirado, maravilhado. 
Miratiis, a, wn. 

Admiromanía. /. Admiroma- 
nia; mania de tudo admirar. 

Admisible, adj. Admissível ; 
que pôde admittir-se, capaz 
ou diguo de admittir-se. Ad- 
mitf.i dAgnus. 

Amiisiox. /. Admissão; acção 
e effeito de admittir; rece- 
pção, acção pela qual se é 
admittido. Recepiio, coopta- 
tio. 

Admitido, da. p. pt- de Admitir 
e adj. Admittido ; que se ad- 
mittiu. Com os adverbios 
lien ou mal equivale a hicn 
ó mal (Quisto ó recebido: bem 
ou mal quisto ou aceito. 
Benh vel malc acceptus. 

Admitir, a. Admittir; receber, 
dar logar ou entrada. Admit- 
iere: — aceitar. Acaipere: 

— permittir, eoffrer ; e n'este 
sentido diz-sc: Esia causa 
no admite dilación: — esta 
causa não admitte ou soíFre 
dilação. Pati: Admitir la 
oferta; pegar na palavra, 
aceitar a proposta apenas 
feita. Fidem accipcre. 

Admonición. /. Admoestação; 
advertencia, aviso, conselho. 
Admonitio, animadversio: — 



ADO 

(ant.jY. Amonestación, Pro- 
clama. 

Admoííitar. a. Admoestar; ad- 
vertir, avisai". Admonere. 

Admonitor, to. (ant.) Admoni- 
tor ou admoestador; o que 
admoesta ou reprehende. 
Emprega-se apenas para de- 
signar certo genero de dire- 
ctores que havia em muitas 
ordens religiosas de Hespa- 
nha. Monitor, oris. 

Adnado, da. s. (ant.) V. Alna- 
do, Entenado. 

Adnata./, (anat.) Aduata; tú- 
nica exterior do olho, ou cou- 
junctiva: Oculi túnica exte- 
rior. 

Adkotacion. /. Sêllo papal fir- 
mado em algumas conces- 
sões. Signum summi ponti- 
ficis. 

Adó. adv. l. (ant.) Y. Adonde. 

Adobadillo. m. dimin. de Ado- 
bado. 

Adobado, da. adj. Adubado. V. 
Curtido: — m. carne do lom- 
bo do porco posta, em adubo. 
Suilla. Caro, muriâ et aceto 
condita: — (ant.) guisado, 
iguaria. Dapcs, cihus. 

Adobador, RA. s. Adubador; o 
que aduba. Conditor, oris. 

Adobamiento. j?i. Acção e effeito 
de Adobar. 

Adobar, a. Adubar; guisar; 
temperar a comida com adu- 
bos. Condire: — pôr ou dei- 
xar em adubo as carnes e 
outras cousas para conserva- 
las e dar-lhes sabor. Carnes, 
et aliaquce in usum reponun- 
tur, muria condire : — curtir, 
preparar as pelles para di- 
versos usos. Pelles subigere, 
macerare: — (ant.) V. Pa- 
ctar, Ajustar: — (fig-) corri- 
gir, reformar, emendar. Cor^ 
rigere, emendare. 

Adobe. m. Adobe; especie de 
ladrilho ou tijolo grosso que 
se não coze ao fogo, mas é 
secco ao sol, e misturado 
com algumas palhas, para 
que se consolide. Later cru- 
clus. 

Adobera./. Molde para fazer 
adobe: — obra feita de ado- 
bes. Opus cx lateribus . cru- 
dis. 

Adobería. /. Logar onde se fa- 
zem adobes. Locus fingendis 
lateribus aptus: — V. Fene- 



ADO 

Adobío. to. faíií.JAdubio; con- 
certo, reparo. Beparatio, 
onis: — (ant.) Y. Adorno^ 
Adobo, m. Adubo; molho com- 
posto de vinagre, sal, alhos 
e pimentão, que serve para 
dar gosto e conservar as car- 
nes, especialmente a de por- 
co ; molho de vinha d'alhos. 
Chama-se também assim a 
qualquer especie com que se 
aduba o comer para o fazer 
inais gostoso e agradável ao 
paladar. Condimentum ex 
aceto et aromatibus, cibis 
diutius servandis: — mistura 
de varios ingredientes para 
curtir as pelles ou dar lus- 
tro e corpo ás telas. Mistur- 
rte qucedam pellibus mace- 
randis: — enfeite, cor posti- 
ça de que usam as mulheres. 
Fucus midiebris : — (ant.) Y. 
Adorno: — (a7it.) ajuste, 
Conventum, i. 

Adocenado, da. adj. Commum ; 
vulgar, de que ha abun- 
dancia. Communis, vulgaris. 
Poeta adocenado : poeta das 
dúzias. 

Adocenador. m. O que arru- 
ma ou colloca por dúzias. 
Qui in duodenario numero 
ordinat. 

Adocenamiento. m. Acção e ef- 
feito de Adocenar. 

Adocenar, a. Arrumar por dú- 
zias alguns géneros ou mer- 
cadorias. Mercês in duode- 
narios fasces distribidas re- 
poner e: — comprehender, 
contar, collocar alguém en- 
tre gente de menos qualida- 
de. Vtdgo ad numerare, ad- 
scribere. 

Adocir. a. (ant.)Y. Llevar, Te- 
ner, Conducir. 

Adoctrinar, a. Y. Doctrinar. 

AooLECENTE.p.a. (ant.)Y. Ado- 
leciente. 

Adolecer, n. Adoecer; enfer- 
mar, caír doente; padecer 
molestia ou achaque. Tnmor- 
bum cadere: (fig-) estar ex- 
posto a qualquer paixão vio- 
lenta. Adolecer de amor, 
adoecer de amor, affeicoar- 
se por extremo a alguém. 
Alien jus amore affici: — a. 
(ant.) causar doença ou en- 
fermidade : — r. condoer-se, 
affligir-se, compadecer-se. 
Candolere. 

Adoleciente, p. a. (ant.) de 



ADO 

Adolecer, que cae doente, 
que adoece. 

Adolescencia./. Adolescencia; 
periodo da vida, desde qua- 
torze a vinte e cinco anuos, 
em que o organismo chega a 
desenvolver-se plenamente 
em altura ^juventude, moci- 
dade. Adolescentia, 'piihes, 
jiiventus. 

Adolescente, adj. Adolescen- 
te; que está na adolescencia. 
Adolescens, entis. 

Adolia. /. (bot.J Adólia ; jilan- 
ta do Malabar, própria para 
facilitar o parto. 

Adolorido, adj. Triste, afflicto. 
V. Dolorido. 

AnojnciLiADo.ar?/. Domiciliado; 
que tem o seu domicilio em 
algum logar. Certam sedem 
habcns. 

Adomiciliarse, r. V. Domici- 
liarse. 

Adonado, da. adj. (ant.) Dota- 
do ou cheio de dons do céu. 
Ornatus Dei muneribus. 

Adonaí. m. Adonaí; nome do 
senhor da casa dos hebreus. 

Adonarse. r. (ant.) Accommo- 
dar-se, conformar-se. Ad ali- 
quid se acommodare, confor- 
mare. 

Adonde, adv. 1. Aonde. Ubi? 
— V. Donde: Adonde bue- 
no? De donde ííicho.^ Expres- 
são familiar ou maneira de 
perguntar com amabilidade 
a alguma pessoa, onde ella 
vae ou d'onde vem. Quò? 
%inde ? 

Adonicida. /. (poet.) Adoui- 
cida ; epitheto dado a Marte 
por ter morto a Adonis. Este 
termo é pouco usado. Ado- 
nidis occisor. 

AnÓNico. adj. (poet.) Adonico; 
nome de Sm verso grego e 
latino, que consta de dois 
pés, um dactylo e outro es- 
pondeo; usa-se no fim de 
cada estrophe das odessaphi- 
cas. Adonicus. 

Adonio. m. (poet.) Adónio.V. 
Adonico. 

Adónis. 77?. Adonis; mancebo 
formoso e elegante. Este no- 
me é tirado da mythologia. 
Adonis, pulclierrimus. Es un 
Adonis; é um Adonis. He- 
cho un Adonis; feito um Ado- 
nis; adamado. Po«e?-se /iec//o 
un Adonis, ó como iin Adó- 
nis; adamar-se. Applica-se 



ADO 

ironicamente ao homem que 
se prepara com aífectaçào. 

Adopción./. Adopção; acção e 
effeito de adoptar. Adoptio, 
onis. 

Adoptable, adj. Adoptavel; 
que se pode adoptar. Quod 
adoptar i potest. 

Adoptación. /. V. Adopción. 

Adoptador,, ra. s. O que ado- 
pta. Adoptator, cris. 

Adoptante, p. a. de Adoptar. 
Adoptante ; o que adopta ou 
perñlha. Adoptans, antis. 

Adoptar, a. Adoptar, perfilhar. 
Aliquem adoptare; filium 
adscribere: — (fig-) Recebe^ 
ou admittir alguma doutri- 
na, parecer ou opinião, ap- 
provando-a ou seguindo-a. 
Admitiere, sequi : — enxertar. 
Inserere. 

Adoptivo, va. adj. Adoptivo ; 
perfilhado, tomado e admit- 
tido por filho próprio. Ado- 
pticus, a, um. 

Adüquiee. adv. 1. (ant.) Em 
qualquer logar, onde quer 
que seja, em toda a parto. 
Quoquo. 

Adoqueera. adv. 1. (ant.) V. 
Acloquier. 

Adoqlin. m. Lagem ; pedra qua- 
drilonga de cantaria, que 
serve para os pavimentos. Si- 
lexquadratnsannectendo pa- 
vimento lapidibus strato: — 
jíl. pedras grossas do meio 
de uma calçada por onde pas- 
sam os carros. 

Ador. m. Tempo limitado para 
regar em todas as partes 
de Hcspaulia, onde existem 
empregados encarregados de 
repartir a agua. Tempusproi- 
fixum irriyationibus agro- 
rum. 

Adorable, adj. Adorável; di- 
gno de adoração, que merece 
o maior resjieito. Adorandus, 
a, um. 

Adoración. /. Adoração ; acto 
de adorar. Adorado, cidti's. 

Adorador, ka. s. Adorador; o 
que adora. CííZíoí', venerotor. 

Adorante, p. a. de /.dorar. 
Adorante; que adora. Ado- 
Q-ans, antis. 

Adorar, o. Adorar; tributar,re- 
verenciar com culto religio- 
so, o que propriamente só é 
devido a Deus. Adorare: — 
(fig.) amar extremosa e apai- 
xonadamente. Insanire, ar- 



ADO 



43 



dere: — beijar o pé ao pa- 
pa em sigual de o reconhe- 
cer por legitimo successor 
de S. Pedro. Adorare. 

Adorativo, va. adj. Adorativo; 
que exprime adoração. 

Adoratorio. m. Adoratorio ; 
nome que os hespanhoes da 
America dão aos templos dos 
Ídolos. Idolorum fanum. 

Adoria. /. Adoria; insecto co- 
leóptero. 

Adormecedor, ea. adj. Ador- 
mecedor; que adormece. íS'o- 
porifer, a, um. 

Adormecer, a. Adormecer ; cau- 
sar somno, fazer dormir. So- 
pire: — embaraçar ou sus- 
pender as operações da al- 
ma, ou o uso dos sentidos. 
Sedare: — entreter. Verhis 
mitigare, consopire : — acal- 
mar, sciegar. Mitigare, se- 
dare: — n. (ant.) V. Dor- 
mir: — 7*. adormecer-se. 
Soporari: — entorpecer- 
se. Torpescere: — (fig-) fal- 
lando dos vicios, deleites, 
etc.: permanecer n'elles,não 
os deixar. Vifiis devinctum 
permanere. 

Adorjieciente. adj. Que ador- 
mece. Sapiens, entis. 

Adormecimiento, m. Adorme- 
cimento; acçào e effeito de 
adormecer ou adormecer-se. 
Languor, oris. 

Adormentar, a. (ant.) Ador- 
mentar. V. Adormecer. 

Adormidera. /. (hot.J Dormi- 
deira; genero de plantas da 
familia das papaveráceas de 
Jussieu. Tem as folhas com- 
inummente solitarias, e da 
maior parte das suas espe- 
cies sáe um sueco lácteo. Pa- 
paver, eris. 

Adormimiento. m. (ant.) V. 
Adormecimiento. 

Adormir, n. (ant.)Y)o\YK\v. Som- 
num capere. 

ADORMir.sE. r. (ant.) V. Do7'- 
mirse. 

Adormitarse. 7-.V. Dormitarse 

Adornarle, adj. Adornavel ; 
que se pode adornar. Ador- 
nandus, a, um. 

Adornación./. (ant.JY. Adorno. 

Adornador, ra. s. Adornador; 
ornador, que adorna, que 
enfeita. Ornans, antis. 

Adornamiento, m. (ant.) V. 
Adorno. 

Adornar, a. Adorniír; ornar, 



44 



ADR 



aformosear, enfeitar, tornar 
mais vistoso. Ornare: — 
(fig.) ornar, dotar. Diz-se das 
graçaS; prendas, dotes que se 
recebem da natureza. Or- 
nare: — r. ataviar-se, en- 
feitar-se. Exornare. 

Adornista, m. Ornador; o 
que enfeita, orna, etc. Qui 
ornat: — jñntor de adornos 
de salas, gabinetes e moveis 
preciosos. Ornatuum cvjus- 
que generis 2)ictor. 

Adorno. ???.. Adorno ; atavio, or- 
namento, tudo o que serve 
jjara augmentar a belleza ou 
bom parecer de alguma pes- 
soa ou cousa. Ornatus, us: 
— • (fifj- germ.) vestido. Ves- 
tis, is: — (fig. germ.) cha- 
pins, chinellas. Sendalium, i. 

Adoro. m. (ant.) V. Adora- 
ción. 

Adotar. a. V. Adoptar. 

Adotiyo, va. adj. V. Adop- 
tivo. 

Adotrinar, a. (ant.) V. Doc- 
trinar. 

Adquirente, p. a. de Adquirir. 
Adquirente; que adquire. 
Adquirens, entis. 

Adquiridor, ra. s. Adquiridor; 
o que adr[uire. Acquisitor, 
oris: — A buen adquií-idor, 
buen expendedor; depois de 
bom adquiridor, bom gasta- 
dor; rif. que adverte, que a 
riqueza adquirida com tra- 
balho, vem ordinariamen- 
te a parar em mãos de pes- 
soa, que em pouco tempo a 
dissipa e consome. Prodi- 
gus successor avari. 

Adquiriente, adj. p. a. de Ad- 
quirir. V. Adquirente. 

Adquirimiento, vi. Adquiri- 
mento. V. Adquisición. 

Adquirir, o. Adquirir; alcan- 
çar, conseguir, ganhar, obter. 
Adquirere: — (fig.) contra- 
hir uma molestia; um habi- 
to, um costume bom ou mau. 
Morbum, consuefudinem con- 
trahere. 

Adquisición./. Adquisição ou 
adquirição; acçào e effeito 
de adquirir. Adqnisifio, anis. 

Adquisidor, s. (ant.) V. Adqui- 
ridor. 

Adquisito, ta. p). ]J. ir. de Ad- 
quirir. Adquirido. Acquisi- 
tus, a, um. 

Adra./. V. Turno: — V. Vez. 

Adrado, r>x. adj. (ant.) Ralo; 



ADR 

pouco expesso, não basto. 
Rarus, a, um. 

Adragantina. /. Adraganthi- 
na; nome damucilagem que 
forma grande parte da gom- 
maadragantho.Tambemtem 
o nome de cerrasina ou de 
Ijruina, por serem maisjoro- 
prios d'esta substancia. E es- 
camosa, insípida, dura, ino- 
dora, quasi transjjarente, so- 
lúvel em agua fervente e sus- 
ceptível de inchar mettida 
em agua fria. 

Adraganto. m. Adragantho, al- 
catira ou tragagantho, ar- 
vore e a gomma que d 'ella 
mana esjjontaneamente. A 
medicina faz uso d'esta gom- 
ma, mas emprega-a pouco 
cm rasão da sua raridade. 
Astragalus gommifera. 

Adraguea. / (ant.)'Y. Confi- 
tura. 

Adrales, m.pl. Xalmas ou xel- 
mas; tecido de ¡pequenas va- 
ras delgadas do feitio de es- 
cada que se põe sobre os ca- 
valletes dos carros, para que 
não caia o que n'elles se con- 
duz. Vallum curras crebris 
sudibus contextum. 

Adredañas. adv. m. (ant.) V. 
Adrede. 

Adrede, adv. m. Adrede; de 
proposito, de caso pensado. 
Consulto, de industria, data 
opera. 

Adredemente, adv. m. V. Adre- 
de. 

Adrezar, a. (ant.)Y. Aderezar: 
— r. (ant.) V. Enderezarse, 
Empinarse. 

/ DREzo. m. (ant.) V. Aderezo. 

Adrián, m. (ant.) Olho de gal- 
lo; callo que vem aos pés 
com uma pequena mancha 
negra e um buraco no meio. 
Calli in pedibus enafi. 

Adriático. m.(geog.) Aãriatico ; 
parte do mar Mediterrâneo, 
chamado pelos antigos geo- 
graphos Maré superum. Si- 
tuado entre a Italia, a Alba- 
nia, o Epiro e a Dalmácia. 
Adria, ce: — adj. que se ap- 
plica ao goljjho de Veneza. 
Adriaticum maré. 

Adrizar, a. (naut.) Adriçar; 
suspender de encontro - ás 
bordas sobre apparelhos a 
lancha, escaler, etc.; fazer- 
Ihe encostar a boca contra 
o costado do navio mediante 



ADU 

fundas ou grandes estropos. 
Erigere, sublevare. 
Adrogacion. /. Adrogação ; es- 
pecie de adopção, para a 
qual era necessário que o 
adoptado estivesse sui júris 
ou chefe de familia. Adoptio, 
onis: — entre os romanos 
era a associação de alguns 
l^atricios á ordem dos ple- 
beus. 
Adrolla./, (ant.) Trapaça; en- 
gano, fraude nas compras ou 
vendas. Fraus in re empta 
aut vendita facta. 
Adrollero, m. Trapaceiro; o 
que trapaceia, engana, frau- 
da, comprando ou vendendo. 
Fraudulentus, a, zim. 
Adrubado, da. adj. (ant.) Cor- 
covado, giboso, disforme. 
Gibherosus, a, um. 
Adscribir, a. Aggregar; alis- 
tar para o serviço da igreja. 
Adsidela. /. Adsidela; mesa 
em roda da qual se senta- 
vam os fiamines durante os 
sacrificios. Adsidela'., arum. 
Adstriccion. /. (ant.) Adstric- 

ção. V. Astricción. 
Adstringente, p. a., (ant.) de 

Adstringir. 
Adstringir. a. (ant.) Adstrin- 
gir. V. Astringir. 
Aduana. /. Aduana; alfande- 
ga, casa ¡Dublica destinada 
para registar os géneros e 
mercadorias, a que se dá 
des23acho de consumo, en- 
trada ou saída. Domus pih- 
blica mercium: — (germ.) 
covil de ladrões : — (germ.) 
bordel, alcouce, lupanar, 
casa publica de prostituição. 
Lupanar, aris: — (fig.fam.) 
Pasar por todas las adua- 
Qias; passar por todas as adua- 
nas, terem as cousas se- 
guido os tramites por todos 
os meios correspondentes. 
Exactiori trutinâ expendi: 
— bairro fechado onde as- 
sistem os christãos (na mou- 
rama). 
Aduanar, a. Aduanar; regis- 
tar na aduana os géneros ou 
mercadorias ; llagar n'ella os 
direitos. Mercês recensere 
vectigalia pro mercibus sol- 
vere. 
Aduanero, m. Aduaneiro; offi- 
cial da aduana. Telonarius, 
piãjlicanus. 
Aduar, m. Aduar; povoação er- 



ADU 

ratica dos árabes; é com- 
posta de tendas, choças ou 
Ijarracas que elles levantam 
em varios logares, segundo 
a commodidade dos pastos. 
Attegice, magalia, tuguria: 
. — conjuncto de tendas ou 
barracas que os ciganos fa- 
zem no campo para sua ha- 
bitação, ^gyptiorura erro- 
num statio. 

Aducak. m. Barbilho; seda ex- 
terior do casulo do bicho 
de seda. Serieum honihicis 
capsulam circumtegens: — 
seda macho, a qvie os fran- 
cezes dão o nome de ma- 
riage, e que se tira do ca- 
sulo formado por dois ou 
mais bichos, e também o 
mesmo casulo. Serieum ru- 
de: — cadarço; tela feita 
com a seda do mesmo. Tela 
ex sérico rude texta. 

Aducción. /. (anat.) Adduc- 
ção; acção de approximar 
um membro á linha media- 
na: — (phil.) introducção de 
uma ou de muitas proposi- 
ções assumptivas em uma 
demonstração. 

Aducie. a. (ant.) Adducir; 
adduzir, trazer, levar, con- 
duzir. Ducere, portare: — 
ajuntar, augmentar, acres- 
centar. Aligere. 

Aducho, cha. p. p. (ant.) ir. 
de Aducir. Adducido : — adj. 
(ant.) V. Ducho. 

Aductor, m. (anat.) Adductor ; 
musculo que leva uma parte 
do corpo para o eixo ou li- 
nha que se suppoe dividir 
perpendicularmente o corpo 
em duas metades iguaes, ou 
que leva uma parte de um 
membro para o eixo d'esse 
membro. Adductor, oris. 

Aduendado, adj. (fam.) Que 
tem as propriedades de 
duende. 

Adufe, m. Adufe; instrumento 
com soalhas, especie de pan- 
deiro; é um quadro oco de 
madeira leve, coberto de 
dois pergaminhos, tendo 
dentro um cascavel; se- 
gur a-se com os dedos pol- 
legares e toca-se com to- 
dos os outros. Tympanum, i. 

Adufero, RA. s. Adufeiro, o que 
toca adufe. Tympanotriha, 
tympanistria. 

Aduja./, (naul.) Aducha ; volta 



ADU 

da amarra, do virador, e em 
geral de todos os cabos quan- 
do estão recolhidos. Ruden- 
tis funis convolidi spirai. 

Adujar, a. (naid.) Aduchar; 
colher a amarra ou os cabos, 
envolveudo-os em aduchas. 
liudentem convolvere : — r. 
(naut.) accommodar-se em 
qualquer sitio por estreito 
que seja. Angustim accom- 
modare. 

Adula./. (T. do R. d' Ar.) Ter- 
reno que não é regado regu- 
larmente. Locus irrigationi- 
hus carens: — V. Dula. 

Adulación. /. Adulação, acção 
e eífeito de adular; baixa 
lisonja, louvor falso. Adida- 
tio, onis. 

Adulador, ra. s. Adulador; o 
que adula. Adidator, oris. 

Adular, a. Adular; lisonjear, 
louvar com excesso, dizer ou 
fazer o que se julga (pie pode 
agradar a outro ainda con- 
tra a rasão e contra o que 
se entende. Usa-se algumas 
vezes como reciproco. Adu- 
lari. 

Adulatorio, a. adj. Adulato- 
rio; adulativo, lisonjeiro. 
Adidatorius, a, vm. 

Adulcir, a. (ant.) Adoçar; 
dulcificar, fazer ou tornar 
doce o que era amargo ou 
salgado. Edulcare, dulce 
reddere. 

Adulear. n. Vozear, bradai", 
gi-itar, fallar muito alto. Vo- 
ciferare. 

Adulero, m. V. Dulero. 

Adulteración./. Adulteração; 
fi\lsificação, a acção de cor- 
romper o que era puro. Adul- 
teratio, onis. 

Adulterador, ra. s. Adultera- 
dor; o que adultera. J.(í»7¿e- 
rator, oris. 

Adulterajiente. adv. Falsifi- 
cadamente. 

Adulterante, p). a. de Adulte- 
rar. 

Adulterar, n. Adulterar, com- 
metter adulterio. Adultera- 
re: — (fig.) «. falsificar, cor- 
romper, viciar, alterar. Fal- 
sare, corrumpere, viciare. 

Adulterinamente, adv. m. 
Adúlteramente ; com adul- 
. terio. Cum adulterio, adulte- 
rino modo. 

Adulterino, na. adj. Adulte- 
rino; de adulterio, que pro- 



ADU 



45 



cede ou parte de adulterio. 
Adulterinus, a, um: — (fig-) 
falsificado, fingido, fals.o. 
Adulterinus, adulteratus, 
supposititius. 

Adulterio, m. Adulterio; vio- 
lação da fé conjugal, ajun- 
tamento carnal e iDeccami- 
noso de pessoa casada coin 
outra de diíFerente sexo, ou 
de duas pessoas casadas uma 
com outra. Adulterium, i. 

Adultero, ra. s. Adultero; que 
commette adulterio. Adid- 
ter, era, erum. 

Adulto, ta. adj. Adulto; que 
está na idade da adolescen- 
cia. Adultus, a, um. 

Adulzamiento. rn. Adoçamen- 
to; acção e eífeito de ado- 
çar. 

Adulzar, o. (ant.) V. Endul- 
zar: — amaciar os metaes, 
torna-los mais brandos e fá- 
ceis de trabalhar. Mollire. 

Adulzorar, a. (ant.) Adoçar; 
mitigar, suavisar. Edulcare, 
mitigare. 

Adumbración. /. (pint.) Som- 
bra ; côr obscura de um qua- 
dro. Umhrce, arum. 

Adunacion. /. (ant.) União; 
reunião. Conjunctio, onis. 

Adunar, a. Adunar; unir, 
ajuntar, congregar. Usa-se 
também como reciproco. 
Conjiingere. 

Adunia, adv. m. (ant.) Adunia; 
cm abundancia de toda a 
parte. Abunde. 

Adur. adv. m. (ant.) Adur; 
apenas, mal, diííicultosa- 
mente. Difficilh, cvgre. 

Adutiak. n. (ant.) V. Durar. 

Aduras. adv. m. (ant.) Adura. 
V. Apenas. 

ADURtDo. adj. (fig.) Aquecido. 
Concalefactus, a, um. 

Adurir. a. Abrazar; queimar, 
causar excessivo calor. Adu- 
rere. 

Aduro. adv. m. (ant.) Aduro. 
V. Apenas. 

Adustible. adj. (ant.) Adusti- 
vel; que se pode queimar, 
susceptível de arder. Ad ex- 
ardescendum facilis. 

Adustion. /. Adustào; força 
ou acção de queimar ou aque- 
cer com excesso. Adustio, 
onis. 

Adustivo, va. adj. (ant.) Adus- 
tivo, que tem força ou vir- 
tude de queimar. 



46 



ADV 



Adusto, ta. p. p. ir. (ant.) de 
Adurir. Adusto; ardente, 
abrazado, ateado em fogo. 
Adustus, a, um: — adj. (fig. 
ant.) Applica-se aos mora- 
dores das regiões muito ex- 
postas aos ardores do sol. 
Summo calor i ohnoxius: — 
(fig.) melancólico, intratá- 
vel, desabrido, de mau hu- 
mor. Tetricus, aspe.r: — (med. 
inus.) Applicava-se ao san- 
gue, humores, em que do- 
mina muito calor natural. 
Adustus, a, um. 
Adutaque./. (aiit.jY\ov ou bei- 
jinho da farinha do trigo. Si- 
milago, inis. 
Advena. m. Advena; forastei- 
ro, estrangeiro. Advena, a\ 
Advenedizo, za. adj. Adventi- 
cio; o que vem de fora, de 
outro paiz. Diz-se por des- 
prezo de qualquer pessoa que 
deixa a sua patria e vem es- 
tabelecer-se em terra estra- 
nha sem. emprego ou officio. 
Exter, extraneus: — estran- 
geiro, forasteiro. Alienígena, 
cxternus: — (ant.) idolatra 
ou mahometano convertido 
á religião catholica. Frose- 
lytns. 
Advenidero, ra. adj. (ant.) V. 

Venidero. 
Advenimiento, m. V. Venida: 
— elevação, exaltação a 
grande dignidade, v. g., ao 
throuo. Ad insignem aut su- 
premam dignitatcm adven- 
tus. 
Advenir, n. (ant.) V. Venir. 
Ad venta ja./, (for. p. Ar.) Pre- 
cipuo; o que o herdeiro não 
é obrigado a trazer á colla- 
ção quando tem coherdeiros. 
Melioratio, jus eligendi ali- 
quid ex honis defundi, ante- 
quam dividantur. 
Adventício, adj. (for.) Adven- 
ticio; adquirido por doação 
ou herança collateral, ou 
de um estranho. Adventitia 
hona. 
Advento, m. (ant.) V. Venida, 

Llegada. 

Adventual. adj. Do advento. 

Adveración. /. (ant.) Aflirma- 

çâo ; asserção, certeza ; acção 

de assegurar, de aíKrmar. 

Assertio, onis: — (ant.) V. 

Certificación. 

Adverador. m. V. Asevcrador. 

Adverar, a. (ant.) Certificar; 



ADV 

assegurar, dar por certa al- 
guma cousa. Affirmare. 
Adverbial, adj. (gram.) Ad- 
verbial ; da natui'eza do ad- 
verbio. Ad adverhium perti- 
nens. 
Adverbialidad. /. Qualidade 
de uma palavra tomada co- 
mo adverbio. 
Adverbialmente. adv. m. 
(gram.) Adverbialmente; á 
maneira de adverbio. Adver- 
bialiter. 
Adverbio, m. (gram.) Adver- 
bio; parte do discurso indi- 
clinavel que se ajunta aos 
verbos e aos adjectivos ¡jara 
modificar e determinar a sua 
significação. Advcrbium, H. 
Adversador, m. (ant.) V. Ad- 
versario, Contrario. 
Adversamente, adv. m. Adver- 
samente; com adversidade, 
desgraçadamente. Adverse, 
infeliciter. 
Adversar, a. (ant.) Adversar; 
oppor-se, contrariar, resistir. 
Hepugnare, obstare, obsis- 
tere. 
Adversario, m. Adversario; o 
contrario, inimigo. Adversa- 
rius, contrarius : — livro de 
lembranças, apontamentos 
de diversas noticias e mate- 
rias. Adversaria, orum: — 
adj. (ant.) V. Adverso. 
Adversativo, va. adj. (gram.) 
Adversativo ; que indica con- 
trariedade, limitação, res- 
tricção. Usa-se commum- 
meute na terminação femi- 
nina, e applica-sc ás partí- 
culas que denotam alguma, 
opi^osição e contrariedade 
entre o que precede e o que 
se segue. Particidm adcer- 
sativx. 
Adversidad, /. Adversidade ; 
successo adverso ou contra- 
rio. Adver sitas, atis: — es- 
tado desgraçado, situação ou 
condição infeliz. Fortuna ad- 
versa. 
Adversión. /. (ant.) Adversão. 
y. Advertencia: — (ant.) V. 
Aversión. 
Adverso, sa. adj. Adverso; 
contrario, desfavorável, des- 
graçado. Adversus, contra- 
rius: — (pões.) defronte, vi- 
rado para. Adversus. 
Advertencia. /. Advertencia; 
acção e eífeito de advertir, 
conselho, admoestação, a^'i- 



AEC 

so. Monitum, i: — attenção, 
reparo, consideração, refle- 
xão. Attentio, observatio, con- 
sideratio. 
Advertidamente, adv. m. Ad- 
vertidamente; de proposito, 
de caso pensado, com conhe- 
cimento e reflexão. Considé- 
rate, consulto. 
Advertidísimo, ma. adj. stip. de 

Advertido. AÚM^viíái^úmo. 
Advertido, ^k. p. p. àe Adver- 
tir, e adj. Advertido ; atten- 
to, applicado, que repara e 
observa com cuidado. Adni- 
madversus, a, imi : — discre- 
to, avisado, prudente. Ex- 
pertús, soler s. 
Advertimiento, m. Adverti- 

mento. V. Advertência. 
Advertir, o. Advertir; atten- 
tar, reparar, notar, fazer 
ver. Attendere, respicere: — 
prevenir, admoestar, avisar, 
aconselhar. Adnionere, sua- 
dere: — r. (ant.) conhecer, 
notar, reparar. Notare. 
Adviento, m. Advento; espaço 
de quatro semanas, desde o 
primeiro domingo dos qua- 
tro que precedem ao Natal 
até a vigilia d'esta festivi- 
dade, que a igreja celebra 
em memoria dos desejos e 
esperanças dos antigos pa- 
dres pela vinda do Éedem- 
ptor do mundo. Adventus, us. 
Advocación. /. Advocação ; in- 
vocação, titulo sob o qual 
está consagrado um templo 
catholico. Tituli qidbus sa- 
cras imagines dignoscimus 
et veneramur: — (for. ant.) 
V. Avocación : — (ant.) V. 
Abogada. 
Advocado, m. (ant.) Advogado. 

V. Abogado. 
Advocar, a. ant. Advogar. V. 
Abogar: — (for. ant.) \. Avo- 
car. 
Advocatorio, ria. adj. (ant.) 
V. Convocatorio, A vocatoria. 
Adyacente, adj. Adjacente; 
confinante, immediato, jun- 
to, próximo. Adjacens, pro- 
ximus, viciniis. 
Adyuntivo, va. adj. (ant.) V. 

Conjuntivo. 
Adyutorio, m. (ant.) Adjuto- 
rio ; ajuda, auxilio, soccorro. 
Adjutorium, ii. 
Aechadero. m. Logar destina- 
do para alimi^ar cereacs, 
como trigo, etc. Loeus pnr- 



AER 

rjanão frumento destinatus. 

Aechador, RA. s. O que alim- 
pa os cereaes. Qui frwnen- 
tnin cribat. 

Aechadura. /. Alimpadura ; 
resto do grão crivado. E mais 
usado no plural. Açus, eris. 

Aechar, a. Crivar; limpar com 
o crivo o trigo ou outras se- 
mentes. Frumentum aut alia 
semina cribare : — (fi(/-) pur- 
gar, purificar. 

Aecho, m. Acção de crivar o 
trigo. Frvmenti expurgcdio. 

Aellas. /. pi. (germ.) Chaves. 

Aer. m. (ant.) V. Aire. 

Aéreo, ea. adj. Aéreo, perten- 
cente ao ar, ou que consta 
d'elle. Aerius vel cereus: — 
(fir/.) fútil, que é phantastico 
e não tem solidez, nem fun- 
damento. Inanis, vacuas, 
phantasticus. 

Aeriano, na. adj. V. Aéreo. 

Aérico, ca. adj. Aerico; diz-sc 
dos mineraes que estão ex- 
postos á influencia do ar. 

Aerífero, ka. adj. Aerífero; 
que leva ou conduz o ar. 

Aerificación. /. Aerificação; 
acção de transformar em flui- 
do elástico um corpo solido 
ou liquido. 

Aerificado, da. adj. V. Sutili- 
sado. 

Aerificar. (pJiys. e chim.) Aeri- 
ficar; transformar cm fluido 
elástico um corpo qualquer; 
fazer passar ao estado gazo- 
so um corpo solido ou liqui- 
do : — r. converter-se cm 
gaz. Diz-se também com- 
mummente Gazificarse. 

Aeriforme, adj. (chim.) Aeri- 
forme; que tem as proj^ric- 
dades physicas do ar. Aeri 
similis. Todos os gazes são 
fluidos aeriformes, porque 
todos têem a transparencia e 
elasticidade do ar atmosphe- 
rico. 
Aerinia. /. Aerinia; vestido 
azul que vestiam as actrizes 
na comedia grega. Vestis 
qua comcedia gra;ca Mimce 
utahantnr. 
Aerodinâmica. /. (phys.) Aero- 
dynamica; parte dajíhysica 
que se occupa em estudar 
os phenomenos dependentes 
da i^ressâo da atmospliera. 
Aerofano, na. adj. Aerópha- 
no; transparente ao ar, ou 
como o ar. 



AER 

Aerofilacio. m. Aerofilacio ; 
concavidade subterrânea 
cheia de ar. 

Aerofobia./. Aerophobia; hor- 
ror ao ar, ou antes ao asso- 
pi'0. 

Aiírófobo, ba. adj. Aerophobo ; 
que tem horror ao ar. 

Aeróforo. uA.adj. (anat.) Aero- 
phoro; trachea que leva o 
ar para o interior. 

Aerognosia. /. (phys.) Aero- 
gnosia; estudo das proprie- 
dades do ar. 

Aerografia. /. (phys.) Aero- 
graphia; parte da physica 
que tem por objecto a des- 
cripção do ar. 

Aerografico, ca. adj. Aero- 
grai>hico; que diz respeito 
á aerographia. 

Aerógrafo, m. Aerographo ; 
o que descreve o ar. 

Aerohidro. adj. Aerohydro. 
Diz-se de um corpo ucco, 
que encerra lun liquido ou 
uma bolha de agua. 

Aerolito, m. Acrolitho; mas- 
sas mineraes inflammadas 
que baixam da atmosphcra, 
com alguma detonação. Os 
acrolithos rebentam com es- 
trondo, e dividcm-se n'um 
maior ou menor numero de 
fragmentos, que, caindo com 
violencia, penetram na terra 
na profundidade de varias 
braças. 

Aekolojia. /. Aerologia; tra- 
tado sobre o ar e suas pro- 
priedades. 

Akromancia. /. Aeromancia; 
arte de adivinhar por meio 
dos phenomenos atmospheri- 
cos. Dicinatio ex eis quxe in 
re observantur. 
AeromÁntico, ca. s. Aeroman- 
tico; que pertence á aero- 
mancia. Aeromantes, is. 
Aekomel. m. V. Maná. 
Aerometria. /. Aerometria; 
parte da physica que trata 
do ar e ensina a calcular-lhe 
os effeitos. 
Aerométrico, ca. adj. Acrome- 
trico; que diz respeito á aero- 
metria. 
Aerómetro, m. (phys.) Aeró- 
metro; instrumento próprio 
para calcular a condensação 
c peso do ar. Instrzimentum 
oeris densitati dim,etiend(C. 
Aeronauta, m. Aeronauta; o 
que navega no ar com o au- 



AFA 47 

xilio do aeróstato. Aerius na- 
vigator. 
Aeronáutico, ca.' adj. (phys.) 
Aeronáutico ; que pertence á 
aeronáutica. 
Aeróstata, adj. (phys.) Y.Aero- 

nauta. Aerostático. 
Aerostática. /. (phys.) Aeros- 
tática; parte da physica que 
trata da elevação dos corpos 
na atmosphera. 

Aerostático, ca. adj. (jjhys.) 
Aerostático; que se refere á 
aerostática. 

Aerostatmio. m. (phys.) Aeros- 
tathonio, especie de baróme- 
tro, inventado por Maga- 
lhães em 1765, para calcular 
as variações do peso e tem- 
peratura da atmosphera. 

Aesmar. a. (ant.) V. Asmar. 

Afabilidad. /. AíFabilidade ; 
suavidade, doçura, agrado 
na conversação e trato, cor- 
tezia, benignidade. Affcdñli- 
tas, comitas. 

Afabilísimo, ma. adj. sup. de 
Afable. Valdh affabilis. 

Afable, adj. Afiavel ; agradá- 
vel, benigno, brando e cor.: 
tez no trato c conversação. 
Affahilis, gratus : — (ant.) 
que SC pode ftillar. 

Afablemente, adv. m. Affavel- 
mente ; com benignidade, 
{igvadaxelmente. Ajfabiliter, 
comiter. 

Afabuladok. m. (ant.) V. Fa- 
hiilista. 

Afaça. /. V. Almorta. 

Afackr. a. (ant.) Aftazer; acos- 
tumar; tratar, communicar, 
familiarisar. Usava-se tam- 
bém como reciproco. Assue- 
facere. 

Afacimiento. m. (ant.) Fami- 
liaridade; communicação, 
trato. Familiaritas, atis. 

Afaicionado. da. adj. (ant.)Y. 
Agestado. 

Afalagar. a. (ant.) V. Hala- 
gar, t 

Afalago. m. (ant.) V. Halago. 

Afalecee. n. (ant.)Y. Falle- 
cer. 

Afamado, da. p. ]). (ant.) de 
Afamar, e adj. Afamado, que 
tem boa fama: — V. Famo- 
so: — (ant.) V. Hambriento. 

Afamar, a. fa?íí.j Afamar; fa- 
zer celebre e famoso, dar 
grande nome e fama. Nomeu 
faceré. É usado também co- 
mo reciproco. 



48 



AFA 



Afán, m. Afán ; esforço dema- 
siado, fadiga, anciedade. La- 
bor improbus: — (ant.) tra- 
balho corporal excessivo. 
Operarms labor. 

Afanadamente, adv. in. Com 
afaii, trabalho, fadiga, cui- 
dado. Anxiè. 

Afanado, da. adj. Afanado; 
afadigado. Fatigatus, a um. 

Afanador, ra. s. O que se afa- 
na; o que se fatiga muito 
em qualquer trabalho. An- 
xih labori incumbens. 

Afanar, n. Afanar; fatigar 
em algum trabalho, procu- 
rar com muita anciã e fadi- 
ga. Fatigari. Usa-se mais 
commummeute como recipro- 
co: ■ — (ant.) trabalhar cor- 
poralmente. Afanar, afanar 
y minea medrar; rif. que 
dá a conhecer a desgraça de 
algumas pessoas que, por 
mais trabalho e diligencia 
que façam, nunca melho- 
ram de fortuna. Incassnm 
laborare, frustra fortuna 
obsistere. 

Afaneso. m. V. Arseniato de 
cobre. 

Afaniptero, RA. adj. Aphani- 
ptero ; que não tem azas. Qui 
alas non habet. 

Afanita. f. Aphauite; familia 
de rochas pyroxenicas. 

Afanitico, ca. adj. Aphaniti- 
co; que contém aphanite. 

Afanóptero, RA. adj. (hist. nat.) 
Aphanóptero; que tem azas 
de cor sombria. 

Afanoso, sa. adj. Afanoso, tra- 
balhoso, penoso, laborioso. 
Solicitus, ccrumnosus: — fa- 
tigado. Anxius, fatigatus. 

Afanóstema. /. (bot.) Âpha- 
nóstema; genero de rainun- 
culaceas anemoneas. 

Afaquita. m. Afaquis. Diz-se 
entre os árabes dos peregri- 
nos que não habitam em 
Meca. 

Afartak. a. (ant.) Fartar; sa- 
ciar, manter. Satiare. 

Afascalajuento. m. A acção e 
eifeito de eimnédar. 

Afascalador, RA. s. O que em- 
méda. Qui in fasces compo- 
nit. 

Afascalar. a. (agr. Ar.) Em- 
médar ; fazer no campo mon- 
tes de trigo de trinta feixes. 
In fasces componere. 

Afasia./. (pML) Aphasia; iu- 



AFE 

decisão, incerteza, estado do 
espirito a respeito de uma 
l^rojjosição problemática. 

Afe. m. (bot) Afe; polysodio 
da índia. 

Afeado, da. adj. Afeiado, des- 
figurado, tornado feio. Di- 
formis, e: — censurado, cri- 
ticado: — corrigido. Nota- 
tus, reprehensus : (fig) dene- 
grido, desacreditado, diffa- 
mado. Infamia ftagratus. 

Afeador, RA. s. Afeiador; que 
afeia, que desfigura. Qui de- 
turpat : — ■ diffamador, vitu- 
perador, calumniador. Ca,- 
lumniator, oris. 

Afeamiento, m. Afeiamento; 
acção e eifeito de afeiar, ca- 
lumniar, diñ'amar. Denigra- 
tio, onis. 

Afear. a. Afeiar; causar feal- 
dade, fazer feio e disforme, 
deslustrar. Deturparc: — 
vi tuperar . Vituperare. 

Afeblecerse, r. (ant.) Enfra- 
quecer-se; debilitar-se; adel- 
gaçar-se, emmagrecer. Ma- 
crescere. 

Afeca. /. (ant.) V. Ejercito. 

Afección. /. Afíeição; afíecto, 
inclinação, j)ropensão do ani- 
mo. Affectus, animi inclina- 
tio: — affecção; commoção, 
impressão que faz uma cou- 
sa em outra, causando-lhe 
alguma alteração ou mu- 
dança. Affectio, onis : — (as- 
tr.) alteração, mudança em 
o aspecto ou situação dos 
astros a respeito da terra : 
— (fig.) modificação ou al- 
teração que experimenta um 
corpo : — (math. ant.)Y. Pro- 
priedade: — (med.) enfer- 
midade; alteração da saúde 
por uma causa qualquer. 
Affectio, ònis. 

Afecionar. a. (ant.)Y. Aficio- 
nar. 

Afectación. /. AtFectaçâo ; ac- 
ção e efieito de affectar. Af- 
fectatio: — cuidado dema- 
siado e vicioso, attençào re- 
prehensivel, artificio, primor 
excessivo e estudado nas pa- 
lavras, acções, gestos. Artifi- 
ciimi, ii — desejo immodera- 
do de alguma cousa. Chqyi- 
ditas acris et fortíssima : — 
corrupção do estylo; acon- 
tece sempre que os esciñpto- 
res usam frequentemente de 
palavras e phrases que não 



AFE 

exprimem com exactidão as 
idéas. 

Afectadamente, adv. m. Af- 
fectadamente ; com aífecta- 
ção. Cum affectatione. 

Afectado, da. adj. Afíectado; 
que ixsa de aiiectação, feito 
com aíFectação. Exquisitus 
nimis : — inquietado. Ango- 
ribus confectus; molestia af- 
fectus. 

Afectador, ra. s. Affectador; 
o que affecta. Affectator. 

Afectar, a. Afíectar ; fazer de- 
masiado estudo nas pala- 
vras, movimentos e adornos, 
de forma que não se tornem 
criticados. Verba, gestum Jia- 
bitum studiosius exquirere: 

— fingir ou desejar parecer 
o que não é. Fingere, simu- 
lare: — V, Anexar: — fazer 
impressão uma cousa com 
outra causando n'ella algu- 
ma alteração. A^fficere, com- 
movere: (ant) appetecer e 
procurar alguma cousa com 
desejo e ardor. Aliquid opta- 
re, cupere. 

Afectillo. m. dim. de Affecta. 

Afectísimo, ma. adj. sup. de 
Afecto. Amantissimus, ami- 
citiã conjunctissimus, valde 
henevolus. 

Afectivo, va. adj. Affectivo; 
o que pertence ao aífecto ou 
procede d'elle. Affectus ple- 
nus, ciendis affectibus ido- 
neus. 

Afecto, m- Aífecto; qualquer 
das paixões do animo, como 
ira, amor, odio, etc. Diz-se 
mais commummeute do amor 
ou carinho. Animi affectio : — 
(med.) afiecção. Passio, onis : 

— (pint) expressão e viveza 
da acção que se dá á figura. 
Vivida gestus imago, ad vi- 
vum expressa : — adj. pro- 
penso, inclinado a alguma 
pessoa ou cousa. Benevolens 
alicui, sive ad aliquam rem 
p)ronus, propensus : — appli- 
ca-se algumas vezes ás pos- 
sessões ou rendas que estão 
sujeitas a alguma obrigação. 
Addictus, obnoxius. 

Afectuosamente, adv. m. Affe- 
ctuosameute, com aífecto. 
Amanter, benevole. 

Afectuosísimo, ma. adj. sup. de 
Afectuoso. Afíectuosissimo. 
Bcnevolentissimus, amantis- 
simus. 



AFE 

Afectuosidad. /. AflFectuosida- 
de; cariulio, benevolencia. 
Bcnevolentia, gratia. 

Afectuoso, sa. adj. Affectuo- 
so; carinhoso, amoroso, be- 
névolo, aôavel. Benevolus, 
blandus. 

Afeitadera. /. (aut.) V. Peine. 

Afeitadillo, la. adj. dim. de 
Afeitado. 

Afeitador, ra. s. (ant.) Affei- 
tador; o que enfeita. Qui 
ornat. 

Afeitamlento. m. V. Afeite. 

Afeitar, a. Afíeitar; oruar, 
adereçar, compor com enfei- 
tes alguma pessoa. Diz-sc 
geralmente das mulheres, e 
é usado como r. Fucare pi- 
gmentis: — barbear; fazer 
ou cortar a barba. Tondere 
barbam: — cortar e igualar 
as plantas, fallando de jar- 
dins. Virgidta mqiialiter de- 
tondere: — tosquiar as cri- 
nas e pontas da cauda das 
cavalgaduras. Tondere ju- 
bam et caudam : — (ant.J. di- 
rigir, instruir. Dirigere. 

Afeite, m. Affeite; euíeite, or- 
nato, adereço, adorno. Diz- 
se geralmente do que usam 
as mulheres no rosto e gar- 
ganta pai"a parecerem bem. 
Fiicus. 

Afelio, s. (astron.) Aphelio*, o 
ponto da orbita da terra, e 
de um planeta, no qual a 
distancia d'este planeta ao 
sol é a maior possivel. Aplie- 
lios. 

Afelpado, da. adj. Felpudo ; o 
que está tecido em forma de 
pelúcia. Instar seriei lanií- 
ginosi contextus: — (fifh) 
o que é parecido á pelúcia. 
Lana. 

Afelpar, a. Avelludar; dar a 
felpa macia de velludo, a te- 
cidos, a papel, etc. : — (naut.) 
rechear. 

Afejunacion.^ /. Afemi nação; 
acção e cfieito de afeminar; 
molleza do afeminado. Effe- 
minatio. 

Afeminadamente, adv. m. Afe- 
minadamente; com afemina- 
ção. Ejfeminate. 

Afeminadillo, la. adj. dim. de 
Afeminado. 

Afeminado, da. adj. Afemina- 
do; que é parecido á mu- 
lher pelas suas acçues e 
adornos, e também se diz 



' AFE 

das cousas que téem esta si- 
milhança. MoUis, e.ffemina- 
tus. 

Afejun amiento, m. V. Afemi- 
nación. 

Afeminar, a. Afeminar; debi- 
litar, enfraquecer, tirar o 
animo varonil, reduzir ao 
genio e melindres da mu- 
lher; fazer perder a ener- 
gia da alma própria do va- 
rão. Ejfeminare. É usado 
também como reciproco. 

Aferes, m. (ant. Ar.) Aferes; 
negocios ou dependencias. 

Aféresis. /. (gram.) Aphéri- 
sis; figura de grammatica, 
que tira a letra ou syllaba 
do princiíjio da dicção. 

Aferidor, ra. s. (ant.) Aferi- 
dor; o que afere. Mensura- 
rum oe.stimator; ponderum 
explorator. 

Aferir. «. (a7it.J A/erir; mar- 
car os pesos e as medidas 
que hão de servir para as 
vendas publicas, e declarar 
como estão conformes; exa- 
minar a exactidão das ba- 
lanças. Mensuras, pondus 
examinare. 

Afermosear. V. Hermosear. 

Aferradamente, adv. n. Afer- 
radamente ; pertinazmente, 
obstinadamente. Fertinaci- 
ter. 

Aferrado, da. adj. Aferrado; 
obstinado, pertinaz. Obstina- 
tns. 

Aferrador, ra. s. Agarrador; o 
que agarra ou prende. 

Aferram [ento. m. Acção e cf- 
feito de aferrar. Fortis et 
vcdida conipressio. 

Aferrar, a. Aferrar; agan-ar 
ou llegar com força. Üsa-se 
também como neutro. Forti- 
ter .^tr ingere : — (naid) colher 
a véla dobrando-a em cima 
da verga, e seguraudo-a com 
uma especie de facha, que 
se chama tomador. Também 
se diz Aferrar; ferrar as 
bandeiras do navio, lan- 
cha, etc., quando estas se 
dobram no mastaréu para 
que não vão soltas. Vela 
coutraliere et antenas alliga- 
re: — (naut.) segurar a em- 
barcação no porto, deitando 
ferros ou ancoras. Jactis an- 
choris navem retiñere: — 
(ant. fig.) adoptar; ahraçar 
alguma opinião ou partido. 



j_-V 



AFl 



49 



etc. : — r. prender-se, segu- 
rar-se, pegar-se fortemente 
uma cousa com outra. Diz- 
se das embarcações quando 
se juntam umas ás outras 
com arpéus. JS^aves sese mu- 
tuo inuncare: — (fig-) insis- 
tir com tenacidade em al- 
gum parecer ou opinião. Te- 
naciter adhcerere cdicui sen- 
tentio}. 

Aferrojar. a. V. Aherrojar. 

Aferventar, a. V. Herventar. 

Afervorizar, o. V. Enfervori- 
zar. 

Afestonado, adj. Enfestado. 
Diz-se dos pannos dobrados 
ao meio na sua largura, e 
assim enrolado^ na peça. 

Afetería. /. (ant.) Linha tra- 
çada á entrada do estadio 
que marcava o ponto de par- 
tida dos gladiadores. 

Afiador, ra. s. Fiador; pessoa 
que celebra qualquer con- 
trato de fiança ; que afiança 
outra, e se obriga a pagar 
jior ella, ou a desempenliar 
a obrigação contrahida. Vas, 
adis. 

Afiamiento. m. Acção e effeito 
de assegurar. 

Afianzado, a. a/Ij. Afiançado; 
garantido, abonado. 

Afianzador, a. s. Afiançador; 
que afiança. Qiii pro aliquo 
spondit. 

Afianzar, o. Afiançar; ficar 
por fiador de alguém. Pro 
aliquo .spondere : — segurar, 
firmar com pregos, cordas, 
etc. Firmare aliquid fimi- 
biis, clavis. 

Afiar. a. (ant.) Assegurar, 
afiançar a alguém que se 
lhe não fará injustiça. 

Apiblar. a. V. Abrochar. 

Afice. m. (aid.) Inspector dos 
impostos sobre a seda. 

Afición. /. Afleição; afíecto, 
amor, inclinação a alguma 
pessoa ou cousa. Amor, stu- 
dium: — V Ahinco, Effica- 
cia. 

Aficioxadamfn'te. adv. Afíei- 
çoadamente ; com affeição, 
afí^ectuosamente, com bene- 
volencia, amisade. Benevole, 
sitmma volúntate. 

Aficionado, da. adj. Afteiçoa- 
do; o que tem muita afíeição 
por alguma cousa. Alicui rei 
deditus: — o que é instruido 
em alguma arte sem nunca 



50 AFI 

a ter aprendido. In aliqua 
disciplina curióse edoctus. 

Aficionamiento. n. V. Afición. 

Aficionar, a. Afteiçoar; cau- 
sar affeição, insi^irar amor 
ou boa vontade, fazer-se be- 
névolo, commover os affe- 
ctos. Alicer e, trahere: — r. 
cobrar affeição a alguma 
cousa. Alicujvs rei amorc 
tralii. 

Afidianos. m. pi. (Zool.) Afi- 
dianos; familia de hemipte- 
ros. 

Afidifago, GA. adj. (Zool.) 
Aphidifago; que vive de la- 
gartas. 

Afijacion. /. V. Fijación. 

Afijado, da. s. V. Ahijado ó 
Ahijada. 

Afijadura. /. V. Fijación. 

Afijamiento. m. V. Fijación, 
Prohijamiento. 

Afijar, a. (ant. p). Ar.) V. Fi- 
jar. 

Afijik. V. V. Fijar. 

Afijo, ja.2)-2>- ?'''•. V. Afijar: 
— adj. gram. Api)lica-se á 
syllaba ou letra que em al- 
gumas liuguas, como a he- 
braica, se juntam no fim de 
algumas vozes. 

Afiladera. /. (cos.) Aguçadei- 
ra; pedra de afiar. Cos, otis. 

Afiladísimo, a. adj. snj). de 
Afilado. Afiladissimo. Valdh 
actdits. 

Afilado, da. adj. Afilado, de- 
licado, ãe\f:;ado. Delicatns, a, 
um: — adelgaçado pelo corte 
oh pela ponta. Scindendo aul 
pundendo apius. 

Afilador, ra. s. Amolador; o 
que amola, afia. Reddens 
acutum. 

Afiladura. /. Afiação; a ac- 
ção e efieito de afiar. Achis 
acuendi: — (ant.) fio de al- 
guma arma ou instrumento 
cortante. Acies fervi: — fio 
de uma arma cortante. 

Afilamiento, m. Afilamento; 
magreza do nariz ou da 
cara. Attenuatio : — acção de 
amolar, afiar.' 

Afilantropía. /. Ai^hilanthro- 
pia; primeiro grau da me- 
lancolia; aversão á convi- 
vencia social, esquivança da 
conversação ou trato. Vita 
ferina. 

Afilar. Afiar ; amolar, adelga- 
çar pelo corte ou ponta qual- 
quer instrumento cortante, 



AFI 

v.g., a espada, a navalha, 
etc. Acuere: — r. (fig.) afi- 
lar-se, adelgaçar-se, diz-se 
em relação á cara ou ao na- 
riz. Macrescere. 

Afiliación. /. Affilliação; ad- 
missão em qualquer ordem, 
corporação, instituto etc. Li 
aliqu em ordin em cooptatio: — 
associação; sociedade, com- 
panhia, convocação de va- 
rias pessoas que se unem 
para algum fim commum. 
Societas, atis. 

Afiliado, adj. Afíilliado; asso- 
ciado em qualquer socie- 
dade. Societate conjuncius. 

Afiliar, a. Filliar; admittir, 
alistar. Admitiere: — ado- 
ptar, associar. Adoptare. 

Afilagranado, da. adj. Afila- 
granado; feito de filagrana 
ou parecido com ella. Artis 
argentaria; t enuissimus opus: 

— (fig.) Diz-se das pessoas 
¡Dcqueuas, delgadas de corpo, 
e miúdas de feições. Homun- 
culus gracilis, exilis, tenui 
fade. 

Afiligranar, a. Trabalhar em 
filagrana. Oims aureum vel 
argentum filatim laborare: 

— polir, lustrar, brunir, 
formosear, embellezar, or- 
nar, enfeitar. 

Afillajuento. m. Perfilhamen- 
to; adopção. ^.áo^J^zo, onis. 

Afielar, a. Perfilhar; adoptar 
alguém por filho ou filha. 
Sibi filiuin adoptare. 

Afilón. ???. Afiador; ¡leça de 
aço que se usa para afiar as 
ferramentas cortantes. Fe?-- 
ramentam cidtus acuendis. 

Afilosofado, da. adj. Philoso- 
pho ; indej^endente, e despre- 
zador das opiniões dominan- 
tes e das honras e cargos 
públicos. Singidaris, decaite- 
ror um judicio et moribus nil 
curaus: — (fig-) a2)hilosoi5ha- 
do; applica-se vulgarmente 
ao que afí"ecta uma condu- 
cta extravagante, e que se 
encontra com os usos, costu- 
mes e opiniões recebidas na 
boa sociedade. Affectatus, 
longe alius li cwteris homi- 
nibus. 

Afin". m. Affim; parente por 
afifinidade. Afiinis. 

Afinación. /. Afinação ; acção 
e efíeito de afinar. Operis 
perfectio, absohitio. 



AFI 

Afinadamente, adv. m. Afina- 
damente; com delicadeza, 
lierfeitamente. Exacte, ex- 
quisife. 

Afinado, da. adj.Y. Fino: — 
(ant.) fenecido ou acabado. 

Afinador, ra. s. Afinador, o 
que afina. Perfector, o¡ms 
absolvens : — chave de ferro 
com que se afinam alguns 
instrumentos de corda. Cia- 
vis quà citharae chordae ten- 
dentur aid laxuntur. 

Afinadura. /. V. Afinación. 

Afinamiento, m. V. Finura: 
— V. Afinación. 

Afinar, a. Afinar; aperfeiçoar, 
l)ôr alguma cousa no ulti- 
mo ponto da sua perfeição. 
Perficere, summam reiattin- 
gei'e: — harmonisar bem a 
voz e os instrumentos com 
as notas musicaes. Modida- 
ri : — purificar os metaes no 
crysol, separando d'elles a 
escoria ou mistura, e fazen- 
do-os subir de quilate. Me- 
talla ad puríim excoquere. 

Afincable, adj. (ant.) Que se 
deseja e procura com ardor. 

Afincadamente, adv. m. Afiin- 
cadamente; instantemente, 
pertinazmente, com ardor. 
Enixc. 

Afincado, da. adj. (ant.) Afíin- 
cado; constante, pertinaz. 

Afincamiento, m. (ant.)Y. Ahin- 
co: — (ant.) vexação, violen- 
cia. Vexatio, onis: — ancie- 
dade, afilicção, angustia. 

Afincar, a. (ant.) Perseverar; 
insistir, instar com ardor e 
efíicacia ; forçar, importunar, 
jDerseguir. Instare, urgere: 
— fitar, pôr os olhos em al- 
guém. Occidos in aliquevi de- 
figere. 

Afinco, m. (ant.) V. Ahinco. 

Afinidad. /. Affinidade; ¡ja- 
rentesco contrahido jjor al- 
liança das familias dos côn- 
juges; relações do padrinho, 
madrinha, compadre e coma- 
dre. Affinitas, atis: — analo- 
gia ou similhança de uma 
cousa com outra. Analogia, 
similitudo : — (chim.) força 
com que se attrahem reci- 
procamente as moléculas 
dos corjDos, e se unem mais 
ou menos estreitamente. At- 
tractio seu affinitas corpus- 
colorum. 

Afino jar. a. (ant.) Fazer ajoe- 



AFI 

Ihar, mandar pôr de joe- 
lhos: — r. ajoelhar-se. Ge- 
nua fledere. 
Afinojamiento. m. (anf.) Ajoe- 
Ihação, geimflexáo; a aceáo 
de ajoelhar. 
Afion. m. (bot.J Amphiâo; sy- 
nonymo de opio : — (pharm.) 
electuario que tem por base 
o opio. 
Afirmación. /. Affirmação ; ac- 
ção e efieito de affirmar. As- 
sertio. 
Afirmad AMENTÉ, adv. m. Affir- 
madamente; com firmeza ou 
segurança, com aflinco, reso- 
lutamente. Firme, firmiter. 
Afirmador, RA. s. Affirmador; 

o que affirma. Asseverans. 
Afirmamiento. m. V. Afirma- 
ción: — (p. Ar.) ajuste que 
se fazia com qualquer creado 
antes de o admittir cm casa. 
Fadum inter domiaum et 
famidum. 
Afirmante, jj). o. de Affirmar. 
Afíirmante; que affirma, sus- 
tenta a parte afirmativa da 
questão. Asseverans, asse- 
reiís. 
Afirmanza. /. (ant.) V. Fir- 
meza. 
Afirmar, a. Firmar; fazer fir- 
me, fixo, estável, seguro. Fir- 
mare: — (fig.) affirmar, asse- 
gurar, certificar, asseverar. 
Asseverare, asserere: — n. 
(ant. p. Ar.) habitar, resi- 
dir. Domicilium figere: — r. 
firmar-se, estribar-se. Tnniti. 
Afirmarse en los estribos: 
firmar-se nos estrilóos : — 
confirmar o que se affirmou, 
insistir, persistir. Confirma- 
re: — (esg.) pôr-se em guar- 
da contra os golpes do adver- 
sario. Enscm in adversarii 
fadem ãiredum tencre. 
Afirmativa. /. Affirmativa. V. 

Afirmación. 
Afirmativamente, adv. m. Af- 
firmativamente, com asseve- 
ração, com affirmação. Affir- 
mative, asseveranter. 
Afirmativo, va. adj. Affirma- 
tivo; que affirma ou asseve- 
ra; que contém affirmação. 
Afiirmativus, a, um. 
Afistolarse. r. Afistular-se; 
formar-se, fazcr-se uma fis- 
tula. Fistulam ageje. 
Afiuciar. a. (ant.) Afiusar; 
inspirar confiança, dar espe- 
rança <>u segurança de ai- 



AFL 

guma cousa. Excitare, inci- 
tare. 
Afiusarse. r. (ant.) V. Afian- 
zarse. 
Aflacar. a. (ant.) Afracar; 
aft-ouxar, enfi-aquecer, debi- 
litar. Debilitare: — n. (ant. 
fig.) V. Flaquear. 
Aflamar, a. (ant.) V. Encender. 
Aflaquecerse. r. (ant.) V. En- 

Jiaquecerse. 
Aflato, m. (ant.) V. Soplo, 

Inspiración. 
Afleitar. o. (ant.) V. Fletar. 
Afletamiento. m. (ant.) Freta- 
mento. V. Flete. 
Afletar. a. (ant.) V. Fletar. 
Aflicción. /. Afflicção; pena, 
tormento, angustia, senti- 
mento ou magua grande. 
Afflictio, angor. 
Aflictísimo, ma. adj. sujJ. de 

Aflicto. Afflictissimo. 
Aflictivo, va. adj. Afflictivo; 
que causa afflicção, que af- 
flige. Applica-se ás penas 
corjíoraes impostas pela jus- 
tiça. Quidquid affidionem 
corpori parit. 
Aflicto, ta. jj. p. ir de Afligir 
e adj. (poet.) Afflicto. Affli- 
ctns, a, nm. 
Aplícente, p). j). (ant.) de Afli- 
gir. Affligentc; que afflige. 
Afligirle, adj. (ant.) (¿ue af- 

fiige ; que causa afflicção. 
Afligidamente, adv. m. Affli- 
gidamente; com afflicção, de 
modo afflictivo. A^gro ani- 
mo. 
Afligidísimo, ma. adj. sup. de 
Afligido. Affligidissimo. Val- 
de afflicfns. 
Afligido, da. j?). ^?. de Afligir 
c adj. Affligido; que padece 
afflicção. jErnmna lahorans. 
Afligiente. adj. Affligento. 
Afligimiento, m. Affligiuiento. 

V. Aflicción. 
Afligir, a. Affligir; angustiar, 
mortificar, causar ¡^ena ou 
sentimento. Affligere, cru- 
ciarc. 
Aflojador, RA. s. Regulador ; 
— (termo de tecelão) instru- 
mento que serve de fazervol- 
tar o cylindro, para enfezar 
ou rela.\ar a cadeia. 
Aflojadura. /. (ant.) V. Aflo- 

jamiento. 
Aflojamiento, m. Afrouxa- 
mento; acção e efieito de 
afrouxar. Laxio, laxamen- 
fiini. 



AFO 51 

Aflojar, a. Afrouxar; desen- 
tezar a corda ou cousa simi- 
Ihante que está retezada; 
alargar, soltar o que está 
apertado, dar folga. Laxa- 
re, remitiere: — n. fazer-se 
frouxo, relaxar-se. Remitie- 
re: — (fig-) entibiar, dimi- 
nuir o fervor e applicaçào 
que se tinha em alguma cou- 
sa. Aflojar en sus pretensio- 
nes, en el estudio: afrouxar 
nas suas pretensões, no es- 
tudo. Defervere, tepescere. 
Aflojístico, ca. adj. Aphlogis- 
tico; que arde sem chamma. 
Aflomideo. adj. (bot.) Aphlo- 
mideo ; que não tem cortiça. 
Aflorado, adj. V. Pan aflora- 
do. Floreado. 
Afloxar. a. (invs). V. Aflojar. 
Afluencia./. Affluencia, abun- 
dancia, copia, quantidade. 
AJfluentia, ce: — (fig-) fa- 
cundia ou abundancia de ex- 
pressões. Copia, abundan- 
tia verborum. 

Afluente. adj. Affluente^ 
abundante em expressões ou 
palavras. Verbis afliuens. 

Afluir, n. V. Confluir: — ■ 
(med.) Diz-se dos humores 
quando convergem para este 
ou aquelle ponto da econo- 
mia animal. Affluere. 

Aflujo, to. (med.) Affluxo; con- 
corrência de humores. Fl,u- 
xuni, i. 

Aro. 7n. Caverna; antro, gruta, 
Antrum, i, caverna, a'. 

Afodar. o. Encovar; metter, 
occultar, esconder em algu- 
ma cova. In cavernam con- 
jicere, terree infodare. 

Afodia. m. Afodia, insecto co- 
leojítero. 

Afofado, da. adj. Afofado. 
V. Fofo. 

Afofar, o. Afofar; fazer fo- 
fo. E também usado como 
reciproco. Mollem faceré. 

Afogamiento. m. (ant.) Afo- 
gamento; acção e efieito de 
afogar. V. Ahogamiento. 

Afogar, a. (ant.) V. Ahogar: 
— r. (ant.) V. Ahogarse. 

Apollador, KA. s. O que toca 
o folie. Qui follibus afflat. 

Afolladura. /. Assopradura; 
acção e efteito de assojjrar 
com o folie. 

Afollamiento, to. V. Afolladu- 
ra. 

Afollar, a. Assoprar com o 



52 



AFO 



folie. Ignem folUMis afflare: 

— (fi9-) dobrar á maneií-fi de 
folie. Piteare: — (ant.) mal- 
tratar. É também usado co- 
mo reciproco: — (fig. ant.) 
corromper, viciar, estragar: 

— (ant. alv.J edificar, con- 
struir sem as regras da arte. 
Contra pro'ceptaartis mdifi- 
eiumstrue.re: — r. (ant. alv.J 
V. Ahuecarse, Avejigarse. 

Afollonar. a. Acobardar, en- 
fraquecer alguém. Alicnjus 
anhnum flectere. 

Afondable. a/Jj. (ant.) V. Fon- 
dable. 

Afondak. a. (ant.) V. Ahon- 
dar: — (navt.) afundar, 
submergir, metter no fundo 
ou a pique. Snbmergere: — 
n. (ant.) submergir-se, ir-se 
ao fundo. Era também usa- 
do como reciproco. 

Afonía. /. (med.) Aphonia; 
suppressão da voz, impossi- 
bilidade de produzir sons. 
Voeis suppressio. 

Afono. adj. (med.) Aphonico, 
que não produz som. 

Aforadak. a. (ant.) V. Hora- 
dar. 

Aforado, da. p. p. de Aforar 
e adj. Aforado-, que tem fo- 
ros, privilegios e isenções, 
que se lhe concederam ¡Jor 
graça particular. Foro pe- 
cidiari gaudens. 

Aforador. m. Aforador; o que 
afúra. Doliorum vini ant 
aliarum mercinm mstimator. 

Aforamiento, m. Aforamento; 
acção e efteito. de aforar. 
^stimatio, onis. 

Aforar, a. Aforar-, dar ou to- 
mar de aforamento ou em- 
phyteosis alguma proprie- 
dade ou predio, principal- 
mente rustico. Agrmi sub an- 
nua pensione dare vel reci- 
pere: — avaliar o vinho e 
quaesquer géneros e merca- 
dorias para se fixarem os di- 
reitos que devem pagar. JEs- 
timare mercês ad exigenda 
veciigalia: — (ant.) conce- 
der direitos, privilegios a 
uma cidade, província, etc. 
Concederé per beneficivm et 
gratiam. 

Afokcar, a. (ant.) V. Ahorcar. 

Aforisma. /. (alveif.) Aforis- 
ma ; tumor que se forma nos 
auimaes jjela rujitura ou di- 
latação de uma veia ou de 



AFO 

uma arteria ; é o mesmo que 
o aneurisma no homem. Ex 
hixatnra tumor in bestiis. 

Aforismo, m. Aphorismo; sen- 
tença, máxima, regra geral, 
enunciada em poucas pala- 
vras. E de grande uso entre 
os médicos. Aphorismus, i. 

Aforístico, ca. adj. Aphoristi- 
co; em aphorismos, que per- 
tence aos aphorismos. Ad 
aphorismos pertinens. 

Afornecer. a. (ant.) Fornecer. 
V. Proveer. 

Aforo. m. Medição e avaliação 
do vinho e de outros géne- 
ros para o pagamento dos 
direitos. Merciíim taxatio ad 
vectigalia persolvenda. 

Aforra. /. (ant.) Alforria. 
V. Manumisión. 

Aforrado. adj.Y. Mamtmitido. 

Aforrador, ra. s. Forrador; o 
que deita forros cm alguma 
cousa. Sartor, oris. 

Aforradura. /. (ant.) V. Afor- 
ro. 

Aforramiento. «i. (ant.) Afor- 
ramento. V. Manumisión. 

Aforrar, a. Forrar; pôr forro 
no vestido ou em qualquer 
outra roupa. Dúplice tela 
vestem sarcire : — guarnecer 
de pelle qualquer vestido. 
Vestem pelUbus instruere: 
— (ant.) V. Ahorrar, Manu- 
mitir: — r. fori-ar-se, eurou- 
par-se. Multa túnica sese in- 
duere: — r. (fr. fam.) Afor- 
rarse bien ó bravamente: 
comer bem e beber melhor. 
Afórrese usted con ello, ó 
bien se puede aforrar con 
ello; loe. fam. com que al- 
guém manifesta o des2orezo 
que faz de uma cousa que 
não se lhe deu quando a pe- 
dia e depois se lhe ofíerece 
intemi^estivamente. Serò ac- 
cedis ; tibi habe. 

Aforkecho, cha. adj, (ant.) 
V. Horro, Libre, Desemba- 
razado. 

Aforro, m. V. Forro. 

Afortalado, da. adj. (ant.) 
V. Fortalecido. 

Afortalar. a. (ant.) V. Forta- 
lecer, Rehustecer. 

Afortunadamente, adv. m. 
Afortunadamente; com for- 
tuna, felizmente. Fortúnate. 

Afortunado, da. p.x>- de Afor- 
tunar, e adj. Afortunado; 
feliz, ditoso, favorecido da 



AFR 

fortuna. Foriunatus, felix: 
— (ant.)^ .Borrascoso, Tem- 
pestuoso : — (ant.) infeliz, 
desgraçado. Miser, era, 
erum. 

AfortOnamiento. m. (ant.) 
V. Fortuna. 

Afortunar, o. Afortunar; fa- 
zer feliz ou ditoso. Beare. 

Aforzarse. r. (ant.) V. Esfor- 
zarse. 

Afosarse, r. (mil.) Defender- 
se, fazendo algum fosso. Fos- 
sa m^iniri. 

Afotista. adj. Aphotista; que 
cresce e vegeta ao abrigo do 
sol. 

Apoyar, a. (ant.) V. Ahoyar. 

Afragar. m. (ant.) Cardenilho ; 
verdete. Viridis color. 

Afragatado, da. adj. (naut.) 
Similhante a uma fragata. 
Diz-se dos navios. Similis 
lemho. 

Afrailado, da. adj. (fig.) Fra- 
desco ; parecido com o frade 
ou próprio de frade. 

Afrailar, a. Decotar; desca- 
beçar, cortar os ramos su- 
pérfluos ás arvores. Expu- 
tare. 

Afrancae. a. (ant.) V. Ahor- 
rar. 

Afrancesado, da. p. p. de 
Afrancesar, e ad,j. Afrance- 
zado ; que imita com affecta- 
ção os costumes ou modas 
dos fraucezes. Gallicos mo- 
res affectans, Galliam redo- 
lens. 

Afrancesar, a. Afrancezar; 
fazer que pareça francez. 
Usa-se também como reci- 
proco. 

Afratfxarse. r. Associar-se, 
aggregar-se, entrar para al- 
guma irmandade. Ad socie- 
tatem admitti. 

Afrechadura. /. (int.) V. Sal- 
vado. 

Afrecho, m. (p. And. e Extr.) 
V. Salvado. 

Afrenillar. a. (naut.) Atar 
com estropo os remos. Re- 
mos strophis religare. 

Afrenta. /. Affi-onta; acção 
ou dito de que resulta des- 
honra ou descrédito; injuria, 
insulto. Dá-se também este 
nome á infamia que se se- 
gue da sentença que se im- 
põe ao réu nas causas cri- 
mes. Dedecus, ignominia: 
— (ant.) notificação, intima- 



AFR 

cão: — (ant.) perigo, traba- 
lho: — (ant.) valentia, esfor- 
ço. 

Afrentacion,/. (ant.JY. Afron- 
tacion. 

Afrentadamente, adv. m.fant.) 
V. Afrontadamente. 

Afrentar, a. Aíñ'ontar; causar 
affronta, ultrajar, injuriar, 
insultar, deslioiu'ar, Injuriis 
afficere : — (ant.) requerer, 
admoestar, intimar; — -por 
em aperto ou perigo: — n. 
(ant.) Y. Confinar: — r. en- 
vergonhar-se. Ruhescere. 

Afrentosamente, adf. m. Aí- 
frontosamente, ignominiosa- 
mente, com aífronta. Ignomi- 
niose. 

Afrentosísimo, ma. adv. sup. de 
Afrentoso. Affi'ontosissimo. 
Valdh ignominiosas. 

Afrentosisimamente. adv. sup. 
Affrontosissimamente, inui 
affrontosamente. Valde ir/no- 
miniose. 

Afrentoso, sa. adj. AflProutoso; 
ignominioso, injurioso, que 
causa aftronta. Ignominio- 
siis, a, um. 

Afretado, da. adj. Diz-se dos 
galões de oiro ou de prata que 
imitam ao que os liespanhoes 
diamam fres. 

Afretar, o. (naut.) Alimpnr; 
varrer, esfregar as embar- 
cações. Navim converrere, 
inundare. 

Afreza. /. (ant.) V. Afresa. 

Africa. /. (geo) Africa; é uma 
das cinco partes do mundo, 
limitada ao norte ¡lelo Me- 
diterráneo; ao oriente pelo 
oceano oriental, mar Verme- 
lho e isthmo de Suez; ao sul 
pelo mar da Ethiopia; e ao 
occidente pelo oceano atlán- 
tico. África, a'. 

Africana. /. (bot.) Africana; 
flor da Africa, chamada an- 
tigamente cravo da ludia. 

Africano, na. adj. Africano; o 
natural de Africa, perten- 
cente á Africa. Africanus, 
a, tim. 

Africo, m. Africo; vento que 
sopra da Africa entre o aus- 
tro e o zephyro ; oes-sudoeste. 
Africus, i. 

Afribonado, da. adj. Afrisuado ; 
de feição e corjaulencia de 
frisão. Fortiori et corpulen- 
to eguo similis. 

Afrito. m. Aphrito; insectn. 
8 



AFR 

Afro, fra. adj. (ant.) Afro. V. 
Africano. 

Afrodina. /. Nome dado ao co- 
bre. 

Afrodisia. /. Ajjhrodisia; pu- 
berdade; idade apta para a 
geração. 

Afrodisiaco, ca. adj. (med.) 
Aphrodisiaco; que excita o 
appetite venéreo, o amur li- 
bidinoso. 

Afrodisiasmo. m. (med.) Aphro- 
disiasmo ; actu venéreo, coito. 

Afrodisiografia./'. Aphrodisio- 
graphia; descripção dos pra- 
zeres venéreos. 

AfrodisiogrÁfico, ca. adj. 
Aphrodisiogi'aphlco; que diz 
respeito á aphrodisiographia. 

AfrodisiÓgrafo, fa. adj. Aplu-o- 
tlisiographo; que descreve 
os i^razeres venéreos. 

Afroditografia. /. (astron.) 
Aphroditographia, descri- 
pção do pbineta Venus. 

AfroditogrÁfico, ca. adj. (as- 
tron.) Aphroditogi-aphico ; 
que diz respeito ú aphrodi- 
tographia. 

Afrouo. adj. Escumoso; coljer- 
to de escuma. 

Afrüforo. m. Aphroplioro; ge- 
nero de insectos homipteros. 

Afronila./. (hot.) Aphronilla; 
planta diurética. 

Afronitro. m. (cliim.) Aphro- 
nitro; flor, escinna de nitro, 
nitro depurado. 

Afrontaciox. /". (ant.) Confron- 
tação; lado de uma cousa 
que faz face a outra, ou que 
conflua com ella. 

Afrontadamente, adv. m. (ant.) 
Aberta, francamente, fac(í 
a face. 

Afrontado, da. ^j.^í. de Afron- 
tar, c adj. Afl'rontado; aflli- 
cto, reduzido a aperto; que 
está em perigo ou trabalho. 
Dole.ns, entis. 

Afrontador, ra. s. (ant.) V. 
Afrentador. 

Afrontamiento. m. (ant.) Con- 
frontação; acção e eff"eito de 
confrontar. . 

Afrontar, a. (ant.) Encarar, 
reparar; acarear, por duas 
pessoas em fi'ente uma da 
outra para aclarar uma ver- 
dade; confrontar, comparar, 
conferir, cotejar imia cousa 
com outra. Usava-se tam- 
bém como neutro : — (ant. 
/o?'.j requerer, citar : — (ant.) 



AFU 53 

V. Afrentar: — (ant.) lançar 
em rosto algum crime ou de- # 
Hcto: — n. ant. V. Alindar, 
Confinar. 

Afrosai.ino. m. (min.) Aphro- 
salina; especie de gesso em 
estrias muito finas. 

Afrqsinia. /. (med.) Aphrosi- 
nia; desarranjo das faculda- 
des intellectuaes. 

Afruenta./. (ant.)Y. Afrenta: 
— (ant.jY. Rerpierimiento : — 
V. Peligro, Trabajo, Afrenta. ' 

Afruentar. a. (ant. for.) Ad- 
moestar, advertir. Monerc. 

Afruento. m. (ant.) Y. Recon- 
vención, Amenaza. 

Afta./, (med) Aphta; peque- 
na chaga superficial e re- 
donda que nasce na boca, 
principalmente das creancas 
de peito, por causa do de- 
masiado calor do leite. 

Aftoso. adj. (med.) Aphtoso; 
complicado ou acompanhado 
de aphtas. 

Afuciado, da. p. p. de Afuciar, 
e adj. (ant.) (abrigado por 
contrato. 

Afuciar. a. (ant.) Y. Afinciar. 
Usava-se também como re- 
cipr(Jco. 

Afuer. adv. (ant.) Segundo o 
costume; segundo as leis, o 
direito, o uso. More, nsu, ju- 
re. Afiier de mi tierra; se- 
gundo ■ o uso do meu jiaiz. 
Afner de hombre de bien; 
a titulo de homem de bem. 

Afuera, adv. 1. Fóra ; da parte 
exterior. Vengo de afuera; 
^'enllo de fóra. Extra, afe- 
ris: — adv. m. publicamente, 
Hs claras, abertamente. Fa- 
lam, aperte: — V. Fuera de : 
— • (ant.) Y. Además: — 
Afuera, ó Afuera afuera, 
fóra fóra, expressão para 
deixar livre o ti'ansito ou des- 
])ejar algum logar. Procid. 
esto, discedife: — m.pl. arre- 
dores ; parte exterior de \\m 
povo. Circnmjacentia loco: 
— Afueras de. adv. (ant.) Y. 
Fuera de, á mas de : — adv. 
m. (ant.) En afuera: afora, 
á excepção de. Praiter. 

Afueras, m. (jjI.) Arredores, 
arrabaldes. 

Afuero, m. (ant.) Y. Aforo. 

Afufa. /. Fuga, fugida; esca- 
patoria. Fuga, n\ 

Afufar, n. (fam.) Escapar; fu- 
gir. Alguuias vezes é usado 



54 AGA 

como reciproco. Fiigere, eva- 
dere. 

Afufox. 711. (germ.) Efiàigio; 
escapatoria, fugida. Effu- 
ffium, ii. 

Afumada./, (ant.) V. Ahumada. 

Afumado, p. p. do Afumar, e 
adj. V. Habitado. 

Afumar, a. (ant.) V. Ahumar: 
— (ant.) V. Encender. 

Afusado, da. adj. (ant.) Afu- 
sado ; em forma de fuso. 

Afusión./. Aflusao-, acção e cf- 
feito de deitar um liquido 
sobre qualquer corpo. Aff'u- 
sio, onis. 

Afusionak. a. Fazer ou prati- 
car uma afiusão. Aspergeré. 

Afuste, m. (art.) Reparo; peca 
de madeira, sobre a qual des- 
cansa o canhão, segurando-o 
pelos ¡nunhòes com braça- 
deiras de ferro. Tormenti 
bellici lignea compages. 

Apuyentak. a. (ant.)V .Ahuyen- 
tar. 

Afuziado. (¿nus) V. Afuciado. 

Afuziar. a. (inus) V. Afuciar. 

Agí. m. (hist) Agá ou Aghá ; 
titulo que os turcos, kova- 
rezmenios e mogoles dào a 
quasi todos os officiaes da 
corte do gi-âo-seuhor e dos 
seus exércitos, e aos gover- 
nadores das praças abaixo 
dos bachás. 

Agabanzo. m. V. Agavanzo. 

Agabe. m. (zool.) Agabe; espe- 
cie de coleóptero. 

Agacéfalo. /. (7i. nat.) Aga- 
céphalo; especie de coleó- 
ptero. 

Agachadiza. /. Narceja; ave 
palustre, maior que o tordo, 
branca e parda, de bico com- 
prido. Dii-se-Uie o nome de 
agachadiza, porque ordina- 
riamente está em arroios e 
logares pantanosos, onde se 
agacha e esconde. Scolopax 
gallinago : — (fr. fam.) Ha- 
cer la agachadiza ; acção de 
occultar-se ou esconder-se 
para não ser visto. Clamsuh- 
ripi. 

AgachxVdo. ./'. (avf.fam.) Astu- 
cia; treta, iwtinào. Dexteri- 
tas, atis. 

Agacharse, r. Agacliar-se; 
abaixar-se, inclin,ar-se para 
o chão, encolhendo o corpo. 
Sese curvare: — (fig.) deixar 
passar algum contratempo 
sem defendcr-se, para tirar 



AGA 

depois melhor partido. Tem- 
pori serviré. 

Agada. /. Agada; instrumento 
de vento de que usam os 
abyssinios. 

Agalactia. /. (med.) Agalacia 
ou agalache; faíta de leite 
nos 23eitos. Lactis inopia. 

Agalbanado, da. adj. V. Gal- 
banoso. 

Agalgado, da. adj. Agalgado ; 
similhante ao galgo ; que tem 
o corpo delgado como o de um 
galgo. Delicatus, a, %mi. 

Agalibar. a. (naut.) Esqua- 
driai". Ad noymam dirigere. 

Agalla./. (Jjot.) Gralha; excres- 
cencias produzidas sobre di- 
versas partes dos vegetaes 
pelas picadas de alguns in- 
sectos que deixam os ovos 
nas chagas resultantes das 
mesmas picadas. Galla, ce: 

— guelras ; certas partes 
entre a cabeça e o corpo dos 
peixes, que lhes servem para 
a respiração. Branchiw, 
arum : — (alveit.) mormo, hu- 
mor grosso que sáe das ven- 
tas dos cavallos. Crassior 
equi pituita : — (alveit.) tu- 
mor na junta das pernas dos 
cavallos. Tumor in articulis 
equorum: — pZ. (ant.) aga- 
Ihas ; aquellas partes que in- 
teriormente estão na entrada 
da garganta do liomem e ou- 
tros animaes, immediatas 
á noz, e similhautes á ga- 
lha do cypreste. Tonsillce, 
arum : — nas aves, os lados 
da cabeça que correspondem 
ás fontes. Avium témpora: 
Agallas de ciprés; maçã 
de cypreste. Cupressi pilula : 
Agallas de junco; rosa bra- 
va, galhas da roseira brava. 
liosa silvestris. 

Agallado, da. adj. (tint.) Met- 
tido em tinta de galhas moi- 
tlas para tomar cor negra. 
Gallis iritis infusum. 

Agalladura. /. (ant.) Y. Gal- 
ladura. 

Agallato. 7n. (chim.) Gallato; 
nome genérico dos saes que 
forma a combinação do acido 
galhico com os gazes. 

Agallico. adj. Clalhico (acido) ; 
procedente da noz de ga- 
lha. 

Agallón, m. augm. de Agalla : 

— conta de prata oca á ma- 
neira de galhas, de que cos- 



AGA 

tumam a fazer enfiadas as 
noivas das aldeias; conta 
grande de madeira que se 
punha nos rosarios. Globulus 
argenteus aut ligneus. 

Agallüela. /. dim. de Agalla. 

Agalmatolito. m. (Iiist. nat.) 
Agalmatolitho, pedra da Chi- 
na de que se fazem figm-as 
grutescas. 

Agama. adj. (bot.) Agamo ; epi- 
theto dado ás plantas que não 
têem oi-gãos sexuaes, e cu- 
jos corpúsculos reproducti- 
vos não são verdadeiras se- 
mentes: — in. (h. nat.) espe- 
cie de lagarto da America; 
e applica-se também a uma 
divisão do reino animal que 
comprehende os molluscos 
sem órgão copulador macho, 
dos quaes cada individuo se 
fecunda a si mesmo. 

Agamí, m. (li. nat.) Agami ; ave 
da America meridional do 
comprimento de dois pés, 
com as pernas altas, bico 
um pouco abobadado e có- 
nico; plumagem denegrida. 
Chamaram-liie alguns aga- 
mi de Cayenna e trombe- 
teiro. 

Agamia./, (bot.) Agamia ; classe 
que comprehende os vegetaes 
que têem órgãos sexuaes. 

Agamitar. a. (mont.) Contrafa- 
zer, imitar a vo2 do gamo 
\)QqvLeno.DamultevoGem,imi- 
tari. 

Agamuzado, da. adj. Acamur- 
çado, de côr de camurça, cur- 
tido com curtiment(j de anta. 

Agamuzar. Cl. Acamurçai-; pre- 
parar as pelles como se faz 
á eamiu'ca. Rupi caprarum 
2)ellitim more cor ia subigere. 

Aganar. a.(inus.)Y. Enajenar. 

Agangrenarse, r. V. Gangre- 
nar se. 

Aganisto. m. (It. nat.) Aganis- 
tho; genero da familia doa 
lepidópteros diurnos. 

Agapa. / Agapa; comida re- 
ligiosa dos primeiros chi"i- 
stàos. Primuum christiano- 
rum cibus. 

Ágape. /. Ágape; festim de 
caridade que os primeiros 
christãos faziam para man- 
terem entre si a união e con- 
cordia. Pia charistia. 

Agapetas. / (2)1.) Agájjetas; 
nome que se dava antiga- 
mente ás mulheres que vi- 



AGA 

viam em coimnunidado por 
motivos de dcA^oção e frater- 
nal caridade. 

Agarbado, da. adj. V. Gar- 
boso. 

Agarbanzado, da. aãj. Que se 
assimilha ao garbanzo, grão 
de. bico. Ciceri similís. 

Agarbanzar, n. (j). Mure.) Bro- 
tar ; rebentar, deitar botões, 
fallando das arvores. Gem- 
mare. 

Agarbarse, r. Agacliar-se; os- 
conder-se. Hiimi strato cor- 
pora se occulere, se ahdere. 

Agaebizonak. a. (p. Vcd.) Eu- 
gavelar, enfeixar, atar cm 
gavelas o trigo. Manipidos 
cvmvlare. 

Agareno, na. adj. Agareno 5 
descendente de Agar. V. Ma- 
hometano. 

Agariceo, cea. adj. (bot.) Aga- 
riceo; que se assimilha p.o 
agárico. 

Agariciforme, adj. (bot.) Aga- 
riciforme; que tem a forma 
do agárico. Agárico similis. 

Agárico, m. (bot.) Agárico; ge- 
nero de plantas parasitas da 
familia dos cogumelos, que 
nasce nos troncos das arvo- 
res velhas. Agariemn, i. Dis- 
tiuguem-se, principalmente, 
duas especies: o agárico 
branco ou bastardo, o o agá- 
rico do carvalho. Bideivs 
agaricwn. 

AGARicómE. adj. (bot.) V. Af/a- 
riceo. 

Agaricola. adj. Agaricola. 
,Diz-se dos insectos que vi- 
vem nos agáricos. 

Agarraderas. /. (pi. naid.) V. 
Chaveta. 

Agarradero, m. (fam.) Aza ou 
cabo de qualquer cousa. 
Ansa, mamdmwn: — parte 
pela qual pode agarrar-se 
um corpo. Pars cujnscumque 
corporis, qnm ansam 2)raíbet : 
— (nant.) ancoradouro, logar 
próprio para as embarcações 
lançarem ferro. Opportu- 
nus jaciendce ancorai locais 
commoratur. 

Agarrado, da. adj. p. p. de 
yl<7a)-rc/-. Agarrado ; que lan- 
çou mào de alguma cousa e 
se agarrou a ella: — mesqui- 
nho, miserável. Avarus, p>e- 
cunice, tenax. 

Agarrador, ra. s. Agarrador; 
o que agarra. Prehendens, en- 



AGA 

tis: — (fam.) beleguim, xl^;- 
pariior, lictor. 

Agarradura. /. V. Asidura. 

Agarrafar. a. (fam.) Pegar; 
agarrar, prender, apertar 
com força. Usa-se mais com- 
mummente como reciproco. 
Manu comprehendere, cor- 
rÍT>ere. 

Agarrajia. /. V. Garrama. 

AGARKAMncNTO. vi.Y . Asimiento. 

Agarrante, p. a. de Agarrar, 
e adj. Agarrante ; que agarra. 
Prehendens, entis. 

Agarrar, a. Agarrar ; prender, 
empolgar. Prehendere, inf er- 
re mamem. — (fam.) Agar- 
rar a imo de los cabezones; 
apanha-lo descuidado : — va- 
ler-se de qualquer meio ou 
recm'so por frivolo ou peri- 
goso que seja, para. lograr e 
conseguir o que se intenta. 
Agarrarse de vn hierro ar- 
diendo, de un clavo: servir- 
se de um meio, mesmo arris- 
cado, para ter bom éxito. 
Agarrarse de un pelo; tirar 
partido da mais pequena cir- 
cumstancia , do mais leve pre- 
texto. Ansam aliqíiid facien- 
di arripere: — (tau.) Agar- 
rarse bien á la tierra, diz- 
se da cavallo doce de boca 
c prompto emi todas as suas 
saídas. 

Agarro, m. Y. Agarramiento. 

Agaruochador. m. (tan.) Agar- 
rochador; o que agarrocha. 
Qid taurnm sjñcnlo jíctit. 

Agarrochar, o. (tau.) Agar- 
rochar; ferir os touros com 
garroclia ou outra arma simi- 
Ihante. Pilo avt spicfido tan- 
ros petcre: — (navt.) agar- 
runchar, apertar, atar com 
garranchos as bolinas, os pa- 
paficos; inti'oduzir o garran- 
cho, unir, ligar. Ad nnmel- 
lam. vcrsatilem alligare. 

Agarrochear, a. (ant.JV. Agar- 
rochar. 

Agakrotadoií, ra.í. o que agar- 
rota. 

Agarrotamiento, m. Acção e 
effeito de agarrotar. 

Agarrotar, a. Arrochar ; aper- 
tar fortemente os fardos, o 
fjue de ordinario se faz com 
um pau chamado arrocho, 
c{ue se mette enti'e a corda e 
a. carga, e se retorce com va- 
rias voltas. Constringere for- 
tins ligare : — apertar, ligar 



AGA 55 

fortemente sem arrocho ; \. 
g.,Agarrotarlasligas; aper- 
tar as Ligas. Comprimere. 

Agasajador, ra. s. Agasalha- 
dor; o eme agasalha, que re- 
cebe a outro com bom aco- 
lhimento. Comis, hospes. 

Agasa.tar. a. Agasalhar; tra- 
tar com aftcnçào, colher com 
amisade e carinho, mosti-ar 
estima a alguém por pala- 
vras e acções. Comiter, offi- 
ciose tractare; blande exci- 
pere : — presentear. Dona, 
muñera conferre. 

Agasajo, m. Agasalho; acçáo 
de agasalhar; acolhimento 
benigno e civil. Comitas, ur- 
banitas : — presente, mimo. 
Mv nus, donum : — refresco 
que se serve pela tarde. Po- 
meridiana vel vespertina 2)0- 
tio. 

Agasillis. m. (bot.) Agasillis; 
arbusto que dá a gomma 
ammoniaca. 

Agastronomia. /. (med.) Agas- 
tronomia; falta de acçào ner- 
, A'osa no estomago. 

Ágata. /. Ágata; pedra bas- 
tante dura, clara, lustrosa c 
com veios de difierentes co- 
res. Dá-se-lhe este nome, 
porcjue as primeiras foram 
encontradas nas margens do 
rio Achates. E da natm-eza 
da silice, porém de massa 
mais fina. Achates, oi. 

Ágatas, adv. De gatas. Jncur- 
ve: Andar a gatas; andar 
de gatas. Reptare. 

AcATiiA./.fT'o^jAgatea; planta 
da familia das corymbiferas. 

Agatidia. /. (zool.) Agaíidias, 
genero de insectos coleópte- 
ros. 

Agatifero. adj. (min.) Agati- 
fero. Applica-se á rocha que 
contém a pedra ágata. 

Agatino, na. adj. Agatino, (jue 
SC assimilha á pedra ágata. 
Achata' similis. 

Agatisar. a. (min.) Agatisar, 
converter em ágata. Usa-se 
também como recijjroco. In. 
achatam conv^rtere. 

Agatomérida. /. (bot.) Agato- 
niérida; planta corymbifera, 
com bellas flores vermelhas. 
Esta planta foi consagrada 
a Bonaparte. 
Agatosmo. m. (bot.) Agatosma; 

genero de diosmas. 
Agauja. /. Uva-ursa, planta 



56 AGE 

que tem a folha similhantc 
á da vide. Ribes, is : — . 
V. Goyuba., 

Agavanza. /. V. Escaramujo. 

Agavanzo, m. V. Escaramujo. 

Agavillado, da. p. p. de A¡ja- 
villar, e arlj. Engavellado, 
enfeixado, atado em gavel- 
las ou feixes. In fasciculos 
collectus. 

Agavillador, oka. s. Agavilla- 
dor; enfeixador, o que faz 
ga-\'ellas ou feixes. Qui in 
mardpulos .épicas componit. 

Agavillar, a. Engavellai" atar 
cm gavellas o trigo. Mani- 
pulou cumulare : — r. (fiy.) 
ajuntar-se em guerrilhas. 
Turmatim coire, concitari, 
adunar/'. 

Agazapado, da. ory.Acacapado, 
agachado. Dejcctus, a, um. 

Agazapar, a. ffam.) Agarrar-, 
prender alguém. Prelien- 
dere: — r. (fig. fam.) aga- 
char-se, acacapar-se, escon- 
der-se ou occultar-se para 
não ser visto. Submitti, sese 
occulere. 

Age. m. V. AcJiaque. 

Agelastica. m. (zool.) Ágelas- 
tica; genero de coleópteros. 

Agenar. a. (inus.)Y. Ajenar. 

Agencia./. Agencia; o encar- 
go, a funcção de agente. Ne- 
gotiorum cura : — diligen- 
cia, actividade, cuidado cjue 
se emprega na administra- 
ção de algum negocio, jjro- 
prio ou alheio, na consecu- 
ção de algum projecto. Di- 
ligentia, ai: Agencia fis- 
cal; agencia fiscal, emprego 
do agente fiscal. Subprocu- 
ratoris fisei munus. 

Agenciador, ra. s. Agenciador; 
o que agenceia. Qui laboral. 

Agenciamiento. m. (ant.) Acção 
6 eflfeito de agenciar. Solici- 
tatio, onis. 

Agenciar, a. Agenciar; soli- 
citar, diligenciar, procurar 
com actividade e cuidado 
bens, reputação, negocios, 
etc. Solicitare, aliquid dili- 
genter procurare. 

Agencioso, sa. adj. Agencioso; 
diligente, activo, oíficioso. 
Ojficiosus; in negotiis curaii- 
dis solicitus. 

Agenesia. /. (iiied.) Agenesia ; 
impossibilidade de gerar, 
impotencia, esterilidade. Im- 
poteutia, sterilitas. 



AGE 

Agenío. m.(zool.) Agenio; ge- 
nero de coleópteros. 

Ageno, na. adj. (mus.) V. 
Ajeno. 

Agenollar. n. (ant.) V. Arro- 
dillar: — r. (ant.) V. Arro- 
dillarse. 

Agenoria. /. (bot.) Ageuoria; 
genero de plantas. 

Agente, m. Agente; tudo o 
fjue obra, opera, tem a fa- 
culdade de produzir ou cau- 
sar algum eíieito. Agens, en- 
tis: — de negocios; agente de 
negocios; o que agejiceia, 
administra e solicita os ne- 
gocios de alguma pessoa ou 
corporação. Negotiorum ges- 
tor: — fiscal; agente fiscal; 
a pessoa destinada para aju- 
dar o fiscal no?! negocios do 
seu oííicio. Procuratoris fisci 
adjator, subprocurator. 

Agenuz. m. (bot.) V. Neguilla. 

Ageometria. /. (math.) Ageo- 
metria ou Ageometrosia; 
designa-se com esta palavra 
a falta ou ignorancia de geo- 
metria, que faz com que al- 
guém se desvie dos princi- 
pios d' esta sciencia. 

Agerasia. /. Agerasia; ausen- 
cia da velhice, ou antes a de 
seus ordinarios efteitos; es- 
tado do que em avançada 
idade conserva o vigor juve- 
nil. Juventce, vigor in pro- 
vecta oitate. 

Agerato. m. (bot.) Agerato; 
planta do genero achillea, 
da syngenesia polygamia de 
Linneo, e da pentatheria 
monostyla de Brotero, que 
lhe dá o nome A'ulgar de 
macella ou herva de íá. João. 
Tem as folhas largas e as 
flores que conserva por mui- 
to tempo, d'onde lhe vem o 
nome de agerato, são peque- 
nas e amarellas. Achilea 
ageratum. 

Agermanado. m. Agcrmanado; 
membro de uma associação 
formada em Valencia no an- 
uo de 1Õ19. 

Agermanarse. r. Entrar na as- 
sociação formada em Valen- 
cia no anno de 1519. Fopvlari 
cuidam factioni nomen dare. 

Agestado, da. adj. Agestado; 
que tem bom ou mau gesto, 
ar ou rosto bem ou mal enca- 
rado. Applica-se ás pessoas, 
e sempre se lhe ajuntam os 



AGI 

adverbios bien ou mal; bem 
ou mal. Decoro vel deformi 
vidtu aut specie prceditus. 

Ageste, m. (ant.)\ç,nto de oes- 
te ou vento gallego. 

Ageustia. /. (med.) Ageustia; 
falta ou diminuição no sen- 
tido do gosto. 

Agl m. Agi; salsa da America. 

Agiasma. /. Agiasmo; ceremo- 
nia ijraticada pelos gregos 
em todos os primeiros do- 
mingos de cada mez, quando 
benziam a agua para a as- 
persão do povo. 

Agibílibus, m. (fam.) Indus- 
tria; habilidade, destreza, 
maneira sagaz para se con- 
duzir no mundo. Applica-se 
também á pessoa que tem 
esta habilidade. In rebus 
agendis dexteritas, solertia, 
industria. 

Agible, adj. V. Hacedero. 

Agidios. m.jíl. (myth.) Agidios, 
sacerdotes de Cybele. 

Agigantado, da. adj. Agigan- 
tado; de figura de gigante. 
Applica-se á pessoa que ex- 
cede muito á estatura ordi- 
naria. Giganteus, proceris- 
simiis : ■ — (fig.) extraordina- 
rio, prodigioso, enorme. Val- 
dc excelsas. 

Ágil. adj. Ágil; ligeiro, des- 
tro, prompto, expedito, lesto. 
Agilis, expeditus. 

Agilidad. /. Agilidade; ligei- 
reza, promptidão em fazer 
qualquer cousa. Agilitas, 
atis: — (tlieol.) agilidade, um 
dos quatro dotes dos corpos 
gloriosos. Agilitas, agilita- 
tis donum. 

Agilísimo, ma. adj. sup. de 
Ágil. Ágilissimo. Celerri- 
mus, a, nm. 

Agilitar, o. Agilitar; fazer 
agil, causar ou facilitar a 
expedição em algum exercí- 
cio. Usa-se também como re- 
ciproco. Expediré, facilem 
reddere. 

Agilmente, adv. m. Agilmente, 
com agilidade, com ligeire- 
za, com promptidão. Celeri- 
ter, agiliter. 

Agio. m. (comm.) V. Agiotage. 

Agiografia. /. Agiographia; 
tratado das cousas santas. 

Agiografico, ca. adj. Agiogra- 
Ijhico; que pertence á agio- 
graphia. 

Agiógbafo, fa. adj. Agiogra- 



AGI 

pho, que trata de santos uu 
de cousas santas. Diz-se dos 
livros da Biblia e de outros, 
como os de Moysés e dos pro- 
•ph.etíis.Hagiograplia, orum : 
— m. agiogi-apho, o que es- 
creve a vida dos santos. 

Agiologico, ca. adj. Agiologi- 
C05 que trata de cousas san- 
tas, ou que lhes é relativo. 

Agionamiento. m. (ant.) V. 
Aprieto, Aflicción. 

AcíiosiDEKo. m. Agiosidero ou 
Agiosimandro ; instrumento 
de ferro jjara supprir a falta 
dos sinos; é urna lamina pen- 
dente de uma cadeia á porta 
das igrejas dos gregos, suId- 
mettidos aos turcos, para, 
batendo sobre ella, chama- 
rem os fieis. 

Agiotador. ???. V. Agiotista. 

Agiotajk. /. (comm.) Agiota- 
gem; commercio, usura. Co7i- 
ventio fenehris: — agio, des- 
conto : — compra e venda 
dos fundos públicos ou par- 
ticulares. Derecho de agio- 
taje; agio. 

Agiotista, m. fco?«m.^ Agiota ; 
o que se cntregaá agiotagem. 
Qui numerata; ^jeciOí/fB cum 
syngrapha, et vicinsim per- 
mutatione qncestum facit. 

Agir. a. (ant. for.) Agir; de- 
mandar em juizo. Aliquem 
litem infendere. 

Agironar. a. Agironar: guar- 
necer um vestido de giroes, 
galhetes ou ligueiras, isto é, 
barras ou cercaduras. Se- 
gmenta vestibvs assuere. 

Agitable, adj. Agitavel; que 
se agita ou move fácilmente. 
Agitahilis, e. 

Agitación./. Agitação; acção 
e cffeito de agitar; movi- 
mento irregular e continuo. 
Agitatio, commotio : — agita- 
ção, (med.) Diz-se do doente, 
quando soffre tal incommodo 
que o faz mudar continua- 
mente de posição. Agitatio. 

Agitado, da. adj. Agitado, 
cheio de agitação. Agitatvs, 
a, vm. 

Agitador, ea. s. Agitador; o 
que agita. 

Agitanado, da. adj. Acigana- 
do; que se assimilha aos ci- 
ganos na cor e nos modos. 

Agitante, p. a. de Agitar. Agi- 
tante; que agita. Agitans, 
antis. 



AGL 

Agitar, o. Agitar; mover com 
violencia e frequentemente. 
Agitare. Agitar una cues- 
tión, un negocio ; agitar uma 
questão, um negocio; discu- 
ti-lo. De aliqua re disser- 
tare. 

Aglactacion. /. (med.) Agla- 
ctação; supiíressão do leite 
nas amas que criam. Lactis 
suppressio. 

Aglaomorfo. m. (bot.) Aglao- 
morpho; genero de plantas 
cryptogamicas, similhante 
ao genero polypodio. 

Aglaopes. m. (myth.J Aglao- 
pes ; cognome que os laccde- 
monios davam a Esculapio. 

Aglayarse. r. (ant.) Assom- 
brar-se; pasmar-se, ficar es- 
tupefacto, immovel de sur- 
preza. Aliqua re ohstupcre. 

Aglayo. m. (ant.) Assombro, 
pasmo, espanto. 

Aglia. /. Aglia; genero de le- 
pidópteros nocturnos. 

Aglobacion. /. V. Congloba- 
ción. 

Aglobar, o. V. Conglobar. 

Aglomeración. /. Agglomcra- 
çào; acção de agglomerar. 
Agglomeratio, onis. 

Aglomerador, ra. s. Agglome- 
rador; o que agglomera. Qui 
agglomerat. 

Aglomerar, a. Agglomerar; 
ajuntar, amontoar. Agglo- 
merare. 

Aglosa. /. Aglossa; genero de 
lepidópteros. 

Aglosia./. (cir.) Aglossia; pri- 
vação da lingua. 

Aglosostomografia. /. (med.) 
Aglossostomogi-aphia; de- 
scripção da enfermidade que 
consiste na lesão de alguma 
parte da lingua, ou na au- 
sencia total d'este impor- 
tante órgão. 

Aglosostomográfico, ca. adj. 
(med.) Aglossostomographi- 
co ; que diz respeito á aglos- 
sostomographia. 

Aglosostomógrafo. m. (med.) 
Aglossostomographo. 

Agluticion. /. (med.) Agluti- 
ção; impossibilidade de en- 
. gulir. 

Aglutinación. /. (cir.) Agglu- 
tinação; reunião de partes 
accidentalmente divididas; 
V. g., as carnes, as pelles. 

Aglutinado, da. p>- P- de Aglu- 
tinar, e adj. Agglutinado: 



AGN 57 

pegado, gradado, preso com 
massa. Agglutinatus, a, vm: 
— (med.) tornado a juntar. 

Aglutinante, jí- «• de Agluti- 
nar. Agglutinante : — adj. 
(cir.) applica-se a certo me- 
dicamento próprio para unir 
de novo as partes desuni- 
das. Usa-se também como 
substantivo. Agglutinans, 
agghdinator. 

Aglutinar, a. Agglutinar; pe- 
gai", unir com grude ou col- 
la: — (cir.) reunir, consoli- 
dar as partes accidental- 
mente divididas ; r. g., os la- 
bios de urna ferida. Agglu- 
tiaare. 

Aglutinativo, va. adj. (cir.) 
Agglutinativo; que tem po- 
der de produzir- a aggluti- 
nação. Glutinationi inser- 
viens. 

Agnacato. m. (bot.) Agnacato; 
arvore da America do tama- 
nho e figura da pereira. 

Agnación. /. (for.) Agnação; 
vinculo, parentesco de con- 
sanguinidade por linha mas- 
culina entre os vardes des- 
cendentes de um pae com- 
mum. Agnatio, oms. Agna- 
ción rigorosa; agnação ri- 
gorosa; a descendencia que 
vem do fundador de um mor- 
gado por linha masculina 
não interrompida. Agnatio, 
propinqxiorum virilis suc- 
cessio. 

Agnado, da. s. (for.) Aguado; 
parente collateral, descen- 
dente por varonía de um 
mesmo tronco masculino. 

Agnaticio, CLi. adj. (for.) 
Agnaticio; que vem de va- 
rão em varão. Agnatitius, a, 
vm. 

Agnatico, ca. adj.y. Agnaticio. 

Agnicion. /. (poet.) Agnição; 
reconhecimento de alguma 
pessoa do drama, cuja quali- 
dade era ignota. Agnitio, 
onis. 

Agnocasto. m. (bot.) Agnocasto 
ou Anhocasto ; arbusto gi-au- 
de, cujos ramos são ílexi- 
veis, esbranquiçados, as fo- 
lhas digitadas com tres ou 
cinco foliólos lanceolados e 
serrados, a corolla azul ou 
branca, e as flores dispostas 
em espigas verticilladas; o 
seu fructo é similhante ao 
grao da pimenta. 



58 



AGO 



Agkombke. m. (cint.) V. Benom- 
hre. 

Agnomento. in. V. Cognomen- 
to, Sohrevombre. 

Agnominacion. /. (rhet.) Agno- 
minaçào. V. Paronomasia. 

Agnus ou Agnus Dei. m. Agniis 
Dei ; reliquia que o smumo 
pontífice solemnemente ben- 
ze 8 consagra no primeiro 
anno do seu pontificado, e 
depois de sete em sete annos 
regularmente. E imi pedaço 
de cera branca, em forma 
quasi sempre oval, com a fi- 
gura de inn cordeiro em re- 
levo, d'onde lhe veiu o nome. 
Agni fifjwa cerce ímjn-essa, 
et a summo pontífice benedi- 
cta, : ■ — antiga moeda de Hes- 
panha, feita de cobre mis- 
turado com jírata, que man- 
dou cunhar o rei D. Joño I. 
Tinha de nm lado a primeira 
letra do seu nome e do ou- 
tro o cordeiro de S. João, e 
valia um maravedí". Monetce 
genus figura agni sigillata:: 
— ordem militar instituída 
em 1Õ69 j)or João IIT, rei 
da Suécia. Os cavalleíros 
d'esta ordem trazem um col- 
lar composto de folhas de 
loureiro, sobrepujado de co- 
roas reaes, sustidas porleòes 
e dragões, e debaixo do col- 
lar ha uma medalha do Sal- 
vador, da qual pende um cor- 
deiro. Ordo eqnestris Agnns 
Dei denominata: — (I.itvrg.) 
chama-se certa parte da 
liturgia da Igreja romana, 
na qual o saceidoto que ce- 
lebra a missa l^ate tres ve- 
zes no peito antes da com- 
munhão, e rejiote tres vezes 
a prece que principia pelas 
palavras Agnvs Dei. 

Agobiado, da. adj. Prostrado, 
abatido. Prostratus, a, vm. 

Agobiar, a. Curvar, dobrar, 
inclinar para o chão. Usa-se 
mais commum.mente como re- 
ciproco. Incurvavi : — (fig-) 
opprímir, aggravar, con- 
sumir. Opprimere. 

Agobio, m. Curvatura; acção 
de curvar. Cnrvatio, onis. 

Agolar, a. (naut.) Ferrar; co- 
lher os pannos. V. Aferrar. 

Agolpamiento, m. Montão; 
accumulaçâo de muitas cou- 
sas da mesma, ou de difie- 
rente natureza. Cumuhis, 



AGO 

aceivns: — accumulaçâo; 
acção de accumular-se. Ac- 
cv.miilatio, coacer'vatio. 

Aoolpaese. r. Agrupar-se ; 
juntar-se de repente em al- 
gum logar muita gente. Mu- 
cha gente se agolpó ¿t, ver 
la procesión, la fiesta; af- 
fíuiu muita gente a ver a 
procissão, a festa. Confluere. 

Agon. m. (zool.) Agone; gene- 
ro de coleópteros. 

Agonales, adj. Agonaes. As- 
sim se chamavam as festas 
que se faziam em Roma no 
mez de janeiro em honra de 
Jano ou do deus Agonio. 
Agonalia : — m. (p)l.) os salios 
sacerdotes de Marte, insti- 
tuidos por Numa, chamados 
tainbem palatinos ou quiri- 
naes. Salii, orum. 

AGONFiAsis./.Agomphiasis ; re- 
laxação da articulação dos 
dentes com os alveolos. 

Agonfo, adj. (zool.) Agompho; 
que tem as queixadas des- 
providas de dentes. 

Agónfose. /. Agomi^hose ; es- 
tado dos dentes quando aba- 
lam em suas cavidades. 

Agonía./. Agonia; derradeira 
luta da natureza contra a 
morte, - angustia do mori- 
bundo. Moribvndi angustia : 
— (fig.) aíHicção extrema. 
Angor, oris: — anciã ou de- 
sejo vehemente de alguma 
cousa. Desiderium vehemens. 
Estar en la agonia; estar 
em agonia; agonisar. Esse 
in ultimais. 

Agonias. /. pZ. V. Agonales. 

Agonista, m. (ant.) Agonisan- 
te; o que está para expirar, 
moribundo. 

Agonística. /. Agonística; a 
gvmnastica ou a arte dos 
athleías. Atldetarum ars. 

Agonizante, p)- O'- de Agonizar, 
e adj. Agonisante; (juo ago- 
nisa, que está em agonias de 
morte. Animam agens: — 
m. religioso de urna or- 
dem, cujo instituto é assistir 
aws moribundos. Sodalis re- 
ligiosi coetvs, cvjus mnnvs 
est piis exltortaJionihiis mo- 
rientes adjurare: — em al- 
gumas universidades, o que 
apadrínhaos candidatos. Prt- 
trociniuni suscijñens promo- 
vendi ad lauream littera- 
riam. 



AGO 

Agonizar. «.Agonisar; assistir 
na agonia da morte, enca- 
minhando e esforçando o 
moribundo a respeito da sal- 
vação, ajuda-lo a bem mor- 
rer. Moribu7idum piè adhor- 
tari: — n. estar o enfermo 
na agonia da morte. Ani- 
nam agere : — a. (fam.) ago- 
niar, molestar com instan- 
cias e pressas ; assim diz-se : 
Déjame estar, no me agoni- 
ces; deixa-me estar, não me 
agonies. Graviter tirgere : 
— (ant.) lutar, trabalhar 
para obter alguma cousa. 

Agonódemo. m. (zool.) Agono- 
demo ; genero de coleópteros. 

Agonódera. /. (zool.) Agono- 
dera; genero de coleópteros. 

Agonografia. /. (h. ant.) Ago- 
nographia; descripção dos 
jogos solemnes dos antigos. 

Agonóstomo. m. (zool.) Agnos- 
tomo; genero de peixes. 

Agonoteta. m. Agonotheta; ti- 
tulo de um magistrado que 
presidia aos jogos sagrados. 

Agora. adv. t. (ant.) Agora. V. 
Ahora : — conj. (ant.) V. 
Ahora. 

Agorador, ra. s. V. Agorero, 

Agoranomia. /. Agorauomia; 
magistratura instituída em 
Athenas para a policia dos 
mercados. 

AgorÁnomo. m. Agoranomo; 
magistrado de Athenas en- 
carregado de manter a po- 
licia no mercado. 

Agorar, a. Agourar, tomar 
agouro, adivinhar, ou predi- 
zer o futuro jiela vã obser- 
vação de algumas cousas que 
nenhum influxo podem n'elle 
ter. Augurare : — ■ conjectu- 
rar ou antever de qualquer 
modo algum acontecimento. 
Conjectura judicare. 

Agorarca. m.. Agorarca; ma- 
gistrado em Sparta encar- 
regado da polícia dos mer- 
cados. 

Agorería. /. V. Agüero. 

Agorero, ha. s. Agoureiro; o 
que entre os antigos tomava 
a gouros e prognosticava o fu- 
turo. Augur, uris: — adj. 
augurai; que pertence ao 
agouro, que se toma por mo- 
tivo Olí fundamento para os 
agouros. Attgurationi occa- 
sionem. j^ra'bens: — fatídico; 
que declara o que os desti- 



AGO 

nos têem ordenado. Fatidi- 
cus, a um. 
Agorgojarsb. r. Crear gorgu- 
lho, o trigo e outras semen- 
tes. Segetes gurgulione cor- 
rodi. 
Agoseria. /. (hot.) Agoserin; 

genero de chicoreas. 
Agosidad. /. V. Acuosidad. 
Agoso, sa. adj. V. Acuoso. 
Agostadero, m. Resteva; sitio 
onde pastam os gados depois 
de cortados os trigos. Pascua 
(estiva. 
Agostador, m. (germ.) Dissi- 
. joador da fortuna alheia. 

Alience fortume helluo. 
Agostamxento. m. Amornamen- 
to ; acção de aquentar. Tepor, 
oris. 
Agostar, a. Abrazar ; queimar, 
secear. Diz-se fallando do 
effeito do calor excessivo do 
sol sobre as plantas, as flo- 
res, etc. Exsiccare, torrerc. 
Usa-se também como reci- 
proco: — n. pastar o gado 
durante o mez de agosto nos 
restolhos ou terras que fo- 
ram ceifadas. Poseeré jyeco- 
ra in demessa segete : — (agr.) 
lavrar a terra no mez de 
agosto. Augusto mense ter- 
rani suhigere. 
Agostero, m. Moço destinado 
para ajudar em agosto aos 
segadores e jornaleiros. Ad- 
jutor messorihus datus: — 
o religioso destinado pelas 
communidades a recolher em 
agosto a esmola do trigo o 
outros grãos. Monachus men- 
dicans qui ostiatim stipem 
frumcHtariam conquirit. 
Agostizo, za. adj. Applica-se 
a alguns animaes que por 
tei"em nascido no mez de 
agosto são débeis e doentes. 
Augtislo mense natns. 
Agosto, m. Agosto^ oitavo mez 
do anno, segundo o computo 
da Igreja romana, geralmen- 
te recebido na Europa, e o 
sexto do auno de Romulu. 
Augustus mensis : — colheita, 
o tempo da colheita. Messis, 
is : — (germ.) V. Pobre. Agos- 
to frio enrostro; agosto frio 
no rosto; expressão que de- 
nota que n'este mez costuma 
começar a sentir-se o frio. 
Prima Augustus f rigor a ca- 
ptat. Agosto y vendimia no 
es cada dia, y si cada año ; 



AGR 

unos con ganancia y otros 
con dcuio ; agosto e venuima 
não é cada dia, e sim cada 
auno; uns com ganancia e 
outros com damnu; rif. que 
aconselha a economia cum 
que devem viver os lavra- 
dores, porque a colheita é 
m urna e essa contingente. 
Messis et vindemia, semel 
in finno veniens, nonniim- 
quam spem fallit: — Hacer 
su agosto ou su agostillo; fa- 
zer seu negocio. liebns suis 
prospicere. 

Agotable. adj. Esgotavcl ; que 
se pode esgotar. Quod exhau- 
riri potest. 

Agotado, da. adj. Esgotado. 
Exhaustus, a, nm. 

Agotador, ra. s. Esgotador; o 
que esgota. Qui exhaurit. 

Agotamiento, m. Esgotamento ; 
acção de esgotar. 

Agotante, adj. Esgotante; que 
serve para esgotar. ExJiau- 
riens, entis. 

Agotar, a. Esgotar; exhaurir, 
vasar, tirar a agua ou outro 
liquido até que nada fique. 
Exkaurire : — (fig-) empre- 
gar, consumir; fallando das 
cousas immateriacs, como do 
entendimento, do engenho, 
etc. Ad incitas ingenium re- 
digere: — (fig-) consumir ou 
dissipar, fallando da fazen 
da, dos cabedaes, etc. Dila- 
jndare. 

Agote, m. Agote; jdovo do Ai'a- 
gão c Navarra, descendente 
dos godos. Nomcn gentis 
apud rascones in Hispânia 
Tarraconensi. 

Agra. /. (zool.) Agra; genero 
de coleópteros pentameros. 

Agracejina. /. Pilrito; fructo 
do pilritciro. 

Agracejo, m. (bot.) Berberis, 
vulgarmente chamado Pilri- 
teiro; arbusto espinhoso, cu- 
jas folhas são de um verde 
lustroso, lauca varios tron- 
cos rectos, e as flores sao 
amarellas e dispostas em ra- 
cimos. Berberis vulgaris: — 
(23. An.) azeitona caída da 
arvore antes de madura. Oli- 
va immatura. 

AgraceSo, ña. adj. Agraz; 
agro, azedo, que se assim i- 
Iha ao acido do agraco. Om- 
phacium referens. 

Agbaceka. /. Vasilha em cpie 



AGR 59 

se conserva o sumo do agra- 
co. Omphacii vas. Applica- 
se á videira cujo fructo 
nunca chega a amadurecer. 
Labrusca, ce. 

Agraclvdito. ctdj. dim. de Agra- 
ciado. 

Agraciado, da. ^j.jj. de Agra- 
ciar. AgTaciadu : — (adj.) for- 
moso, gentil, cheio de graça. 
Decus, pulcJier, venusíus. 

Agraciak. cí. AgTaciar; dar 
graça, tornar engraçado, 
agradável, dotar, ornar de 
gTaças. Venustatem decorem 
alicui rei parere ; fazer ou 
conceder alguma graça ou 
mercê. Elrey le agracio con 
un gobierno; el-rei o agra- 
ciou com mn governo. Gra- 
tificari, heneficium trilmere. 

Agracillo, ra. V. Agracejo. 

AüRADAniLÍSOIO, MA. Cldj. SUp. 

de Agradable. Agradabilís- 
simo. Gratissimus, a, um. 

Agradable, adj. Agradável ; 
que agi-ada, deleita, parece 
bem. Gratus, a, um. 

Agradablemente, adv.m. Agra- 
davelmente; com agrado. 
Grate, jucunde. 

AgkJL D AMIENTO. VI. (cint.) 

V. Agrado. 

Agradar, a. Agi-adar ; aprazer, 
contentai-, satisfazer. Usa-se 
tavnbem como reciproco. Pla- 
ceré. 

Agradecer, a. Agradecer ; ren- 
tler graças, i-econhecer, ma- 
nifestar jjov palavras ou por 
obras a gratidão jDor algum 
beneficio. Gratiam referve, 
haber e grcdiam. 

Agradecidísimo, ju. adj. svp. 
de Agradecido. Agradecidis- 
simo. Grcdissimvs, a, um. 

Agradecido, da. p. p. de Agra- 
decer, adj. AgTadecido; gra- 
to, que reconhece ou remu- 
nera a mercê, beneficio ou 
serviço recebido. Gratus, a, 
ími. 

Agradecimiento, m. Agradeci- 
mento; acção e cii'eiio de 
agradecer, ou reconhecimen- 
to ; gratidão em recompensa 
do serviço recebido. Gratitu- 
do, gratus animus : — (fr.) So- 
mos m as fáciles a la venganza, 
que al agradecimiento; somos 
mais propensos á vingança, 
que ao reconhecimento. 

Agrado, m. Agrado; afiabili- 
dade, bondade, que se ma- 



60 



AGR 



nifesta no trato, no sem- 
blante e em outras demon- 
strações. Morvm siiavitas, 
comitas : — vontade, prazer, 
gosto ^ e assim nas consultas 
se diz ao rei : V. M. resolverá 
lo que sea de su agrado: 
V. M. resolverá o que for do 
seu agi-ado. Placitum, i. 

Aguadulce, adj. V. Ayridulce. 

Agramadera. /. Gramadeira; 
instrumento de trilhar o li- 
nho^ é um pau concavo em 
que se encaixa outro a mo- 
do de cutelo. Ferramentum 
quo cannabis maceratur. 

Agramador, ra. s. O que agra- 
ma. Tundendce, vel mace- 
rando} cannabis opifex. 

Agramar, a. Gramar; trilhar 
o linho com a gramadeira, 
reduzi-lo a estado da grama 
secca. Cutellato ligno liaum 
tereré. 

Agramente, adv. m. (ant.) 
V. Agriamente. 

Agramillar. a. (arcli.) Ladri- 
lhar; assentar os tijolos ou 
ladrilho, cortando-os e ras- 
pando-os para que fiquem 
de uma gi'ossura e largura 
igual. Conquadrare et per- 
polire lateres: — fingir, imi- 
tar o ladrilho. Lateres fin- 
gere, simulare. 

Agramiza. /. Talo de linho câ- 
nhamo depois de quebrado e 
separado de suas fibras. Ca- 
lamns cannábinus : — boncci- 
ra; residuo ou parte mais 
gi'ossa que sáe ào cânhamo 
quando se tiúlha. Cannabis 
excreta. 

Agrandamiento. m. Engrande- 
cimento; acção e effeito de 
engi-andecer ; augmento, di- 
latação. Amplificatio, incre- 
mentum. 

Agrandar, a. Engrandecer ; fa- 
zer maior, augmentar, alar- 
gar. Grandiorem aliquam 
rem efficcre. (fr.) Con poco 
trabajo agrandaron el aju- 
jéro y pudieron salir sin ser 
sentidos; com pouco traba- 
lho alargaram o buraco e j)o- 
deram sair sem que fossem 
presentidos. 

Agranelado, da. 2}. p. do Agra- 
ndar, e adj. Granulado; em 
f(Srma de gi'aos. Granis si- 
milis. 

Agranelar. a. Granular; pre- 
parar uma pelle de maneirn 



AGR 

que pareça coberta de grãos. 
Granuum formam dare. 

Agranguenarse. r. (ant.) 
V. Acangrenarse. 

Agranitar, a. Granitar; imi- 
tar o granito. 

Agranujado, da. adj. Granu- 
lado; em forma de grãos. 
Granosus, a, um. 

Agranujarse, r. Pôr-se em 
forma de grão. 

Agrario, ria. ac?;. Agi'ario ; per- 
tencente aos campos e suas 
divisões, como ley agraria; 
lei agraria. ^5rra?-¿?ío', a, um: 
— agraria, lei dos romanos 
relativa á distribuição das 
terras conquistadas. Lex 
agraria : — (li. ant.) nome que 
se dava ao navio que condu- 
zia os imperadores gregos, no 
qual somente os grandes of- 
ficiaes do imperio podiam 
também embarcar. 

Agrauea. /. Agraula; genero 
de gramíneas. 

Agraulias./.^j/. (mytli.) Agrau- 
las; festas instituidas pelos 
agraulos, povos da Attica, 
em honra de Minerva. 

Agraulio. /. (zool.) Agraulo; 
genero de lepidópteros diur- 
nos. 

Agravación. /. (ant.) Aggra- 
vação. V. Agravamiento. 

Agravadísimo, ma. adj. sup. de 
Agravado. Aggravadissimo. 
Magnopere gravatus. 

Agravado, da. p. p. de Agra- 
var, e adj. Aggravado. 

Agravador, ra. s. Aggi-avador ; 
o que aggrava. 

Agravamento. m.(ant.)Y .Agra- 
vio, Perjuicio. 

Agravamiento, m. Aggrava- 
mento ; acção e effeito de ag- 
gravar. V. Gravamen, Gra- 
vedo. 

Agravante, p. a. de Agravar. 
Aggravante. Gravans, antis. 

Agravantemente. adv.m. (ant.) 
Aggravantemente, com gra- 
vame. 

Agravar, a. Aggravar; au- 
gmentar o peso de alguma 
cousa, torna-la mais pesa- 
da. Aggravare: — opprimir 
com gravames, tributos ou 
cargas. Gravare, vectigali- 
bus opprimere: — tornar al- 
guma cousa mais grave ou 
molesta do que era. Usa-se 
também como reciproco. In- 
gravescere, graviorem red- 



AGR 

dere: — ponderar ou avul- 
tar alguma cousa, como a 
culpa, o escândalo, a enfer- 
midade, etc. Exaggerare. 

Agravatorio, a. adj. (for.) 
Mandado, carta compulso- 
ria. Mandata compellentia. 

Agravecer. a. (ant.) Importu- 
nar; incominodar, molestar. 
Molestum alicíii esse, ali- 
quem vexare. 

Agravecimiento. m. (ant.) Ac- 
ção e efteito de ser gi-avoso. 

Agraviadamente, adv. m. (ant.) 
Aggravadamente ; com ag- 
gravo ou offensa: — efficaz- 
mente. 

Agraviado, p. p. de Agraviar. 
Aggi'avado; offendido, inju- 
riado : — resentido : — desai- 
rado: — adj. (ant.) gravoso; 
que encerra ou causa ag- 
gi-avo. 

Agraviador, ra. s. Aggrava- 
dor; o que aggi-ava. Inju- 
riam inferens : — ( germ. ) 
delinquente incorrigível. 

Agraviamento. m. (ant.) 
V. Agravio. 

Agraviar, a. Aggravar; cau- 
sar aggravo por obra ou de 
l^alavra; injuriar, offeuder, 
vexar, molestar. Injuria ali- 
quem afficere: — (ant.) one- 
rar, opprimir com alguma 
condição onerosa, como car- 
gos, impostos, etc.: — (ant. 
fig.) avultar alguma cousa, 
como o delícto, pena, etc.: 
— (ant. for.) appellar para 
um tribunal superior da sen- 
tença que se suppõe dada 
injustamente na instancia 
inferior : — dar-se por sen- 
tido de alguma cousa, ten- 
do-a por aggi'avo, offender- 
se. Aliquâ re ojfendi, de in- 
juria queri: — (ant. for.) ap- 
pellar em juizo da sentença 
que causa aggravo ou pre- 
juízo. 

AGRA■^^o. m. Aggi-avo; facto 
ou dito que offende a honra 
ou o credito, injuria, hijji- 
ria, noxa, offensio: — offen- 
sa, damno ou prejuízo que 
se faz a alguém em seus in- 
teresses ou direitos. Dam- 
mim: — (ant. for.) requeri- 
mento ou supplica em juizo 
superior contra a injustiça 
que se presume feita em ou- 
tro inferior: decir de agra- 
vios; (fr. for.) demandar 



AGR 

em juizo a re\ãsão das con- 
tas para se reconhecer e re- 
parar os prejuízos que d'el- 
las resultam. Damni, inju- 
rice (ifjere. Deshacer agra- 
vión ffr.J; vingar as injurias, 
tomar satisfação d' ellas. In- 
jurias vÍ7idicare. 

Agravioso, sa. adj. (ant.) Gra- 
voso; que encerra ou causa 
aggravo; offensivo, injurio- 
so, nocivo, prejudicial. 

Agraz, m. Agi'aco-, a uva ira- 
niaíura ou ainda verde. Uzxi 
acerba, labriisctim: — o su- 
mo da uva ainda verde. Om- 
X>]iacium : — arvore. V. Ma- 
rojo: — (fiff-) amargura, dis- 
sabor, desgosto : — (2^. Corá.) 
arvore. V. Agracejo: Echar 
el agraz en el ojo. (fr. fig.) ; 
deitar ou lançar o agraço no 
olho de alguém ; fazer ou di- 
dizer-lhe cousa que lhe cause 
pena ou aíBicçâo. Acriiis ali- 
quem exacerbare: En agraz, 
adv. m. (fig.); em agraço, 
intempestivamente, antes do 
tempo "devido ou regular. 
Imrnature. 

Agrazada. /. V. Agua de agraz. 
Aqua omphacio mixta. 

Agrazado, da. ad.j. Agraz; aci- 
do, azedo qual o agraço. 

Agrazar, n. Saber a agraço; 
ter alguma cousa gosto a 
agi-aço. Omphacium sapere: 
— a. (fig.) exacerbar; affli- 
gir muito, desagradar, des- 
gostar, causando grande pe- 
na. Vehementer displicere, 
acriíis exacerbare. 

Agrazón, m. A uva-labrusca, 
uva-brava ; sylvestre, agi-es- 
te : — certos cachinlios que ha 
nas \\acs, c que nunca ama- 
diu'ecem. Lahruscum, uva 
quce nunquam maturescit : — 
ai'busto tendo os troncos es- 
pinhosos, as folhas similhan- 
tes ás da vide e de um ver- 
de vivo, e o fructo encarnado 
e do tamanho de uma cereja. 
Ribes, uva crispa : — (fig.) 
enfado, azedum-e, exacerba- 
ção, pena, afflicção, indigna- 
ção. Excandescentia, indi- 
gnatio. 

Agre. adj. (ant.) V. Agrio. 

Agrearse. r. (ant.)Y. Agriarse. 

Agregación./. Aggregacâo ; ac- 
ção e effeito de aggregar. 
Aggregatio. 

Agregado, ju. Aggregado; re- 
9 



AGR 

união de varias cousas. Com- 
plexiis, acervus, cumulus. 

Agregado, da. p. p. de Agre- 
gar. Aggi'egado; acrescen- 
tado, associado. Destinado 
ou addido temporariamente. 

Agregar, a. Aggregar; acres- 
centar, ajuntar ou associar 
umas pessoas ou cousas a 
outi-as. Aggregare, adjun- 
gere, accwnidare : — juntar 
alguma pessoa a uma corpo- 
ração, ou destina-la a uma 
officina, mas sem lhe dar 
logar effectivo. Adscrihere: 
— (liort.) deitar ou acamar 
estrume em volta de um 
canteiro ou taboleiro de jar- 
dim. Usa-se também como 
reciproco. 

Agregativo, va. adj. ant. Ag- 
gi-egativo; que aggrega ou 
pôde aggregar. 

Agremente, adv. m. (ant.) 
V. Agriamente. 

Agresión. /. Aggressâo, acom- 
mettimento, ataque, assalto. 
Aggressio, onis. 

Agresivamente, adv. m. Ag- 
gressivamente ; com aggi-es- 
são. 

Agresivo, va. adj. Aggi-essi- 
vo; que envolve o\\ faz ag- 
gressâo, offensivo. 

Agresor, ra. s. Aggressor; que 
acumineíto alguém injusta e 
inesperadamente.^5'5'res.sor, 
oris. 

Agreste, adj. Agi-estc, rusti- 
co, campestre. Evralis, rus- 
ticvs. V. Campesino : — (fig.) 
que tem maneiras grossei- 
ras, i-usticas. Agrestis, ferox. 

Agrete. adj. dim. de Agrio: 
— acidulo; lun pouco agi-o, 
azedo ou acido. Acididus, 
subacidits. 

Agreza. /. (ant.) V. Agrura. 

Agria./, (med.) Agria, herpes; 
impigem (corrosiva), sarda; 
pústula maligna : — m. (zool.) 
insecto ncAToptero, genero 
de dipteros brachiceros. 

Agrial. m. (ant.) Prato covo 
ou fundo destinado a deitar 
a comida, e mais especial- 
mente a qiie tem caldo, como 
a sopa, etc. 

Agriamente, adv. m. (fig.) Acre- 
mente; com aspereza ou ri- 
gor. Acerba: — (ant.) amar- 
gameiíte. 
Agrianto. m. (bot.) Agriautho; 
genero de plantas compostas. 



AGR 



61 



Agriar, a. Azedar, acidificar; 
tornar acido, azedo. Acidum 
reddere : ■ — (fig.) , assanhar, 
exacerbar, irritar, exasperar 
os ânimos. Exacerbare, ir- 
ritare, exasperare: — r. aze- 
dar-se, acidificar-se. Acidum 
reddi: — ter azia (o estoma- 

- go) : — (fig.) exacerbar-se, ir- 
ritar-se, exasperar-se. 

Agriaz, m. (p. Gran.) V. Ci- 
namomo. 

A&RIC0LA. m. Agi-icultor ; aquel- 
le que cultiva a terra: — adj. 
agricola, dedicado á agricul- 
tui-a. 

Agricultor, ra. *•. Agricultor; 
o que lavi'a ou cultiva a 
terra. Agricola, ce: — m . pro- 
fessor cia agricultura ; o que 
a professa, quer ensinando-a, 
quer exercendo-a. Agricul- 
turce studiosus, peritus. 

Agricultura. /. Agi'icultura; 
a lavoura ou eultiu-a da ter- 
ra. Agricultura, agricuUio : 
— a arte que ensina o cul- 
tivo c o lavor da terra. Agri- 
cultura, ars agraria. 

Agride, odj. (zool.) Agride; 
genero de insectos da fami- 
lia dos myodarios colyptrea- 
dos. 

Agrides, to. pi. (zool.) Agri- 
des; secção de insectos di- 
¡iteros. 

Agridulce, adj. Agridoce, do- 
ce-amargo, adocicado; que 
tem um sabor misturado de 
acido e de doce. Dvlcacidus, 
a, um. 

Agrifila. m. (bot.) Agi-iphila; 
genero de ¡plantas compostas. 

Agrifolio, to. Arvore. V. Acebo. 

Agrilito. m. (zool.) Agi-ilita; 
genero de coleópteros bu- 
prestides. 

Agrillarse, r. V. Gi'illarse. 

Agrillas. /. pi. V. Acedera. 

Agrillo, adj. dim. Acidulo; 
um pouco agro, a^edo ou 
acido. Usa-se também como 
substantivo. Acriculus, a, 
7nn. 

Agrimensor, to. Agrimensor; 
medidor de terras, avalia- 
dor. 

Agrimensura. /. Agrimensura; 
a arte de medir terras. 

Agrimonia. /. (bot.) Agi-imo- 
nia; planta perenne, de fo- 
lhas largas, fendidas e um 
pouco ásperas, assim como 
o resto da planta: cresce até 



62 



AGR 



á altura de uma vara, e as 
suas flores, de uma linda cor 
de ijalba, servem cm algu- 
mas partes para curtir as 
pelles. Agrimonia. 

Agkimoña./. (p. And.) V. Agri- 
monia. 

Agkinócoma. /. (meã.) Agi-y- 
nocoma-, estado em que o 
doente padece simultanea- 
mente de agitação e le- 
thargia. 

Agkio, ia. adj. Agro, acre, aze- 
do, acido; que sabe a agra- 
ce. Acer, acidvs: — (fig-) 
acre, acerbo, áspero, des- 
abrido, como Genio; genio 
acre, vehemente; Respuesta 
agria, resposta desabrida, 
pungente, picante, etc. As- 
per, duriis. Applica-se tam- 
bém ao caminho, terreno, si- 
tio áspero ou cheio de penhas- 
cos ou brenhas, como Cami- 
nos agros; caminhos fragosos, 
ásperos. Montañas agras; 
montanhas fragosas, ingi-e- 
mes .• — frágil, quebradiço, in- 
dúctil, inflexível ; e applica-se 
aos metaes que por sua fragi- 
lidade e aspereza não se dei- 
xam trabalhar com facilida- 
de. Metalhmi acre, non du- 
ctile, non flexibile: — (pint.J 
tosco, grosseiro; (fallando 
de uma pintura que pela ir- 
regularidade do seu colorido 
ou pela desproporção do de- 
senho oâ:erece um aspecto 
desagradável). J?ytíC?íHí/è jji- 
cttmi: — ^^ o sumo acido ou 
azedo de algumas fructas. 
Succus acidiis. 

Agkiodafno. m. (bot.) Agi-io- 
daplmo; genero de laurí- 
neas. 

Agriodendro. m. (bot.) Agrio- 
dendro; genero de liliáceas, 
de folhas espinhosas. 

Agriófagos. m. pi. Agriopha- 
gos; nome de certos povos 
da Ethiopia, que se alimen- 
tam da carne de leões e de 
pantheras. 

Agriox. m. (vet.) Agrião ; tumor 
mollc (pie se forma na ponta 
do curvilhão entre a pelle e 
o tendão befenmro-calcania- 
uo. Tumor siiffraginis: — 
V. Agriaz: — (h. nat.) genero 
de nevropteros libellulos. 

Agrionias. /. ^jZ. (myth.) Agrio- 
nias; festas que se celebra- 
vam na Beócia em louvor 



AGR 

de Baccho. Estas festas da- 
vam occasião a muitos es- 
cândalos e immoralidades. 

Agriope. m. (li. nat.) Agriope; 
genero de ¡lescado do hemis- 
pherio austral. 

Agrios, m. pi. A generalidade 
das arvores cujas fructas são 
algum tanto azedas, como as 
laranjas, limões, etc. Diz-se 
também de seus fructos e su- 
mos. Arbores acídulos fru- 
ctas f crentes; quin et ipsi 
fructus. 

Agrióte, m. (zool.) Agi-iote; 
genero de coleópteros pen- 
tameros, cujo tyjjo é o agrio- 
pe lapicede de Paris e da 
Pérsia. 

Agriotimia. /. Agriothymia; 
tendencia irresistível a com- 
metter actos de crueldade. 

Agriotímico. adj. Agriothimi- 
co; que pertence ou se re- 
fere á agriothimia. 

Agripa, adj. (med.) Agi-ippa; 
craença que nasce pelos 
pés. 

Agripalma. /. Agi-ipalma, ou 
cardiaca (planta). 

Agripna. /. (zool.) Agrypna; 
genero de coleópteros j^en- 
tameros. 

Agripnia. /. (zool.) Agrypnia; 
genero de phrygamos. 

Agrisado, da. part. de Agri- 
sar. Cinzentado; coberto ou 
pintado de jiardo ou cin- 
zento: — adj. cinzento, par- 
do, escuro. 

Agrisar. V. Cinzentar; cobrir, 
pintar de pardo ou cinzen- 
to. 

Agrisetado, da. adj. Tecido 
acinzentado ou parecido com 
estofo cinzento. 

Agrisetar. a. Imitar a côr de 
estofo cinzento. 

Agrísimo, ma. adj. svp. de 
Agrio. Acérrimo, mui agro. 
Valde acerbiis. 

Agro, ra. V. Agrio : — fig. (ant.) 
áspero, desabrido, doloroso. 

Agrología./. Agrología; scien- 
cia que estuda os solos agrí- 
colas. 

Agrologico, ca. adj. Agrolo- 
gico; concernente á agrolo- 
gía. 

Agrologo. m. Agrologo; ho- 
mem versado em agrologia, 
que escreve sobre ella. 

Agrómeno, na. s. Agromeno; 
homem que A'ive no campo. 



AGR 

Agromisa. /. (zool.) Agi'omiza ; 
genero de dípteros brachi- 
ceros. 

Agronomía./. Agi'onomia ; theo- 
ria da agricultura. 

Agronómicamente, adv. Agro- 
nomieamente, de uma ma- 
neira agronómica. 

Agronómico, ca. adj. Agronó- 
mico, concernente á agrono- 
mia. 

Agrónomo, m. Agrónomo. De 
re rustica, de re agraria 
scriptor. 

Agro pila. /. (li. nat.) Agro- 
pila; especie de bezoar, pe- 
dra que se acha no corpo dos 
camellos e das cabras. 

Agropiron. m. (bot.) Agi-opy- 
ron (trigo do campo) ; genero 
de gramineas, secção do ge- 
nero trigo. 

Agror, m. (ant.) V. Agrio, 
Agrura. 

AoRÓsTEAs.pZ. (bot. ) Agrósteas ; 
tribu admittida na familia 
das gramineas, cujo typo é 
o genero grama. 

Agróstema. /. (bot.) Agroste- 
ma; genero de plantas sile- 
neas que cresce em abun- 
dancia entre o trigo. Conhe- 
cem-se quatro ou cinco es- 
pecies, indígenas daEvu'opa, 
das quacs a mais commum 
é a nigella dos trigos. 

Agróstero. m. (zool.) Agi'os- 
tero; secção de lepidópteros 
nocturnos c|ue forma parte 
do genero assopia. 

Agrostícula. /. (bot.) Agrosti- 
cula; genero de gramineas, 
parecido ao esporobolo, a que 
se reúne commummente. 

Agróstida. /. (bot.) Agrostida. 
V. Grama. 

Agrostideo, dea. adj. (bot.) 
Agrostideo; diz-se do vege- 
tal que se parece com a agros- 
tida : — /. pl. familia de gra- 
mineas. 

Agrostis./. (bof.)Y. Agrostida. 

Agrostofolia. /. (bot.) Agi-os- 
tofolia (folha de gi-ama); 
genero de orchidoas, cujo 
typo é indigena de Java. 

Agrostografia./. (bot.) Agros- 
tographia; parte dalDotanica 
que trata da grande familia 
das plantas gramíneas. 

Agrostografico, ca. adj. (bot.) 
Agrostogi'aphico ; que se re- 
fere á agrostographia. 

AgrostÓgkafo. m. (hot.) Agros- 



AGU 

togi'apho; o que se dedica ao 
estudo das plantas gi-ami- 
neas. 

Agkostólogo. 7??. (Ijnf.) AgTUS- 
tolügo; o que professa a 
agrostolügia. 

Agrostologia. /. (bot.J V. 
Af/rosto(/rafia. 

Agrostológico, ca. adj. (hot.) 
Agrostolügico ; o que se re- 
fere á agi'ostologia. 

Agrótida. /. (zool.) Agi'otes, 
genero de lepidópteros no- 
cturnos. 

Agruadok. m, (ant.) V. Ago- 
rero. 

Agrumarse. r. Grumar-se, 
coalhar-se, fazer-se em gru- 
nios. 

Agrupado, da. adj. Agi'upado. 

Agrui'Ador, ra. s. Agrupador. 

Agrupamiento. in. Agi'upa- 
niento. 

Agrupar, a. Agi'upar, reunir 
eni grupos, apinhar. Usa- se 
também como reciproco. 

Agrura. /. Acidez, acrimonia, 
amargor, azedume. Acrinio- 
tiia, acerbitas. 

Agua. /. Agua; corpo liquido 
e transparente de que se for- 
mam os mares, rios, fontes, 
etc. Aqua : — rombo, fenda 
por onde entra nos navios a 
agua do mar. Rima quâ ma- 
rinai aquce iii navem in- 
jiuunt : — remolho, acção de 
remolhar alguma cousa. Tn- 
mersio, infusio: — agua, li- 
cor extraindo de algumas 
hervas, flores e fructos, dis- 
tillando-os com agim.Liquor 
ex quihusdam olusculis, flo- 
ribus, autfriictibus dist'dla- 
tus : — de agraz, agua de 
agraço, agua composta de as- 
sucar e de agraço : — lluvia, 
agua da chuva ; também se 
usa no pku'al n'esta acce- 
pção. Pluvia : — abajo, adv. 
agua abaixo, com a corrente 
ou curso natm-al da agua. 
Secundo jlumine : — acera- 
da, agua férrea : — angéli- 
ca.\. Angélica,\)çh\([?L, etc. : 
— arriba, adv. agua acima, 
contra a corrente ou cm-so 
natural da agua. Adverso 
Jlumine : — arriba, contra a 
corrente; com grande diffi- 
culdade, opposição ou repu- 
gnancia. Invite, cegre,coactè : 
— de azahar, agua de flor 
de laranja ; — bendita, agua 



AGÜ 

benta, agua que o sacerdote 
benze e que serve para o 
uso da Igi'eja e dos fieis. 
Aqua lustralis: — composta, 
agua composta, bebida que 
se faz de agua, assucar e do 
sumo de algumas fructas, ou 
das mesmas fructas postas 
em inftisào, como — de limón, 
agua de limão ; — de na- 
ranja, agiia de laranja : — 
de fresas, agua de moran- 
gos, etc. Aqua saccharo, 
fruguum, fructuumque succis 
condita:— de cepas (fam.) 
agua de cepa, o vinho. Vi- 
num : — de cerrajas, agua 
de bacalhau. A agua que se 
oxtrahe da herva serralha é 
de pouca substancia, e por 
isso costuma-se chamar por 
metaphora agua de cerrajas, 
agua de serralha, a tudo 
aqui lio que é de substancia 
inútil, seja discm-so ou pro- 
posta. Nugíc, res niliil : — 
de Espíritu Santo. Agua ba- 
ptismal : — deherreros .agus. 
de fen-eiros ; é aquella em que 
os ferreiros apagam o fen-o 
ou o aço embraza. Ferraría 
aqua: — de la reina de Hun- 
gria, agua da rainha de Hmi- 
gi-ia ; licor claro como a agua, 
que se extrahe distillando 
a flor do rosmaninho com 
aguardente .* — de la vida, 
agua da vida, licor que se 
extrahe por distillação de 
certas substancias medici- 
naes que se infundem em 
aguardente; — de miljiores, 
agua de mil flores; a que se 
cÜstilla da bosta do gado vac- 
cum apanhada na prima- 
vera. Aqua ex fimo bovino 
distillata: — de nieve, agua 
nevada; a que se esfria com 
a neve ou que procedendo 
d'ella se desfaz com o calor. 
Aqua ni ve frigescens : — de 
olor, agua de cheiro; a que 
é composta de substancias 
aromáticas. Aqua odorata, 
aromática: — de pié, agua 
nascente ; a que natural- 
mente e sem artificio brota 
da terra. Aqua jjrofluens, 
viva. Agua de por mayo pjan 
2Mra todo el año ; (rif.) chuva 
de maio, ¡jào para todo o 
anno. Pluvioso majo messis 
multa. AguadejJorSan Juan 
quita vino y no dapan ; (rif.) 



AGU 



63 



a chuva de S. JoSo tira\ànho 
e nao dá pão. Imbres deci- 
dente junio vineis noceiit, nec 
jyrosunf messibus: — de soc- 
corro, baptismo sem as ce- 
rimonias da Igi-eja, o baptis- 
mo administrado sem as so- 
lemnidades em caso de ne- 
cessidade. Baptisma priva- 
tirn ministratum si necessitas 
cogit: — fuerte ó acido ni- 
trico, agua forte ou acido 
nítrico ; chama-se assim pela 
acti\ãdade com que dissolve 
a prata e outros metaes : — 
lluvia, ou llovediza, agua da 
chuva, que cae das nuvens. 
Aqua pluvia, pluvialis: — 
mineral, agua mineral; c 
aquella que dimana ti-azen- 
do em si dissolvidas algumas 
substancias mineraes, como 
Siles, feíTo, etc. Aqua mine- 
ralis: — muerta, agua mor- 
ta, agua estagnada e que 
não corre. Aqua stagnans, 
jñgra : — nieve, agua neva- 
da, agua que cae mistiu'ada 
com neve. Aqua nive inter- 
mixta, nivalis. Afua no en- 
ferma, ni embeoda, ni adeu- 
da; (rif.) a agua não mata 
nem embebeda. Vino forma 
2)erit, vino coi-rumpitur cetas. 
Aqua vino pra;estat. Agua, 
pasada no muele molino :(r i f.) 
agiias passadas não moem 
moinhos. Deprccteritis ne cu- 
rato: — regia, agua regia; 
o acido nitrico e muriatico 
combinados em certas pro- 
porções. Chamou-se assim 
porque dissolve o oiro, ao 
qual chamavam os alchimis- 
tas rei dos metaes; — sal, 
agua de sal; agua doce cm 
que se lança alguma porção 
de sal. Aqua salita, salsa : — 
salada, agua salobra : — ter- 
mal, agua das caldas; _é 
aquella que alem de ser mi- 
neral sáe quente do manan- 
cial em todas os estações do 
anno. Aqua thermalis: — de 
torongil, agua de herva ci- 
di-eir a ou melíssa : — va, agua 
vae, expr. com que se avisa 
aos que passam pela rua que 
se vae deitar pelos canos ou 
varandas agua ou immundi- 
cies. Ileus, apage, cave :aqua 
èfenestrajacitur : — vidria- 
da, agua \adrada, especie de 
gosma ou pevide que costu- 



64 



AGü 



mam padecer os falcões e ou- 
tras aves de rapina. Gemís 
morhis quo accipitres labo- 
rare solent: — viva, agua 
viva i a que dimana e corre 
naturalmente. Aqua viva : 

— 2)1., ondeados; refle- 
xos que têem algumas se- 
das, imitando as ondas ou 
reflexos que faz a agua. Co- 
lores seriei textilis uiidarum 
specie descripti : — aguas, re- 
flexos das pedras preciosas. 
Scintillato gemmoe : — brilho 
das pennas de algumas aves. 
Pennarum colores, undulatâ 
luce scintillantes: — as uri- 
nas ou a urina. Urinas : 
■ — ■ falsas, aguas falsas, 
aguas adiadas a pequena 
profundidade e que servem 
de embaraço para achar as 
permanentes ou firmes. ^5?ía 
terree summitati próxima, 

■ non jv gis, et interdumnoxia : 
— firmes, aguas firmes ; as 
dos poços, que se julgam 
vir de verdadeiros manau- 
ciaes, que nunca se esgotam. 
Imce aquce, qiim profundius 
flmmt, et numquam deficiunt : 

— llenas, (ant. naut.) aguas 
cheias.V._p¿eaw?ar, preamar : 

— mayores y menores, aguas 
maiores e menores. Chamam- 
se aguas maiores os escre- 
meutos do homem, e menores 
a urina. Excrementuin et 
urina : — menores; (naut.) 
aguas menores, crescentes 
([uotidianas do mar. Maris 
wstus : — muertas, aguas inor- 
tas, as marés menores domar 
que succedem nos quartos da 
lua. JEstus marini remissi, 
lenes: — del timón, esteira 
do navio : — vertientes, aguas 
vertentes, as que baixam das 
montanhas ou serras; e al- 
gumas vezes por aguas ver- 
tentes se explica o sitio ou 
paragem onde vem cair. 
Também assim se chamam 
as aguas que caem dos te- 
lhados. Aquoi è montibus sca- 
turientes, erumpentes: — vi- 
vas, aguas vivas, crescentes 
do mar até o tempo dos eqm"- 
noxios, e as que tem em cada 
lua no começo e na lua 
cheia. JEstus marini ferven- 
tiores. Agua. coge con har- 
nero quien se cree de ligero 
(rif.) ; apanlia agua cm joeira 



AGU 

quem julga ligeiramente 
(Jitò credens se ipsum deci- 
pit. Ahogarse en poea agua 
(fig.fam.); afogar-se em pou- 
ca agua ; apurar-se e afiligir- 
se por jjouca cousa. Levibus 
suGCumbere malis. Al enfermo 
que es de vida el agua le es 
m edicina (rif.); quem está são 
a agua o ema. ^JUgro sana- 
turo nil non prodest. Alzarse 
el agua (fr. ant.); levantar 
o tempo, deixar de chover, 
serenar. Bailar el agua, ou 
bailar el agua delante (fr. 
fam.); esmerar-se em com- 
prazer ou agradar a alguém. 
Officiosissimh aliqui assen- 
tari. Bañarse en agua ro- 
sada (fr. fam.); estar sem- 
pre com a cara na agua; 
contentamento que alguém 
sente jjor qualquer aconte- 
cimento alheio, seja prospero 
ou adverso. Secum delectari, 
sibi ipsi complaceré, congra- 
íulari. Botar ai agua algu- 
na embarcación; lançar ao 
mar algum navio. Navim in 
raare deducere. Cada uno 
quiere llevar el agua á su 
molino, y dejar en seco al 
del vecino (rif); cada qual 
leva agua ao seu moinho e 
deixai" em secco o do visinho. 
Etiam aliorum damno quis- 
que sua curat. Coger agua 
en cesto ó en harnero; apa- 
nliar agua em peneira, tra- 
balhar em vão. Frustra fa- 
tigari, incassum laborem 
suscipere. Cortar el agua, 
cortar a agua; dividi-la na- 
vegando ou nadando. Como 
agua (loc. fam.) ; como fari- 
nha; denota a abundancia 
ou copia de alguma cousa 
que se possue. Uljc.rrijnc, 
aquâ ipsâ uberius. Como el 
agua de mayo; como a agua 
em tem2)o de secc a ; (loc. fam.) 
com que se pondera o bem 
recebida ou muito desejada 
que é alguma cousa. Oppor- 
tunissimk. De agua y lana; 
pouco vale, tem pouca im- 
portancia, dou-lhe pouco 
apreço. Parvi momenti, floc- 
ci. Del agua mansa me libre 
Dios, que de la recia (ó bra- 
va) me guardaré yo (rif.); 
guarda-te do cão que não 
ladra e do homem que não 
falia; também se diz Guar- 



AGU 

date dei agua mansa; guar- 
da-te do cão que não ladra. 
Latentem mansueto pectore 
iram avertat Deus: frmci- 
piti et aperta} ipse obsistam. 
Del agua vertida alguna co- 
jida (rif); no aproveitar é 
que vae o ganho. Ne omnia 
perdas. Echar agua en el 
mar; deitar agua ao mar, 
dar a quem tem abundancia. 
Aquam mari addere. Echar 
el agua á un niño; baptisar. 
Baptizare. Echar toda el 
agua (fig.); fazer todo o pos- 
sível. Experiri rdtima, ale- 
amjacere. Echarse al agua; 
deitar-se 'a nado, aiTostar 
algum ¡perigo ou determinar- 
se a elle para fugir de outro. 
Se in aliquod discriminem 
conjicere ut aliud majus vi- 
tetur. Encharcarse de agua 
(fig.); encher-se de agua; 
beber agua em excesso. J.çtíâ, 
turgere. Entre dos aguas, 
adv. (fig. fam.); irresoluto, 
com duvida e perplexidade 
na resolução de algum a cousa 
sem saber o que dcve fazer. 
Usa-se commummente com 
o verbo estar. Aiiimo flu- 
ctuare, hcesitare. Escribir en 
el agua, escribirla arena; es- 
crever na areia. Estar en el 
agua, ou con el agua á la 
boca, ou con el agua hasta la 
garganta; estar com acorda 
na garganta; achar- se em 
grande aperto ou perigo. In 
extremo discrimine esse, ver- 
sari. Estar hecho un agua 
ou 1171 pjollo; estar alagado 
em suor. Plurimum siidore 
modere. Ganar las aguas. 
('iiaid.); ganhar aguas, diz-se 
quando os navios se adian- 
tam uns aos outros. Navim 
navi, ciassem classi antecel- 
Icre. Grabar al agua fuerte 
ou de agua fuerte; gravar 
a agua forte, abrir laminas 
dando-lhe A'erniz, e dese- 
nhando sobre elle com uma 
agulha. Depois deita-se agua 
.forte, a qual come na lami- 
na o que a agulha havia des- 
coberto, e assim fica gravado 
o desenho. Acido nitro-sul- 
phurico cmlare. Hacer agua; 
fazer agua, diz-se quando 
entra a agua n'um navio, 
por algum buraco ou fenda. 
Aquam navim per rimas in- 



AGU 

ff redi: naves rimis fatisce ti- 
tas aquam accipere. Hacer 
agua; (ant.) hacer aguada; 
fazer aguada; hacer agua 
por alguna cosa; ser presu- 
mido, ter vaidade ou jactar- 
se de alguma qualidade van- 
tajosa. De re quapiam glo- 
riari : sua ipsius pra^conia 
canere. Hacer aguas; verter 
aguas, lu-inar. Hacer del 
agua ou de agua una cosa 
(fam.J; fazer cousaquenão dá 
ganho. Lavare, prima aquâ 
abluere. Hacerse agua ou en 
tm agua la loca; fazer agua 
na boca, causar sensação no 
paladar e na lingua o desejo 
de algum manjar, augmen- 
taudo-se e diminuindo a sa- 
liva. Prceconeepfâ cibijucun- 
ditate palatum linguamque 
liquescere ac poine fluere. 
Hacerse agua de cerrajas 
(fam.J; dai- em agua de ba- 
calhau, desvanecer-se ou 
frustrar-se o que se preten- 
dia ou esperava, liem eva- 
nescere, frnstrari. Hacerse 
un agua; suar muito ou ha- 
ver suado. Undique sudore 
manare, fluere. Ir el agua 
por algunaparte (fig.fam.); 
a agua por alguma parte 
corre, a fortuna vae em cer- 
tos tempos para uma classe 
determinada de pessoas e 
cousas. Vicissim favere for- 
tunam. Llevar el agua á sto 
molino (fig.); levar a agua 
a seu moinho, attender luii- 
camente a seu proveito e in- 
teresse. Sihi tantum consu- 
lere. Meterse en agua; co- 
meçar o tempo chuvoso. Tm- 
hres esse magnos et assíduos: 
pluviosum esse co'lum. Nadie 
diga de esta agua yo no be- 
beré (rif.J; ninguém diga 
d'esta agua nao beberei. Ne- 
ma ab alioriim casihus se tu- 
tum creda. No hallar agua 
en la mar; ir ao mar e nao 
achar agua, não conseguir 
o mais fácil de alcançar. Li 
magna rerum copiaindigere. 
No lo lavarei concuanta agua 
lleva el rio (fig.); não ha agua 
que o lave, diz-se quando 
são táo enormes e públicos 
os defeitos de alguém que 
não poderá lívrar-so d'elles 
por mais que o procure. Nul- 
lo prorsüs expiabit piaculo. 



AGU 

Parecer que no enturbia el 
agua (fig.); parecer que não 
quebra um prato ; appli- 
ca-se áquelle que ap^jaren^ 
tando simplicidade ou inno- 
cencia encobre talento ou 
malicia que se não julgava 
que elle tivesse. Subdolum, 
vafrum esse, callidum. Pa- 
sar por agua los huevos; 
aquecer ovos, coze-los ligei- 
ramente. Ova in aqua co- 
quere. Quien echa agua en 
la garrafa de golpe, mas 
derrama que ella coge (rif.); 
cousa feita á pressa nunca 
sáe bem feita. C'unctando, 
non properando res perfi- 
ciuntur. Sacar agua de las 
piedras (fig.) ; tirar proveito 
de qualquer cousa. Ex qua- 
cumque re quantumvis des- 
picahili utilitatem percipere. 
Ser una cosa tan clara ou 
mas clara que el agua, el 
sol, la luz de medio dia, etc. ; 
Ser táo claro como a agua, 
saltar aos olhos. V. Claro. 
Sin decir agua va (fig.); scm 
dizer agua vae ; fazer damno 
a alguém sem prevenção. 
Repente, hospite insalutato; 
Tener el agua ala garganta. 
estar ameaçado de perigo 
gi'ave. In ultimo discrimine 
esse, versari. Tomar de traz 
el agua (fig. fam.) ; ir aos 
principios, começar a re- 
lação de algum caso ou ne- 
gocio desde as primeiras cir- 
cumstancias ou motivos que 
a elle concorreram. Peni alte, 
à capite, ¿t- fonte repeleré. 
Tomar el agua ou las aguas 
(naut.) ; tapar os rombos por 
onde entra agua nos navios. 
Navis rimas occludere, stup- 
2X1 replere. Tomar las aguas ; 
cobrir a construcçào de um 
edificio para que a chuva 
não impeça os trabalhos. 
Volverse agua de cerrajas 
(fam.); tornar-se em agua 
de bacalhau. Hacerse agua 
de cerrajas; fazer-se em 
nada. Estar ou andar entre 
la cruz y el agua bendita; 
estar entre a cruz e a cal- 
deirinha. Hay mas que agua ; 
nao ha só agua; modo de 
fallar com que se exprime 
que urna casa é rica e pode- 
rosa. Meter dentro del agua ; 
meter denti'o da agua, mer- 



AGU 65 

gulhar. A lalnmbre delagua, 
ao lume de agua, á tona da 
agua. A la lengua del agua, 
á lingua da agua, á borda 
da agua. 

Aguaereza. /. (arch.) O cano 
da latrina. 

Aguacate, m. Aguacate; ar- 
vore, especie de loureiro, que 
conserva as folhas todo o 
auno, e dá um fructo do ta- 
manho de urna pera gi-ande, 
cuja jioljja assim como o ca- 
roço são agradáveis ao pala- 
dar. Laurus persea: — agua- 
cate, a ñ'ucta do aguacate : 

— aguacate, esmeralda cuja 
forma é parecida á do agua- 
cate. Smaragdus piri for- 
mam referens. 

Aguacero, m. Aguaceiro, bá- 
tega, bursiguiada, pancada 
de agua, chuveiro. Nimbús. 

Aguaceta. /. Seringa feita de 
sabugo, com que os meninos 
brincam. 

Aguacidera. /. (Arag.) Terra 
semeada em secco e depois 
regada. Terra post semen- 
tem irrigata. 

Aguacil, m. Aguazil. V. Al- 
guacil. 

Aguacha. /. (pop.) Agua po- 
dre, corrompida. 

Aguacharnar. a.(ant.)Y .Agua- 
chinar. 

Aguacharse, r. Alagar-se. 

Aguachento, adj. (prov.Cuha) 
Esti'agado; o fructo que per- 
deu o sueco por estar ini.pre- 
gnado de agua. 

Aguachinar. a. (Arag.) Dar de 
beber aos animaes : — mo- 
lhar a terra. 

Aguachaile. /. Carrascão, sur- 
rapa, vinho mau. Vinum. pes- 
simum : — bebida mui agua- 
da. Potio insipida, tenuis 
et vigore destituía. 

Aguacuacuan. m. (zool.) Agua- 
cuacuan, sapo do Brazil, de 
oito pollegadas de comprido. 

Aguada, f. Aguada. Aquatio: 

— fonte onde as embarcações 
fazem aguada. Aquationis lo- 
cus: — aguarella, aguada,es- 
tampa imitando a aquarella. 
Pigmentum aquâ gummosâ 
dihdum. Hacer aguada; fa- 
zer aguada, surtir de agua 
uma embai'cacao. Aqucàio- 
nem agere. 

AguadaSa. /. (ant.) Fouce. V. 
Guadaña. 



66 AGU 

Aguadera. /. Capa de oleado. 
V. Capa affvadera : — (cetr.) 
Cada urna das quatro jíeu- 
nas largas, umas mais cur- 
tas que outras collocadas uas 
azas das aves. Avium latio- 
res in alis penna¡ : — canga- 
lhas para levar em cantaros 
agua e outras cousas, Aqua- 
rium vedahulum. 

Aguadero, m. Bebedouro. V. 
Abrevadero : — (ant.) V. 
Aguador. 

Aguadija. /. Aguadillia; hu- 
mor claro e liquido que di- 
mana das chagas. Humor la- 
cere defluens. 

Aguado, da. adj. Abstemio, be- 
bedor de agua. Ahstemius. 

Aguador, ra. s. Aguadeiro. Fa- 
miliaris aqiioi provisor : — 
cada um dos paus que nas 
noras atravessam de uma 
roda á outra e sobre as quaes 
joga a maroma. Botoi aqua- 
rke axes. 

Aguaduchar, a. (ant.) molhar, 
hiunedecer a terra. V. Ena- 
guazar. 

Aguaducho, m. Aguaceiro. Al- 
luvies : — armario para guar- 
dar vasilhas de barro. Ar- 
marium in quo rasa aquaria 
reconduntur : — V. Acuedu- 
cto. 

Aguadura. /. Aguamento, mo- 
lestia que vem aos nervos 
das pernas dos cavallos. Quo- 
rinndum animalium morbus 
ex nimio et intempestivo pot u. 

Aguagoma. /. Gomma arábica 
dissolvida. 

Aguaitador, ra. s. (ant.) Es- 
I^reitador. 

Aguaitamiento. m. (ant.) Es- 
preita, acção de espreitar. 

Aguaitar, a. (aíií./aj«.J Espiar, 
espreitar, observar. E lioje 
de uso vulgar. 

Aguajaque. m. Gomma ammo- 
niaca. l^esinm gemís. 

Aguajas. /. p)i- Ulcera ou tu- 
mor aquoso que se forma 
nos cascos dos cavallos. Tu- 
mor aqueiis, ulcerosns in 
equis. 

Aguaje, m. (naut.) Corrente 
rápida no mar. Maris JJn- 
ctus, profluentium aquarum 
impetiis. 

Aguajinoso, sa. adj. (ant) 
Aquoso, húmido. V. Agua- 
noso. 

Aguajoso. adj.Aqnoso, húmido. 



AGU 

Agualak. a. (ant. mar.) V. Ago- 
lar. 

Agualí. m. (germ.) V. Aseso- 
ria. 

Agualó, m. (germ.) V. Asesor. 

Aguamanil, m. Bacia para la- 
var as mãos. Aquiminarium, 
luvium. 

Aguamanos, m. Agua para as 
mãos. Aqua lavandis mani- 
bus : — ■ (ant.)Y. Aguamanil. 
Dar aguamanos ; dar agua 
a alguém para lavar asmaos. 
Aquam abluendis manibns 
ministrare. 

Aguamar, m. Animal marinho, 
cujo cor2Do é gelatinoso, de 
cor branca e roxa. Medusa 
marsiqjialis. 

Aguamarina. /. Agua-raarinha, 
pedra preciosa de cor verde- 
mar; é transparente, bri- 
lhante e quebradiça. Silex 
berylus. 

Aguamelado, da, ac?/. Ensopado 
ein hydromcl. 

Aguamiel./. Agua-mel •, bebida 
feita de agua e mel ; hydro- 
me\. Hydromeli, aquamulsa. 

Aguamiento. m. Acção e eífeito 
de aguar : — aguamento, con- 
gestão ou ajjoplexia do pé 
dos animaes. 

Aguamorío, m. Y. Laguna. 

Aguanafe. /. Agua de flor de 
laranja. 

Aguanieve. /. Ave de um pé 
de comprido, cinzenta por 
cima e branca pelo ventre; 
habita nos logares pantano- 
sos. Tringa squatarola. 

Aguanosidad. /. Serosidade, 
humor aquoso. Aquosiis hu- 
mor. 

Aguanoso, sa. adj. Aquoso, 
aqueo, que abunda em agua; 
húmido, que está permeado 
de agua. Aquostis. 

Aguantable, adj. SoíFrivel, 
sui^portavel, tolerável. 

Aguantar, a. Soffrer, tolerar, 
supportar : — sustentar, sus- 
ter, manter: — la estopada, 
aguentar a estoj^ada: — las 
velas, ir a nau com todas as 
velas largas e poder com 
ellas. Usa-se também como 
reciproco. 

Aguante, m. Força, constan- 
cia, coragem jjara resistir: 
• — (fig.) tolerancia, pacien- 
cia, resignação. 

Aguañón. 7?í. Mestre de obras 
hydraiüicas. 



AGU 

Aguapié./. Agua-pé; licor ti- 
rado do ¡jé da uva repisada 
no lagar, com mistura de 
agua. Vinvm. tenue, lora. 

Aguar, o. Aguar; misturar 
agua com vinho, vinagre ou 
outro licor. Aquam cuín ali- 
quo licofe miscere: — (jig.) 
interromper o gosto e a ale- 
gria que se tinha. Gaudimn 
intercipere, in luctum ver- 
teré. 

Aguara, m. Aguara; mammi- 
fero similhante á raposa. 

Aguardador, ra. s. (ant.) Guar- 
dador; pessoa que guarda, 
vigia outra. 

Aguardamiento, m. (ant.) 
Aguardamento, guardamen- 
to, guarda, defeza. 

Aguardar, a. Aguardar, espe- 
rar alguma cousa. Sperare, 
spjem haber e: — esperar que 
venha ou chegue alguma 
pessoa. Expectare, prcesto- 
lari: — dar tempo ou espe- 
ra : — diz-se commummente 
do tempo de espera que se dá 
ao devedor para que pague. 
Prorogare diem alicui ad 
solvendum : (ant.) V. Guar- 
dar: — (ant.) attender, res- 
peitar, ter em apreço ou es- 
tima. 

Aguardentería. /. Loja onde 
se vende aguardente por 
miúdo. Liquoris ex vino dis- 
tillati, seu aquce vitce taber- 
na. 

Aguardentero, ra. s. Aguar- 
denteiro ; o que vende aguar- 
dente. Aquce sitoi venditor. 

Aguardiente, m. Aguardente, 
liquido espirituoso que se 
obtém por distillação do vi- 
nho e de outras suíastancias. 
Liquor ex vino disfillatus, 
aqua vita: — de cabeza; a 
primeira aguardente que se 
distilla: — de azúcar; tafia; 
aguardente de canna. 

Aguardienteria. /. Casa de 
distillação de aguardente. 

Aguardientero. m. Distillador 
de aguardente; o que faz 
aguardente. 

Aguardo, m. Logar onde se 
espera a caça. 

Aguarradas. /. pi. Aguacei- 
ros: — nuvens que appare- 
cem na ¡jrimavera. 

Aguarrás. /. Agua-raz, espi- 
rito de terebinthina. 

Aguarse, r. Encher-se de agua 



AGU 

(algum sitio ou terreno). 
Aqnis ohrni, oi:>pleri: — em 
medicina veterinaria diz-se 
aguar-se, de ixm animal que 
é atacado do aguamento ou 
ajioplexia dos tecidos do pé. 

Aguarzarse. r. (anf.J V. Ena- 
guarcharse. 

Aguas. /. (pi.) Arestins; feri- 
da ulcerosa que apparece 
nos extremos locomotores dos 
animaes, especialmente na 
região dos maclnnlios. 

AguaSzVL. /. Salmoura, mistura 
de agua e sal. 

Agiia-segunda. /. Agua-forte, 
acido azotico. Nome vulgar 
que em Hespanha dão a este 
acido. 

Aguatocha./. Bomba; machi- 
na hydraulica para apagar 
os incendios. 

Aguatocho. m. Atoleiro, loda- 
çal, lameiro, lamarão, ceno. 
Lociis x>cditdosns. 

Aguaturma. V. Pataca. 

Aguaverde, m. Medusa, ortiga 
do mar; especie de peixe 
cujo corpo esplierico e gela- 
tinoso é de um branco sujo, 
que atira ¡Dará o verde. Me- 
dusa cntciata. 

Aguavientos. 7?í.Phlomis ; plan- 
ta perenne que cresce ató 
á altura de imia vara, com 
folhas felpudas e de luu ver- 
de claro, flores encarnadas 
c floração terminal. Phlo- 
mis, herba venti. 

Aguavilla. /. V. Gayuha. 

Aguaza. /. Humor aquoso, con- 
sistente o csjjesso, cspellido 
jielos animaes e por algu- 
mas plantas e fructos. Hu- 
mor aquatns. 

Aguazal, m. Aguacal; sitio 
fundo e balseiro, onde estão 
aguas represadas. Lociis pa- 
htdosus. 

Aguazarse, r. V. Encliarcar-sc. 

Aguazo, m. Pintura á tempera. 

Aguazoso, sa. adj. V. Aguanoso. 

Aguazur. m. Planta maritinia, 
annual cujo emprego indus- 
trial é o de fazer lixivias ou 
cenradas. Mesemhryanthe- 
mnm nodiflorum. 

Agucia. /, (ant.) Desejo ve- 
hemente; anciã, angustia, 
aperto do coração. 

AouciAR.rt. (ant.) Desejar, soli- 
citar com efiicacia ou anhelo, 
estimular. 

Aguciosamente. adv. m. (ant.) 



AGU 

Cuidadosamente, com anela, 
anciosamente, com anhelo. 

Agucioso, sa. adj. (ant.) An- 
cioso, diligente, ávido, que 
deseja com ardor. 

Agudamente, adv. m. Aguda, 
viva e sensivelmente: — (fig.) 
engenhosamente, subtilmen- 
te, com agudeza e perspica- 
cia de engenho. 

Agudez. /. (ant.) V. Agudeza. 

Agudeza./. Agudeza, fio, gu- 
me, ponta (de instrumento 
cortante, etc.): — (fig.) agu- 
deza, subtileza, perspicacia 
de engenho : — agudeza, dito 
agudo. 

Agudillo, lla. adj. dm. de 
Agudo, Aguçadinho. 

Agudíssimo, ma. adj. su}}. de 
Agudo, Agudissimo. 

Agudito, ta. adj. dim. de Agu- 
do, Agudosinho. 

Agudo, da. adj. Agudo; que 
termina em ponta; afiado, 
apontado. Acutus: — (fig.) 
agudo, que é subtil, perspi- 
caz, de vivo engenho. Soler- 
tia, ingenii acumine p>ra;di- 
tus: — agudo, vivo, gracioso 
e opportuno; applicà-se ao 
dito ou sentença. Facetioí: 
— agudo, pungente e pene- 
trante. Vehcmcns dolor: — 
agudo, grave e de pouca du- 
ração; diz-se das doenças. 
Acutus, pra'cpps viorhus: — 
perspicaz e prompto na apre- 
ciação das impressões dadas 
pelos sentidos. Agudo, forte 
e penetrante ; diz-se do chei- 
ro e do saljor. Acerrimis sen- 
sibiis homo: acidus odor, sa- 
por: — agudo, accento que 
consiste n'uma pequena li- 
nha dirigida de cima para 
baixo e da direita para a 
esquerda. Applica-se tam- 
bém á syllaba que tem este 
accento. Acidus accentus. 
Agüela./. Capa, capote, manto. 
Agüelo, la. s. (ant.) Y. Abuelo. 
Agüera./. Regueira, rego para 
conduzir as aguas das chu- 
vas ao campo. 
Agüero, m. Agouro, augurio, 
vaticinio, jíredicção do fu- 
turo. Augu rium : — prognos- 
tico favorável ou desfavorá- 
vel das cousas futuras, for- 
mado supersticiosamentepor 
signaes sem fundamento. ^?í- 
gurium superstitiosinn , fri- 
rolum a%is¡)icium. 



AGU 67 

Aguerrido, da. adj. Aguerri- 
do, adestrado na guerra, af- 
feito a ella. Bello expertus. 

Aguerrir, a. Aguerrear, afí'a- 
zer á guerra ou exercitar 
n'ella. Usa-se também como 
reciproco. 

Aguijada. / V. Aijada. 

Aguijador, ra. s. Aguilhoador; 
o que aguilhoa. Stimulcdor. 

Aguijadura. /. Aguilhoamen- 
to; acção e efteito de agui- 
Ihoar. Stimulatio, sfimidus. 

Aguijamiento. m. (ant. )\. Agui- 
jadura. 

Aguijar, a. Aguilhoar; picar 
com aguilhão (os animaes). 
Stimulis pungere; você aà- 
liortari, iirgere: — (fiff.) iu- 
citar ou estimular. ,StÍ7mda- 
re: — n. ir ou caminhar de- 
pressa ou acceleradamente. 
Propei-are. 

Aguijatorio, a. adj. Diz-se da 
ordem que um magistrado 
dá a inn magistrado infe- 
rior para executar uma or- 
dem procedente. 

Aguijeño, ña. adj. ant. Seixal, 
terreno cheio de seixos. 

Aguijón, vi. Aguilhão; ferrão 
com que alguns insectos })\- 
(¿íim:—(fig') estimulo, inci- 
tação. 

Aguijonado, adj. Aguilhoado, 
provido de um aguilhão. 

Aguijonar, a. V. Aguijonear. 

Aguijonazo, vi. Aguilhoada; 
golpe com aguilhão. 

Aguijoncillo. m. dim. de Agui- 
jón. 

Aguijoneador, ra. s. Aguilhoa- 
dor; o que aguilhoa. Agita- 
tor, stimulator. 

Aguijoneadura. / Aguilhoa- 
mento; acção e etteito de 
aguilhoar. 

Aguijonear, o. Aguilhoar; pi- 
car com o aguilhão: — (fig.) 
estimular, incitar. Slimu- 
, lare. 

Águila. /. Águia; ave de ra- 
pina, geralmente de côr ru- 
bra e de vista perspicaz, 
que excede todas as mais na 
força e rapidez do vòo. Aqiii- 
la: — moeda de oiro que cor- 
ria no tempo dos reis catho- 
licos e de Carlos V; o seu 
valor era de dez reales de 
prata. Aureus nummns: — 
águia, insignia principal dos 
romanos (na guerra): — (as- 
fron.) águia, uma das con- 



68 AGU 

stellações boreaes. Constel- 
latio aqidla: — ladra o astu- 
to: — xofrango (águia mari- 
nlia). Baja aquilo. : — cabdal 
ou caudal, águia de colleira 
maior: — real, aguia-real, 
a maior de todas as águias. 

Aguileña,/. Aquilegia; planta 
perenne, cujas hastes de tres 
pés de comprido são direitas 
c ramosas; as folhas de um 
verde escuro na sua pagina 
superior, são amarelladas na 
pagina inferior; suas nume- 
rosas flores constam de corol- 
las de cinco pétalas, são 
azues ou brancas, segundo 
as variedades da planta e 
cultivam-se pai-a ornamento 
nos jardins. Aquilegia vul- 
garis. 

Aguileno, m. (ant.) V. Âgui- 
hicJio. 

Aguileno, ña. adj. Aquilino; 
que tem rosto comprido e 
delgado : — aquilino, adunco. 
Diz-se também do nariz del- 
gado e alguma cousa curvo, 
á similhauça do bico da 
águia. Aquilinus; aduncus 
na^sus: — (ant.) pertencente 
á águia. V. Aguilucho. 

Aguilera. /. Penhascos ou pe- 
nlias em que aninham as 
águias. 

Aguililla. /. dim. de Águila. 
V. Caballo aguililla. 

Aguilon. m. augm. de Águila. 

Aguilucho, m. Águia nova ou 
o filho da águia. Chama-se 
também assim á águia bas- 
tarda. P?íZZí/s aquilce; aquila 
dejener: — o ladrão que par- 
tilha do roubo sem se arris- 
car. Fur prcedcB consors, non 
pericidi. 

Aguinaldo, qu. Consoada; pre- 
sentes que se fazem pelo 
Natal e pelo Anno Bom. 
Sirena, a;. 

Aguisado, da. adj. (ant.) Ajui- 
zado ; discreto, prudente, sen- 
sato. Usa-se também como 
su))stantivo: — de á caballo, 
m. Soldado de cavallaxia que 
havia n'outro tempo na An- 
daluziaeem Castella. Eques: 
— adv. (ant.) Justa, discre- 
ta, ajuizada e rasoavelmen- 
te. liecth, raiione, probh. 

Aguisamiento. m. (ant.) Com- 
postura, adorno, aceio: — 
disposição, preparação. 

Aguisar, a, (ant.) Prevenir e 



AGU 

dispor alguma cousa, pro- 
ver do necessário. 

Agüita./, dim. de Agua. 

Aguja./. Agulha; instrumen- 
to de ferro ou de outro me- 
tal, aguçado n'uma das ex- 
tremidades e na outra com 
um buraco, a que chamam 
fundo, por onde se enfiam 
linhas, fios de qualquer ma- 
teria, para com elles coser, 
bordar, qíc.Acus, us: — pon- 
teiro que indica as horas: — 
Gnomon, cuspis: — obelisco 
ou pyramide. Obeliscus, i: 
- — pastel comprido com car- 
ne i^icada dentro. Oblongum 
artocreas: — Agulha de jias- 
tor, agulheira, herva almis- 
careira, planta, cujas folhas 
são recortadas e cujo fructo 
é comj^rido 6 delgado em 
forma de agulha: — agulha, 
bússola (ncmt.), pequena fle- 
cha de ferro magnético que 
posta em equilibrio sobre 
uma peça se dirige sempre 
para o norte, e que colloca- 
da no centro da rosa náutica 
serve de guia aos navegan- 
tes para conhecer os rumos 
das embarcações. Açus náu- 
tica: agulha, região que tem 
por base as primeiras verte- 
bras dorsaes, cernelha; diz- 
se alto ou baixo da agulha 
do cavallo : — doença que 
ataca o cavallo nas pernas, 
pescoço e garganta: — de 
ensalmar, agulha de que se 
servem os selleiros, sapatei- 
ros e colchoeiros : — de hacer 
media, agulha de meia. Aci- 
culai tibialibus texendis: — 
de marear, (nauf .)Y . Aguja: 
■ — de marear (fig.), expedi- 
ção; destreza para dirigir 
os negocios. Usa-se com- 
inummente com os verbos 
saber e entender. Solertia 
in negotiorum gestione ad- 
hibita: — de Pastor. Planta. 
V. Aguja: — deVen-us. Plan- 
ta. V. Aguja de pastor: — 
de espxxrlero: a agulha de 
esjoarteiro. — paladar, espe- 
cie de peixe agulha cpie se 
distingue pela notável gran- 
deza da mandíbula superior 
e por ter o coi-po coberto de 
escamas ósseas: — de lardear, 
agulha de lardear, lardea- 
deira: — de grabador, buril, 
traçador: — de punta de dia- 



AGU 

mante, desentupidor, instni- 
mento com que o artilheiro 
abre o ouvido á peça. Mor- 
tero de la aguja, caixa da 
agulha de marear: — agui- 
llió, agulheta. 

Agujadera. /. Mulher que faz 
meia ou renda. 

Agujar, a. Ferir ou picar com 
a agulha: — (ant. fig.) coser. 
V. Aguijar. 

Agujaso. m. Agulhada; pon- 
tada ou picada de agulha. 

Agujerar, a. V. Agujerear. 

Agujeraso. m. augm. de Agu- 
jero. 

Agujereador, m. Furador; o 
que faz buracos. 

Agujereamiento. m. Acção e 
eíFeito de perfurar. 

Agujerear, a. Furar ; fazer bu- 
raco, perfurar: — furar (a 
ferradura) ; abrir-lhe as cra- 
veiras. Usa-se também como 
reciproco. 

Agujerico, llo, to. ot. dim. de 
Agujero. Buraquinho. 

Agujero, m. Buraco: — agu- 
Iheteiro, o que faz ou vende 
agulhas. Acusfabricator aut 
venditor: ■ — (ant.) V. Alfile- 
tero. 

Agujeruelo. m. dim. de Agu- 
jero. Buraquinho. 

Agujeta. /. Agulheta; ponta 
de metal que unida ao ata- 
cador se enfia nos ilhós ; cor- 
dão com agulheta: — aguje- 
tas, gorgeta, espórtula, grati- 
ficação que se dá a um pos- 
tilhão :— dores que se sen- 
tem pelo corpo depois de 
algum exercido violento; 
aguamento (nos cavallos). 
Alabar sus agujetas, gabar 
as suas mercadorias. 

Agujetage. m. Costura feita 
com loros de couro. 

Agujetear, a. Coser com so- 
vela (couro, correões), com 
loros de couro. 

Agujetería. /. A loja de agu- 
Iheteiro: — o oíficio de agu- 
Iheteiro. 

Agujetero, m. Agulheteiro; o 
que faz ou vende agulhas. 

Agujetilla. /. dim. de Agu- 
jeta. Agulhetinha. 

Agujica, lla, ta. m. dim. do 
Anguja. Agulhinlia. 

Agujón, m. augm. de Aguja. 

Agujuela. /. dim. de Aguja. 

Agul. m. Agul; arbusto espi- 
nhoso da Arabia e Pérsia. 



AGU 

Aguosidad. /. Aguaclilha; se- 
rosidade, humor iyinpliatico 
do corpo humano. Lympha, 
aquev.s humor. 

Aguoso. acJj. V. Acuoso. 

Agur. Adeus ! expressão usada 
para despcdir-se, e também 
empregada na occasião em 
que se encontram dois in- 
diAdduos. 

Agusanado, adj. Bichoso, ver- 
minoso (o fructo). 

Agusanamiento.wi. Acção e ef- 
feito de crear vermes, guza- 
nos. 

Agusanarse, r. Eucher-se de 
vermes, to rnar-se verminoso, 
crear guzanos. Vermiculari. 

Agustina. /. Agustina; terra 
insohivel tirada doberyllo: 
— (bof.) Santo Agostinho; 
anemona. 

Agustiniano, na. adj. Agusti- 
niano, o que pertence ás dou- 
trinas de Santo Agostinho. 

Agustinismo. m. Agustinismo; 
doutrina dos agustinianos. 

Agustino, na. adj. Agustino; 
religioso ou religiosa da or- 
dem de Santo Agostinho. 
Aur/ustinianus, augiistini rc- 
gidam professus. 

Agüti. m. (li. nat.) Aguti, cotia 
do Brazil, quadrúpede roe- 
dor da America meridio- 
nal. 

Aguzadera. /. V. Piedra de. 
amolar. 

Aguzadero, m. Sitio onde o ja- 
vali aguça as suas prezas. 
Locus zibi apri dentes aciiere, 
et ferram effod.ere solent. 

Aguzado, da. adj. Aguçado, 
adelgaçado na ponta, afilado. 

Aguzador, ra. s. Agucador; o 
que aguça: — (fig.) incita- 
dor, instigador. 

Aguzadura. /. Aguçadura ; ac- 
ção de aguçar alguma arma 
ou instrumento. Exacidio, 
anis. 

Aguzamiento, m. Aguçamento; 
aguçadura, acto de aguçai-, 
V. Aguzadura. 

Aguzanieve. /. Alveloa; ave 
pequena pintada de branco 
e preto, de bico agudo e a 
cauda sempre em movimen- 
to. Motacilla alba. 

Aguzar, a. Aguçar, adelgaçar 
na ponta, afiar alguma arma 
ou. instrmnento. Acuere: — 
(fig.) aguçar, avivar, estimu- 
lai", incitar. Stim.%dare, inci- 



AHI 

tare: — (ant.) fazer aguda 
alguma syllaba. 

Aguzonago. m. V. Hurgonazo. 

Ah! inter j. Ah! que serve para 
mostrar alegTia, dor, pena, 
admiração, amor; equivale 
ao mesmo que Ay! Heu. 

Ahacado, da. aãj. (ant.) que se 
applica ao cavallo cuja ca- 
beça é parecida com a das 
facas. 

Ahe. iuterj.Y. He, Ce. 

Ahebrado, da. adj. Filamen- 
toso ; que se compõe de par- 
tes em forma ou figura de 
filamentos. Filo similis. 

Aheleado, da. adj. Amargo. 

Ahelear, a. Amargar; dar fel 
a beber, tornar amarga al- 
guma cousa com fel. Fellem 
piropinare, felleum reddere : 

— n. amargar, ser amargoso, 
saber a fel. Sapere fellem. 

Ahelgado, da. adjN . Helgado. 

Ahemerado, da. adj. (aíit.JY. 
Afeminado. 

Ahe.rir. a. (ant.) Ferretear, 
marcar ou assignalar com 
feiTo. 

Ahermanar. o. (ant.) V. Her- 
manar. 

Auerrojamiento. m. Aferrolha- 
mento; acção de encadeiar, 
de prender ou de lançar al- 
guém em ferros. Catenis sub- 
jicere. 

Aherrojar, a. Aferrolhar, en- 
cadeiar, pi-ender, pôr em 
ferros, metter em cadeia. In 
catenas conjicere. 

Aherrumbrarse, r. Tomar-sc 
ferruginoso, tomar o gosto 
e a côr do ferro ou cobre. Diz- 
se muitas vezes das aguas mi- 
neraes. Ferruginem sapere: 

— enferrujar-se. 
Ahervor adámente, adv. m. Ef- 

ficazmente, afervoradamen- 
te, com fervor. 

Ahervorarse, r. Afervorar-se. 
Diz-se dos grãos que o muito 
calor tem viciado. 

Ahetrar. a. (ant.)Y. Enhetrar. 

Ahí. adv. Ahi, n'esse logar: — 
n'isto, n'isso. x. Ahi está la 
dificultad; n'isso está a diffi- 
culdade ou eis-ahi está a dif- 
ficuldade : — V. Alli. Por ahi; 
por ahi. De ahi; d'isso ou 
d'ahi, por ahi ou por isso. 
Ahi será ello ou ahi fuera 
ello ; então se verá. De por 
ahi; diz-se do que é muito 
commuTu, muito vulgar. 



AHI 



69 



Ahidalgadamkntk. adv. vi. 
(ant.) V. Hidalgadamente. 

Ahidalgado, da. adj. Afidaiga- 
do, applica-se á pessoa cujos 
costumes e tra.to têem nobre- 
za e generosidade. Diz-se 
também das cousas, costumes 
e acções nobres e cavalheiro- 
sa.s.JYobiliummoresrefei'e7is. 

Ahigadado, da. adj. (ant.) Va- 
lente, esforçado. 

Ahijada. /. Aguilhada; vara 
comprida com uma lamina 
de ferro no extremo inferior, 
a que os lavradores se ap- 
l^oiam durante a lavoíu-a o 
com que separam a terra que 
se paga á relha do arado ou 
charrua. Pertica f errata. 

Ahijado, da. s. Afilhado, aquel- 
lo ou aquella que o padrinho 
tirou da pia baptismal ; o que 
ó apach'inhado por outro por 
occasião de receber a coufii-- 
m.ação ou o matrimonio. E 
sacro fonte susceptus: filius 
lusfricus: — afilhado, o que 
é apadrinhado por outro em 
algum acto ¡jublico, como 
justas, toi-neios, touradas, 
etc. Cliens, entis: — o que é 
espocialmente favorecido de 
outro. Qui apud aliquem in 
máxima esi gratia. 

Ahijador. m. O que põe a uma 
rez seu filho próprio ou um 
alheio para que o crie. Su- 
hrumans, antis. 

Ahijamiento. m. (ant.)Y. Pro- 
hijamiento. 

Ahijar, a. Perfilhar, adoptar, 
receber por filho. Adoptare : 
— pôr cada cordeiro ou ou- 
tro animal com sua própria 
mãe ou com uma alheia para 
que o crie. Subrumare: — 
(fig.) atti'ibuir ou imputar 
a alguém actos que não pra- 
ticou. Imputare, tribuere: — 
n. procrear ou produzir filhos. 
Procreare: — filhar; reben- 
tai', lançar renovos; diz-se 
das arvores e plantas herbá- 
ceas. Germinare, pullidarc. 

Ahijonear, a. Chicotar, flagel- 
lar, azorragar. 

Ahilado, da. adj. Enfileirado. 

Ahilar, n. (ant.) Caminhar um 
ati'ás do outro em fileira: — r. 
desmaiar ou desfallecer por 
fraqueza do estomago. Sto- 
machi debilitate languescere, 
exanimari: — azedar-se ou 
avinagi"ar-se. Diz-se do vi- 



70 



AHO 



nlio e da levadura. Acescere: 

— defiuhar-se por causa de 
alguma enfermidade. Diz-se 
também das plantas. Macrcs- 
cere,fjracilesce.re,mareescere. 

Ahilo, m. Desmaio ou desfalle- 
cimento por fraqueza do es- 
tomago. Languor, exanima- 
tio 2^^'opter stomachi cleMli- 
tatem. 

Ahincadamente, adv. m. (ant.) 
Aflincadamente, com aífinco. 

Ahincado, da. adj. (ant.) Affin- 
cado, efficaz, vehemente. 

Ahincamiento. in. (ant.) Y. 
Ahinco. 

Ahincanza. /. (a7if.J V. Ahinco. 

Ahincar, a. (ant.) Áffincar, ins- 
tar com empenho e efficacia : 

— r. (ant.) apressar-se, dar- 
se pressa. 

Ahinco, m. Affinco, acto de in- 
sistir, apego, efficacia, em- 
penho, diligencia grande. 

Ahinojar, n. (ant.JY. Arrodi- 
llar. Usa-se também como 
reciproco. 

Ahiemar. a. V. Afirmar. Usa- 
va-se também como reci- 
proco. 

Ahitar, a. Afitar, perturbar os 
actos digestivos por um exces- 
so de comida no estomago : — 
r. soffrer indigestão por iima 
.alimentação excessiva. Crii,- 
' ditate laborare, cruditare. 

Ahitería./. Afito grande oii de 
muita duração. Graviov eru- 
ditas. 

Ahito, ta. adj. Aíitado; o que 
padece alguma indigestão ou 
embaraço estomachal. Criidi- 
tate labor ans: — (fig-) o que 
está cansado ou enfadado de 
alguma pessoa ou cousa : — 
m.. afito, indigestão ou em- 
baraço gástrico: — to. (ant.) 
quieto, permanente, no seu 
logar. 

Aho ! inter j. (ant.) Usava-se en- 
tre os rústicos i^ara chamar. 

Ahobachonado, da. adj. (fam.) 
Apoltronado ; ocioso, jíregui- 
çoso, indolente. Segnis, lyi- 
ger. 

Ahocinarse, r. Aioertar-se, es- 
treitar-se. Diz-se dos rios que 
correm entre valles e serras 
por quebradas estreitas e 
l)rofundas. In fauces coar- 
ctari. 

Ahogadero, m. Corda delgada 
j)ara o enforcamento dos sup- 
jiliciados. Snffocotion! la- 



AHO 

queus upfior: — sitio onde 
se reúne gente que se incom- 
moda e aperta uma ;i outra. 
Locus ubi turba máxime com- 
primifur: — afogador, col- 
lar ou gargantilha de péro- 
las ou de pedras preciosas 
que as mulheres trazem no 
pescoço. Monile, torquis: — 
a corda ou correia que vem 
do alto da cabeça dos cavai- 
los e cinge o pescoço. Cor- 
rigia, quoi equi coUum ambit. 

Ahogadizo, za. adj. Acre, amar- 
go ; diz-se das fructas que pol* 
sua asjjereza não se podem 
comer com facilidade, como 
as sorvas e nesjjeras antes 
de completamente maduras. 
Acerbiim, asperum, ad deglu- 
tiendum difficile: — applica- 
se á carne dos animaes que 
morreram suífocados. S-ujfo- 
catus, praefocatus. 

Ahogado, da. Afogadiço; diz- 
se do sitio estreito onde falta 
a ventilação. Estar ahogado, 
ou verse ahogado (fig.); estar 
compromettido e opjjrimido 
com empenhos ou outros cui- 
dados graves, de que é diffi- 
cil sair. Premi, grarari. 

Ahogador, ra. s. O que afoga: 
— m. (ant.) V. Gargantilla. 

Ahogamiento. m. Afogamento ; 
afogo, suflfocação, acção e 
effeito de afogar. 

Ahogar, a. Afogar, estrangu- 
lar; mergulhar, submergir, 
suffocar. Suffocare, strangu- 
lare, undis obruere: — (fig-) 
apagar, extinguir: — (fig-) 
oj^primir, atormentar, fati- 
gar: — alagar as plantas, 
mata-las com excesso de 
agua. Extinguere, perderé, 
magnis imbribus, aut largio- 
re irrigatione plantas: — ■ 
apagar, abafar os incendios. 
Igneni sujjerobruere et extin- 
guere. 

Ahoga VIEJAS. f.Y. Quijones. 

Ahogo, m. Afogo; suffocaçao, 
oppressão ou afflicção gran- 
de. Pressura, angor. 

AHOGDiDo.m.Dyspnéa, asthma. 

Ahoguijo, m. Angina laryn- 
gea ou pharingea, esquinen- 
cia ou inflammação da gar- 
ganta dos íinm\ñes.Angina,(K. 

Ahoguío, m,. Afogo, suífocação, 
oppressão da respiração. Srif- 
focatio, pressura pectoris.' 

Ahojar. 7>. Roer as foljias das 



AHO 

arvores. Diz-se fallando dos 
animaes. Pasci deciduis ar- 
borum folis. 
Ahombrado, da. adj. (fam.) Mu- 
llierona, virago, mulher que 
na força, voz ou acções se 
parece com o homem. 
Ahondado, da. adj. Afundado, 
cavado profundamente. 

Ahondamiento, m. Acção e ef- 
feito de afundar. 

Ahondar. Afundar ; jjrofundar, 

, cavar profundamente. Altius 
fodere: — n. penetrar ou in- 
troduzir-se uma cousa muito 
dentro da outra, como as raí- 
zes de uma planta na terra: 
— (fig.) profundar, entrar no 
fundo de uma idéa, ter per- 
feito conhecimentQ d'ella. In- 
tensius rem perpendere, ex- 
Xilorare. 

Ahora, adv. t. Agora, n'esta 
hora, n'este instante, presen- 
temente: -^ (conj.) ainda 
que, bem que. Ahora ven- 
gas, ahora no vengas; quer 
tu venhas, quer não venhas. 
Ahora mismo; agora mes- 
mo, n'este mesmo instan- 
te. Por ahora; por agora, 
quanto ao presente. Desde 
ahora adelante; de hoje em 
diante, para o futuro, liasta 
ahora; ainda, até aqui. 

Ahorador, RA. V. Horador. 

AiioRCADizo, zA. adj. Enforca- 
diço; que merece o castigo 
da forca. 

Ahorcado, da. adj. Enforcado; 
o que é justiçado na forca. 

Ahorcadura. /. Acção de en- 
forcar. 

Ahorcajadura./. Acção de en- 
forcar-se. 

Ahorcajarse. Montar escar- 
ranchado. 

Ahorcamiento, m. Y. Ahorca- 
dura. 

Ahorc APERRO, m. (mar). Laça- 
da que se faz geralmente 
jDara colher uma bóia, uma 
ancora perdida. 

Ahorcar, a. Enforcar; suspen- 
der alguém pelo pescoço na 
forca para o fazer morrer. 
Usa-se com reciproco: — ■ 
r. (fig.) agaatar-se, impacien- 
tar-se com excesso. 

Ahormar, a. Enformar, aeom- 
modar; regular, ajustar á 
forma ou molde: — usar dos 
sapatos ou vestidos quando 
são novos até que oUes to- 



AHO 

mein a forma do pé, do cor- 
po: — formar, instruir, fa- 
zer entrar alguém na rasào. 

Ahoknagamiento. m. (ant.) Ac- 
ção e effeito de abrasar-se, 
seccar-se, etc. 

Ahornagarse, r. (ant.) Abra- 
sar-se; crestar-se pelo calor 
excessivo, fallando dos fru- 
ctos, das plantas, etc. 

Ahornar, a. V. Enhornar. 

Ahornarse, r. Encruar-se ou 
queimar-se o pão por fóra, 
íicando cni por dentro. 

Ahorquillado, ^j. p. de Ahor- 
quillar: — adj. fendido, fal- 
lando de urna arvore. Ai-bol 
ahorquillado, arvore fendida 
que se divide em duas, de 
.sorte que não se distingue 
n'ella um tronco principal. 

Ahorquillar, a. Pôr forqui- 
lhas; diz-se commummente 
das arvores. 

Ahorquillarse, r. Fender-se; 
dividir-se em duas partes, 
tomar uma forma de forqui- 
lha. 

Ahorradamente, adv. (ant.) Li- 
vremente ; desembaraçada- 
mente, d'umamaneira franca. 

Ahorrado, da. j^. p. de Ahor- 
rar: — livre. 

Ahorramiento, m. Alforria; 
liberdade que o senhor dá 
ao escravo. 

Ahorrar, a. Alforriar; passar 
carta de alforria, dar liber- 
dade a qualquer escravo: 

— economisar ; reduzir, pou- 
par alguma parte da des- 
peza: — conceder aos maio- 
raes e pastores certo numero 
de cabeças de gado, forras 
,ou livres de toda a despeza: 

— (fiff-J evitar, impedir al- 
gum trabalho, diíKculdade. 
Usa-se também como reci- 
proco. 

AuORRATIVA./.(/(;t??i.JV.^//0/TO. 

Ahorrativo, va. adj. (fam.) 
Poupado, que poupa, que eco- 
nomisa. 

Ahorro, m. Economia; pou- 
pança nos gastos da casa. 
Parcimoma. 

Ahotado, da, adj. (ant.)Y. Con- 
fiado, Asegurado. 

Ahotar. a. (ant.) V. Animar. 
Asegurar. 

Ahotas. adv. fc(Ȓ.) Certamente; 
na verdade. 

Ahoyador. m. Cavador, o que 
faz covas para plantar arvo- 



AHU 

res: — (fig.fam.) V. Sejml- 
turero. 

Ahoyadura. /. Cavadura; ac- 
ção e eôeito de cavai-. 

Ahoyar, a. Cavar; escavar, fa- 
zer covas, buracos na terra. 
Fodere. 

Ahuai ou Atua. m. (boi.) Ahuai 
ou Atua; genero da familia 
das apocineas; arvore vene- 
nosa cujos fructos usam-se 
como tópico para curar a 
moidedura da serpente de 
cascavel. 

Ahuatatoto. m. Ahuatatoto; 
nome de uma ave do México 
de corpo branco, azas e cauda 
azues. 

Ahuchador, ra. adj. Enthesou- 
rador, o que amontoa rique- 
zas. 

Ahuchamiento, m. Acção c ef- 
feito de enthesourar. 

Ahuchar. Enthesourar; guar- 
dar, amontoar dinheiro. Fe- 
cuniani sumptui suhductam 
recondere. 

Ahuciador, RA. s. O que ins- 
pira confiança. 

Ahuciamiento. m. Acção e ef- 
feito de animar, dar con- 
fiança. 

Ahuciar, a. (ant.) Esperançar, 
dar confiança. 

Ahuecado, da. adj. Cavado; 
escavado. 

Ahuecamiento, m. Escavação; 
acção e efí'eito de escavar. 
Excavatio, onis. 

Ahuecar, a. Cavar; escavai-, 
fazer fosso. Excavare. 

Ahuecarse, r. (fig.) Eusober- 
becer-se; enchei--se de so- 
berba, de orgulho. Injlari 
superhia. 

Ahuetar. a. (ant.) V. Ayustar. 

Auuete. m. (ant.)Y. Ayuste. 

Ahullar. fl. {cint.) V. Aullar. 

Ahumada. /. Fumaça; sigual 
que se faz nos logares altos, 
queimando palha ou outra 
cousa para dar algum aviso. 
Usa-se mais commummente 
com o verbo hacer, fazer. 
Fumo datam signura. 

Ahumar, n. Fumar; deitar fu- 
mo. Fumum emitiere: — a. 
fumar, expor-se ao fumo — 
defumar, pôr ao fumo, fume- 
gar, iucommodar com o fu- 
mo. Infamare : — perfumar, 
queimar perfumes. Sufire. 

Ahumadamente, adv. m. Com 
fumo. 



AIN 



71 



Ahumador, ra. adj. Fumante; 
que fuma. 

Ahur. V. Agur. 

Ahusado, da. adj. Fusiforme; 
agudo como um fuso. Acumi- 
natus, a, um. 

Ahusarse. r. Ir-se adelgaçando 
em forma de fuso. 

Ahustar. a. (ant. mar.)Y. 
Ayustar. 

Ahuste. m. (ant. mar.) V. 
Ayuste. 

Ahuyentador, ra. s. Afugenta- 
dor; o que afugenta. Expul- 
sor, depiãsor, fugator. 

Ahuyentamiento. m. Afugenta- 
mento; acção e effeito de afu- 
gentar. 

Ahuyentar, a. Afugentar; pôr 
em fugida, fazer fugir, obri- 
gar a retirar-se. Fugare: 
— (fiff-) afugentar, impellir, 
afastar de si um sentimento, 
uma -paixão. Abigere. 

AiDiA./. Aidia ; genero de plan- 
tas caprifoliáceas naturaes 
da Cochinchina, que sidjmi- 
nistra excellentes madeiras 
de construcção. 

AiENAR. a. (ant.) V. Enaje- 
nar. 

AiENO. adj. (ant.) V. Ajeno. 

AiFANA./. (?>o<.JAifana; genero 
de plantas da familia das 
palmeiras, próprio da Ame- 
rica meridional; encontra-se 
princ¡2:)almente no estado de 
Venezuela e apenas se diffe- 
renceia •çov seus caracteres 
da oreodoxa. 

Aijada. /. Aguilhâo; vara que 
tem n'um extremo um bico 
de forro com que os carrei- 
ros picam os bois. Stimidus, 
jjcrtica. 

AiKAiNiA./. (bot.) Aikainia ; ge- 
nero de plantas tia familia 
das gramíneas. 

AiLANTo. m. (bot.) V. Bétula. 

AiLMERiA. /. (bot.) Ailmeria; 
genero de plantas amaran- 
thaceas, natural da Nova 
Hollanda. 

AiLOiNiTA. /. (bot.) Ailoinita; 
genero de plantas terebin- 
thaceas. 

AiMARA. m. (filol.) Aimaras; 
idioma dos Aimaras, um dos 
mais ricos e philosophicos do 
Novo Mundo: — (hist.) po- 
vos antigos do Perú. 

AiMiiUE. adv. (ant.) Por outra 
parte. 

AiN. m. (filol.) Ain numero da 



72 AIR 

decima sexta letra do aiplia- 
beto liebrftu, e da decima oi- 
tava do árabe, persa e turco ; 
tem um som gutural difficil 
de pronunciar. 

Aína. adv. t. (ant.) Depressa. 
Cito. 

AÍNAS, adv. t. {ant.) Significa 
que faltou pouco, que esteve 
mui perto de succeder algu- 
ma cousa. 

AikXdo. adj. (ant.) Cansado; 
fatigado. 

AiNAi-suRÉ. (myth.) Ainai-suré, 
espelho maravilhoso celebra- 
do pelos antigos poetas do 
oriente. 

AiNDE. adv. (ant.) V. Ade- 
lante. 

Ai>7DiADo, DA. adj. (prov. Cuba) 
Da cor de indio, entre roxo 
e côr de cobre. 

AiNiA. (filol.) Aiuía-, nome de 
um poema árabe, cujos ver- 
sos terminam todos Da letra 
ain. D'este poema existe um 
exemplar ua biblioíheca de 

. Paris. 

AiNSLiEA./. (hot.) Ainsliea ; no- 
me dado por De Candolle em 
honra de Ainslie a um ge- 
nero de plantas vivazes, de 
flores radicaes, naíuraes da 
índia. 

AioFÍLEo. adj. (bot.) Aiofileo; 
qiialificaçâo das plantas, cu- 
jas folhas vivem mais de um 
anno : — (ant.) dizia-se das 
arvores sempre verdes. 

AioLOTECA. /. (bot.) Aioloteca ; 
genero de plantas da fami- 
lia das compósitas, tribu 
das senecionideas, limitado 
a uma só especie. 

Aipi. m. (bot.) Aipi ; planta da 
família das apocineas, natu- 
ral das Antilhas. 

AiRA. /. (bot.) V. Zizaria. 

Airadamente . acZy.Iradamente ; 
de imia maneira irada,, mo- 
vido de ira, com ira. Irate. 

Airadísimo, ma. adj. sup. de 
Airado. Iratissimvs, a, um. 

Airado, da. adj. Irado-, colé- 
rico, fuvioso. 

Airamiento, m. (ant.) V. Ira. 

Airapadam. f??wí/i.jAira,padam, 
um dos oito elefantes que sus- 
tem a terra, segundo as cren- 
ças dos indios. 

Airar. a.fanií.jAborrecer ; olhar 
com ira. abhorrere: — r'. 
irar-se, encolerisar-se. Iras- 
ci : — viciai--sè, estragar-se. 



AIR 

Golp)e de mano airada\fr. 
Golpe violento, impetuoso, 
dado com má intenção. Hom- 
breó mujer de la v ida ah 'ada^ : 
homem ou mulher de má con- 
ducta, desregrado ou desre- 
grada em seus costumes e 
modo de viver. 

AiRAVATA.fm?/í/i.^ Airavata ; ele- 
fante sobre o qual, segundo 
os indio.?, o deus Indra atra- 
vessa as nuvens. 

Aire. m. Ar; fluido que com- 
põe a nossa atmosphera, e 
cerca a terra; fluido respi- 
rável que dá e conserva a 
vida; substancia inodora, 
azulada, compressiva, elás- 
tica, pesada e transparente. 
Aer, cris : — V. Viento : — ta- 
lhe e configuração do rosto. 
Fácies, ei: — vaidade ou pre- 
sumpçáo. Vanitas,ostentatio : 
— frivolidade, futilidade, ou 
pouca importancia de algu- 
ma ccusa. FidiUtas, ctis : — 
(fiff.) primor, graça, ou per- 
feição em fazer as cousas. 
Venustas, concinnitas : — 
garbo, gentileza, nas pes- 
soas e acções, como no an- 
dar, dansar e outros exercí- 
cios. Elegantia, decor jjer- 
sonce : — (mus.) compasso ; 
o tempo que se dá á musica 
que se canta ou se toca. Mo- 
ãorum musicalium mensura : 
— colado; vento coado, o que 
vem encanado ou que entra 
por algum buraco ou rotura. 
Fer areia transiens. En el 
aire; n'um instante, n'um 
abriré fechar deolhps. Ocius. 
Alimentarse del aire; ali- 
mentar-se do ar, comer mui 
pouco, e nào engordar com 
o que come: diz-se também 
do que habitualmente con- 
fia demasiado em esperan- 
ças vàs. Inani spe aut blan- 
dimentis animam pascer e. 
De bueno ó mal aire, mod. 
adv. (fig.) de bom ou mau 
humor. Jucundk aut iratc. 
Echar al aire, fr. fam. ; 
desnudar , descobrir alguma 
parte do corpo. Detejere, 
nudare. Echarse el aire; 
(fam.) acalmar-se, socegar- 
se o vento. Ventum sedari. 
Empa/har el aire; escurecer 
com nevoeiros a claridade 
da atmosphera. ObnvJjííare, 
neJ/tdâ ier/ere, obscurare. Es- 



AIR 

¿ar en el aire; fr. nao ter se- 
gurança alguma, estar des- 
asocegado, depender de um 
süccesso eventual, de cir- 
cumstancias fortuitas. Te- 
nui filo penderé. Fundar en 
el aire; discorrer sem fun- 
damento, fundar esperança 
sem motivo. Temeré ratio- 
cinari, falsam alere spem. 
Hablar al aire; fallar no ar, 
fallar vagamente, fallar sem 
fundamento nem opportuni- 
dade. Temeré, inconsulte lo- 
qui. Hacer aire á alguno ; fr. 
fam. incommodar a alguém, 
servir de estorvo, rivalisar 
com elle. Officere, loedere, ob- 
stare. Hacerse aire; Abanar- 
se. Ventum faceré. Herir el 
aire, los cielos con voces, la- 
mentos quejas, etc. fr. (fig.); 
lamentar-se em alta voz. 
Clamores ad cethera ferre. 
Ir ó llevar x>or el aire, ó por 
los aires, fr. ; ir pelos ares : 
denota ou pondera a ligei- 
reza ou velocidade de al- 
guém. Ocius ire vel ferre. 
Llevárselo el aire ó el vien- 
to; ser inútil ou de nenhu- 
ma importancia. Bcm tanti, 
quantt flocus , valere. Aludar 
aires ó de aires; mudar de 
ares : diz-se da pessoa que 
adoeceu n'um logar, e ¡jas- 
sou para outro para ver se 
melhora. Coslum lindare. Mu- 
darse á qiialquier aire (fig.); 
nao ter firmeza de princi- 
pios nem opinião sua. Le- 
vem, inconstautem, mobilem 
esse animo et fide, pluma le- 
viorem. Mudarse el aire; 
tornar-se a fortuna adversa, 
faltar o apoio ou favor com 
que se coutava. Fortunam, 
felicitatem declinare, res ad- 
versas incipere. No se lo 
llevará el aire; não o le- 
vará o ar ; exi^ressão que se 
diz das cousas pesadas ou 
solidas. Haud ad leviíatem 
venti rapietnr . Ofenderse del 
aire; ser de genio delicado, 
resentir-se i)ela menor cousa. 
Ob levissimas res ojj'endi, ce- 
gre ferre. Que aires traen 
á V. por acctf (¡ue vento 
o trouxe por cá ? diz-se para 
manifestar a estranheza ou 
surpreza que causa a pre- 
sen ca de urna pessoa em jaarte 
aonde não se espera^'a. Que 



AIK 

te sors huc advexit, hvc at- 
tulitf Tomar d aire; tomnr 
ar, ir*u algum sitio desco- 
berto onde corra ar. Spatiari, 
per campum deamhvJare. Te- 
ner la cabeza Uena de aire; 
ter a cabeça de vento, ser 
presumido. Tomar aires; to- 
mar ares; estar n'um sitio 
com o fim de recuptrar a 
saiidC; em consequência da 
mudança do clima, alimen- 
tos, etc. Valetudini indid- 
gere ccelum mutando: — 
(eqnit.) andadura; os diíFe- 
rentes passos e manejos do 
cavailo : — (cJiim.) mistura 
de gaz azote, de gaz oxj^ge- 
nio e de gaz acido carbó- 
nico, contendo em dissolu- 
ção uma certa quantidade de 
agua e diversas emanações. 
O ar é um dos agentes mais 
consideráveis da natureza, 
assim para a conservação da 
vida animal, como para a ve- 
getação eproducçào dos mais 
importantes plienomenos do 
mundo. E o principio da 
vida, ou da morte, o ali- 
mento do fogo e da luz, o 
vehiculo do som e do cheiro, 
e a ca.nsa da refracçào e dos 
ci-epusculos : — (myth.) ar ; os 
'antigos o fizeram esposo da 
lua e pae do or\ alho. Júpi- 
ter, Juno o Minerva ci-am 
adorados também debaixo da 
representação do ar, sendo 
Júpiter o ar puro ou other, 
e Juno a atmosphcra que 
rodeia a terra : — (pint.J acti- 
tude de uma figura ou parte 
d'ella. 
Aireada. /. fant.) Rnjaüa de 

vento. 
Aireado, da. adj. Ventilado, 

arejado. Aeri exposifvs. 
AiKEAMiENTo. w?. (aiit.) V. Ae- 

reo. 
Airear, a. Arejar. Aliquid a;ri 
exponere. — ?•. estar ou pôr- 
se ao ar : — resfriar-sc com a 
frescura do vento. Aura re- 
frigerari: — arejar-se, ven- 
tilar-se, fallando de cousas 
e pessoas: — azedar-sc, al- 
terar-se os líquidos e otitras 
cousas : — las aguas ; (chim.) 
impregnar as aguas de acido 
carbónico. 
Aireo, to. Arejo; acção de are- 
jar ou arejar-se. 
Airón, m. (augm-.) áçAire : — ai- 



AIS 

rao ou aivão ; especie de gar- 
ça, na cabeça tem uma gran- 
de poupa de pennas pretas 
que lhe caem saibre o pescoço. 
Ardeamajor: — poupa de 
pennas que icem na cabeça 
algumas aves. Crista, ce; — 
plumas de que usam as mu- 
lheres por adorno na cabeça; 
e também o que se faz de oiro 
e prata com pedras jn'cciosas, 
ou de fios de vidros, ou ou- 
tra materia, imitando a fi- 
gura das mesmas plumas. 
Plumee galeis superinipositcc. 
Pozo airón. V. Pozo. 

Araopsis. /'. (bot.) Airopsis : ge- 
nero de j3lanta> gramineas. 

Airosamente, adv. Airosamen- 
te; com garbo ou gentileza,' 
de uma maneira elegante e 
desembaraçada. Elegarder. 

Airosidad./, (ant.) Airos-idade ; 
a qualidade de ser airoso, 
gentil. 

Arnoso, SA. ac7j". Arejado; diz-se 
do tempo ou sitio em que 
faz muito vento. Ventosns, 
a, vm: — (fig-J airoso, gen- 
til, engraçado, que tem bom 
ar, boa feição do rosto e cor- 
po, feito com graça e garbo. 
jElegans, veiiustum: — airo- 
so; applica-se ao que sae fe- 
lizmente de algum assumpto 
ou negocio. iSumma cum lau- 
de rem asseeidus. 

Aislable. adj. Isoravel; que 
p()de ser isolado : — fchim.J 
diz-se de um dos elementos 
(jue constituem um curpo, 
quando por meio de reagen- 
tes 23odem separar-se d 'elle 
os mais simples. 

^Aisladamente, adv.m. Isolada- 
mente ; solitariamente, de um 
modo isolado. 

Aislado, da. adj. (fig.) Isolado ; 
diz-se do que víac só ou re- 
tirado. Interclusus, a, tim. 

Aislador, adj. {phys.) Isolador ; 
que evita a livre transmis- 
são da electricidade. 

Aislamiento, m. Isolamento; 
acção de isolar ou isolar-se: 
— solidão, retiro em que se 
está ou vive, fallando de 
pessoas e de cousa,3 : — in- 
communicaçâo, desamparo, 
refugio, fallando de pessoas. 

Aislar, a. Isolar; deixar algu- 
ma cousa só, independente 
por todas as partes de modo 
que não confine com outra. 



AJA 73 

A^dificium exirvere áb aliis 
sechisum: — cercar de agua 
algum sitio ou objecto. Aqvâ 
intercludere, ohsidcre. — des- 
terrar alguém determinan- 
do-lhe uma ilha por domici- 
lio. Usa-se também como re- 
ciproco : — (fig-) clausurar 
alguém, priva-lo de todo o 
trato com a sociedade. Usa- 
se igualmente n'este sentido 
como reciproco. 

AiTAR. a. (ant.) Atar. 

Aitera. /. V. Ahiteria. 

AiTMAT. m. (chim. arã.) V. An- 
timonio. 

Ajtonia. /. (bot.) Aitonia; ge- 
nero de plantas meliaceas, 
cuja única especie é a aito- 
nia do Cabo da Boa Espe- 
rança. 

Aiülar. n. (ant.) Chorar, la- 
mentar-se. Lamentari. 

AiCLGAR. a. (ant.) V. Juzgar. 

AiuMADO. adj. (ant.) Grande, 
alto. 

AiuToRio. m. (ant.) Adjutorio; 
auxilio, ajuda. Auxilium, ii. 

Aizoon. 9??. (bot.) Aizíiou; ge- 
nero de plantas fieoideas, que 
habitam quasi todas a Africa 
austral ou as regiões próxi- 
mas do Mediterrâneo. O ai- 
zoon da Hespanha é o mais 
conhecido. 

Ajabeba. s. V. Jabcba. 

Ajada, f. Alhada; manjar ou 
iguaria que leva alhos. 

Ajado, da. adj. (ant.) Que tem 
alhos. 

Ajadon. m. V. Azadón. 

Ajadrez. m. íant.) V. Ajedrez. 

Ajadüra. /. V. Ajamiento. 

Ajaezar, a. V. Enjaezar. 

Ajamar, a. (ant.) Chamar, in- 
vocar. 

Ajamiento, m. Injuria; acção 
e eiieito de injuriar, calum- 
niar. Aitrectacio, injuria, 
probrum. 

Ajanar, a. V. Allanar. 

Ajaquecar. a. Padecer de en- 
xaqueca. Hem icranivm pati. 

Ajaquecarse, r. (ant.) Come- 
çar a seutir-se atacado de 
enxaqueca. 

Ajaquefa. /.■ (ant.) Caverna; 
gruta, subterráneo. 

Ajaquiento, ta. adj. Y. Acha- 
coso. 

Ajar. m. Campo semeado de 
alhos. Ager aílüsconsitus: — 
a. (fig.) tratar mal alguem 
com intenção de o humillinr. 



74 



AJE 



Prohris aliquem afficere, Ice- 
dere: — fanf.) V. Hallar. 

Ajaraca. /. (ant.) Laçada. 

Ajarafe, m. (aiit.J Terraço 
ou varanda: — (ant.) dão 
este nome os árabes na Hes- 
panha aos sitios reaes e ter- 
renos próprios de seus reis 
e principes : — terreno alto 
. e extenso. 

Ajazo. m. augm. de Ajo. 

Aje. m. Achaque habitual. 
Usa-se mais communmiente 
no jilural. Morhvs diuturno 
habitu insit iis : — (antJV . Eje. 

Ajea. /. Mata. V. Pajea. 

AjEAR.a. Cantar como a perdiz : 
Gmgrire perdices imitando. 

Ajedrea. /. Ajedrea; planta 
que cresce quasi á altura de 
um pé, mui copada, de ra- 
mos e folhas estreitas um 
pouco felpudas, e de um 
verde escuro; é muito chei- 
rosa e cultiva-se para ador- 
nar os jardins. 

Ajedrez. in. Xadrez; jogo bem 
conhecido, que se compõe de 
differentes peças, metade 
brancas, e a outra metade 
jjretas, que são dois reis, duas 
rainhas, quatro deltius, qua- 
tro roques ou torres, e deze- 
seis peões. Joga-sc entre dois 
sobre um taboleiro quadrado 
dividido em sessenta e qua- 
tro casas iguaes, brancas e 
pretas alternativamente. Ca- 
da peça das maiores contém 
sua especial marca, c o jogo 
é uma idéa de batalha. La- 
truncolorum ludus. 

Ajedrezado, da. adj. Enxadre- 
zado ; dividido cm quadrados 
de duas cores como as casas 
do taboleiro do jogo das da- 
mas ou xatli'cz. Tcsselatns, 
a, ■ um. 

Ajegar. «. V. Allegar. 

Ajenare ou Ajenabo, m. V. 
Mostaza silvestre. 

Ajenarle, adj. Y. Enajenable. 

Ajenación. /. V. Enajenación. 

Ajenado, da. adj. V. Ajeno. 

Ajenador, ra. s. (ant.) Alhea- 
dor, o que alheia. 

Ajenamiento, m. V. Enajena- 
ción. 

Ajenar, a. . V. Enajenar : — 
(fig.) renunciar voluntaria- 
mente a alguma cousa, 
apartar-se do trato, commu- 
nicaçâo. Usava-se também 
como reciproco. 



ají 

Ajengibre. m. Gengibre; plan- 
ta vivaz do genero ainemo, 
que cresce naturalmente nas 
duas Indias. A sua raiz, que 
se exporta especialmente das 
Antilhas, e, sobretudo da 
Jamaica, é da grossura de 
um dedo, comprida, achata- 
da, espalmada ou articulada, 
coberta de uma epiderme ru- 
gosa e cheia de pequenos au- 
néis. Lanya folhas similhan- 
tes ás da caima e com flor. 
E em geral branca, cinzenta 
ou amarellada interiormente, 
tem sabor acre e picante, o 
seu cheiro forte e aromático 
faz espirrar. E um forte es- 
timulante mui usado na AUe- 
manha. V. Jengibre. 

Ajenísimo, ma. adj. snp. de Aje- 
no. Alienissimus, a, nm. 

Ajenjo, m. Absintho; planta 
perenne de tres a quatro pés 
de altura, ramosa, e as suas 
folhas sao um pouco felpu- 
das, esbranquiçadas e de um 
verde claro; é medicinal, 
muito amarga e um tanto 
aromática. Absintldum, ii. 

Ajeno, na. adj. Alheio ; o que 
c de outrem. Alienus, a, nm : 

— alienado ou privado do 
uso da rasào. Mente aliena- 
tus : — opposto, contrario. 
Ajeno de su estado ,• estranho 
de seu estado. Estar ajeno 
de una cosa ; estar longe de 
prever urna cousa. Estar aje- 
no de si ; estar isento de amor 
próprio. 

Ajenuz, m. Nigella; planta, de 
adorno. V. Arañuela. 

Ajero, m. Alheii'o ; que vende 
alhos. Alia venditor. 

Ajete, m. d. de Ajo. Alhinho : 

— (fam.) alhada; molho fine 
leva alhos. Embamma alliis 
conditum. 

Ají. rn. Aji ; especie de molho 
usado na America, cujo prin- 
cipal ingrediente é o pimen- 
tão chamado também Aji. 
Alliati gemís apud america- 
nos. 

Ajiaceite, m. Iguaria onde do- 
mina o alho e o azeito. 

A jico, illo, to. m. dim. de Ajo. 
Alhinh... 

Ajicola. /. Colla feita de bo- 
cados de peües c alhos. 

Ajilijioje ou Ajilimójili. 7??. 
(fam.) Especie de molho 
para os guisados. 



AJO 

Ajimez, m. Janella feita em 
arco sustentada no meio por 
urna columna. Arcvata fe- 
nestra columna', innixa: — 
(ant.) V. Scdidizo. 

Ajiografia. /. V. Hajiograjia. 

Ajiógrafo. m. V. Hajiógrafo. 

AjiQTLÓGico.adj .y . Hajiológico. 

Ajipuerro. í«. Alho porro. 

Ajito. m. V. Ajillo. 

Ajo. m. Alho ; planta perenne, 
de pé e meio ou dois de 
altura, cujas folhas sao es- 
treitas, compridas e compri- 
midas, e as flores pequenas 
e brancas. Lança na raiz 
um bolbo composto de diffe- 
rentes bolbinhos ovados, ar- 
queados, cobertos de uma 
membrana flexivel, que vjil- 
garmente se chama casca, e 
reunidos entre si por outras 
varias pelliculasmais delga- 
da?. Sao de um gosto acre e 
estimulante, e téem um chei- 
ro forte quando se machucam. 
Allium sativum : — o molho 
que se faz com alhos para 
dar bom gosto aos guisados : 

— (Jig.J enfeite que usam as 
mulheres para parecerem 
bem. Eucus muUebris: — 
(fig. fam.) negocio suspeito- 
so, que se (rata entre varias 
pessoas. Negotium, opus in- 
decorum. Ajo castañete, ou 
ajo castañuelo, albo cuja cas- 
ca é avermelhada. Ajo de Val- 
destillas ; (fig. fam) o molho 
é raaiscaro que opeixe. Como 
un ajo; (fam) rijo como um 
alho ; applica-se á pessoa que 
é de muito vigor, e mais com- 
munnnente aos velhos que 
andam direitos como se fos- 
sem moços. Validus, a, um: 

— blanco; alho branco; tem- 
pero que se faz com al hos, ma- 
chueando-os crus, e deitan- 
do-lhe urna codea de pao, 
azeite e agua. Faz- se tambera 
deitando-lhe vinagre para 
temperar urna especie de so- 
pa para os lavradores. Usa-se 
connnummente nos paizes 
meridionaes de Hespanha. 
Embamma alliis, pane, oleo 
et aqiiá conditu.m: — castañete 
puerro, alho j)orro. Ajocrudo 
y vino puro pasan el puerto 
seguro: pao e vinho, anda ca- 
minho; rif. cm que se ad- 
verte que para supportar os 
trabalhos corporaes é neces- 



AJO 

sario estar bem aumentado. 
Non- inccenatus et benhpotiis 
ifer capito. Bueno anda el ajo; 
(loc.fam.) que ironicamente 
se diz das cousas quando es- 
tão mui embrulhadas. Bdlh 
scilicct res geritur. Hacer 
á imo morder el ajo, ou en el 
ajo; (fig.fam.) mortificar, af- 
fligir alguém retardando o 
que deseja. Vexare aliquem, 
id quod ardenier cupit dife- 
rendo. Muchos ajos en un 
mortero mal los maja un ma- 
jadero; rif. que denota a dif- 
culdade que tem uma pes- 
soa só em tratar muitos ne- 
gocios ao mesmo tempo. 
Non omnia sinml. Quien se 
2)ica ajos ha comido ou ajos 
come; quem se pica, alhos co- 
me. Cui vitii censura displi- 
cet, ipse se jjrodit ignem pal- 
ma. Revolver el ajo ou el cal- 
do; (fig.fam.) dar novo mo- 
tivo para que se torne a in- 
sistir sobre algumas mate- 
rias. JRixas instaurare. 

Ajobar, a. (fam.) Levar ás cos- 
tas, carregar com algiuiia 
cousa ou tran.s])orta-la á 
mào. Humeris gestare: — r. 
(ant.jY. Amancebarse. 

Ajobilla. /. Concha mui vul- 
gar nos mares de Hespanha, 
mais larga que comprida, e 
de uma iJoUegada de compri- 
do, com dentes pequenos lu- 
zidios e com varias cores. 

Ajobo, m. (ant.)Y. Carga: — 
(fig. ant.J occupação one- 
rosa. 

Ajofaina. /. Aljofaina. 

Ajolin. m. Insecto de quatro 
linhas de comprimento, que 
exhala um cheiro desagradá- 
vel simiihante ao do perse- 
vejo. 

Ajouo. m. (p. Ar.) Alhada; mo- 
lho feito com alhos e azeite. 
Alliatum oleo suffusum.. 

Ajomate. m. Ajomate; planta 
que se cria dentro de agua 
e se compõe de uns fios muito 
delgados sem nos, e de um 
verde carrega,do e lustroso. 
Conferva rirularis. 

Ajonje. m. Visco; composição 
viscosa que se tira da con- 
drilha e outras plantas, e 
serve para apanhar pássa- 
ros. Viscus, i. V. Ajoajera. 

AjoxjEnA./. Condriiha; planta 
]ierpnne que commummente 



AJU 

carece de liaste; tem as fo- 
lhas cortadas e espinhosas, 
e a raiz em forma de fuso. 
Esmagada na agua produz 
o visco. Carlina aqualis. 

A JONJERO. TO. V. Ajonjera. 

Ajokjo. m. (p. Gran.) Ajoujo; 
planta perenne de um pé de 
altura, coberta toda de pello 
esbranquiçado, as folhas lan- 
ceoladas e a ílor amarella. 
A sua raiz contém uma sub- 
stancia simiihante á da con- 
drilha : — a substancia gor- 
durenta e viscosa que contém 
a planta do mesmo nome. 

Ajonjolí, m. V. Alegria. 

Ajoqueso. m. Certo genero de 
guisado que se faz com alho 
e queijo. Condimentum casco 
et allio permixtum. 

Ajorca./. Bracelete; argola de 
oiro ou prata que para ador^ 
no trazem as mulheres. 

Ajordau. n. (p. Á.r.) Levantar 
ou esforçar a voz, gritar 
muito até fatigar-se ou en- 
rou(piecer-sc. Incondite voci- 
ferari. 

A jornalado, da. adj. Ajoma- 
lado; que se contrata por 
meio de jornal. 

Ajornalar, a. Ajomalar; ajus- 
tar alguém para que sirva 
por imi certo estipendio pnr 
dia. Mercede conãucere. 

Ajoiit). m. (germ.) V. Viernes. 

A JORRAR, a. V. Remolcar. 

Ajuagas. /. (p. Alb.) Espara- 
vào; enfermidade das bestas 
cavallares. Y. Esjmravan. 

Ajuanetado, da. adj. Ajuane- 
tado, que tem joanetes. Arfi- 
culis rei ossibns prominenti- 
hus deformis. 

Ajuar, m. Enxoval ; adornos 
pessoaes e alfaias que leva a 
mulher quando se casa. Hoje 
toma-se pelos moveis de 
uso commum. Supellex, ecti- 
lis. FÃ ajuar de la tinosa todo 
cUbanegas y tocas; rif. que 
significa que algumas mulhe- 
res gastam em adornos exte- 
riores e superíluos o que de- 
viam gastar em cousas ne- 
cessárias. Mundxis muliebris, 
dos. Por ajuar colgado no vie- 
ne hado; rif. que ensina que 
a fortuna dos matrimonios 
nao provém das alfaias e dos 
moveis, mas sim dos bens 
productivos. . 

Ajt'diado, da. adj. Que é pare- 



AKE 75 

cido ou simiihante em algu- 
ma cousa com os judeus. Ju- 
dcei speciem ferens, refe- 
rens. 

Ajuiciado, da. adj. Ajuizado; 
sensato. Maturus, a, um. 

Ajuiciamiento, m. Juizo; acção 
e etieito de ajuizar. Judicati o, 
onis. 

Ajuiciar, n. Principiar a ter 
juizo. Judicio maturescere. 

Ajuncar, a. (mar.) V. Enjun- 
car : — (germ.) V. Agraviar. 

Ajuntadamente. adv. m. (ant.) 
Y. Juntamente. 

Ajuntamiento. m. (ant.jY. Jun- 
tamiento : — (ant.)y . Cópula. 

Ajuntanza. (ant)f. Ajuntança; 
acçào e effeito de ajuntar. 

Ajuntar, a. (ant.)Y. Juntar: 

— r. (ant.) V. Juntarse. 
Ajustadamente, adv. m. Jus- 
tamente, pontualmente; — 
Ex cequo et bono. 

Ajustadísimo, ma. adj. snj}. de 
Ajustado. Valdh integer, re- 
ctus. 

Ajustado, da. adj. Ajustado; 
justo: — justo, recto. 

Ajustador, to. Gibão que ves- 
tem os homens e as mulhe- 
res, ajustado ao corpo. Stri- 
ctior thorax. 

Ajustamiento, m. Ajustamen- 
to; acção e efteito de ajustar 
ou ajustar-se. Conventio, pa- 
ctio: — convenção, ajuste, li- 
quidação das contas, etc. : — 
reconciliação entre pessoas 
desavindas. 

Ajustar, a. Ajustar; regular 
fallando da conducta, das 
acções: — convir, conceder: 

— (fiff-) liquidar uma conta : 

— fazer reconciliação entre 
pessoas desavindas. 

Ajuste, to. Ajuste; acto de 
ajustar: — procedimento ou 
regularidade da vida confor- 
me ao que deve ser: — li- 
quidação c exame que se faz 
para se concluírem e fecha- 
rem as contas. 

Ajusticiado, da. adj. Justiça- 
do; réu castigado com pena 
de morte. 

Ajusticiar, a. Justiçar; casti- 
gar impondo apena de'morte. 

Akalakas. m. (zool.) Akala- 
kas; formiga da America, do 
• tamanho de um caracol. 

Akebia. to. (bot.) Akebia; ar- 
busto sarmentoso do Japão, 
da fann"lia das lardisoboleas, 



76 



ALA 



cultivado como planta de 
adorno por suas formosas 
flores de cor de rosa ou de 
lilaz, dispostas em forma de 
cachos. 

Akeesia. /. (bol.) V. Cupania. 

Akeno. adj. (bol.) Y. Axe.no. 

Akibot. m. (cJiim.)Y. Azufre. 

Al. 2^^011. (ant.) Al ; outro, ou- 
tra cousa diversa ou contra- 
ria. Usa-se algumas vezes 
como artigo com significação 
do plural pelo mesmo que 
otros. Nas montanhas de 
Burgos é hoje usado no singu- 
lar. ^¿¿«rZ; — ao, por contrac- 
ção ã,á el: ■ — j)or al, inod. 
adv. ant. V. Por tanto. 

Ala. /. Ala ou Aza ; a parte do 
corpo das aves ou insectos 
que lhes serve para voar e 
suster-se no ar. Ala, ce: — 
fileira. Ordo, series: — (ar- 
dí.) parte accessoria de um 
edificio que se estende por 
alguns de seus lados. Alce, 
cirum: — (rail.) flanco, lado 
esquerdo ou direito de um 
exercito. Ala, cornu exer- 
citas : — (fort.) V. Flanco : 
(naut.) vela pequena que se 
junta a outra grande para 
receber mais vento. Parinim 
velum majori super positnm, 
cjuo melius venti navem im- 
pellat: — aba do chapéu. 
Galeri alce: — (ant.) Y. Ale- 
7-0 : — (ant.) Y. Cortina: — 
de mosca- (germ.) engano, ar- 
tificio, fraude no jogo de car- 
tas. Aleatoris fraus : — (fiff-) 
ousadia, liberdade causada 
pela protecção de alguma 
pessoa de auctoridade ou 
poderio. Audacia, temeraria 
ficlucia. Caérsele á cdguno las 
alas del corazón (fr.fig.); caír 
a algucm a alma aos pés ; des- 
maiar, faltar-lhe o animo e co- 
ragem em algum contratem^ 
po ou adversidade. Animo 
deficere. Cortar ou quebrar 
Ias cdas (fr.) ; cortar ou que- 
brar as azas; tirar o animo 
para fazer alguma cousa. 
Conatus refrinc/ere, exami- 
nare: — (poet.) velocidade, 
ligeireza. Velocitas, atis: — 
(bot.) enula-campana, herva- 
montã; tem desde o pé fo- 
lhas grandes e ásperas, e dá 
flores largas e redondas, de 
cor branca e também verme- 
lha, como salpicadas de ou- 



ALA 

ro no meio. Nasce em loga- 
res montuosos, sombrios e 
enxutos. Enida campana. 

Alá. to. AUah; nome de Deuj 
entre todos os povos que pro- 
fessara o mahometismo: — 
adv. l. (ant.)Y. Allá. 

Alabadísimo, ma. adj. sup. de 
Alabado. Valdh laudatus, 
laudcttissimus. 

Alabado, to. Eemdito; motete 
que se canta em louvor do 
Sautissimo Sacramento. In 
laudem sacroscmtce Eucha- 
oñstice versus. Por el alabado 
dejé el conocido y vime ar- 
repentido; não deixes o certo 
pelo duvidoso; mais vale um 
pássaro na mão que dois 
a voar. 

Alabador, ea. s. Louvador; o 
que louva, elogiador. Lau- 
clator, oris. 

Alabamiento, m. (ant.)Y. Ala- 
banza. 

Alabancero, adj. (inus.) Lou- 
vaminheiro, adulador. 

Alabancia. /. (ant.) Y. Ala- 
banza. 

Alabancioso, adj. (j'am.) Y. Ja- 
ctancioso. 

Alabandina. /. V. Manganesa. 

Alabanza. /. Louvor, elogio. 
Laus,audis: — disimidado; 
louvor dissimulado. Laus 
dissimtdata : — insídsa ; lou- 
vor desengraçado, insulso. 
Laus insulsa. 

Alabae. a. Louvar; elogiar, 
dar louvores. Laudare. No 
te irás alabando; não te ir.'is 
gabando ; expressão com que 
se ameaça a pessoa que com- 
mette algum excesso. Es 
para cdabar á Dios; é para 
louvar íi Deus; é uma cousa 
digna de admiração. Alabo 
el gusto; gabo o gosto. Diz- 
se para criticar o mau gosto 
de alguém 5 — r. alabar-se; 
jactar-se, vangloriar-se. Ja- 
ctare sese, gloriari. 

Alabarca. m. Alabarca; titulo 
do primeiro magistrado dos 
judeus de Alexandria: ■ — 
nome do recebedor dos di- 
reitos de introduceào sobre 
os gados, na mesm.a cidade: 
— alcunha que deram ao rei 
de Nápoles Sancho 11 e a seu 
filho Garcia III. 

Alabarda. /. Alabarda; arma 
offensiva que tem uma ponta 
perpendicular ao centro de 



ALA 

uma meia lua, e outra ponta 
de ferro horisontal. Hasta 
ancipiti ferro per cuspidem 
transverso instructa: — ar- 
ma de que usavam os sar- 
gentos na infantería. Toma- 
va-se algumas vezes pelo 
mesmo emjH'ego de sargento. 
Hasta bipenis qna olim cen- 
turiones hispanici exercitus 
dignoscebaritur. 

Alabaedazo. m. Alabardada; 
goljje de alabarda. Hastce 
ictús. 

Alabardero, m. Alabardeiro; 
archeiro, soldado de uma 
das companhias da guarda 
real, cuja arma é a alabar- 
da. Hastatus, us. 

Alabastrado, da. aclj. Pare- 
cido ao alabastro. Alabastri- 
tem referens. 

Alabastrina. /. Alabastrina; 
lamina de alabastro usada 
em logar de vidraça nas cla- 
rabóias. Ijapis specularis. 

Alabastrino, na. adj. (poet.) 
Alabastrino; de alabastro, 
sirailhante ao alabastro. Ex 
cdabastro, cdabastritce albe- 
dinem referens. 

Alabastro, m. Alabastro; pe- 
dra parecida com o mármore, 
mas mais transparente e que- 
bra,diça. Alabastrites, ce: — 
oriental, alabastro oriental; 
pedra calcárea um pouco 
transparente e mais dura 
que o mármore ; ha-o branco 
e de varias cores. Alabastri- 
, tes orientcdis. 

Alabe, m. (agr.) Ramo de oli- 
veira que curvando-se se en- 
contra com o terreno. Em al- 
gumas partes dão o mesmo 
nome a qualquer ramo de ar- 
vore que baixe até ao solo. 
Eamus olivce deorsum fle- 
xus: — palhetas da roda da 
azenha, parte em que bate 
a agua para a fazer andar. 
Pcdmula, sen, tonsa concava 
troclecc moletrincc: — es- 
teira posta nos lados do car- 
ro para impedir que caia o 
que n'clle vae. Curras rus- 
tid contextum repagtdum : 
— (br.) a orla do escudo. 

Alabearse, r. Empenar-se, a 
madeira. Dolatam trabem 
flecti. 

Alabeo, m. Arqueaniento ; ma- 
deira empenada. Trabis do- 
Iciice Jlexio. 



ALA 

ALAnESA./. Antiga arma often- 
siva similliante á lança. Ar- 
ma cantábrica. 

Alabiado, da. adj. Moeda mal 
cunhada, com irregularida- 
des. Male cusa monefa. 

Alacayo. (ant.J m.Y. Lacayo. 

Alacaynelo. m. dim. de Ala- 
cayo, lacaiosinho. ; 

Alacena./. Armario de parede. 
Fiscns, i. 

Alaciar, n. V. Enlaciar. Tam- 
bém se usa reciprocamente. 

Alacion. /. Adejo das aves. 

Alacrado, da. (tdj. Alacrado; 
parecido com lacre. 

Alacrán, m. Lacrau; insecto 
venenoso. Scorpio eiiropcEun: 

— gancho que prende o freio 
;'i cabeçada do cavallo. Cla- 
vus in similitudinem scor- 
iñonis retortas: — colchete 
para prender botões. Annidi 
ad glohdos céneos nectendos: 

— marino; escorpião ma- 
rinho. Estar picado del ala- 
crán (fam.); ter molestia que 
se pretenda encobrir, ter mal 
de amores. Ámoris igne ces- 
t'uare. Quien del alacrán está 
j)icado la sombra le espanta; 
gato escaldado da agua fria 
tem medo. Semel saiicins nil 
non timet. No le fiará un 
saco de alacranes; nao lhe 
confiara a menor cousa. 

Alacranado, va. adj. (ant.) Mor- 
dido do lacrau. Scorpionis 
morsu IxüSHs: — (fiff-) cor- 
rupto, infectado por vicio. 
Vitio aliquo infectus. 

Alacranera. /. Escorpioides; 
planta annual, papillonacea, 
com folhas de tres em rama, 
cujo fructo é um legume di- 
vidido em partes e da forma 
de um escorpião. Ornithopus 
scorpioides. 

Alacha. /. Alache, m. Savel; 
peixe. Alosa, ee. 

Alada./.Vôo, o esvoaçar, o ade- 
jar das aves. Pennarum agi- 
tatio. 

Aladar, m. Madeixas de ca- 
bello que pendem pelas fon- 
tes da cabeça. E mais usado 
no plural. Capilli temp>orum. 

Aladierna. /. Sanguinho; ar- 
busto de cinco a seis pés de 
alto, cujas folhas um tanto 
grandes são oblongas na ¡jon- 
ta e lustrosas no verso. Dá 
flores pequenas, brancas e 
cheirosas. Heu fructo são 
M 



ALA 

A'agcns negras, liliamnvs 

ala te mus. 
Alado, da. adj. Alado, aligero, 

ligeiro, que tem azas. Aliger, 

era, erum. 
Aladrada./, (vulg.) Sulco; rego 

do arado ou da charrua. Sul- 

CHS, i. 

Aladrar, a. (termo usado nos 
arredores de Biu-gos) La- 
vrar; arar, laboi'ar a terra. 
Arare. 

Aladro. m.Y. Arado. 

Aladroque, m. Anchova nao 
salgada. 

Alafia. /. (vulg.) Graça, per- 
dão, misericordia. Só se usa 
com o verbo jDedir. Pedir 
, alafia; pedir perdão. 

Alaga. /. Centeio branco; es- 
pecie de trigo grosso e ama- 
reliado; o pao que d'elle se 
faz é um tanto doce e de 
pouca codea. Zea, oí. 

Alacíadizo, za. adjj. (ant.) Ala- 
gadiço, pantanoso. Em portu- 
guez usa-se como tei'mo mo- 
derno; diz-se dos terrenos 
que se encharcam facilmente. 

Alagar, a. (ant.) Alagar; en- 
charcar, molhar. Alagar, diz- 
se porm olhar em demasia. 

Alagartado, da. adj. Sarapan- 
tado; que tem cores mui Ai- 
vas e parecidas ás do lagarto. 
Lacerti coloribns variatus. 

Alaguna./. (a7it.)y. Laguna. 

Alahilca./. (aHÍ.j Sanefa; tape- 
çaria, para adornar as pare- 
des, panno de raz. V. Aluda. 

Alajor. )/). Pensão emphyteu- 
tica, paga tributaria aos do- 
nos dos solares, em que se 
edificava. Pcnsio emphyteu- 
tica. 

Alajú, m. Pão de especie, com- 
posto de amêndoas, nozes, 
inel e jião rallado. Massa ex 
amygdalis, micihus, pane 
tosto et specibv.s aromaticis 
confecta. 

Alama. /. (Ar.) V. Lama. 

Alamar, m. Alamares; presilha 
c botão com adornos para 
capas. Patagium, ii. 

Alamiíicado, da. adj. Escasso; 
dado com parcimonia. Mi- 
7iuiatim et parch collatus. 

Alambicar, a. Alambicar. V. 
Destilar: — (fifi-) apurar, 
analysar profundamente. 
Subtilius rem prosiñcere, 
perpendere. 

Alambique. /. m. Alambique: 



ALA 



77 



vasilha ])ara distillar lico- 
res. Cacabus stillaforius. Por 
aland)ique;(fig.)i)ñY(iamente. 
Parce admodum. 

Alambor, m. (ant.fort.) Alam- 
bor. V. Escarpa. 

Alamborado, da. adj. (ant.) 
Alamborado; a modo de es- 
carpa. 

Alambrado, adj. Da cor de 
cobre. 

Alambre, m. Arame; nome que 
se applicava a todos os me- 
taes. ^s, eris: — chocas; 
campainhas dos rebanhos de 
gados. JEs p>ecuarium, man- 
droi crepitacula. 

Alambrera. /. Grade de ara- 
me para janellas. Pete h filo _ 
metallico fenestris aptatum. 

Alameda. /. Alameda, alléa, 
sitio plantado de alamos. 
Poindetum, i. 

Alamix. ?)¡. (ant.) Verificador 
dos pesos e medidas, e dos 
viveres. Mensurarum pon- 
derumque examini prwfe- 
ctus. 

Alamina. /. Multa que paga- 
vam outr'ora em Sevilha os 
oleil'os que enchiam muito 
os fornos. Midcta (¿ua figuli 
hisjxdenses coercebantnr. 

Alaminalgo. m. (ant.) O ofii- 
cio do alamin. y. Alamin. 

Alaminazgo. m. V. Alamin. 

Alamiré. m. (mus.) Alamiré; 
lá, sexta nota da escala mu- 
sical: — signo composto da 
letra a e das vozes la, mi, ré. 
, Signum musiciivi. 

Álamo, m. Álamo; arvore de 
coi'tica esbranquiçada e fo- 
lhas verde-cl aras. Pojmlus, i: 
— blanco: álamo branco, ar- 
vore de folhas angulosas e 
um tanto felpudas ou vello- 
sas e brancas pelo inverso. 
Farfarvs, i : — negro; chou- 
po. — Ubico ou alpino; faia 
preta. 

Alamparse, (de, por), r. (fam.) 
Almejar ; desejar muito prin- 
cipalmente o comer e beber. 
Avide cuj^ere. Alamparse 
por riquezas; almejar pelas 
riquezas, desejar ser muito 
rico. 

Alamud, m-. (ant.) Ferrolho para 
as portas e janellas. 

Alana. /. Cadella ala. ' 

Alanceador. m. Alanceador, o 
que fere com a lança. Qni 
lavçeam ribraf. 



78 



ALA 



Alakceak. a. Dar lancadus, fe- 
rir com l'AXiíiíi. Lancea ferir e. 
Alakcel. m. (aid.). V. Araneel. 
Alandrearse. r. Diz-.-^e dos bi- 
chos de seda quando se tor- 
nam brancos, seceos e iner- 
tes. Bombyces marcescere. 
Alano, m. Alão; nome dado 
aos barbaros que no quinto 
seciüo invadiram a Hespa- 
nha. Alanus, i: — alao; cao 
de cabeça grande e orelhas 
pendidas, próprio para a 
caça dos porcos bravos. Mo- 
lossiis, i. 
Alanzada. /. (ant.) V. Avan- 
zada. 
Alanzar, a. (ant.) Lançar, ar- 
rojar. V. Alancear. Sogax lan- 
ças a um alvo (jogo antigo). 
Jacíilari, hastilia conjicere. 
Alaqueca./. Alaqueca; mar- 
more com manchas cor de 
sangue; é originario da Ame- 
rica, il4^arí?^or£pg'^{a6^7^s, hce- 
matinon. 
Alaqueques, m. Y. Alaqueca. 
Alar. m. V. Alero : — alares ; 
rede para apanhar pevdizes. 
Usa-se no plural. Laqueus 
aucttpandis perdicihus. 
Alara (En), adv. (ant.) V. En 

fárfara. 
Alárabe, m. (ant.) Árabe. 
Alarbe, Alárabe ou Árabe. 
m. (fig.) Alarve, grosseiro, 
mariola, bocal, bruto, labre- 
go, etc. líusticus. 
Alarde, m. Alardo; revista 
que se fazia aos soldados. Co- 
2iia,rwm recensio: — (germ.) 
revista de i:)resos feita pelo 
jniz: — revista que fazem as 
abelhas á colmeia e ao en- 
xame. Inspectio alvearis ah 
apihus factct. Hacer alarde; 
(fig.) fazer alarde; fazer gala 
de urna cousa. Ostentatio, 
. onis. 
Alardear, a. (ant.) Passar re- 
vista ás tropas : — n. (fig.) 
alardear; fazer alarde, os- 
tentar. 
Aj^ardoso, sa. adj. (ant.)Y. Os- 
tentoso. 
Alares, m. pl. (germ.) Calção 

largo. V. Zaragüelles. 
Alargadamente, adv. (ant.) 

V. Extcndidamente. 
Alargador, ra. s. Alargador; 
o que alarga ou estende. 
Qni extendit aut proirahit. . 
Alargama. /. (planta). V. Ga- 
marza. 



ALA 

Alargamiento, m. Alongamen- 
to, prolonga çào, dilação. JSJo!- 
tensio, dilatatio. 

Alargar, a. Alargar. Exten- 
dere, dilatare: — (fig-) pro- 
longar. Elisias aliquid ex- 
ponere; rem proscrastinare: 

— augmentar. Adangere : — 
alcançar. Porrigere, prcs- 
here : — ceder. Cederé : — fa- 
zer chegar gente. Prcemit- 
tere: — dar largas, delon- 
gar.^ e¿ vientre; despejar 
a barriga : — r. af astar-se, 
desviar-se. Longius digredi : 

— crescer : — (mar.) fiízer-sc 
ao largo. 

Alargas. /. pl. (ant.) V. Lar- 
gas. 

Alargüez. m. Roseira brava; 
arbusto de folhas miúdas, 

, cuja madeira é dura e cor 
de rosa claro. Aspalalus spi- 
nosa. 

Alaria. /. Pá; instrumento 
que usam os oleiros para 
aperfeiçoar as obras. Pala 
manaalis fictilibus polien- 
dis. 

Alarida, s. f. Alarida; grita- 
ría. Voc/ferafio, convidam. 

Alarido. 7ñ. Alarido. Dar ala- 
ridos; fazer alarido. Vehe- 
mens clamor. 

Alarifadgo ou Alarifazgo, 
m. (ant.) y. Alarifargo-. 

Alarife, m. Architecto, mes- 
tre pedreiro. JEdificationum 
magister, architectus. 

Alarije. /. Uva grande e ver- 
melha. 

Alarma./, (mil) Alarma; gri- 
to de guerra para chamar ás 
armas: — (fig-) susto, cons- 
ternação. Classicum, i. Dar 
una alarma; dar rebate. 

Alarmar, a. (mil.) Dar rebate, 
fazer tomar as armas. Com- 
movere ad arma capienda, 
incitare. 

AlÁrmega. /. (Gran.) V. Ma- 
garza. 

Alarse, r. (germ.) V. h'se. 

Alastrar, a. (ant. naut.)y. Las- 
trar: — íitar as orelhas, fal- 
lando do cavallo: — r. cor- 
rer; diz-se dos animaes para 
so subtrahirem ao caçador. 
Hiimi procvmhere, serpere 
raptim, furti repere. 
Alaterno, m. Sanguinho, ar- 
busto estéril que participa 
da oliveira e do roble.V. Ala- 
dierna, ce. 



ALB 

Alatin'adamente. adv. (ant.) 

V. Latinamente. 
Alaton. m. (ant.) V. Latón. 
Alatonero. m. (Ar.) V. Almez. 
Alatron. m. Aphronítro, espu- 
ma do nitro. Aphronitrum, i. 
Alaúda, Alaúde./ (ant.) Ca- 
lhandra, ave. V. Alondra. 

Alavanco, m. Y. Lavanco. 

Alazán, na. adj. Alazao; cor 
particular do cavallo. Equus 
rufus. Alazán tostado antes 
muerto que cansado. N'isto 
se explica a fortaleza dos 
cavallos alazoes. Rufus equus 
omnium in itinere agendo 
fortissim.us. 

Alazano, na. adj, (ant.)Y. Ala- 
zán. 

Alazo, m. Adejo; acção de 
adejar. Alce ictus. 

Alazor, m. Açafroa, cartha- 
mo ; planta de ramos azula- 
dos e folhas guarnecidas de 
espinhos. Suas flores são cor 
de açafrão, sua semente ser- 
ve para pensar as aves. Car- 
thamus tinctorius. 

Alba./. Aurora, alva. Auro- 
ra. — alva do sacerdote. Po- 
deres, alba: — (Germ.) len- 
çol. Al alba; ao amanhecer. 
No sino al alba; está sabi- 
do. (Loe. irán.) Quidni igi- 
tar? Al rayar el alba; ao 
romper do dia. 

Albacara. / (ant.) Torre das 
fortificações: — moitào pe- 
queno. 

Albacea. to. Executor testa- 
mentario. 

Albaceazgo. ni. Officio do exe- 
cutor testamentario. Testa- 
menti exsequendi mumis. 

Albacora. /. V. Breva: — bo- 
nito; peixe. 

Albacoron. m. (Mure.) Hespe- 
ris africana, planta. V. Al- 
boqueron. 

Aleada, f. (p. Ar.) Alvorada. 
V. Alborada: — planta. V. 
Jabonera. 

Albahaca. /. Maugericão, al- 
favaca de cobra. Ocimrim: 
— silvestre ou selvage, pa- 
rietaria. V. Alcino: — acuá- 
tica ou de arroyo; planta 
aquática que parece mange- 
ricao. — larga. Y. Mirabel. 

Albahaquero. to. Vaso de man- 
gericào ou de outra qualquer 
flor. Vas herbis aut floribus 
plantandis. 

Albahaqüilla. /. dim, de Al- 



ALB 

bahaca: — del rio; parieta- 
ria, planta. V. Calamento. 
Albaida. /. Arbusto de folhas 
esbranquiçadas e flores ama- 
rellas-, serve pora o bicho 
da seda trepar. Anthillis cy- 
tisoides. 
Albaire. m. (Germ.) Ovo. 
AlbalÍ. s. Alvará. Testimo- 
ninvi scriptum, apacha: — 
de guia; passaporte. 

Albalafro. m. (ant.) O que ex- 
pedia alvarás. 

Albalero. to. (ant.) O que en- 
viava alvará. 

Albanado. adj. (Germ.) Ador- 
mecido. 

Albanar. n. (ant.) Apoiar-so. 

Aleando, adj. Ardente. Diz- 
se do ferro em brasa. 

Albanega. /. Rede para sus- 
ter os cabellos. Beticuhtm 
capilli.s continendis : — rede 
para caçar lebres. Plagas. 

Albaneguero. m. (Germ.) Jo- 
gador de dados. 

Albaneguilla. /. dim. de Al- 
hanega. 

Albanês, sa. adj. e s. Albanez; 
Alhanensis: — (Germ.) V. Al- 
haneguero : — pi. (Germ.) os 
dados. 

Albañal. ?;i. Cano, cloaca. Cloa- 
ca. Salir j^or el albañal o 
2}or el arbollón ; (fig.) ficar 
mal n'uma acção. Jndecorh, 
turpiter rem gerere. 

Albanar. m. V. Albañal. 

Albañariego. m. Cão para ca- 
çar nos charcos. 

Albanear. n. (ant.) Trabalhar 
em alvenaria. 

Albañería. /. (ant) V. Alba- 
ñileria. 

Albanez, za. adj. (ant.) V. Al- 
banês. 

Albañi. m. V. Albanil. 

Albañil. m. Pedreiro. Ca^men- 
tarins. 

AlbaSileria./. Alvenaria, obra 
de pedreiro. Ars cimenta- 
ria, cmmentitium opus. 

Albañir. m. (ant.) V. Albañil. 

Albano, na. adj. V. Albané-si. 

Albaquia. /. (ant.) Resto de 
contas; seis ou sete ovelhas 
para pagar dizima. Ex siq)- 
pvtatione residnum incom- 
modk. dividendvm. 

Albar. adj. Alvar; só se diz 
de certas cousas. Albicans. 

Albará. /. (ant) V. Albalá. 

Albaran. ???. (Ar.) Escriptos de 
casa. Charlas papyracea lo- 



ALB 

candía wdibus affigi sólita : 
— (for.) cédula. "('a;íf.;V. Al- 
balá. 

Albarazado, da. adj. Atacado 
de lepra branca. Vitiligine 
alba affectus: — tornado bran- 
co. Albicans^ antis: — uva 
jaspeada de Andaluzia. Uva 
jasjñdeo colore variafa. 

Albarazo. m. Lepra branca; 
molestia cutânea. Vitíligo 
alba. 

Albarca. /. V. Abarca. 

Albarcoque. to. V. Albarico- 
qne. ^ 

Albaecoquero. to. (Mure) Da- 
masqueiro. Armeniaca ma- 
lus. ' 

Albarda./. Albarda. Clitella, 
oí: — (fig) toucinho com que 
se enfeita o assado. Carnis 
porcinm pingue frustulum 
avivus torrendis super impo- 
silian. — gallinera; albar- 
da chata. Clitella 2^lf(dior. 
Como ahora llueven albar- 
das; (fam.) abra as janellas; 
diz-se quando se ouve al- 
guém que nos parece men- 
tir. Alimn quoire cui cento- 
nes fardas. Poner ou echar 
la. albarda; alVardar, abu- 
sar de alguém. Alteríns pa- 
tientiâ abufi. Labrar ó coser 
y hacer albardas, todo es 
dar puntadas ; tanto faz coi'- 
rer como saltar. Opus phry- 
gÍ7im et clitella acvfiunt. Vol- 
verse la albarda á la bar- 
riga. Ir buscar lã e vir tos- 
quiado. Spe fallí, rem con- 
tra evenire. • 

Albardado, da. adj. Albarda- 
do:— (fig.) djz-se assim quan- 
do os animaes têem o pello 
do dorso de uma cor difíe- 
rente de todas ns mais re- 
giões do corpo. Bellua dor- 
sum diversi coloris habens. 

Albardan. m. (ant.) Bufão, 
bobo, truao. 

Albardanear. n. (ant.) Cho- 
carrear, dizer chocarrices; 
bufonear, fiízer de bobo; 
truanear, fazer mister de 
truão. 

Albardaneeia, /. (ant.) Trua- 
nia, truanice, chocarrice, 
graçola, chança grosseira.- 

Albardania. /. (ant.) Chocar 
rice. 

Albardar, a. Albardar; collo- 
car a albarda nas bestas de 
carga na i-egião do selladou- 



ALB 79 

ro. V. Enalbardar : — (fig-) 
lardear as aves para assa- 
las. Porcina', frustula avisus 
assandis imponere. 

Albardela./. Albardillia, sella 
para domar os i)òtros. 

Albarderia. /. Loja ou oífici- 
na onde se fazem albardas; 
logar onde se vendem. Vi- 
cus, locus ubi clitella; fiunt 
aut venduntur: — O ofiiciode 
albardeiro. Ars clitellaria. 

Albardero. m. Albardeiro; ar- 
tista que faz albardas. Cli- 
tellaríus opifex. 

Albardilla. /. dini. de Albar- 
da. Albardinha, albardilha; 
coberta que se col loca sobre 
as paredes dos cercados para> 
evitar a entrada das neves 
e chuvas: — albardilha, es- 
pecie de sella para domar os 
porros: — lã muito espessa 
que o gado ovelhum apre- 
senta sobre o dorso no in- 
verno: — terra que se pega 
ao dente da charrua ou ara- 
do: — pasta fluida composta 
de ovos, de farinha, de as- 
sucar e que serve para fri- 
tadas: — margens das estra- 
das cm forma de dorso de 
mulo: — caparão, capirote 
(do falcão). 

Albardillador. m. O que pòe 
o capirote ás aves de rapi- 
na: — o foleão que o traz e 
soíFre pacientemente. 

Albardillak. a. Collocar o ca- 
parão ou capirote: — envol- 
ver o assado com toucinho. 

Aleardix. to.. Planta, perenne; 
especie de esparto de folhas 
largas c mui forte.«. 

Albardon. to. Albardão, albar- 
da grande para as bestas de 
carga. Grandinr clitella. 

Albardoncillo. 57?. dim. de Al- 
hardon. 

Al B ARE JO. adj. Y. Candeal. 
Usa-se tambera como sub- 
stantiro. 

Albarela. /. Cogumello que 
cresce sobre o castanheiro e 
choupo Ijranco, e que é ali- 
mentar. 

Albarico. adj.\. Candeal. 

Albaricoqüe. to. Damasco (fi'U- 
cto de caroço"). Prunnm da- 
mascenum. 

Albaricoquero. to. Damas- 
queiro. Prunns armeniaca. 

Albarillo. to. Variedade do da- 
masco commum: — acompa- 



80 ALB 

mento accelerudo deguitarra 
para bailar e acorapanhar 
romances. 

Albakijjo. m. Branco usado an- 
tigamente pelas senhoras pa- 
ra branquear o rosto. Cerus- 
■sa, velfuctis instar cenissa\ 

Albarizo, za. adj. Alvejante; 
esbranquiçado, que se faz 
branco. Applica-se ao ter- 
reno que tem esta còr. 

Alhauiíada. /. Abarrada; pa- 
rede ou muro de ])cdra secca : 

— (mil.) entrincheiramento; 
reparo para preservar dos ti- 
ros do inimigo. Vallum, i. 

Albakran. adj. (ant.) que se 
applicava aos moços soltei- 
ros. Encontra-se também em- 
pregado como substantivo : — 
o que nào tinha casa ou do- 
micilio em localidade algu- 
ma, vadio. 

Albaukana. V. Cebolla albar- 
rana, Torre albarrana e 
Albarranilla. 

Albakraneo, a. adj. (omI.) Fo- 
rasteiro, estrangeiro. 

Albarranía. /. (ant.) O estado 
de solteiro. 

Albarraniego, ga. adj, (ant.) 
V. Albarraneo. 

Albarrakilla. /. Especie de 
cebolla albarrà com as fo- 
lhas estreitas, compridas e 
lustrosas, as flores azues c 
dispostas em forma de um- 
bellas. 

Albarraz. m. V. Albarozo. 

Albarza. /. Canastra ein que 
os pescadores conduzem a 
roupa e os iitensilios de 
pesca. 

Albasaira./. Especie de urna: 

— forno em que se prepa- 
ram viandas. 

Albatoza. /. Albetoça, especie 
de embarcação ou barco pe- 
queno coberto. Emplirada 
navís. 

Albayaldado, da. adj. Alvaia- 
dado, pintado de alvaiade. 
Cerussatus a, um. 

Ai.BAYALDAR. O. Alvaiadar, es- 
branquiçar com alvaiade. 
Usa-sc também como reci- 
proco. 

Albayalije. 7h. Alvaiade, bran- 
co de chumbo: — (chim.) 
proto-carl)onato de chumbo. 

Albazano, na. adj. Baio, casta- 
nho escuro, Nignicans, an- 
tis. 

Albazo. m. (ant.) V. Alborada. 



ALB 

Ai.BEAR. n. V. Blanquear. Diz- 
se especialmente das terras. 

Albedriador. m. (ant.) Arbi- 
trador, avaliador, arbitro : — 
juiz encarregado ¡oelas par- 
tes de julgar segundo a equi- 
dade: — o que pode fazer al- 
guma cousa por si só : — in- 
di-\iduo nomeado pelas par- 
tes para resolver o pleito 
definitivamente. 

Albedkiar. n. (ant.) V. Arbi- 
trar.^ 

Albedrio ó libre albedrio. w. 
Alvedrio; livre arbitrio, fa- 
culdade da alma jjara se de- 
terminar a uma cousa de 
Ijreferencia a outra: — ar- 
bitrio, vontade : — a arbitra- 
gem, louvaniento, sentença 
do juiz arbitro. 

Albedbo. m. V. Madroito. 

Albegar. a. (ant.)Y. Enjalbe- 
gar. 

Albeitar. m. Alveitar, antigo 
hippiatro; mestre veterina- 
rio encarregado do tratamen- 
to das doenças dos animaes 
domésticos. Veterinarius, i. 

Albeite. m. (ant.)Y. Albeitar. 

Albeiteria. /. Alveitaria; hip- 
piatrica, arte de curar os 
animaes. Ars veterinaria, 
mulo-medicina. 

Albeldar, a. (füíí.jEsmoinhar ; 
levantar a palha com a es- 
inoinhadeira (especie de an- 
cinho) ¡lara a limpar c sepa- 
rar do grão. 

Albellamino. in. V. Cornejo. 

Albellon. m.Y. Albañal. 

Albena./. Arbusto. V. Alheña. 

Albenda. /. Colgadura; espe- 
cie de pannos brancos enre- 
dados com varios lavores e 
que serviam para ornar as 
paredes dos quartos e os lei- 
tos. Stragidum linteum varie 
reticulatmn. 

Albendera. /. Mulher qu(; te- 
da ou fazia as colgaduras. 
Beticulati straguli ex lino 
texfrix: — (ant.) a mulher 
ociosa, desoccupada. 

Albengala. /. Estofo de linho 
muito fino com que os mou- 
ros de Hespanha ornavam 
fis S8US turbantes. Tela linea 
pertcnais. 

Albéxtola. ,/". Especie de rede 
para agarrar os pequenos 
peixes. Meticidum •piscibns 
capiendis. 

Alberca. /. lieservíi torio ou 



ALB 

tanque de agua jiara servir 
para as regas ou para curtir 
o linho. Stagmtm, i. 

Alberchiga. /. Y . Alberchigo. 

Alberchigo. m. Ali^erche (fru- 
cto); alpercheiro (arvore). 

Albkrcon. m. avgm. de Al- 
berca. 

Alberengena./. V. Berengena. 

Albergacion./. Albergamento; 
acção e efteito de albergar. 

Albergada. /. (ant.) Reparo ou 
defeza de terra, pedra, ma- 
deira ou outra qualquer ma- 
teria : — trincheira, palis- 
sada, entrincheiramento : — 
(ant.) albergue, casa, pou- 
sada. 

Albergador, RA. s. Albcrga- 
dor, que agasalha. Hos- 
pies, edis: — (ant.)Y. Meso- 
nero. 

Albergadura. /. (ant.) Y. Al- 
bergue. 

Albergage. m. Albergágem; 
direito que tinham os se- 
nhores nos tempos feudaes 
de hosiiedar-se em casa de 
seus vassallos. 

Albergar, a. Albergar, hospe- 
dar, agasalhar, dar albergue 
ou pousada. Hospitio exci- 
X>ere: — r. (ant.) albergar-se, 
aposentar-se,acolher-se: — n. 
tomar um asylo ou albergue. 

Alberge. m. V. Albaricoque. 

Albergero. m. Y. Albarico- 
quero. 

Albergo, m. Y. Albergite. 

Albergue, m. Albergue; hos- 
picio, casa de pousar, esta- 
lagem: — covil, cova, retiro 
para os animaes. Chama-se 
assim ás diíierentes casas em 
que em Malta habita cada 
lingua dos cavalleiros de 
8. João. Contubernium,i: — 
hospicio para os orphãos e 
meninos desamparados. 

Albergueria. /. (ant.) Alber- 
garia; estalagem, hospeda- 
ria, pousada para os viajan- 
tes. Diversorium, i: — hos- 
¡lital, hospicio para os pobres. 

Alberguero. m. (ant.) Alber- 
gueiro, que dá albergue, hos- 
})icio; estalajadeiro. 

Albericoque. m. Y. Albarico- 
que. 

Alberxo. 7rt. Camelào (cio Le- 
vante). 

Albero. m.Y. Gredal: — rodi- 
lha, rodilhão, panno da co- 
zinha; panno com que se 



ALB 

limpam e enxugam os pra- 
tos. Linteum vel pannus de- 
tergendis siccandisque lanci- 
hus. 

Alberquero. m. Aquelle cpie 
cuida das ovielas, dos tan- 
ques c reservatórios de agua. 
Stagnomm custos, curator. 

Aliíerquilla. /. dim. de Al- 
berca. 

Albesia. /. (ant.) Escudo ou 
broquel que usaram alguns 

230VOS. 

Albestor. m. (ant.) V. Asbesto. 

Albica./. Greda, giz, barro es- 
branquiçado. 

Albicante. adj. Esbranqviiça- 
do ; que atira para o branco, 
branco desmaiado. 

Albiense. adj. V. Albigense. 

Albigense. adj. Albigense; na- 
tural de Albi : — applica-se 
ao hereje de uma seita que 
teve o seu principio na ci- 
dade de Albi pelo século xni. 
Usa-se conunummente como 
substantivo. 

Albihar. m. Flor de narciso: 
— olho de boi (planta). 

Albilla. /. Albena, especie de 
uva branca. Uva proecox, 
alba. 

Albillo. adj. Vinho de Albena: 
— . m. V. Albilla. 

Albiemano, na. adj. Albimano, 
que tem as mãos brancas. 

Albín, m. Y. liem at ¿tis : — (pint.) 
côr carmesim-escuro tirada 
do jaspe-sanguinho. Color ex 
hematite ex2)ress{is. 

Albina. /. Albina, preta-bran- 
ca; mulher aííectada de al- 
binismo: — terra funda que 
está cobeita de agua no in- 
verno e branqueia no Aterão. 

Albinismo, m. Albinismo; côr 
esbran(![niçada dos iiretos- 
brancos : — organisaçào dos 
albinos. 

Albino, na. adj. Albino; preto- 
branco, homem extremamen- 
te branco nascido de jiaes 
pretos. Ex nigra stirpe albus 
homo. Diz-se também da còr 
perlada de certos cavallos. 
Albina demarisma: — esteiro 
ou lagoa que se forma com 
as aguas do mar nos terrenos 
marginaes. yEstuarium, ii. 

Albísimo, ma. adj. sup. de Albo. 
V. esta jialavra. 

Albitana. /. (naut.) Cadaste, 
contracadaste, prancha gros- 
sa, tabuão. 



ALB 

Albo, ba. adj.Y. Blanco, 

Alboaire. m. Lavor que se fa- 
zia nos tectos ou abobadas, 
adornaudo-as com azulejos. 

Albogalla. /. V. Azogalla. 

Albogon. m. augm. de Albogue. 
Grandior fistula. 

Albogue, m. Alboque, instru- 
mento musico pastoril de so- 
pro. Fistula pjastolaris: — 
instrumento musico, de la- 
tão. 

Albogueador, RA. s. O tocador 
de alboque. 

Alboguear. (ant.) Tocar albo- 
que. 

Albogueo. in. Acção e eífeito 
de tocar alboque. 

Albogcero, RA. s. O que toca 
ou faz alboques. Fistula mo- 
didator, fistularum constru- 
ctor. 

Albohera. /. (ant.) V. Albu- 
fera. 

Alboheza. /. (ant.) V. Malva : 
— jílanta. 

Albohol. m.Y. Amapola. 

Albol. m. Planta de folhas ra- 
dicaes, delgadas, compridas c 
dentadas no limbo, cujas ílo- 
res acham-se coUocadas no 
extremo da haste. 

Albolga. /. (ant.) Y. Alholya. 

Albóndiga. /. Almôndega, pi- 
cado; massa de carne de 
fúrma arredondada. Ofa, m. 

Albondigon. m. augm. de Al- 
bóndiga. 

Albondiguilla. /. dim. de Al- 
bóndiga. 

Alboqueron. m. Planta cuja 
raiz lança hastes de um pó 
de comprido, cobertas, como 
as folhas, de pellos ásperos. 
Hespcris Africana. 

Albor. m. Y. Albura: — al- 
bor ou alvor, a alva do dia. 

Albora. /. Albora; especie de 
lejDra ou sarna. 

Alborada. /. Alvoi-ada; cre- 
jHisculo matutino. Dilucu- 
lum, ii: — canto de pássa- 
ros ao amanhecer: — des- 
cante de voacs ou concerto 
de instrumentos musicospela 
madrugada á porta de al- 
guém: — (mil.) signal que 
se faz ao amanhecer ou pouco 
depois com instrumentos bel- 
licos para despertar os sol- 
dados. Militaris sonus dilu- 
culitempore edittis: — (mar.) 
tiros, toques de caixas, etc., 
com que se despertam ao 



ALB 81 

amanhecer as guarnições dos 
navios: — • (mil.) combate, 
batalha ou manobra militar 
executada ao romper do dia. 
Aiitelucana castrorum aut 
hosíium oppugnatio. 

Albórbola. /. (ant.) Alvoroço, 
vozeria, algazarra: — bulí- 
cio occasiouado por uma de- 
monstração de alegria. 

Alborear, n. Alvorar, romper, 
abrir o dia, aclarar, alvore- 
cer, amanhecer. Primam diei 
lucem e.micofre. 

Alborecer, n. (ant.) Y. Albo- 
rear. 

Alborga. /. Sandalia, usada 
n'algumas provindas pela 
gente rustica, feita de corda 
de esparto á maneira de al- 
pargata. Calceamentumspar- 
teum. 

Albornado, da. adj. Que tem 
alburno. 

Albornez, m. Vento do norte 
que se experimenta no golfo 
de Valencia. 

Albornía. /. Vasilha de barro 
vidrado, grande e arredon- 
dada em forma de taça ou 
cscudella. Figlina scntra. 

Alborno, m. (bot.) Alburno, ca- 
mada lenhosa de recente for- 
mação no tronco das dicot}'- 
ledoneas. V. Albura. 

Albornocillo. m. dim. de Al- 
bornoz. 

Albornoz, m Albornoz; especie 
de gabão com capuz e man- 
gas de que usam os africa- 
nos no inverno e a gente or- 
dinaria do oriente : — capa 
aguadeira. 

Alborocera. m. V. MadroTio. 

AlboronÍa. /. Guisado compos- 
to de beringella, tomate, abó- 
bora, cabaça e pimentão. 
Condimenti geniis. 

Alboroque, m. (fig.) Luvas; 
o que se dá a titulo de pre- 
sente alem do preço ajus- 
tado n'um contrato. Diz-se 
mais particularmente do ban- 
quete ou refeição que se dá, 
quando se conclue um tra- 
tado ou contrato. Ob consum- 
mafam cmptionem compo- 
tatio. 

Alborotadamente, adv. m. Al- 
vorotadamcnte; com alvoro- 
to e desordem. Turbulente. 

Alborotadizo, za. adj. Turbu- 
lento, o que se alvorota por 
qualquer motivo, impetuoso, 



82 ALB 

desordeiro. Turbulentas, a, 
um. 
Alborotado, da. adj. Alvoro- 
tado; o que por demasiadn 
viveza obra preciíiitadamen- 
te e sem reflexão. Tumulhio- 
sus, turbulenhts. 
Alborotador, ra. s. Alvoroto- 
dor, alvoroçador, amotiua- 
dor, sedicioso. Seditiosus, a, 
um. 
ALBOROTAjnENTO. «? . (a'nt.)Y . 

Alboroto. 
Alborotapueblos . m . (pop.) Al- 
vorotador, turbulento, amoti- 
nador,bulhento: — (fij-m.) ga- 
lhofeiro, o que excita e pro- 
move festas, bulha, prazer, 
etc. Lcpiitiâ gestiens. 
Alborotar, a. Alvorotar, cau- 
■ sar alvoroto, perturbar a 
paz, inquietar. Usa-se tam- 
bém como reciproco. Tur- 
bare. 
Alboroto, m. Alvoroto, tumul- 
to de gente com vozes e es- 
trepito. Tumultiis: — bulicio 
occasionado pelo concurso de 
gente. Tumultuarium. miir- 
mur: — motim, sedição. Se- 
ditio, onis. 
Alborozador, ra. s. Alvoroça- 
dor; o que alvoroça, amotina. 
Ex7iilarans¡ antis. 
Alborozamiento, m.. (ant.) V. 

Alborozo. 
Alborozar, a. Alvoroçar; cau- 
sar extraordinaria alegria ou 
prazer, mover o animo, agi- 
tar, inqi;ietar. Usa-se tam- 
bém como reciproco. Exliila- 
rare, gaudium afferre: — 
(ant.)Y. Alborotar. 
Alborozo, m. Ah'oroco, eom- 
moção de animo (por motivo 
de pnixão, interesse, etc.), 
alegria, regosijo grande: — 
fanf.JY. Alboroto. 
Albotín, to. V. Cornicabra. 
Albran. m. Adcmzinha nova 

(brava). 
Albriciar, a. (ant.) Presentera-; 
dar alviçaras por algumn, 
boa nova; receber alviçaras: 

— dar alguma nova espe- 
cialmente agradável. 

Albricias./, p. Alviçaras; da- 
diva (por ])oa nova). í^trenm: 

— voz de quem annuncia 
successo feliz. 

Albudega./. V. Sandia. 
Albuerbola./. (ant.)'V. Albór- 
bola. 
Albufera./. Albufeira; gran- 



ALC 

de lagoa vizinha do míir que 
se forma de suas enchentes, 
como a albufeira de Valen- 
cia e a de Mallorca. Lacuna. 
yEstuarium : — (ant.)Y. Al- 
berca. 
Albugíneo, nea. adj. Albugí- 
neo, similhante á clara de 
ovo. Albidulus, albineus. 
Albugo, m. Albugo, especie 
de mancha branca ou névoa 
formada no olho. 
Albuhera. /. Alberca, tanque 
ou lagoa de agua doce. La- 
CKs: — (ant.) V. Albufera. 
Álbum. m. Álbum ; livro de me- 
morias,, lembranças, etc. Ál- 
bum, i. 
Albumina. /. Albumina, clara 
de ovo; substancia azotada 
de uma composição quater- 
nária. 
Albuti. m. (li. iiat.) Bogn, mu- 
gem, cyprino (peixe). Mngil 
ccphahis: — no jogo do monte 
chama-se assim ás duas pri- 
meiras cartas que tira o ban- 
queiro. Sors qiimdam in cliar- 
tarum Indo, vernacide monte 
nominato. 
Albura. /. Alvura, brancura: 
— (bot.) alburno; camada do 
tronco das dicotyledoneas de 
mais recente formação. Al- 
bura de huevo: clara de ovo. 
Alburero. m. Jogador de uma 
especie de lansqueneta (jo- 
go). Aleator lucli vulgo al- 
bures. 
Albures, to. pi. Jogo de cartas 
parecido com a lansqueneta. 
Pagellarum qnidam ludus. 
V. Parar. 
Alburozo. to. V. Pescado. 
Alcabala. /. Alcavala; direi- 
to, tributo antigo, siza : — di- 
reito de passagem (por cami- 
nho não franco):— (ant.) es- 
pecie de rede para, pescar. 
V. Jábega. Alcabala del 
viento} — direito de entrada 
que pagam as mercadorias 
estrangeiras. Vecfigal exteris 
venditoril>us imposifnm. 
Alcabalatorio. 7n. Livro em 
que se acham registadas as 
leis e ordenações (jue se re- 
ferem ao modo de repartir 
e cobrar as al cavalas. Vecfi- 
galium exigendorum codex: 
— lista para a cobrancad'este 
direito: — logar em que se pa- 
gam ou cobram as alcavala s. 
Alcabalero, m. Alcavaleiro ; 



ALC 

rendeiro de alcavalas, saca- 
dor d'ellas. Vectigalium con- 
dtictor. 
Alcabiaz, to. Viveiro, gaiola 
grande onde se enceiTam os 
jDassaros. Aviarium,, ii. 
Alcabor. to. Respiradouro; o 
oco que forma o panno da 
chaminé ou do forno para 
que a combustão se faça con- 
venientemente. Fumarii spi- 
raculum. 
Alcabota. /. V. Escoba de ca- 
bezuela. 
Alcabuz, to. (ant.) Y. Arcabuz. 
Alcacel ó Alcacer, to. Alca- 
cel; cevada verde e ferra 
para as bestas. Hordeum vi- 
reiis, p)cibidum hordeaceum. 
Ya está duro el alcacer 
jjara zamponas; a que pode 
corresponder em portuguez 
o ditado: burro velho não 
aprende linguas. In meridie 
vitce philosophatur. Durus 
jam disciplincp animus. 
Alc acería. /. (ant.) Y. Alcai- 

ceria. 
Alcací ó Alcacil, to. (ant.) 

Y . Alcaucil. 
Alcachofa. /. Alcachofra; 
planta vivaz da familia das 
compostas e tribu das car- 
duaceas de Richard. Cinara 
scolimus. 
Alcachofado, -Dk.adj. Alcacho- 
frado; que imita a alcacho- 
fra (no lavor ou bordado). 
Quüd cinarce figuram refert: 
— TO. guisado feito ou com- 
posto com alcachofras. Ex 
cinaris condimentum. 
Alcachofal, to. Alcachofral; 
solo em que se criam ou 
plantam alcachofras. Locus 
cinaris consitus. 
Alcachofera. /. V. Alcachofa. 
Alcaduz. to. (ant.)Y. Arcaduz. 
Alcaet. to. (ant.)Y. Alcaide. 
Alcafar, m. (ant.) Arreio, jaez 

dos cavai los. 
Alcahaz, to. Viveiro de pássa- 
ros; grande gaiola para pás- 
saros. Cavea, ai. 
Alcahazada. /. Gaiolada ou 
gaiola cheia de passai'os. 
Auies cavce incluste. 
Alcahazar. a. Engaiolar; reco- 
lher, metter em gaiola. Aves 
caveâ includere. 
Alcahotar. a. (ant.) V. Alca- 
huetear. 
Alcahoteria. /. (ant.) V. Alca- 
hueteria. 



ALC 

Alcahuetazo, za. s. angm, de 

Alcahuete. 
Alcahuete, ta. s. Alcoviteiro; 
alcayote, alcayota. Leño: — 
(fig. e fam.J encobridor ; ¡íes- 
soa ou cousa que serve pai-a 
encobrir o que se quer occul- 
tar. Occultator, celator. 
Alcahuetear, a. Alcovitar ; 
solicitar, induzir para trato 
lascivo; inculcar mulher pa- 
ra elle ou para outro fim: — 
('fig.) relatar, inculcar; exci- 
tar alguém para gosar, ten- 
tar o desejo. Lenocinari. 
Alcahuetería. /. Alcovitaria; 
acto, crime de alcovitar. Le- 
nocinium: — (fig. Qfam.) acto 
de occultar alguma cousa a 
alguém a quem nào convi- 
nha que essa cousa se exe- 
cutasse. Occiãtatio, onis. 
Alcahuetillo, la. s. dÍ7n. de 

Alcahuete, ta. 
Alcahueton, na. s. augm. de 

Alcahuete e alcahueta. 
Alcaiceria. /. Sitio ou bairro 
onde se vende a seda crua 
ou etn rama. Vicus quo seri- 
cura nondum textum vendi- 
iur. 
Alcaico. adj. (poet.) Alcaico; 
verso do rhythmo grego e la- 
tino (inventado por Alceo), 
que consta de quatro pés e 
uma cesura. Alcaijum car- 
men. 
Alcaide, m. Alcaide ; governa- 
dor civil e militar de uma 
praça ou castello: — official 
de vara : — carcereiro ; o que 
. tem a seu cargo a segurança 
dos presos. Carceris custos. 
Alcaidesa. /. Alcaidessa, mu- 
lher do alcaide. Custodis 
uxor. 
Alcaidía. Alcaidía, alcaidaria; 
o emprego do alcaide e o 
territorio da sua jurisdicçào. 
Custodis areis aut carceris 
officium:- — (7?5'.J certo direito 
que se pagava pela passa- 
gem de gado em algumas 
alcaidías. Vectigal pro pecu- 
dum transitu. 
ALCAroiADo. m. (ant.) V. Al- 
caidía. 
Alcalaíno, na. adj. O natural 
de Alcalá e o pertencente a 
esta cidade. Complutensis. 
Alcaldada. /. Abuso de aucto- 
ridade commettido por um 
alcaide. Tnconsult i judieis ar - 
bitrium : — (fig. fam.) acçào, 



ALC 

discurso, nos quaes se deixa 
perceber uma afíectaçào ri- 
dicula de auctoridade. Quo 
quis oh aucioritutis af/ecta- 
tioneni irridendus apparet. 
Alcalde, m. Juiz ordinario 
que adminií tra justiça a al- 
gum povo. Judex: — em al- 
gumas dansas, o que as guia 
e conduz, o que marca al- 
guma quadrilha. Pra^sultor, 
jírcEsultator : — jogo de car- 
tas entre seis parceiros. CJiar- 
tarum ludus : — Alamin. V. 
Alamin: — de alzadas. V. 
Juez de alzadas: — de har- 
ria; commissario de policia 
ou juiz de bairro que ó no- 
meado annualinente e:n Ma- 
drid. J'ddex pedaneus uni 
tanthm vico constitutiis : — de 
casa, corte y rastro; juiz ci- 
vil e criminal que l'azia parte 
de um dos tribunaes supre- 
mos que compunham o con- 
selho de Castella. líegiw do- 
mus et curia' adjus dicendtim 
prcepositus : — del crimen; 
juiz criminal das differentes 
audiencias do reino. Crimi- 
num judex : — de h ijos dalgo ; 
juiz ([ue existia em outro tem- 
po nas audiencias de Va 11a- 
dolid e de Granada para de- 
liberar sobre os pleitos dos 
nobres o fidalgos. Nobilium 
judex; alcaide eleito pelos 
nobres em alguns sitios. Ju- 
dex iiro nobilium ccetv : — de 
la ¡lermandad; juiz que co- 
nhecia dos roubos e assassi- 
natos commettidos fóra das 
cidade. Judex pro crimiui- 
btts ti grassatosibus in eremo 
vel rnreperpetratis : — de la 
mesta; juiz que conhecia os 
negocios dos pastores, su- 
jeito ao conselho da Mesta : — 
de la cuadra; dava-se este 
nome a um membro da cá- 
mara criminal da audiencia 
de Sevilha: — de noche; ma- 
gistrado que velava pela se- 
gurança publica diu'ante a 
noite: — de obras y bosque; 
juiz que conhecia dos nego- 
cios civis e criminaes das 
florestas pertencentes á co- 
roa: — de cuadrilla. V. Al- 
calde de la mesta: — de sa- 
cas; juiz que era encarre- 
gado de evitar o contraban- 
do : — entregador ou alcalde 
mayor entregador ; juiz que 



ALC 



83 



deliberava sobre os pleitos 
dos pastores : — mayor; juiz 
ordinario de urna cidade, 
onde ha um adjunto: — or- 
dinario; juiz de primeira 
instancia: — pedáneo; juiz 
de aldeia. 
Alcaldesa. /. Alcaidessa ; a 
mulher do alcaide. Judieis 
uxor. 
Alcaldía. /. Alcaidía ou Al- 
caidaria ; emprego de alcaide 
e o terri torio de eua juris- 
dicçào. Ditio, munus judieis. 
Alcalescexcia./. (chim.) Alca- 
lescencia; fermentação alca- 
lina, movimento pelo qual um 
licor se converte em alcali. 
Alcalescente. adj. (chim.) AI- 
calesceute, que contém alca- 
li, que participa d'elle; ten- 
dente á fermentação alca- 
lina. 

Alcalí. m. (chim.) Alcali ; nome 
dado primeiramente pelos 
árabes ao sal que se tira das 
cinzas de urna planta mari- 
nha, que elles chamam kali. 
V. Sosa: — nome genérico 
que se dá a differentes sub- 
stancias solidas ou liquidas 
do sabor acre c caustico que 
téem a propriedade de com- 
biuar-se facilmente com os 
ácidos e formar saes. Sal al- 
halinum: — fijo; alcali fixo; 
o que nào se volatilisa no fogo 
e se extrahe commummente 
das cinzas dos vegetaes. 
Combinado com o azeite for- 
ma sabào duro. Sal alkali- 
num fixum: — volátil; ai- 
culi volátil ; o que se vola- 
tili-sa facilmente ao calor e 
tem um cheiro mui forte e 
estimulante. Commummente 
é liquido, e extrahe-se por dis- 
tillação do sal ammoniaco. 
Sal alkalinum attenuatum, 
volaticum. 

Alcalifa. m. (ant.) Y. Califa. 

Alcalifage. m. (aiit.) Califado; 
dignidade, cargo de califa. 

Alcalificable. adj. (chim.) Al- 
calisavel ; sugceptivel de ser 
alcalisado. 

Alcalificacion./. (chim.) Alca- 
lisação ; operação pela qual 
se extrahe o alcali. 

Alcalificante, adj. (chim.) Al- 
calificante; que forma os al- 
calis. 

Alcalific.vr . a. (chim.) Alca- 
lisar ; tirar de um sal neu- 



84 



ALC 



tro, por meio do fogo^ a par- 
te acida que n'clle se conti- 
nha, de modo que só fique 
a liarte alcalina. 

Alcalígeno, na. adj. (chim.) Al- 
caligeno, que gcra alcalis. 

Alcalímetro. m. Alcalímetro; 
instrumento pvoprio para 
medir a quantidade real de 
alcali que contém soda ou a 
potassa de commercio, segim- 
do a de acido suljjhurico que 
épreciso empregar para satu- 
rar determinada quantidade 
de luna ou outra d'cssas sub- 
stancias. O instrumento é de 
tal modo graduado, que se co- 
nhece com exactidão a quan- 
tidade de acido que o alcali 
pode satiirar, e o acido está 
calculado de modo que cada 
medida acrescentada apre- 
senta centesimos do peso da 
soda ou da potassa.^Este in- 
strumento í'oi inventado \)0X 
Descroizilles em 1804; mas 
depois d'isso tem experimen- 
tado varias modificações. 

Alcalinidad./, (cliim.) Alcali- 
nidade; a qualidade de al- 
cali. 

Alcalino, na. adj. (cJiim.) Al- 
calino ; que contém alcali, ou 
que apresenta alguma das 
suas propriedades. 

Alcalización. /. (chim.) Alca- 
lisação; operação pela qual 
se communicam a um corpo 
as pro^iriedades alcalinas. 

Alcalizado, da. p. p. de Alca- 
lizar, e adj. (chim.) Alcali- 
sado; que tem recebido as 
propriedades alcalinas. 

Alcalizar, a. Alcalisar ; com- 
municar a um corpo as pro- 
l^riedadcs alcalinas, tempe- 
rar com alcali. 

Alcalle. m. (ant.) V. Alcaide. 

Alcaller, m. (ant.) V. Alfa- 
rero: — (ant.) V. Alfar. 

Alcallería. /. (ant.) V. Alfa- 
reria. 

Alcamiz. m. (ant.) Alardo dos 
soldados ou a lista em que 
se escrevem os seus nomes. 

Alcamonías. /. pi. Differentes 
géneros de sementes que de 
ordinario se deitam em cal- 
dos ou guisados; como anis, 
alcaravia, coentro, cominlios, 
etc. Vulgaria aromata, cihis 
condiendis : — (fam.) V. Al- 
cahuete. 

Alcana,/, (aiit.) Alcana; sitio 



ALC 

onde estavam as lojas dos 
mercadores mouros em To- 
ledo. V. Alheña. 

Alcance. 7n. Alcance ou alcan- 
çamento; acção e eíFeito de 
alcançar. Accessio ad enm 
quem consequendo assequi- 
mnr : — alcance ; diíFerença 
c[ue no ajuste de contas re- 
sulta do que se recebeu ao 
que se entrega. In supputa- 
fionibus, reliqua summa de- 
hiti: — alcance; distancia 
que medeia entre um corpo 
e outro, que para elle se 
move, de modo que o attinja; 
V. g., alcance do braço. Pj-o- 
jectio hrachii: — alcance de 
arma de arremeço. Jactus 
'missilium ; alcance de arma 
de fogo. Jactus tormento- 
runi: — (fi()-) alcance; ca- 
pacidade ou talento. Usa-se 
mais commummente no plu- 
ral. Ingenium: — alcance; 
roçadura ou ferida que se faz 
uma cavalgadura nas rani- 
Ihas das mãos, dando n'ellas 
com os pés na occasião de 
andar. Úlcus in equi mani- 
bus ex pedum cum ipsis col- 
lisione : — alcance; correio 
extraordinario que se envia 
para alcançar o ordinario. 
Tabellarius celerrinú inse- 
quens j:>ríEC!í7-re??Yem. An- 
darle á -uno ó irle á los al- 
cances; (fr.) andar no alcan- 
ce, na pista de alguém ; obser- 
var mui de perto os passos 
de alguém, j^ara espreitar e 
averiguar a sua conducta, 
ou descobrir seus manejos. 
Vias alicujvs propere obser- 
vare, insequi. Dar alcan- 
ce á alguno; (fr.) alcan- 
ça-lo; encontra-lo depois 
de varias diligencias feitas 
para esse fim. Assequi. Ir á 
los alcances; attingir, estar 
já próximo de conseguir al- 
guma cousa. Penes rem esse, 
scopum attinqere. Seguir 
el alcance; (mil.) ir no al- 
cance do inimigo que foge, 
persegui-lo. Fugientes inse- 
qui. 

Alcancía. /. Alcanzia; bola 
de barro secco ao sol, do ta- 
manho de uma laranja, cheia 
de flores ou cinzas, que se 
atira de um cavallo a cor- 
rer na cavalhada, a que cha- 
mam correr ou jogar alean- 



ALC 

zias, das quaes se defendem 
os jogadores com adagas ou 
escudos onde se quebram 
as alcanzias. Globulus ficti- 
lis, qui in Ilidis cquestribus 
Hispânia; jacitur : — alcan- 
zia; panella de barro cheia 
de pólvora, alcatrão, etc. com 
que na guerra se atirava aos 
inimigos depois de accesa. 
Globidus incendiarius : — 
ifiealheiro; vaso ordinaria- 
riamente de barro, fechado, 
com uma só abertura com- 
prida e estreita, destinado 
para cofre de dinheiro, que 
se vae deitando pela aber- 
tura, de modo que as moe- 
das uma vez introduzidas no 
vaso não possam ser tiradas 
sem quebra-lo. Crumena fi- 
ctilis: — (germ.) alcouceiro; 
chefe, dono de alcouce ou 
de casa de prostituição. 

Alcanciazo. m. Alcanziada ; 
golpe de alcanzia. 

Alcancil. m. (p. Gr.) V. Alca- 
chofa. 

Alcándara. / (cetr.) Alcando- 
ra; vara onde se empoleira 
o falcão ou outra qualquer 
ave destinada á caça de vo- 
latería. Palus, pertica traéis- 
verse posita. 

Alcandía. /. (hot.) V. Trigo 
candeal. 

Alcandial, m. Terreno semeado 
de trigo candial. Ager sili- 
gineus. 

Alcandiga. /. (ant.) V. Alcan- 
dia. 

Alcandora. / (aiit.) Fogueira, 
luminaria ou outro qualquer 
genero de fogo que faça cham- 
ma, de que se usava ¡Dará 
fazer sigual : — (ant.) certa 
vestimenta branca á manei- 
ra de camisa e a mesma ca- 
misa : — (gei'm.) cabide ; 
vara onde os alfaiates pen- 
duram o fato. 

Alcanfeno. 7?i. (chim.) Substan- 
cia oleosa, exti'ahida do oleo 
essencial de terebinthina, 
obtido pela di.stillação do al- 
canfor com a, cal. 

Alcanfojeno. m. (chim.) Al- 
canfogenio; carbureto de 
hydrogenio, que apresenta 
uma certa analogia com a 
essência de terebinthina, e 
que resulta quando o alcan- 
for submettido á influencia 
do acido phosphorico anhy- 



ALC 

dro perde a agua que en- 
trava na sua cumposiçào. 
Alcanfor, m. (bot.) Alcanfor 
ou camphora; essência bran- 
ca, crystallina, transparen- 
te, frágil, de sabor acre, aro- 
matisada de um cheiro activo 
e característico; é solida, vo- 
látil e mesmo sublimavel á 
temperatura ordinaria, pela 
sua grande volatilidade ; 
funde-se a 170" e ferve a 
205° ; a sua densidade é me- 
nor que a da agua ; em con- 
tacto com este liquido nào 
se dissolve n'elle, aindaque 
lhe communique seu cheiro 
e sabor característico-, mas 
em consequência da sua con- 
stante evaporação entra 
n'um movimento giratorio 
se é projectada em fragmen- 
tos, movimento produzido 
pela attracçào e repulsão re- 
ciproca que se estabelece en- 
tre os mesmos, ou é collo- 
cada na agua em forma de 
uma columna com uma parte 
de fora, e entào determina 
na agua um movimento de 
vae-vem sobre a columna, a 
qual dentro em pouco se 
parte ao nivel do liquido. 
O alcanfor é muito solúvel 
no álcool e nos óleos gordos 
e essenciaes ; muito combus- 
tível, e arde com chamma 
branca e clara, mas espa- 
lhando muito fumo ; exerce 
acções notáveis e enérgicas 
sobre os diíferentes órgãos 
da economia animal. Encon- 
tra-se como producto da or- 
ganisaçào vegetal em diííe- 
rentes especies de loureiros 
comprehendidos sob o nome 
genérico de alcanforeiras, e 
principalmente no Laurus 
camphora, indigena do Ja- 
pão, da China e da índia, dos 
quaes elletranssudana esta- 
ção calmosa um sueco lactes- 
cente misturado com óleos 
essenciaes, que em contacto 
com o ar se torna espesso, 
concreta-se e acaba por so- 
lidificar-se, apresentando as 
propriedades já descriptas; 
c é entregue ao commercio 
sob o nome originario, de 
camphora japónica. jMas so- 
bretudo obtem-se n'aquellas 
regiões da Asia, distillaudo 
com agua a madeira do 
12 



ALC 

Laurus camphoramwito cor- 
tada e dividida. A camphora 
que se condensa no capitel 
dos apparelhos distillatorios, 
ou antes na palha de arroz 
e ramos que ou distilladores 
ahi atravessam para a rece- 
ber, é impura e tem o nome 
de camphora bruta, que de- 
pois na Europa se refina 
por segunda distillação so- 
bre cal viva em matrazes 
de vidro, similhantes aos que 
servem para sublimar o sal 
ammoniaco. Na di stil lação do 
Laurus camphora obtem-se 
juntamente com a camphora 
um oleo liquido denominado 
oleo de cajnphora, que nào 
difiere d'esta na composi- 
ção chimica senão em ser 
menos oxygenado que ella, 
(! que em contacto com qual- 
({uer oxydantc, como ar, etc., 
absorve o oxygenio e trans- 
íurma-se em camphora ja- 
pónica, o que faz suppor que 
a camphora na organisação 
vegetal é o resultado da so- 
bre-oxydaçãodo oleo de cam- 
phora. Camphora, ai : — 
(ddm.) camphora; nome ge- 
nérico que comprehende um 
certo numero de essências so- 
lidas ou concretas que se en- 
contram misturadas com os 
óleos essenciaes liquidos cm 
muitas plantas odoi-iferas, e 
(|ue apresentam proprieda- 
.des análogas ás do alcanfor 
ou camphora propriamente 
dita; V. g., asulistancia crys- 
tallina que transsuda dos 
truncos do dryabalanops cam- 
phora, originario de Bor- 
neo e Sumatra, e que é por 
tal mutivo denuminada cam- 
2}hora de Borneo, etc.: — 
artificial; camphora artifi- 
cial; nome genérico de com- 
postos perfeitamente defini- 
dos c crystallinos em que se 
transformam alguns óleos es- 
senciaes pela absorpçâo do 
acido chlorhydrico, e que 
têem alguma analogia com 
a camphora. Extrahe-se da 
essência de terebinthina,tra- 
tando-a pelo acido chlorhy- 
drico. 
Alcanforada./, (bot.) Campho- 
rata ou camphorosma ; plan- 
ta vivaz e rasteira, coberta de 
pello áspero; as siTas folhas, 



ALO 



85 



que são raiadas, '•■ exhalam 
um cheiro de alcanfor. E me- 
dicinal. 

Alcanforado, da. adj. Alcan- 
forado ; que tem o alcanfor 
em mistura, dissolução ou 
combinação; applica-se or- 
dinariamente á aguardente. 
Camphora immixtus: — 
/. id. (bot.) alcanforadas; 
tribu da familia das laurí- 
neas, cujo único genero é a 
alcanforeira : — (cliim.) V. 
Alcanfóralo. 

Alcanforar, o. Alcanforar; dis- 
solver o alcanfor em algum 
liquido ou mescla-lo em com- 
posição. 

Alcanforato. m. (chim.) Cam- 
phorato; sal formado pela 
combinação do acido cam- 
phorico com uma base. 

Alcanforero, m. (bot.) Alcan- 
foreira ; sub-genero da fami- 
lia das lauríneas, que produz 
o alcanfor. Esta arvore é 
oriunda dos sitios montuosos 
do Oriente e encontra-se so- 
bretudo no Japão, na China 
e na India, d'onde é indíge- 
na; a sua madeira ó branca, 
mas seccando-se toma urna 
cor ruiva escura. 

Alcanfórico, ca. adj. (chim.) 
Camphorico; diz- se do acido 
bibasico que seobtemferveu- 
do-se por muito tempo o azo- 
tato de cami^hora com um 
excesso de acido azotico. 

Alcanforida. /. (chim.) Alcan- 
foride; substancia de origem 
vegetal, parecida com o al- 
canfor. 

Alcántara. /. V. Puente: — 
caixa grande de madeira, 
abaulada, com a tamjDa oi- 
tavada e meio aberta, a qual 
se colloca sobre as careólas, 
e serve para guardar a tela 
([uc se vae lavrando. Capsa 
textoria, idji sérica tela in- 
ter texendum asservatur. 

Alcantarilla. /. (dim.) de Al- 
ccmtara: — cloaca ou cano 
de despejo ; sumidouro ou 
conducto subterráneo reves- 
tido de cimento, destinado 
para recolher as aguas da 
chuva ou immundicias, edes- 
jjeja-las em sitios onde não 
prejudiquem a saude. Cloa- 
carum confluvium. 

Alcantarillado, m. Encana- 
mento; construcção feita em 



8Q 



ALC 



forma de canos de despejo. 
Opiís arcuatum, fornicatum. 

Alcantarino, na. adj. Qualifi- 
cação que se dava aos reli- 
giosos descalços de S. Fran- 
cisco, reformados jjor tí. Pe- 
dro de Alcántara. Francis- 
cance familia} ccenohita, so- 
dalis. 

Alcanzadizo, za. adJ. Alcança- 
diço; que se pode alcançar 
com facilidade. Adejitione 
facilis. 

Alcanzado, da. adj. Alcançado, 
necessitado, falto,' pobre. 
Egenus, a, um. Estar ou an- 
dar alcanzado; estar alcan- 
çado, empenhado, endivida- 
do. jEre alieno gravari. 

Alcanzador, ra. s. Alcançador ; 
o que alcança. 

Alcanzadura, /. (alveit.) Lesão 
que as bestas costumam ter, 
pelo golpe das ferraduras, 
ou de pedra na parte tra- 
zeira cío pé junto á unlia 
ou casco (na occasião de an- 
dar). Tumor in quadrupedi- 
hus ex percussione vel ictu 
lapidibus. V. Alcance na ac- 
cepção de roçadura, etc. 

Alcanzamiento, m. (ant.J V. Al- 
calice 23or alcançamento. 

Alcanzante. j9. a. (anf.J de Al- 
canzar : — alcançador , o que 
alcança. 

Alcanzar, a. Alcançar*, seguir 
até encontrar o que vae dian- 
te. Assequi, consequi: — al- 
cançar (fallando de pessoas) ; 
ser seu coetáneo (fallando 
do tempo); ter vivido n'a- 
quelle de que se falla. In 
ficec aut illa témpora incide- 
re: — alcançar; colher al- 
guma cousa com a mão. Manir, 
prehendere : — (fig.J alcançar, 
conseguir, lograr. Obtinere, 
impetrare: — alcançar; en- 
tender, perceber, comprehen- 
der. Ingenio assequi, com- 
prehendere : — bastar, poder ; 
ter j^oder, virtude, força para 
alguma cousa ; e assim se diz : 
no alcanzó el remedio á cu- 
rar la enfermidad; o reme- 
dio não pôde com a enfer- 
midade. Sufficcre : — alcan- 
çar; chegar com a mão, gol- 
pe ou pancada a termo des- 
tinado ; V. g., alcanza con la 
mano al techo ; alcança o te- 
cto com a mão. Attingere : — 
alcançar; ficar credor de al- 



ALC 

guma quantia no ajusto de 
contas. Sap>eriorem in sup- 
putationibas alicui manere: 
— 7í. alcançar; tocar ou ca- 
ber a alguém alguma cousa. 
Ad aliquem attinere: — al- 
cançar, chegar; ser bastante 
para algum fim ; v. g., la pro- 
visión alcanza p>ara el cami- 
no. El dinero alcanzó p)<^<'ra 
pagar los soldados; a pro- 
visão alcança para o cami- 
nho, o dinheiro chegou para 
pagar os soldados. iSat esse, 
sufficere: — alcançar; che- 
gar o tiro das armas de fogo 
e de arremesso a certa dis- 
tancia. Longiiis jaculari. 
Alcanza quien no cansa frif.J; 
alcança quem não cansa. Ab- 
sit cí candidato importiini- 
tas. Si alcanza no llega; 
apenas basta. JEgrh sufficit : 
— r. alean çar-se ; tocar-se, fe- 
rir-seuma besta nas ranilhas 
das mãos, dando n'ellas com 
os pés na occasião de andar. 
Quadrupcdis j^ede mami, fe- 
rire: — Alcanzarse de poco 
á alguno, ou no alcanzársele 
mas (fam.); ser curto de 
comprehensão, fraco de ca- 
beça. Minüs mentis acie pol- 
lere. 

Alcanze. m. V. Alcance. 

Alcaparra. /. (bot.) Alcaparra 
ou alcaparreira; genero de 
plantas da familia das capa- 
rideas, classe das hippope- 
talas, cujos talos sao disten- 
didos e espinhosos, as flores 
brancas e grandes, e o fructo 
em forma de figo. Capparis 
sninosa: — o botão da flor 
da alcaparreira: — de In- 
dias ; planta. V. Capucliina. 

Alcaparrado, da. adj. Alcapar- 
rado ; composto, guisado ou 
temperado com alcaparras. 
Capparibus conditvm. 

Alcaparral, m. Alcaparral; lo- 
gar onde nascem alcaparrei- 
ras. Capparibus consitus lo- 
cus. 

Alcaparro, m. Arbusto. V. Al- 
caparra. 

Alcaparrón, m. Alcaparra ; fru- 
cto da alcaparreira; é ovoide 
e da figura de um figo ou 
antes de urna pera pequena. 
Capparis, is : — (ant.J certo 
genero de guarnição de es- 
pada. 

Alcaparrosa. /. V. Caparrosa. 



ALC 

Alcaqüenje. /. (bot.) V. Alque- 
quenje. 

Alcaraceño, ka. adj. V. Alca- 
razeño. 

Alcaraueya. /. V. Alcaravea. 

Alcaraván, m. (zool.) Alcara- 
vão; ave de arribação da fa- 
milia das pernaltas, que ha- 
bita nos sitios pantanosos; 
tem de um pé a pé e meio de 
altura, eolio e pernas mui 
compridas, estas amarellas 
e aquelle roxo, como o resto 
do corito ; ventre branco e as 
azas da mesma cor com man- 
chas negras. Charadrius 
cenicdemus. Alcaraván zan- 
cundo, para otros consejo, 
p)ara ti ninguno (rif.J; ve- 
mos um argueiro no olho 
alheio, e não vemos uma tra- 
ve em o nosso. Diz-se assim 
do alcaravão, porque vendo 
um caçador ou ave de rapina 
dá muitos chilros com que 
os outros pássaros fogem, fi- 
cando só elle no perigo. Me- 
dice, iibi medicus esto. 

Alçara VANERO, ra. adj. Alcara- 
vaneiro ; diz-se do falcão habi- 
tuado a perseguir os alcara- 
vões. Charctdrii insectator. 

Alcaravea. /. (bot.) Alcaravia 
(cominho dos prados); ge- 
nero de ¡flautas lineares, da 
ciasse das epipetalas, fami- 
lia das umbelliferas ; tem dois 
pés de altura, folhas mui del- 
gadas, raiz fusiforme e simi- 
Ihante á da abróthea ; semen- 
tes aromáticas, pequenas, 
oblongas, convexas e estria- 
das por uma parte e planas 
pela outra. Carveos, carvi: 
— alcaravia; semente da 
mesma planta; usa-se como 
condimento e também como 
remedio. 

Alcarazeño, ña. adj. Aleara- 
ceño; concernente á cidade 
de Alcaraz. Castaonensis , al- 
caraciensis. 

Alcarceña. /. (ant.) V. Yero 
ou Yerbo. 

Alcarceñal, m. Ervilhacal; 
campo semeado de ervilhaca. 
Ager ervis satus. 

Alcarcil, m. Alcachofra; (p. 
And.) V. Alcachofa. 

Alcarchofado. adj. (ant.) V. 
Alcachofado. 

Alcaría. /. {ant.) Quinta, fa- 
zenda. Villa, ce. 

Alcakjina./. (chim.) Alcagena; 



ALC 

materiaciystallina, producto 
do oxydo de cacodyla exposto 
ao ar. 

Alcakon. m. (zool.) Alçarão ; es- 
pecie de escoriDiào da Africa, 
segundo Daj^per. 

Alcaeovea. /. (ant. bot.) V. Al- 
car-avea. 

Alcarraza./. Moringue; bilha 
mui delgada de barro branco 
e poroso, onde se deita agua 
para que refresque. Usa-se 
ordinariamente no estio. Ur- 
ceus fictilis. 

Alcarrazeria. /. Fabrica de 
moringues, como também o 
logar onde se vendem. 

Alcarrazero, RA. s. O que faz 
ou vende moringues. Urcio- 
rum venditor et fictor: — 
prateleira onde se guardam 
os moringues. ifrciorum re- 
líositorium. 

AlcarreSo, Sa. adj. e s. Alcar- 
renlio,; concernente á provin- 
da da Alcarria. 

Alcarru. /. O terreno elevado 
que de ordinario costuma es- 
tar raso e com pouca herva : 
— terra povoada de muitas 
casas de lavoura dispersas. 

Alcarsina. /. (chim.) Oxydo de 
cacodyla ou licor deCadet; c 
um liquido oleoso, fétido, in- 
color, fumante e espontanea- 
mente inflarímiaA-cl. Produz- 
se distillando o acetato depo- 
tassa com igual peso de aci- 
do arsenioso. 

Alcartaz, m. V. Cucuríicho. 

Alcatara. /. (ant.) V. Alqui- 
tara. 

Alcatifa./. Alcatifa; tapete ou 
alfombra fina. Tapes, etis : — 
o tabolado que se deita para 
niA'elar o solo antes de o cal- 
çar ou enladrilhar, e também 
o tecto para formar o telha- 
do. Área ex gypso, vel ex 
alia materia solo, sive tecto 
stríiendo. 

Alcatife, m. (germ.) 8eda. 

Alcatifero. m. (germ.) Ladrão 
que rouba uma loja de sedas. 

Alcatraz, m. V. Cucurucho : — 
V. Pelícano, ave. 

Alcaucí, to. (ant.) V. Alcaucil. 

Alcaucil, m. (prov.) V. JJca- 
chofa. 

Alcaucique. m. (p. Gr.) V. Al- 
caucil. 

Alcaudón, m. (zool.) Alcaudón; 
ave de rapina, de meio pé de 
altura, cinzenta, com as azas 



ALO 

negi-as matizadas de branco, 
como também a cauda que 
é alem d'isso larga e cunlii- 
forme. Lanius excubitor. 

Alcavera./, (ant.) Linhagem, 
descendencia. 

Alcaviak. rn. (zooZ.J Alcaviaque; 
ave do Senegal, a qual dizem 
os viajantes que faz gran- 
des estragos nos aiTozaes. 

Alcayata. /. V. Escarjjia: — 
(naui.) nó de anzol. 

Alcayaz. to. (ant.) V. Señor. 

Alcayoba. /. (ant.) (bot.) V. 
Caoba. 

Alcazaba. /. (ant.) Alcáçova; 
castello, fortaleza situada 
dentro de urna povoação : • — 
(archeol.) alcáçova; edificio 
dependente da Alhambra on- 
de os reis moui'os guardavam 
suas riquezas, e onde ainda 
se conserva a torre denomina- 
da da Vela. 

Alcázar, m. Alcácar; castello, 
logar fortificado onde resi- 
diam os alcaides. Xa poesia 
toma-se por paço ou pala- 
cio dos reis, principes e ma- 
gnates, ainda sem fortifica- 
ção. Arx regia: — (naitt.) 
con^^!;s; espaço comi^rehen- 
dido entre o mastro do tra- 
quete e o mastro grande, 
em que assenta a liateria 
de cima. Stega, ce. 

Alcazuz, m. (ant.) V. Alcuzcuz: 
~(bot.)Y. Orozuz. 

Alce. m. Corte; a porção de 
cartas que no jogo de nai- 
pes se corta depois de tê-las 
bnralhado e antes de as dis- 
tribuil-. Cltartarum. selectio 
qu(c posterihs distribmnitur : 
— -o premio que no jogo da 
manilha se dá pelo valor da 
ultima carta, que serve para 
marcar o trunfo d'aquella 
mão. Chartis distributis, 
pr(Bmium id tima' concessum: 
— íí?. V. Anta: — m. (zool.) 
alce; mammifero da familia 
dos ruminantes, de cornos 
caducos, que habita^ nas re- 
giões do norte. E muito 
maior e mais robusto que o 
veado, e tem uma pelle 
quasi imjsenetravel ás balas 
de espingarda. A virtude 
que se attribue aos seus 
cascos de curar a epilepsia, 
tem-lhe feito dar tambera o 
nome de gran-hesta. 

Alcea. /. (bot.) Al cea; genero 



ALC 



87 



de plantas, reunido por Jus 
sieu ao genero althea que 
corresponde á classe mona- 
delphia polyandria de Lin- 
neo, cuja única especie bien- 
nal é própria dos p)aizes 
quentes, e cujos caracteres 
sao : talo de sete a oito pés 
de altura; as primeiras fo- 
lhas algiun tanto redondas 
e as outras angulosas; bor- 
dos recortados, e pétalas 
gi'andes e de carias cores. 
Pela lindeza das suas flores 
tem recebido o nome de mal- 
va-real ou malva-rosa, e 
serve como planta de ador- 
no nos jardins. 

Algebre ou Algebre vivo. m. 
(chim. ant.) V. Azufre. 

Algedídeas. /. pl. (zool.) Alce- 
dideas; familia de aves da 
ordem dos pássaros, caracte- 
risada por um bico forte, com- 
prido, recto e quasi quadra- 
do, pés com os tarsos muito 
curtos e completamente syn- 
dactilos. 

Alcedox. m. (zool.) Maçarico, 
ave. V. Alción. 

Alcefalo. m. (zool.) Alcepha- 
lo ; genero de mammiferos ru- 
minantes, secção, segundo 
Blainvillc, do grupo dos an- 
tílopes. 

Alcejieeope. m. (zool.) Alcy- 
mcrope; genero de aves de 
Sumatra e do continente da, 
India que participa de cer- 
tos caracteres do alcyon, 
juntos a outros próprios do 
abelharuco, e que constitue 
portanto a transição de uns 
para outros. 

Alchabegi. m. (ant. zool.) V. 
Codorniz. 

AxcHALT. m. (bot. ant.)Y. Li- 
ios-Permo. 

Alchabad. m. (pharm. ant.) 
Gonima arábica. 

Alcharit. m. (chim. ant.) V. 
Merc^lrio. 

Alghata. /. (ant. zool.) Alcha- 
ta; especie de pombo, segun- 
do Bufifon; perdiz, segundo 
outros. 

Alchea. /. (bot. ant.)Y. Ver- 
bena. 

Algherba./. (bot. ant.) Ricino 
ou palma-clirisíi. 

Alchethed. m. (bot. ant.) V. 
Pejyino. 

ALcmLiL. m. (bot. ant.) Y. Eo- 
mero. 



88 ALC 

Alchiuon. m. (zool. ant.) Al- 
cheron; pedra que se encon- 
tra na vesícula biliar do boi. 

Alchitkan, Alchituka. m. 
(chim. ant.) V. Brea. 

Alchuchí. aclj. (germ.) V. Aga- 
chado. 

Alchur. m. (chim. ayit.) V. Azu- 
fre : — de iKiracelsoN . Azu- 
fre. 

Alcicórneo, nea. adj. Alcicor- 
neo; parecido com o corno 
do alce: — adj. e s. (bot.) al- 
cicórneo; genero de fetos po- 
lypodios; — adj. (zool.) al- 
cicórneo; epitheto dado a 
uma esponja e a um insecto 
por certa analogia que toem 
os ramos de uma e as ante- 
nas do outro com os cornos 
do alce. 

Alcídeas. /. pi. Aleydeas; fa- 
milia de aves, da ordem das 
palmipedes, secção dos bra- 
chy2^teros. 

Alcides, m. (fig.) Alcides; ho- 
mem de muita força, o que 
se exercita nos jogos que a 
demandam: — m. (zool.) al- 
cides; nome de um grande 
escaravelho da índia, e do 
um genero de lepidópteros: 
— alcides; genero de coleó- 
pteros tetrámeros, da familia 
dos curculiónidos. 

Alcidio. m. (zool.) Alcidio; ge- 
nero de coleópteros tetrá- 
meros, da familia dos longi- 
corneos. 

Alcimod, Alcimud. m. (chim. 
ant.) V. Antimonio. 

Alcina./, (bot.) Alcina; genero 
de plantas corymbiferas, da 
tribu das heliantheas, esta- 
belecido por Casini, e for- 
mado de urna só especie se- 
gregada do genero melam- 
podia, e originaria do Mé- 
xico. 

Alción, m. (zool.) Alcyon ; ave 
maritima e dos pantanos, da 
familia das alcideas, chama- 
da Martin-Pescador, por 
causa da rapidez do sou vôo 
e por habitar em sitios onde 
abunda a agua. V. Martin- 
Pescador : — alcyon ; genero 
de zoüi:)hytos, da familia dos 
alcvonios. 

Alcionado, da. adj. (zool.) Diz- 
se de uma ave que se parece 
com o alcyon. 

Alcionarios. m. pl. Alcyona- 
rios; familia de zoophytos 



ALC 

que comprehende varios gé- 
neros, de caracteres bem dis- 
tinctos. 

Alcioncela. /. (zool.) Alcyon- 
cela; genero de zoophytos 
esponjarlos, que comprehen- 
de uma só especie. 

Alcione./. (astron.) Alcyone, a 
sétima estrella do grupo das 
plêiadas, na constellaçâo do 
Tauro. 

Alcionela./. fzooZ.J Al cyonela; 
especie de polypo do genero 
alcyon : — alcyonela ; genero 
de polypos da familia dos 
j)lumatelianos de Edv\'ard. 

Alcionelino, na. adj. Alcyonc- 
ladq; diz-se do polypo que 
se parece com a alcyonela: 
— f. pl. alcyonelinos; fami- 
lia de zoophytos. 

Alcioneo. m. (zool.) Alcyonio ; 
familia de polyjws sarcoi- 
deos, que comprehende va- 
rios géneros, entre elles o 

' alcyon, que lhe serve de 
typo:— /. pl. V. Alcideas. 

Alcionidia. /. (bot.) Alcyoni- 
dia; genero ele algas. 

Alcionidiado, da. adj. Alcyo- 
nidiado; que se parece com 
a alcyonidia. 

Alcionidio. m. (bot.) Alcyoni- 
dio. V. Alcionidia. 

Alcionio. adj. Alcyoneo; con- 
cernente ao alcyon : — m. 
(min.) V. Espuma de mar. 

Alcionita. /. (min.) Alcyonite ; 
nome que os geólogos da- 
vam aos zoophytos fosseis, 
pertencentes na realidade 
aos esponjarlos, e não aos 
alcyonarios. 

Alciope. /. fòoí.J Alcyope; ge- 
nero de ¡llantas compostas, 
da tribu das eupatorias, que 
comprehende duas especies, 
originarias do Cabo da Boa 
Esperança. 

Aloira. /. (germ.) V. Adelfa. 

Alcis. m. (zool.) Aleis; genero 
de lepidópteros nocturnos, 
da tribu dos falcnitos, que 
corresponde ao genero boar- 
mia de varios auctorcs. 

Alciteles. m. (chim. ant.) Al- 
cyteles; alcali volátil carre- 
gado de sal. 

Alcitoes. /.pZ. (bot.) Alcytoes; 
divisão do genero trixido, da 
familia das compostas, cujas 
especies são originarias do 
México. 

Alcmánico, Alcmanio. adj. 



ALC 

(poet.) Alcmanio; nome da- 
do pelos antigos a uma es- 
pecie de metro que inventou 
o poeta lyi'ico Alemanes, 
composto de dois dáctilos e 
uma cesura. 

Algo. m. (zool.) K\q.o\ varieda- 
de de cão domestico entre os 
antigos americanos. 

Alcob. m. (chim. ant.) V. Al- 
citeles. 

Alcoba. /. Alcova ; quarto ou 
aposento destinado para dor- 
mir. Cubile, is: — o estojo ou 
caixa onde se move o fiel da 
balança. Trutinoi gnomonis 
capsula: — (art.)Y. Jábega: 
— de nicho; alcova de ni- 
cho ; a que só tem o espaço 
necessário para caber a ca- 
ma: — ■ 2^1- assembléas ou 
reuniões de recreio que têem 
os alumnos de alguns col- 
legios em casa dos seus di- 
rectores. 

Alcobaza. /. augm. de Alcoba. 

Alcobilla, ta. /. dim. de Al- 
coba: — de lumbre (p. Ar.); 
chaminé para aquecer. 

Alcocarra. /. (atit.) Careta, 
gesto. 

Alcocer, m. Alcocer; palacio 
pequeno entre os árabes. 

Alcoel. m. Leite azedo: — 
(chim. ant.)Y. Lapis-Lazidi. 

Alcofol. m. (pharm. ant.) V. 
Antimonio. 

Alcoforar. o. (ant.) V. Alco- 
holar. 

Alcohela. /. (ant. bot.) V. Es- 
carola. 

Alcohol, m. (pharm. 6 chim.) 
Álcool; corpo inflammavel, 
descoberto por Arnaldo de 
Villeneuve em os principios 
do século XIV, conhecido vul- 
garmente com O nome de es- 
jjirito de vinho, e producto 
da distillação de varios li- 
cpiidos fermentados, como o 
vinho, aguarclente, cidra, 
cerveja, etc. E um liquido 
muito menos denso que a 
agua, incolor, diaphano, do 
cheiro forte e agradável, de 
sabor aci'e e picante, usado 
na medicina, chimica e nas 
artes com grande utilidade. 
Alcohol seu spií-itus vinipu- 
rissimus: — (ant.) V. Vina- 
gre: — absoluta; álcool real 
ou absoluto. V. Alcohol re- 
ct ¡ficado : — alcalizado ; ál- 
cool alcalisado; tintura acre 



ALC 

de tártaro: — débil; álcool 
fraco, o que contém muita 
agua: — ■ deflores de sal am- 
moniaco marciales; álcool 
de flores de sal ammoniaco 
marciaes; elixir da arvore 
da vida: — destilad o. Y. Al- 
coholado: — etéreo.Y. Alcohol 
sulfúrico destilado : — rectifi- 
cado; álcool rectificado; o 
que por novas distillaçoes se 
tem tornado mais concentra- 
do e mais forte. Nao se deve 
confundir o álcool rectificado 
com o alcoül puro, real e ab- 
soluto, que se prepara da ma- 
neira seguinte : pòe-se duran- 
te vinte e quatru horas em di- 
gestão com a cal \iva o ál- 
cool mais concentrado que a 
distillaçào nos houver forne- 
cido; depois distdla-se sobre 
a mesma ou nova purçào de 
cal e a banho maria: o pro- 
ducto'd'esta primeira opera- 
ção submette-se a uma se- 
gunda e terceira distillaçào 
nas mesmas condições, e o li- 
quido que ultimamente se 
obtém, pode então conside- 
rar-se álcool absolutamente 
puro, ou álcool absoluto, 
como se lhe chama i)ur abre- 
viação: — sulfúrico desfila- 
do; álcool sulfúrico distil- 
lado, ether alcoolisado: — ál- 
cool. V. Antimonio: — (min.) 
V. Álcool. 

Alcoholado, adj. e s. (pharm.) 
Alcoolado; tintura alcoólica 
formada pela dissolução no 
álcool de uma ou mais sub- 
stancias medicinaes por meio 
da maceração, digestão, in- 
fusão ou decocção. 

Alcoholador, RA. adj. c s. Al- 
coolador; o que alcoola. 

Alcoholar, n. (ant.) Nas ca- 
valhadas ou jogos de cannas 
e alcauzias, passar a quadiñ- 
Iha que ha carregado, galo- 
pando de vagar á frente de 
seus contrarios : — (pharm. 
ant.) V. Leviffar: — (naut.) 
a. pôr breu nas costuras, 
fendas, pernas e cabeças de 
pregos, depois de se ter já 
calafetado: — (c/i zm.j a. al- 
coolisar; extrahir ou rectifi- 
car o espirito, misturar o ál- 
cool com outro liquido; con- 
verter um liquido assucara- 
do em álcool pela fermenta- 
ção. Suecos quosqzie extra- 



ALC 

here, distillare chimice. E 
usado igualmente como re- 
ciproco. 

Alcoholato. adj. e s. Alcohola- 
to; diz-se das substancias 
medicinaes de toucador (per- 
fumes) dissolvidas no álcool 
pela distillaçào. 

Alcoholatura. adj.e s. (pharm.) 
Alcoolatura; nome dado por 
varios pharmaceuticos ás 
tinturas alcoólicas feitas 
com plantas frescas. 

AiCOHOLico, CA. adj. Alcoólico; 
que tem álcool na sua com- 
posição ; que lhe é concer- 
nente. 

Alcohólidos, m. pi. (chim.) Al- 
coolides; grupo de com- 
jjostos orgânicos de que se 
pode extrahir álcool. 

Alcohouficacion. /. (chim.) V. 
Alcoholizacion. 

Alchoolimo. m. Álcool puro, 
absoluto. 

Alcoholizacion./. (pharm. ant.) 
V. Lecigacion: — (chim.) al- 
coolisação; acção e effeito 
de aleoolar. 

Alcoholiz^vr. a. (chim.) V. Al- 
coholar. 

ALC0HOLOMKTRICO,CA,a(Í;.(29/¿¡i/S. 

e chim.) Alcoolometrico; 
concernente ao alcoolometro. 

Alcoholómetro. m. (phys. e 
chim.) Alcoolometro ; instru- 
mento i^iveutado por Gay- 
Lussac em 182-i: é um areó- 
metro cujo O" corresponde á 
densidade da agua distilla- 
da, e 100" ao álcool puro; o 
intervallo entre estes dois 
extremos é dividido cm 100 
partes, cada uma das quaes 
corresponde ao afiloramento 
do instrumento mergulhado 
n'uma mistura de agua e ál- 
cool, em que a quantidade 
d'este é dada pelo numero 
inscriíjto junto á divisão que 
aífioram. Por isso este in- 
strumento se chama alcoo- 
metro centesimal. A sua gra- 
duação, tendo sido feita a 
15" de temperatura, é só 
n'esta que dá immediata- 
mente a quantidade real do 
álcool contida n'um liquido ; 
mas podemos acha-la em ou- 
tras temperaturas, recorren- 
do ás tabellas de correcções. 

Alcoholotivo. m. (pharm..) Al- 
coolotivo; medicamento al- 
coólico de uso externo. 



ALC 



89 



Alcohor. m. (chim. ant.) V. Al- 
cohol. 

Alcolla. /. (ant.) V. Cantara. 

Alcomenias. /. (ant.) V. Alca- 
monías. 

Alcox. 77!. (mil. ant.) Falcão; 
peça antiga de artilheria: 
tinha 2:000 libras de peso, 
oito i^és de comprido, e o ca- 
libre da bala de tres libras 
do marco francez. Equivalia 
ao quarto da colubrina. Tor- 
mentum bellicum quoddam. 

Alcoxa./. (hot. ant.) V. Guaya- 
co ou Pau santo. 

Alcoxcilla. /. (ant.) Côr A-er- 
melha, especie de arrebol 
com que se arrebicavam as 
mulheres. 

Alcoxk. m. (chim. ant.) Y. Co- 
bre. 

Alcoxkro. adj. c s. V. Halco- 
nero. 

Alconete. m. dim. de Alcon. 
— (mil. ant.) Fal coñete ; peça 
antiga de artilheria, que 
equivalia ao oitavo da colu- 
brina. 

AixooL. m. (min.) Álcool; ga- 
lena ou sulphureto de chum- 
bo natural, que no estado de 
pó mui subtil é empregado 
na olaria, pela facilidade com 
que se funde e se vitrifica. 
Galena, ce. 

Alcoolado, da. adj. Alcoola- 
do; diz-se das rezes vaccuns 
e de algumas outras em que 
a pelle ou o i^ello que rodeia 
os olhos é mais escuro que 
o do resto do corpo. Circa 
ácidos fucat. 

Alcoolar. a. Alcoolisar; pin- 
tar ou tingir com álcool mi- 
neral (como antimonico) o 
cabello, sobrancelhas e as 
Ijestanas. Stibio fucarc. 

Alcooliza, adj. e s. Vasilha 
para deitar o álcool mineral. 
Vasculum stibii. 

Alcor, m. (ant.) Collina ou ou- 
teiro. Collis, is: — Casír.J al- 
cor ;pequenaestrellano meio 
da cauda da ursa-maior: — 
(chim. ant.) V. Cardenillo. 

Alcora. /. Alcora ; certa espe- 
cie de pedra matizada de 
manchas argentinas. 

Alcorauisar. a. (yerm.) V. Al- 
canzar. 

Alcorán, m. (rei.) V. Coran : 
— alcorana; torre onde os 
mahometanos se reúnem para 
ouvir o alcorão. 



90 ALC 

Alcoranista, tn. Alcoranista; 
sectario do alcorão; doutor 
ou expositor d'clle. Malio- 
meticce legis maf/ister, prce- 
cepfor. 

Alcorcí, m. (aiii.) EsiDecie de 
collar sem pedraria. 

Alcornea. /. (bot.) Alcornea; 
genero de ])laiitas das An- 
tilhas, da familia das euplior- 
biaceas, que contém arljus- 
tos de folhas alternas, com 
flores sem corolla, dispostas 
em espigaS; orgàos niascu- 
culinos em iiin individuo e 
os femininos oní outro. 

Alcoenina. /. (chim.) Alcorni- 
na; substancia particular 
descoberta na alcorna. 

Aloornoca. /. (pliarm.) Alcor- 
noca; casca jiouco conhecida 
do genero cornea, da familia 
das apocineas, á. qual se at- 
tribue a propriedade de cu- 
rar as tísicas pulmonares. 

Alcornocal, m. Sobral; mata 
de sobros. Locus suherihus 
consitus. 

Alcornoque, m. (bof.) Sobro; 
especie de carvalho, de 30 
a 40 pós de altura; a sua 
madeira é muito dura, c a 
casca, que é grossa, porosa, 
lev£ e impermeável á agua, 
é empregada para diíFeren- 
tes usos no eommercio sob 
o nome de cortiça. O sobro 
ó originario de Hespanha e 
de outros paizes do meio-dia. 
Quercus súber. 

Alcornoqueño, ña. adj. Con- 
cernente ao sobro. Subereus, 
a, um. 

Alcorovía. /. (ant.) V. Alca- 
ravea. 

Alcorque, Alcorquí. m. Alcor- 
que; calçado rustico com sola 
de cortiça : — V. Corcho : — 
(germ.) V. Alpargata: — 
— (agr.) a caldeira ou cova 
que se faz ao redor das plan- 
tas para represar as aguas 
na rega. Scrobs, sulcus. 

Alcorza./, (ant.) Massa muito 
branca, composta de assucar 
e amygdon, com que se cos- 
tumam cobrir "varios doces e 
se fazem diversas figuras : — 
a figura ou bocado da mes- 
ma pasta. Sacchari et amyli 
massula vel massa', crustu- 
lum. 

Alcorzar, a. Cobrir ou guar- 
necer de alcoi'za. Saccharo 



ALC 

et amylo condire : ■ — (fig.) pu- 
lir, aceiar: — (p). Ar.) V. 
Acortar. 

Alcosol. m. (pharm. ant.JY. 
A^ntimonio. 

Alcosor. m. (pharm. ant.) V. 
Alcanfor. 

Alcotán, m. (zool.) Acor ma- 
cho; especie de ave de ra- 
j)ina do genero falcão, me- 
nor que o gavião e maior 
que o esmerilhão, e com um 
collar branco muito lindo. 

Alcotana. /. (ant.) Alvião, pi- 
careíe (martello de pedrei- 
ro) ; é uma ferramenta com 
cabo de madeira como o de 
um martello, mas mais com- 
prido; tem um olho onde é 
recebido o extremo do cabo, 
e aos lados d'elle duas folhas 
cujos extremos terminam, 
um em forma de machadi- 
nlia curva, e o outro como 
um machado. Ascia, o?.. 

Alcotancillo. m. dim. de Al- 
cotán. 

Alcotón, (ant. p. Ar. bot.JV. Al- 
godón. 

Alcotonía./. (ant. com. )Y. Co- 
tonia. 

Alcrebite. m. (chim. ani.)Y. 
Azvfre. 

Alcribís, tn. (min.)Y. Tobera. 

Alcribite. m. (chim. ant.) V. 
Azufre. 

Alcroco. m. (ant. bot.) Y. Aza- 
frán. ■ 

Alcubilla. /. (p. And. archit.) 
Mãe de agua; reservatório 
ou deposito de agua. Castel- 
him, i. 

Alcubiyí. /. (zool.) Cotovia 
(ave) cristada, com poupa. 

Alcubrith. (ayit. chim.) Y . Azu- 
fre. 

Alculrme. VI. (pharm.) V. Al- 
kermes. 

AlculalÁ. m. (germ.)Y. Alco- 
rán. 

Alcüña. /. (ant.)Y. Alcurnia. 

Alcuño. m. (ant.) Y. Renombre 
ou Sobrenome: — (p. Gcd.) 
alcunha, mote; epitheto bur- 
lesco e de ordinario injurioso 
com que alguém é ap2ielli- 
dado. 

Alcur. m. (chim.. ant.)Y. Azu- 
fre.: 

Alcurnia. /. Familia, linlia- 
gem, estirpe, ascendencia, 
raça. 

Alcuza. /. V. Aceitera. 

Alcuzada./. a porção de azeite 



ALD 

que pode conter uma almo- 
tolia. Olei p>ortio quam ca- 
pit lecytlius. 

Alcuzcuz, m. Cuscuz; massa 
de farinha de milho e mel, 
reduzida a gi'aosinhos, que 
depois de cozida ao vapor da 
agua se, guisa de varias ma- 
neiras. É comida mui geral 
entre os mouros. Massa ex 
melle farinâque confecta. 

Alcuzcuzu. m. (ant.)Y. Alcuz- 
cuz. 

ALcuzERo.at/^'. Concernente áal- 
motolia;v. g., m.ozo alcuzero; 
moço que despeja a almoto- 
lia: — s. o que faz ou vende 
almotolias. Lecythorum ven- 
ditor aut faber. 

Alcuzon. m. augm. de Alcuza. 

Aldaba. /. Aldrava; peça de 
metal de figui-a variável, 
pregada nas portas para ba- 
ter ou para puxa-las quando 
se cerram. Uncinus, i: — al- 
drava ; pequena peça metal- 
lica ou de madeira destinada 
jiara trancar as portas, ja- 
nellas, etc. Sera.¡ repagidum, 
pussnlus. 

Aldabada. /. Aldravada ; pan- 
cada na porta com aldrava. 
Pulsatio, onis: — (fig-) aldra- 
vada ; sobresalto repentino 
ou temor de algum mal ou 
risco. Cordis prcesagium. 

Aldabazo, m. Forte aldravada. 
Pul.satio vehemens pistilli in 
foribus. 

Aldabear, n. Aldravar; bater 
com aldrava, dar repetidas 
aldravadas. Pulsare ostium. 

Aldabía. /. (archit.) Viga, tra- 
ve; madeiro que se põe de 
uma parede á outra para fi- 
xar a armação dos tabiques 
delgados. Transversum li- 
gnum tenuioribus parietihus 
firmandis. 

Aldabón, m. Argola de metal; 
especie de aza como a das 
portas, pregada lateral e ex- 
teriormente nas caixas para 
se poderem transportar. Fer- 
rits anmdns grandior: — 
augm. de Aldaba. 

Aldabonazo. m. Forte argo- 
lada. 

Aldea./. Aldeia; povoação pe- 
quena, sem jurisdicção pró- 
pria, que depende da villa ou 
cidade em cujo districto está. 
Pagais, i. Con otro ea llega- 
ramos á la aldea (ñf); com 



ALD 

mais um empurrão vá a caixa 
ao porão. Calcem jam video : 

— (bot.) aldea; genero de 
plantas da familiadas hy dro- 
fileas, que não tem mais de 
uma especie. 

Aldeanamente, adv. m. Aldeã- 
meute; a modo da aldeia, 
conforme os seus estylos e 
costumes. Simpliciter, can- 
dide: — (fig. cmt.J aldeãmen- 
te ; rustica e grosseiramente. 

Aldeaniego, ga. adj. Aldeião; 
concernente á aldeia. Paga- 
niis, a, um: — (fig-) aldeão; 
inculto, grosseiro,, rustico; 

— s. aldeão, o habitante da 
aldeia. 

Aldebagin. to. (bot. ant.jy. Zu- 
maque. 

Aldebakan. ??í. (astr.) Aldeba- 
ran (vulgo olho de boi); es- 
trella fixa da primeira gran- 
deza junto das liyadas, con- 
stituindo o olho da constel- 
lação Tauro. Tauri ocidus, 
siella: — aldebaran; nome 
arábico do sol. 

Aldehuela. /. dim. de Aldea. 
Aldeiota. 

Aldeida. /. (chim.) Aldehydc; 
hydrato do oxydo de acetyla; 
compòe-se de quatro equi- 
valentes de carbonio, quatro 
de hydrogenio e dois de oxy- 
genio : é um corpo muito iu- 
flammavel, liquido, incolor, 
transparente c de um cheiro 
ethereo suffocante. Obtem-se 
oxydando o álcool pela mis- 
tura do bioxydo de manga- 
nesio e do acido sulphurico. 

Aldeídico. adj. (chim.JAXAçlry- 
dico ; diz-se de um acido que 
se obtém inflammando o al- 
deliyde com a esponja da 
platina. 

Aldel./. (bot.) Aldel ; planta do 
Perú, da familia das borra- 
gineas. 

Aldeorrio, Aldeorro, m.. Al- 
deota. l)iz-sc também, por 
desprezo, de uma povoação 
que se tem degenerado da 
consideração que tinlia, e 
chegado a arruinar-se. Pa- 
gus exiguas. 

Alderredor. adv.Y.Al rededor. 

Aldib. 771. (zooí.) V. Zorra ou 
Paposa. 

Aldina./, (bot.) Aldina; arvore 
da Jamaica, da familia das 
leguminosas, assim chamada 
em hom'a do physico Aldim. 



ALE 

Aldinia./. (bot.) Aldinia; divi- 
são do genero tacsonia, es- 
pecie de greuadilha ou mar- 
tyrio (flor). 

Aldino, na. adj. Aldino ; diz-se 
das edições publicadas pelos 
Aldos, e do caracter da letra 
em que se acham escripias. 

Aloisia./, (bot.) Aldisia; espe- 
cie de junco mui delgado. 

Aldiza. /. (bot.) V. Escobilla. 

Aldorta. /. (zool.) Aldorta; 
ave de mais de meio pé de 
altura, que tem na cabeça 
tres plumas brancas forman- 
do um jDennacho ; o bico muito 
comprido, as pernas roxas e 
o resto do corpo cinzento, ex- 
cepto os lombos, cuja côr se 
approxima da verde. 

Aldrán, m. O que vende vinho 
nas devezas. Vinarius inpas- 
cuis. 

Aldron. m. (archeoL)Y. Guar- 
da. Axilla, ce. 

Aldrovanda. /. (bot.) Aldro- 
vanda; nome dado em honra 
de Aldrovandi a um genero 
de plantas da familia das 
droseraceas, cuja uuica es- 
pecie se encontra nos lagos 
da Toscana e em alguns por- 
tos da França meridional. 

Aldub. m. (ant. zool.)Y. Oso. 

Alducar. m. (ant.) V. Adúcar. 

Ale. m. (pronuncia-se JEile). 
Especie do cerveja ingleza, 
amarellada, transparente c 
que não amarga porque se 
faz sem lúpulo. 

Aleación./, (chim.) Liga; com- 
binação de dois ou mais me- 
taos entre si. A liga em que 
entra o mercurio tem o nome 
de amalgama. Commistio 
metallorum. 

Aleantris. m. (zooZ.J Alean tres ; 
nome de um peixe do Nilo, 
citado por Athencu. 

Alear, a. (ant. e chim.) Ligar; 
combinar muitos metaes uns 
com os outros; unir pdrçijos 
do um mesmo luetal, mas do 
quilate ou riqueza dilfercnte, 
para produzir um metal de 
um dado quilate, isto é, que 
tenha de metal real um certo 
peso. Commisccre metalla : 
— n. alear ou adejar; agi- 
tar as azas para voar. Alas 
agitare: — anhelar^ aspi- 
rar. Ad aliq^iid asjñrare: — 
(fig.) menear, agitar os bra- 
ços á maneira de aza»s. Diz- 



ALE 91 

se principalmente dos meni- 
nos que sacodem os braços 
de contentes quando vêem 
as pessoas ou objectos que 
lhes agradam. Brachia mo- 
tare: — convalescer, resta- 
belecer-se de alguma enfer- 
midade grave. Úsa-se mais 
commummente em gerundio 
com o verbo ir; v. g., e fulano 
ya va alçando; fulano já vae 
convalescendo. Lanitatem 
sensim recuperare: — cobrar 
alento, forças, repousar de 
alguma fadiga ou trabalho. 

Aleatório, adj. (jur.) V. Con- 
trato aleatorio. 

Alebrarse, Alebrastarse, ou 
Alebrestarse, r. Agachar- 
se deitar-sc ou esteiider-se 
no chão, peganuo-se contra 
elle como as lebres. Humi 
se stcrnere: — (fig-) acobar- 
dai--S8. Paverc. 

Alebrito. m. (bot.) Alebrito; 
nome de uma arvore das ilhas 
do mar do sul. 

Alebronarse, r. Y. Acobar- 
darse. 

Alecaret. m. (chim.) Y. Mer- 
curio. 

Aleccionar, a. Leccionar; dar 
lições, ensinar. Docere. Usa- 
se também como reciproco. 

Alece. m. Guisado do fígado 
de mugem c sargo. Obso- 
nium ex jucore piscium ca- 
pitonis aut mugilis cephali. 

Alecet, Aleceto. m. (astr.) 
Alcccto; nome que se dá á 
constellação do Leo. 

Alectella. /. (zool.) Alectclia; 
genero de aves gallináceas, 
que tem uma só especie. 

Alecto, m. (zool.) Alecto; ge- 
nero do aves da familia dos 
bicos-grossos : — alecto; ge- 
nero de coleópteros penta- 
ineros, da familia dos mala- 
codermos, que comprehende 
uma so especie: — alecto; 
genero de polypcros fosseis 
da familia das celarlcas: — 
alecto; secção do genero 
myaía, da ordem dos ara- 
chuidcos. 

Alector. (zool.) Alector; fa- 
milia da ordem das gallina- 
ceas da America. 

Alectoria. /. (bot.) Alectoria; 
genero de plantas cryptoga- 
mas, da familia dos lichens: 
— (phys.) alectoria; pedra 
que ás vezes se produz no 



92 



ALE 



ventriculo ou no figado dos 
gallos velhos. É quasi re- 
donda, do tamanho de uma 
aA'ella, ás vezes crystallina, 
de cor acmzentada com veios 
roxos. Gemma aleotoria. 

ALECTÓraDO. adj. e s. Alectorido; 
ordem de aves zaucundas de 
bico curto. 

ALECTORÓLOFO.m. (bot. ttnf.JAle- 
ctorolofo (crista de gallo); 
nome com que se designa- 
vam plantas de varios gene- 
ros como a aliaria e a salsa 
campestre por causa da for- 
ma das suas folhas. 

Alectouomancia. /. Alectoro- 
mancia; arte entre os anti- 
gos gregos de adivinhar por 
meio de um gallo. Colloca- 
vam-n'o para isso em um cir- 
culo dividido em vinte e qua- 
tro casinhas, onde estavam 
inscriptas as vinte e quatro 
letras do seu alphabeto, e 
que eram occupadas por ou- 
tros tantos grãos de trigo. 
A cada bicada o gallo mar- 
cava uma letra e ía compon- 
do um nome, que servia de 
base ao agouro. 

AlectoeomÁntico. s. e adj. Ale- 
ctoromantico; a pessoa que 
praticava a alectoromancia, 
ou que lhe dizia respeito. 

Alectra. /. (bot.) Alectro ; ge- 
nero do plantas mono2^etalas 
hypogj'ueas. 

Álectridas. /. j;í. (aool.) Ále- 
ctridas; familia de aves da 
ordem das gallináceas, com 
as azas bem disjjostas para 

o VÔO. 

Alectrimórfeas. /. pl. (zool.) 
Alectrimorpheas, familia de 
aves similhantes ás gallinhas. 

Alectrimorfo, fa. adj. (zool.) 
Alectrimorpho ; qualificação 
da ave que é parecida pela 
sua forma com a gallinha. 

Alectrio. m. (hot.) Alectrio, 
(gallo) genero de plantas sa- 
piadaceas, que comprehende 
uma só especie de arvores 
da Nova Zelandia: — (zool.) 
alectrio ; genero de molluscos 
proposto ¡íor alguns natura- 
listas 23ara unía secção das 
buctínas. 

Alectrionía./. (zool.) Alcctrio- 
nia (gallo joven); gciiQYo de 
molluscos ainda não adopta- 
do, e proposto por Fesclier 
para algumas especies do ozi- 



ALE 

ras que têem o bordo das val- 
vas mui dentado. 

Alectruro, ra. adj. (zool.) Ale- 
ctruro ; que se parece na cau- 
da com o gallo. 

Alécula./. (zool.) Alecula; ge- 
nero de insectos coleópteros 
heteromeros, cujo typo é a 
alecula morio da Suécia: — 
alecula; peixe muito estima- 
do dos antigos. 

Alecharit. m. (chim. ant.) V. 
Alcharit. 

ALEcmGADO, DA. adj. (ant.) Pros- 
trado na cama. 

ALEcmGAR. o. (ant.) Suavisar, 
abrandar. 

Alechugar, a. Franzir ; dobrar 
ou dispor alguma cousa em 
forma de folha da alface, co- 
mo se úsanos adornos e guar- 
nições dos vestidos das se- 
nhoras: — r. V. Encarru- 
jarse. 

Aleda, adj. V. Cera aleda. 

Aledaño, m. (ant.) Confim, ter- 
mo, limite. 

Alefanjinas./.^Z. (pliarm.) V. 
Aleofanjineas. 

Alefrís. m. (mar.) Alefrises; 
encaixes abertos na quilha, 
onde embebem as tábuas do 
resbordo. Cavum figendis fa- 
hulis in lateribus naviítm. 

Alegación. /. AUegação ; acção 
e efífeito de allegar. Allega- 
tio, onis: — (jaris.) V. Ale- 
gato. 

Alegador, adj. e s. Allegante ; 
que allega. 

Alegamiento, Aleganza. s. 
(ant.) V. Alegación. 

Alegar, a. Allegar; fazer ex- 
posição de factos, direito ; ci- 
tar exemplos, auctores, etc.; 
produzir, expender rasões e 
argumentos em confirmação 
do que se pretende provar. 
Adãucere2)ro se tesfimonium : 
— (for.) allegar; citar o ad- 
vogado leis, auctoridades e 
rasões em defeza do direito 
da sua causa. Allegare: — 
allegar; referir, relatar, ex- 
por. Commemorare, recense- 
re : — (ant.) V. Ligar : — 
r. (ant.) juntar-se ou asso- 
ciar-se para formar partido. 

Alegato, m. (for.) AUegação 
por escripto. In scriptis alle- 
gatio. 

Alegoría. /. (rJiet.) Allego- 
ria; figura que consiste em 
dizer uma cousa quando se 



ALE 

quer significar outra; meta- 
phora continuada. Allego- 
ria, m. 

Alegóricamente, aãv. m. Alle- 
goricamente; com allegoria. 
Allego7-ice. 

j^.legorico, ca. adj. Allegorico ; 
que contém allegoria; que 
lhe é concernente. Allegori- 
cus, a, um. 

Alegorizar, a. Allegorisar ; fal- 
lar, escrever ou interpretar 
alguma cousa allegorica- 
mente, dar-lhe sentido ou si- 
gnificação allegorica. Vei-ba 
allegorice siimere. 

Alegrador, ra. s. (aní.J Alegra- 
dor ; o que alegra, entretém : 
— m. (fam.) tira larga de pa- 
pel retorcido que serve ¡Dará 
avivar as luzes, dobrando o 
pavio. 

Alegramiento, m. (ant.)Y. Ale- 
gria. 

Alegrante, ^j. a. de Alegrar. 
O que alegra, alegre. Exlii- 
larans, antis. 

Alegrar, a. Alegrar, divertir. 
Exhilarare : — alegrar, em- 
bellezar, adornar. Formo- 
sum, nitidum reddere. — 
(chir.) V. Legrar. — avivar 
o lume na chaminé: — r. ale- 
grar-se divertir-se. Lcetari: 
— (fam.) alegrar-se; embe- 
bedar-se. Vini Icetitiâ ges- 
tire. Alegrársele á alguno la 
pajarilla ; alegrar-se por 
qualquer motivo. 

Alegre, adj. Alegre; contente, 
que annuncia, exprime ouin- 
spira alegria. ^íacWs, cre: — 
(fig.) formoso, bello, pittores- 
co. Applica-se ás cousas in- 
animadas, que por sua vista 
aprazível causam alegria, co- 
mo casa alegre; casa alegre. 
Alacris, vividus, gratiis: — 
(fig.) fausto, feliz, favorável, 
como noticia alegre, aconte- 
cimiento alegre; noticia ale- 
gre, acontecimento alegre. 
Faustus, a, iim: — (fig-) vi- 
vo, picante. Diz.-se da con- 
versação e do jogo. Mordax, 
iningens: — (fum.) que se 
alegrou ou esquentou com o 
vinho ou outra bebida espi- 
rituosa, sem chegar a perder 
o juizo. Vino calescens, vini 
la'titia gestiens : — nas cores 
o que é mais vivo e grato á 
vista, como encarnado, ver- 
de, azul celeste. Alacris, vi- 



ALE 

vidus, gratus : — (ant.) ga- 
lhardo, brioso, valente. 

Alegremente, adv. m. Alegre- 
meute; de um modo alegre, 
com alegria. Alacrifer. 

Alegrete, to. adj. dim. de Ale- 
gre. Alegi'ete ^ iim pouco ale- 
gi-c. 

Alegreza. /. (ant.) Alegreza. 
V. Alegria. 

Alegria. /. Alegria, jubilo, re- 
gosijo. Alacrifas, Icvtitia, 
gaudium : — sésamo, ])lanta 
de um pé de altura, com has- 
tes e folhas vellosas e flor 
branca; produz umembryão 
no qual ha quatro sementes 
ovaes, comprimidas e ama- 
reliadas. Sesamum oriéntale: 

— torrão doce de amêndoas, 
nozes e semente de sésamo. 
Edidiiim sésamo conditnm: 

— (germ.) taberna. Alegría 
secreta,candda muerta (rif.J; 
com os amigos passa-se me- 
lhor o tempo. Frigidum sine 
socio gaudium : — pl. rego- 
sijos e festas publicas. Pu- 
blica speef acula. Alegrias, al- 
bairleros, que se quema el bá- 
lago (rif.); diz-sc d'aquelles 
que se divertem com o mal 
que lhes veiu. Gaudete, si lu- 
bet, quoniam operis materia 
perit. Alegrías, antruejo, que 
mañana sercí ceniza (rif.); 
divirtâmo-nos hoje, amanhã 
não sabemos o que será de 
nós. Extremum gaudii hi- 
ctus occupat. 

Alegrillo, adj. Galhofeiro; — 
bêbado, meio embriagado. 

Alegrísimo, ma. adj. sup. de 
Alegre. Loitissimus, a, rim. 

Alegro, m. Alegro, movimento 
musical assas alegre ou vivo. 
Modus celerior e,t hilarior. 

Alegrón, m. (fam.) Alegrão, 
alegria repentina. Inopina- 
tum, gaudium: — labareda 
de pouca duração. Momentâ- 
nea flamma. 

Alegitstre. m. fTíoí. j Alegustre ; 
planta similhante á murta; 
serve para adornar os jar- 
dins. 

Aléiodes. on. pl. (zool.) Aleio- 
des; genero de insectos hy- 
mcnopteros, da família dos 
icneumonidos. 

Aleirodeo. adj. (zool.) Aleiro- 

dco, diz-se do insecto que se 

parece com um aleirodo. 

Aleirodo. m. (zool.) Aleirodo ; 

13 



ALE 

(appaTencia de farinha), ge- 
nero de hemipteros, da fami- 
lia dos galiusecto?, chama- 
dos assim por estarem cober- 
tos de um pó como fariíiaceo. 

Aleja./.(p. Miirc.) Guarda-lou- 
ça de cozinha. V. Vasar. 

Alejado, da. «f(/. Distante, lon- 
ge, liemotus, a, um. 

Alejador. adj. DesencaminKa- 
dor, que desencaminha. 

Alejajiiento. m. Apartamento. 
Amotio, ablegatio. 

Alejandre, m. (ant.) n. p. de 
varão. Alexandre. 

Alejandrino, adj. Alexandrino, 
natural de Alexandria : — m. 
verso de quatorze syllabas. 
Alexandrinus, a, um. 

Alejar, a. Afastai-, apartar. 
Usa-se mais como reciproco. 
Amoveré, semovere longius. 

Alejia. /. V. Alejija. 

Alejija. /. Caldo de farinha de 
centeio. Puis hordeacea. Pa- 
i-ece que ha comido alejijas 
(fam. p. Andt) ; parece que 
vive de comer vento: diz- 
se d'aquelle que é fraco e dé- 
bil. Também se diz tiene ca- 
ra de alejijas; tem cara de 
tísico. Homo videtur pulte 
mitritus. 

Alejor. m. (ant.) Y. Alajor. 

Alejur. m. Pão de especie. V. 
Alajú. 

Alelado, adj. Embasbacado, 
insensato. 

Alelamiento. m. Insensatez. 

Alelar, a. Ficai* parvo. Hebes- 
cere. 

Alelarse, r. Tornar-se parvo. 

Alelí, m. Alelí; goiveiro, plan- 
ta crucifera com flores rubras 
raiadas de branco ou amarel- 
las e cheirosas. Z;e?j!co¿wTO, ii: 
— goivo, flor. 

Aleluya. /. Alleluia, paschoa. 
Paschoi tempus: — azeda 
miúda, planta. V.^ce(ien7¿a.- 
registo de alleluia. Sacra 
imago charlee impressa, cui 
inscriptum est alleluia. 

Alema. /. Agua regadia apro- 
veitada. Aquce irrigua; por- 
tio. 
Alemán, na. adj. AUemão, ã ; 
natural da Alleinanha. Ger- 
manus, a, um : — m. alle- 
mão ; lingua da Allemanha. 
Gerinanorum lingua, sermo. 
Alemana ou Alejianda./. Dansa 
allemã, a polka. Veteris tri- 
pudii hispanici genus. 



ALE 



93 



Alemaítés, &A.adj.(a7it.)Y. Ale- 
mán. 
Alemanesco, ca. adj. (ant.) V. 
Alemanisco. 

Alemánico, ca. adj. (ant.) AUe- 
mão, allemanico,allemanisco. 

Alemanisco, ca. adj. Obra de 
roupa adamascada. Mappas 
germanicoi. 

Alemano. m. (myth.) Al emano; 
heroe dos antigos germanos 
a quem fizeram deus. 

Alendoi. adj. (germ.) V. Alegre. 

Alengdamiento. 771. Alugucl de 
pastagem. Conventio super 
pascóla. 

Alenguab. a. Ajiistar o aluguer 
de alguma pastagem. Pas- 
fíisci, convenire de pascuis. 

Alenguetada. adj. Alingueta- 
da; qualificação applicada á 
folha carnosa linear, redonda 
em seu extremo livre, con- 
cava 6 com as bordas com- 
mummente cartilaginosas. 

Alent.u)A. /. Arrancada, es- 
forço. 

Alentadamente, aãv. m. Cora- 
josa, alentada, vigorosa, va- 
lentemente. Viriliter. 

Alentado, da. adj. Alentado, 
animoso, valente, corajoso. 
Fortis, strenuus. 

Alentador, ka. adj. Animador. 

Alentar, n. Resi^irar. Respi- 
rare : — alentar, animar, 
afoutar. Usa-se também co- 
mo reciproco. Animo vires, 
robur addere. 

Alentoso, sa. adj. V. Alentado. 

Aleócaro. m. Aleocharo, inse- 
cto coleóptero. 

Aleofanjíneas. adj. pl. Aleo- 
fangineas, pihuas de mara- 
■\nlhosa wtude. 

Aleonado, da, adj. Aleonado. 
V. Leonado. ^ 

Aleoxarídeos. adj. Aleoxai'i- 
deos; genero de insectos co- 
leópteros pentameros. 

Aleoxaro. m. Aleoxaro ; genero 
de insectos coleópteros pen- 
tameros da familia dos bra- 
quelitros. 

Alepídea. adj. Alepida; nome 
das plantas do genero astran- 
cia. 

Alepidota. ocí/. Al epidoto rliom- 
bo ; genero de peixe dos ma- 
res da America. 

Alepín, m. Alepine; estofo de 
lã e seda. 

Alepino, na. adj. Alepino, de 
Alepo. 



94 



ALE 



Alépiro. m. Alepiro; plantada 
familia das retiaceas. 

Albpisaüeo. ot. Alepisauro ; ge- 
nero de peixe sem escamas. 

Alepocefalo. m. Alepocephalo ; 
genero de peixes malacopte- 
rigios, com a cabeça sem es- 
camas. 

Aleea./. (ant. p. Ar.) Eira: — 
foral, direito de pastagem. 
Jibs quoddam cid viciniora 
pascua. 

Alerce, m. Lai'ix; arvore da 
familia das coniferas, de ma- 
deira roxa. V. Pino alerce. 

Alero, m. Aba do telhado, alpen- 
dre. Suggrunda, ce: — guar- 
da lama. SuggrundcB in rhe- 
dis : — laço para perdizes. 
Pulvini perdicibus aucupan- 
dis. 

Alerta. /. Alerta. Heus, eia. 
Tener ou estar ojo alerta; es- 
tar com o olho alerta : — alar- 
ma, espanto. 

Alertamente, adu. m. Attenta, 
vigilantemente. Vigilanter, 
intento animo. 

Alertar, a. Alertar; fazer ter 
attenção, vigilancia. Excita- 
re: — r. (germ.) estar vigi- 
lante 6 em guarda. 

Alerto, ta. adj. Ágil, vigilante, 
acordado. Intentus, a, um. 

Alesion. m. (br.) Agui asinha 
sem pés nem bico, com as 
azas estendidas. 

Alesna. /. Sovela. V. Lesna. 

Alesnado, da. adj. Assovelado. 
Acutus, a, um. 

AxESNADOR, RA. s. O quB asso- 
vela. 

Alesnajoento. m. Acção de as- 
sovelar. 

Alesnar. a. Dar forma de so- 
vela, brunir, alisar. 

Aleta. /. dim. de Ala. Azinha, 
ponta da aza: — barbatana 
de peixe. Pi?i7ia, ce: — (naut.) 
curva da culatra do navio. 
Puppis costee : — calha onde 
cae a agua que impelle a ro- 
da do moinho. 

ALETADA./.Movimento das azas. 
Alce motus: — alidade; ré- 
gua móbil. 

Aletargadamente, adv. Com le- 
thargo. 

Aletargado, da. adj. Que está 
cm lethargo. Lethargo laho- 
rans. 

Aletargador. adj. Narcótico. 

Aletargarse, r. Cair em lethar- 
go. Ijethargo laborare. 



ALE 

Aletazo, m. Golpe de aza. Alce 
ictus. 

Aleteado, adj. Com barbata- 
nas. 

ALETEAMiENTO.m.faní.JV.^Íeíeo. 

Aletear, n. Adejar*. Alas qua- 
tere, concutere, jactare. 

Aleteo, m. Agitação, bater das 
azas. Alarum jactatus. 

Aleto. m. Aleto ; especie de fal- 
cão da índia, ave. V. Halieto. 

Aletolojía./. Alethologia; dis- 
curso sobre a verdade. 

Aletolójico. af(/. Alethologico; 
que se refere á alethologia. 

Aleton. ra. augm. de Aleta. Aza 
grande. 

Aletria. /. (Murc.) Aletria. V. 
Fideos. 

Aletríneas. /. pi. Aletrineas; 
plantas da familia das liliá- 
ceas. 

Aletríneo. adj. Aletrineo; pa- 
recido ao aletres. 

Aletris. m. Aletres; genero de 
plantas da familia das bilea- 
ceas. 

Aleudarse, r. (ant.) Fermentar 
a massa do pão. 

Aleuria. /. Aleuria; genero de 
cogumelos. 

Aleurisma./. Aleurisma ; quali- 
dade de mofo, de bolor. 

Aleurita. /. Aleurita; planta 
da familia dos euphorbios. 

Aleuromancia. /. Aleuroman- 
cia; adivinhação pela fari- 
nha. 

Aleurom/ntico. m. (ant.) Aleu- 
romantico o que adivinhava 
pela aleuromancia. 

Aleurosticto. m. Aleurosticto; 
genero de coleópteros. 

Aleutero. m. Aleutero; genero 
de peixes. 

Alevantadizo, za. adj. (ant.) 
Alevantadiço. 

Alevantamiento. m. (ant.) Ale- 
vantamento. V. Levanta- 
miento. 

Alevantar. a. (ant.) Alevantar ; 
V. Levantar. 

Aleve, adj. Aleivoso, traidor, 
assassino, pérfido. Infidus, 
perfidus. A aleve, mod adv. 
(ant.); a aleive, jjor alcive, 
aleivosamente, á traição. 

Alevilla. /. Alevilha; insecto 
de Hespanha. Phalcena sali- 
cis. 

Alevino, m. Peixinho de tan- 
que. 

Alevinar, a. Encher um tanque 
de peixes. 



ALF 

Alevísimo, ma. adj. sup. de Ale- 
ve. Aleivosíssimo. Sumh in- 
fidus. 

Alevo. m. (ant.) V. Ahijado. 

Alevosa. /. Tumor debaixo da 
lingua; molestia cavallar. 
Ránula, ce. 

Alevosamente, adv. m. Aleivo- 
samente. Perfidh. 

Alevosía. /. Aleivosia. Prodi- 
tio, onis. 

Alevoso, sa. adj. Aleivoso. In- 
fidus, perfidus. 

Alezo, to. Panno para apertar o 
ventre ás recemparidas. 

Alexifármaco, ca. adj. Alexi- 
pharmaco ; preservativo do 
veneno. Alexipharmacon. 

Alexio. m. Alexio; especie de 
coleópteros. 

Alexipiretico. adj. Alexipyre- 
tico, febribugo. 

AtExiTERo. adj. (ant.) Alexite- 
rio ; todo o andidoto ou con- 
tra veneno. 

Alfa. /. Alpha; primeira letra 
do alphabeto grego. 

Alfaba. /. Alfaba ; medida de 
terreno. 

Alf abacero, adj. (ant.) V. Pa- 
nadero. 

Alfábega. /. Alfavaca de co- 
bra; planta odorífera. V. Al- 
hahaca. 

Alfabéticamente, adv. m. Al- 
phabeticamente. Ordine al- 
phabetico. 

Alfabético, ca. adj. Alphabeti- 
co. Ad alphabetum pertinens. 

Alfabetista, m. Alphabetista. 

Alfabeto, m. Alphabeto. V. 
Abecedario. 

Alfacta. /. (ant.) V. Destila- 
ción. 

Alfacüeque. m. (ant.) V. Alfa- 
queque. 

Alf adia./. (a7it.) Suborno; tem- 
po de lavrar. 

Alfagdi. m. Agno-casto. 

Alfageme. m. (ant.)Y. Barbero. 

Alfagia. /. Barrotinho, trave- 
sinha. V. Alfajia. 

Alfahai. m. (ant.) V. Víbora. 

Alfahar. m. Louça de barro. 
V. Alfar. 

Alfahareria./. Olaria.Y. Alf a- 
rcria ó Alfar. 

Alfaharero. ?«. Oleiro. V. Al- 
farero. 

Alfaide, m. (ant.) Maré viva. 

Alfaja. /. (ant.) V. Alhaja. 

Alfajia. /. Barrotesinho, tra- 
vesinha. Lignum exiguee la- 
titndinis. 



ALF 

Alfajor, m. Bolo de mel. V. 
Alajú. 

Alfalfa. /. Luzerna; especie 
de melga, com flores de cin- 
co pétalas, que serve para 
pasto. Medicago saliva. 

Alfalfal ou Alfalfar. in. Pra- 
do de luzerna. Ager herbâ 
medica satus. 

Alfalfe, m. V. Alfalfa. 

Alfalfez. m. (ant.) (Ar.) V. 
Alfalfa. 

Alfamar. m. (ant.) Manta ou 
cobertor encarnado, tapete. 

Alfana. /. Cavallo forte e vi- 
goroso. Equus rohustus : — 
qualquer cavallo bravo sen- 
do estrangeiro. 

Alfandega./. (arií.JV. Aduana. 

Alfaneque. m. Alfaneque fran- 
celho, ave de rapina com 
pintas pardas. Falco lana- 
rius: — (ant.) pavilhão de 
campanha, cortina de cama. 

Alfanique. m. (ant.) Adorno de 
pescoço. V. Mantellina. 

Alfange, m. Alfange, cimitaiTa. 
Acinaces, is. V. Fez espada. 

Alfangete. m. dim. de alfange. 
Alfangesinho. 

Alfanjazo, m. Golpe com o al- 
fange. Idus acinace impa- 
ctus : — augni. de alfange. 

Alfanjon. m. V. Alfanjonazo. 

Alfanjonazo. m. augm. de al- 
fange. Alfange gi-ande. 

Alfaque, m. Alfaque, baixio, 
banco de areia, syrte. Syrtis, 
is. 

Alfaqueque. m. Alfaqucque ; 
remidor de captivos. 

Alfaquí. m. Alfaqui, faquir ; 
monge mahometano. 

Alfaquíes. m. 2^1- Alfaquins ; 
sacerdotes mouros. 

Alfar, m. Olaria. Figlina, ofi- 
cina figuli: — • adj. cavallo 
que se emjiina : — m. terra 
argillosa; — n. empinar-se 
o cavallo. Crura antica al- 
tius equum elevare, suspensa 
tenere minime flexis j)osticis. 

Alfaraz. adj. Alfaraz ; cavallo 
de cavallaria ligeira dos mou- 
ros. Levis armatura¡ eqiius 
inter mauros : — alfaraz, 
nome de imia estrella na aza 
do Pegazo. 

Alfard. m. Alfard; estrella da 
constellação da Hydra. 

Alfarda. /. (ant.) V. Farda: 
— adorno das mulheres: — 
vigas entrelaçadas nas ¡jare- 
des das igrejas. Transira, ti- 



ALF 

gna, trabes quihus cedium 
muri contine?itur : — conti'i- 
buição sobre as aguas. Vecti- 
gal pro irrigandis agris. 

Alfardero. m. (Ar.) O co- 
brador do direito da. Alfarda. 
Coactor vectigalis pro irri- 
gandis agris. 

Alfardilla./, dim. de Alfarda. 
Galão de seda. Fardóla sé- 
rica: — (Ar.) Pequena pa- 
ga alem da alfarda, pelas ter- 
ras menores. Additamentum 
vectigalis pro irrigayidis 
agris. 

Alfardon. m. (Ar.) Eodella 
de ferro no eixo do carro. An- 
nulus ferreus in currus axe. 
(Ar.) V. Alfarda: — tri- 
buto sobre as aguas. 

Alfareme. m. (ant.) Alfareme; 
véu para a cabeça. 

Alfarería. /. Arte de fabricar 
louça de barro. Figlina, fi- 
guli ars : — olaria; logar de 
vendei louça de barro. Ta- 
berna figlina. 

Alfarero, m. Oleiro. Figidus, i. 

Alfargo, m. Vara de pressão; 
viga no lagar do azeite, que 
serve para espremer a azei- 
tona. 

Alfarge. m. Lagar; pedra in- 
ferior ou bacia onde anda en- 
caixada a mó no moinho do 
azeite. Meta violaria : — for- 
ro lavrado do tecto. Tectum 
lignis tabulisque varih con- 
textum : — estrado onde se 
põe tapete ou cadeira para 
alguém se sentar. 

Alfarjia. /. Vigasinha. V. Al- 
fajía. 

Alfarma. /. Al-ruda selvagem ; 
planta. 

Alfarrazar. a. (Ar.) Estabe- 
lecer a paga da dizima da 
fructa verde. Locare decimas 
frugum in herbis. 

Alfasa. /. (ant.) V. Lechuga. 

Alfatel. m. (ant.) cordão para 
apertar. 

Alfatitude. /. (ant.) flores de 
sal ammoniaco. 

Alfaya. /. (ant.) V. Alfaja ou 
Alhaja. Alfaya 2}or alfaya, 
mas quiero jM^idero que no 
saya (rif) ; alfaia por alfaia, 
antes quero pandeiro que di- 
nheiro. Habeant utilia cdii, 
mihi jucunda opto. Hombre 
ó mujer de alfaya; pessoa 
distincta. 
Alfayat. m. (ant.) V. Sastre. 



ALF 



95 



Alfayata. /. (ant.) Alfaiata. 

Alfayate. m. (ant.) Alfaiate. 
Sartor, oris. El alfayate de 
la encrucijada pone el hilo 
de su casa. Hoje diz-se: El 
sastre del Campillo, coser de 
balde, y poner el hilo (rif); é 
bom negocio, compra a cinco e 
vende a quatro. Oleum et ope- 
ram p)erdit. 

Alfayateria./. (ant.) Officio de 
alfaiate. V. Sastreria. 

Alfazaque. m. Especie de esca- 
ravelho negi'o-azulado. Sca- 
rabcBus bil'obus. 

Alfeiza. /. Parede obliqua. 

Alfeizamiento. m. Acção de al- 
féizar. 

Alféizar, m. Parede obliqua de 
¡lorta ou janella. Fusior in 
pariete fisura aptandis fenes- 
tris, declivis ap)ertura. 

Alfelange. m. (ant.) V. Alba- 
haca. 

Alfeliche. m. V. Alfcrecia ou 
Epilepsia. 

Alfeno.í?2. Alfeno; sulphydo do 
sulpho-cyanhydrato de am- 
moniaco. 

Alfeña. /. Arbusto. V. Alhema. 

Alfeñar. a. (ant.) V. Alheñar. 

Alfeñado, da. adj. (ant.) ã\íq- 
neado. V. Alheñado. 

Alfeñicado, da. adj. (fig.) Afe- 
minado, delicado. 

Alfeñicarse, r. Tratar-se deli- 
cadamente, requebrar-se. 
Mollitiem afiectare. 

Alfeñique, m. Alfenim; massa 
composta de assucar e oled 
de amêndoas doces. Massa e. 
saccharo et amygdalarum 
oleo confecta: — (p. And.) 
planta. V. Valeriana : — (fig. 
fam.) alfenim, jDCSsoa deli- 
cada, branda e de compleição 
fi-aea. Delicatulus, a, um. 

Alfeo. m. Alpheo; genero de 
crustáceos decápodos que se 
acha nas Antilhas e no Ocea- 
no indico. 

Alferazgo, m. (ant.) Emprego 
ou dignidade de alferes. 

Alferce. m. (ant.) V. Alférez. 

Alferecía./. Epilepsia; moles- 
tia: — (ant.) o emprego de 
alferes. 

Alferena./. Alferena; bandei- 
ra do alferes. 

Alférez, m. (mil.) Alferes ; por- 
ta-estandarte, porta-bandei- 
ra. Vexillarius, vexillifer : — 
del rey ou alférez mayor del 
rey; alferes mor do rci, o 



96 



ALF 



que levava o estandarte real. 
Regis ipsius vexillarius: — 
mayor de los peones ; alferes 
mor. Vexillarius peditum : — 
dei pendón real ou mayor 
de Castilla ou — dei rey; 
alferes inór do ramo. Populi 
alicujus vexilarius. 

Alfereza. /. (cwi^^ * Alfereza ; 
a que levava a bandeira. 

Alferezado. in. (ant.) V. Alfe- 
razgo. 

Alfériz. adj. (ant.) V. Alférez. 

Alfescera ou Alfecera. /. V. 
Brionía. 

Alfesibea. /. (myth.) Alphesi- 
bea, filha de Fegeo, que ca- 
sou com Alcmeon, a quem a 
deu, e fez com que lhe en- 
tregasse depois o fatal col- 
lar, causa das desgraças de 
sua casa e da de Eriíjhile. 

Alficoz. m. Pepino, hortaliça. 
V. Alpicoz. 

Alfid, m. Alfid ; agouro toma- 
do ])0Y palavras ditas ao 
acaso. 

Alfierazgo. in. (ant.) V. Alfe- 
razgo. 

Alfiérez m. (ant.) V. Alférez. 

Alfil, m. Alfil ou alfir; del- 
phim; peça do jogo do xa- 
di-ez que representa um ele- 
phante. Elephas in laJruncu- 
lorum. 

Alfiler, m. Alfinete. Acicula, 
ce; — de las señoras, pi. alfi- 
netes das senhoras, dinheiro 
que se lhes dá para com- 
prar enfeites. Mimitioriuus 
matronce nobilis swnptihus 
Gonsignata pecunia : — pi. jo- 
go infantil. Acicularuin lu- 
dus puerilis: — pi. propina, 
gorgeta. Pecunia quam à 
viatoribus diversorii fámula} 
exigunt. Ir con todos sus al- 
fderes, estar de veinte y cin- 
co alfileres (fig. fam.); estar 
com extraordinario aceio, es- 
tar bem adereçado, bem ador- 
nado. Nimis compth et orna- 
tissimh. No estar con sus 
alfileres (fig. fam.); não 
estar para graças. Injucun- 
dam, insuavem, mo;stum esse. 
Prendido ou preso con alfi- 
leres; pregado com cu.spo. 
Tenui filo pendens, leviter 
infixus. 

Alfilerar, a. Pôr o alfinete 
no buraco do cartão (o car- 
teiro): — pregar com alfine- 
tes. 



ALF 

Alfilerazo, m. Alfinetado. Aci- 
culm ictus. 

Alfilerera. /. (And.) Nome 
do fructo do geranio e de 
outras i3lantas pai-ecidas 
com o mesmo. 

Alfilerero, m. Alfineteiro; o 
fabricante de alfinetes. 

Alfilerillo. m. Alfinete para 
desentupir o ouvido da es- 
pingarda: — agulha para 
limpar estofos : — dim. de Al- 
filer, alfinetiiiho. 

Alfileta./. (ant.) Alfinete la- 
vrado. 

Alfilete, m. Massa da flor de 
farinha granulada. Massa 
ex farro aid similâ. 

Alfiletero, m. Agulheiro. Tu- 
hulus asservandis aciculis. 

Alfirecía. /. (ant.) V. Alfere- 
cía. 

Alfirez. m. (ant.) V. 4^/e''<^'^'- 

Alfitidon. m. Alphitedon ; fra- 
ctura dos ossos do cráneo 
reduzidos a farinha. 

Alfiton. m. Alphiton; farinha 
de trigo torrada. 

Alfitra. /. (ant.) Tributo que 
pagavam os mouros para es- 
tarem em terra christã. 

Alfo. m. Alphoí genero de in- 
sectos coleópteros. 

Alfócigo. m. Alfostigueiro ; 
pistacheiro, arvore. 

Alfolacion. /. Acção de guar- 
dar o sal no saleiro. 

Alfolí, m. Celleiro; granel. 
Horreum- publicmn : ■ — arma- 
zém de sal. Apotheca sala- 
ria. 

Alfoliar, a. Guardar o sal no 
granel. 

Alfoliero, m. Empregado no 
armazém do sal. Apothecce 
curator. » 

Alfolinero, m. Y. Alfoliero. 

Alfolla, f. (ant.) ¿Vestido de 
tella e oiro : — colchete, bro- 
che. 

Alfombra./. Alfombra; tapete 
para forrar o chao. Tapes 
babylonicus. 

Alfojibrado. adj. Alcatifado; 
atapetado. 

Alfombrar, a. Alcatifar; tai^e- 
tar. Soluvi tapetibus sternere. 

Alfombrero, ha, s. Fabricante 
de tapetes. Tapetiim vel tras- 
(¡lãorum textor. 

Alfombrilla. /; dim. de Al- 
fombra. Tapetinho : — foga- 
gem, brotoeja, molestia in- 
fantil. Ignis sacer. 



ALF 

Alfon. m. Alfonso; nome an- 
tigo de varão: — patr. (ant.) 
fiiho de Alfonso. 

Alfóncigo, m. Alfostigueiro ; 
arvore do genero das tere- 
]:)iiithos. Pistacia vera : — 
alfostigo, ñ'ucto. V. Pista- 
cho. 

Alfondega oú Alfondiga. /. 
(ant.) V. Alhandiga. 

Alfonsario. m. (ant.) Ossário ; 
casa de ossos de finados. 

Alfonsearse, r. (fam.) Cas- 
soar-se mutuamente. Verbis 
colludere. 

Alfonsi. adj. (ant.) Alfonsis. 
V. Alfonsino. 

Alfonsia. /. Alfonsia; planta 
da familia das palmeiras. 

Alfónsigo, m. Alfostigueiro; 
alfostigo. V. Alfóncigo. 

Alfonsin. adj. Alfonsim. 

Alfonsina./. Alfonsina; these 
de theologia e medicina na 
universidade de Alcalá. Al- 
phonsinoB theses. 

Alfonsinas, adj. Afí'onsinas. 
Leys alfonsinas ; leis atí'on- 
siuas, de Afí'onso X, rei de 
Castella cognominado o Sa- 
bio. Tablas alfonsinas; tá- 
buas aftonsiuas, redigidas 
por sua ordem. 

Alfonsino, ka. adj. Afíbnsino. 
Ad Ildeplionsum pertinens. 

Alfonso, sa. Aübnso, a; no- 
me i^roprio de varão e de fe- 
mea. V. Ildefonso: — (Nome 
patrio) V. Hijo de Alphonso. 

Alfor. m. (germ.) V. Yeso. 

Alforfón, m. Trigo negro ou 
mourisco de que se faz pao. 

Alforiz. m. (ant) V. Alfolí ou 
Allióadiga 

Alforja./. Alforge. Mantica, 
pera: — provisão de viagem. 
Viaticum, i. Qué alforja! 
Qual historia. Vah! Quanta 
res! Nugce. Que dinero ni 
que alforja ! (fam. fig.); qual 
dinheiro, qual historia. Lle- 
var siempre la alforja al 
hombro, estar sempre com a 
trouxa prompta. Prepararle 
á uno la alforja; arrange- 
Ihe o alforge. Sacar los pies 
de las alforjas; deitar as 
azas de fora. Tener provista 
la aljvrja; estar com a bolsa 
prompta. (rif ant.) Comprar 
a alforjas y vender á onzas; 
comprar por grosso para 
vender a retalho. No es todo 
el sayal alforjas; não ha re- 



ALG 

gra sem excepção. Paii de 
mi alforja, él no me falte, 
todo me sobra; nao me fal- 
te o pão que o demais vae 
bem. 

Alforjado, da. acZ/. Corcovado. 

Alforjarse, r. Abrigar-se bem. 

Alforjero, m. O que faz ou 
veude alforjes. Perarum opi- 
fex aut venditor: — leigo 
do peditório. Mendicantiurn 
fratrimi seu monachorum so- 
dalis, qui pera instructus 
amhit eleemosj/nam : — o que 
conduz alforges. Mantica; ge- 
mlus: — cao guardador dos 
alforges. Canis excnbitor: — 
adj. pertencente aos alfor- 
jes. Ad manticam pertinens. 

AlforjillA; ta, la. /. dim. de 
Alforja. Alforgiuho; alfor- 
gesiaho. 

Alforria. /. (arit.) Alforria; 
emancijDaçào. 

Alforza. /. Aba que se arre- 
gaça. Flicatura vestis supe- 
rior. 

Alforzar. a. Arregaçar a aba. 

Alfós, m. Alplios ou Alphus; 
molestia de pelle. 

Alfostiga. /. (ant.) Y. Alfón- 
cigo, fructo. 

Alfostigo. m. (ant.) V. Alfón- 
cigo, arvore e fructo. 

Alfoz, m. (ant.J Alfoz; termo 
determinado de terras, her- 
dades, etc.; terra, chao. 

Alfredia. / Alfredia; planta 
cinarocephala. 

Alfridjírla./. Alfi-idaria; ¡jarte 
da astrologia que trata da 
influencia dos astros. 

Alfronitro. m. Aphronitro ; es- 
cuma da flor do nitro. V. Ala- 
tron. 

K-LGK. f. Alga; botilhao, sar- 
gaço, seba, planta aquática. 
Alga, ce. 

Algaba. /. (ant.) Terra povoa- 
da de arvores. 

Algáceas. /. j^jí. Algaceas; fa- 
milia de plantas marinhas, 
que se parecem com a alga. 

Algáceo. adj. Algaceo; pare- 
cido com a alga. 

Algafita. /. V. Kv,patorio. 

Algaida./. V. Alhaida ou Mr- 
gano, planta: — (ant.) ma- 
tagal; logar cheio de mato: 
coílina de areia. Arence mo- 
hilis monticul'us. 

Algaido, da. adj. (And.) Co- 
berto de ramos de arvores. 
Tuguriolum, i. 



ALG 

Algajias. /. pl. (inus) Equi- 
pagem de soldado de caval- 
laria. 

Algalaba./. Dragontea ; norca 
branca, serpentaria, serpen- 
tina, herva. Vitis agrestis. 
V. /Silvestre. 

Algalia. /.V. Nueza, planta: 
— algalia, licor odorifero 
que se tira do gato de al- 
galia. Zihetum, i: — algalia, 
sonda de ¡jrata para a be- 
xiga. Fistula cliirurgica: — 
m. V. Gato de algalia. 

Algaliar, a. (ant.) Perfumai- 
com algalia. 

Algaubar. a. Trabalhar n'uma 
peça de madeira segundo 
um modelo de construcçâo 
naval. 

Algaliero, ra. s. (ant.) O que 
costumava andar perfuma- 
do, principalmente com al- 
galia. Fidveris odorata fe- 
lis propola. 

AlgaSa. /. V. Grama. 

Algar. m. (ant.) Álgar; cova, 
caverna. Spelunca. 

Algara./, (ant.) Algara; aven- 
tureiro que saia a cavallo 
para roubar em terras do 
inimigo. Froídator, oris: — 
¡oelle, casca fina, pellicula. 
Fellicula, ce: — (ant.) corre- 
ria, acção de ir roubar em 
terras do inimigo. 

Algarabía. /. AlgíU'avia; lin- 
guagem árabe. Arábica liii- 
gua : — (fig. fam.) a Igaravia, 
geringonça, aranzel, lingua- 
gem confusa. Tumultuarins 
clamor: — escripta ou falla 
inintellegivel. Intellectu res 
diijicilis: — eiqjlu-asia, plan- 
ta. 

Algarabiado ou Algakabido, 
m. (ant.) O que falla alga- 
i-avio. 

Algababio, ia. adj. (ant.) Al- 
garvio; natural do Algarve. 

Algarada./. Gritaria da gente 
que saía de repente ao ini- 
migo. Ilostilis clamor: — 
trabuco, ms,china de guerra 
para arrojar pedras. Balis- 
ta, (B. 

Algarda. /. (mil. ant.) Alvo- 
rada. 

Algareador. m. (ant.) V. Al- 
garero. 

Algarear. «. (ant.) Vozear, 
gi'itar. Vociferari. 

Algarero, ra. adj. (ant.) Gri- 
.tador, clamador. Tumultuo- 



ALG 



97 



sxis, a, wn: — m. (ant.) cor- 
redor em terras inimigas. 

Algarino, na. adj. Escondido; 
occulto em cavernas. In spe- 
cuhus abditus. 

Algarivo, va. adj. (ant.) In- 
justo; occulto. 

Algaroto. m. Algaroth; oxy- 
chloruro de antimonio, ou 
pó emético; é purgante e 
contra-estimulante. 

Algarrada. /. Acção de reco- 
lher os touros no touril cha- 
mado encierro. Tauros ad 
circum agere: — corada de 
novilhos, corrida de touros 
A vai'a larga. Taurorum 
aperto campo agitatio : — 
(ant.) V. Algarada, machi- 
na de guerra. . 

Algarroba./. Alfarroba; fru- 
cto : — alfarroba, arvore c 
fructo. Vicia sativa. 

Algarrobal. 7??. Logar plan- 
tado de alfarrobeiras. Ager 
siliquis consitvs. 

Algarrobera./. V. Algarrobo. 

Algarrobero, m. V. Algarrobo. 

Algarrobo, m. Alfarrobeira; 
arvore da familia das legu- 
minosas. Ceratonia siliqua. 

Alga va. /. (ant.) Selva cheia 
de arvores. 

Algavaro. m. Insecto de Hes- 
panha; tem meia poUegada 
de comprido e é negro. C'e- 
ramhix cerdo. 

Algazara. /. ^Algazara ou al- 
gazarra ; grito de guerra dos 
mouros. Hostilis clamor: — 
algazarra, barulho de vozes. 
Tumultuarins clamor: — 
(ant.) algazarra, tropa de 
mouros fazendo algazai'ra. 

Algazo, m. Porção de sargaço 
fluctuando. 

Algazül. m. Planta que nasce 
á borda do mar. Mesem- 
hryantlieum modiforiini. 

Algebra. /. Algebra; sciencia 
de calculo em que as letras 
do alphabeto representam 
luimcros. Algebra, a?, : — alge- 
bra; arte de restituir ao seu 
logar os ossos deslocados. 
Ars membra suo loco mota 
compingendi. 

Algebraicamente, adv. Alge- 
bricamente ; segundo as re- 
gras algébricas. 

Algebraico, adj. Algébrico ; 
pertencente á algebra, alge- 
braico. 

Algebriste. m. A Igelsía. Al- 



98 



ALG 



gehrce peritus : — algebista, 
algebrista, o que restabelece 
os ossos deslocados. Ossium 
comjMctor. 

Algebrizar, n. Algebrisar; ap- 
plicar-se á algebra, escre- 
ve-la. 

Algedo. m. Algedo; accidente 
na gonorrhéa virulenta. 

Algerife. m. Algerife-, rede 
grande para pescar. 

Algerífero. 771. Algerifeiro; o 
que pesca com o algerife. 

Algibista. m. Algebista ou al- 
gebrista. 

Álgida, adj. Álgida; especie 
de febre intermittente, per- 
niciosa. 

Algiro. 711. Algiras; lagarto 
que tem quatro riscos ama- 
rellos; é do genero dos la- 
certianos. 

AhGo. jjroji. e adv. Algo*, al- 
guma cousa, um quasi nada, 
um poucochinlio, um pouco. 
Aliquid. Aliquantulum. Algo 
ajerio nohace heradero (rif.); 
quem bem herda, bem gas- 
ta. Divitía mole parta: pa- 
ram proficivnt. Algo es que- 
so, 2^^'^^ se da 2)or peso(rif.); 
vale quanto pesa. Non niJiil 
est quidquid ponderi aut 
mensuren suhjicitur. Algo se 
ha de hacer para blanca ser 
(rif.); cada um deve cobrir 
seus defeitos. Arte natura 
corrigenda, (fam.) Ser algo 
que; valer alguma cousa. 
Esse aliquid. 

Algodón, m. Algodão; algo- 
doeiro : — algodão, cotão ma- 
cio que envolve a semente 
do ?i\goúoúvo.Gossypium, ti. 
Tener, meter o llevar á uno 
entre algodones, ou estar 
criado algodones ; ò meu 
Santo Antoninlio, onde te 
porei. Aliquevi molliiis quam 
par est eiiutrire. 

Algodonado, adj. Algodão cru. 

Algodonado, r)A.adj. Acolchoa- 
do. Gossypio fartus. 

Algodonal, m. Algodoeiro ; al- 
godoal. Zylon, et tellus gos- 
sypio consita. 

Algodonar, a. Encher de al- 
godão. , 

Algodonarse, r. Murchar a 
hortaliça. 

Algodonera. /. Algodoeiro das 
índias ; herva : — mulher que 
trabalha em algodão ou que 
o vende. 



ALG 

Algodonería./. Algodoal; al- 
godoaria: — arte de preparar 
o algodão. 

Algodonero, m. Algodoeiro ; 
arvore : — o que trabalha em 
algodão ou que o vende. Gos- 
syjjii mercator. 

Algodonosa. /. Planta pareci- 
da com algodão. Athanasia 
maritima. 

Algodonoso, adj. Felpudo : pe- 
nugento. 

Algofra./. Celleiro; casa para 
conservar cereaes. 

Algoideo. adj. (hot.) Parecido 
com a alga. 

Algóides. adj. Algoides ; pare- 
cido com a alga. 

Algol. m. Algol; cabeça de 
Medusa, estrella de segunda 
grandeza na constellação de 
Perseu. 

Algología./. Algologia; parte 
da botânica que trata das 
algas. 

Algologico. adj. Algologico; 
referindo-se ás algas. 

Algológo. m. Algologo; o' que 
estuda as algas. 

Algomago. adj. (Germ.JY. Ave- 
cindado. 

Algomeiza. m. (astr.) Estrella 
da primeira grandeza, na 
constellação do Cão. 

Algor. /. Frio da febre. 

Algorab. m. (astr.) Estrella da 
constellação do Corvo. 

Algorfa. /. V. Algofra. 

Algorín, m. (Arag.) Deposito 
para a azeitona verde. Cel- 
larium oleariíim. 

Algoritmio. /. Algorismo. V. 
Algoritmo. 

Algorítmico, adj. Algorith- 
mico; que resj)eita á algo- 
rithmia. 

Algoritmo, m. Algorithmo ou 
Arithmetica. Arithmetica, oe. 

Algokoba./. Algorova; arvore 
do Perú, da familia das le- 
guminosas. 

Algos, (myth.) Algos, a Dor, 
filha da Discordia. 

Algoso, sa. adj. Algoso ; cheio 
de algas. Algosus, a, um. 

Algrinal. m.. (ant.) V. Toca. 

Alguacil, m. Alguazil; bele- 
guim, meirinho. Apparitor, 
accensus: — de agua; forne- 
cedor de agua a bordo. Na- 
vis aquator: — dei campo; 
guarda das terras. Messium 
custos: — de la montería; 
administrador de caça. Be- 



ALG 

gice venationis administer: 

— de moscas; aranha domes- 
tica. Aranea domestica: — 
mayor; meirinho mór. Accen- 
sis et lictoribus prmfectus. 
Alguacil descuidado, ladro- 
nes cada mercado (rif) ;ondie 
não ha policia fazem os la- 
drões o que querem. Licto- 
rum negligentiam latronum 
frequentia sequitur. Cada 
U710 tiene su algtiacil; cada 
qual tem seu vigia. Suum 
quisque censor em habet. Des- 
calabrar al alguacil, y aco- 
gerse al corregidor; estar 
entre Scylla e Carybdes. In- 
cidit Í7i Scyllam, cupiens vi- 
tare Carybdim. 

Alguaciladgo ou Alguacilaz- 
go, m. (ant.) Emprego do 
alguazil. 

Alguacilejo. m. dim. de Al- 
guacil. 

Alguacilesco, adj. Próprio dos 
alguazis. 

Alguandre. adj. (ant.) Nada, 
cousa nenhuma. 

Alguanto, ta. pron. (ant.) V. 
Alguno. 

AlguÁquida. /. (ant.) V. Pa- 
juela, mecha para accender. 

Alguaquidero. m. (ant.) O que 
vende mechas. 

Alguarin. m. (p. Ar.) Quarto 
para deposito. Celhda ad 
utensilia domus concludenda: 

— (2). Ar.) a caixa onde cae a 
farinha que sáe da mó. Fari- 
na} receptacidum in pistrino. 

Alguarismo. m. (ant.)y. Gua- 
rismo, (ant.) V. Algoritmo. 

Alguarto. adj. Y. Alguno. 

Alguaza. /. (^j. Ar.) Couceira; 
gonzo, macha femea, leme 
cíe porta, bisagra. Cardo, 
inis. 

Alguazul. m. (bot.) V. Agua- 
zur. 

Alguese, tw. Berberís; planta. 
V. Agracejo. 

Alguien. 2J?-07^. Alguém. Ali- 
quis. 

Alguinalda. /. (ant.) Y. Guir- 
nalda. 

Alguinio, m. (ant.p. Ar.) Cesto 
vindimo. 

Algún, pron. ind. Algum: — 
tanto; um tanto. Aliquan- 
tiim, non nihil. 

Algunamente. adv. m. (ant.) 
De algum modo. 

Alguno, adj. (ant.) Y. Alguno. 

Alguno, adj. Algum, alguém. 



ALH 

Aliqids. Alguna vez, adv. 
alguma vez. 

Algunt. adj. (ant.) V. Alguno. 

Alguzaka. m. pi. (mil. ant.) 
V. Algazara. 

Alguzares. m. pi. Espias de 
campanha, exploradores.íJa:- 
plorator, oris. 

AlhÁbega. /. (p. Mure.) V. Al- 
òahaca. 

Aliiabor. m. (astr.) Alhabor; 
nome arábico da estrella Si- 
rio. 

Alhacena. /. V. Alacena. 

Alhackan. m. V. Alacrán. 

Alhacranera. /. V. Alacra- 
nera. 

Alhadida. (chim.) Oxydo de 
cobre. Cujirum vel ws iis- 
tum. 

Alhafia. /. (ant. fam.) V. Ala- 
fia. 

Alhagar. a. V. Halagar. 

Alhageme. m. (ant.) Barbeiro. 
V. Alfajeme. 

Alhago. m. V. Halago. 

Alhaite. m. (ant.) Joia. V. 
Joyel ou Joya. 

Alhaja. /. Alfaia. Id omne 
quod piretiosum tst, et orna- 
menti, fortasse etiam supcl- 
lectüis 7iomine continetur: — 
(ant.) cahedaX. Alhaja que tie- 
ne boca, ninguno la toca 
(rí/.^; ninguém gosta de cou- 
sa que lhe dê gasto. Qums- 
ttiosiim ijigmis nemo appe- 
tit. Buena alhaja; boa pe- 
ça. Non magno pretio pcr- 
midandus. 

Alhajar, a. Mobilar com al- 
faias ou moveis. Pretiosâ 
supellectile ornare, jxirare. 

Alhají. to. (bot.) Alhagí ou 
Agal ; arbusto da familia das 
leguminosas. 

Alhajieas. adj. f. pi. (bot.)F\a.n- 
tas leguminosas do genero 
aguí. 

Alhajix. m. (ant.) Bebida feita 
com as folhas do cânhamo. 

Alhajoz. to. (astr.) V. Alhayot. 

Alhajuela. /. dim. de Alhaja. 

Alhalme. to. (ant.) Túnica 
curta dos mouros. 

Alhama. /. (ant.) V. Aljama^ 
banho quente. 

Alhamar. m. (ant.) Cobertor 

encarnado. 
Alhame. m. (ant.) Y . Alambre : 

— V. Velo. 
Aluamega. /. V. Ga7narza. 
Alhamel. to. Besta de carga. 
Jumentum sarcinarium: — 



ALH 

arrieiro. Agaso vicinice de- 
serviens. 

Alhamería./. (ant.) Panno para 
véu e túnica de mulher. 

Alhandal. m. (pharm.) Colo- 
quintida; planta amargosa 
que serve para purgante. 
Colocynthis, idis: — V. Co- 
loquintida, fructo. 

Alhandaque. to. (aid.) V. Ca- 
nada. 

Alhania./. V. Alcoba: — (ant.) 
especie de colchãosinho: — 
(ant.) V. Alacena. 

Alhaonarse. r. (ant.) V. Dete- 
nerse, deter-se. 

Alhaqueque. to. (a7it.) Remi- 
dor de captivos. 

Alhaql'Í. to. (ant.) V. Alfaqui. 

Alhaquin. to. (ant.) Tecedor. 

Alharaca. /. Demonstração 
ruidosa. Clamor, vociferatio 
ex levi causa. 

Alharaquiento, ta. adj. Exa- 
gerado; que faz gi-ande de- 
monstração por pouca cou- 
sa. Temeré clamitans. 

Alhareme. to. (ant.) Alfareme ; 
touca com que se cobria a 
cabeça. V. Alfareme. 

Aliiargama. /. Arruda silves- 
tre. V. Gamarza. 

Aluavara. /. (ant.) Direito que 
se pagava para ter atafona. 

Alhayot. to. (astr.) Alhayot; 
estrella da constellaçào do 
Cocheiro. 

Alhelca ou Alhelga. /. (ant.) 
Argola, azclha: — separa- 
ção entre os dentes. 

Alhelí, to. Goiveiro; planta 
crucifera. V. Alelí. 

Alhelme. to. (ant.) \ . Alhalme. 

Alheltjt. to. (bot. ant.) V. Ro- 
ble. 

Alheña. /. (bot.) Alfeneiro ; ar- 
busto da familia das jasmi- 
neas e da decaudria mono- 
gynia de Linneo. Latisonia 
inermis. V. Azumbar, duril- 
lo: — flor de alfeneiro. Li- 
gustrvjm, i: -^ pó de alfenei- 
ro ; é feito das folhas do mes- 
mo arbusto. Ligustrimis pul- 
vis: — molestia das espigas. 
V. Roya ou tizón: Molido 
como una alheña ou hecho 
alheña; moído de cansaço. 
Valde lassus, defatigatus. 

Alheñar, a. Tingir com pó de 
alíeneho. Ligustrinis ptdvis- 
culis fucare: ■ — r. (ant.) tin- 
gir-se. V. Arroyarse. 
Alherce. to. (bot.) V. Alerce. 



ALI 



99 



Alho. to. Pau para moer arroz 
nas Filippinas: — peixe do 
mar das Filippinas. 

Alhócigo, (bot. ant.) Pista- 
cheiro. V. Alfónsigo. 

Alhoja. /. (zool.) Especie de 
Calhandra. V. Alondra. 

Alholí, Alholia. to. (ant.) V. 
Alfolí. 

Alholva. /. Feno grego ou al- 
forva, planta da familia 
das leguminosas papilona- 
ceas. Trigonella, fcenum 
grcecmn: — alforva, semente 
da mesma planta. 

Alholla. /. (ant.) Y. Alfolla, 

Alhombra. /. (a?it.) Alfombra. 
V. Alfombra: — (med. ant.) 
en^crmidaáe.Y . Alfombrilla. 

Alhombrar. «. (a7it.) Y. Alfom- 
brar. 

Alhombrero. to. (ajit.) Y. Al- 
fombrero. 

Alhoncego. to. (bot.) Y. Alfón- 
sigo. 

Albóndiga. /. Armazém, cel- 
leiro. JEdes publicce merca- 
turas frumentarios exercen- 
do. 

Alhondiguero. to. Guarda do 
celleiro publico. Horrei pu- 
blici custos. 

Alhonsigo. m. (ant. bot.) Y. Al- 
foiisigo. 

Alhonsol. to. (bot.) Cebolla al- 
barrã. 

Alhorí, Alhoriz. to. (ant.) Y. 
Alfolí. 

Alhorma. /. Campo militar do3 
mouros. Maurorum castra. 

Alhorre, m. Humor negro; 
molestia das creanças recem- 
nascidas. Meconium, excre- 
menta prima ab infantibus 
emissa. Yo te curaré el ahor- 
re (fam.); eu te ensinarei. 
Vapulabis. 

Alhorza. /. (ant.) Y. Alforza. 

Alhósigo, Alhostigo. /. (ant., 
bot.) Y . Alfónsigo. 

Alhoz. to. (ant.) Y. Alfoz. 

Alhucema./. V. Espieglo, plan- 
ta e flor. 

Alhumajo, to. Folhas de pi- 
nheiro. Pini folia. 

Alhurrea, Alhurreca./, (ant.) 
Escuma salgada, algodão da 
canna. 

Alí. ???. Tres cartas iguaes no 
numero e na figura. Sors 
qua'dam in chartarum ludo. 

Aliabierto, ta. adj. De azas 
abertas. Alis patcns. 

Aliaca. /. (ant.) Y. Ictericia. 



100 



ALI 



Aliacán, m. Ictericia; tericia, 
clilorosis, fluxo branco. lete- 
ricus morbiis. 

Aliacanado, da. adj. Icteri- 
ciado; que padece de icteri- 
cia. Ictericus, a, um. 

Aliáceo, aclj. (bot.) Alliaeeo, 
parecido com o alho : — adj. 
2^1. alliaceas, tribu de plantas 
liliáceas. 

Aliacuan. m. (med. anl.) V. 
Ictericia ou Aliacán. 

Aliado, da. adj. Alliado, fede- 
rado ou confederado. Fcede- 
ratus, a, um. 

Aliaga. /. Junco, tojo, giesta, 
jjlanta leguminosa de folhas 
pequenas e flores amarella- 
das. Ulex, icis. 

Aliagak. 111. Juncal; logar plan- 
tado de juncos. Locus ulici- 
bus f requerís. 

Alialí. (gemi.) Genio. 

Aliama. /. (ant.) V. Aljama. 

Aliana./. (ant.) Relógio do sol. 

Alianza. /. Alliança; confede- 
ração. Foedus, us: — allian- 
ça, pacto, convenção. Pa- 
ctum, conventio: ■ — ■ alliança, 
connexão ; parentesco. J._^7iz- 
tas, consanguinitas. 

Alianzarse. r.(ant.)Y. Aliarse. 

Aliara. /. Chifre de boi, ser- 
vindo de vasilha. Vas cor- 
neum. V. Cuerna. 

Aliaria. /. Alliaria, escordio; 

planta crucifera com folhas 

cordiformes e flores brancas 

e pequenas; tem cheiro de 

. alho. Erysimum alliaria. 

Aliarse, r. Alliar-se; unir-se. 
Inire foedus, consociari: — 
colligar-se; associar-se. So- 
ciari. 

Alias. adv. Alias; de outra 
guisa, de outra sorte, diver- 
samente. Alias, alio nomine. 

Aliat. m. (astr) Aliath ; nome 
da primeira estrella da cau- 
da da Ursa Maior. 

Aliates. m.(myth) Aliates, pae 
de Creso e rei de Lydia. 

Alibamt3an. m. (bot) Alibam- 
ban; arvore das Filippinas, 
cuja folha serve para tempe- 
rar a comida. 

Alibania. /. (comm.) Alibania; 
jianno de algodão das índias 
urientaes. 
AniiERTiA. /. (bot) Alihertia, 
plantas rubiáceas da Guiana 
franceza. , 

Alibi. m. (jur) Alibi; em ou- 
tra parte; provar o accu- 



ALI 

sado que se achava distante 
do logar em que se commet- 
teu o crime. 

Alibilidad. /. (i)hys.) Alibili- 
dade; propriedade nutritiva. 

Alible. ad;j. (x>^íys) Alibile; 
o que é capaz de nutrir ou 
alimentar. 

Alibok. m. (bot) Alibou; ge- 
nero de plantas herbáceas 
da America. 

Alibour. (chim.) V. Agua de 
Alibour. 

Alibufier. m. (chim. ant) V. 
Estoraque. 

Aliga. /. dim. de Ala. Azinha. 

Alica. /. Alica; bebida dos ro- 
manos. Pitrgatorium ex ali- 
ca pulmentum: — especie 
de trigo. Alica, ce. 

Alicaído, da. adj. De azas aba- 
tidas. iJcmissus alis: — (fig. 
fam.) fraco, abatido. Graci- 
lis: - — desafortunado. Viri- 
bus aid fortuna dejectus. 

Alicántara. /. Alicántara; la- 
garticha, cuja mordedura é 
mortal. Lacerta geko. 

Alicante, m. Especie de co- 
bra. 

Alicantina. /. (fam) Alican- 
tina, astucia, treta. Vers-ii- 
tia, calliditas. 

Alicantino, na. adj. Alicanti- 
no ; natural de Alicante, ci- 
dade de Hespanha. Illicia- 
niis, a, um. 

Alicatado, m. Forro de azule- 
jos. Pictis latercnlis ornatns. 

Alicates, m. ])l. Alicate ; pinça 
para trabalhar em metaes. 
Parva forseps. 

Alicbangon. m. Alicbangon ; 
planta de folhas alternas, 
A-ellosas e ovadas ; é boa para 
alliviar* as molestias dos 
olhos. 

Aliceles. m. (chim. ant.jY. Al- 
citeles. 

Alicer, m. (ant) V. Alizar. 

Alices. /. pi. Alices; manchas 
que apparecem antes das be- 
xigas. 

Aliciente, adj. Attractivo ; in- 
centivo, causa, motor. Inci- 
tamentum, invitamentum: — 
m. engodo. 
Alicionar. a. (ant.) Leccionai". 

V. Aleccionar. 
Alicon. m. Alicon; séptimo céu 
dos mahometanos, para onde 
o anjo Azael conduz as al- 
mas dos justos. 
Aliconda. /. (bot.) Aliconda; 



ALI 

arvore da Nigi'icia, cuja fru- 
cta ó parecida com o coco. 

Alicornio. m. (zool) Alicorne, 
alicornio ou unicornio.V. Si- 
noceronte. 

Alictera. /. (bot.) Alictera; 
planta da America. 

Alicuanta, adj. (math.) AH- 
quanta. 

Alicubcub. m. (prov.) Laço 
para apanhar pássaros no 
ninho. 

Alícula. /. Ali cuia; chlomy- 
de, certa túnica romana. 

Alicularia./.(?»oí.J Alicularia; 
genero de plantas hepáticas. 

Alícuota, adj. Aliquota ; quan- 
tidade que se contém em ou- 
tra um certo numero de ve- 
zes. 

Alicuta. /. (zool.) Alicuya; in- 
secto do Perú nocivo ao 
gado. 

Alidada. /. (math.) Alidadz; 
régua móbil. Regula versa- 
tilis. 

Alidas. adj.pl. (Jiist) Alidas; 
nome dos califas cujo chefe 
foi Ali, primo e gem'o de 
Mafoma. 

Alido. m. (zool.) Alydo; ge- 
nero de insectos hemi^steros. 

Alidona./. Alidona, pedra que 
se acha no ventre da ando- 
rinha. Hirundinus lápis. 

Alidra. /. (zool.) Alidrás; co- 
bra branca. 

Aliebruha. /. (bot. ant) V. 
Mandragora. 

Aliemini. m. (astr.) Aliemini; 
nome com que se designa a 
estrella Syrio. 

Alienable, adj. Alienavel. 

Alienación./, (ant.) Alienação. 
V. Enajenación. 

Alienar, a. (ant.) Alienar: — 
r. (ant) distrahir-se, perder 
os sentidos. 

Aliende. adv. (ant.)Y. Allende. 

Alieníjena. adj. (ant.) Estran- 
geiro. 

Aliento. 7H. Anhélito, hálito, 
alento, respiração. Halitus, 
respiratio : — m. alento, vi- 
gor, esforço, valor. Fortitu- 
do, virtns. De un aliento; 
de um sopro. Uno halitu, in- 
cunctanter. 
Alier. m. (ant. naut.) Soldado 
de marinha que defendia o 
costado das galés. Ad navis 
latera collocatus miles: — 
(ant.) o remeiro. 
Alifa. m. Canna de assucar 



ALI 

de dois amios iiii costa de 
Malaga. 

Alifafe, m. Alifafe; inchaço 
nas curvas dos cavallos. Tu- 
mor aquosus in cruribus ju- 
inentorum eiiascens: — mo- 
lestia habitual. Invaletuão, 
inis. 

Alifar. a. (Mure.) Polir; ali- 
8ar. Perjjolire. 

Alifara. (Ar.) Patente; me- 
renda que costumam ¡oagar 
os artistas, quando sào ad- 
mittidos em alguma officina. 
Convivhim, merenda. 

Alífero, ra. aâj. Alígero, cjue 
tem azas. 

Aliforme, aãj. Aliforme, que 
tem forma de azas. 

Aligación. /. (lihys.) Liga de 
metaes. Alligatio, annexio. 

Aligador, m. Alligator; espe- 
cie de crocodilo. 

íVligamiento. m. Ligamento; 
acção de ligar; uniào, junc- 
ção. Annexio, connexio. 

Aligar, a. Ligar; atar. Alli- 
cjare: — (fifh) obrigar, em- 
penhar. OhUf/are, heneficiis 
devincere. 

Aligasin. m. (zool.) Mugem pe- 
queno. 

Alígato. m. (p. Philip.) Pau- 
la que salta envolta em fu- 
mo. 

Aligena. /. Aligena; sobreno- 
me de Venus. 

Aliger. ?í2. (ant.) Copos da es- 
pada. 

Aligerado, da. (tdj. Aligeira- 
do, alliviado, alijado. 

Aligeramiento, m. AUivio; de- 
sp.íogo.Allevatio, exoneratio. 

Aligerar, a. Aligeirar, alli- 
viar, descarregar. Exonera- 
re, levem reddere: — miti- 
gar, applacar, adoçar. Lejii- 

' re, mitigare: — (mar.) alli- 
jar, descarregar: — abre- 
viar, accelerar. Properare, 
festinare. 

Aligero, ra. adj. (poet.) Alige- 
ro, alado : — (fig.poet.) veloz, 
ligeiro. Aliger, era, ernm. 

Aligonero. m. V. Almez. 

Aligonia. /. (min.) Aligonia; 
reciprocidade dos ângulos 
de um crystal. 

Alígono. adj. ('??i¿n.J Aligono; 
de ângulos recíprocos. 

Aliguí. ?H. (p. Philip.) Gordura 
de caranguejo. 

Aligustre, m. V. Ligustro oii 
Alheña. 

14 



ALI 

Alihon. m. (p. Philip.) V. Sal- 
via. 

Alijador, ra. s. Alijador. Exo- 
nerator: — separador; o que 
separa o algodão da casca e 
da semente. Qui gossypion 
à granis jJiirgat. 

Alijar, a. Alijar o navio. Exo- 
nerare: — separar o algo- 
dão da casca e da semente. 
Gossypjii lanvginem à sem ine 
divellere: — 7n. (agr.) char- 
neca. Terra inculta: — [(ant.) 
V. Ejido. 

Alijarar, o. Dividir os ter- 
renos incultos para os sur- 
ribar. Agros incidtos divide- 
re, ut excolaãiur. 

Alijarero, m. O que cultiva 
uma charneca. Cultor in- 
arati agri. 

Alijariego, GA. adj. Perten- 
cente á charneca. 

Alijerador. adj. AHgeirador. 

Alijeramiento. m. V. Alige- 
ramiento. 

Alijerar. a. Aligeirar; abre- 
viar. 

Alíjero, ra. adj. Aligero; ve- 
loz: — ^jZ. (myth.) alígeros; 
sobrenome dos deuses ala- 
dos, como Mercurio, os Amo- 
res, etc. 

Alijo. m. Alijamento de na- 
vio. Exoneratio, onis: — 
forzado (naut.); alijamento 
obrigado; alijar acarga^íor 
causa de temporal. 

x\lilaila. /. (fam.) V. Lilaila. 

Alilat. (myth.) Alilat; nome 
sob o qual os árabes ado- 
ravam a lua. 

Alilaya. /. Qj. Cuha.) Escusa 
frivola. V. lÂlaikC. 

Alilis. m. (p. Philip>.) Mel 
para temperos. 

Alilitan. m. (boi.) Alilitan; 
planta trepadeira cujas fo- 
lhas servem para curar a in- 
chação. 

Alilongo. adj. (zool.) Alilon- 
go, amplijDenne; que tem azas 
grandes e largas. 

Alilla. /. Barbatana de iieixe. 

Alimáceas. /. jü. (bot.) Ali- 
maceas; familia de plantas 
da classe das monoperigy- 
neas, de folhas pecioladas, de 
flores em forma de espigas, 
e com cálix de seis sépalos. 

Alimalia. /. (ant.) Alimária, 
animal quadrúpede. • 

Alimango. m. Caranguejo mui- 
to grande. 



ALI 101 

Alimania. /. (ant.) Animal ; 
besta. 

Alimanisco, ca. adj. (ant.) V. 
Alemanisco. 

Alimaña./, (ant.) Animal qua- 
drúpede: — ■ pequeno animal 
feroz indómito e carniceiro. 
Fera, bellua, bestia. 

Alimara. /. (ant.) V. Ahuma- 
da. 

Alimasag. m. Alimasag ; ca- 
ranguejo pequeno com pin- 
tas azues e brancas. 

KLu.iÁ.YX.f.(p.Pliilip.) Cabo da 
lança. 

Alimbat. to. (pharm. ant.) Te- 
rebinthina de pinheiro. 

Alimboyoguin. m. (p. Philip.) 
Gallo, que tem os pés pardos 
e asj azas salpicadas de ne- 

gTO. 

Alime. m. V. Ulema. 

Alimentación. /. Alimentação. 
Alimcntorum pi'cebitio. 

Alimentar, a. Alimentar, nu- 
trir. Alere, poseeré : — r. ali- 
meutar-se : — sustentar. Ale- 
re, sustentare, alimentaprce- 
bere. 

Alimentario, m. V. Alimen' 
tista. 

Alimentício, cia. adj. Alimen- 
ticio, substancial. Alimenta- 
rius, a, um. 

Alimentista, s. Pensionario 
Alimentarius, a, um. 

Alimentividad. /. (phren.) Ali- 
mentividade; faculdade in- 
stinctiva, em virtude da qual 
os animacs buscam o que 
lhes convém j^ara sua nutri- 
ção : — alimentividade ; o 
órgão correspondente a esta 
faculdade. Os phrenologos 
collocam-no nas fossas zygo- 
maticas, precisamente debai- 
xo do órgão da acquisi\ñdadc 
e diante do da destructivi- 
dade. 

Alimento, m. Alimento, nutri- 
ção, sustentação.^lZ/me«í«í??, 
pahulum : — pasto ; o que 
serve para manter os corpos 
insensíveis que necessitam 
de mantimento ou substan- 
cia, como o fogo, os A^egctaes, 
etc. Pabuhim : — (fig.) fomen- 
to; applica-se á s cousa s incor- 
póreas, como ás virtudes, vi- 
cios, paixões e aíFectos da al- 
ma. Eomentum, i: — pensão 
que dá o ¡jae aos filhos; os 
possuidores de morgados a 
seus irmãos, ou ao parente 



102 



ALI 



que é immediato successor. 
Alimenta, orum. 

Alimentoso, sa. adj. Alimen- 
toso, nutritivo. Ntdritorius, 
a, um. 

Alimestae-baschi. m. Alimes- 
tar-baschi; nome que se dá 
na Turquia ao oíficial encar- 
regado de guardar as tendas 
e pavilhões do sultão. 

Alimnia. /. (hot.) Alimnia; 
planta da familia das com- 
pósitas: — V. Polimnia. 

AxiMo. ni. (hot.) Alimo; arvore 
parecida com a oliveira, que 
cresce á borda do mar entre 
as rochas. V. Orgaza, plan- 
ta: — (zool.) alimo; genero 
de crustáceos estomapodos, 
que se acham nos mares de 
África, das Indias c da Nova 
Hollauda. 

Alimoche, m. (zool.) Alimoche; 
abutre de cabeça branca. 

Alimoranin. m. (p. PMlvp.) Ali- 
moranim ; cobra grande. 

Alimósina ou Alimosna./. (ant.) 
Esmola. V. Limosna. 

Alimosnar. a. (ant.) Esmolar. 
V. Dar limosna. 

Alimpiadamente. adv. (ant.) 
Limpamente. V. Limpia- 
mente. 

Alimpiadero. m. (ant.) Limpa- 
douro ; logar por onde se lim- 
pa alguma cousa. 

Alimpiador, ra. s. (ant.) V. 
Limpiador. 

Alimpiaduea. /. (ant.) V. Lim- 
piadura. 

Alimpiamiento. m. (ant.) Alim- 
pamento, alimpadura. 

Alimpiau. a. (ant.) V. Lim- 
piar. 

AtiMFiATivo,vA.o(í/.(a?íí.JAlim- 
pativo ; o que é próprio para 
alimpar alguma cousa. 

Alindadamente, adv. (ant.) V. 
Lindamente. 

Alindado, da. adj. (ant.) Alin- 
dado ; lindo. V. Lindo. 

Alindar, a. Limitar; determi- 
nar os confins de urna her- 
dade. Terminare fines agro- 
rmn: — (ant.) alindar; fa- 
zer lindo : — alindar, aper- 
feiçoar: — 71. Y. Lindar. 

Alinde, m. (ant.) Aço de espe- 
lho. 

Alineación. /. Alinhamento. 

Alinear, a. Alinhar. Hecto or- 
dine collocare, disponer e. 

Alingaongao. m. (p. Philip.) 
AlÍDgaongao; mosquito que 



ALI 

se cria junto ás cubas de 
vinhos azedos. 

Alixsanay. m. (bol.) Alinsanay ; 
plátano silvestre que cresce 
nas Philiíjpinas. 

Aliñadísimo, ma. adj. sup. de 
Aliñado. Alinliadissimo. Or- 
7iatissimiis, politissimiis , ele- 
gantissimus. 

Aliñador, ora. Alinhador, ade- 
recador. Poliens, ornans : 
— (ant.) administradoi-, exe- 
cutor. 

Aliñamiento.?«. (ant.)V. Aliño. 

Aliñar, a. Alinhar, adereçar, 
embellezar. Or?iare.- — (ant.) 
dispor, prevenir: — (ant.) 
governar, administrar : — 
guisar. Condire. 

Aliño, m. Alinho, ordem, lim- 
peza. OrnatuSjUs: ■ — instru- 
mentos agrícolas: — alinho, 
disposição, apparato. ApjM- 
ratns, tis. 

Aliñoso, sa. adj. (ant.) Adere- 
çado, disposto : — (ant.) cui- 
dadoso, applicado. 

Aliocab. «z.fc/i/ín.jAliocab; hy- 
droehlorato de ammoniaco. 

Alioj. m. (ant.) V. Mármol. 

Ali-oli. m. (prov.) Ã\i-o\\\ mo- 
lho que se faz, machucando 
alho misturado com azeite, 
até formar urna niassa pa- 
recida com um bolo de man- 
teiga. 

Alionia. /. Çoot.) Alionia ; ge- 
nero de plantas nictagineas, 
a que serve de tj'po a alio- 
nia violácea. Deu-se-lhe este 
nome cm honra do botánico 
Alioni. 

Alionin. m. Melharuco azul ; 
pássaro de umas tres poUe- 
gadas de comprido, com o 
corpo pardo, as azas azues es- 
caras, com as bordas das pen- 
nas exteriores brancas e a 
cabeça azul e malhada de 
branco. Parus coTuleus. 

Alionise. m. Aliouise ; ave. 

Alioprosallos. adj. (mytJi.) 
Alioprosallos ; significa in- 
constante. Davam este nome 
a Marte, como deus commum 
de dois exércitos inimigos, fa- 
vorecendo ora um, ora outro. 

Aliot. m. (astr.) Alioth; uma 
das estrellas da ursa maior, 
que serve para conhecer a 
altura do polo. 

Aliox. m. (min. ant.) V. Már- 
mol. 

Aliparó. m. (hot.) Alipai'ó ; ar- 



ALI 

vore espinhosa de sete a oito 
varas de altura, e de madei- 
ra duríssima, que cresce nas 
Philippinas, e serve aos in- 
dígenas para pilares de suas 
casas. A sombra d' esta ar- 
vore é i^rejudicial, e seu tron- 
co deita um sueco lácteo. 

Alípede, adj. (poet.) Alipede; 
que tem azas nos pés. Alipes, 
edis: — (zool.) alipede, ani- 
niaes de patas membranosas, 
como as dos morcegos. 

Alípeno, na. adj. (med .ant.) Ali- 
penno; qualiíicam-se assim 
todas as substancias medici- 
naes seccas c sem goi-dura, 
destinadas ás applicaçòes 
externas. 

Alipí. adj. (germ.) V. Limpio. 

Alipiar. a. (germ.)Y. Limpiar. 

Alipio, a. adj. (germ.) V. Lim- 
pio. 

Alipo. m. Alypo; genero de 
jilantas globulares. 

Alipta, Alipte ou Alipto. s. 
(ant.) Alipte ; o que untava 
com azeite ou perfumes os 
atliletas, os enfermos ou os 
que se banhavam. 

Alipterio. m. (ant.) Alipterio; 
sala onde se perfumavam os 
que saíam do banho: — - si- 
tio onde se untaA'am com 
azeite os athletas. 

Alíptica./. (ant.) Aliptica; arte 
de untar o corpo com certas 
substancias para manter a 
sua^^dade e brandura da 
pelle e a saúde. 

Aliquebrado. ací/.Aliquebrado ; 
com as azas quebradas. Fra- 
ctis, confractís alis: — (fiff-) 
enfraquecido. Fractus ani- 
mo, morbo, labore, etc. 

Aliquebrar, n. Caçar patos bra- 
vos ou adens : — a. caçar, 
quebrando as azas a uma ave 
de rapina. 

Aliquidar. a. (ant.) Liquidar, 
aclarar. Examinare, discu- 
tere. 

Aliron. m. (prov.) V. Alon. 

AuROTio. m. (myth.) Alirotio ; 
filho de Nejjtuno, que se fe- 
riu mortalmente ao cortar as 
oliveiras dos arredores de 
Athenas, consagradas a Mi- 
nerva, por quem seu pae ha- 
via sido veucido. 

Alisa. /. (hot.) O fructo do 
amieiro; come-se em alguns 
logares de França, e empre- 
ga-sc ás vezes contra a diar- 



ALI 

rh«a: — (myth.) Alisa; fonte 
da, Arcadia, que tinha a pro- 
priedade de curar as morde- 
duras dos cães damnados. 
Amsadok, EA. «.Alisador ou poli- 
dor ; o que alisa. Politor, oris : 
— alisador; instrumento de 
encadernador: — pá; instru- 
mento de cerieiro. Ferramen- 
tvm fabrile que poliimtnr can- 
deia}. 
Alisadura. /.Alisadura, bruñi- 
dura, polidura ; acção de polir 
ou alisar, rolitio, onis : — ca- 
vacos, estilhaços, que ficam 
da madeira ou pedra (|ue se 
alisou. Se.gvicn, assvkr, ra- 
mentum. 
Alisamiento. m. V. Alisadura, 

acção de alisar. 
Alisak. a. Alisar; brunir. Per- 
polire, Icevifjare : — m. amial ; 
logar jilantado de amieiros. 
Locus alnis consitus. 
Aliseda. /. Amial ; sitio plan- 
tado de amieiros. V. Alisar, 
Lncns alnis consitvs. 
Aliselminto. m. (zool.) Alysel- 
minto; genero de tenia, sem 
tromba uem coroa de presas, 
de massa encephalica, mui 
perceptível c provida de qua- 
tro chupadores profundos. 
Alíseos, adj. x>l- (phys.) V. Ali- 
sios. 
Alisferia. /. (hof.) Alyspheria ; 

planta, especie de liclion. 
Alísia./, (zool.) Alysia; gene- 
ro de insectos da ordem dos 
hymenopteros, familia dos 
ichneumonides. 
Alisicarpo. m. (hot.) Alysiear- 
po; genero de plantas legu- 
minosas, sub^ordem das pa- 
pilionaceas, que comprehen- 
de dezenovc especies próprias 
das regiões inter-tropicaes 
do antigo continente. 
Alisidio. m. (Jjot.) Alysidio; ge- 
nero dccogumellos, cujo typo 
é o alysidio aleonado ou ful- 
vo, que se acha no tronco apo- 
drecido dos salgueiros, e cu- 
jos filamentos são rectos, sim- 
ples, transparentes e articu- 
lados. Persoon reuniu este 
genero ao acrosporo. 
ALisÍNEO,NEA.a(f/.('èo!'.)Alysinio; 
diz-se da planta parecida com 
o al3^son: — /.^^. alysineas; 
tribu de plantas estabeleci- 
da por De-Candolle na fa- 
milia das cruciferas. 
Alísio. ?m. (hot.) Alysio ; gene- 



ALI 

ro inonotypo da família das 
ficcas, creado pelo botânico 
sueco Agaixlh para uma es- 
pecie de alga do Brazil : — 
(myth.) Alysio; nome grego 
de Júpiter e Baccho. 

Alísios, m. pi. Alisios; ventos 
de éste, que reinam entre os 
trópicos. 

Alisma./. (hot.) A lisma ; planta. 
Alisma, ce. 

Alismaceo, cea. adj. Alismaceo ; 
parecido com a alisma. 

Alismo. m. (meã.) Inquietação, 
anciedade; perturbação do 
animo. 

AliskÓideas. /. pi. Alismoi- 
deas; nome dado por Vente- 
nat em seu Quadro do reino 
vegetal aumafamiliade plan- 
tas que formou, sejjarando da 
familia dos juncos de Jussieu 
os géneros desprovidos de en- 
dospermo; mas, sendo estes 
géneros mais bem estudados 
por Richard, vieram depois 
a constituir tres familias dis- 
tinctas : as alismaceas, as bu- 
tumaceas e as juncagineas. 

Alismorqüis. m. (hot.) Alismor- 
chis; typo do genero centro- 
sia ou calanta, na familia das 
orchideas. 

Aliso. m. V. Ahediã, arvore: 

— alyso; planta da altura 
de tres pés, e cheia de ramos, 
com as folhas brancas ama- 
relladas pelo inverso, semea- 
das de picos; suas flores são 
brancas. O fructo é uma va- 
gem quasi redonda. 

Alisoides. adj. (hot.) Alysoide ; 
parecido com o alyson. 

Alisóideo, DEA.arf;. (bot.) A\j?,o\- 
deo; parecido com o alyso. V. 
AUsineo. 

Alison. m. (hot.) Alyson; ge- 
nero de plantas cruciferas: 

— (zool.) alyson; genero de 
hymenopteros. 

Alisongeador. s. (ant.) Lison- 
jeador, enganador. 

Alistado, da. adj. Listrado. Vir- 
gatus, a, um. 

Alistador, ra. adj. Alistador. 
Annotafor, iu commentarium 
referens. 

Alistamiento, m. Alistamento. 
Adscriptio, onis. 

Alitaptapa. /. (p. Philip).) V. 
Luciérnaga. 

Ai.í&TA-R.a.Ali^tãv.Aliquemcon- 
scrihere : — prevenir, aprom- 
ptar, apparelhar, dispor. Pa- 



ALI 



103 



rare, prmp)arare, in prom- 
ptu habere. 
Alitarca. m. (h. ant.) Ali- 
tarca; nome dado pelos na- 
turaes da Eolia ao chefe dos 
mastigoforos. 
Alitarquia. /. (li. ant.) Ali- 
tarchia; entre os eolios o em- 
prego de alitarca. 
Alite. m. (zool.) Alite; genero 
de reptis batracios, da fa- 
milia dos ranoideos, com- 
muni no norte de Hespanha, 
assim como em França, Suis- 
sa e Allemanha. Wagner foi 
quem estabeleceu este ge- 
nero, que estava comprehen- 
dido entre os sapos, do qual 
diversifica em que o alite 
tem dentes na mandíbula 
superior e no paladar. Sua 
voz, que se faz ouvir fre- 
quentemente nas formosas 
noites do verão, assimilha-se 
ao Som de uma campainha 
de Aàdro. Chama-se vulgar- 
mente comadrón, porque ar- 
-recada os ovos que a fêmea 
pôe em forma de rosario, 
adherc-os a seus músculos, 
leva-os, e deposita-os em bu- 
racos subterrâneos, onde per- 
manecem até seu completo 
desenvolvimento; depois le- 
va-os á agua onde se abrem. 

Aliteración./. Alliteiação ; re- 
petição das mesmas letras 
e das mesmas syllabas. V. 
Paranomasia. 

Aliterio. adj. (myth.) Aliterio; 
cognome das divindades vin- 
gadoras. 

Alítero, RA. adj. (myth.) Alífe- 
ro; sobrenome que os gregos 
deram a Júpiter e Ceres, por- 
que durante a fome impedi- 
ram que os moleiros guar- 
dassem o trigo c fizeram com 
que o moessem todo. 

Alitierno. m. (i)roi\) V. La- 
dierno. 

Alitospora. m. (bot.) Alytos- 
porio; genero de cogumel- 
los. 

Alitronco. m. (zool.) Alitron- 
co; segmento posterior do 
tronco dos insectos, ao qual 
se une o abdomen e adhe- 
rem as patas posteriores e 
as azas. 

Alitúrgico, ca. ad/j. (ant. rhet.) 
Aliturgico; dizia-se dos dias 
em que a igreja catholica 
não tinha officio próprio. 



104 



ALJ 



Alivas. 9«. (zool.i}. Fhilip.JY. 
Mono. 

Aliviadísimo, ma. culj. sup. de 
Aliviado. Valdè levatus. 

Aliviado, A. arfj.Alliviado 5 des- 
opprimido. 

Aliviador, ra. s. Alliviador. 
Levans, levamentum i^"""^' 
bens, exonerans: — (germ.) 
ajudante, alliviador ; ladrão 
que recebe o furto que outro 
faz e foge com elle para que 
o nao apanhem. 

Aliviamiento. m. (ant.) V. Ali- 
vio. 

Alivianar, a. (ant.) V. Aliviar. 

Aliviar, a. Àlliviar. Levare: 
— el paso ; retardar o passo. 
Properare, decelerare gra- 
dum. 

Aliviativo, VA. adj. Lenitivo; 
que é capaz de produzir al- 
gum allivio. 

Alivio, m. Allivio. Lcvamen, 
inis : — (Germ.) i^rocurador. 

Alix. /. (bot.) Alix ; genero de 
arbustos da familia das com- 
pósitas, reunido ao genero 
psyadia. 

Alixakes. m. pi. V. Alijares: 
— casa de campo ou de re- 
creio. 

Alixia. /. (bot.) Alyxia ; gene- 
ro de plantas apocyneas. 

Alizace. m. (ant.) Valia para 
fundar os alicerces de algum 
edificio. 

Alizar, m. Forrar de azulejos. 

Alizari. m. Raiz de rubia sec- 
ea para tingir o panno de 
encarnado. 

AlizÁrico, ca. adj. (chim.) Ali- 
zarico ; acido um tanto fraco 
que se extrahe da alizarina. 

Alizarina./. Alizarina; mate- 
ria corante encarnada que 
se extralie da rubia. 

Aljaba./. Aljava; caixa larga 
em cima e estreita em bai- 
xo, onde se mettiam flechas, 
e que se levava pendurada 
aos hombros: ainda se con- 
serva em algumas nações. 
Pharetra, ce. 

Aljabibe. m. (ant.) V. Ropave- 
jero. 

Aljacuan. m. (ant.) V. Púr- 
pura. 

Aljadrez. m. Xadrez; grades 
de pau sobre a escotilha. 

Aljafana. /. V. Aljofaina. 

Aljama./. (ctní.J Judiaria; bair- 
ro de judeus : — sjmagogados 
judeus. Sinagogcíjudceorum. 



ALJ 

Aljamado. m. Habitante do 
bairro dos judeus. 

x\ljami. m. (ant.) O que falla- 
va a lingua árabe corrom- 
pida. 

Aljamía. /. (ant.) Linguagem 
árabe corrompida que falla- 
vam os mouros de Hespa- 
nha: — nome que os mouros 
davam á lingua castelhana. 
Hispana lingua. 

Aljamiado, da. adj. (ant.) O que 
fallava a lingua árabe cor- 
rompida. 

Aljarafe, m. (p. And.) Oli- 
val extenso. — (adm. ant.) 
contribuição que se pagava 
em certos pontos da Anda- 
luzia, e consistia na dizima 
do azeite, da azeitona e dos 
figos que entravam no po- 
voado. 

Aljaraz. m. (ant.) Campainha 
ou choca. 

Aljarfa ou Aljarfe. /. V. Co- 
po, parte mais espessa da 
rede. Retis spissior ptars. 

Aljebena. /. (Murc.)N. Aljo- 
faina. 

Aljebra. m. (math.) Algebra; 
sciencia que considera as 
quantidades de uma manei- 
ra geral e indeterminada, 
servindo-se para rejiresen- 
ta-las de certos signaes e 
das letras do alphabeto. Es- 
ta sciencia é uma das partes 
l^rincipaes das mathemati- 
cas, e tem por objecto o co- 
nhecimento de todas as leis 
possíveis dos números, indç- 
liendentemente dos pheno- 
meuos particulares em que 
algumas d' aquellas recebem 
uma realisaçâo concreta : — 
algebra ; o tratado da mes- 
ma sciencia: ^ — numérica ou 
vulgar; algebra numericaou 
vulgar; a que trata de re- 
solver questões cujas quan- 
tidades conhecidas são ex- 
pressas por algarismos, sen- 
do representadas com si- 
gnaes gcracs só as desco- 
nhecidas: — literal ou espe- 
ciosa; algebra litter ai ou es- 
pecial, a que expressa em 
termos geraes tanto os da- 
dos ou quantidades conhe- 
cidas, como as desconheci- 
das. Eso para él es aljebra 
(fr. fig. efam.); isso para elle 
é latim ou grego ;usa-se para 
dar a entender que uma cou- 



ALJ 

sa está fora do alcance de 
alguém: — (med.) arte de 
restituir ao seu logar os os- 
sos deslocados. 

Aljebraicamente. adv. m. Al- 
gebraicamente; de uma ma- 
neira algébrica. 

Aljebraico, Aljébrico. adj. Al- 
gebraico, algébrico; o que 
l^ertence á algebra. 

Aljebrista. m. Algebrista; o 
que entende de algebra: — 
algebrista, o que habitual- 
mente se occupa em resol- 
ver questões algébricas. 

Aljebrizar. n. Algebrisar; em- 
pregar com demasiada fre- 
quência as formulas algé- 
bricas em conversações ou 
escriptos. 

Aljecero, ra. s. (prov.) V. Ye- 
sero. 

Aljedí. m. (asíroji.JAljedi; no- 
me árabe da estrella gamma 
de Capricornio. 

Aljedrez. m. (ant.) V. Ajedrez. 

Aljedrezado, da. adj. (naid.) 
V. Bandera aljedrezctda. 

Aljemifao. m. (a7it.) V. Mer- 
cero. 

Aljeneb ou Aljenibe. m. (as- 
tron.) Algeneb; estrella de 
segunda magnitude, que 
forma ¡jarte da constellação 
do Pegaso, e está indicada 
por um gamma nos catálo- 
gos. 

Aljeñique. m. (germ.)V. Fuen- 
te. 

Aljeeie. m. (chim. ant.) Cal 
viva. 

Aljerife. m. (ant.) Algerife; 
rede grande para pescar. 

Aljerífero. m. (ant.) Algeri- 
feiro; que pesca com o al- 
gerife. 

Aljeti. m. (astron.) Algeti; 
nome de urna estrella que 
está na cabeça da constella- 
ção de Hercules. 

Aljez._ «?. Gesso em pedra. 
Gypiseus lápis : — (Ar.) V. 
Yeso. 

Aljezar, m. V. Yesar. 

Aljezkria. /. V. Yeceria. 

Aljezhro. m.. (Ar.)Y. Yesero. 

Aljezon. m. V. Yesón. 

Aljiansa./. (astron.) Algiansa; 
nome que davam os árabes á 
constellação de Orion, a qual 
representavam ilebaixo da 
figura de uma mulher. 

Aljibe, m. Algibe; cisterna. 
Cisterna, ce. 



ALJ 

Aljibero. m. O que cuida das 
cisternas. Cisttrnarimi cu- 
rator. 

Aljido. adj. (li. nat.) Álgido 5 
diz-se das plantas e animaes 
que crescem e vivem nos 
paizes gelados do norte: — 
álgido; qualificação que se 
applica a certos periodos de 
varias enfermidades, em que 
a sensação do frio é muito 
intensa. 

Aljiebeli. m. (hot.) V. Alhur- 
raz. 

Aljimekar. a. (ant.) V. Acica- 
lar. 

Aljimierado, da. adj. (ant.) Bar- 
beado; enfeitado. 

Aljino, na. adj. (zool.) Algino; 
familia de zoopliytos.- 

Aljipí. m. (germ.) V. Aderezo. 

Aljiro. m. (zool.) Algiro; no- 
me dado equivocadamente 
por Cuvier a um genero de 
lagartos, já estabelecido com 
o nome de tropidosauro. 

Aljo. m. (ant.) V. Rosario. 

Aljofaina. /. Bacia de lavar. 
Polkihrum fidile. 

Aljófar, vi. Aljôfar; nome que 
se dá ás pérolas de figura 
irregular e commummente 
mais pequenas. Minutiores 
et inmqnales margaritas. 

Aljofarado, da. adj. Aljofara- 
do; guarnecido de aljofares. 

Aljofarar, a. Aljofrar; fazer 
alguma cousa similhante ou 
jiarccida ao aljófar. In spe- 
cie.m margarita'- formare. 

Aljofía. /. (ant.) V. Aljofifa. 

Aljofiado, da. adj. (And.)^. 
Aljofifado. 

Aljofifa. /. Esfregão; panno 
de lavar a casa. Pannus jJrt- 
vimerito detergendo. 

Aljofifar, a. Esfregar. Pavi- 
mentum detergeré. 

Aljonje. m. (hot.) Y. Ajonje, 
planta e sueco que se tira 
do ajonje. 

Aljonjera. /. (hot.) Condrilla, 
chondrilha ou serralha; ge- 
nero de plantas chicoraceas. 

Aljonjero. m. (bot.) Carlina 
branca; genero de plantas 
da familia das synantherias. 

Aljonjolí, m. (bot.) ÍSesamo; 
planta cuja tige é parecida 
com a do milho miudo. 

Aljok. m. Pedra de gesso. La- 
pis gypseus. 

Aljorca. /. V. Ajorca. 

Aljosucha./. (hot.) Aljosucha; 



ALM 

planta do Perú, que dizem 
preservar das terçãs, esfre- 
gando-a com as mãos e as- 
pirando-a depois. 

Aljuba. /. Aljuba; vestido 
mourisco que usaram tam- 
bém os christàos hespanhoes. 
Vestís arahicoe genus. 

Aljube, m. (ant.) Aljube. V. 
Cárcel. 

Aljumía. /. (ant.) V. Aljamía. 

Alkacid. m. (chim. ant.) Alka- 
cid ; nome dado ao cobre oxy- 
dado, e ás suas diversas pre- 
parações. 

Alkaert. m. (chim. ant.) Al- 
kaert; dissolvente univer- 
sal, em cuja busca traba- 
lhavam ainda os chimicos 
do scculo xvm. O alkaert 
é uma chimera, assim como 
a pedi'a philosophal. 

Alkal. m. (chím. ant.) Alkal; 
carbonato de potassa. 

Alkala. /. (pharm. ant.) Al- 
kala; enxúndia de gallinha. 

Alkalav. ínt. (híst.) Alkalay ; 
grito de alegria dos kaints- 
chadales, que corresponde 
ao alleluia dos christàos. 
Crêem que rcpetindo-o tres 
vezes, alcançam o agrado 
dos tres grandes deuses do 
universo. 

Alkali. m. (chím.) V. Alcali. 

Alkalid. m. (chím. ant.) Alka- 
lid; pirite de cobre. 

Alkamelxtz. m. (astron.) Alka- 
rneluz; nome dado por al- 
guns á estrella Arturo, na 
constellaçào do Boieiro. 

Alkanna. /. (hot.) V. Baf oriza. 

Alkant. m. (chím. ant.) Y. Azo- 
gue. 

AxKER. m. (zool.) Alker; espe- 
cie de pinguim, pássaro 
groenlandez do tamanho do 
pato. 

Alkermes. m. (jiharm.) Alker- 
mes. V. Alquermes. 

Alkibrie. m. (chim. ant.) Y. 
Azufre. 

Alkich. m. (híst.) Alkich; o 
rei! acclamação dos ugires 
do serralho á chegada e á 
partida do sultão. 

Alkitran. m. Alcatrão; nome 
árabe da resina que distilla 
o cedro do Líbano. V. Ce- 
drina. 

Alkool. m. (chim.) Y. Álcool. 

Alma. /. Alma; principio inte- 
rior das operações de todo 
o corpo vivente. Divide-se 



ALM 



105 



eni vegetativa, que nutre e 
faz crescer as plantas; em 
sensitiva, que dá vida e sen- 
tido aos animaes, e em ra- 
cional, que é espiritual, 
immortal, capaz de enten- 
der, discorrer, e informar ao 
corpo humano, e juntamente 
com elle constitue a essên- 
cia do homem, em quem con- 
correm também o sensitivo 
e o vegetativo. Anímus, ani- 
ma, mens: — (fig.) viva alma, 
o homem; e assim se diz: no 
parece ni se ve 7m alma en 
la plaza; não apparece viva 
alma na praça. Homo, ali- 
quis:--(fig.) o que dá espi- 
rito, alento e força a alguma 
cousa; v.g., el amor á la pa- 
tria es el alma del estado ; o 
amor da patria é alma do 
estado. Vigor, rohur: — prin- 
cipal, substancia, princijiio 
de qualquer cousa; assim 
dizem: vamos al alma del 
negocio; vamos ao principal 
do negocio. Peí caput, me- 
didla : — consciência ; do que 
obra sem temor de Deus 
e com malicia, diz-se com- 
mummente que nao tem al- 
ma. Conscíentia, ce: — o que 
se mette no concavo de al- 
gumas obras de pouca con- 
sistencia para dar-lhes força 
e solidez, como o pau que 
se mette nos tocheiros de 
metal e nas varas do pallio 
que são de i^rüt^. Fulcimen- 
tuní interius: — o concavo 
da peça de artilheria, onde 
entram a bala e a pólvora. 
Oris diámetros ín tormentis 
hellicis: — nos instrumen- 
tos de corda que têem ca- 
vallote, como a rabeca, o 
rabecão, o violão, etc., o pau 
que se mette entre as duas 
tampas para que se mante- 
nham a igual distancia. Ly- 
rm, citharce et simílium ful- 
cimentum interius, quo snm- 
ma et ima superficies ínter 
se firmíter suffultos sunt : — 
viveza, espirito, força e ex- 
pressão; diz-se: representar , 
pintar con alma; represen- 
tar, pintar com expressão: 
este verso, este retrato tiene 
mucha alma; este verso tem 
muita força, este retrato tem 
muita expressão. Vis, acu- 
men, virtus: — en pena; al- 



106 



ALM 



ma penada-, a que padece 
no purgatoiúo. Anima in 
purgatorio luens peccato- 
ruinj)(£na8: — (fig.)o(\\\Q, an- 
da só, triste c melancholico. 
Homo solitarius, solivagns. 
Arrancarse el alma, el co- 
razón, las entrañas, etcj>ç 
dilacerar a alma, o cora- 
ção, as entranhas, etc. (fig. 
fam.) com que se exagera 
a dor ou a commiseração 
que se tem de algum succes- 
so lastimoso. Animiim dolore 
atit commiseratione affici. 
Arrancársele ci uno el alma 
(fam.); morrer em anclas. 
Anxie moriri, ex])írare. Con 
el alma y la vida; de todo 
o coração, com muito gos- 
to, de muito boa vontade. 
lÂbentissime. Dar el alma 
ai amigo; entregar- se a um 
amigo ; estar disposto de to- 
do G coração a favoreee-lo. 
Benecolo animo in amicmn 
esse. Darle á uno el alma, 
alguna cosa; dar uma pan- 
cada o coração, presentir. 
Animo 2^rcesagire. Despedir 
el alma, el espiriiu, etc.; 
dar o ultimo susjiiro, mor- 
rer. Entregar el alma ou sn 
alma ci Dios; dar a alma a 
Deus, exjjirar. Animam effla- 
re, spiritum Deo reddere. 
Estar con el alma de Gari- 
bay: que não ata nem des- 
ata, estar irresoluto. Ani- 
mo inerti et stolido prorsvs 
agere, mdliits affectüs signa 
daré. Estar con, ou tener el 
alma entre los dientes; tre- 
mer como varas verdes, 
(fam.) com que se explica o 
grande temor que alguém 
tem e que o põe em risco de 
morrer. VeJiementer timere, 
pavere. Estar con el alma 
en un hilo; estar por um fio, 
agitar-se com temor de gra- 
ve risco ou trabalho. Vehe- 
mentissime angi. Echar ou 
echarse el ahna atrcis ou á 
las espaldas; obríir sem tom 
nem som, obrar sem con- 
sciência. Ferdite, fagitiose 
vivere: animi morsvs, con- 
scientiam sperne.re. Reco- 
mendar el alma; recitar o 
officio da agonia. Morien- 
tis 2i'}'cces recitare, liendir 
el alma á Dios; entregar a 
alma a Deus. Animum eMa- 



ALM 

re, exspirarc. Sacar el al- 
ma, el corazón, las entra- 
ñas, los tuétanos á, alguno 
(fig.); tirar a alguém até o 
ultimo real. Fortunas ali- 
cujus absumere. Sacar el al- 
ma de pecado á alguno; sa- 
car nabos do púcaro sem se 
escaldar, fazer com que al- 
guém diga ou pennitta o que 
não queria. Astute ab aliqiio 
cxforquere quod nollet. Su 
alma en su palma; sua al- 
ma, sua palma, rif. em que 
se dá a entender que ¡Dres- 
cindim.os das acções de ou- 
trem, deixando por sua con- 
ta o bom ou mau resultado 
d'ellas. Sihi imputet. Tener 
el alma parada; estar i^as- 
mado, fr. em que se dá a 
entender a alguém que não 
discorre nem usíí de suas fa- 
culdades no que deve. Lierti 
animo agere, inerte se ge~ 
rere. Tener su alma en su 
cuerpo ou en sus carnes (fig.); 
ser animado. Libcrtatem ha- 
bere. Traer el alma en la 
boca; estar com agua pela 
barba. Extremum subiré pe- 
rictdum. 

AxMACAEEO. m. Pescador que 
usa de urna maneira parti- 
cular de pescar no rio de 
Sevilha. Qui ex cymbtiki pis- 
catur. 

Almacanda. /. (chim. ant.) 
Almacanda; lithargyrio de 
prata. 

Almacén, m,. Armazém. Apo- 
theca, ce:- — deposito de muni- 
ções e petrechos de guerra. 
Gastar almacén, ou mucho al- 
macén; gastar a rebotalho. 
Minutulis et inutilihus orna- 
mentis onustum esse: — (fam.) 
deitar palavras ao vento. Ni- 
hil nisi verbadare, ventisver- 
ba perfundere. 

Almacenado, da. adj. Armaze- 
nado. 

Almacenadoe. m. O que guarda 
em armazém. 

ALMACENAGE.??i.Armazenagem •, 
direito que se paga para con- 
servar as cousas- em um de- 
posito ou armazém. Ajyothc- 
coi conductas merccs. 

Almacenamiento, m. Armaze- 
nagem ; acção de armazenar. 

Almacenak. a. Armazenar; 
guardar em armazém. Conge- 
rere, in apotheca recondere. 



ALM 

Almacenero, m. Guarda de ar- 
mazém. Apothecai custos, cu- 
rator. 

Almacenista, m. Empregado 
em armazém. 

Almaceno, na. adj. V. Amaceno. 

Almacería. /. Muro de taipa 
ou de pedra secca. 

Almáciga. /. Almecega; resina 
clara, transparente, quebra- 
diça, algum tanto aromática 
e em forma de lagrimas, que 
se tira jjor incisão da arvo- 
re chamada aroeira. Mas- 
tiche, es: — viveiro de plan- 
tas. Seminarium, ii. 

Almacigado, da. adj. (p. Cuba) 
Cor de cobre. Diz-se do ca- 
vallo, e costuma antepôr- 
se-llie a palavra rosillo, rosi- 
Iho. 

Almacigar, a. Perfumar com 
almecega. Mastiche sufiire. 

Almacigo, m. Semente de ¡llan- 
tas nascidas em viveiro. Con- 
gesta semina, qum in plan- 
tario concepta sunt : — (ant.) 
V. Lentisco. 

Almaciguero, ka. adj. Que par- 
ticipa da resina da aroeira. 
Mastichinus, a, um. 

Almacraca ó Almacraqua. /. 
(ant.) Corda feita de juncos 
ou palma, para atar as caval- 
gaduras á manjedoura. 

Almacharan. m. (bot.) V. Glau- 
cio. 

Almádana. /. Marreta; mar- 
tello para quebrar pedras. 
Mcdleus ferreus ad duris- 
simci qua^qtie tundenda. 

Almadaneta. /. dim. de Alma- 
dana. 

Almadén, m. (ant.) Almadén ; 
mina: logar em c{ue se acham 
metaes. Metalli fodina. 

Almádena./. V. Almádana. 

Almadeneta./. dim. de Almá- 
dena. 

Almadía. /. Almadia, piroga; 
especie de canoa da India. 
Fatis, is: — (Ar.) jangada. 

Almadiado, da. adj. (ant.) Es- 
tonteado. Applicava-se á 
pessoa que padecia de ton- 
turas. 

Almadiero, m. Patrão de urna 
almadia. Farra? ratis ductor. 

Almádina./. V. Almádana. 

Almadraba./ Almadrava ; pes- 
ca do atum e o sitio em que 
ella se faz. Thynnorum pis- 
caria: — almadrava, rede 
para pescar atuns. Thynna- 



ALM 

riwm rete : — (ant.) telhai ; 
logar em que se fabricam 
telhas e ladrilhos. Lateritia 
officina: — de tiro; pesca 
de atuns feita de dia, com 
redes de mão. Cetaria ma- 
nualibus tantumretibusapta, 
accommoda. 

Almadrabero, m. Almadravei- 
ro ; pescador de atuns. Thy- 
narius, piscator cetarius : — 
(a7it.) V. Tejero. 

Almadraque, m. (ant.) Alma- 
draque : cochim, almofada ou 
colchão. 

Almadraqueja./. (ant.) dim. de 
Almadraque. 

Almadraqüeta. f. dim. de Al- 
madraque. 

Almadraviso. adj. (ant.) V. Al- 
madrabero. 

Almadreña./. Tamanco, sócco. 
Soccus, calceus intec/rh ex li- 
gno fojctus. 

Almagacen. m. V. Almacén. 

Almaganeta. /. V. Almádana. 

Almagesto. m. (math. ant.) Al- 
magesto (a obra grande, me.i- 
tra); collecção de observa- 
ções e problemas concernen- 
tes á geometria e á astrono- 
mia. 

Almagra./. Almagra. V. Alma- 
gre. 

Almagral, m. Almagral ; logar 
que abunda em almagre. 

Almagrar, a. Almagrar; tin- 
gir com almagi-c. Bubro in- 
fieer't: — (chul.) ferir al- 
guém, derramar sangue. Vnl- 
neribus cruentare. 

Almagre, m. Almagre ; mescla 
natural de alumina e outras 
terras, com oxydo vermelho 
de ferro, que lhe dá mais ou 
menos côr conforme a quan- 
tidade que contém. Oxydum 
rubrum ferri. 

Almaizal, m. V. Almaizar. 

Almaizar, m. Almaizar; tou- 
cado de garça que os mou- 
ros trazem por gala. Bica, 
calyptra. 

Almaizo. m. (ant.) V. Almez. 

Alma JA. /. (ant.) Direito que 
se pagava em Murcia por al- 
guns fructos que se colhiam 
no campo. 

Almajal, m. (ant.) V. Almar- 
jal: — (bot.) V. Almajo. 

Almajar, m. Charco á beira- 
mar. 

Almajara. /. (agr. prov.) Ter- 
reno estercado. Agripara re- 



ALM 

centi fimo instructa : — (}}. 
Mure. agr.) viveiro de plan- 
tas, sementeira de arvores. 

Almajeste. m. (ant.) V. Alma- 
gesto. 

Almajo, m. Barrilha; planta 
cujas cinzas produzem a 
soda. Herba e cujus cineri- 
bus sodafit. V. Salicor. 

Almalafa./. Almalafa; trage 
mourisco. 

Almaleque, m. (ant.) Almale- 
que; manto mourisco. 

Almallahe. m. (ant.) V. Sa- 
lina. 

Almanac. m. V. Almanaque. 

Almanaca. /. (ant.) Bracelete 
de mulher. 

Almanaque, m. Almanach. Ca- 
lendarium, ii. 

Almanaquero, m. Almanaquei- 
ro; o que vende ou faz al- 
manachs. Calendariorum 
venditor, aut artifex. 

Almancebe. m. Barco para ¡jes- 
car no Guadalquivir. 

Almandache. «i. (ant.) Doca ou 
logar de abrigo para as em- 
barcações. 

Almandina. /. (min.) Alman- 
dina; pedra preciosa com- 
posta de alumina e de oxydo 
de feiTO, cujas i)rincipaes va- 
riedades são côr de violeta. 

Almangre. m. (ant.) V. Manti. 

Almanguena. /. (prov. min.) 
V. Almagre. 

Ai.iiÁ'siA.f. (bot.) Almania; ge- 
nero de plantas amarantha- 
ceas que se criam na Índia. 

Almanio, a. adj. (poet.) Alma- 
nio; nome de que se dá na 
poesia latina a uma especie de 
verso que consta de tres da- 
ctylos e uma cesura. 

Almanta. /. Espaço ordinario 
entre o alinhamento das ar- 
vores. Sp>atium inter vitium 
aut olearum ordines : — car- 
reiro par a semear . aSoZííto « ?•«- 
tro descriptum, intra quod 
semen jaciatur. Poner á al- 
manta (agr.); plantar asA'i- 
nhas sem ordem. Hoje diz-se 
vulgarmente: Poner aman- 
ta. Vitcsi nordinatè plantare. 
Almanto. m. (ant.) V. Alma- 
cén: — V. Armario. 
Almaraco, m. V. Mejorana. 
Almarada./. Punhal triangu- 
lar agudo e sem cortes. Pu- 
gio triangidaris mucrone 
acutissimo. 
Almaeax. m. V. Puente. 



ALM 107 

Almaroasita. /. (chim. ant.) V. 
Azogue. 

Almaiicen. m. (ant.) V. Almacén. 

Almarcha. /. (ant.) Povoação 
situada em veiga, terra bai- 
xa ou prado. Vicus in dejJres- 
so campo situs. 

Almarchar. m. (chim. ant.) V. 
Almaoanda. 

Almarga. /. (min.) V. Mar- 
guera. 

Almariab. m. (chim. ant.) V. 
Almacanda. 

Almarico. m. n. p. de varão. 
V. Manrique. 

Almariete. m. V. Almario. 

Almario, m. (ant.) V. Armario. 

Almarjal, m. Logar onde ha 
barrilha. Herba vitraria, vel 
locus ubi nascitur. 

Almarjo, m. Barrilha; planta. 
V. Almajo. 

Almaro. 772. Certa herva odorí- 
fera. V. Maro. 

Almarraes. m. pl. Ferramen- 
tas que servem para estopar 
o algodão. Ferramenta gos- 
sypio depurgando. 

Almarraja. íh. Almarracha; re- 
gador de vidro. Hidria vitrea 
perfórala. 

Almarral. m. (ant.) Certa me- 
dida de terra. 

Alsiarraza. f. V. Almarraja. 

Almarrega. /. (Ar.) Capa de 
pelle de burro, que serve para 
cobrir os auimaes de carga. 

Almártaga. /. (chim.) Almar- 
tega, lithargyrio; fezes de 
oiro, oxydo de chumbo meio- 
viti'io: — cabresto. Camu-s, 
capistrum. 

Almartega. /. V. Almártaga, 
oxydo. 

Almartiga./. (ant.) Y. Almár- 
taga, cabi'esto. 

Alxla.stec. m. (ant. p). Ar.) V. 
Almáciga, resina. ' 

Alílístiga./. Al mastiga. V. .á¿- 
máciga. 

Almastigado, da. adj. O que 
tem resina de pistache. Más- 
tic] dnus, a, um. 

Almatica. /. (ant.) V. Dalmá- 
tica. 
Almatrero. m. Pescador de sá- 
veis. Piscator salparum. 
Almatriche, m. Madriz; rego 

para regar. Aquoiductus. 
Almaturos. m. (zool.) Almatu- 
ros (que salta com a cauda); 
genero de mammiferos. 
Almazaquen. m. (ant. p. Ar.) 
V. Almáciga, resina. 



108 ALM , 

Almazara. /. Lagar de azeite. 
Olearum molendinum. 

Almazarero, m. Lagareiro de 
íLZQitQ.Ol^vnmiytstrinarius, 
oleaT'iiis. 

Almazarrón, m. V. Almagre. 

Almazen. m. V. Almacén. 

Almea. /. V. Azumbar, planta : 
— cortiça de estoraque. Sty- 
rax, vel storax. 

Almear. m. Meda de feno, de 
palha: — palheiro para o 
feno. 

Almecer. a. (ant.) V. Mezclar. 

Almecina. /. Baga de lodão; 
fructo agro. V. Almeza. 

Almecino. m. (p. And.) Lodão 5 
arvore. V. Ahnes. 

Almecha. /. (zool. ant.) V. Al- 
meja. 

AlmechÁfide. m.(cliim. ant.)Co- 
bre. 

Almeidea. /. (bot.) Almeidea *, 
genero de plantas diosmeas, 
arvores ou arbustos da Ame- 
rica, com floi-es encarnadas, 
brancas, lilaz ou azues. 

Almeir. m. (ant.) V. Almiar. 

Almeja. /. (zool.) Amêijoa; es- 
pecie de concha mais larga 
que comjii-ida, pouco lustrosa 
e de cores variadas. O ani- 
mal que ella encerra é com- 
mestivcl. 

Almejar, m. Viveiro de amêi- 
joas.^ 

Aljiejí ou Almejía. /. (ant.) 
Vestido ou habito de que 
usavam as mulheres. 

Almelga. /. Rego. V. Ameiga. 

Almena. /. Ameia; cada uma 
das torrinhas ou pyramides 
que coroam a parte superior 
dos muros antigos das forta- 
lezas, c estão separadas umas 
das outras por espaço igual 
ao que occupa o corjDo de um 
homem. Serviam para domi- 
nar o campo inimigo, e d'ali 
atirar-lhe a coberto. Pinna 
muri. 

Almenado, da. adj. Ameiado; 
guarnecido de ameias. Pin- 
natihs, pinnis oi'natus : — m. 
V. Almenaje. 

Almenaje, m. Conjuncto de 
ameias. Pinnarum, ordo, se- 
ries. 

Almenar, m. Banco de ferro 
sobre o qual se punham to- 
chas accesas : — a. guarnecer 
de ameias. Mceniis cingere. 

Almenara. /. (ant.) Candieiro 
antigo : — almenara ; fogueira 



ALM 

servindo de sigual. Signum 
fumo datu7n e turribus aid 
speculis: — (p. Ar.) canal 
para conduzir aguas de sobra. 
Sulciis aquarius. 

Almendolon. m. (chim. ant.) Al- 
midonito, ou fécula das plan- 
tas. 

Almendra. /. Amêndoa ; fructo 
da amendoeira. Amygdalum, 
i: — amêndoa das fructas de 
caroço. Nuclei p)ars interior 
edulis: — diamante lavrado 
em forma de amêndoa. Ada- 
mas amygdali figuram refe- 
rens: — casullo de seda de 
um só bicho e da melhor 
qualidade. Bombycis follica- 
lum. 

Almendrada. /. Amendoada. 
AmygdaUna potio: — lam- 
bedor, poção medica. Somni- 
fica potio, somni concilia- 
trix. Dar una almendrada 
(fig. efam.); dar mel pelos 
beiços. Assentari, hlandiri. 

Almendrado, da. adj. Amen- 
doado. Amygdalaceus, a, um : 
— m. massapão; bollo de 
amêndoa e de assucar. Mas- 
sa ex farina, melle, aut sac- 
charo et amygdalis. 

Almendral, m. Amendoal. Lo- 
cus amygdalis abtmdans.Y. 
Almendro. 

Almendrar. a. Guarnecer de 
amêndoas. 

Almendrate. 7n. (ant.) Amen- 
doada; guisado que se fazia 
com amêndoas. 

Almendrera. /. V. Almendro. 
Florecer la almendrera (fig. 
farn., Ar.) ; fazer-se velho 
antes de tempo, alludindo á 
amendoeira, cuja florescen- 
cia 6 témpora. Fnematiirc ca- 
nescere. 

Almendrero. m.Y. Almendro : — 
prato em que se servem amên- 
doas na mesa. Lanx amygda- 
lis deferendis. 

Almendrica, lla, ta./. dim. de 
Almendra. Amendoasiuha. 
Amygdalum immaturum : — 
lima de que usam os serra- 
lheiros. Lima in amygdali 
faciem turbinata. 

Almendrilla./. Pedra composta 
de seixinhos unidos ¡lor uma 
massa areienta : — pt^- hrin- 
cos ou arrecadas com dia- 
mantes em forma de amên- 
doas. 

Almendrtllo. m. Madeira leve 



ALM 

que serve para fazer rodas 

de noras, e para outros usos : 

— (bot.) almejidi-ilho; arvore 
sylvestre deCuba, variedade 
da amendoeira, mas de cor 
mais carregada. 

Almendro, m. Amendoeira. 
Amygdalus communis. 

Almendrolon. m. (p. Mure.) 
Amêndoa verde. V. Almen- 
druco. 

Almendrón, m. augm. de Al- 
mendra. Amêndoa grande : 

— amendoeira da India ; ar- 
vore que cresce até á altura 
de oitenta varas, cujo fructo 
é ovado, meio carnoso, verde 
e cheio de uma substancia 
l^arecida com o sabão ; encer- 
ra uma especie de noz que 
contém um miollo branco de 
sabor agradável : — fructa 
da arvore do mesmo nome. 

Almendruco.???. Amêndoa verde. 
Almene, m. (cJdm. ant.)íial com- 

mum. 
Almeneado, da. adj. (ant.) 

Ameiado ; guarnecido de 

ameias. V. Almenado. 
Almenilla. /. dim. de Almena. 

Ameiasiuha. Muri pinnida: 

— recorte em forma de 
ameias. Fimbria pinnula- 
rum speciem referens : — 
guarnição, adorno em forma 
de ameias que antigamente 
se fazia nos vestidos. Tce- 
niola ad speciem pinnoi ef- 
fortnata. 

Almete, m. Almete, elmo, mor- 
riâo; armadura que usavam 
os antigos na cabeça. Ga- 
lea, ce. 

Almez, m. (bot.) Almez; espe- 
cie de lodao. 

Almeza. /. (bot.) Almeza; baga 
de lodao. Lotus, i. 

Almezerion. m. (bot.) V. Ca- 
melea ou Olivilla. 

Almezo, m. (bot.) V. Almez. 

Almiar, to. V. Almear. 

Ar-MiiJAR. m. Calda; assucar 
dissolyido e férvido até que 
tenha adquirido certa consis- 
tencia. Saccharum liquatum : 

— doce de fructa em calda. 
Almibarado, da. adj. Assuca- 

rado ; com muito assucar : — 
(fig.) adocicado, mavioso ; que 
parece muito agradável. 
Blandus, a, vm. 
Almirarar. a. Cobrir com calda 
as fructas para as conservar. 
Saccharo condire: — (fiff-) 



ALM 

snavisar com arte e doçura 
as palavras para conciliar 
alheia vontade e conseguir 
o que se deseja. Lenihus ver- 
bis uii. 

AlmicantÁradas./. (astron.) Al- 
micautarats ; circuios paral- 
lelos no horisonte, os quaes 
estando sobre elle, determi- 
nam a altura dos astros, e 
estando por baixo, marcam 
sua depressão, i^elo que cos- 
tumam chamar-se circuios de 
altura ou de depressão. Al- 
micantarafhi, sive circuli ho- 
risonti par aliei i . 

AlmicantÁrat. /. V. Almican- 
táradas. 

Almidón, to. Amido; substan- 
cia muito branca, ligeira e 
suave ao tacto, que se ex- 
trahe por meio de agua fria 
das sementes, principalmente 
do trigo, e também das raí- 
zes de varias plantas. Amy- 
liim, i. 

ALMrooNADO, DA. uãj. Gomma- 
do. Amylo tincttts: — (fiffj 
aíFectado; que usa de aüe- 
ctação. Ascitus, a, um. 

Almidonar, a. Engommar ; met- 
ter a roupa em gomma. Amylo 
tingere: — -compor, enfeitar; 
diz-se das pessoas extrema- 
mente affectadas em seus 
adornos. 

Almidonero, ra. adj. Que faz 
ou vende amido. ' 

Almifor, m. (germ.)Y. Caballo. 

Almifora. /. (germ.) V. Mula. 

Almiforkro. m (germ.) Ladrão 
de cavallos. Jumentorum 
abactor. 

Almijar. to. (ant.) Logar aonde 
se põem a seccar os figos : — 
na Andaluzia dá-se este no- 
me ao logar aonde se enxuga 
a uva antes de ser pisada para 
fazer o vinlio. 

Almijarero. adj. (prov.) Almi- 
jarero ; porteiro de cada uma 
das minas de Almadén, para 
reconhecer os que entram e 
saem, e para dar o azeite com 
que se alumiam. Fodinarum 
ostiarius. 

Almilla. /. Almilha; eollete 
que se trazia sobre a camisa 
\)0Y baixo do gibão. Par uns 
thorax: — pedaço de cariie 
que se tira dos porcos pela 
parte do peito. Pars carnea 
e pectore 'porci scissa : — cota 
de armas que se trazia por 
d5 



ALM 

baixo da armadura. Thorax, 
acis : — espiga da peça de 
madeira que entra na caAã- 
dade de outra com que ha 
de unir-se. In re lignaria spi- 
ciilum, cpio pars parti per fo- 
ramen aptatur et jungitur : 
— V. Alma, na accepção de 
instrumentos de corda. 

AxmNAR. TO. Minarete; peque- 
na torre redonda que orna 
as mesquitas, do cimo das 
quaes se chamam os maho- 
metanos á oração. 

Almiraj, ou Almiraje. to. (ant.) 
V. Almirante. 

Almiranta./. Almiranta; amu- 
Uier do almirante. Rei mari- 
timce pratoris uxor : — almi- 
ranta; a nau em que vae o 
almirante de uma armada ou 
esquadra. Prcetoria navis. 

Almikantadgo. to. (ant.) V. Al- 
miranfazgo. 

Almirantazgo, to. Almiranta- 
do ; tribunal estabelecido em 
varios paizes da Europa, aon- 
de se tratam e determinam 
os negocios ou assumptos 
inherentes á marinha; tam- 
bém se dá este nome ao tri- 
bunal particuLir do almiran- 
te. Maritimiim tribunal : — 
o ti-ibuto que se paga ao al- 
mirautado. Vectigal mariti- 
mo proetori exsolvendvm: — 
territorio que se comprehen- 
de na jurisdicçào do almi- 
rante. Pra'toris maritimi di- 
tio, terriíorivm. 

Almirante, m. Almirante ; com- 
mandante ou chefe que tem 
cominando absoluto nas ar- 
madas, navios e galeras. Clas- 
sis maritimce 2»'cetor, incefe- 
ctus : — o que manda a ar- 
mada, esquadra ou frota abai- 
xo do capitâ'0 general. Clas- 
sis legcUns, secundas àduce: 

— (ant.) especie de toucado 
de que usavam as senhoras: 

— (zool.) concha univalvo 
de muito valor : — (p. And.) 
o mestre de natação. Nata- 
torrnn magister. 

Almirantear, a. (ant.) Almi- 
rantear ; servir ou exercer o 
oflicio de almirante. 

Almirantesa./. (ant.) Almiran- 
ta ; mulher do almirante. 

Almirantía. /. (ant.) V. Almi- 
rantazgo. 

Almirez, m. Almires , almofa- 
riz, gial em que se pisa qual- 



ALM 



109 



quer cousa. Mortarium 
ceiíeum : — (ant. arcJiit.) 
base de uma columna : — dá- 
se este nome entre os grava- 
dores de pedras finas a um 
parallelipípedo de aço tem- 
perado, de oito dedos de al- 
tura e duas pollegadas de 
largura; no meio tem uma 
abertura circular do diâme- 
tro de dois centímetros, na 
qual se ajusta o pilão com 
que se partem os diaman- 
tes a golpes de martello até 
reduzi-los a pó, que serve de- 
pois, amassado com azeite, 
para a gravura de pedras fi- 
nas. 

Almiron. to. (p. And.)Y. Amar- 
gón. 

Aljusor. to. (germ.) V. Almifor. 

Almisora. /. (germ) V. Almi- 
fora. 

Almisqüe. to. (ant.)Y. Almizcle. 

Almiubegi. m. (ant. bot.)Y. Al- 
barraz. 

Almizadir. to. (chim) Cardeni- 
Iho ; verdete, tinta feita com 
azinavre. 

Almizclar, a. Almiscarar; dei- 
tar almiscar, perfumar de al- 
miscar. Odorar e,moschoper- 
fundere. 

Aljhzcle. to. Almiscar; certa 
massa odorífera. E uma con- 
creção de licor, que se acha 
na bolsa, situada debaixo do 
embigo do Moschns moschi- 
ferns, especie de gazella que 
ha na índia oriental, e prin- 
cipalmente no reino de Ton- 
quim : — artificial ; almiscar 
artificial; resina amarella 
que exhala o cheiro do al- 
miscar, a qual se obtém na Al- 
lemanha tratando uma par- 
te de oleo de âmbar rectifica- 
do por quatro de acido nítrico 
puro. 

Almizcleño, na. adj. Almísca- 
rado; o que cheira a almis- 
car, ou tem almiscar. Moschi 
odorem referens: — /. (bot.) 
planta perenne, especie de 
jacinto mais pequeno que o 
commum, cujas flores têem 
uma côr azul clara e exhalam 
o cheiro do almiscar. Hya- 
cinthus moschi odorem refe- 
rens : — (zool.) V. Almizclero. 

Almizclera./. Vidrinho para o 
almiscar: — (zool.) V. Al- 
mizclero. 

Almizclero, ra. adj .Y .Almizcle- 



lio 



ALM 



■Tia: — (zoolj m. quadriipede 
originario da Asia, da ordem 
dos ruminantes. Seu tamanho 
é o de um rato, e teni perto do 
cmbigo uma bolsa que con- 
tém a substancia chamada 
ahniscar. Mas zibetldcus. 
Amiizque. m. (anf.J V. Almiz- 
cle. 
Almizqueño, na. adj. (p. And.) 

V. Almizcleño. 
Almizquf.ra. /. (ant.) Y. Almiz- 
clera. 

Almizteca. /. (ant.) Y. Alm¿i- 
ciga, na accepção de resina. 

Almo, ma. adj. (poet.) Ahno ; que 
cria, alimenta. Aimiis,a,iim: 
■ — venerável, santo, benéfico. 
Almus, a, um: — animador, 
vivificador : — (myth) qua- 
lificação que se dava entre 
os romanos a varias divinda- 
des, como Ceres, Venus, Cy- 
belle, etc. 

Almoacen. m. (ant.) Y. Almo- 
caden. 

Almocaden. m. Almocadem ; na 
milicia antiga o caudilho da 
tropa a pó, que corresponde 
hojc a capitão de infanteria. 
Centurio, onis: — em Ceuta 
chamava-se assim ao cabo que 
saía a defender com dez ou 
doze homens a cavallo os que 
iam buscar forragens ou le- 
nhas. Prwfectus turmcfí tuen- 
dis pahulatoribus. 

Almocafre, m. Almocafre ; sa- 
cho, instrumento de ferro 
com um cabo redondo de ma- 
deira, que serve aos jardinei- 
ros e hortelões para limpar a 
terra de hervas nocivas e 
para transplantar. Sarcu- 
lum, i. 

Almocantarant. m. (astron.) Y. 
Almicantáradas. 

Almocárabes, m. (ant. archit.) 
Certo lavor em forma de la- 
ços que se fazia nos edificios 
antigos. 

Almocat. m. (ant. cir.) Medulla 
do osso, e com especialidade 
os miollos. 

Almocaten. m. (ant.) V. Almo- 
caden, 

Almocatracía. /. (ant.) Direito 
sobre os' tecidos de lã (¡ue se 
faziam ou vendiam. Vcctigal 
super textile lanenm. 

Almocatre. m. (chim. ant.) Al- 
moxatre ; sal ammoniaco. 

Almoceda. /. Direito por dias 
de agua repartidos i)ara ai- 



ALM 

giim logar. Usa-se na ribei- 
ra de Navarra. Aquceirrigncc 
jus. 
Almocela. /. Almocclla; espe- 
cie de capuz ou cobertura de 
cabeça, e hombros : — coberta 
ou cortinado de cama. 
Almocrebe. m. (Cf wí.J Almocre- 
ve; conductor de bestas de 
carga e de aluguel. 
Aljiodí. m. Y. Almudí. 
Aljiodillado, da. adj. (ant. ar- 
chit) Y. Almohadillado. 
Almodon. m. (ant) Farinha 
feita de trigo remolhado, e 
depois moído, da qual, tiran- 
do a semea, se fazia pão. 
Almodrote, m. Molho composto 
de azeite, alhos, queijo e ou- 
tras cousas com que se tempe- 
ram as beringellas. Moretnm, 
i: — (jfí^'.J mistura de varias 
cousas ou especies. Fárrago, 
onis. 
Almofala. /. (ant.) Almofalla ; 

exercito. 
Almófar, m. Almófar ; ¡Deça de 
armadura antiga que cobria 
a cabeça sabre qile se pu- 
nha o morriào. Pars veteris 
armaturo} galeam sustinens. 
Almofariz, m. (ant.) Y. Almi- 
rez. 
Almofía. /. V. Aljofaina. 
Almofre. m. (ant.) Y. Almófar. 
Almofrej. ?n. Almofreixe*, ma- 
loíão, saco grande para levar 
uma cama de viagem. fSacn-s, 
funda in qua lectus gestatur. 
Almogama./. (ant. nant.)Y. Be- 
del. ^ 
Almocárabe, m. Almogarave. 
V. Almogávar : — (ant.) ca- 
vallo ligeiro. 
AlmogÁvar.to. Almogávar ; sol- 
dado que segundo a antiga 
milicia de Hespanha, per- 
tencia a uma tropa mui des- 
tra e exercitada na guerra, 
a qual se occupava em fazer 
continuas excursões nas ter- 
ras dos mouros, e era gover- 
nada por adaís : — liomcm 
de campo, que junto com ou- 
tro fazia correrias no terri- 
torio inimigo : — ^íZ. nome da- 
do pelos historiadores da 
idade media a uns soldados 
hespanhoes, celebres pela 
sua bizarria e suas conquis- 
tas iK) oriente e na Sicilia. 
Almogavaría. /. (ant.) Almo- 
gavaría; tropa de almogá- 
vares. 



ALM 

Almogaveria. /. (ant.) Almo- 
gavcria; o exercício dos al- 
mogávares. 

Almogote. 7n. (ant. mil.) Corpo 
de infantería formado em ba- 
talha. 

Almohada. /. Almofada; tra- 
vesseiro em que se reclina a 
cabeça : — cochim para estar 
sentado. Cervical, pvlvinar: 
■ — fronha de linho branco 
em que se mette a almofada 
da cama. Pídvinaris tegmen 
linteum. Consultar conlahal- 
mohada (fam); conversar 
com o travesseiro ; tomar 
temjDo para meditar algum 
negocio, a fim de proceder 
n'elle com acerto. Pem sa- 
jnenter differre, mature con- 
silium capere. Dar almoha- 
da (fr.); dar almofada; re- 
ceber a rainha ou ¡jrinceza, 
jriela i^rimeira vez no palacio 
a mulher de um grande, a 
quem se punha uma almo- 
fada para que se sentasse, 
com a qual se lhe dava a 
posse de grandeza de Hes- 
panha. Procerum uxoribus 
pidvinar coram regina con- 
cederé. 

Almohadado, da. adj. (arcli.) 
Y. Almohadillado. 

Almohadilla. /. dim. de Almo- 
hada. Almofadinha. Pulvi- 
nulus, i. 

Almohadillado, da. adj. Al- 
mofadado; o que tem a forma 
de almofadinha: — (archit) 
diz-se da obra de pedra ou 
de cantaría que tem esta fi- 
gura. Usa-se também como 
um substantivo nos traba- 
lhos d'esta especie. Pulvi- 
7iatiis, a, um. 

Almohadón, m. augm. de Al- 
mohada. Almofadao ; almo- 
fada grande que se põe den- 
tro dos coches sobre cada uma 
das caixas. Bhedmpnlvinar, 
quod capisce superponitur. 

Almohatre, m. Y. Sal amo- 
niaco. 

Almohaza./. Almofaça; instru- 
mento que serve i;>ara tirar 
ás cavalgaduras a caspa e o 
pó que têem entre o pello. 
Anda el almohaza, y toca en 
la matadura; dar a alguém 
na matadura, rif. que ad- 
verte que nas conversações 
SC costuma algumas vezes 
proferir expressões que of- 



ALM 

fendem a susceptibilidade 
de alguma pessoa. Verba 
quandoque feriunt. 

Almohazadou. m. O que limpa 
as cavalgaduras. Strigili ra- 
dens. 

Almohazar, a. Almofaçar ; es- 
fregar as cavalgaduras com 
a almofaça para as alimpar. 
Equum strigili defricare. 

Aljiojaba./. (ant.) V. Mojama. 

Almojábana. /. Almojavenas ; 
torta que se faz com queijo 
c farinha. Laganum, i : — 
manjar feito de massa com 
manteiga, ovos e assucar. 
Laganum^ genus quoddam 
2}lacenta} ex saccliaro, huty- 
ro, et ovis conditas, 

Almojarifadgo ou Almojari- 
PALGO. m. V. Almojarifazgo. 

Almojarifazgo, m. Almoxari- 
fado; cargo ou emprego de 
almoxarife : — portagem ; di- 
reito que se paga das mer- 
cadorias ou géneros que saem 
para outros reinos, e dos que 
vem á Hespanlia por mar ou 
por terra. Fortorinm, ii. 

Almojarife, m. Almoxarife; 
official ou ministro real, que 
antigamente cuidava de re- 
ceber as rendas e direitos do 
rei, e tinha em seu poder o 
producto d'elles como the- 
soureiro. Portoríis exigendis 
pra'fectiis: — portageiro; o 
que cuida de cobrar os di- 
reitos que se pagam das mer- 
cadorias fjue entram ou saem 
• dos dominios de Hesjianha 
por mar ou por terra. Por- 
titor, Gris. 

Almojaya. /. (ant.) Travesse- 
nho ; pau que se mette nos 
agulheiros da parede e serve 
liara andaimes e outros usos. 

Almojeo. VI. V. Almugea. 

Almómetro. m. (pliys.) Almo- 
metro ; instrumento para me- 
dir a evaporação de um corpo. 

Almona. /. (p. And.) V. Jabo- 
iieria: — a ¡Descaria ou sitio 
onde se apanham os sáveis. 
Alosarum piscaria: — casa, 
fabrica ou armazém pu1)lico._ 

Almoneda./. Almoeda; leilão, 
vepda publica de alfaias e 
moveis. Audio, honorum 
venditio sub hasta. Sacar á 
jmblica almoneda algunos 
muebles (fr.); pôr em almoe- 
da. Sub hasta poneré. 

Almonedear, a. Almoedar; ven- 



ALM 

der em almoeda, j)ôr em hasta 
publica. Auctionari, auctio- 
nem faceré. 

Almops. m. (mytli.) Almops; fi- 
lho de Neptuno e de Hebe, 
um dos gigantes que guer- 
rearam contra Júpiter. 

Almoraduj, m. (bot.) Berga- 
mota; planta perenne que se 
cultiva nos jardins, e per- 
tence á familia das labiadas. 
Exhalaum cheiro agrada\el ; 
as folhas são verdes, lustro- 
sas, não mui grandes, as flo- 
res pequenas e de côr de pur- 
l^m-a, e os talos de um pé de 
comprido. Mentha gentilis. 
Chama-se também mejora- 
na, manjerona, e entre os jar- 
dineiros sândalo, hortelã da 
índia. - 

Almorí, m. IMassa composta de 
farinha, sal, mel e outras es- 
jDecies, de que se fazem tor- 
tas. Placentcc genus. 

Almoronía. /. V. Alhoronla. 

Almorranas. /. Almorreimas, 
hemorrhoidas ; tumores for- 
mados ao redor do anus, ou 
no interior do intestino re- 
cto, pela dilatação das veias 
hemorrhoidaes: — cftusãode 
sangue por estas mesmas 
veias. íloiviorrhois , idis. 

Almorraniento, ta. adj. (ant.) 
Que padece de almorreimas. 

Almorrefa. /. (ant.) Combina- 
ção de azulejos. Incrustatio 
decussatis latercvlis facta. 

Almorta. /. (boi.) Almorta; 
planta da familia das legu- 
minosas. Latyrus apliaca. 

Almorzada. /. V. Almuerza. 

Almorzado, da. adj. Almoça- 
do; que almoçou. Jentatus, 
a, mn. 

Almorzar, a. Almoçar; comer 
jiiela manhã alguma cousa. 
Jentare. 

Almosna. /. (ant.) V. Limosna. 

Almosnar. a. (ant.) Esmolar; 
dar esmolas, soccorrer com 
esmolas. 

Almosnero. ra. adj. (ant.) Es- 
moler ; amigo de dar esmo- 
las. 

Almotacén, m. Almotacel ; fiel 
de pesos e medidas. Mensiira- 
rum et ponderum curator : 

— mordomo da fazenda real : 

— o que tem officio e obri- 
gação de taxar os mantimen- 
tos e alguns géneros que se 
compram c vendem por miu- 



ALM 111 

do : — adm. (ant.) renda pro- 
veniente das multas que im- 
Ijunham os administradores 
da cidade de Toledo. 

Almotacenadgo ou Almotace- 
NALGO. m. (ant.) V. Almota- 
cenazgo. 

Almotacenazgo, m. Almotace- 
ria ; o emprego de almotacé. 
Mensurarum etpondermn cu- 
ratoris mimvs. 

Almotacenía./, (ant.) Almoía- 
ceria; direito que e:dgia o 
almotacé. 

Almotalafe. TO. ('«íi/.J Inspector 
das fabricas de seda. 

Almotazaf. m. (ant.) O que pesa 
a lã. 

Almotazanía. /. V. Almotace- 
nazgo e Almotacenia. 

Almoyaneque. m. (ant.) V. Ad- 
mojanege. 

Almozala. m. (ant.) V. Almo- 
calla. 

AlmozÁrade. adj. (ant.) V. Mo- 
zárabe. 

Almucantarat. 7n. (astron. ant.) 
V. Almicaniáradas. 

Almud, m. Almude; medida 
hespanliola de capacidade 
para seceos, que correspon- 
de a meia fanga: — medida 
para os líquidos, e especial- 
mente para o azeite, usada 
em Portugal: — de tierra; 
espaço de terra onde se podo 
semear inna meia fanga. Ju- 
gerum, illud nimirum terra; 
spatium qnocl ii.no jugo bourn 
in dic exarari jiotesf, 

Almudada. /. Almudada ; terra 
que \e\a. de semeadura um 
alnuule de pão. Sexcta pars 
jugeri. 

Almude JO. m. (ant.) Padrão; 
dava-sc este nome em üevi- 
llia a todas as medidas que 
estavam em poder d'aquellc 
que tinha a seu cargo o guar- 
dar as medidas publicas de 
seceos. Mensurai puhlicce 
exemplar, typus. 

Almudelio. m. (ant.) Eação de 
comida, 

Almudena. /. (ant.) V. Alhón- 
diga. 

Almudero. m. O que tinha a 
seu cargo guardar as medi- 
das publicas de seceos. 

Almudí. m. (prov.) V. Alhón- 
dega: — (p. Ar.) medida de 
seis cahizes. Máxima a.ri- 
dorum mensura in Ilispc^- 
nia tarraconensi. 



112 ALO 

Almu¿dako. m. (ant.J Aln:!nc- 
dauo ; entre os ai-abcs clá-so 
este nome aquello que con- 
voca em vez alta da torre da 
mesquita o povo para orar: 
— pregoeiro ; o que apregoa 
algum genero para vende-lo. 

Almuérdago, m. V. Muérdago. 

Almceutas./. (cHíí. p. Ar.JIvn- 
posto sobre os graos que se 
vendiam no celleiro ¡publico. 

Almuerza. /. Punhado (ás 
mãos ambas) ^ ¡Dorçao de 
grãos, semente, etc. que cabe 
em ambas as mãos postas 
em forma concava. Quantum 
seminis, alteriusve rei siini- 
lis amhcB volee complecti pos- 
sunt. 

Almuerzo, m. Almoço; comida 
que se toma pela manhã. 
Jentaculum , i: — apjiarclho 
de chicaras, pires, cafeteira e 
outras peças que servem nos 
almoços. Capsula appara- 
tum jentaculo deservientium. 

Almuesta, Almueza. /. (ant.) 
V. Almorzada. 

Almona. /. (naut.) V. Jahone- 
ria. 

Almutacen. m. (ant.y-^. Almo- 
tacén. 

Almütazaf. m.. (ant. p. Ar.) 
V. Almotacén. 

Almutelio. m. fant.) V. Almn- 
delio. 

Alna. /. (ant.) Alna. V. Ana. 

Alnadillo, lla. s. dim. de Al- 
liado. 

Alnado, da. s. V. Hijastro, Tli- 
jo,stra. 

Alnafe. m. (ant.) V. Anafe. 

Alkec. m. (chim. ant.) V. Es- 
taño. 

Alnedo. m. (ant.) Alnedo; lo- 
gar onde se criam amieiros. 

Alnita. /. (Iwt.) Alnita ; genero 
de plantas fosseis. 

Alno. m. (ant.) Alno. V. Álamo 
negro. 

Aloa. /. (hist.) Alôas ; festivi- 
dades que celebravam os la- 
vradores de Athenas em 
honra de Ceres e de Baccho. 

Aloaria./. (ant. archit.) V. Pe- 
china. 

Alobadado, da. adj. Mordido 
pelo lobo. Lupino morsu 
Icesus : — applica-se ao ani- 
mal que padece a enfermi- 
dade chamada lobado. L/ii- 
pino morbo infectus. 

AxoBADo. DA. adj. (ant.) V. Alo- 
bunado. 



ALO 

Aloüunadillo, i.la. adj. dim. 
de Alobunado. 

Alobunado, da. adj. Que é pa- 
recido eoin o lobo, especial- 
mente na cor do pello. 

Alocadamente, adv. m. Lo'aca., 
dispa,ratadamente, sem refle- 
xão. Temeré, inconsueto. 

Alocado, da. adj. Aloucado, 
adoudado, desassisado. In- 
cónsidtus , judicio prceceps. 

Alocasia. /. (bot.) V. Coloca- 
sia. 

Alocución. /. Allocução; dis- 
curso dirigido por um chefe 
a seus subditos. Allocutio, 
onis. 

Aloda. /. (ant. zool.) V. Alon- 
dra. 

Alodial, adj. (jur. ant.) Alio- 
dial; dava-se este nome aos 
bens livres que não tinham 
encargo. Ad allodium perti- 
nens. 

Alodio, m. (ant. jur.) Posae de 
herdade livre de encargos. 
, Allodium, i. 

Aloe. to. (bot.) Alões; genero 
de plantas pertencentes á fa- 
milia das liliáceas, que cres- 
cem nas montanhas do cabo 
da Boa Esperança, e culti- 
vam-se também na America; 
suas flores são grandes, bo- 
nitas e umbelladas : — chino; 
arbusto da China, cuja ma- 
deira é aromática e serve 
para perfumar as casas e os 
vestidos. 

Aloentes. m.'(ant. bot.jY. Man- 
, drágora. , 

Aloes, to. (ant.) V. Aloe. 

Aloesina. /. (chim.) Aloesina; 
alcalóide extrahido da colo- 
quintidá. 

Aloeta. /. (zool. ant.) Y. Alon- 
dra. 

Aloético, ca. adj. (pharm.) 
Aloético; que contém aloés. 

Aloetina. /. (chim.) V. Aloe- 
sina. 

Alofócloa. /. (bot.) Alofócloa ; 
genero de plantas monocoty- 
ledonias, da familia das gra- 
míneas. 

Alófoeo. m. (zool.) Aloforo; 
genero de insectos dípteros 
originarios da Europa. 

Alogador. RA. s. (ant.) Aluga- 
dor, alquilador ; o quealquila 
ou aluga bestas. 

Alogamiento. to. (ant.) V. Al- 
quiler. 

Alogar. a. (ant.) V. Alquilar^ 



ALO 

Usava-se também como re- 
ciproco: - (chim.jY .Azogue. 

Alogos. adj. Alogos; hereges 
que negavam a divindade 
de Jesus Christo. 

Alogotrofia. /. (med.) Alogo- 
trophia; nutrição desigual e 
desproporcionada. 

Alogukr. to. (ant.) Aluguer, 
arrendamento. 

Alohar. m. (chim. ant.) Y. 
Alogar. 

Aloharia. /. (ant. archit.) Y. 
Pechina. 

Alohoc. to. (chim. ant.) Y. 
Alogar. 

Aloico. adj. (chim.) Aloico; ap- 
plica-se á substancia que se 
obtém tratando o alões pelo 
acido suljjhurico. 

Alóideo. adj. (zool.) Aloideo; 
planta vulneraria de folhas 
similhantes ás do aloes. 

Aloides. (myt.) Aloides ; filhos 
de Neptuno e de Ifimedia, 
chefes das colonias da Thra- 
cia. 

Aloina. /. (chim.) V. Aloesina. 

Alóineo. adj. (bot.) Y. Alóideo. 

Aloisia. /. (bot.) Aloisia; ge- 
nero de plantas verbenáceas, 
ou antes do genero lipia. 

Aloisol. m. (chim.)A.\oi&oi\ sub- 
stancia menos pesada que 
a agua, que se forma distil- 
lando com cal a aloetina. 

Aloja. /. (ant.) Aloja; bebida 
com2D0sta de agua-mel e es- 
pecies : — licor fermentado 
com alfarrobas (termo da 
America). 

Alojado, m. Aboletado ; o chefe, 
official, ou soldado que se 
aboleta em qualquer casa. 

Alojamiento, to. Alojamento; 
logar onde alguém está alo- 
jado: — (mil.) logar onde os 
soldados se alojam gratuita- 
mente . Hospitio , diverso- 
rium : — (naut.) espaço que 
ha entre a coberta principal 
do porão e a outra coberta 
immediata. Locus stibterpri- 
mum navis tabulatum quo 
celluloi navigantibus con- 
struuntur. 

Alojar, a. Alojar; dar aloja- 
mento, hospedagem. Usa-se 
também como neutro. Hospi- 
tio excipere. 

Alojé, adj. (germ.) V. Afable . 

Alojería. /. Tenda onde se 
vende agua-mel . Taberna 
aquce mulsce. ' 



ALO 

Alojeho. m. O que faz ou vende 
agua-mel. Aqute mtilscv ven- 
ditor. 

Alojia." /. Alogia; proposição 
contraria á lógica: — dispa- 
rate; impertinencia. 

Alollak. a. (germ.) V. Acosser. ' 

Alojiacor. m. (bot.) V. Álbasi- 
carpo. 

Alomado, da. adj. Alombado; 
diz-se do cava lio que tein o 
lombo curvado on arqueado 
para cima. Equus lumhis cur- 
hatus. 

AxoMANciAj /. Alomancia; ade- 
vinhação por meio de sal. 

Alomantico, ca .ad¡i. Aloman- 
tico; que professa a aloman- 
cia. 

Alomar, a. Domar um cavallo ; 

' faze-lo manejar de um modo 
conveniente. Eqnmn domare, 
corrigere; arte et disciplina 
equi vires jvsfis ceqnare par- 
tibus: — r. (vet) fortificar-se 
e nutrir-se o cavallo íicando 
apto para padrear. Admis- 
sariiim fieri ad sobolem 
creandam aptum. 

Alón. TO. Aza implume. Alaim- 
plumis : — int. (fam.) aló, 
que corresponde a vamos, va- 
mos. Age, eamus. Alón, que 
pinta la iiva (loe. fam.); va- 
mos queja basta de maçada. 
Jam satis, eamus. 

Aloncillo. m. dim. de Alón. 

Alondra./. Calhandra; ave de 
cor parda. Alauda, ealandra. 

Alongadero, ka, adj. (ant,for.) 
V. Dilatorio. 

Alongado, da (anf.) V. Dester- 
rado : — distante, longe. 

Alongamiento, m. (ant.) Alon- 
gamento; acçào de alongar. 
Frodnctio,prolatio. : — (ant.) 
distancia, separação de al- 
guma cousa: — (med.) au- 
gmento morboso da longi- 
tude de certos órgãos. 

Alongar, a. (ant.) Alongar, 
estender, apartar. Usa-se 
como reciproco. : — alargar, 
dilatar, estender qualquer 
cousa. Dilatare, distrahere, 
extendere. 

Alópata, m. (med.) Alopatha ; 
o que segue o systema alo- 
pathico. 

Alopatía, m. fmerf.j Alopatliia; 
systema que tem por objecto 
curar as enfermidades com 
medicamentos contrarios aos 
symptomasquerepresentam. 



ALP 

Alopáticamente . adv . (med.) 
Aiopathicamente; conforme 
os principios da alopathia. 

Alopático, ca. adj. (med.) Alo- 
pathico; o que tem relação 
com a alopathia ou com os 
alopathas. 

Alopatista. m. (med.) Y. Aló- 
pata. 

Alopatizar. a. (med.) Alopathi- 
sar; praticar as regras ou 
l^receitos da alopathia no 
tratamento das diversas en- 
fermidades. 

Alope. (myth.) Alope ; filho de 
Cerciou; tevc de Neptuno 
um filho a quem abandonou, 
c foi amamentado por um.a 
egua. 

Alopecia. /. (med.) Alopecia; 
certa doença que faz caír o 
cabello pela raiz. Alopetia, 
profluvies capillorurã. 

Alopiado, da. adj. Opiado; que 
se compôs de opio. Opio mix- 
tiim. 

Alopicia./. (ant. med.) V. Alo- 
pecia. 

Aloque, (adj.) Mistura de vi- 
nho tinto com o branco. Vi- 
num rubellum, helvolum. 

Aloquin. m. Eirado ou tabo- 
leiro de pedra aonde se cura 
a cera ao sol. 

Alosa./. V. Sábalo. 

Alosar, a. (ant.) V. Enlosar. 

Alosna. /. (bot.) Y. Ajenjo. 

Alotar. a. (naut.) Y. Arrizar. 

Aloton. m. (p. Ar.) Y. Almeza. 

Aloxantina./. (chim.) Aloxan- 
tina; substancia crystallisa- 
da, incoloi", um tanto amarel- 
lada, pouco solúvel na agua 
fria, que resulta da decom- 
posição do acido úrico pelo 
nítrico, tratando primeiro, 
pelo cíiloro, o aloxano por 
urna corrente de acido sul- 
phydrico. 

Alozna. /. (bot.) Y. Ajenjo. 

Alozza. /. (myfJi .) Alozza ; um.a 
das tres filhas do Deus su- 
premo, segundo a, antiga 
theologia árabe. 

Alpaca./, (ant.) Metal branco; 
liga composta de cobre, 
zinco e nickel, muito pare- 
cida na sua cor e dureza com 
a prata; empi-ega-se em bai- 
xellas, instrumentos, obje- 
cto de adorno, etc. : — te- 
cido, feito com lã do qua- 
drúpede do mesmo nome. : — 
(zool.) m. alpaca; quadru- 



ALP 113 

pede do Perú, similhante ao 
Ihama, mas de pello mais 
comprido, 

Alpam. m. (bot.) Alpama; nome 
de um arbusto da índia, de 
cujas folhas se extralie um 
sueco, que misturado com o 
do cálamo se applica para 
curar as mordeduras das ser- 
pentes. Sua cortiça é verde e 
cinzenta, as raizcse as flores 
encarnadas e as folhas oblon- 
gas. 

Alpandí. m. (germ.) Y. Abril. 

Alpañata. /. (aut.) Alisador; 
couro que usam os oleiros 
para dar lustro ás vasilhas de 
barro antes de as pôr a cozer. 
Aluta fictilibus Icevigandis. 

Alfaque, m. Y. Alpaca. 

Alparab. m. (astron.) Alparab; 
um dos nomes do coração da 
hydra. 

Alparcería, (ant.) V. Apar- 
cería. 

Alpakcero. m. (ant.) V. Apar- 
cero. 

Alpargata. /. Alpargata; cal- 
çado, cuja sola se ajusta ao 
pé com tiras de couro ou de 
algura tecido de linho ou es- 
parto. Calceus cannabinus. 

Alpargatado, da. adj. Diz-se 
do calçado que tem a forma 
de alparcas. Ad similitudi- 
nem calcei cannabini effor- 
matus. 

Alpargatar, a. Fazer alpar- 
cas. Calceos ex cannabo con- 
ficere. 

Alpargate./ (ant.) Alpargate. 
V. Alpargata. 

Alpargatería./ Alpargatería ; 
loja onde se vendem ou fa- 
zem alparcas . Calceornm 
cannabinorum offi ciña: — 
trafico ou officio do que faz 
alparcas. 

Alpargatero, m. Alpargatciro; 
o que faz ou vende alparcas. 
Calceorum cannabinorum 
opifex. 

Alpargatilla. /. dim. de Al- 
pargata: — ffig. fam.) Diz-se 
da pessoa que com astucia 
ou manha se insinua no 
animo de outra .para conse- 
guir alguma cousa. Assenta- 
tor blanditiis et ver sutiã ca- 
piaus. 

Alpartaz. m.. (ant.) V. Almó- 
far. 

Alpea. /. (zool.) Alpea; genero 
de insectos coleópteros pen- 



114 ALP 

tameros, da familia dos cara- 
bicos, aggregado jjor diver- 
sos naturalistas ao genero 
uebria. 

Alpechín, vi. Agua ruça que 
sáe das azeitonas quando es- 
tão postas era montão j)ara 
se moerem. Amurca, ce. 

Alpende, m. Alpendre; casi- 
nliola que serve para guar- 
dar toda a classe de instru- 
mentos de minas c fundição. 

Alpérsico, to. (hot. ant.) V. 
Prisco, em relação á arvore 
6 ao fructo. 

Alpestke. adj. Alpestre ; dos 
Alpes : — alpestre, áspero, 
escabroso. 

Alpey ou Alpez. m. (ant. meã.) 
V. Alopecia. 

Alpícola. adj. V. Aljñno. 

Alpicoz. 7)1. (bot.) V. Cohombro. 

Alpijeno, na. adj. V. Alpino. 

Alpinia. f. (bot.) Alpinia; nome 
dado, em honra de Prospero 
Alpiíii, a um genero de plan- 
tas amómeas, natural da Asia 
tro^aical. 

AlpiniÁceo, Alpiniado. adj. 
(bot.) Alpiniaceo; parecido 
com a aljiiuia: — genero de 
plantas que tem por typo 
o genero alpinia. 

Alpino, na. adj. Alpino; per- 
tencente aos Alpes. Alpinns, 
a, um: — (ant.) nome que, 
segundo Aulo Gellio, deu Ca- 
tão aos liespaulioes que ha- 
bitavam nos cumes dos Py- 
rinéos : — (bot.) alpinas ; 
nome dado ás plantas espe- 
ciaes dos Alpes : — (g<íol.) al- 
pinas, classe particular de 
rochas, á qual se julgou que 
pertenciam as dos Alpes : — 
(zool.) alpinos; diz-se dos 
animaes que vivem nos cu- 
mes das altas montanhas. 

Alpiste, m. (bot.) Alpiste; ge- 
nero de plantas da familia 
das gramíneas. Milium pa- 
radoxum. Quedarse alpiste 
(fam.) ; ficar logrado. Ina- 
ni spe deludí. 

Alpistela ou Alpistera. /. 
Torta pequena de farinha, 
ovos e sésamo. Placenta ex 
farina, ovis liquatoque sac- 
charo. 

Alpisteuo adj. Crivo com que 
se limpa a alpiste. Milioimr- 
gando apfitm. 

Alpisteta./. V. Alpistela, 

AlpujakreSo, ña. adj, Alpu- 



ALQ 

jarreno; habitante das Alpu- 
jarras, no reino de Granada, 
ou pertencente a ellas. 

Alqueire, to. (ant.) V. Alqui- 
ler. 

Alqdequenje. m. (bot.) Alque- 
quengi ; planta perenne e ra- 
mosa que cresce quasi á al- 
tura de mais de um pé; tem 
as folhas cordiformes e as flo- 
res radiadas. O fructo é si- 
milhante a uma cereja, cheio 
de sementes commummente 
chatas, e envolto em uma es- 
pecie de bexiga membranosa. 
Physalis alkakenge. 

Alquería./. Alquería; casa de 
campo para guardar todos 
os apparelhos e instrumen- 
tos de lavoura: — granja, 
predio rustico. Villa, pra'.- 
dium riisticum. 

Alquermes. m. (pharm.) Al- 
quermes; electuario excitan- 
te, composto de varios m- 
gredientes, como aloes, ma- 
çãs, noz moscada c canella. 
Cinnamea confectio. 

Alqueuque. to. (ant.) V. Tres en 
raya, jogo: — nos moinhos 
de azeite, o logar em que se 
põe os cabazes cheios da mas- 
sa da azeitona moida. 

Alquetifa. /. (ant.) V. Alca- 
tifa. 

Alquez. m. Medida do vinho 
de doze cantaros Mensura 
duodecim vini ampliaras con- 
tinens. 

Alquibla. /. (T'. árabe, inus.) 
Austral; a parte voltada ao 
meio dia. Plaga ad meridiem 
versa. 

Alquicel ou Alquicer, to. Al- 
quicel ou alquicer; fílele 
branco com que se cobrem 
os mouros. Sagum punicum, 
seu mauricvm. : — especie de 
tecido que servia para co- 
bertas cie bancos, mesas ou 
oiitras cousas. Textili coope- 
riundis sedilibus. 

Alquier. to. Alqueire ; medida 
usada em Portugal para o 
azeite : — medida portugue- 
za de grãos. 

Alquifol, to. (min.) Alquifol; 
chumbo mineral: — V. Al- 

quífux. 
Alquifux. to. Alquifú; galena 
que serve para envernizar a 
louça ordinaria. No Oriente 
é empregado pelas mulheres 
na composição do pó com que 



ALQ 

tingem as sobrancelhas e as 
pestanas. 

Alquiladizo, za. adj. De alu- 
guel. Conductitius, merito- 
riiis. 

Alquilador, ra. s. Alquilador ; 
alugador, o que dá de alu- 
guer. Commummente se diz 
do que aluga trens ou cavai- 
los. Conductor , locator. 

Alquilamiento, m. Alugamen- 
to ; acção de dar de aluguer. 
Locaíio, conducfio. 

Alquilar, a. Alquilar; alugar, 
tomar ou dar de aluguer. Lo- 
care, condiicere: — r. (ant.) 
ajustar-se alguém a servir a 
outrem Y>oY certo estijiendio. 

Alquílate. ???. Sisa; direito que 
se pagava em Murcia pela 
venda das pro]n-iedades e 
fructos. Vectigalis gemis ex 
praidiorum fructuumque ven- 
ditione. 

Alquile, to. (ant.) V. Alqtiiler. 

Alquiler, to. Aluguer ; o preço 
que se dá ao dono de algu- 
ma cousa para uso por tem- 
ido determinado. Locarium ; 
mcrce.s eoa locatione : — a ac- 
ção de alugar. Locatio, anis. 

Alquilón, na. adj. (fam.) O que 
se dá ou toma de aluguel; 
de ordinario as carruagens 
ou cavallos. Diz-se também 
por desprezo das pessoas que 
se alugam para alguma cou- 
sa. Meritorius, locatitius, 
condactitius. 

Alquimia. /. Alchimia; chimi- 
ca a mais sublime, c a parte 
que ensina a transmutação 
dos metacs. Alchimia, ce: 
— (ant.) latà-o. Alchimia 
probada, tener renda y non 
(jas'ar nada; alchimia pro- 
vada, é ter rendimentos e 
não os gastar, rif. em que 
so dá a entender que o meio 
mais seguro para fazer di- 
nheiro é não o gastai-. Par- 
cimonia optimum vectigal. 

Alquimicamente. adv m. Al- 
chimicainente; segundo a 
arte ou regra da alchimia. 
Secundum alchimia} p>ra¡ce- 
pta, regulas. 

Alquímico, ca. ncZ;'. Alchimico ; 
o que pertence á alchimia. 
Ad alcJdmiam spjectans. 

Alquímila./. Alchi milla ; plan- 
ta. V. Pié de león. 

Alquimista, m. Alchimista ou 
Alquimista; aquello que se 



ALR 

applica á transmutação dos 
nietaes ; que sabe a alchimia, 
que se exercita n'ella. Al- 
cliimia peritvs. 

Alquinal. m. Touca ou véu 
para a cabeça, de tpie usa- 
vam ¡wr adorno as mulheres. 
Muliehre capitis tegiimen- 
titm : — morisco (ant.J; lenço. 
Sudarium, ii. 

Alquitan. m. (ant.) V. Alqui- 
trán. 

Alquitara. /. V. Alambique.. 
Por alquitara (mod. adv.) ; 
pouco a pouco e com diffi- 
culdade. jíEgre, difficrdter. 

Alquitarar, a. V. Destilar. 

Alquitata. /. (inus.) V. Alqui- 
tara. 

Alquitira./. Alquitira; ¡llanta 
de talo curto e coberto de 
bicos. As folhas são peque- 
nas e delgadas, as flores ro- 
xas, e o fructo umas vagens. 
Astragalum tragacantha: — 
adraganto; gomma que se 
tira de um arbusto chíimado 
pelos gregos TragacJtanta, 
e pelos árabes Carad; sáe 
cm grumos um pouco tor- 
cidos, mui duros c opacos. 
Gummi tragacanthum. 

Alquitrán, m. Alcatrão; com- 
posição de pez, sebo, gordu- 
ra, resina e azeite. Naphtha 
nigra. Es un alquitrán ; és 
um alcatrão, isto é, uma pes- 
soa colérica. Homo stonia- 
chosiis. 

Alquitranado, da. ]) . p. de Al- 
quitranar. Alcatroado; un- 
tado de alcatrão. Napldhâ 
ohlitus: — m. panno alca- 
troado. Linteum naphtha li- 
nitum. 

Alquitranar, a. Alcatroar ; un- 
tar com alcatrão alguma cou- 
sa. Naplithâ nigra linire. 

Alquival. (ant. p. Ar.) V. lil- 
quicel. 

Alramecu. m. (astrn.) Álramech 
ou Arcturo; estrella da pri- 
meira grandeza, da cauda 
da Ursa Maior. Arcturns, i. 

Alrededor, adv. l. Ao redor ; 
em roda, em torno, em cir- 
culo, em circumferencia. Cir- 
cum: — m. pi. arredores; os 
contornos de algum logar de- 
terminado. Circum jacentia 
loca. 

Alrinach. m (myth.J Alriuach; 
demonio do occideute; pre- 
side aos tremores de terra. 



ALS 

á chuva, etc. Eepresenta-se 
sob a forma de uma mulher. 

Alrota. /. Pluma ; filamento 
que se despreza da estopa 
ou linho. tStvpa ãeterior. 

Alrote. m. (ant.) V. Arlóte. 

Alrucaisah. m. (astron.) Alru- 
cabah; nome da estrella po- 
lar. 

Alrunos. m. pi. (germ.) Alru- 
nos; nome que os antigos 
germanos davam a umas fi- 
guras pequenas feitas das 
raizes mais duras das plan- 
tas ; representavam os deuses 
domésticos, aos quaes tribu- 
tavam uma especie de culto. 
No século ¡cassado ainda se 
encontravam na AUemanha 
alguns vestigios d'esta su- 
IJerstição. 

Alsa-blot. m. (myt.) Alsa-blot ; 
sacrificio que os antigos ha- 
bitantes da Islândia otíere- 
ciam aos espirites dos rios, 
a fim de os tornar felizes na 
sua vida domestica, ou para 
perturbar a paz de um ini- 
migo. 

Alsaciano, na. s. Alsaciano; 
o habitante da Alsacia : — 
adj. que ¡ici'tence á Alsa- 
cia ou aos seus habitantes. 

Alsaliciiah. m. (hot. ant.) V. 
Canela. 

Alsarda. /. (ant.) Direito que 
se pagava pelo aproveita- 
mento das aguas dos rios c 
arroios nas azenhas e moi- 
nhos. 

Alsastre. m. (inus.) V. Sas- 
tre. 

Alseida. /. (boi.) Alseis; ge- 
nero de plantas rubiáceas, e 
um pequeno arbusto do Bra- 
zil. 

Alsine. /. Alsine; planta cha- 
mada vulgarmente orelha de 
rato, c de que os pássaros 
gostam muito; cresce até á 
altura de meio pé, tem as 
folhas pequenas e as flores 
brancas. Alsine media. 

Alsodea. /. (bot.) Alsodea 
(amiga da sombra dos bos- 
ques); genero de plantas vio- 
láceas, arbustos de folhas es- 
tendidas e flores pequenas 
disjíostas em racimo. 

Alsodíneo, nea. adj. (bot.) Al- 
sodineo; que se parece com 
a alsodea : — /. ^jZ. familia 
de plantas violáceas, cujo 
typo é a alsodea. 



ALT 



llõ 



Alsófila. (bot.) Alsòphila; es- 
pecie de feto arborescente. 

Alsoíiitra. /. (bot.) Alsomitra; 
genero de plantas cucurbi- 
táceas que se encontram na 
ilha de Java. 

Alstonia. /. (bot.) Alstonia; 
genero da familia das apo- 
cinaceas, próprio da Asia 
trojDical, de que se cultivam 
algumas esi^ecies nas estu- 
fas. As alstonias são arvores 
altas, e as suas flores ordina- 
riamente brancas. 

Alstremeria. /. (bot.) Alstre- 
mcria; nome dado em honra 
de Carlos Alstroemer a um 
genero de plantas amarili- 
deas, originario da America 
meridional. Cultivam-se di- 
versas especies destaplanta. 

Alsuila. /. (bot.) V. Abrótano. 

Alta. /. Alta ; certa dansa in- 
troduzida na Hespanhapelos 
allemães da alta AUemanha, 
e que teve muito uso. Deram- 
Ihe o nome de alta, para a 
distinguir de uma outra 
dansa chamada baixa, que 
os flamengos, ou da baixa 
AUemanha, também ali in- 
troduziram. Germânica sal- 
tatio: — o exercício que se 
fazia nas aulas de dansa, 
bailando alguns passos de 
cada dansa. Exercitatio sal- 
tatoria: — o exercício de es- 
grima que se faz ])ublica- 
inente. Certamen gladiato- 
rinm : — (mil.) alta ; notapela 
qual consta a existencia de 
alguma praça que, havendo 
tiílo baixa por enfermidade 
ou deserção, volta ao serviço. 
Também significa o papel 
que o enfermo traz, pelo qual 
consta que volta para o ser- 
viço. Tessera seu schedula, 
qiufí iuvalidum aut deserto 
rem militem ad militia mu- 
nia rediré testatur: — nos 
hospitaes, a ordem que se 
commuuica ao doente, a 
quem se dá por são, para 
que saia: — (germ.) torre ou 
janella: — mar. V. Mar. 
Echar el alta (dans.); execu- 
tar a alta dansa, diverti- 
mento que o mestre de dansa 
dá a seus discípulos, e que 
se reduz a dausar-se toda a 
especie de baile. Chorea so- 
lemnior coram magistro sal- 
tatorio. 



116 



ALT 



AíT:ABAQX¡-E.m.(And.)Y. Taba- 
que. 

Altabaquillo, m. Planta. V. 
Corregüela. 

Altafoe. m. (imis.) V. Alcan- 
for. 

Altair, m. (astron.) Altair; 
nome árabe da estrella cen- 
tral de primeira grandeza, 

• que occujoa o centro da cons- 
tellaçào da Aguia. 

Altamandeia. /. (p. And.) V. 
Sanguinaria mayor. 

Altambo. m. (cJdm., ant.) V. 
Espinela. 

Altamente, adv. m. Altamente \ 
sublime; perfeita, excellen te- 
mente. Elath, excellenter, 
egregie: — (fig-J fortemente: 
■ — -(fig-, ant.) houoriñca- 
mente. 

Altameeon. m. (germ.) Ladrão 
que furta por escalada. Do- 
inorum invasor per tcctaaut 
fenesíras. 

Altamía. /. (ant.) Terrina ou 
taça. V. A^ntamilla. 

Altamisa. /. V. Artemisa. 

Altana. /. (germ.) Igreja ou 
templo. Templum, i. 

Altanado, da. adj. (germ.) Ca- 
sado. 

Altaneeamente. adü. Altiva- 
mente; de maneira altiva, 
soberba. Elate. 

Altanería. /. (ant.) Altura ou 
alturas : — altanaria ou vo- 
lateria; arte de caçar as aves 
com outras de rapina. Au- 
cupii gemís: — (fig) altiveza, 
soberba. Animielatio : — caça 
com falcões ou aves de ra- 
pina. 

Altaneeo, EA. adj. Altaneiro ; 
que se remonta muito; ap- 
plica-sG ao falcão e outras 
aves de rapina de alto vôo. Al- 
tivolus, a, um: — (fig-) alta- 
nado, altivo, arrogante, so- 
berbo. Arrogans, superbns: 
— (germ.) diz-se do ladrão 
que furta por logar alto. 

Altanez. /. (ant.) -V. Altane- 
ría. 

Altanto. (ant.) V. Tanto. 

Altar, m. (astron.) Altar ; eon- 
stcUação do hemisplierio au- 
stral que segundo uns se 
compõe de sete estrellas, e 
segundo outros de oito e até 
de doze. Os poetas da anti- 
guidade suppozeram que es- 
ta constellaçào era o altar 
ondeos deuses prestavam ju- 



ALT 

ramento de fidelidade a Jú- 
piter, antes da guerra contra 
os titaes, e que depois foi 
por elle collocado no numero 
dos astros: — ara; logar ele- 
vado para offerecer sacrifi- 
cios em todos os tempos: — 
mesa quadrilonga de madei- 
ra, pedra ou metal, em que 
as diversas religiões cele- 
bram os sacrificios e cere- 
monias cou) que dão culto 
exterior á Divindade. Alta- 
re: — conjuneto de mesa, 
gradería, retábulo e outros 
adornos para collocar ima- 
gens sagradas : — de alma 
ou de anima; altar privile- 
giado: — mayor; altar mor. 
Ara templi máxima: — por- 
tátil; altar portátil: — an- 
dor. Eso es corneo quitarlo 
del altar; isto é como ne- 
gar-llie a justiça: também 
se applica quando se tira 
aiguma cousa do logar onde 
devia estar. Sacrificio del 
altar; sacrificio do altar; a 
missa. Magnum chrisiiance 
religionis sacrificium; qiiasi 
ab aris siibripere. Visitar 
los altares; visitar os alta- 
res; fazer oração diante de 
cada um d'elles. Aliaria 
orationis causa adire: — de 
los Juanes de proposición 
(ant.); altar dos pães' de pro- 
posição, que entre os judeus 
designava 'aquelle altar em 
que aos sabbados colloca- 
vam doze pães com o in- 
senso e o sal a modo de 
offerenda: — de los perfu- 
mes ; altar dos perfumes; 
mesa de madeira coberta de 
follias de oiro, na qual pela 
manha e . de tarde um sa- 
cerdote judeu oíi'erecia um 
perfume de composição par- 
ticular: — de los sacrificios ; 
, altar dos sacrificios ; aquelle 
que os judeus tinliam desti- 
nado para innnolar as victi- 
mas oíterecidas a Deus: — 
de prótesis; altar de prote- 
sis; pequeno altar prepara- 
torio, onde os sacerdotes 
christãcs da igreja grega 
benziam o pão destinado 
para o sacrificio, antes de 
leval-o para o altar mor: — 
particular; altar particular ; 
entre os judeus, o que esta- 
va collocado fóra do templo. 



ALT 

Altaecioo, cillo, cito. m. dim, 
de Altar. Altarzinbo. Ara 
minor, 

Altaeeina. /. V. Milenrama. 

Altakeeo. m. Altareiro ; o que 
orna ou forma altares. Or- 
nator, altariimí structor. 

Altaeis. m. (chim. ant.) Y. Azo- 
gue. 

Altayügi. m. (ant. zool.) Y. Per- 
diz. 

Alte, (ant.) contr. de ti él te: 
a, elle, te. 

Altea/, (bot.) Althea; arbus- 
to da familia das malvaceas ; 
tarda quatro ou cinco anuos 
em florecer, e suas flores, 
violáceas ou brancas, são de 
muita duração : — V. Mal- 
vabisco: — V. Malva real. 

Altear, n. (naut.) Altear; ser 

mais alta a costa ou terra 

• por algum de seus pontos 

,em relação aos immediatos. 

Alteasteo. m. (bnt.) Altheas- 
tro; divisão do genero al- 
thea, que 'comprehende o 
verdadeiro malvaisco. 

Alteína. /. (chim.) Altheína; 
substancia crystallisada em 
prismas transparentes, frá- 
gil, inodora, insípida e fres- 
ca ao gosto, descoberta em 
1826 por Bacon, pharmaceu- 
tico em Caen, na raiz de al- 
thea. 

Altelajb. m. (ant.) Tiro; pa- 
rellia, junta de bestas ou 
bois. 

Áltenla../, (bot.) Altenia; ge- 
nero de plantas naiadas, 
próprias dos lagos salgados 
do meio dia da França, 
principalmente nos arredo- 
res de Montpellier. 
Altensteinia. /. (bot.) x\ltens- 
teinia; genero de plantas 
orchideas, original da Ame- 
rica meridional. 

Alteeabiltdad. /. V. Mutabi- 
lidad. 

Alteeable. adj. Alterável; o 
que se pode alterar. Mida- 
bilis, le. 

Alteeacion. /. Alteração; ac- 
ção e eft'eito de alterar ou 
alterar-se. Alteratio, onis: 
— alteração ; mudança phy- 
sica ou moral, perturbação 
no pulso, nos humores, etc. 
Commotio, onis: — altera- 
ção; movimento de ira ou 
outra paixão. Animi pertur- 
batio : — altercação, disputa, 



ALT 

contestação; alvoroto, des- 
ordem publica. Altercatio, 
tumuUiis, moius, seditio tur- 
hm: — de moneda; alteniçào 
de moeda, mudança, au- 
gmento ou diminuição do 
seu valor, ou de sua qua- 
lidade. yEsiimatiGnis rei nu- 
marioi immuiaiio. 

Alterado, da. p. 2^- ^^ Alte- 
rar. Alterado. Calão alte- 
rado; caldo medicinal feito 
de hervas e outros infp^-e- 
dientes. Herbis et medica- 
menti.'s confectum jusculum. 

Altekador, KA. s. Alterador; 
o que altera. Vitiator, cor- 
ruptor. 

Altekante. adj. Alterante; o 
que é próprio a alterar. 

Alterak. a. AJterar; innovar, 
causar novidade. Alterare, 
commovere: — r. perturbar- 
se, irar-se, cnfureoér-se. 
Commoveri, turbar i : — la 
moneda; alterar a moeda, 
ííi\úñQtí-\'<\. Adulterare mun- 
mos. 

Alterativo, va. adj. (ant.) Al- 
terativo; o que tem a vir- 
tude de alterar. 

Altercación. /. Altercação; 
disputa poriíosa, debate de 
palavras (com clamor c }>ai- 
xão). Altercatio, contentio, 
rixa. 

Altercado, m. Y. Altercación. 

Altercador, ra. s. Altercador; 
o que alterca, purfia, nu é 
propenso a disjiutar. Altcr- 
cator, pertinax. 

Altercante.^, o. ãe yiltercar ; 
o que alterca. Altercator, 
oris. 

Altercar, n. Altercar; dispu- 
tar, chicanar, porfiar, tei- 
mar. Altercari, jurgari, dis- 
cepfare. 

Alter-ego. Altcr-ego; titulo 
official que se usa especial- 
mente no estylo da chancel- 
leria nas Duas Sicilias, em 
virtude do qual o monarcha 
transmitte a um vicc-rei ou 
logar-tenente o exercício 
pleno do ¡lodcr solierano: 
— (fig.) expressão tomada do 
latim que se usa para signi- 
ficar que uma pessoa repre- 
senta em tudo a outra, ge- 
ralmente constituida em 
mais elevada posição. 

Alteria. /. (bot.) Altcria; ge- 
nero de plantas de Mada- 
16 



ALT 

gasear, pertencente á fami- 
lia das estercoleaccas. 

Alternación. /. Alternação; 
acção e etfeito de alternar. 
Alternatio, vicissitrido. Ley 
de alternación. ; lei de alter- 
nação; principio ou regra 
c|ue determina as relações 
que exittem entre os vege- 
tacs relativamente ao plano 
normal de suas flores, con- 
siderando a pbsição alterna- 
tiva das jiartes dos vcrti- 
cillos,: — (g^ol.) disposição 
que apresentam os depósi- 
tos estratificados comj)o.stos 
de muitas especies de ro- 
chas, que se succedem al- 
ternativamente umas ás ou- 
tras. 

Alternadamente, adc. m. V. 
Alternativamente. 

Alternancia. /. (bot. c geol.) 
V. Alternación. 

Alternante.^;, a. de Alternar. 
Alternante; que alterna. Al- 
ternans, antis. 

Alternántera. /. (bot.) Alter- 
nantera ; genero de plantas 
da familia das amarantha- 
ceas, que deve seu nome á 
alternação de suas anteras. 

Alternar, a. Alternar; fazer 
ou dizer já uma, já outra 
cousa. Alternare: — n. dizer 
ou fazer mna pessoa depois 
de outra, por turno, uma 
mesma cousa. Alternare: — 
variarem-sc as cousas, suc- 
cedendo-sc umas a outras. 
Alter nis ricihus agere: — 
(matli.) mudar os termos de 
quatro gi-andezas proporcio- 
naes ptu-a t;ompara-las, etc. 
Alternare : — (agr.) semear 
no mesmo terreno vegetaes 
de distincta natureza, uns 
depois de outros: — (bot.) 
succeder-^e mutuamente so- 
bre um eixo commum o ór- 
gão das plantas. 

Alternario. m.(hot.) Alterna- 
rio; especie de cogumelos 
qvie se desenvolvem nos ta- 
los dos vegetaes seceos e na 
cortiça dos pinheiros. 

Alternati-pennado, da. adj. 
(bot.) Alternati-pinneado; 
cpitheto das folhas pinnea- 
das de foliólos alternos so- 
bre o ¡peciolo commuin. 

Alternativa. /. Alternativa; 
mudança alternada ; a acção 
ou direito que tem qualquer 



ALT 



117 



pessoa ou corporação para 
executar alguma cousa ou 
gosar d' ella alternando com 
outra. Alternatio, vicissitu- 
do: — opção entre duas ou 
mais cousas: — duvida na es- 
colha de uma ou outra cou- 
sa : — necessidade de escolher 
uma ou outra cousa, de duas 
que se apresentam. 

Alternativamente, adv.m. Al- 
ternativamente; com alter- 
nação. Alterne. 

Alternativo, va. adj. Alter- 
nativo; o que se diz ou fixz 
com alternação. Alternus, a, 
um. Movimiento alternati- 
vo (meeh.); movimento al- 
ternativo, o que apresenta 
uma repetição periódica de 
mudanças de direcção em 
sentidos oppostos, como o 
movimento de ascensão c 
descensão do embolo de 
uma bomba, etc. 

Alternífloro, KA. odj. (bot.) 
Alter nifloro; qualificação 
das ¡llantas cujas flores são 
alternas. 

Alterxifoliado, DA. adj. (bot.) 
Alternifoliado; applica-se 
ás plantas cujas folhas são 
alternas. 

Alteknípedo, da. adj. (zool.) 
Alternipedo ; diz-sc dos ani- 
maes cujas patas são alter- 
ternativamente de duas di- 
versas cores. 

Alterni-pennado, da. adj. (bot.) 
V. Alternai i-j^ennado. 

Alterno, na. adj. (poet.) Al- 
terno; alternativo. Alternus, 
et, um. 

Alteroso, sa. adj. (ant.) Alte- 
roso. V. Altivo: — (naut.) 
alteroso; applica-se ao na- 
■sio de alto bordo. Navis 
prm grandis. 

Alteza./, (ant.) Alteza; altu- 
ra, elevação. Altitudo, inis: 
— tratamento que se dá aos 
filhos dos reis, principes so- 
beranos, e a alguns corpos 
collectivos. Celsitudo, inis: 
— (fi9-) grandeza, sublimi- 
dade, excellencia. Superio- 
ritas, atis. 

Altibajo, m. Altibaixo; ter- 
reno desigual, fragoso. Lue- 
quale solum: — (<'sg-) alta- 
baixo; o golpe direito que se 
dá com a espada de alto 
abaixo. letais ensis à vértice 
deorsum dircctus: — (ant.) 



118 



ALT 



velludo lavrado. Heieromal- 
lum picto schemate distiii- 
ctum: — Cfiff-J altos e bai- 
xos 5 vicissitudes, variedade 
dos successos, já prósperos, 
jcá adversos. Temporum va- 
rietas, rerum vicissitudo. 

Altica. /. (zool.) Altica-, pe- 
queno insecto da familia dos 
coleópteros. 

Altico. m. (zool.) Altico; ge- 
nero de peixes saltadores. 

Altícopo. m. (zool.J Altícopo; 
genero de coleópteros salta- 
dores, cujo íypo é o alticopo 
da Lombardia, e encoutra-se 
em varios pontos da Europa. 

Altilocuencia. /. Altiloquen- 
cia; estylo elevado, sublime. 

Altilocuexte. adj. (poet.) Al- 
tiloquente, sublime, empola- 
do, pomposo; que falia ou 
escreve com eloquência. Ma- 
gniloquus, a, um. 

Altílocuo, cua. adj. Altiloquo", 
sublime na eloquência. Di- 
sertiis, a, tim. 

Altillo, lla. adj. dim. de Alto. 
Altinho: — outeirinbo; pe- 
quena elevação de terra. 
Collicidus, i. 

Altimat. m.(chim.ant.)Y. Car- 
denillo. 

Altimetria./. Altimetria; par- 
te da geometria pratica, que 
ensina a medir as linhas re- 
ctas. Altimetria. 

Altimeteicamexte. adv. 711. Al- 
timetricamente ; de maneira 
altimetrica, segundo as re- 
gras da altimetria. 

Altimeteico, ca. adj.(geom.) Al- 
timetrico ; que i^ertence á al- 
timetria. 

Altímetro, tea. m. Altímetro; 
instrumento de geometria 
para medir a altura dos ob- 
jectos no horisoníe. 

Altin. m. Altino ; moeda russa 
que vale approximadamente 
25 réis. 

Altingat. m. (chim. ant.) V. 
Altimat. 

Altieostro. m. (zool.) Altiros- 
tro ; genero de aves trepado- 
ras de bico mais alto do 
que largo. 

Altisa. /. (zool.) Altisa; ge- 
nero de insectos coleópteros 
tetrámeros muito loeqiienos 
que saltam como as pulgas. 

Altísimo, ma. adj. siip. de Alto. 
Alíissimo. Altissimiis, a, um : 
— m. altissimo; Deus. 



ALT 

Altismetría. /. Altimetria; di- 
mensão da altura ; a medida 
que fazem os geómetras a 
qualquer altura. Altitudinis 
dimensio. 

Altisonancia, f. Altisonancia; 
estylo, modo de fallar empo- 
lado, pomposo. 

Altisonante, adj. (poet.) Alti- 
sonante ; applica-se ao estylo 
pomposo. Altisonus, a, um. 

Altísono, na. adj. (poet.) Altí- 
sono ; api)lica-se ao estylo 
elevado e sublime, e ao que 
usa d'elle. Altisonus, a, um. 

Altitonante, adj. (poet.) Alti- 
tonante; que troveja no alto. 
Altitonans, ajitis. 

Altitud. /. (ant.) Altitude. V. 
Altura. 

Altitudo. adj. (ant.) V. Altí- 
sono. 

Altivamente, adv. m. Altiva- 
mente ; cora altivez ou arro- 
gancia. Arroganter, elath. 

Altivarse. r. Ensoberljecer-se; 
fazer-se altivo, orgulhoso, in- 
solente. Se siqjerbum proi- 
here. 

Altivecer, a. (ant.) Ensober- 
becer, desvanecer, exaltar. 
Efferrare, elatum, tumidum 
reddere. 

Altivedad. /. (ard.) V. Altivez. 

Altivez. /. Altivez, orgulho, 
soberba, arrogancia. Elatio 
animi, arrogantia, supcrhia, 
tumor. 

Altiveza./, (ant.) Altiveza. V. 
Altivez. 

Altividad. /. (ant.) V. Altivez. 

Altivo, va. adj. Altivo, orgu- 
lhoso, soberbo. Elatus, ar- 
rogans, svpcrlnis. 

Altivolante. adj. (zool.) Alti- 
volante ; diz- se das aves de 
alto vôo, e applica-se tam- 
bém a uma especie de cj^sne. 

Altívolo, la. adj. (bot.) Alti- 
volo ; qualificação das plan- 
tas que trepam até á copa 
das arvores mais altas. 

Altmichlec. m. Altmichlec; 
moeda de prata da Turquia 
que vale approximadamente 
615 réis. 

Alto, ta. adj. Alto; levantado 
da terra. Alfus, celsus, edi- 
tus : — alto ; o que tem grande 
estatura ou tamanho; v. g., 
arhol alto, casa alta : arvore 
alta, casa alta. Altus, proce- 
o-iis: — (fig.) arduo, difficil 
de alcançar, comprehender 



ALT 

ou executar. Difficilis, ar- 
duas: — alto ; superior ou ex- 
celi ente.£J£cce¿¿e«,9,67íoZ¿j?M's; 
— alto ; applica-se aos indi- 
viduos, empregos e dignida- 
des de grande elevação. 
Exaltatus, dignitate proicel- 
Ifins: — alto; grande, fal- 
lando dedelictos ou ottcnsas. 
Ingens, entis: — alto; fal- 
lando-se da situação das ruas, 
provincias ou paizes. Supe- 
rior, oris : — alto ; profundo ; 
fallando do mar. Frofun- 
dus, a, um : — alto; nos pre- 
ços das cousas o que é caro 
e subido. 3Iagni pretii: — 
alto, cheio ; applica-se aos 
rios e ribeiros quando vem 
muito crescidos. Tumidus, 
exuberans : — alto; a res- 
peito das festas moveis se 
diz quando caem mais tarde 
que em outros annos; v. g., 
este año la cuaresma es alta : 
a quaresma é alta ou tardia 
este anno. Altas ou bajas 
por abril son las j^císcuas: 
altas ou baixas por abril são 
as paschoas : — m. altura ; 
distancia de baixo para ci- 
ma. Altitudo, inis: — alto; 
parada que fazem as troj^as 
nsisnamíiTcha.. Militar is sta- 
tio : — alto ; cume de um mon- 
te. Montis vértex : — (mil.) 
alto; a voz de que se usa 
para mandar parar a tropa. 
Sistite, state:' — alto; com 
allusão á voz militar é usado 
para fazer suspender a con- 
versa, discurso ou cousa que 
se está fazendo. Heus, sat 
est, silete. Tono alto (mus.); 
tom alto. Voz alta; voz alta. 
Clara você contenta você : — 
ahi ; alto lá ; exi^ressão usa- 
da para fazer suspender ou 
deter a alguém no passo ou 
no discurso. Siste gradum, 
vocem. Alto de ahi ou alto 
de aqui; fora d'ahi ou fora 
d'aqui; cxp.fam. com que se 
manda a alguém que saia 
de onde está. Abi, hino te 
amove. Brocado de tres al- 
tos; brocado, estofo de seda 
tecido de flores e de arabes- 
cos. Pannus sericus triplo 
filo contextus. Conseguir por 
alto; conseguir por favor; 
vencer uma demanda sem 
passar pelos tramites ordi- 
narios, e á força de protec- 



ALT 

çòes. Proiter ordinem conse- 
qui, nancisci, adipisci: — 
pasarse, ou irsde por alto ; 
escapar-se da memoria. Me- 
moriâ elahi. De lo alto, m. 
adv. do alto, do céu. Ab alto. 
Tomar de mas alto una cosa; 
tomar a cousa de mais alto, 
buscar-lhe a origem. Ab ori- 
gine repeleré. 

Altoclava. /. (chim.) Altocla- 
va; marmita proi^ria para 
cozer os alimentos sem eva- 
poração. 

Altóchigo. m. (hot.)Y. Alfón- 
sigo. 

Altor, m. (ant.) Altor. V. Al- 
tura. Usa-sc na Catalunlia 
e Galliza. 

Altora. /. (boi.) Altora ; nome 
dado ]Jor Adanison a um pe- 
ñero de plantas da familia 
das euphorbiaceas; synony- 
mo de clotia. 

Altozanillo. m. dim de Alfo- 
zoMO. Altcsinlio, montinho, 
outeirinho. ColUcidus, i. 

Altozano, m. Alto, outeiro; 
monte de pequena altura que 
SG eleva da planicie. Mon- 
tis vértex: — altura plana; 
logar mais alto o ventilado 
de umapovoaçào. Collicidus, 
inonticvlus. 

Alteamuceko. m. Mercador de 
tremoços ; o que os vende. 
Mercator Ivpini. 

Altramuz, m. Tremoço: planta 
e seu fructo. Lirpinus, i : — 
em alguns cabidos e colle- 
giadas de Plespanha, espe- 
cialmente em Castella, o ca- 
racoli nho que .serve para vo- 
tar juntamente com umas fa- 
vas brancas feitas de osso 
ou de marfim. A fava marca 
a approvaçào e o caracolinlio 
a reprovação. Faba ebúrnea 
tacitis suffragiis ferendis. 

Altramuzero. 77?. V. Altramu- 
cero. 

Altraa'ez. adv. (ant.) Atravez, 
obliquamente. Obliqite. 

Altro. adj. (ant.) V. Otro. 

Altura. /. Altura; dimensão 
de um corpo, considerada 
no sentido perpendicular á 
sua base, com relação á su- 
perficie da qual elle se eleva. 
Altifudo, inis: — altura; a 
região do ar considerada com 
alguma distancia da terra. 
Coehim, i: — de la vista 
(persj).); altura da vista; a 



ALU 

linha recta que baixa da vista 
6 é perpendicular ao plano 
geométrico. Visus altitudo : 
— de polo (astron.) ; altura ou 
elevação do polo ; o arco 
do meridiano compreheudido 
entre o polo, o horisonte de 
um logar e o jdoIo do seu he- 
mispherio. Poli elevatio : — 
de iin astro (astron.); altura 
do astro ; o arco do circulo 
vertical comprehendido en- 
tre o astro e o horisonte. As- 
tri altitudo : — meridiana 
(astron.) ; altura meridional ; 
é o arco do meridiano com- 
iDrehendido entre o horisonte 
e um jionto dado no mesmo 
meridiano. Altitudo meridia- 
na. As alturas meridionaes 
do sol e das estrellas são de 
grande uso na astronomia ; 
c fazem o objecto mais im- 
portante dos obserA-adores, 
porque, conhecidas estas al- 
turas, se conhece também 
a sua distanciado equador, a 
hora do dia e a da noite : 
— 17 ra dei agua; altura 
viva da agua; é a perpen- 
dicular que baixa da super- 
ficie da agua á base da sec- 
ção. Linea perpendicularis 
à superficie aquce ad imum 
directa. Estar en grande 
altura (fig.) ; estar em gran- 
de altura; estar elevado em 
dignidade, emprego ou rique- 
za ;ter grande credito; mere- 
cer o favor do principe. Au- 
cforitale polere. 

Aluach, m. (chim. ant.) V. Es- 
taño. 

Aluada. /. (navt.) V, Lunada, 
Luazo. 

Aluato. m. (zool.) Aluato ; es- 
pecie de monos, cujos cara- 
cteres principaes são : mem- 
bros de comprimento media- 
no e terminados por cinco de- 
dos, cabeça pyramidal, foci- 
nho prolongado, rosto obli- 
quo e angulo facial de trinta 
graus. Tem a cauda tão gran- 
de como o resto do corpo e 
dotada de grande sensibili- 
dade e força. 

Alubia. V. Judia, Judiguelo, 
Frijola,Magoca,Habichtiela. 

AxuBRA. /. (bot.) V. Albura. 

Alubre. adv. l. (ant.) Por ou- 
tra parte. 

Aluciar, a. (ant.) Aluziar; lus- 
trar, dar lustre a alguma 



ALU 



119 



cousa, pô-la lusidia e bri- 
lhante. Aliquid nitidare. 

Aluciedad. /. (ant.) Y. Luz, 
Ilustración, Conocimiento. 

Alucinación. /. Allucinaçào, 
illusào, eiTo; engano do 
entendimento. Allucinatio, 
onis. 

Alucinadasiente. adv. m. Al- 
lucinada, enganadamente; 
com erro. Per allucinatio- 
nem. 

Alucinador, ra, s. Allucina- 
dor; o que allucina; diz-se 
geralmente doescriptor, poe- 
ta ou orador, cujo elegante 
e pomposo estylo impede 
que se conheçam os defei- 
tos substanciaes, a nullida- 
de das idéa?, etc. 

Alucinasuento. m. Y. Alucina- 
ción. 

Alucinar, a. Allucinar, illu- 
dir, enganar, fascinar. Allu- 
cinari; aliquem illudere, de- 
cipere. 

Alucita./. (zool.) Alucita; ge- 
nero de insectos lepidópte- 
ros, de cores metallicas mui- 
to brilhantes. 

Alucit ado, da. adj. (zool.) Alu- 
citado; que se parece com a 
alucita. 

Alucón, m. (ant.)Y. Mochuelo. 

Aluche. /. (bot.) Aluche; no- 
me vulgar do fructo de uma 
especie de sorveirá. 

Aluchí. 7??. (bot.) Aluchí; resi- 
na odorifera da canelleira 
branca, que tem muita saí- 
da no mercado de Londres. 

Alud. m. Massa de neve que 
rola do cume das monta- 
nhas. 

Ai.uda. /. Agudea; formiga 
alada. Ala.ta fórmica. Pes- 
car con aluda; pescar com 
agudea. 

Aludel. m. (chim.) Aludel; 
capitel sem fundo que serve 
¡lara as sublimações : — pi. 
aludeis ; nome que se dá aos 
vasos sublimatorios. 

Aludir, n. Alludir; referir-se 
a algmna cousa. Ad aliqidd 
aUudere, spectare, referre. 

Aludo, da. adj. (ant.) Alado; 
que tem azas. Alatus, a, um. 

Aluech. m. (chim. ant.) Alu- 
ech; estanho. 

AiUEN. adv. (ant.) Longe. 

Aluengar. a. (ant.) Y. Alar- 
gar. 

Alueñe. adv. l. (ant.) Y, Lejos. 



120 ALU 

Alufie. m. (zool.J V. Coral. 

Alufrae. a. (p. Ar.) Avis- 
tar, descobrir, ver ao lon- 
ft-e. Prospicere : — V. Colum- 
brar, 

Alugae. a. (ant.) Alugar 5 to- 
mar ou dar do aluguer. Lo- 
care, conducere. 

Alula. /. (zool.) Ponta da aza 
das aves: — escama situada 
na base das azas de alguns 
insectos dipteros. 

Alumboti. ni. (chim. ant.) V. 
Minio. 

Alumbradísimo, ma. adj. siq^- 
de Alumbrado. 

Alumbrado, da. adj. Alumi- 
nóse; que contém alúmen. 
Aluminosus, a, um: — (fam.) 
alegre ; tocado de vinho : — • 
m. pi. alumbrados, illumi- 
nados; hereges do começo 

* do século decimo sétimo, os 
quaes entre outros erros 
sustentavam que toda a per- 
feição consistia na contcm- 
jolaçào e oração, c que n'ol- 
las os illuminava o Espirito 
Santo. ílteretici, vocati vul- 
go Illuminati: — illuminação 
tias ruas de uma cidade. II- 
luminatio viarum . 

Alumbí.ador, ea. s. Alumia- 
dor; o que alumia, lllumi- 
nator, oris. 

Alumbeamiekto. m. Alumia- 
mento; acção c eíFeito de 
alumiar, llluminatio, lux, 
splendor : — alumbramento, 
allucinação, illusão, enga- 
no. Illusio, error: — junto 
com os adjectivos bueno, fe- 
liz vale o mesmo que bom 
ou feliz parto. Mulieris 
pnrtus. Dias le dé bueno 
alumbramiento; Deus lhe de 
bom parto, ou Deus lhe de 

* uma hora feliz. 

Alumbrante. ]). a. de Alum- 
brar, e adj. Ahxmiante; o 
que alumia. Illuminans, an- 

, tis. 

Alumbrar, a. Alumiar; dar 
luz qualquer corpo lumino- 
so. Illuminare: — alumiar; 
acompanhar a alguém com 
luz, ou assistir com cila a 
alguma procissão ou func- 
ção de igreja. Alicui facem 
2)ra'ferre: — dar á luz; pa- 
rir a mulher: — -alumiar; 
dar vista ao cego : — (Jiç-) 
alumiar; illustrar para in- 
telligencia de alguma cousa, 



ALU 

abrir o> entendimento, fazer 
ver. Obscuris in rebus lumen 
pr<xferre: — metter os teci- 
dos n'uma dissolução de alú- 
men para que recebam de- 
pois melhores cores e fiquem 
mais permanentes. Alumine 
soluto immergere : — ■ (agr.) 
alumiar ; encaldeirar, des- 
afogar a vide ou cepa da 
terra que se lhe havia che- 
gado para abriga-la, a fim 
de que, passada a vindima, 
i:)ossa introduzir- se-lhe a 
agua. Vitem excavare: — r. 
(fam.) alegrar-se ; tocar-se 
de vinho. 
Alumbee. m. (chim.) Alúmen; 
é o suli^hato duplo de alu- 
mina e potassa, que no com- 
mercio tem o nome vulgar 
de pedra hume. Sulphas alu- 
7nina'.Tcm um sabor adstrin- 
gente, avermelha as cores 
vcgetaes, c tem applicacão 
na tinturaria. Pódc-se, por 
meio d'este sal, obter a cor 
tão estimada dos antigos 
chamada ¿J^/rj^Mra de Tyro, 
que elles obtinham por um 
agente dificrente ; era côr tào 
preciosa, que os Cesares a ti- 
nham exclusivamente reser- 
vado para si, sob pena de 
morte. O alúmen é útil na fa- 
bricação das velas de sebo, 
para lhes dar consistencia. 
Emprega-se nas pescarias do 
bacalhau para o fazer sec- 
car. Na arte do curtidor 
serve para dar consistencia 
ás i^elles que se têem torna- 
do molles nas tinas. Serve 
na preparação do papel des- 
tinado a conter a pohora. 
Porém uma das vantagens 
mais salientes do alúmen c 
a sua jireparação em aceta- 
to de aluminia para as im- 
l>resíões de jianuinho, ou pa- 
i'a uso dos fabricantes de 
chitas : — de pluma; alúmen 
de semente, de penna, ou 
pedra hume de penna: — 
(h. nat.) especie de mineral 
ou talco que ha por peíjue- 
nas fibras, que se chama 
também pedra do amianto. 
Amianius, i: — de roca; alú- 
men de rocha; o que se en- 
contra naturalmente em 
crystaes : — cati)i o ; ai umen 
artificial de soda. Alúmen 
factítium: — zucarido; alu- 



ALU 

meu saccharino; mistura do 
alúmen e assucar, usada na 
medicina. Alúmen factitiiim. 

Alumbrea. /. (p. Ar. inus.) V. 
Alumbre. 

Alumbrera./. Mina de alúmen. 
Aluminis officina. 

Alámbrico, Alumbrífero, odj. 
(min.) Alumbrice; qualifi- 
ção dos terrenos quecontéem 
alunien completamente for- 
mado : — (chim.) alúmbrico ; 
diz-se dos corjios em cuja 
composição entra o alúmen. 

Alumbróge?.'0. m. (min.) 
Alumbrogeno; sulphato de 
alumina hydratada, que se 
apresenta em pequenas mas- 
sas brancas, fibrosas ou es- 
camosas, solúveis, não crys- 
tallisaveis, e de gosto amar- 
goso. Encontm-sc nas sul- 
fataras, c resulta da acção 
dos vapores sulphurosos so- 
bre os silicatos de alumina. 

Alumbur. m. (chim-, ant.) 1'rata. 

AlÚmero. m.(bot.) Álumero; 
agárico de cheiro agradável 
e sabor um pouco doce, que 
nasce na priyiavera e outono 
ao pé dos sabugueiros. 

Alumera. /. (ant. bot.) V. Es- 
pliego. 

Alúmina. /. (chim.) Alumina; 
terra que serve de base prin- 
cipal -da jjedra hume. Alu- 
mina, a;. 

Aluminacion./. (chim.) Forma- 
ção natural ou artificial da 
pedra hume. 

Aluminado, da. adj. (a-nf.) Alu- 
minado ; applicava-se ao cego 
que conseguia ver ou reco- 
brar a vista. 

Aluminar, o. (ant.) V. Ilumi- 
nar. 

Aluminario, ria. adj. (min.) 
Alumiuario; qualificação das 
pedras vulcânicas que con- 
têem pedra liume completa- 
mente formada. 

Aluminato, Aluminiato. m. 
(chim.) Aluminato; sal foi"- 
mado pela combinação de 
certas bases com o o.xydo 
aluminico, que em taes ca- 
sos representa o acido." 

Alumínico. ttdj. (chim.) A\\\va.\- 
nico; qualificação dos saes, 
cuja bate é a alumina. 

Alumínidas. /. pi. (min.) Alu- 
minidas; familia de mine- 
raes. 

Aluminífero. EA, adj. (min.) 



ALU 

Aluminifero; diz-se do ter- 
reno que contém alumina. 

Aluminio, m. (cAzm.J Aluminio; 
substancia metaÍHca. 

Aluminita. /. (min.) Alumi- 
nite-, alumina pura. 

Aluminoso, sa. adj. Aluminoso ; 
que contem pedra hume, ou 
que é da sua natureza. Alu- 
minosiis, a, um. 

Aluminúxido. to. (chim.) Alu- 
iniuoxydu; o.xydo de ^alumí- 
nio. 

Alumna. adj. (mj/tJi.) Alunina 
(ama); sobrenume de Ceres. 

x\lumnaii. o. (ant.) V. Ilumi- 
nar. 

Alumno, na. s. Alumno; creado 
e educado em casa de al- 
guém. Alumnus, i. 

Alun. (chim. ant.) V. Alumbre. 

Alunado, da. adj. (ant.) V. 
Lunat ico : — diz-se do cavai i o 
quando padece de constipa- 
ção ou engorgitamento de 
nervos; do javali quando 
tem as presas crescidas até 
formarem uma meia lua de 
modo que nào pode ferir com 
ellas; e do toucinho quando 
se corrompe ou apodrece sem 
crear bixos. 

Alunamiknto. m. (nauf.) xVlua- 
mento; corte curvo na parte 
inferior das velas. 

Alunak. a. (naiit.) Dar alua- 
mento ás velas. 

Aluné, adv. (germ.) Longe. 

Alungar. a. Alongar. V. Alar- 
gar. ■ _ ^ 

Alunita. /. (min.) V. Alumi- 
nita. 

Alunarse, r. (ant.) V. Alejarse. 

Aluquiíte. m. (inus.) V. Lu- 
quete. 

Alurno. m. (zool.) Alurno ; ge- 
nero de coleópteros tetráme- 
ros. 

Alusar. m. (chim. ant.) jNIaná. 

Alusión./^ Allusào ; refci'encia 
que se faz a uma cousa. Al- 
lusio, onis. 

Alusívo, va. adj. Allusivo ; que 
alludc ou tem allusào. Al- 
ludens, alio respiciens. 

Alustrar, a. Lustrar ; dar lus- 
tre a alguma cousa. Polirc, 
nitidum et splcndidum red- 
dere. 

AlutÁceo, cea. adj. (h. nat.) 
Alutaceo ; similhante á pelle 
branda preparada pelos cur- 
tidores. 

Alutacion. /. (min.) Alutação; 



ALV 

o oiro que se acha nos pri- 
meiros veios das minas, a 
quatro pés de altura, pouco 
mais ou menos. Alutatio, 
onis. 

Alútero. m. (zool.) Alutero; 
genero de j^jcixes da familia 
dos esclerodermos. 

Alutrado, da. adj. (ant.) Lí- 
vido ; da côr de chumbo^; diz- 
se cm allusào á côr da lon- 
tra. Lividus, a, um. 

Aluvial, Aluviano. adj. (geol.) 
Produzido por alluviào. 

Aluvión, m. Alluviào, cheia, 
inundação. Alluvies, ei. 

Alux. /. (zool.) Alux ; penúl- 
tima articulaçào do tarso dos 
insectos. 

Aluziar. a. (inus.) V. Aluciar. 

Alva. /. Alva; crepúsculo da 
manha, o romper do dia. Au- 

_ rora,diluGulum: — alva; or- 
namento, vestidura sacerdo- 
tal. Amicidum álbum sacer- 
dotis. Al reir dei alva; ao 
raiar da aurora. Prima luce. 

Alvada. /. (ant.) V. Alhada. 

Alvadi. (myth.) Alvadi ; gi- 
gante celebre. 

Alvaneoa. /. V. Albanega. 

Alvanía./. (zool.) y. liisoaria. 

Alvanar. m. V. Albanar. 

Alvanil. in. Alvanil. V. Alha- 
, nil. 

Alvar. m. n. p. (ant.) Alvaro : 

— adj. fajíí.J prematuro, pre- 
coce. Prcematarus, a, um: 

— o que se cose facilmente. 
Coquibilis, le: — (bot.) al- 
var; applica-se ao pinheiro. 

Alvarazo. m. (inus.) V. Alba- 
razo. 

Alvarcoque. m. (inus.) V. Al- 
ba ricoque. 

Alvarda./. (bot.) Alvarda ; fa- 
milia de plantas gramínea?. 

Alvareque, m. Rede sardi- 
nheira que em Galliza clia- 
, mam Jeito. 

Alvarez, to. (patr.) Alvares; 
o filho de Alva-ro. Passou de- 
pois a ser appellido de fa- 
milia. Alvari jilitis, Alvare- 
, zius, ii. 

Alyba. /. (ant.) Canoa romana. 

Alveario, to. (ant. anat.) Al- 
veario; conducto auditivo 
, externo. Auris cavernula. 

Alveo. to. Alvco, madre, leito 
do 1 io ; veia de agua ou bojo 
do rio. Alveus, ei. 

Alvéola. /. Nascente de um 
rio ou arroio. 



ALV 121 

Alveolado, da. adj. (li. nat.) 
Alveolado. 

Alveolar, adj. (anat.) Alveo- 
lar; relativo aos alveolos. 

Alveolariforme. adj. (h. nat.) 
Alveolariforme ; em fórina 
de alveolos. 

Alveolífero, RA. adj. (li. nat.) 
Alveolífero ; que tem alveo- 
los. 

Alveoliforme. adj. V. Alveo- 
lariforme. 

Alveolina./. (zool.) Alveolina ; 
genero de conchas. 

Alveolito. m. (h. nat.) Alvco- 
lito ; genero de poly^jeros fos- 
seis. 

Alvéolo, to. (anat.) Alveolo; 
cavidade ou buraco onde en- 
caixa o dente na gengiva. 
Dentisloculamentiim : — al- 
veolo; cellula que fazem as 
abelhas no favo de mel. Al- 
veoliis, i. 

Alverja./. Ervilhaca. Y. Ar- 
veja. 

Alverjal. to. (bot.) V. Arvc- 
jal. 

Alver.tana. /. V. Arveja. 

Alverjox. to. V. Arvejon. 

Alvidriar. a. (p. Ar.) Vidrar. 
V. Vidriar. 

Alviflujo. to. (med.) Alvifluxo ; 
frequência e fluidez das eva- 
quações alvinas. „ 

Alvixaje. to. (zool.) Peixinhos 
que pela sua pequenez os 
pescadores deitam fora. 

Alvino, na. adj. (med. )A\xmo\ 
que tem relação com o baixo 
ventre. 

Alvistra./. (ant.)Y. Albricias. 

Alvitana. /. V. Albitana. 

Alvitórax. m. (zool.) Alvitho- 
rax ; concha dos auimacs ar- 
ticulados. 

Alvo, va. adj. V. Alho. 

Alvor. to. V. Albor. 

Alvura. /. V. Albura. 

Alyso. m. (bot.) Álamo ; arvore. 
Alnns, i: — (bot.) loto, lo- 
dào; arbusto. Lotus, i. 

Alza. /. (sap.) Alça; pedaço 
de couro que se põe sobre a 
forma quando a bota ou sa- 
pato é mais largo ou alto 
que ella. Corium ampliando 
calceo inserviens : — cares- 
tia; augmento deiJieço que 
toma qualquer cousa. Cari- 
tas, atis. 

Alzacaballo. to. (mar.)Y. Cha- 
bela, na segunda accepção 
de marinha. 



122 



ALZ 



Alzacuello. ?re. Volta; ornfito 
do pescoço dos ecclesiasti- 
cos. Collo ornando Unteolum 
clericorum: — (ant.) eollei- 
rinho forte de que usavam 
as mullieres. Chamava-se 
assim, porque servia para 
fazer levantar a cabeça. Cal- 
lare, is. 

Alzada./. (ant.)Y. Apelación: 
— (p. Ast.) a povoação que 
está no alto. Oppidum in 
alto situm: — altura. Alti- 
tudo, inis. Dar alzada (for. 
ant.); conceder a appella- 
ção. 

Alzadamente, adv. m. Indeter- 
minada, indistinctamente, de 
montão, pouco mais ou me- 
nos. Iiidiscriminatim, mala 
quantitatis ratione habita. 

Alzadeka. /. (ant.) Maromba; 
especie de contrapeso que 
servia para saltar. Alter, 
eris. 

Alzado, da. adj. Fallido de má 
fé. Creditorumfraudaior : — 
OT. (ar eh.) plaiita que mos- 
tra a frente e elevação da 
obra, Graphiea loci descri- 
piio : — (pi.) todas aquel- 
las cousas que se têem guar- 
dadas ou separadas do uso 
ordinario, e reservadas para 
serviço opportuno. Ites cits- 
toditce, reservatce. 

Alzador, m. Ale;idor; o que 
alça. 

Alzadura. /. Alçadura ; acção 
e eífeito de alçar. Erecfio, 
onis: — de horhecho; levan- 
tamento de alqueive ; o pri- 
meiro traballio dado ás ter- 
ras abertas de novo. Soli 
proscissio: — de obra; ces- 
sação de obra, interrupção 
de trabíiiho. Ab opere ces- 
satio. 

Alzamiento, m. Alçamcnto ; 
acção e effeito de alçar. Le- 
vaíio, onis: — o lanço que 
se dá em leilão. Licifaiio, 
onis: — levantamento, re- 
bellião. Bebellio, dcfectio. 

Alzapaño, m. Camarão ; ferro 
em figura de semicírculo que, 
cravado na parede, serve 
para ter levantada a cortina. 

Alzapié, m. (ant.) Alçapé ; ar- 
madilha ou laço para apa- 
nhar as aves ou outros ani- 
mais pelo pé. Pedica, cr. 

Alzaprima, (m ech.) Alçapr ema ; 
alavanca, barra de ferro ou 



ALZ 

de madeira que serve para 
levantar, desarreigar e des- 
encaixar grandes pesos. Ve- 
cfis, is : — (fiff. ant.) machi- 
nação, cabala, trama; artifi- 
cio para supplantar ou ¡per- 
der alguém. Machinatio, 
onis. Dar alzaprima (fig. 
ant.) ; usar de artificio ou 
dolo para perder alguém. Ali- 
cui calamitatem machinari. 

ALZAppaMAE. a. Alçapremar ; 
levantar com alavanca. In 
altum vccte promoi-ere : — 
(fig.) incitar, avivar, commo- 
ver. Incitare, commovere. 

Alzapuertas, m. Reposteiro, 
ou o que nas comedias des- 
empenha o papel de creado. 
Servus sceniciis. 

Alzar, a. Alçar, levantar, ele- 
var. Tullere, elevare, extol- 
lere : — levar, tirar. Aiif er- 
re : — guardar ou occultar 
alguma cousa. Abscondere, 
ahdere : — a Dios ; levan- 
tar a Deus no santo sacri- 
ficio da missa. Sacrosan- 
tuin Domini corpus elevare: 
■ — • la carajá; partir o ba- 
ralho ; fallando do jogo de 
cartas. Dividere, separare: 

— (alv.) dar o servente ao 
l^edreiro a cal amassada 
para usar d'eila. Ministrare 
cremciita^riogypsinnoperifa- 
cinndo : — (c-g^'-) flí^r ^ pi'i- 
meira lavra á terra de pou- 
sio. Solum p)roscindere ara- 
tro: — edificar, construir. 
^Edificare : — r. levantar-se, 
sublevar-se, rebellar-se. -Re- 
beílare : — r. levantar-se do 
chão ou pôr-se em pé o que 
está de joelhos. Ilumijacen- 
tem aut genuftexum erigi: 

— con el banco; quebrar 
fraudulentamente. Frauda- 
re creditores : — (ant.) reti- 
rar-se do jogo aquelle que 
ganha sem esperar que os 
parceiros tirem a desforra. 
A ludo desistere: — (ant.) 
refugiar-se ou acolher-se. Ad 
aliquem confugere : — reti- 
rar-se, apartar-se de algum 
sitio. Alicunde abire, disce- 
dere, rccedere: — (for. ant.) 
appellar. Appellare : — co7i 
algo ; levantar-se com algu- 
ma cousa ; aproj^riar-se de 
alguma cousa que lhe não 
pertence. Aliquid sibi vsur- 
pare. 



ALL 

Alzaror. m. (boi.) Azeroleiro; 
arvore. 

Alzatea. /. (bof.) Alzatea ; ge- 
nero de plantas celastríneas. 

Alze. m. V. Alce. 

Alzegí. m. (chim. ant.) Tinta 
de escrever. 

Alzemafor. m. (chim. ant.) 
Vermelhão. 

Alzes. m. (myth.) Alzes; deus 
do amor fraterno. 

Alzófar. m.. (chim. ant.)Y. Car- 
denillo. 

Alzoharah. /. (myth.) A]zolia- 
rah; a estrella da tarde. 

Alzughi. m. (bot. ant.) Melão. 

Allá. adv. l. Lá; n' aquelle lo- 
gar; V. g., yo estuve allá; eu 
estive lá; yo pasaré allá; 
eu passarei por lá. Junta-se 
muitas vezes aos nomes de lo- 
gares para denotar o remoto 
e distante d'elles; v. g., allá 
en Filipinas ; lá nas Filip- 
pinas. JZZiíc .- — - adv. t.; v. g., 
allci en mis mocedades ; lá na 
minha mocidade. Olim., quon- 
dam, antiquitus. Allá se lo 
haya, allá se lo avejiga; 
lá se haja, lá se avenha. Bi- 
milhaviites locuções usam-se 
l^ara denotar que se não quer 
ser cúmplice em algmua 
cousa, ou que se separa da 
opinião por temer mau eft'ei- 
to. Tit videris, ipse viderit. 
Allá se vá; é o mesmo, vem 
a ser o mesmo, tanto vale, 
tanto importa. Fere idem est. 

AllÁeade ou AllÁbades. adj. 
(ant.) Maldito, execravel, 
detestável. 

Alla-breve. loe. adv. (m,ns.) 
Alia-breve ; compasso de dois 
tempos mui breve, e com- 
posto de um:i ou duas semi- 
breves. 

Alla-capella. loe. adv. (mus.) 
Alla-capella ; compasso de 
dois tempos muito apressado. 

Allagopapo. m. (bot.) Allago- 
papo (jjejinacho trocad o); ge- 
nero de plantas da familia 
das compósitas. 

Allagóptera. /. (bot.) AUago- 
pteia (azas dijferentes); ge- 
nero de palmeiras vulgares 
no Brazil. 

Allahonda. /. (bot.) Allahon- 
da; esj^ecie de grenadilha, 
jílanta trepadeira. 

Allajita. /. Silicato de man- 
ganesio unido ao carbc>nato 
do mesmo metal. 



ALL 

Allamarse. r. (ant.) Aco- 
Ihcr-se. 

Allanada, adj. Moldada ; diz- 
se da obra tirada do molde. 

Allanador, ra. s. Igualador, 
aplainador. Complanator , 
oris. 

Allanadura. /. (ant.) Iguala- 
cao ; a acção de igualar. 
JEquatio, exeqiíaíio. 

Allanamiento, m. Ai^lainamen- 
to, igualamento ; acção e ef- 
feito de aplainar ou igualar. 
^■Equatio, onis : — (for.) o 
acto de sujeiíar-se (i decisão 
judicial. Judicio sponte sisfi. 

Allanar, a. Alhanar, aplai- 
nar, igualar. yEquare, j^JÍo- 
mim faceré : — (fiff-) vencer 
ou superar alguma difficul- 
dadc' ou inconveniente. Obi- 
cem arcessere, difficuUatem 
superare: — (fi¡J-) pacificar, 
aquietar, sujeitar. Pacifica- 
re, placare, suhjicere : — fa- 
cilitar aos ministros da jus- 
tiça a entrada cm alguma 
igreja ou outro edificio. Lo- 
cum immunem aut sacrum U- 
ctorihus aperire : — entrar 
á força cm casa alheia, c per- 
corre-la contra a vontade de 
seu dono. Domum invito do- 
mino invadere : — r. sujei- 
tar-sc ou submetter-se a al- 
guma lei ou convenio. Sene 
subdere : — igualar-se, o que 
é de classe distincta, áquelle 
que é pião, renunciando seus 
privilegios. Nobilem ctimno- 
vis et ignobilibus sponte se 
aiquare : — fallando dos edi- 
ficios, arruinar-se de todo. 
Corruere. 

Allania. /. (bot.J Allania-, ge- 
nero de plantas da familia 
das leguminosas. 

Allanita./. Allanita ; substan- 
cia negra e vitrea que corta 
o crystal. 

Allantito. in. (zool.) Allantito ; 
grupo de insectos da fami- 
lia dos tentredinos. V. Por- 
ta-sierra. 

Allanto, to. (zool.) Allanto; 
genero de insectos da ordem 
dos liymenopteros. 

Allantófora. m. (zool.) AUan- 
■ tophora ; nome dado a uma 
medusa que tem circuios um- 
brelaccos. 

Allariz. m. Allariz ; nome do 
panno feito em Allariz, lo- 
gar de Galliza. 



ALL 

Allat ou Allath. m. (mytJi.) 
Allat; uma das tres filhas 
do deus supremo dos árabes. 

Allazi. 7«. (bot.) Allazi ; gene- 
ro de ¡olantas cucurbitáceas. 

Allécula. m. (zool.) Y. Alé- 
enla. , 

Allegadizo, za. adj. Accumu- 
lado, ajuntado, amontoado. 
C'oJ,lectitius, a, um. 

Allegado, da. adj. Chegado, 
próximo. Propinquus, a, um : 

— rn. achegado ; próximo por 
parentesco ; adhereute, al- 
liado, parcial. Consangai- 
neus, sectator. 

Allegador, ra. s. Ajuntador, 
apanhador; aquclle que ajmi- 
taourccolho. Adjtmctor , oris. 
Allegador de la ceniza, y 
derramador de la harina; 
apanhador de cinza, der- 
ramador de farinha ; diz- 
so d'aquelle que nao faz 
caso de perder o muito, e 
tem cuidado de guardar o 
pouco. Pretiosiora mini mi 
faceré, et viliora maximi. 

Allegamiento, m. Achegamen- 
to, ajuntamento, accumula- 
ção. Collectio, coacervatio : 

— (ant.) união ou estreite- 
za: — (ant.) parentesco : — 
(ant.) coito. Copula, a:. 

Allegancia. /. (ant.) V. Alle- 
ganza. 

Alleganza. /. (ant.) Chegança, 
proximidade, parentesco. 
Propinquitas, ajfinitas. 

Allegar, a. Achegar, ajuntar, 
recolher, amontoar, accumu- 
lar. Aggregare, colligere, 
coacervare : — achegar, ar- 
rimar'; approxiraar uma cou- 
sa da outra. Usa-se também 
como reciproco. AppUcare, 
adjvngere: — ((^{f^'-) ajun- 
tar a palha em montões 
dej^ois de debulhada. Coa- 
cervare: — (arit.) ter cópu- 
la: — (ant.) solicitar, pro- 
cui"ar. Curare, studere: — 
(ant.) V. Alegar: — n. V. 
Llegar. Allégate á los bue- 
nos, y serás uno de ellos; 
chega-te aos bons, serás um 
d'cUes; rif. que recommen- 
da a utilidade que se tira 
das boas companhias. Qui 
cum sapientibus gradittir , sa- 
piens erit. 

Allen. adv. l. (ant.)Y. Allende. 

Allende, adv. l. (ant.) Alem ; 
da parte de lá. Trans, ultra, 



ALL 



123 



prceter : — de (inod. adv. 
ant.) alem d'isso ou do que. 
Insujíer. 

Allent. adv. l. (ant.) V. Al- 
lende. 

Allí. adv. l. Ali, ii"aquelle 
logar, ou áquelle logar. iZ- 
lic, ibi, in eo loco. 

Allico. ra. (bot.) Belveder; 
planta de figura pyramidal 
de agi'adavel vista. Scopa 
regia. 

Allo. to. V. Guacamayo. 

Ali»ocarpo. to. (bot.) Allocar- 
po; genero de plantas com- 
postas. 

Allócero. to. (bot.) Allocero; 
genero de insectos coleojjtc- 
ros do Brazil. 

Allocroado, da. adj. (bot.) Al- 
locroado; que muda de cor. 

Allocroísmo. to. (h. nat.) Al- 
locroismo; difíerençade côr. 

Allocroíta. /. *(min.) Allo- 
croita; granate compacto, 

Allodai'0. to. (bot.) Allodapo; 
genero de plantas cpacri- 
deas. 

Alloe. m. (zool.) Alloe; sub- 
género de insectos icneu- 
monidas, próprios de Ingla- 
terra. 

Allófana. /. (min.) Allopha- 
na; substancia terrosa. 

Allofolio. on. (bot.) Allofolio; 
genero de ijlantas sapinda- 
ccas da America. 

Allógono. adj. (min.) Allo- 
gono; especie de cal carbo- 
natada. 

Allógrafa. /. (bot.) Ailogra- 
pha; genero de plantas gra- 
I)l)ideas. 

Allomar, a. (imis.J Amaldi- 
çoar; maldizer, praguejar. 
Execrari. 

Allomorfía. to. (bot.) AUomor- 
phia; genero de plantas me- 
lastomaccas. 

Allongar. a. (ant.) Alongar, 
differir. 

Allopleto. to. (bot.) Alloplecto ; 
genero de plantas gesnera- 
ccas. 

Allopokíno. to. (zool.) Alloi^o- 
rino ; parecido ao alho porro. 

Allói'oro. m. (zool.) Alloporo; 
genero duvidoso de polypos 
entozoarios. 

Allüprósai,los. m. (myth.) Al- 
loprosallos; sobrenome de 
Marte. 

Allóptero. adj. (zool.) Allo- 
ptero; diz-se dos peixes cu- 



124 AMA 

jas barbatanas não téem po- 
sição fixa. 

Alloka. adv. (ant.) Então. 

Allósoro. in. Allosoro; genero 
cie feto eurojoeu. 

Alloterropsis. /. (bot.) Allo- 
terropsis; genero de plantas 
gramíneas. 

Allotreto. adj. (li. naf.J Allo- 
treto ; diz-se dus loolygastros, 
cuja boca é terminai. 

Allotkia. /. (zool.) Allotria; 
genero de insectos ciniplieos. 

Allotkio. m. (zool.) Allotrio; 
genero de aves da ordem 
dos pássaros que têem por 
typo o allotrio. 

Allotriófago, GA. ad,j. (mcjl.) 
Allotriophago ; atacado de 
allotriophagia. 

Allotriofajia. /. (med.) Allo- 
triophagia", ¡lerversão do ap- 
petite. 

AllotriolojiA. /. Allotriolo- 
gia; introducção de pensa- 
mentos estranhos em uma 
doutrina. 

ALLOTROriA. /. (chim.) Allotro- 
pia; isomería dos corpos sim- 
ples. 

Alloza. /. Arzolla; amêndoa 
verde. Amygdcdiím vir ide. 

Allozar, m. (ant.) Logar ¡po- 
voado de amendoeiras sil- 
vestres. Locns amygdalis 
silvestris consitus. 

Allozo, m. Amendoeira brava. 
Amygdcdus silvestris. 

Alludel. m. Alludel; vaso ou 
canudo de barro sem fundo 
que serve jjara sublimar. 
Fistula fictilis. 

Ama. /. Ama; dona de uma 
casa, senhora que tem crea- 
dos. Domina, mater fami- 
lias: — de leche; ama de lei- 
te; mulher que. cria filho 
alheio. Niitrix, icis: — ama; 
mulher de idade que serve 
em casa de clérigo ou de ho- 
mem solteiro. Ministra ve- 
tiis: — de llaves; governan- 
te ; a creada encarregada das 
chaves e da economia da 
casa. liei domesticai cura- 
trix. Entretanto que cria 
amamos el ama, en pasando 
el provecho, luego olvida- 
do; emquanto cria amamos 
a ama, passado o proveito, 
logo se esquece; rif. com 
que se denota que ordina- 
riamente só estimamos as 
pessoas emquanto necessita- 



AMA 

mos d'ellag. El ama brava 
es llave de sii^ casa; a ama 
severa é a chave da sua 
casa; rif. que adverte que 
a severidade dos amos cou- 
tem a familia ¡lara que nao 
haja excessos nem desper- 
dicios. 

Amabilidad. /. Amabilidade; 
qualidade que faz alguém 
amável. Amabilitas, atis. 

Amabilísimo, ma. axlj. supj. de 
Amable. Amabilissimo. Ama- 
bilissimus, a, um. 

Amable, adj. Amável; digno 
de ser amado. Amabilis, le. 

Amablemente, adv. m.. Ama- 
velmente; de ummodo amá- 
vel. Amabiliter. 

Amaca. /. V. Hamaca. 

Amacena./. Especie de ameixa 
grande. Prnnum, i. 

Amaceno, m. Especie de amei- 
xieira: — adj. que se applica 
a uma variedade de amei- 
xieira e á sua fructa. Damas- 
cenus, a, um. 

Amachamartillo. adv. Firme, 
constante, immutavelmente. 
Firmiler, constanter. 

Amacollarse, r. Esj^igar; lan- 
çar espigas (as plantas). In 
manipulos crescere. 

Amadísimo, ma. adj. sup. de , 
Ainado. Amadissimo. Dile- 
ctissimiis, a, um. 

Amadizitos. m. pl. (ant.) Cães 
de fralda. Canis melitceus. 
V. Falderillo. 

Amador, ra. s. Amador, amo- 
roso, amante. Amator, oris. 

Amadrigarse, r. Esconder-se, 
retirar-se; fugir para o sen 
escondrijo ou madrigueira. 
Latibuliim ingredi, se lati- 
bvlo tegere, incaveam se re- 
dijere: — (fig-) retirar-se; 
diz-se das pessoas retiradas, 
que raras vezes se deixam 
ver em publico. Latere, fre- 
qnentianí hominum. fu gere. 

Amadrinar, a. Emparelhar, 
ajoujar; jungir bois, cavai- 
los, etc. 

Amadroñado, da. adj. Que se 
parece com o medronho. 

Amaestradamente, adv. m. 
(ant.) Com mestria, com arte 
e destreza. 

Amaestrado, da. adj. (ant.) 
Amestrado, adestrado, in- 
struido, destro, perito; dis- 
posto com artificio, com sa- 
gacidade e astucia. 



AMA 

Amaestradura. /. (ant.) Arti- 
ficio, astucia; ardil para en- 
ganar. 

Amaestramiento, m. Ames- 
tramento, ensino, instruc- 
ção; acção de ensinar. 

Amaestrar, a. Amestrar, ades- 
trar, ensinar, exercitar, di- 
rigir, [instruir. Docere, ern- 
dire. 

Amagar, a. Ameaçar; levantar 
a mão em signal de ameaça. 
Minari: — ameaçar; diz-se 
de certas doenças quando 
não se manifestam clara- 
mente, mas que deixam per- 
ceber certos signaos prodro- 
micos. Imminere: — (fig) 
ameaçar; indicar que se vae 
fazer alguma cousa que se 
se nao pratica. liem statim 
faciendam aut dicendam mi- 
vari. Amagar y no dar ; jogo 
de creancas que se reduz a 
levantar a mão como para 
dar uma pancada, sem com- 
tudo o dar, poixjue n'este 
caso iierdcm. Pucrorum lu- 
dus, in quo ictus imminet 
continuó, sed numquam im- 
p)ingiluv: — r. ameacar-se, 
fazer signal de querer arre- 
metter : — (prov.) V. Aga- 
charse. 

Amago, m. Ameaça; signal de 
querer ferir ou bater em al- 
guém. Minw, arum: ■ — • 
ameaça; demonstração fin- 
gida de querer fazer ou di- 
zer alguma couza : — sub- 
stancia coriácea amarella e 
amarga, que se acha mistu- 
rada com o mel e que o torna 
desagradável. Succus ama- 
rus et suhpallidus, qni in 
nonnullis favi alveolis invc- 
nitur : — ameaço; symjjtoma 
de uma doença. 

Amagrecer, a. (ant.) V. Enfla- 
quecer. 

Amaguillo. m. dim. de Amago. 

Amainar, a. (nauf.) Amainar, 
colher; tomar as velas do 
navio. Vela contrahere, col- 
ligere: — (fig-) amainar, 
afrouxar, socegar, acalmar. 
lie mit tere. 

Amaitinar, a. Espiar, espreitar, 
observar. Observare : — espe- 
rar alguma jicssoa para 
a surprehender ou ¡lara lhe 
causar damno. 

Amajadar, a. Amalhar; dar 
mansão ou pousada ao gado 



AMA 

no curral ou malhada : — 
n. pernoitar o gado no redil. 
Mar/aliis pernoctare jjecus. 

Amalak. Cf. (ant.) Damnificai-, 
deteriorar ; prejudicar ou fa- 
zer mal a alguma cousa. 
Darnnum faceré. 

Amalarico. m. Araalarico; nome 
próprio de um rei godo de 
Hespauha. 

Ajialakigo. m. (ant.) V. Ama- 
larico. 

Amalarse, r. (ant.) Adoecer 5 
cair doente ou enfermo, en- 
fermar. 

Amalear. a. (ant.) V. Malear. 

Amalgama. /. Amalgama •, liga 
de metal com mercurio. 
Massa ex argento vivo et 
metallis compacta. 

Amalgamación. /. Amalgama- 
ção; acção e effeito da amal- 
gamar. Metallorum liquatio 
ope argenti vivi, vel hydrar- 
gyri. 

Amalgamador, RA. s. O quc 
amalgama. 

Amalgamar, a. Amalgamar; 
mesclar azougue com outros 
metaes para amacia-los : — 
(fig.) ; amalgamar, mistm-ar ; 
unir intimamente. 

Amalócero. 771. Amalocéro; ge- 
nero de coleojiteros. 

Amalrico. m. (ant.) Amalrico; 
nome jn-oprio de varão. V. 
Amalarico. 

Amaltea. /. (mj/th.) Amaltbéa; 
nome da cabra que ama- 
mentou Júpiter : — (bot.) de- 
nominação proposta por De- 
vaux, mas não aceita, para 
designar vima forma parti- 
cular de fructos em muitas 
* rosáceas. 

Ajialtócero. in. Amalthocero; 
genero de lepidópteros cre- 
pusculares. 

Amamantamiento, m. (ant.) Ac- 
ção e effeito de amamentar. 

Amamantar, o. Amamentar; 
dar de mamar, crear aos 
peitos. Lactare, nutricari. 

Aman. m. Aman ; tela de algo- 
dão que vem do Oriente. 

Amanar, a. (ant.) Prevenir; 
preparar' ou j)ôr á mão al- 
guma cousa. 

Amancebamiento, m. Amance- 
bamento, concubinato, man- 
cebia. Concuhínatus, pelli- 
catus. 
Amancebarse, r. Amancebar- 
se; tomar por sua conta uma 
17 



AIMA 

concubina, amiga : — ave- 
zar-se. Pellicatum agere,pel- 
lici ohstringi. 

Amancillar, a. Manchar. Ma- 
culare: — lastimar. Offen- 
dere, nocere: — (fig.) dene- 
grir a honra d'alguem. Fce- 
dare. 

Amanecer, n. Amanhecer; abrir 
o dia, raiar. Lucescere: — 
amanhecer; chegar a algum 
logar de madrvigada ou ao 
alvorecer. Prima luce ali- 
cubi adesse : — amanhecer ; 
manifestar-se alguma cousa 
ao raiar do dia. Apparere: 
— (fig.) amanhecer ; come- 
çar a desenvolver-se , a ma- 
nifestar-se, fallando darasão 
das creanças, da prudencia, 
etc. 

Amaneciente, adj. Amanhe- 
cente; que amanhece. 

Amanerado, da. adj. Affectado ; 
disf)osto com affcctação. Ad- 
fectator, oris. 

Amaneramiento, m. (pint.) V. 
Manera. 

Amania. /. (bot.) Ammannia; 
genero de lytrariados. 

Amanitina. /. Amanitina; sub- 
stancia deletéria, principio 
venenoso dos cogumelos. 

Amanoa. /. Amanôa; genero 
de eui)horbiaceas. 

Amanojar, a. Enfeixar; atar 
em feixes, em molhos, reunir 
alguma cousa. Fascículos 
congerere. 

Amansador, ra. s. Amansador; 
o que amansa. Pacator, seda- 
tor. 

AMANs.vjnENTO. íTi. AmansE- 
dura; acção e effeito de 
amansar. 

Amansar, a. Amansar; tornar 
manso , domesticar algum 
animal. Mansuetum reddere: 
-^-(fig-) amansar, mitigar, 
moderar, socegar. Mitigare, 
lenir e, placare. 

Amantar, a. (fam.) Cobrir com 
manta ou cobertor. Stragidis 
operire, iegere. 

Amante, adj. Amante; que 
ama: — m, namorado. Amans, 
antis. 

Amantillo. /. (naut.) Aman- 
tilho; cabo que desce da 
cabeça dos mastros ou mas- 
taréus ás vergas para as 
conservar horisontaes : — V. 
Balancin (corda). 

Amantísimo, ma. adj. sup. de 



AMA 



125 



Amante. Amantíssimo. 
Amantissimus, a, um. V. 
A7nadísimo. 
Amanuense, m. Amanuense , 
escrevente, copista. Ama- 
nuensis, servus ci manu. 
Amañar, a. Arranjar, ordenar; 
fazer ou dispor alguma cousa 
com engenho. Sollerter, inge- 
nióse rem agere : — r. ama- 
nhar-se ; accommodar-sc com 
facilidade a fazer alguma 
cousa. Aptum operi faciendo 
se prcebere. 
ÃMxko. m. Facilidade, habi- 
lidade para executar qual- 
quer obra: — j?Z. amanhos ; 
utensílios necessários para 
um trabalho manual : — 
(fig.) artificio; astucia para 
sair bem de uma intriga. 
Amapola. /. (bot.) Papoula, 
dormideira ; genero das pa- 
paveráceas. Papaver soni- 
niferum, rlieas, etc. 
Amar. a. Amar ; ter amor, af- 
feiçào. Amare: — amar, es- 
timar, apreciar. Magnifa- 
cere: — r. amar-se, aÔei- 
çoar-se. 
Amaracarpo. m. Amaracarpo; 

genero de rubiáceas. 
Amaracino. m (med.). Amara- 
cino; unguento de mange- 
rona. Amaracinum, i. 
AmÁraco. m. V. Mejorana. 
Amar^vntaceas. /. pi. Amaran- 
taccas ; familia de plantas 
dicotj'ledoneas. 
Amarantaceo, cea. adj. Ama- 
rantaceo; que se parece com o 
amaranto. 
Amarantina. /. Amarantina; 

especie de amaranto. 
Ajiaranto. ??i.Ainaranto;2Dlanta 
cuja haste verde amorada e 
dura se eleva até á altura 
de uma -vara e quarta; as fo- 
lhas são lanceoladas e da 
côr da haste; a flor sáe da 
extremidade d'esta, á simi- 
Ihança de um grupo de py- 
ramides maiores ou meno- 
res; a superior e central 
dilata-se até apresentar a 
forma de um moneo de perú, 
nome que também se dá a 
esta planta. 
AmaraSar. a. (ant.) V. Ema- 

rañar. 
Ajliraque. m. Amaraque; ge- 
nero das labiadas. 
Amarbna. /. (bot.) Amaveua; 
genero de leguminosas. 



126 



AMA 



AiiARESCEKTE. culj . Lígcíra- 

mente amargo. 
Ajiaiigaleja. /. V. Endrina. 
Amargamente, adv. m. Amar- 
gamente, amargadamente ; 
com amargura, a umiío 
custo. 
Amargar, n. Amargar; ser 
amargoso, fazcr-se ou tor- 
nar-se amargoso: — (fig.) 
amargar ; ser molesto, causar 
amargura ou ¡jena. Usa-se 
íamljcm como reciproco. 
Exaca-hare, affligerc. 

Amargo, ga. adj. Amargo; que 
tem amargor. Amams, a, 
um,: — (fig.) amargo, duro, 
penoso, incommod'j, molesto. 
Amarus, ingratus, ii/jacun- 
diis: — 711. V. Amargor: — 
m. pl. ■ amargos ; remedios 
amargosos. Cojifectum ex 
amaris rebus meãicaraentum. 

Amargón. V. Diente de Leen. 

Amargor, ni. Amargor; sabor 
üu gosto amargo. Aniari- 
tudo, inis: — (fig-) angustia, 
pezar. Afilidio, avgor. 

Amargosamente, adv. m. 
Amargosamente V. Araarga- 
mente. 

Amargoso, sa. adj. Y. Amargo. 

Amargüera. /. (bot. p. Gr.) 
Amargueira; planta perenne 
Je uns tres pés de altura com 
as folhas pequenas e estrei- 
tas, as flores amarelias e col- 
locadas em forma de um- 
bella; toda a planta, e a 
liaste em especial, é amarga. 

Amarguillo, lla. a'lj. dim. 
de Amargo. Usa-se também 
como substantivo. Suhama- 
ms, a,Mm. 

Amarguísimo, ma. adj. sup. de 
Amargo. Amarguissimo . 
Amarissimiis, a, tim. 

Amargura./. Amargura; gosto 
de cousa amarga : — (fig-) 
amargura, pena, dor. 

Amaricado, da. adj. (fam.) 
Amaricado, afeminado, mu- 
lherengo; que se enfeita como 
maricas. Effeminafus, a, nm. 

Amarilidaceo, cea. adj. (bot.) V. 
Amarilide.o. 

Amarilideo. adj. Amaryllideo ; 
que se parece com a ama- 
ryllis. 

Amarilidiforme. adj. (bot.) 
Amaryllidiforme ; diz-se das 
plantas que se parecem com 
a amaryllis. 

Amarilis. /. (bot.) Amaryllis ; 



AMA 

planta da familia dos narci- 
sos, originaria do Japcão. 
Amarillar. V. Amarillear. 
Amarillazo, za. adj. Amarello 
de palha; amarello pallido, 
que tem cor de jialha. Sub- 
pallidns, a, wn. 
Amarilleado, da. aclj. Ama- 
rello ; cor de oiro, de limao. 
Amarillear, n. AmarcUecer; 
tornar-se amarello, parecer 
a,marello; diz-se das searas. 

Amarillecer. V. Amarillear. 

Amarillejo, ja. adj. dim. de 
Amarillo. Que tira para 
ra\\v^jc\io.Subpallidi(s, a, tim. 

Amarillento, ta. adj. Amarel- 
lento; algum tanto amarello. 
tíiíbpallidus, a, um. 

Amarillez. / Amarcliidez , 
aiuarellidílo ; cor amarella 
dorosto, corpo, etc.: — palli- 
dez. Pallar , oris. 

Amarilleza./, ant. Amareileza. 
V. Amarillez. 

Amarillita. /. Florzinha ama- 
rella que nasce nos campos. 

Amarillito, ta. adj. diín.áe 
A..marillo. Amarelii)iho. 

Amarillo, adj. Anmrello; cor 
de oiro, de enxofre. Falli- 
dus, a, um: — nome de urna 
enfermidade que ataca os 
bichos de seda. Morbus sopo- 
riferiis, nebuloso terãpore 
üombycibus nocens. 

Amarillor. m. (ant.) Y. Ama- 
rillez. 

Amarillura. /. (ant.) Y. Ama- 
rillez. 

Amarinado, da. adj. Amari- 
nhado; costumado ao mar. 

Abiarinar. g. Amarinhar, ma- 
rinheirar, marear; tripular 
o na^âo. Usa-sc também 
como reciproco. 

Amarísimo, ma. adj. sup. (ant.) 
de Amaro. 

Amariso. m. (zool.) Amarys- 
sus; genero de insectos lepi- 
dópteros diurnos. 

Amaritud. /. V. Amargura. 

Amaro, m. Salva-transmarina, 
cuja haste é de uns tres pcs 
de altura; as folhas são 
OTandcs, cordiformes, recor- 
tadas na margem c cobertas 
por penugem esbranquiçada. 
Sahia selar ea: — adj. (ant.) 
Amaro, amargoso. V. 
Amargo. 

Amarra. /. (naut.) Amarra; 
cabo grosso que segura a 
embarcação. Èudens, entis: 



AMA 

— correia que impede os ca- 
valios de levantarem a ca- 
beça. A freno axtpectus tensa 
corrigia, qva ecpiusaltius tul- 
lere proldbetur : —(fig) pi"o- 
tecçào, apoio, esteio, patro- 
cinio. 
Amarradero, m. (naid.) Anco- 
radouro, ancoragem. JjOcus 
ubi alligari quiclquam pro- 
' test : — poste, pilar ou argola 
onde se amarra alguma 
cousa. 
Amarrar, a. Amarrar; prender 
com amarra, atar, liar for- 
temente com cordas, cadeias 
etc. AUigare, vinci^e funi- 
bus. 
Amarra zon. /. (anf. naut) 

Amarras de um navio. 
Amarrido, da. adj. Melancho- 

iico, triste, aíiiicto. 
Amarro, m. Y. yímar-ra. 
Amartelar, a. í^amorar; ga- 
lantear uma dama. Obscqui: 
— amar ou ter uma deci- 
dida paixão por alguém. 
Amare: — (aid.) atormen- 
tar. 
Amartillar, a. Y. ídarlillar. 
Usa-se também como neu- 
tro : — engatilhar; armar a 
mola (|ue põe o cão da es- 
jíingarda em estado de dis- 
parar; armar o gatilho: — 
martellar; dar golpes com 
o martello. 
Amasadera. /. Masseira; va- 
so cm que se amassa. Ma- 
ctra, labrum ligneum fari- 
ncc siddgenda'. 
Amasadijo. f?3. (ant.) Y. A7na- 

sijo. 
Amasador, ra. s. Amassador; 
o que amassa. Pistor, p)is- 
trix. 
Amasadura. /. Amassa dura; 
acção c eltbito de amassar. 
Pidura, CÜ. 
Amasamiento, to. Juncção, reu- 
nião ; acção de unir ou jun- 
tar. Conjunctio, copidaíio. 
Amasar, a. Amassar; fazer em 
massa. Massam conficere, su- 
bigere farinam : — (fig-) dis- 
por bem as cousas para 
lograr o que se intenta. Bes 
aptcc prccparare, disjwnere. 
Amasijo, m. Amassilho; porção 
de farinha que se amassa. 
Chama-sc também assim a 
acção de amassar e os pre- 
parativos para a amassa- 
dura. Massíe farinácea' pior- 



AMA 

tio vcl pistura : — argamas- 
sa; a porção de masr-a prepa- 
rada com terra, agua, gesso, 
cal ou cousa similhante. 
Massa gypsi, caleis cdte- 
riusvc rei : — (/tim.J obra 
ou trabalho. Pensnm, i : — 
(¡x And.) amassadeira; logar 
onde se amassa. Locus vM 
farina subigititr: — (fifj.) 
mistura ou uuiâo de diíí'c- 
reutes ideas que causam con- 
fusão. Co7ifusa rerum mix- 
tura: — contrato ajustado 
entre varias pessoas para 
algum fim sinistro. Coiíio, 
clandestinum fcndris. 

Amatadoii, iía. s. Matador, as- 
sassino; o que mata. 

Amatau. a. (ani.) V. Ma'ar : 
— (ant.J confundir, mic-tu- 
rar. 

Ajiatista. /. Ametliysta ou 
amctliysto; jjedra preciosa 
roxa. Amdhystus, i: — orien- 
tal; amethysta oriental; cs- 
130CÍG de sapliira que se 
distingue da commum por 
sua cor ser azul-violacca. iSa- 
phiriis amelhysiinus. 

Amatistada. /. (bot.) Amothys- 
tea; linda planta labinda. 

Amatistado, da. adj. Parecido 
com amethysía. 

Amatiste. m. V. Amatista. 

Amatóceko. m. Amatoccro ; ge- 
nero de coleoptei'os. 

Amatorio, kia. adj. Amatorio; 
o que triita de amor ou o 
inspira. Amatorias, a, um. 

Amaurosis. /. (med.) Amau- 
rosis ; gotta serena, perda 
completa da vista sem outro 
signal exterior que não seja 
a immobilidade constante cía 
iris. Amaurosis, is. 

AsiAUKÓTico, CA. adj. Amauro- 
tico; aficctado de amaurosis. 

Amauzíta. /. (min.) Amauzita; 
substancia mineral. 

Amayorazgado, da. adj. O que 
l>articipa dos vínculos dos 
morgados. 

Amazacotado, da. adj. Pesado; 
grosseiramente composto, á 
maneira de argamassa. 

Amazolado, da. adj. Enfeixado ; 
o (jue está feito ou dividido 
em feixes. 

Amazona. /. Amazona; nome 
dado a mulheres guerreiras 
na antiguidade : — (jig.) mu- 
lher de uma coragem varo- 
nil. Amazon, ingentis statu- 



AMB 

na virago : — mulherão ; 
mulher que tem a força e a 
apparencia de um homem. 
Virago, inis. 

Amazonas. /. pl. Amazonas ; di- 
visão de aves do grande ge- 
nero psittaco (papagaio). 

Ambacto. m. Nome dado anti- 
gamente a um territorio per- 
tencente a um senliorio ju- 
i'isdiccional. 

Ambages, m.pl. (?í?ií.JAmbages, 
voltas, torcicollos : — (fig-) 
rasoes equivocas, rodeios de 
pala^'ras de que alguns usam 
para explicar as cousas. Am- 
bages, um. 

Ajibagioso, sa. adj. Ambagioso ; 
que dá muitas voltas, qiie 
está cheio de ambiguida- 
des, subtilezas e equívocos. 
, Ambagiosus, a, um. 

Ámbar. 7H. i^.mbar; substancia 
betuminosa de varias espe- 
cies, de cor amarella mais 
ou menos escura e transpa- 
rente, leve c de tal con- 
.sistencia que depois de po- 
lida e lavrada, se emprega 
em collares e outros adornos. 
Esfregado clectrisa-se e ad- 
quire a propriedade de at- 
trahir bocadinhos de papel, 
etc. ; quando queimado exha- 
la um cheiro aromático. Bi- 
t limen succinum: — gris; 
atnbar gi-is ; substancia soli- 
da, de cor cinzenta, salpicada 
de manchas brancas c de um 
pardo denegrido que se en- 
contra nos mares e ribeiros, 
e especialmente nas praias 
da India. E aromática, e 
quando se queima exhala 
um cheiro muito agradável, 
pelo que se emprega em ¡per- 
fumes. Electrnm opacum. 
Es un ámbar (loe. fam.); é 
um néctar; diz-se para mos- 
trar a excellencia de um li- 
cor, especialmente do vinho. 
Instar nsctaris est. 

Ambarado, da. adj. Ambreado. 

Ambaralogia./. Ambaralogia; 
tratado sobre o ámbar. 

Ajibarar. a. (ant.) Ambrear; 
dar ou communicar a algu- 
ma cousa a cor, o aroma do 
am1>ar. 

Ambakilla. /. Ambarina; am- 
breta (flor ouperasimilhante 
ao ambnr). 

Ambarina. /. (chim.) Ambrina; 
substancia goixla que é a 



AMB 127 

bnsc do ámbar : — (tjot.) 
ambrina; genero de plan- 
tas chenopodeas. 

Ambakinato. m. (chim.) Amba- 
rinato; genero de saes, ¡iro- 
2")roduzidos pela combinação 
do acido ambreico com uma 
base salificavel. 

Ambarino, na. adj. Ambarino ; 
o que ijertence ao ámbar. 
Siicciniis, electrinus. 

Ambarito. m. dim. de Ámbar. 

Ambicia. /. (ant.) V. Ambición. 

Ambición./. Ambição; desejo, 
paixão desregrada por hon- 
ras, empregos, etc.. Honò- 
rum et potentim cupiditas. 

Ambicionar, a. Ambicionar ; de- 
sejar ou i^rocurar com am- 
bição : — cobiçar. Ambire, 
iiimiam cvpere. 

Ambiciosamente, adv. m. Am- 
biciosamente ; com ambição. 
Ambitiose. 

Ambicioso, sa. adj. Ambicioso; 
que tem ambição. Honorum 
aucíoritatis avidus: — - cobi- 
çoso; o que deseja veheraen- 
tcmen'te alguma cousa. Cu- 
pidiis, inhians. 

Ajibident.vdo, da. adj. Ambi- 
dentado ; que tem dentes cm 
ambas as maxillas. 

Ambidexteuidad. /. Ambidex- 
teridade; faculdade de se 
servir igualmente de ambas 
as mãos. 

Ambidextro, tra. adj. Ambi- 
dextro ; que usa igualmente 
de ambas as mãos. Utrãque 
manu pro dextra utens. 

Ambiente, adj. Ambiente ; que 
cinge, rodeia : — m. ar ou 
fluido que cerca os corpos. 
Aer, ambiens aura. 

Ambigi5. m. iVmbigua; comida 
em que se ministram vian- 
das, fi;uctas e doces ao mes- 
mo tempo. Cosna, convivium, 
epulum. 

Ambiguamente, aãc. m. Ambi- 
guamente ; com ambiguida- 
de, de modo ambiguo, inde- 
ciso. Ambigiie. ^ 

Ambigüedad. /. Ambiguidade ; 
amphibologia, duvida, in- 
certeza. Ambiguitas, atis. 

Ambiguíflobo, RA. adj. (bot.) 
Ambiguifluro; que tem flo- 
res ambiguas. 

Ambiguo, güa. adj. Ambiguo ; 
que tem ambiguidade. Am- 
biguus, a um: — (gram.) 
ambiguo; applica-se ao ge- 



128 



AMB 



ñero commum de dois. Am- 
biguvs, a, um. 

Ambiopia. /. (meã.) Ambiopia \ 
, vista duplicada. 

Ámbito, m. Ámbito, circuito-, 
extensão em roda de algum 
edificio, cidade, etc. Ambi- 
tus, tis. 

Amblador, m. (ant.) Cavallo 
andador ; que tem passo de 
andadura. 

Amblaütíra. /. (ant.) Passo de 
andadura nos cavallos. 

Amblar, a. Caminbar ou an- 
dar a passo do andadura. 

Amblémidos. pl. s. Amblemi- 
dos; familia dos molluscos 
acephalos. 

Ambleo, m. Vela de cera que 
se colloca n'um candelabro 
do mesmo nome. Fumais ce- 
rens. 

Amblestís. m. (zool.) Ambles- 
tis ; genero de coleópteros. 

Amblia. /. (hot.) Amblya ; ge- 
nero de plantas polypodes. 

Amblichelo. m. (zool.) Ambly- 
chelo; genero de coleópte- 
ros. 

Amblignanto. 7??.. (zool.) Am- 
blygnanto •, genero de coleó- 
pteros. 

Ambligonito. m. (min.) Am- 
blygonyte •, phospliato de 
alumina e de litliin. 

Ambliope. ??i. fcooZ.j Amblj'ope ; 
genero de gobioidcs, peixe 
da India : — ambylopes *, fa- 
milia de reptis. 

Amelio PIA. /. (meã.) Amblyo- 
pia •, debilidade da vista, jm- 
meiro gran da amaurosis. 

Amblipo. m. (zool.) Amblypo ; 
genero de coleópteros. 

Amblosia. /. (med.) V. Aborto. 

Ambo. to. Ambo ; combinação 
de dois números na loteria, 
Cujusdam ludi sois. 

Ambologera. adj, (myth.) Am- 
bologera; sobrenome de Ve- 
nus, protectora da velhice c 
dos infelizes. 

Ambón, m. (cir.) Bordo car- 
tilaginoso que circumda a 
cavidade de um osso : — 
(bot.) ambón; arvore. 

Ambos, bas. adj. pl. Ambos ; os 

dois, as duas juntamente. 
Ambraciano, na. adj. (ant. geo.) 
Ambraciano ; natural de 
Ambracia. 
Ambrolla./. (ant.)Y. Embrollo. 
Ambrollar, a. (ant.) V. Em- 
brollar, 



AME 

Ambrosía./, (myth.) Ambrosia; 
manjar dos deuses. Ambro- 
sia, ce: — (fig-) ambrosia; co- 
mida ebebida deliciosa. /S'wo- 
vior esca, velpotus: — (bot.) 
ambrosia; planta annual, de 
um pé de altura, de folhas 
recortadas, brancas e pen- 
nugentas, como as hastes. 
Ambrosia maritima. 

Ambrosiaco. adj. Ambrosiaco ; 
ambrioso, almiscarado. 

Ambrosiano, na. adj. Ambro- 
siano ; di.'ü-se do rito de Santo 
Ambrosio. Ambrosianus, a, 
um. 

Ambrosínia. /. (bot.) Ambrosi- 
nia; genero das aroidéas. 

Ambrosino, na. adj. Ambrosino ; 
que cheira a ambrosia. 

Ambulante, adj. Ambulante; 
o que anda errante, vaga- 
bundo. Amhidans, ambula- 
torius. V. Ambulativo. 

Ambulativo, va. adj. Ambula- 
tivo ; que muda incessnnte- 
meute de terra. Ambidato- 
rius, amhidatilis. 

Ambulia./. (bot.) Ambulia ; ge- 
nero de plantas aromáticas 
da India. 

Amebeo, bea. /. Amebeo ; can- 
ção em que o cantor que 
responde alternadamente, 
repete igual numero de ver- 
sos ao do primeiro cantor. 
Ameba;us, ei. 

Amecer. a. (ant.) V. Mezclar. 

Amedea./. (zool.) Amedéa; ge- 
nero de dípteros. 

Amedicinak. a. V. Medicinar. 

Amedrentador, RA. s. Amedren- 
tador ; o que amedi-onta. Ter- 
ribilis, terrificus. 

Amedrentar, a. Amedrontar; 
infundir medo, atemorisar. 
Terrerc, metum incutere. 

Ameira. m. (zool.) Ameira; 
genero de reptis, especie de 
lagarto. 

Ameirodeo. adj. Ameirodeo ; 
que se parece com a ameira. 

Ameiródeos. m.pl. (zool.) Amei- 
rodeos ; familia de reptis. 

Amejorar. a. V. Mejorar. 

Ameleon. m. Cidra da Norman- 
dia. 

Amelga./ (agr.) Leira, cama- 
Ihâo ; espaço de terra lavrada 
entre dois regos. Quadrtim 
seminale; limites aratro des- 
cripfi, ne semen lãtrà jacia- 
tnr. 

Amelgado, m. Terreno distri- 



AME 

buido em caraalhões : — adj. 
diz-se das sementes que nas- 
cem com desigualdade. Sata 
incequaliter crescentia. 

Amelgar, a. Traçar regos 
n'uma terra lavrada para 
se poder semear com mais 
igualdade. Terram svlcis 
cuadrare injiciendo semini. 

Amelo, m. Amello ; planta pe- 
renne de um pé a pé e meio 
de altura, com as folhas in- 
teiras e flores grandes, azues 
e amarelladas no centro : é 
o lyrio do campo que n'al- 
gumas partes se cultiva para 
ornamento. Aster hamehis. 

Ameloideo, dea. adj. (bot.) 
Ameloideo; que se parece 
com o amello. 

Amelonado, da. adj. Ameloa- 
do; da forma ou sabor do 
melão. Ad peponis speciem 
compositus. 

Amen. (T'.7ie6ro/co.jAmen;voz 
com que se terminam as 
orações e que significa «as- 
sim seja». Usa-se também 
como adverbio e ás vezes 
como substantivo : — (fam.) 
V. A mas de, a de mas de. 

Amenaza./. Ameaça; gesto ou 
palavra com que se dá a en- 
tender que se deseja algum 
mal a outro, ou se annuncia 
futuro castigo ou vingança. 
Mina}, min afio. 

Amenazador, ra. s. Ameaça- 
dor; o que ameaça. Minax, 
acis. 

Amenazante, adj. Amcaçante; 
em postura de ameaçar. Mi- 
nans, antis. 

Amenazar, a. Ameaçar; dar a 
entender que se quer fazer 
algum mal a outro. Minari, 
minas inferre: — ameaçar; 
estar immiucnte ou próximo 
a acontecer. Imminere. 

Amencia./. (ant.)Y. Demencia. 

Amenguadamente. adv. m. (ant.) 
V. Mengiiadamente. 

Amenguamiento, m. (ant.) Me- 
noscabo, deshonra, infamia ; 
acção e efí'eito de menosca- 
bar. 

Amenguar, a. Diff'amar, me- 
noscabar, deshonrar ; des- 
acreditar alguém. Alicvjus 
nomini lahem aspergeré, in- 
ferre. 

Amenidad. /. Amenidade, fres- 
cura; vico dos jardins, bos- 
ques, etc. Amcenitas, atis: 



AME 

— (fig-) elegancia, suavida- 
de; graça nos discursos. /S'er- 
monis venustas, elegantia. 

Amenísimo, MxV. adj. * sup. de 
Ameno. Ameníssimo. Amce- 
nissimus, a, um. 

Amenizar, a. Amenisar; fazer 
ameno. Amcenum faceré : — 
(fig.) amenisar; adornar o 
discurso. Sermonem ornare, 
venustnm reddere. 

Ameno, na. adj. Ameno, fresco, 
fi'ondoso; formoso á vista, 
gracioso: — (fig-) ameno, 
agradável, deleitoso; diz-se 
dos discursos. Sermo venus- 
tus, ornatus. 

Amenomania. /. Amenomania; 
delirio alegre e agradável. 

Amenorar. a. (ant.) V. Mino- 
rar. 

Amenorrea. /. (med.) Amcnor- 
rhéa ; suspensão do menstruo 
das mulheres. 

Amenoso, sa. adj. (anf.)Y. Ame- 
no. 

Amentar, a. (ant.) Amentar; 
atar com correia os arre- 
nioçõcs. Amento stringere: 

— dardejar ; atirar com um 
dardo. 

Amenté, adj. (ant.)Y. Demente. 

Amento, m. (ant.) Y. Amiento: 
— (bot.) especie de calix que 
contém muitas flores aggre- 
gadas u'um receptáculo fili- 
forme c provido de escamas 
como se observa na noz, na 
avellà e em outros fructos. 

Amenudo. adv. (cliul.) A miú- 
do, frequentemente. Smpe. 

Ámeos, m. (l>ot.) Ámeos ; jjlanta 
umbellifera. 

Amerar. a.Y.Merar: — r. en- 
clier-sc ; embeber-se de agua 
urna terra. Aqna madefieri, 
penetrari. 

Amercearse. )•. (ant.) Y. Com- 
padecerse. , 

Amercendeador, ra. s. (ant.) 
Amerceador ; o que se amer- 
ceia, compassivo. 

Amercendeamiento. m. (ant.) 
Amerceamento ; acçào e ef- 
feito de amercear-s e. 

Amercendeante, adj. O que se 
amerceia. 

Amercendearse, r. (a7if.) Amer- 
cearse] ter misericordia, 
apiedar-se, compadecer-se, 
doer-se. Acba-se também 
como neutro. 

Amerengado, da. adj. A modo 
de massapao. 



AMI 

Ajiericano, na. adj. America- 
no; natural da America. 

Amesnador. 7n. (ant.) Guarda 
do rei. 

Amesnar. a. (ant.) Guardar, 
defender; pôr cm seguran- 
ça : — n. defender-se, refu- 
giar-se. Sese tueri. 

Amesurar. a. (ant.) Amesui'ar ; 
medir, ajustar. 

Ametalado, da. adj. Ametal- 
lado; misturado ou parecido 
com o metal amarello ou la- 
tão. Avriclialco similis, au- 
richalci colorem referens. 

Ametamorfóseo. adj. Ameta- 
moi'phoseo; diz-se dos inse- 
ctos que não soíft-em meta- 
morphoses. 

Ametista. /, V. Amatista. 

Ametisto, m. (ant.) Y. Ama- 
tista. 

Ametría. /. Ametria, irregula- 
ridade; falta de medida. 

Aju. m. Y. Ámeos. 

Amia. /. V. Lamia. 

Amianta. /. (ant.) Y. Amianto. 

Amianto, m. \min.) Amiantho; 
pedra fibrosa que resiste ao 
fogo. Amiantlius, i. 

Amiantóideo, dea. adj. Amian- 
thoide; que se assimilha ao 
amiantho. 

Amiatito. m. (min.) Aíniathi- 
te ; variedade de sílex. 

Amiba. /. (1i. nat.) Amiba ; ge- 
nero de animálculos infuso- 
rios que se produzem nas 
aguas estagnadas, nos de- 
tritos vcgetaes, etc. 

Amíbeo, rea. adj. (h. nat.) 
Amibeo ; que se parece com 
a amiba: — (poet.) amebeo; 
diz-se de uiiTa poesía que 
tem dois interlocutores. 

Amicia./. (hot.) Amicía; planta 
da familia das leguminosas. 

Amicicia. /. (ant.) Y. Amistad. 

Amicísimo, ma. adj. sup. Ami- 
císsimo; muito amigo. 

Amíctero. m. (zool.) Amíctero; 
genero de coleópteros. 

Amíctico, ca. adj. (med.) Amy- 
ctico; diz-se dos medicamen- 
tos cauterisantes. 

Amideto. m. (zool.) Amídeto ; 
genero de coleópteros. 

Amiento, m. Correia, fita, cor- 
dão dos sapatos, corda de 
um arco. Amentum, i. 

Amiésgado, m. (ant.) Y. Fresa, 
fructa. 

Amiesta. /. Amiestias ; panno 
de algodão das Indias. 



AMI 129 

Amiga. /. Mestra dç meninas; 
na Andaluzia e outras par- 
tes chama-se assim á mes- 
ma escola; v. g., fulana ha 
puesto amiga; fulana poz 
ou abriu uma escola de me- 
ninas. Puellarum schola. Y. 
Manceba, Barragana. 

Ajugabilidad. /. (ant.) Dis- 
posição natural para contra- 
hir amizades. 

Amigable, adj. Y. Amigável. 
Amistoso. Amicabilis, le: — 
(fig.) conforme; o que tem 
união ou o que está em con- 
formidade com outra cousa. 
Conveniens, concors. 

Ajiigablemente. adv. vi. Ami- 
gavelmente ; com amizade 
Amice. 

Amigajado, da. adj. (ant.) Mi- 
gado ; feito em migas. 

Amiganza./. (ant.)Y. Amistad. 

Amigar, a. (ant.) Amigar; fa- 
zer alguém amigo de outrem : 
— r. amigar-se, amancebar- 
se. Pellici devinctvm esse. 

Amigazo, zx.s.angm. àe Amigo. 

Amígdalas. /. Amygdalas ; 
glândulas collocadas aos 
dois lados da garganta. 

AmigdÁleas. /. 2jI. Ainygda- 
leas ; secção de i^lantas da fa- 
mília das rosáceas. 

AmigdÁleo, lea. ad j. (bot.) Amy- 
gdaleo; que se parece com 
a amendoeira. 

Amigdalífero, RA. adj. Amyg- 
dalífcro ; que produz amên- 
doas. 

Amigdalina. /. (cJiim.) Amy- 
gdalina ; substancia crystal- 
lisavel, solúvel no álcool e 
insolúvel na agua. 

Amigdalino, na. adj. Amygda- 
liuo; diz-se da substancia 
ou cousa em que entram 
amêndoas. 

Amigdalita. /. Amygdalite ; 
pedra da forma de uma amên- 
doa. 

Amigdalitis./, (med) Amygda- 
lite; inflanmiação das amy- 
gdalas, chamada também 
angina tonsillar. 

Amigo, ga. s. Amigo; o que tem 
amisade com outro. Amicus, 
i: — (fig.) amigo; afíeiçoado 
ou inclinado a alguma cousa. 
Prope7isus,proclivis : — adj. 
Y. Amistoso ou Amigable : — 
amigo, amancebado; o_que 
tem amisade illícita. Concu— 
binus, i: — dcl alma; amigo 



130 AMI 

iiitimo, de toda a confiança. 
Amicvs tcarissimits : — dei 
asa, ou ser muy del asa 
(fam.) ; ser amigo intimo 
de outrem ou da sua par- 
cialidade. Amicns ex ani- 
mo, famiUaris intinms: — 
de taza de vino ; interesseiro, 
egoista; o que só por inte- 
resse e conveniencia dá mos- 
tras de amisade. Ollm ami- 
cus, parasitus : — hasta, las 
aras; amigo alé ao altar. 
Amicus usque ad aras. Ami- 
go reconciliado, enemigo do- 
blado (rif.J; amigo anojado, 
inimigo dobrado. Paci cuvi 
inimico pactos, non máxime 
fidendum. Amigo viejo, to- 
cino y vino añejo; azeite, 
vinho e amigo, o mais anti- 
go. Perna, vininn et amicus 
vetiistate prcestant. Al ojni- 
go con su vicio (rif.J; não 
-deixes um amigo, por ter um 
defeito. Nonniliil amico to- 
lerandum. Al araigo y al ca- 
ballo no apretallo (rif.J ; nao 
importunes os amigos. Ami- 
corum gratioj non abutendimi. 
AwMcrtos y a idos 'no hay 
mas amigos (rif.J ; a mortos 
e idos nao ha amigos. Jibsen- 
ies td vita fanctos, ohlivio 
manet. De amigo ¿i amigo, 
de compadre á compadre san- 
gue en el ojo; desconfia de 
todos que promptameate se 
dão como amigos. Non óm- 
nibus, quaeumque nobis ami- 
citia junctis , fidendum. Des- 
cubrime á el como amigo, y 
ármaseme como testigo (rif.J ; 
dize ao amigo o segredo e 
por-te-ha o peno pescoço. Ex 
amico proditorem feci. El 
amigo que no presta y el cu- 
chillo que no corta, que se 
pierda poco importa (rif.J; 
amigo que não presta, e faca 
que ni! o corta, que se perca 
pouco importa. Ava)^ amici 
et obtusi gladii non magna 
est jactura. Entre amigos y 
soldados cumplimentos son 
escusados (rif.J; entre ami- 
gos não ha ceremonias. la 
sodalium frequentia áb offi- 
ciosis saltttationibiis a'jsfi- 
nendiim. Entre dos amigos; 
entre amigos, amigavel- 
mente ; por preço moderado. 
^Equabili prélio, ut inter 
arnicas, rem xstimando. En~ 



AMI 

trc dos amigos un nota- 
rio y dos testigos (rif.J; 
amigos, amigos, negocios á 
parte ; a segurança e forma- 
lidade no que se trata nao 
se deve julgar desconfiíinça, 
antes serve para mante-la 
sem quebra nem discordia ; 
outros dizem entre dos her- 
manos dos tesíigos'y im nota- 
rio. Etiam inter amicos res 
certb constet. Gana.r amigos ; 
adquirir, grangear amigos. 
Amicos, amicitias 7)ara?'e. 
Ganar amigos y dineros; 
grangear u'uma acção inte- 
resses o honra. Gratiani simid 
etpccuniam assequi . Mas vale 
lín amigo qnepariente ni pri- 
mo; vale mais ás vezes urn 
bom amigo que um parente. 
Amicus propinquo prcestan- 
tior. Mientras mas amigos 
masclaros ; entre amigos de- 
ve haver toda a confiança c 
franqueza, Quo major ami- 
citia, CÒ mens apertier. Re- 
niego del amigo que cubre 
con las alas y muerde con el 
pÁGO ; ruim c o amigo que 
por um lado encobre e pelo 
outro descobre. Nil in amici- 
tiis dolo deteslabilius. 

Amigóte. 5h. (fam,.J angm. de 
Amiep. 

Ajiiguillo, lla, to, ta.. s. dim. 
de Amigo. Amiguinho. 

Amiguísimo, ma. aaj. svp. de 
Amigo. Amieissimo. Amicis- 
sim.us, a, um. 

AmilÁciío, cea. adj. Amyhnceo ; 
danaturezado amido ou fari- 
nha de trigo, fécula de ba- 
tatas, etc. 

Amilanas, a. Assustar, ame- 
drontar, atordoando ou atur- 
dindo; metter medo. Usa-se 
também como reciproco, e 
n'esíe caso significa desfal- 
lecer, desanimar-se, i^evder 
o animo, aterrar-se; encher- 
se de terror. 'Terrere, melum 
iiijicere. 

Amílidas. /. 2)1- (chim.J Am}di- 
. das ; compostos que têcin 
amido. 

Amilonina. /. (chim.) Amylo- 
nina; substancia particuhvr 
que produzem certos ácidos 
sobre o amido. 

Amiltosia. /. (/>o/.J Amiltonia; 
genero de plantas da Ame- 
rica. 

Amillakamujíito.?». Repartição 



AMI 

do uma contribuição a tan- 
tos por mi!. Bonorum a:sti- 
maiio. 

Amillahar. a. Repartir uma 
contribuição atantospor mil. 
Bona a^stimare et pro cen- 
suum modo tributa civibus 
imponer e. 

Amillonado, da. adj. O que está 
sujeito á contribuição de vms 
' tantos por mil : — milliona- 
rio •, diz-se do homem muito 
rico. Dives admodum, bene 
mvmmatus. 

Amimetobia. /. Amimetobia; 
vida voluptuosa. 

Amina, m. (zool.J Amina; ge- 
nero de dipteros. 

Aminato. m. Aminiato ; sal que 
resulta da combinação do 
acido amnico cora dificren- 
tes bases. 

Aminoración./. Slinoração; ac- 
ção de diminuir, diminuição. 

AmINOIí. AMIENTO. Tã'. V. AjUinO- 

racion. 

Aminokar. a. Minorar, enfra- 
quecer, diminuir. 

Amintia. /. (zool.J Amynthia; 
insecto do genero dos lepi- 
dópteros diurnos. 

Amíntico. adj. (med.J Amynti- 
, co; fortificante (emplasto). 

Amios. adj. Amios ; diz-sc dos 
membros atrophiados, cujos 
inmiscuios já se não divi- 
sam debaixo do teginnento. 

Amíiuda./. (bot.J Amyrido ; ge- 
nero de plantas da família 
das am}T:idea3. 

Amirídeas. /. pi. AmjTidcas; 
familia de botânica, hoje sub- 
ordinada ás tercbinthaceas. 

Amirídeo. adj. (bot.J Amyri- 
deo; que se parece com a 
amarj'de. 

Amisiüílidad. /. Amissibilida- 
de ; qualidade do que pede 
perdcr-se. 

Amisuíle. adj. Amissivel; que 
pode perder-se. 

Amisión. /. (ant.J Amissão. V. 
Perdimiento. 

Amistad. /. Amisade; afixjcto 
reciproco entre duas ou mais 
pessoas. Amicitia, oi : — ami- 
sade illicittx, amancebamen- 
to. Concidjinatiis, us: — iner- 
cê, fa-s'or. Fauor, grafia: 
— (ant.) pacto amigável en- 
tre duns ou mais pessoas : 
— (aid.) desejo ou vontade 
de alguma cousa. Aímistad 
de yernOj sol eu invierno; 



AMN 

aniisadc de genro sol de in- 
vcruo 5 fr. qne dcuotiT a, ti- 
bieza e pouca duração da 
amisiide entre sogros c gen- 
ros. Amicilia inter generwn 
socerumque non satis fida. 
Tornar la amistad; quebrar 
a amisade ; fr. qae se usava 
para acabnr com a amisade 
entre duas ou mais pessoas. 

Amistanza. /. (ant.) V. Amis- 
tad. 

Ajiistau. u. Amistar; fazer 
amigos, reconciliar desavin- 
dos, licconciliare. 

AMISTOSAMENTE, adv. 722. Ami- 
gamente; com amisade. 

Amistoso, sa. adj. Amigável; 
o que pertence á amisade. 
Ámicahilis, le. 

Ajiito. m. Amicto; véu branco 
que o tacerdote põe sob a 
alva em redor dos hombros., 
Linteuni quo sacra facientes 
caputxmmo, deinde Imnicros 
teffunt. 

Amitke. in. (zool.) Amiti-e; ge- 
nero de coleópteros. 

Ammites. m. Ammitc; concre- 
ção calcárea globulosa. 

Ammonita. m. (zool.) Ammo- 
nita; genero de concluis fos- 
seis. 

Ammonitas. ???.pí. Ammonitas; 
habitantes da Mesopotâmia. 

Amnesia. /. (med.) Annicsia ; 
perda total da memoria. 

Ajinestia. /. V. Amnislia. 

Ajinestica. /. Amncstica; arte 
, de esquecer. 

AwNico, CA. adj. (med.) Amni- 
co ; que pertence ao amnios, 
sacco membranoso onde es- 
tá contido o foto durante a 
vida intra-iitorina 

Amnícolo, LA. adj. (h. nat.) 
Amnicolo; que cresce ou se 
reproduz nas margens das 
ribeiras. 

Amniomancia./. Amniomancia ; 
adivinhaçào por meio do am- 
nios. 

Ar.iNios. m. (anat.) Amnios ; o 
involucro mais interno, que 
contém as aguas chamadas 
amiúoticas, que fornecem al- 
gum alimento ao feto e o li- 
vram de choques ou panca- 
das que a mãe soffra. E este 
sacco que rompendo-se deixa 
sair as agua? amnioticas que 
lubrificam o apparelho geni- 
tal para fiicilitar o escorre- 
gamento do feto. 



AMO 

Amniótico, adj. Amniótico ; que 
tem relação com o amnios 
ou com as suas aguas. 

Amnistia. /. Amnistia ; perdão 
ou esquecimento de crimes 
e deíictos politices, decre- 
tado pelo rei. Injuriarvm 
seu criminmii antea admis- 
sorum venia et ohlivio à 
principe oblata. 

Amnistiar, a. Amnistiar; con- 
ceder amnistia, pôr em es- 
quecimento crimes ou deíi- 
ctos políticos. 

Amo. ■?/?. Amo ; dono ou senhor 
da casa. Ilervs, pater-fami- 
lias : — dono ou senhor de 
alguma cousa, como de um 
cavallo, de uma herdade, 
etc. Dominus, i: — amo; o 
marido da ama de leite. Nu- 
tricis maritus: — V. Mayo- 
ral ou capataz: — (ant.)Y. 
Ayo. Asentar cotí amo; obri- 
gar-sc por urna declaração 
cscripta a scrvi-lo. Pacta 
inercede alicujus famidaiui 
adscribi. Haz lo que tu amo 
te manda y sentarcisfe con 
¿I á la mesa; sê moço bem 
mandado, comerás á mesa 
com teu amo; ditado que 
mostra quão bem tratam os 
amos 03 creados quando estes 
os scrvpm bem. Obsequentem 
servían amat herus. Ni en 
burlas rd en veras con tu 
amo no parias 2^c^'(^s; nem 
brincando nem deveras com 
teu amo não jogues as pe- 
ras ; ditado que recommonda 
o respeito que se deve ter 
para com os superiores. Ser- 
vum cum domino jocari non 
decet. Quien ci muchos amos 
sirve, á alguno, ó á imo ú 
otro ha de hacer falta; quem 
a muitos amos serve, a al- 
gum ha de faltar; rif. que 
ensina que não se podem 
desempenhar perfeitamente 
as cousas, quando se empre- 
hendein ou se fazem muitas 
a um tempo. Aderno polest 
ditobus dominis serviré. Ser 
cl .amo ó dueño de la baila; 
ser o primeiro em algum ne- 
gocio. Usa-se em Aragão. 
PotiGrem esse in aliqna re. 

Amobato. m. (zool.) Air.obato; 
genero de iiiücctus hymcno- 
l^teros. 

Amobl-au. a. V. Moblar. 

AMOcmGUAK. a. (ant.) Multipli- 



AMO 



131 



car, augmentar. Usava-se 
também como neutro. 

Amocosia. /. (med.) Ammoeho- 
sia; remedio próprio para 
disseccar uní cadáver. 

AMOcraso. m. Ammocryse; mi- 
ca dé cor de oiro ; esjDCcie de 
pedra preciosa. 

Amodéndkon. m. (bot.) Amo- 
dendron; jilanta da familia 
das leguminosas. 

Amodita. /. (zool.) Amodyta; 
serpente cor de areia com 
malhas pretas. Coluber amo- 
dytcs : — (bot.) dcsiguam-se 
com este nome as plantas 
que vivem na areia. 

Amodorkak. o. Amodorrar; caíi* 
cm modorra : — r. amodor- 
rar-se ; padecer modorra. 
Consopiri. 

Amodorrido, da. adj. Amodor- 
rado; o que está atacado 
de modorra; profundamente 
adormecido. Sopitus, sopor e 
corrcptus. 

Amodromo. m. (zool.) Ammo- 
dromo; geuero de aves. 

Amófila. /. (bot.) Ammophila; 
genero de gramíneas. 

Amofilo. J/i. (zool.) Amophilo; 
genei'o de insectos hymciio- 
pteros. 

Amói-oro. m. (zool.) Amophoro ; 
genero de coleoptei-os. 

Amogotado, da. adj. (mar.) 
Diz-se assim de uma monta- 
nha cujo cume é j^lano. Me- 
toi formam referens. 

Amohecerse. ?■. V. Enmohe- 
cerse. 

Amohinar, a. Amofinar; cau- 
sar mofina, fazer infeliz, af- 
íligir, causar tiústeza. Úsa- 
se também como reciproco. 
Irritare, offendcre. 

Ajioídeas. / pi. Ammoideas; 
genero de plantas umbelli- 
feras. 

Amojamado, da. adj. Secco, ma- 
gTo, descarnado. Macer, gra- 
cilis. 

Amojelar. a. (acmt.) Ligar, 
prender fortemente o vira- 
dor á amaiTa. 

Amojonador. m. O que marca 
os limites. Agrorura fines 
terminans. 

Amojonamiento, m. Limitação, 
demarcação ; acção e efieito 
de limitar. Agrormn tcrmi- 
iiaiio. 

Amojonar, a. Amalhoar, limi- 
tar, demarcar; pôr ou assi- 



132 AMO 

gnar limites a urna tei'ra. 
Agros terminare. 

Amoladera. /. Pedra de amo- 
lar. Usa-se também como 
adjectivo. Cos, otis. 

Amolador, ka. s. Amolador •, o 
que amola. Ad cotem acuens: 
— (fam.) o que é pouco há- 
bil no seu officio. Imperitus, 
ineptvs. 

Amoladura./. Amoladura ; ac- 
ção e efíeito de amolar. Exa- 
cutio, onis: — jyl. amoladu- 
ras í as arestas ou pequenas 
lascas que se desprendem do 
rebolo na occasiâo em que se 
amola. Cotis scohes. 

Amolar. • a. Amolar; afiar 
qualquer instrumento ou 
arma na pedra de amolar. 
Acuere. 

Amoldador, ka. s. O que amolda. 
Qui rem ad t¡/pnin conformai. 

Amoldar, a. Amoldar ; ajustar 
ao molde alguma cousa. Usa- 
se também como reciproco. 
Ad typnm conformare: — 
(fig.) moldar ; formar o espi- 
rito, os costumes pela in- 
strucção, pelo uso; confor- 
mar, proporcionar. Usa-se 
tambcm como reciproco. Ad 
receptos mores, ad cequuvi et 
honum aliquem adigere: — 
(ayit.) marcar o gado ove- 
llium. 

Amólica. adj. Amolica; desi- 
gnação das combinações sa- 
linas cuja base c a amolina. 

Amolina. /. Amolina; base sa- 
lificavel que se extralic do 
oleo animal de Dippel, não 
rectificado. 

Amolladou, ka. s. Aquello que 
se descarta ao jogo. In cliar- 
taruvi ludo potentiori cliar- 
toi cedens. 

Amollar. ii. Descartar; ceder 
ao jogo. Potentiori chartw 
cederé. 

Amollecer. a. (ant.) V. Ablan- 
dar. Usava-se tambcm como 
neutro. 

Amollentadura. /. faHÍ.J Amol- 
lecimento ; a acção de amol- 
lentar, de abrandar gradual- 
mente. 

Amollentar, a. (ant.) Amol- 
lentar; fazer molle pouco a 
pouco, abrandar gi-adual- 
mente : — (fig. ant.) afemi- 
nar. 

Amollentativo, va. adj. (ant.) 
Amollecedor; que amollece. 



AMO 

Amolletado, da. adj. Que se 
parece eom o pão mollete. 
Pañis rotundi tumidiquefor- 
mam referens. 

Ajiomo. m. Amonio ; planta da 
India, muito odorifera, que 
encerra muitas sementes de 
um sabor acre e estimulante 
que se empregam na medi- 
citía. Amomum, grana-Para- 
disi. 

Amondongado, da. adj. (fam.) 
Applica-se á pessoa gorda, 
morena e de feições gros- 
seiras. Pingiiis ohesusque. 

Amonedar, a. Amoedar ; cunhar 
moeda, reduzir a moeda. Cu- 
dere. 

Amonestación./. Admoestação ; 
conselho, aviso ou adverten- 
cia. Admoiiitio, onis: — ac- 
ção de correr os banhos. Edi- 
cta ecclesiastica mqytiarum 
aut sacri ordinis causa. Cor- 
rer las amonestaciones; cor- 
rer os hM\\\os.Y . Amonestar. 

Amonestador, RA. s. Aduiocs- 
tador ; o que admoesta, o 
que hÕlvcxíq. Admonitor , oris. 

Amonestamento ou Amonesta- 
miento, m. (ant.)Y. Amones- 
tación. 

Amonestante, p. a. de Amo- 
nestar, e adj. Que admoesta. 
Admonens, entis. 

Amonestar, a. Admoestar; ad- 
vertir, notar. Admonere: — 
correr os proclamas, publicar 
na occasiâo da missa do dia 
os nomes dos individuos que 
se querem ordenar ou d'a- 
quelles que querem contra- 
hir o santo sacramento do 
matrimonio. Instantes nu- 
ptias aut sacras ordines in 
ecclesia puhlich edicere. 

Amoniacal, adj. (chim.) Am- 
moniacal que se refere ao 
ammoniaco, que o contém. 

Amoníaco, m.. (chim.) Ammo- 
niaco; fluido aeriforme, mui- 
to volátil, de cheiro bastan- 
te forte e penetrante, que 
exhala das substancias ani- 
maos quando apodrecem ou 
se queimam. Dissolvido na 
agua toma o nome de alcali 
volátil. Ammoniacum, i: — 
gomina ammoniaca; gomma 
resinosa em lagrimas ou em 
massa composta de grumos 
amarellos interiormente e 
brancos externamente ; é um 
tanto amarga, nauseabunda 



AMO 

e de cheiro desagradável. 

Gummi ammoniacum. 

Amoniaco-magnésico, adj. 
(chim.) Ammoniaco magné- 
sico; denominação de um 
sal ç[ue se compõe de ammo- 
niaco e magnesia. 

Amoniaco-mercurial, adj. Am- 
moniaco mercurial ; qualifi- 
cação de um sal que contém 
ammoniaco e mercurio. 

Amoníato. m. Ammoniato; com- 
binação do ammoniaco com 
os saes metallicos. 

Amónico-argentina. a(í/(c/im.j 
Ammoiiico argéntico; desi- 
gnação de um sal ammoma- 
co combinado com sal de 
prata. 

Amónico-calcico. adj. (chim.) 
Ammonico calcico; combi- 
nação de um sal ammoniaco 
com sal de cal. 

Amónico-hídrico. adj. (chim.) 
Ammonico hydrico; combi- 
nação de um sal ammoniaco 
com um sal hydrico. 

Amonico-lítico. adj. (chim.) 
Ammonico lithico; diz-se do 
sal ammoniaco combinado 
com um sal de lithia. 

Amónico-magnésico. adj. (chim) 
Ammonico magnésico; diz-se 
do sal ammoniaco combinado 
com úm sal de magnesia. 

Amónico-mercúrico. adj. (chim) 
Ammonico mercúrico ; quali- 
ficação de um sal ammonia- 
co combinado com um de 
mercurio. 

Amónico-potÁsico. adj. (chim.) 
Ammonico potássico; diz-se 
de um sal ammoniaco com- 
binado com um sal potássico. 

Amónico-sódico. adj. (chim.) 
Ammonico sódico ; combi- 
nação de um sal ammonical 
com um sal sódico. ' 

Amónico-urÁnico. adj. (chim.) 
Ammonico uránico; combi- 
nação de um sal ammoniaco 
com um sal uránico. 

Amónio, m. (chim.) Ammónio; 
metal hypothctico que se 
considera como formando a 
base do ammoniaco. 

Amonita. /. (zool.) Annnonite ; 
genero de conchas fosseis,' 

Amoniuro. m. Ammoninro ou 
ammoniureto ; combinação 
do ammoniaco com os oxy- 
dos metallicos. 

Amontadgar. a. (ant.) V. Mon- 
tazgar. 



AMO 

Amontarse, r. Amontar-se ; lan- 
çar-se. ou metter-se pelo 
monte, matos, etc. la mon- 
tana fugcre. 

Amontonadamente, adv. m. 
Amontoadamente; em mon- 
tão. Acervatim. 

Amontonador, ra. s. Amontoa- 
dor ; que amontoa. Accumu- 
lator, acervatim congerens. 

Amontonamiento, m. Amontoa- 
ção; a acçào e eflfeito de 
amontoar. Coacervatio, onis: 

— (fiíJ-) amontoamento ; con- 
juncto de varias especies de 
vozes, confusão nas ideas. 
Conglomeratio, turba. 

Amontonar, a. Amontoar; fa- 
zer montão, accunuilar; pôr 
umas cousas sobre outras 
sem ordem nem concerto. 
Indiscriminatim congcrere : 

— amontoar ; juntar e mis- 
turar varias cousas sem or- 
dem nem graça ; diz-sc com- 
mummente que \\m letrado 
amontoa textos, para denotar 
que é um defeito. Inepfe 
cuque inordinate vmlta cffu- 
tire: — r. (fam.) irar-se, en- 
raivecer-se, encolerisar-se ; 
cnfadar-sc sem querer atten- 
dcr a rasão alguma. Irasci. 

Amor. m. Amor; inclinação ou 
affccto a alguma jiessoa ou 
cousa. Amor, oris: — amor, 
brandura, suavidade; e as- 
sim se diz que os pães casti- 
gam seus filhos com amor. 
lilanditie.s , cl: — amor; a 
pessoa amada; e assim se 
costumam chamar entre si 
os namorados amor mio : 
meu amor; ou mis amores: 
meus amores. Res amata: - — 
(ant.J vontade, consentimen- 
to: — (ant.) contrato ou ajus- 
te: — platónico; amor pla- 
tónico, amor puro, desinte- 
ressado em toda a extensão 
da palavra. Amor 2^^(^toni- 
ctis : — próprio ; amor jjro- 
prio; amor excessivo com que 
um individuo se ama a si 
mesmo e ao que lhe diz res- 
peito. Effrenatus amor síd. 
Amor con amor se jjaga; 
amor com anior s,e])?iga.Amor 
amorc refertur. Amor de as- 
no coz y bocado; o amor dos 
asnos entra a couces e sáe a 
bocados; diz-se d'aquelle 
que acaricia causando mal, 
como fazem os burros. 
18 



AMO 

Asini hlanditice. Amor de 
niño agua en cesto ou agua 
en cestillo ; amor de menino, 
agua em cestinho; pkrase 
que denota a pouca confian- 
ça que devemos ter nos ca- 
rinhos das creanças. Pueri 
amor, nuga;. Amor de padre, 
que todo lo demás es aire; 
amor de pae que todo o ou- 
tro é ar. Niliil paterno amo- 
re constantius. Amor loco, yo 
por vos y vos por otro (rif.j; 
amor louco, eu por vós e vós 
jwr outro; muitas vezes a 
pessoa que é amada de um, 
costuma amar outro que 
não lhe corresponde. Insa- 
nus amor aversantem amat, 
amantem odit. Amor trom- 
jiero cuantas veo tajitas quie- 
ro ; certos homens namoram- 
se de quantas mulheres vêem. 
Centum sunt causee, cur ego 
semper ainem. Dar como x>or 
amor de Dios (fig-J; dar co- 
mo por amor de Deus. ^gre, 
invito animo dare. En amor 
y compaña (fam.); em ami- 
sade e boa companhia. Jun- 
cfim, amice, familiariter. Ir 
ai amor dei agiia (fig.J; con- 
temporisai", accommodar-sc 
ao tempo, deixar passar as 
cousas que se deviam repro- 
var. Tempori cederé, ser- 
vire. Lo perdido vaya por 
amor de Dios (rif.) ; ha in- 
dividuos que se querem fa- 
zer liberaes com quem não 
precisa. Calabri hospitis xe- 
iiia. Para el amor y muerte 
no hay cosa fuerte; o amor 
o a morte vencem o mais for- 
te; cxi^ressão com que se 
mostra o poder do amor c da 
morte. Niliil morti etamori 
impervium. De los amores y 
las cañas las entradas ; o 
amor ao principio é mais ve- 
hemente. Qui amare incipit 
vclicmentcramat. Demil amo- 
res, adv.; de mui bua vontade, 
com muito gosto. Perlibcn- 
ter, quamlibentissime. Vanse 
los amores y quedan los do- 
lores (rif.) ; vào-se os amo- 
res e ficam as dores; os fins 
dos amores são ordinaria- 
mente tristes e amargos. 
Extrema gaudii luctus oc- 
cupat: — V. Cadillo, jilan- 
ta: — de' hortelano, m. (bot.) 
amor cu: amores de horte- 



AMO 133 

Ião; planta de flores mono- 
petalas. Gallium aparine: 
— ■ (p>. Gr.) planta annual 
de dois a tres pés de al- 
tura, bem fornecida de ra- 
mos e folhas cordiformes de 
um verde escuro com acú- 
leos em forma de ganchos. 
O fructo é oval e cheio tam- 
bém de espinhos. Xanthium 
strumarium: — gi*ama de 
espiga muito áspera, que faz 
com que se apegue com fa- 
cilidade á roupa. Panicum 
verticillàtum : — m. planta 
perenne, especie de valeria- 
na que tem as folhas de um 
\-erde claro. As folhas são 
numerosas, pequenas, de 
cor encarnada clara, re- 
unidas em fascículos ; em al- 
gumas variedades as flores 
são brancas. Valeriana ru- 
bra. 

Amoratado, da. adj. Lívido, 
que tira para violáceo. Li- 
vidus, a, um. 

Amoratar. a. Tingir de cor 
violácea, üsa-se como reci- 
proco. 

Amoriíar. a. (ant.)Y. Enfer- 
mar. 

Amorcillo, m. dim. de Amor. 
Amorsinho. 

Amordazador, ra. s. (ant.) V. 
Maldiciente. 

Amordazamiento. m, (ant.) V. 
Murmuración. 

Amordazar, a. (ant.) Y. Mal- 
decir, Morder. 

Amohecer, a. Lançar o carnei- 
ro á ovelha para casticar. 

Amorfía. /. Amorphia; (íefor- 
midadc; falta de conforma- 
ção. 

Amorfo, fa. a(l¡. (li. nat.) Amor- 
pho; que não tem forma de- 
finida: — (bot.) jílanta da fa- 
milia das leguminosas. 

Amokkocéfalo. rn. Amorphoce- 
plialo; genero de coleópteros. 

Amorfocero. m. (zool.) Amor- 
phoccro; especie de bicho de 
seda, genero de coleópteros. 

Amorfofalia. /. (bot.) Amor- 
]ihophalia; ¡flauta vivaz da 
India. 

Amorfosomo. m. (h. nat.) Amov- 
phosomo ; genero de coleo- 
jjteros. 

Amorgado, da. adj. Entorpe- 
cido com a agua ruça da 
azeitona; diz-se dos peixes. 
Amu7xâ soporatus. 



134 



AMO 



Amorgonar. a. V. Amugronar. 

Amoricones, m. j)!. (fam.) Ga- 
timanlios ; demonstrações, 
signaos ou acenos com que 
se manifesta o amor que se 
tem a alguma pessoa. Ama- 
torii gestus. 

Amorío, m. (fam.) Amorio, 
amor, namoro. V. Enamora- 
miento: — (ant.) V. Amistad. 

Amoriscado, da. adj. Amouris- 
cado; que se parece com os 
mouros. Maurusiis similis. 

Amormado, da. adj. Amorma- 
do; diz-se do cavallo ataca- 
do da terrivel enfermidade 
que os veterinarios denomi- 
nam mormo. Crassioris pi- 
tuitce morbo labor ans. 

Amormio. m. Cebola albarrã; 
planta perenne de um pé e 
meio a dois pés de altura; 
as folhas são compridas e 
estreitas, as flores bran'cas, 
com seis pétalas, e na raiz 
existe um bolbo ou cebola. 
Pancratiumj i. 

Amorosamente, adv. m. Amo- 
rosamente; com amor, com 
benevolencia. Amanter. 

Amorosísimo, ma. adj. sup. 
de Amoroso. Amorosíssimo. 
Amantissimus, a, um. 

Amoroso, sa. adj. Amoroso, af- 
fectuoso, aífeicoado ; que in- 
spira amor : — amoroso ; ca- 
rinhoso, amável. Amabilis, 
hlandus, benévolas : — bran- 
do; fácil de lavrar ou cul- 
tivar, fallando de cousas ma- 
teriaes. Suavisy lenis : — amo- 
roso; temperado, ajjrazivel; 
e assim se diz : La tarde es- 
tá amorosa. Placidus, lenis : 
— flexivel; que applicado a 
alguma cousa, se adapta a 
ella. Facilis, tractabilis. 

Amorrarse, r. Amuar-se, ar- 
rufar-se, nao querer respon- 
der baixando a cabeça e 
obstinando-se em não fal- 
lar. Obmutescere, alto silen- 
tio verba prcmere. 

Amortajado, da. adj. Amorta- 
lhado. 

Amoktajadok, ra. s. Amorta- 
Ihador; o que amortalha. 

Amortajamiento. m. Acção de 
amortalhar, de involver um 
cadáver n'uma mortalha. 

Amortajar, a. Amortalhar ; in- 
volver o cadáver em morta- 
lha. Mortuária vestimenta 
corpori induere. 



AMO 

Amortamiento. m. (ant.) Y. 
Amortiguamiento. 

Amortar, a. (ant.) V. Amorti- 
guar. 

Amortecer, a. Amortecer; ti- 
rar o movimento, fazer per- 
der a força. Toiporem in- 
fcrre: — r. entorpecer-se, 
desmaiar-se. Elanguere, de- 
ficere. 

Amortecijuento. m. Desfalleci- 
mento, deliquio, desmaio, es- 
vaecimento; acção e etíeito 
de amortecer, e amortecer- 
se. Defedio, languor. 

Amortescer. a. (aut.)Y. Amor- 
tecer. 

Amortiguación. /. V. Amorti- 
guamiento. 

Amortiguado, da. adj. (fig.) 
Moderado ; mitigado, sua- 
visado. Temperatus, a, um. 

Amortiguador, ra. adj. Mode- 
rador; o que tempera ou 
modera: — m. (mar.) mola 
que têem os barómetros para 
que sejam menos sensíveis 
ás agitações do mar. 

Amortiguamiento, m. Modera- 
ção; acção de moderar ou 
moderar-se. Affectum animi, 
moderatio, coliibitio : — (ant.) 
fraqueza : — amortisação, o 
acto c eftcito de amortisar. 

Amortiguar, a. Extinguir, apa- 
gar, suppriinir. Extiiiguere: 
— amortecer ; deixar como 
morto. Semianimem relin- 
quere. Usa-se também como 
reciproco : — (fig-) temperar, 
moderar, mitigar, acalmar. 
Temperare, moderare: — 
(pint.) fallando-se das cores, 
diminuir a sua força ou bri- 
lho e torna-las assim menos 
vivas. Mitigare, temperare. 

Amortik. a. (ant.) V. Amorte- 
cer. 

AMORTizABLE.ofZ/.Amortizavel ; 
que se pode amortisar. 

Amortización. /. Amortisação; 
acção e eíieito de amortisar, 
extineçào de uma divida. 
Bononim adscrip>tio in per- 
pettmm ea conditione ut alie- 
nari nequeant. 

Amortizar, a. Amortisar ; pas- 
sar os bens a corporação de 
mão morta, que os não possa 
alienar; vincula-los, etc. 
Bona ia perpetuum legare 
ea conditione ut alienari ne- 
queant: — amortisar; extin- 
guir, remir, dividas, juros. 



AMO 

etc., pagando ou indemni- 
sando aquel les com quem se 
contrahiram. 

Amos, Amas. pron. rei. (ant.) 
V. Ambos, as. 

Amoscador. m. (ant.) Mosca- 
deiro; abano para afugen- 
tar as moscas. 

Amoscar, a. Enxotar, sacudir 
as moscas. Muscares abigere 
flabcllo: — sacudir-se as mos- 
cas, espanta-las. Muscas 
exGide re: — r. (fam.) euf a- 
dar-se, oíFender-se por al- 
guma palavra, acção, etc. 
Irasci. 

Amosquearse. r. (ant.) V. Mos- 
quearse. 

Amosquilado, da. adj. (p. Ext.) 
Que tem mosca; diz-se do 
gado vaccum. Alueis lacessi- 
tus. 

Amostazar, a. (fam.) Irritar, 
encolerisar. Irritare: — r. 
(fam.) agastar-se, encoleri- 
sar-se, enfadar-se. Irasci, 
exacerbari. 

Amostramiento. m. (ant.) Amos- 
tramento ; acção de amostrar, 
amostra. Exemplum, i. 

Amostrar, a. (ant.) Amostrar, 
mostrar. Aliquid alicui mons- 
trare, ostendere: — amos- 
trar ; iiístruir, ensinar. Signi- 
ficare, ¡¡"tobare: — ■ r. (ant.) 
acostumar-se a alguma cou- 
sa. Aliqua re assuefiri. 

Amotba./. (zool.) Amothea; ge- 
nero de arachnides, da or- 
dem dos trachianos, cuja es- 
pecie é a amotea da Caro- 
lina : — genero de polypos da 
familia dos alcioueos, forma- 
dos de uma massa commum 
carnosa, dividida em varios 
talos curtos e ramificados, e 
as suas ultimas ramificações 
estão cobertas de poly^jos. 

Amotinadamente, adv. m. Amo- 
tinadamente, dcsoidenada- 
mente; com tumulto, albo- 
roto, motim. Tumultuóse. 

Amotinado, da. adj. Amotina- 
do; alborotado, o que toma 
parte em o motim. Excita- 
tus, a, ztm. 

Amotinador, ra. s. Amotina- 
dor ; sedicioso. Seditionis 
auctor. 

Amotinamiento, m. Amotina- 
mento ; sedição, tumulto, mo- 
tim, acção de amotinar ou 
amotinar-se. Seditio, tumul- 
tuatio. 



AMP 

Amotinar, a. Amotinar; albo- 
rotar, revoltar, sublevar al- 
gum reino, 2iovo, reiniblica 
ou exercito contra peu sujae- 
rior. Usa-se também como 
recijDroco. Tvmultuari, sedi- 
tionem moveré: — (fifj-) per- 
turbar as potencias da alma. 
Turbare, commovere. 

Amover, a. Amover, desem- 
pregar : — Cant.) Y. Sejmrar. 

Amovible, adj. (for.) Aínovi- 
vel ; que pode ser removido, 
desempregado; diz-ee isto 
dos que exercem aquelles 
emj^regos, dos quaes podem 
ser exonerados segundo a 
leí, sem que se possam des- 
contentar ou offender. Amo- 
vihilis, le: — ad mdnm 
(jvrisp.J; appliea-se ao be- 
neficio ecclesiastico, que não 
é coilativo, para denotar a 
faculdade que fica a quem 
o dá de o poder tirar. Ad 
mdiini, ad arhitrium amo- 
ve-jidus. 

Amovilidad. /. Mobilidade ; 
amovibilidade, qualidade do 
que é amovível. Mohilitas, 
atis. 

AmoxXrida. /. (J}ot.) Amoxári- 
da (adorno de arca); secção 
do genero ainarilie de Liii- 
neo, que constituo outro ge- 
nero da familia das amarili- 
dáceas. 

Ampac. m. Ampac; nome gene- 
rico dado a um arbusto das 
Molucas, cuja resina exhala 
xmi cheiro siinilhante ao do 
estoraque, e que pertence ao 
genero zantoxido. 

Ampalaba./.(2;ooí.^ Ampalaba; 
nome que dao no Perú á 
serpente boa. 

Ampalaya./. (bot.) (p. Philip.) 
Ampalaya, balsamina. 

Ampar. m. (jjharm. ant.) Ám- 
bar amarello. 

Ampara. /. (for.) Sequestro; 
apprehensào de bens moveis. 
Bonorum mohilium, Seques- 
tratio. 

Amparador, ra. m. Ampara- 
dor, defensor, protector; o 
que ampara. Protector, oris. 

Amparamiento. m. (ant.) Am- 
paramento. V. Amparo. 

Amparanza. /. (ant.) V. Am- 
paro. 

Amparar, a. Amparar; prote- 
ger, favorecer, patrocinar. 
Protegeré, tueri: — (for.p. 



AMP 

Ar.) sequestrar bens mo- 
veis. Secjuestrare, sequestro 
ãare: — r. am^Darar-se; de- 
fendcr-se, sustentar-se. Sese 
tueri, defenderé : — valer-se 
do amparo ou protecção de 
alguém. AUcujus patrocinio 
se tueri. 

Ampareiar, Ampare jar. a. 
(ant.) V. Aparejar. 

Amparo, m. Amparo; pati'oci- 
nio , 111'otecçâo. Protectio, 
onis: — amparo; reparo, abri- 
go oudefeza. Tutamen, prce- 
sidium : — (ant.) parapeito : 

— (germ.) advogado, defen- 
sor do preso. 

Ampater. m. (farm. ant.) V. 
ÃTAifrc. 

Ampedio. m. (zool.) Ampédio; 
genero de insectos da ordem 
dos coleópteros pentameros, 
familia dos esternoxos. 

Ampélico. adj. (chim.) Ampe- 
lico ; chama-sc assim a um 
acido que se obtém tra- 
tando pelo acido nitrico os 
productos do oleo do schisto 
rectificado; é branco, inodoro, 
pouco solúvel na agua, so- 
lúvel no álcool e no ether. 

Ampelídeo, dea. adj. (bot.) 
Ampelídeo; que se parece 
com a vide : — f. pi. ampeli- 
deas; familia de plantas di- 
cotyledoneas, polypetalas' 
hyjiogineas, que comprehen- 
de muitos géneros, sendo a 
vide o mais importante de 
todos. Também se tem cha- 
mado viniforas, vitaceas e 
sarmentaceas. 

Ampelita. /. (geol.) Ampelita; 
schisto argilloso de côr parda 
ou negra, formado por uma 
mistura de anthracite o ma- 
terias schistosas, que contém 
uma grande quantidade de 
pirite branca. E' infusivel ; o 
fogo transforma a sua côr: 

— alumifera ou alumbri- 
fera; ampelita alumifera; a 
que se emprega na fabri- 
cação do alúmen. Esta na, 
sua composição, alem dos si- 
licatos de alumina e car- 
bono, tem algumas pro- 
porções de enxofre e ferro : 

— gráfica; ampelita gi-a- 
phica; a que vulgarmente 
se reconhece por lápis dos 
carpinteiros, e compòe-se de 
silica, alumina, ferro e car- 
bone. Emprega-se na pin- 



AMP 



135 



tura, e serve de lápis nas ar- 
tes industriaes : — ampelita ; 
certa terra que dissolvida 
em oleo serve para tingir os 
cabellos. 

Ampelodermo. m. (bot.) Ampelo- 
dermo (lago de vide); ge- 
nero de plantas da familia 
das gramíneas, tribu das 
arvmdinaceas ; comprehende 
duas especies que crescem 
nas regiões mediterrâneas 
da Europa e Africa. 

Ampelografía. /. (agr.) Am- 
pelogTaphia; descripção ou 
tratado da vide. 

Ampelógrafo. s. (agr.) Am- 
pelograjjho; o que se de- 
dica ao estudo ou descri- 
ção da Aride. 

Ampelopsis. m. (bot.) Ampelo- 
psis (parecido com a vide); 
genero do plantas da fami- 
lia dos ampelideas. Uma de 
suas especies é mui conhe- 
cida com o nome vulgar de 
cepa virgem. 

Ampérea. /. (bot.) Amperea; 
nome dado em honra do 
celebre physico Ampere a 
um genero de plantas da 
familia dos cuphorbiaceas, 
que comprehende tres arbus- 
tos da Nova Hollanda. 

Ampiar, Ampielar, a. (germ.) 
Ungir, untar. 

Ampio m. (germ.) Azeite, oleo. 

Ampioleto. m. (germ.) Un- 
guento. 

Amplamente, adv. m. V. Am 
pliamente. 

Amplecto^o, VA. adj. (bot.) Am 
plectivo; api^lica-se a todo 
o órgão que abraça comple 
tamente outro, e com espe- 
cialidade as plantas cujas 
folhas, dobradas ao longo do 
botão, se abraçam recipro- 
camente pelos extremos. 

AmplexÁtil. adj. (bot.) Am- 
plexatil; qualificação da ra- 
dícula quando se dilata e 
cobre o embryão. 

Amplexicaude. adj. (zool.) Am- 
plexicaude; animaos cuja 
cauda está dentro de runa 
membrana estendida entre 
os muscvilos da coxa. 

Amplexical-lo. adj. (bot.) Am- 
plexícaule; díz-se das par- 
tes de uma planta que cer- 
cam a haste. 

Amplexifloro. adj. (bot.) Am- 
plexifloro ; applica-se a to- 



136 



AMP 



das as partes da planta que 
rodeiam as flores. 

AmplexifoliadO; da, adj. (hot.) 
Amplexifoliado ; qualifica- 
ção das plantas cujas folhas 
rodeiam a liaste ou são am- 
plexicaules. 

Amplexo, m. (ant.) Amplexo. V. 
Abrazo: — adj. (ant.) abra- 
çado, rodeado, cercado : — 
(zool.J amplexo; genero de 
polypos fosseis dos terrenos 
de transição inferiores. 

Ampliación. /. Ampliação; ac- 
ção c efteito de ami^liar. Ani- 
plificatio, onis. 

Ampliador, ka. s. Ampliador; 
o que amplia, estende, ou 
acrescenta ; acrescentador. 
Amjjlificator , oris. 

Ampliamente, adv. m. Ampia- 
mente, com amplidão ou ex- 
tensão. Late, diffuse, ampie. 

Ampliar, a. Ampliar; esten- 
der, dilatar, augmentar, dif- 
fundir, propagar. Ampliare : 
— tma declaración (jurisp.) ; 
ampliar mna declaração; 
abri-la outra vez para dar- 
Ihe maior latitude, fazendo 
novas pergimtas ao decla- 
rante. 

Ampliatifloro. adj. (bot.) Am- 
pliatifloro; chama-se assim 
ás plantas cujas flores têem 
corollas dilatadas na sua 
base. 

Ampliativo, va. adj. Amplia- 
tivo; o que proroga, amplia, 
ou tem a virtude de amjaliar. 
Ampliandi virtute gaudens. 

Amplificación. /. Amplifica- 
ção ; dilatação, extensão. i?íc- 
tensio, dilatatio : — amplifi- 
cação; figura de rhetorica 
pela qual se engi-andcceDi 
os -argumentos ou jirovas 
de um discurso ; exagera- 
ção. AmpUficatio , onis. 

Amplificado, adj. (bot.) Am- 
plificado; synonymo de am- 
pliatifloro. 

Amplificador, ra. s. Am^ilifi- 
cador; o que amplifica, au- 
gmenta. Amplificator , am- 
plificatrix. 

Amplificar, a. Amplificar; am- 
pliar, engrandecer, exagerar: 
— (rhet.) amplificar; fazer 
uma amplificação. Amplifi- 
, care rem, dicendo auge.re. 

Amplio, plia. adj. Ampio ; dila- 
tado, largO; vasto. Ampliis, 
a, um. 



AMP 

Amplipenno, na. adj. (zool.) Am- 
plipenne; diz-se das aves 
que têem as azas grandes e 
extensas. 

Amplísimo, ma. adj. sup. de 
Amplio. Amplíssimo. Am- 
flissimus, a, um. 

Amplitud. /. Amplitude; am- 
plidão, extensão, dilatação : 
Amplitudo, inis. — (astron.) 
amplitude ; arco do liorisonte 
compreliendido entre o ver- 
dadeiro ponto do levante ou 
poente, e o centro de um as- 
tro quando este se acha n'a- 
quelle circulo, que é quando 
nasce ou se poe. 

Amplo, pla. adj. V. Amplio. 

Ampo. m. Floco de neve. Usa- 
se para expressar uma gran- 
de brancura ou alvura; e 
assim se diz : Es mas blanca 
que el ampio de la nieve; é 
mais branca que um floco de 
neve. 

Ampolla. /. Empola; vesícula 
ou tumorziuho intercutaneo 
que se eleva sobre a carne. 
Vesícula super cutem suc- 
crescens : — ampolla; redo- 
ma de vidro ou crystal de 
coUo comprido e apertado, e 
de corjjo largo e redondo na 
parte inferior : — gallieta 
que serve na missa : — am- 
polla, bolha que se forma 
na agua quando ferve ou 
chove com força. Bulia, m. 

Ampollar, a. Empolar; fazer 
empolas. Vesicas c/ignere : — 
empolar ; ensoberbecer. Am- 
p)ollaceo: — empolar, in- 
char, intumecer-se : — adj. 
que é i:)arecido á empola. 
Visicce aut ampnllcB simi- 
lis. 

Ampolleta. /. dim. de Ampo- 
lla: — ampulheta; relógio 
de areia usado princií^al- 
mente a bordo dos navios. 
Horologium arenarium. 

Ampollica, ta. /. dim. de Am- 
p>olla. 

Ampolloso, sa. adj. (med.) Em- 
polado; cheio de empolas. 

Ampolluela. /. dim, de Am- 
poUa. 

Amprar. n. Mutuar ; pedir ou 
tomar emi:)restado. Mutuari. 

Ampricia. /. (p. Ar.) Summario. 
Summaria causa; probatio. 

Ampúlice. m. (zool.) Ampul- 
lex ; insecto com aguilháo. 

Ampulina. /, (zool.) Ampulli- 



AMU 

na ; genero de conchas fos- 
seis. 

Ampulusidad. /. (fig.) Estylo 
einjDolado. 

Ampuloso, adj. (fig.) Empola- 
do ; nimiamente pomposo. 
Usa-se fallando das pala- 
vras e do estylo. 

Amputación. /. (cir.) Amputa- 
ção; corte de membro. Am- 
putatio, mutilatio. 

Amputar, a. Amputar; cortar 
ou separar de todo ■ algum 
membro. Amputare, muti- 
lare. 

Amsinquia. /. (bot.) Ansinquia; 
genero de plantas da fami- 
lia das asperifoliadas ou bor- 
ragiiieas, que se distinguem 
principalmente por ter qua- 
tro coíyledones. 

Amsonia. /. (bot.) Ansonia; ge- 
nero de plantas da familia 
das apociuaceas.Comprehen- 
de só uma especie, indígena 
da America do Norte, que é a 
ansonia de folhas estreitas, 
planta herbácea, vivaz, de 
folhas oppostas e flores ein 
corymbo. 

Amuchachado, da. adj. Ameni- 
nado; que tem aspecto, ac- 
ções ou genio de menino ; e 
também se applica ás cou- 
sas que têem esta similhança. 
Aspectu, moribus, habitupue- 
rilis. 

Amuchiguar. n. (^aní.J Augmen- 
tar ; multiplicar-se. Usava-se 
também como reciproco. 
Multiplicari, crescere. 

Amueblar, a. Mobilar ; guai'ne- 
cer de inoveis uma casa. 
JEides supellectile instruere 

Amuestrar. a. (ant.) V. Mos- 
trar. 

Amufar. ?i. (ant.) Bufar; so- 
prar como um touro. Pro- 
fulare. 

Amugamiento, m. V. Amojona- 
miento. 

Amugronador; RA. s. O que faz 
a mergulhia. Falmitum de- 
pressor ut propagines fiant. 

Amugronamiento, m. Mergu- 
lhia ; acção de mergulhar, 
Vitíum pro^jagatio. 

Amugronar, a. (agr.) Mergu- 
lhar; meíter o sarmento 
de uma vide por baixo da 
terra, de modo que a sua ex- 
tremidade saia á distancia 
que ó necessário para que 
occupe o logar de uma cepa 



AMU 

que faltava na vinha. Vitem 
deprimere, propagare. 

Amujerado, da. adj. Molliercn- 
go, afeminado', que tem ma- 
neiras de mulher. Effemina- 
tus, nmlierosus. 

Amujeramiento. m. V. Afemi- 
nación. 

Amular, n. Esterilisar. Steriles- 
cere. 

Amularse, r. Esterilisar-se uma 
égua por ser coberta ¡íor um 
mulo. Eqifam sterilem ficri. 

Amulatado, da. adj. Amulata- 
do; que tem côr de mulato. 
FusGus, subniger. 

Amuleto, m. Amuleto; reme- 
dio supersticiosa que se põe 
ao pescoço para preservar 
de alguma enfermidade ou 
perigo. Amulehim, i. 

Amunicionar, a. Municiai", mu- 
nicionar, prover de munições, 
abastecer. Munire, instruerc. 

Amura. /. (naut.) Amura; bu- 
racos no bordo chato para 
amurar ou entesar os cabos 
ou escotas das velas: — 
amura; cabo grosso que ser- 
ve para estender as velas. 
Funes quibus vela colligun- 
tur: — manobra que sujeita 
um dos pontos de uma vela 
quadrada: — amura; me- 
dida do navio do lado da 
proa. 

Amurada. /. (naut.) Amurada^; 
parte interior do bordo da 
embarcação onde prendem 
as amuras. Navis Ínterins 
latus. 

Amurallado, da. «fZy. Murado; 
cercado de muros. 

Amurallar, a. Murar; fortifi- 
car, cercar de muros ou mu- 
ralhas. Usa-se também como 
reciproco. Muro, moenibus 
urbem cingere. 

Amurar, a. (naut.) Amui'ar ; pu- 
xar pela amura, entesar as 
amuras. Fedem veli strin- 
gere. • 

Amurca. /. (ant.) V. Alpcchin. 

Amurcar, a. Marrar; bater com 
os cornos. Cornu j^etere. 

Amurco, m. Marrada ; cornada, 
pancada que o touro dá com 
os cornos. Idus cornu. 

Amurillar, a. (agr.) Amontoar 
ou amontar; chegar a terra 
para o pé das arvores, a fim 
de cobrir e abrigar suas raí- 
zes. Aggerare ar-bores. 

Amusco, ca. adj. V. Musco. 



ANA 

Amuseta. /. Brinco; bugiaria : 
■ — ■ (art.) especie de arcabuz 
ou grande espingarda posta 
sobre uma carreta. 

Amusgar, a. Fitar as orelhas, 
torcer a boca, fallando de 
um cavallo qué quer morder, 
cscocear, etc. Soivire bestias, 
demissisauriculismorsumvel 
ictum minari : — contrahir, 
apertar as pálpebras ])í[.yíí 
ver melhor. Oculorum adem 
contrahere. 

Amuyon. m. (bot.) Amuyon ; fru- 
cto das ilhas Filippinas. 

Ana. /. Ana; medida menor 
que uma vara de que se usa 
em algumas provincias de 
Hespanha. Ulna, mensura 
bélgica qucedam: — ana; si- 
gnal de que usam os médicos 
em suas receitas para indicar 
que certos ingredientes hào 
de ser de peso ou partes 
iguaes. Ana, ce. 

Anabado, da. adj. Que tem a 
forma de nabo. 

Anabaptismo, m. (rei.) Ana- 
baptismo; heresia ou seita 
dos anabaptistas. J.?iaòap<is- 
mum, i. 

Anabaptista, m. Anabaptista; 
herege que acredita nào se 
de\'erem baptisar os filhos 
scuào quando chegara ao u-o 
da rasào; e no caso de serem 
baptisados em pequenos, de- 
ve-se rejictir o baptismo 
quando sejam de maior ida- 
de. Anabaptista, ce. 

Anabasianos. m. pi. Nome que 
se dava antigamente aos cor- 
1'eios de terra. 

Anabatista. m. (ant.) V. Ana- 
ptista. 

Anabate. m. (zool.) Anabate; 
genero de pássaros tenuiros- 
tros. 

AnabÁtica. adj. (med.) Anfihíúi- 
ca; febre que se annuncia pro- 
gressiva desde o principio. 

Anabenodáctilo. adj. (li. nat.) 
Anabenodáctilo ; animaes 
que têem dedos próprios 
para trepar. 

Anaboladion. m. Especie de 
mantelete de que usavam 
antigamente as senhoras. 

Anabolia. /. (h. nat.) Auabo- 
lia; genero de insectos phiy- 
ganicos. 

Anabroquismo. m. (cir.) Ana- 
brochismo; acção de arran- 
car as pestanas, prendendo- 



ANA 137 

as com fio de seda muito 
fino. 

Anabkosis./. (med.) Anabrosis ; 
prusão produzida por um hu- 
mor acre. 

Anabrótico, ca. adj. (m ed.) Ana- 
brótico; que tem relação com 
anabrosis. 

Anaca. /. Anaca; especie de 
periquito do Brazil. 

Anacalo, la. s. (ant.) Creado 
ou criada de forneira, que ia 
ás casas ¡Darticulares buscar 
o ]3âo que se havia de coser. 
Furnarius famulus. 

AnacÁmpsero. m. (bot.) Ana- 
camjísero ; genero de plantas, 
especie de perpetua. 

AnacÁmpsida. /. (zool.) Ana- 
campsida; genero de insectos 
lepidópteros. 

Anacanto. m. (zool.) Anacau- 
to; genero de peixes da fa- 
milia das arraias: -^ gene- 
ro de coleópteros. 

Anacarado, da. adj. Nacarado; 
branco como o nácar. Con- 
clto} colore prccditus. 

AnacardÁceo, cea. adj. (bot.) 
Anacardino; que se parece 
ao anacardo. 

Anacardiado, ADA. uâj. V. Ana- 
cardáceo. 

Anacardina. /. (pharm.) Aua- 
cardina; conserva de ana- 
cardos, á qual se attribuia 
a virtude de restituir a me- 
moria. Anacardii confectio. 

Anacardino, na. adj. Anacar- 
dino; o que é composto de 
anacardos. Anacardio confe- 
ctum. 

Anacardo, m. Anacardo; gran- 
de arvore da índia com a 
casca de côr cinzenta escura; 
as folhas tècm a forma de cu- 
nha, grandes e salpicadas de 
pellos claros; o fructo é da 
figura de coração Usa-se na 
medicina. Semecarpus ana- 
cardium. 

AnacatÁrsico, ca. adj. (med.) 
Auacathartico; diz-se do re- 
medio expectorante. 

AnacatÁrsis. /. (med.) Anaca- 
tharsia; expectoração. 

AnacatÁrtico. adj. V. Anaca- 
társico. 

AnÁcea. /. (ant.) V. Añacea. 

Anacefaliosis. /. (gram. ' e 
rhet.) Anacephaleosis ; reca- 
pitulação, repetição curta e 
sumularia do que se disse. 
Anaccpkaliosis, is. 



138 



ANA 



Anacinema. /. (meã.) Anacinc- 
ma ; qiiebrautamento ou can- 
saço de todas as partes do 
corpo, proveniente de cxer- 
cicios gymuasticos. 

Anacisto. m. (bot.) Auacysto; 
genero de plantas phycêas. 

AnaclÁstica. /. Anaclastica; 
parte da óptica que trata 
das rcfracções. 

Ana CLÁSTICO, cA.adj.fopt.J Ana- 
clastico i que pertence á ana- 
lasticca; diz-se do ponto, em 
que o raio de luz soffre refra c- 
çào: — /. parte da óptica 
que trata da refracção. 

Anaclenópala. /. Anaclinopa- 
la; luta atliletica sobre a 
areia. 

Anaclitíteka. /. Cadeira com- 
prida para se repousar. 

Anaclísis. /. (med.J Anaelise-, 
posição do doente deitado 
n'um leito ordinario. 

Anaco, m. Vestido das Indias. 

AnÁcola. m. (zool.) Anacola; 
genero de coleópteros de cor- 
nos compridos. 

Anacolcta. /. (gram.) Anaco- 
lutlia; ellipse de urna j^a- 
lavra correlativa Be outra 
expressa na mesma phrase. 

Anacómida. m. (meã.) Restabe- 
lecimento da saucle. 

Anacoreta, m. Anachoreta; 
ermitão, cenobita, solitario 5 
o que vive retirado do com- 
mercio do mundo, e entre- 
gue a exercícios de piedade. 
Anachoreta, solitarivs. 

Anacorético, ca. adj. Anacho- 
retico; pertencente ao ana- 
choreta. Ad anachorctam 
pertinens. 

Anacoeita. m. (ant.) V. Ana- 
coreta. 

Anacosta. m. (comm.) Tela de 
la fabricada como sarja. 

Anacreóntico, ca. adj. Ana- 
creóntico ; versos similhantes 
aos de Anacreonte. Anacre- 
onteiis, i. 

Anacronismo, m. Anaclironis- 
mo i erro no computo do tem- 
po. Viiiosa temporis compii,- 
tatio. 

AnactA'. /. (zool.) Anacta; ge- 
nero de insectos. 

Anácteas. /. pl. (h. ant.) Ana- 
ceas ou anácteas; festas em 
honra de Castor e Pollux. 

Anactesia. /. (ined.) Analopsia ; 
restabelecimento das forças. 

Anactilena. /. (hot.) Anactili- 



ANA 

na; secção do genero cas- 

, sinia. 

Ánade, s. Pato; genero de 
palmipedes da familia dos 
adens. Anas, afis. 

Anadear, a. Andar como o pato, 
e isto costumam fazer os que 
andam com affectação ou são 
estouvados. Anatum more 
incedcre. , 

Anadeja. /. dim.. de Anade. 

Anaeemo. ???. Anadema; ador- 
no que punham os anci<ãos 
na cabeça parecido com as 
borlas de uma mitra. 

Anadenia. /. (bot.) Anadenia; 
genero de plantas. 

Anadeno. m. Ajiadeno; genero 
de pássaros. 

Anadino, na. s. Patinho; pato 
pequeno. Anatkula, pidlvs 
anatis. 

Anadiplosis. /. (r/ram.) Anadi- 
plcse; figura de dicção que 
consiste em começar uma 
oração pela mesma palavra 
com que acabou a preceden- 
te. Reduplicatio, onis. 

Anadón, m. Pato pequeno ou 
novo. Anatis pvUvs. 

Anadoncillo. m.. dim. de Ana- 
dón. 

Anadosis. /. (2)h9/siol.) Anado- 
sis ; distribuição dos princi- 
pios nutritivos por todo o 
corpo. 

Anadroma./. (imtlsol.) Anadro- 
ma; tendencias das materias 
morbíficas das partes infe- 
riores do corpo humano ¡lara 
as superiores. 

Anadromo, ma. adj. Anadro- 
mo ; applica-se a certos pei- 
xes que sobem do mar para 
o rio. 

Anafaga. /. (ant.) V. Costa, 
Gasto. 

Anafava. /. Anafaia; especie 
de tela que antigamente se 
fazia de algodão, c moder- 
namente de seda. Tela gos- 
sypino filo olim contexto, 
nvnc sérico. 

Anafe. m. Fogareiro para aque- 
cer os ferros de engommar. 
Cíibanus ptortabilis. 

AN.^FONESIS./. (physiol. e mus.) 
Exercicios da \02,. 

Anáfora-. /. (rhct.) Anaphora ; 
figura de reiietição : — (med.) 
anaphora; evacuação pela 
boca. 

Anafórico, ca. adj. Que se move 
com a força da agua. 



ANA 

Anafromsia. /. Anaphrodisia; 
ausencia dos desejos vene- 
reos. 

Anafrodita. adj. (med.) Ana- 
phrodita; que é insensível 
ao amor, improprio á gera- 
ção. 

Anagalida. /. Morriâo ; planta 
que dá flores roxas. Anagal- 
lis, idis. 

Anaglífico, ca. adj. Coberto de 
relevos. 

Anáglifo, m. Vasos com relevo, 
de sorte que sobresáiam as 
figuras. Anaglypta, vel ana- 
glypha. 

Anagnosto. m. Anagnostes ; 
nome que davam os romanos 
ao escravo que lia emquanto 
os mais comiam. Anagnos- 
tes, ce. 

Anagoge. m. V. Anagogia. 

Anagogía./. Anagogia; senti- 
do mystico da escriptura, de 
que se usa quando se appli- 
cam devidamente algvins tex- 
tos para explicar as excel- 
lencias da gloria. Anago- 
gia, ce. 

Anagogicamente. aãv. m. Ana- 
gogicamente; de modo, em 
sentido anagogico , mysti- 
camente. Anagogich. 

Anagogico, ca. adj. Anagogico; 
que eleva o espirito ou diz 
respeito a cousas celestes. 
Anagogicus, mysticus. 

Anagrafe. m. (med.) Eeceita; 
prescripção medica. 

Anagrama, m. Anagramma; 
transposição das letras de 
um nome para formar diver- 
sas palavras ou sentenças. 
Chama-se também assim a 
mesma voz ou sentença em 
que se fez a transposição, 
como Eoma de amor. Ana- 
gramma, nominis invertio. 

AnagramÁticamente. adv. Ana- 
grammaticamente; de ma- 
neira anagrammatica. 

Anagramatico, ca. adj. Ana- 
grammatico; o que participa 
do anagramma. 

Anagramatista. m.. Anagi'am- 
matista; que faz anagram- 
mas. Anagrammatum scri- 
ptor. 

Anagramatisar. 01. Anagram- 
matizar; compor anagram- 
mas. Anagramma scribere, 
pangere. 

Anajiris. m. (hot.) Anagyro; 
planta leguminosa. 



ANA 

Anal. odj. (ant.) Annal; an- 
nual : — m. annal ; offerta 
que se dava pelos defuntos 
no primeiro auno do seu fal- 
lecimeuto: — (ant.) annaes; 
historias que se escrevem 
referindo os successos de 
cada anuo separadamen- 
te. Alíñales, iiim : — (anat.) 
anal; pertencente ao anus. 

Anal.impa. /. (zool.) Analani- 
pa; genero de insectos coleó- 
pteros. 

Analcina./. Analcina; substan- 
cia mineral composta de si- 
lica, de alumina, soda, cal e 
agua. 

Analcis. m. (zool.) Analcis; ge- 
nero de insectos coleópteros. 

Analectos, m. x>l. Analectos; 
coUecção de trechos de litte- 
ratura de um ou de muitos 
auctores : — (liist.) escravos 
encarregados de fazer des- 
apparecer os sobejos de um 
festim. 

Analema. m. (astron.) Analem- 
ma; jírojecçào orthographica 
da esphera sobre o coluro 
dos solsticios. Analetnma, ce. 

Analepslv./. (mecí.) Analepsia ; 
restauração das forças perdi- 
das por uma doença. 

Analéptico, ca. adj.(med.) Ana- 
léptico; applica-se ao reme- 
dio; restaurativo das forças 
perdidas. Analepticu8 , in- 
staurai ivus, a, 2cm. 

Anales, m. pl. Annaes ; collcc- 
ção de factos históricos da- 
dos auno por auno. Annales, 
ium. 

Analgesia. /. (med.) Analgía; 
ausencia de dor. 

Análisis./. Aualyse; reducção 
ou separação de um todo nas 
suas partes até chegar a co- 
nhecer seus principios ou ele- 
mentos. Resc^utio, onis: — 
(inatli.) analyse; arte de re- 
solver os problemas por al- 
gebra. Ancdyt^a methodus: 
— (fiff.) analyse; exame que 
se faz de alguma obra, dis- 
ciu'so ou escripto. Ancdyti- 
cum judicium. 

Analista, m. Annalista; o que 
escreve annaes. Anncdium 
scriptor. 

Analiticamente, aclv. m. Ana- 
lyticamente; por meio da 
analyse, de um modo aualy- 
tico. Ancdyticè. 

Analítico, ca. (xdj. Analytico; 



ANA 

concernente á analyse. AncL- 
lyticus, a, um. 

Analizar, a. Analysar; fazer 
aualyse de alguma cousa. 
liem perpendere, singillatim 
considerare. 

Analogamente, adv. m.Y. Ana- 
logicamente. Per analogiam. 

Analogia. /. Analogia, jjropor- 
ção que ha entre uma cousa 
e outra, ou de algumas cou- 
sas entre si. Analogia, ce: — 
(gram.) analogia; relação que 
as diversas palavras de uma 
liugua têem entre si a res- 
peito da sua formação. 

Analogicamente, adv. m. Ana- 
logicamente; com ou por 
analogia. 

Analógico, ca. aãj. Analógico; 
que tem analogia ou perten- 
ce a ella. Analogicus, ana- 
logus. 

Analogismo. m. Analogismo ; 
argumento fundado em ana- 
logia, comparação de analo- 
gias. 

Análogo, ga. adj.Y. Analógico. 

Analosis./. (pathol.) Analosis; 
decadencia, peioria, tisica. 

Analote. m. (zool.) Aualote; 
genero de insectos coleó- 
pteros. 

Anamenia. /. (bot. T. Árabe) 
Anemona; flor. 

Anamirto. m. (bot.) Anamyrto, 
genero de plantas monospcr- 
maceas. 

Anamneslí./. (patliol.) Anamne- 
sia; fortificação de memoria, 
remeniscencia: — ^^ai'te de se 
recordar. 

Anamókfico, ca. a<í/.|Anamor- 
phico ; crystaes de núcleo in- 
vertido. 

Anana ou Ananas./, (bot.) Ana- 
naz; planta annual de dois 
pés de altura, cujas folhas 
compridas, de bordos espinho- 
sos, terminam n'uma ponta 
rija; as flores são de côr vio- 
lácea, e o fructo tem a forma 
de uma pinha; é carnoso, 
amarello, odorifero e sabo- 
roso quando maduro. Brouic- 
lia ananás. 

Ananciclo. m. (zool.) Auancy- 
clo ; genero de insectos coleó- 
pteros. 

Ananchita. /. Ananchyta; ge- 
nero de echinodermes fosseis. 

Anandria. /. (bot.) Auandria; 
genero das compósitas origi- 
uai'ias da Sibéria. 



ANA 139 

Anandiula. adj. f. Anandi-ina; 

flor que não tem estames. 
Anapecia. / (med.) Auapecia; 
dilatação do orificio de certas 
vísceras. 
Anapelo. m. Anapeio; jilanta 
commum em varias partes 
da Hespanha. É venenosa. 
AnapíÍstico, ca. adj. Anapésti- 
co; verso de tres anapestos. 
Ex anapestis eonstans. 
Anapesto, m. Anapesto; pé de 
verso latino; couipòe-se de 
duas syllabas breves e uma 
longa. Anapcvstus, i. 

Anaplasis. /. Osteoplastia; sol- 
dadura de um osoo fractu- 
rado. 

Anaplecto. m. (zool.) Anaple- 
cto; genero de insectos or- 
tópteros. 

Anaplerótico, ca. adj. Anaple- 
rotico; applica-se ao reme- 
dio a que se attribue a pro- 
priedade de encarnar as 
chagas. 

Anapneuslí. /. (med.) Respira- 
ção, tranppiraçào. 

Anápora. m. Papagaio multi- 
color. 

Anaptisia. /. Anaptisia; corri- 
mento mucoso salivar. 

Anaquel, m. Prateleira; divi- 
são que têem os armaiños para 
n'ella pôr os pratos, vidros 
e outras cousas. Fltdeorum 
dicisiones. 

Anaquelería./. Conjuncío de 
prateleiras. 

Axararaco. 3)1. (7i. ant.) Ana- 
rabaco; sacrificador hebreu. 

Anaranjado, da. (ulj. Alaran- 
jado; que tem a côr de la- 
ranja. Aurci medi colorem 
prcefcrens. 

Anarégnimo, ma. adj. (jjath.) 
Auarrhegnymo ; tliz-se da 
ulcera que se abre de novo 
pela ruptura da cicatri;:. 

Anareto. to. (zool.) Anareto, 
genero de insectos dípteros. 

Anargasi. m. Anargasi ; arvore 
das l^liilippinas. 

Anarico. m. (zool.) Auarico; 
peixe redondo óssea. 

Anarquía./. Anarchia; estado 
que não tem cabeça que o 
governe. AnarcJiia, ce. 

AnÁiiquico, ca. adj. Anarchico; 
aonde ha anarchia, sem che- 
fe. Anarchiciis, a, um. 

AnarquiSxMO. m. Auarchismo; 
systema, opiniões auarchi- 
cas. 



140 



NAA 



Anarquista, m. Anarchista; 
sequaz da anarchia, fautor 
de desordem. 

Anarquizar, a. Anarcliisnr; 
eutregar-se á anarcliia, fa- 
zer anarcliia. 

Anarrea. /. (meã.) Anarrhéa; 
affluxo dos humores para 
cima. 

Anarrina. /. (hot.) Anarrhina; 
genero de plantas escrofula- 
rias. 

Anarropia. /. (meã.) Anarrho- 
pia; tendencia do sangue 
para a cabeça. 

Anarropico, ca. aãj. (meã.) O 
que tem relação com a anar- 
rhopia. 

Anarta. /. (zool.) Anarta; ge- 
nero^ de lepidópteros no- 
cturnos. 

Anartria. /. (hot.) Anartliria; 
genero de plantas restria- 
ceas. 

Anartros. aãj. (meã.) Anar- 
thros; epitheto dos indivi- 
duos cujas articulações não 
são bem pronunciadas. 

Anartrozina. /. (bot.) Anar- 
throzyna; genero de legumi- 
nosos. 

Anasarca. /. (path.) Anasarca; 
liydroj)esia de todo o corpo. 

Añascóte, to. (comm.) Añascó- 
te; especie de panno de lã. 
Stamineum textum quoããam. 

Anaser. m. (hot.) Anuacer; 
planta apocynea. 

Anaspa. m. (zool.) Anaspe; ge- 
nero de coleópteros. 

Anaspasis./. (meã.) Anaspasis; 
contracção das paredes do 
estomago. 

Anastáltico, ca. aãj. (meã.) 
Anastáltico; astringente. 

Anastasia. /. V. Artemisa. 

Anastasis. /. (meã.) Anastasi ; 
transporte de humores de 
uma parte á outra. 

Anastatica. /. (bot.) Anastati- 
ca ; genero de plantas cruci- 
feras. 

Anastotíceas./.^9¿. (bot.) Anas- 
toticeas; grupo de plantas 
cruciferas. 

Anastoticeo, cea. aãj. (hot.) 
Anastoticio; que se parece 
com a rosa de Jerichó. 

Anastomosis. /. (anat.) Anas- 
tomose; nome dado ás com- 
municações ou ajuntamento 
dos vasos e nervos. Anasto- 
mosis, is: — (hot.) reunião 
de diversas partes ramosas. 



ANA 

Anastomótico, ca. aãj. (meã.) 
Anastomotico; que pertence 
á anastomosea ; ajiplica-so ao 
medicamento que abre, pela 
sua acrimonia, os oriíicios 
dos vasos. Qnoã venartim 
ostia aperienãi vim habet. 

Anastequeosis. /. (path.) Anas- 
techeose; resolução de um 
corpo. 

Anastrapia. /. (hot.) Anastra- 
phia; genero de plantas, 
compostas de arbustos. 

Anástrofe. /. (gram.) Anas- 
trophe ; inversão na colloca- 
ção dos termos. 

Anata. /. Annata; renda, or- 
denado, emolumento, vanta- 
gem que se tira de um em- 
prego, arte ou jírofissão. Me- 
ãia anata,' meia annata; di- 
reitos de mercê, direito que 
se paga pela admissão a 
qualquer beneficio ecclesias- 
tico,pensão ou emprego se- 
cular, e é metade do seu valor 
no primeiro auno. Chama-se 
também assim a quantidade 
que se paga pelos títulos e 
pelo honorifico de alguns 
empregos e outras cousas. 
Dimiãia proventuum annuo- 
rum pars. 

Anatasia./. (min). Schorlazul; 
especie de mineral do ge- 
nero titán. 

Anátema, m.. Anathema; ex- 
communhão. Anathema, ca- 
pitis ãevotio. 

AnatemÁtico, ca. aãj. Anathe- 
matico; o que pertence ao 
anathema. 

Anatematismo. m. Anathema- 
tismo; canon ou decisão que 
contém ou inclue anathema. 

Anatematizado, da. aãj. Ana- 
thematisado; excommunga- 
do. Diris ãevotus, anathe- 
mate perciils^is. 

Anatematizar, o. Anathema- 
tisar; excommungar, con- 
demnar com anathema. Ana- 
thematizare : — anathemati- 
sar; amaldiçoar ou fazer im- 
precações contra alguém. 
Aliquem exsecrari, ãiris ãe- 
vovere. 

Anatera./. (hot.) Anatera; ge- 
nero de gramíneas, reunido 
ao genero andropogon. 

Anatídeas. /. pl. (zool.) Ana- 
tideas ; familia da ordem dos 
palmipedes. 

Anatideo, dea. aãj. (zool.) Ana- 



ANA 

tideo; que se parece com o 
pato, ou que tem relação 
com elle. 

Anatifa. ??í. (zool.) Anatifa; 
genero de cirrhopodes. 

Anatiferiforme. adj. (zool.) 
Anatiferiforme ; que tem a 
forma da anatifa. 

Anatígrala. /. (zool.) Anati- 
gralla; genero de aves pal- 
mipedes. 

AnÁtino, na. aãj. (zool.) Ana- 
tino; que tem relação com 
o ijato. 

Anatista. m. Oíficial que tem 
a seu cargo os livros e des- 
pachos dos direitos de mer- 
cê. Tahellio proventuuin ãi- 
miãii anni rationes et acta 
referens. 

Anatocismo, to. Anatocismo ; 
conversão do juro em caiji- 
tal. 

Anatólico. «?. (zool.) Anatoli- 
co ; genero de coleópteros me- 
lásemos. 

Anatomía. /. Anatomia; dissec- 
ção do corjDO de um ani- 
mal, para que se conheça a 
disposição de cada uma de 
suas partes: — anatomia, 
sciencia que trata do conhe- 
cimento das partes solidas 
dos animaes para reconhe- 
cer a sua figura, situação, 
relação, funcções, etc. Ars 
secandi, anatomia : — (iñnt.) 
anatomia; disposição, tama- 
nho, forma e collocação de 
todos os membros externos 
que compõem o corpo huma- 
no ou o de qualquer outro 
animal. Corporis humani 
structura, comi^ago. 

Anatomiano. m. (ant.) Anato- 
mista ou anatómico. 

Anatómicamente, aãv. m. Ana- 
tomicamente; segundo as 
regras de a»atomia. Secun- 
dum anatomia prcBcepta. 

Anatómico, ca. aãj. Anatómi- 
co ; pertencente á anatomia, 
perito n'esta arte. Anatomi- 
cus, cadavernm sector. 

Anatómico-patológico, ca. adj. 
Anatomico-pathologico; que 
pertence á anatomia e á pa- 
thologia. 

Anatomista, to. Anatomista; 
professor de anatomia. Ana- 
tomice magister, preceptor. 

Anatomizado, da. aãj. Anato- 
misado. 

Anatomizar, a. Anatomisar ; fa- 



ANC 

zer ou executar a anato- 
mia de algum corpo, disse- 
ca-lo. Anatomiam exercere: 
— (pint.) assigualar exacta- 
mente nas estatuas e figu- 
ras os 0PS03 e músculos, de 
sorte que appareçam des- 
carnados, como se observa 
commummente nas pinturas 
de Greco. Ossa, artvs, ner- 
vos articulatim exprimere. 

Anatkesis. /. (cir.) Anatresia 
ou trepanação; operação do 
trépano. 

Anatripsia. /. (cir.) Fricção; 
attrito feito sobre qualquer 
parte do corpo. Frictio, onis. 

Anateipsologia. /. Anatripso- 
logia; tratado das fricções. 

Anatríptico, ca. adj. Anatri- 
ptico; que serve para fazer 
fricções. 

AnÁtron. m. (chim.) Anatron; 
cal -vDlatil, verdadeii'0 car- 
bonato de soda. 

AnÁtropo. »)/. (meã.) Anatrope; 
affecção do estomago cara- 
cterisada pelo vomito. 

Anaudia. /. (meã.) Anaudia; 
mudez; extincçào da voz.- 

Anaulaco. m. (zool.) Anaula- 
co; genero de insectos co- 
leópteros. 

Anavajado, da. adj. Anavalha- 
do; que está maltratado com 
golpes de navalha ou outro 
instrumento similhantc. No- 
vacidâ intercisiis. 

Anaxagórka. /. (bot.) Anaxa- 
gorea; genero de plantas 
amomaeeas. 

Anaxeton. m. (bot.) Anaxeton ; 
genero de plantas compos- 

- tas. 

Anca. /. Anca ; parte joosterior 
dos irracionaes, comprehen- 
dida entre a garupa, lom- 
bos e flancos. Clunis, coxen- 
dix. A ancas ou á las an- 
cas; Ao. ancas; diz-se quan- 
do indo dois individuos mon- 
tados na mesma cavalgadu- 
ra, um vae sobre as ancas. 
Super coxam eqiiilare: — (fiff. 
efam.) usa-sc para exprimir 
c|ue uma cousa c accessoria 
á outra. No sufrir ancas; 
ser indomável; fallando dos 
animaes dá-se a entender 
que não sofíi-em que os 
montem : — (fig. e fam.) ter 
quanto baste; diz-se do que 
vive remetliado, e tem só o 
qiie lhe é preciso: — (fi(/. e 



ANC 

fam.) não ser para graças; 
diz-se da pessoa que se não 
^ presta ao que querem fazer 
d'elhi, que não soífre o que 
lhe querem fazer. Jocidan- 
tem non ferre: — (fiy-) não 
admittir graças; ter um gé- 
nio áspero, duro e impacien- 
te. Impacientem, intoleran- 
tem esse. Traer ou llevar 
«■ las ancas (fig. e fam.); 
manter alguém á sua custa. 
Usa-se íam.bem com o verbo 
estar e outros. Aliquem pro- 
priis facultatihus sustentare. 

AxCADo. m. Molestia que con- 
siste na contracção dos ner- 
vos ou músculos com falta 
de movimiento. Nervorum 
contractio. 

Ancianamente, adv. t. (ant.) 
V. Antiguamente. 

Ancianía. /. (ant.) Anciania; 
V. Ancianidad : — ancia- 
nia; nas ordens militares a 
dignidade de ancião. Senio- 
ris mimus. 

Ancianidade. /. Ancianidade; 
idade crescida, velhice. Se- 
ncctus, utis. V. Antigüedad. 

Ancianismo. m. (ant.) Ancia- 
dade; estado de velhice. 

Anciano, na. adj. Anciano; an- 
cião, o que tem muitos an- 
nop, velho. Senex, vetustns: 
— (cent) V. Antiguo: — an- 
cião, nas ordens imitares o 
que servia ha mais tempo. 
Antiquior, dignior. 

Ancila, adj. (zool.) Ancila ; ge- 
nei'0 de gasteroiiodos. 

Ancilego. m. (zool.) Ancilego; 
genero de locustos orthopte- 
ros. 

Ancilia./. (zool) Ancilia; pe- 
qiiena concha marinha muito 
bonita, originaria da índia. 

Ancilócero. to. (zool.) Aneilo- 
coro ; genero de coleópteros. 

Anciloclade. m. (bot.) Ancilo- 
clade ; genero deplautas apo- 
cyneas. 

ANciLODON.???.f20oZ.J Aucílodon ; 
genero de peixes. 

Anci"loglosis. /. (anaf.) Ancilo- 
glosc; adherencia da língua 
ás gengivas. 

Ancilognato. m. Ancilognato; 
genero de coleojjteros. 

Ancilojiéro. m. (zool.) Ancilo- 
mero ; genero de amphipodes. 

Ancilón'co. m. (zool.) Ancilo- 
nico ; genero de insectos co- 
leópteros. 



ANC 141 

Ancilonote. m. (zool.) Ancilo- 
note ; genero de coleópteros. 

Anciloquera. /. (zool.) Aucilo- 
chera; genero de coleópte- 
ros. 

Ancilorinco. 7n. (zool.) Ancilo- 
rinco; genei'o de coleópteros. 

Anciloscelo. m. (zool.) Ancy- 
loseero; genero de mellifo- 
ras. 

Anciróides. adj. Que tem a for- 
ma de ancora : — (anat.) and- 
roides; epitheto da apophyse 
coracoidea do omo^Dlata. 

Ancistro. to. (bot.) Ancistro; 
genero de rosáceas. 

Alcistródis. adj. Ancistrodis ; 
que tem a forma de imi an- 
zol. 

Ancistroloba. /. (bot.) Ancis- 
troloba; genero de hyperica- 
ceas. 

Ancistropedo, da. adj. (zool.) 
Ancistropedo; que tem os 
pés munidos de unhas adim- 
cas. 

Ancistrósomo. m. (zool.) Ancis- 
trosomo; genero de coleo^ 
pteros. 

Ancistroto. m. (zool.) Ancis- 
tro to ; genero de coleópteros. 

Ancla. /. Ancora. Ancora, te : 
— (germ.) mão. Echar an- 
elas ou áncora,; ancorar, dar 
fundo. Ancoras jacere. Es- 
tar sobre las anelas ou án- 
coras; estai* o navio fundea- 
do ou seguro com ancoras. 
Navim jactis ancoris sistere. 

Anclabre. m. (myth.) Ancla- 
bre; utensilios que serviam 
aos sacrificios: — ara ou 
mesa sobre a qual estavam 
postos os utensilios dos sa- 
crificios. 

Anclareis, m. V. Anclabre. 

Ancladero, to. (naut.) V. Amar- 
radero. 

Anclage. to. Ancoragem; acto 
de ancorar os navios em lo- 
gar próprio. Ancoi-ce jactus, 
vel locus his jaciendis oppor- 
tunus: — ancoragem; tri- 
buto ou direito que se paga 
nos jjortos do mar para fun- 
dear os navios. Vectigal an- 
corarium. 

Anclar, a. (naut.) Ancorar; 
lançar ancora. Ancoras ja- 
cere. 

Anclote, m. Ancoróte ou an- 
coreta ; ancora pequena. Par- 
va ancora. 

Anco. to. (ant.) V. Plomería. 
19 



142 



ANC 



Ancoan. m. (zool.) Ancoaii ; ave 
de rapina originaria do Bra- 
zil. 

Ancominido. adj. (zool.) Ancho- 
menido; que se j)arece com 
um anchomeuo. 

Ancomeno. m. (zool.) Ancho- 
meno; genero de coleópte- 
ros. 

Ancón, m. Enseada ; baliia, gol- 
plio pequeno onde se abrigam 
navios. Sinus maris, locus 
stationi navium aptus. 

Anconada. /. V. Ancón. 

Ancone. m. (zool.) Ancone ; ge- 
nero de coleópteros. 

Ancóneo. m. (anat.) Anconeo; 
musculo situado no pescoço. 

Anconio. m. (bot.) Anconio-, ge- 
nero de plantas cruciferas. 

Anconitano. adj. (geog.) Que 
nasceu em Ancona. Anconâ 
oriundus, aneonitanus. 

Ancora. /. V. Anela: — de la 
esperanza'; ancora de sal- 
vação; grande ancora de que 
se usa n'um grande pe- 
rigo do mar. Chama-se as- 
sim 2)or ser de maior segu- 
rança e o \inico recurso que 
lia. Ancora sa^ra. Estar en 
¿mcoras ou sobre las cinco- 
o-as; estar firme, seguro, etc. 
Securum,firmum, tutum esse. 

Ancoeaje. ??i. V. Anclaje. 

Ancorar, n. (naut.) V. Anelar. 

Ancorca. /. Ocre ; argilla mui 
pura, de côr amarella, que 
se emprega para pintar, e 
que por vir de Hollanda e 
Veneza se chama terra de 
Veneza ou Hollanda. Argilla 
ochrfl. 

Ancorería. /. Officina em que 
se fazem ancoras. Ancoraria 
officina. 

Ancorero, ni. O que faz anco- 
ras. Ancorarum artifex. 

Ancurato. m. (chim.) Ancurato ; 
sal que produz a combina- 
ção do acido anchurico com 
uma base. 

Ancurine. /. (chim.) Ancurina ; 
principio corante vermelho 
da soagem. 

Ancusa, f. V. Lengua de Buey. 

Ancha. /. (germ.) Cidade. 

Anchamente, adv. m.. Longa- 
mente; extensamente. Late. 

Ancharía. /. Largura de um 
estofo entre as suas duas ou- 
relas. No Aragão usa-secom- 
mummente em vez de lar- 
gura. Latitudo, inis. 



AND 

Ancheta. /. Pacotilha ; no com- 
mercio das Indias a porção 
de mercadorias que algum 
particular não commerciante 
leva ou envia ás Indias para 
seu despacho. Tennis pars 
merciiim qiice ab aliquo non 
negotiatore in Americam ve- 
nundanda deportat itr . 

Ancheza. /. (ant.)Y. Anchura. 

Anchicorto, ta. adj. O que é 
mais largo do que comprido. 
Latitudine ampjlus, strictiis 
longitudine. 

Anchísimo, ma. adj. sup. de An- 
cho. Latissimus, a, um. 

Ancho, cha. adj. Ancho, lar- 
go; que tem dimensão op- 
posta á com^wida. Latus, 
a, um: — anchura; largura, 
Latitudo, inis. Estar ou2}0- 
nerse m uy ancho ou tan ancho 
(fig.fam.); estar mui ancho; 
ensoberbecer-se, desvane- 
cer-se, inchar-se. Superbire, 
intumescere. Ancha castilla; 
modo de fallar familiar com 
c[ue se alenta ou anima al- 
guém para que use de li- 
berdade e franqueza em 
suas acções. Laxis habenis. 
Tantas en ancho como en 
largo; modo de se fallar que 
equivale a satisfactoria- 
mente. 

Anchoa^. Anchova ; ¡Dcqueno 
peixe™o mar que se salga. 

Anchor, m. V. Ancliura. 

Anchova. /. V. Anchoa. 

Anchuelo, la. adj. dim. de An- 
cho. 

Anchura. /. Anchura ; largura. 
Latitu do, inis: — (fig-) li- 
berdade, soltura, desafogo. 
Costuma usa,r-se em mau sen- 
tido. Licentia, immoderata 
libertas. A mis anchuras ou 
á sus anchuras (fam.); sem 
sujeição, com liberdade, com- 
modaincute. Usa-se com- 
inummente com os verbos 
viver, andar, estar. Libere, 
commode vivere. 

Anchuroso, sa. aclj. Espaçoso; 
amplo, muito largo, que tem 
uma vasta extensão. Nimis, 
late patens. 

Andábata. m. (liist.) Andabata ; 
o que peleja com os olhos 
tapados. 

Andauoba. /. (ant.) Jogo. V. 
Parar. 

Ã.iiT>\-D\.f.(ant.)Y. Andanza: — 
(ant.) viagem, caminho, pas- 



AND 

so.Iter: — bolacha; pão que se 
põe mui delgado e chato para 
que ao cozer fique mui diu'o 
e sem miollo. liecoctus, sine. 
medulla p)anis: — p)l. entre 
caçadores as pegadas ou si- 
guaes que deixam estampa- 
das no solo as perdizes, coe- 
lhos, lebres e outros animaes. 
Vestigia, 02. Volver a las 
andadas (fig.); voltar ao vi- 
cio ou mau costume, de que 
parecia já estar corregido. 
Ad p>risíinos mores regredi. 

Andaderas./. Andadeiras ; car- 
rinho de madeira para ensi- 
nar a andar as creanças, ou 
cinta com cordões ou fitas 
que se põem ás creanças para 
as ensinar a andar. Ambula- 
tio inter duas pierticas fabre- 
facta, qiia infantidi securh 
incedant. 

Andadero, ea. adj. Andadeiro, 
andador ; bom de andar, que 
se anda facilmente. Amhula- 
tioni aptus: — s. (ant.) V. 
Demandadero ou Demanda- 
dera: — (ant.) caminheiro, 
andejo, que anda muito sem 
descansar. 

Andado, do. adj. Trilhado ; ap- 
plica-se ao caminho frequen- 
tado de muita gente. Usa-se 
mais commummente com al- 
guns adverbios. Valde trita, 
calcata via: — o que é com- 
mum e ordinario. Communis, 
frequens, in ustim receptus: 

— usado ou coçado; diz-se 
do fato. Tritus, attritus: 

— (ant.) dizia-se dos dias 
decorridos do mez para de- 
terminar o acabamento ou 
data de alguma escriptura : 

— m. (fam.) enteado, genro. 
Andador, ra. s. Andador ; o que 

anda muito ou com veloci- 
dade. Ambulator, validus 
ambulator, velox, celer: — 
andador, vagabundo; o que 
anda de luna parte jmra a 
outra sem ¡Darar em nenhu- 
ma. Vagus, a, um: — pi. an- 
dadeiras; cordões ou cintos 
que se cosera na parte su- 
perior do roupão do menino 
Ijara o ensinar a andar sem 
j)erigo de cair. Fasciola; pue- 
rulis, dum ambidare ges- 
tiunt, sustentandis : — anda- 
dor, andejo: — ofíicial de jus- 
tiça, beleguim. Apparitor, 
lictor: — (prov.) V. Muñidor 



AND 

ou llamador: — rego; cami- 
nho por onde se anda nas 
hortas para não. pisar os 
canteiros e alfoljres. Amhu- 
lacrum, i. No haher menes- 
ter andadores ; não precisar 
de quem o guie; modo de 
fallar metaphorico, com que 
os hespanhocs dão a enten- 
der que alguém é bastante 
habil por si mesmo sem que 
precise auxilio de outro. ÍSa- 
tis sihi esse, nutrice et ge- 
rida non indigere. 

Andadura./. Andadura; passo 
apressado de cavallo; hoje 
diz-se paso de andadura. 
Equi certus et oiquahilis in 
eqvÃtando motus : — andadu- 
dura; acção e eífeito de an- 
dar. Deamhidatio, onis. 

Andalia. /. (ant.) V. Sandalia. 

Andalucita./, dim. de Anda- 
lusa. Andaluzita; 2)equena 
andaluza: — (min.) andalu- 
zite ; suljstancia mineral com- 
13osta de silica, alumina e 
potassa, que risca o vidro c 
até o crystal de rocha. 

Andaluz, za. adj. Andaluz; na- 
tural da Andaluzia, ou que 
pertence aos reinos que esta 
comprehende. Bceticus, a, 
um. 

Andaluzada./. Hcspanholada; 
fanfarronada ; exageração de 
expressões. 

ANDALLÁ.pro?i. (germ.) V. Este. 

Andamiada. /. Conjuncto de 
andaimes. 

Andamiadura./. Acção de con- 
struir andaimes ou tablados. 

Andamiar, n. Construir andai- 
mes. Tahdafa construere. 

Andamiento, m. (ant.) Anda- 
mento; procedimento, ¡íorte. 
Agendi ratio. 

Andamio, m. Palanque; estra- 
do que ordinariamente se le- 
lanta nas ¡iracas ou logares 
públicos para ver algumas 
festas: — andaime para con- 
struir casa ou edificio e que 
serve para que n'elle pos- 
sam trabalhar os operarios. 
Tahulatum, i: — (ant.) an- 
daime; parte superior da 
muralha de qualquer forta- 
leza por onde se anda em 
volta á'c\\n,: — (ant.) anda- 
dura; movimento ou acção 
de andar: — (ant.) andadu- 
ra; modo de andar: — (ant.) 
V. Alcorque. 



AND 

Andana. /. Andaina; ordem 
de algumas cousas expostas 
em linha; v. g., esta casa 
tiene dos ó tres andanas de 
halcones; esta casa tem duas 
ou tres andainas ou ordem 
de sacadas. Series, ordo, sí- 
milium continuatio. Llamar- 
se andana ou antana (fam.); 
desdizer-se do que disse ou 
prometteu. Palinodiam ca- 
nere, prom issis non stare. 

Andanada. /. Surriada; des- 
carga cerrada da bateria de 
um navio. Tormentorum hel- 
licorum in navi simnl eriim- 
pentium explosio: — [fig-) ani- 
madversào, rei^rehencao, re- 
con^'enção acre e severa. As- 
piera et dura animadversio. 

Andancia./, (ant.) V. Andanza 
ou Suceso. 

Andaniño, m. V. Pollera, ces- 
to que se pòe aos meninos 
para que aprendam a andar. 

Andante, p. a. de Andar, e 
'adj. Andante, errante, aven- 
tureiro, vagabundo. Amhu- 
lans, antis: — m. andante; 
um dos mo-\âmentos funda- 
mentaos da musica, que 
ofuiivale ao gracioso; appli- 
ca-se também á mesma com- 
]K>sição ; V. g., cantan ó tocan 
un andante; cantam ou to- 
cam um andante. Modiis 
tempcratiis etjucundns. Bien 
ó mal andante; feliz ou in- 
feliz. 

Andantesco, ca. adj. Andan- 
tesco, cavalleiroso; que per- 
tence á cavallaria ou aos 
cavalleiros andantes. 

Andantino, m. (mus.) Andan- 
tino; movimento um pouco 
mais \ñvo que o andante; 
applica-se o mesmo nome á 
nuisica que se deve executar 
com este movimento. 

Andanza. /. (ant.) Andança, 
fortuna, successo. Eventus, 
exitus. Buena ou mala an- 
danza; boa ou má fortuna. 

Andapié. m. (art.) V. Traba. 

Andar, n. Andar; mover-se 
dando passos jjara diante. 
Amlvlare: — mover-se de 
um logar para o outro, como 
navio, planetas, etc. Moveri, 
velii: — andar, percorrer, cor- 
rer : — (fig-) andar ; junto com 
alguns adverbios e adjecti- 
vos equivale a proceder, 
obrar, segundo denotam os 



AND 



143 



mesmos adverbios ou adje- 
ctivos. Se prahere, osfende- 
re sapientem insipientemve : 

— n. andar, mover-se, fal- 
lando de machinas. Moveri: 

— andar, estar. Esse, vel se 
Jiabere: — andar; toma-se al- 
gumas vezes por pretender 
alguma cousa; e assim di- 
zem : — en x>l'iitos ó jjreten- 
siones; andar com deman- 
das ou pretensões. Li aliquo 
negotio versar i : — andar; fal- 
lando do tempo significa 
jíassar ou correr. Pra'terire, 
transcurrere : — andar ; jun- 
to a gerundios denota a ac- 
ção i5Tolongada por elles ex- 
pressa; covaoanda estudian- 
do, cazando, etc., anda es- 
tudando, caçando, etc. Ali- 
quid agere: — andar; com a 
partícula a e alguns nomes 
como : — a imfiadas, à cu- 
chilladas; andar ás punha- 
das, ás facadas, significa re- 
nhir ou pelejar com facas 
ou ao murro. Pugnis, gla- 
diis oi^petere: — andar; jun- 
to ás partículas con ou sin 
e alguns nomes equivale a 
ter ou padecer o que o no- 
me significa; como: — con 
cuidado : — sin recelo, con 
atención; andar com cuida- 
do, sem receio, com atten- 
ção, etc. Affectu aliquo ant 
cura teneri: — (fam.)Y. Ir. 

— andar; interj. com que 
approvâmos alguma acção, 
equivale ao mesmo que ade- 
lante, está bien; adiante ou 
está bem. Bellh, prohh enge, 
agedum : — m. (ant.)Y. Suelo, 
Pavimiento : — alguna cosa 
miiy tirada (fr.); não se 
achar algimia cousa; haver 
carestia d'ella. Param in- 
ventu, cariarem esse rem: — 
á. mia sobre tuya; andar 
qual debaixo qual de cima; 
andar á jiancada: — á mas 
andar; mod. adv. andar a 
toda a pressa. Celeriter, ve- 
locissime. Anda; anda; usa- 
se como interjeição de enfa- 
do, para com alguma pes- 
soa, expressando ao mesmo 
tempo gosto de que lho suc- 
ceda alguma cousa má como 
por despique; e diz-se o mes- 
mo quando se castiga al- 
guém. Abi, abi in malam 
crucem: — ci pasear ou ápa- 



144 



AND 



seo (fig. e fam.); vá pas- 
sear; com que se manifesta 
o desagrado ou desapproya- 
çâo do que outro propõe, diz 
ou faz. Abi liinc, ahí modo: 
-^á derechas, ou aiular de- 
recho (fr.); andar direito; 
obrar com rectidão. Rede, 
jjrobh, honeste se gerere: — 
cí la que salta; ser va- 
dio, não trabalhar. Turpi 
otio et sequitia se tradare: 
— aproveitar-se de qualquer 
occasião que se lhe apresen- 
ta para seus fins. NU non 
tentare, dum sibi considat: 
— á las bonicas (fig-); não 
se empenhar nem esforçar 
por algiuna cousa, e to- 
ma-la sem trabalho e com- 
modamente. Leniter, parce, 
leviter rem tractare: — de 
acá jpara allá, ou de acá 
para acullá (fam.); andar 
d' aqui para ali, andar vaga- 
bundo, não se fixar em par- 
te alguma. Nidlibi sedem 
figere, vagari, non pro]_)rias 
hahere sedes: — en dares y 
tomares (fam.); armar dis- 
putas por cousas frívolas 
e de pouca importancia. Dis- 
ceptare, contenderé. Anda 
noramala; em má hora vás; 
expressão de enfado e des- 
peito. Abi in malam crucem : 

— ou ir tras alguna cosa; 
andar atrás de alguma cou- 
sa ; solicitar, pretender com. 
efficacia e instancia .alguma 
cousa. Solicitare, qiia',rere : 

— ou ir tras alguno; irou 
andar atrás ou no alcaíice 
de alguém. Alterius vesti- 
gia p)ersequi : — atrás de 
alguém ; procurar alguém 
com diligencia ¡sara o pren- 
der ou para outro fim. Inse- 
qui,persequi: — porimacosa; 
procurar uma cousa, fazer 
diligencia para a conseguir. 
Ambire. Anden y ténganse; 
ora sim ora não, expr. com 
que se moteja ao que manda 
ao mesmo tempo cousas con- 
trarias. Opposita juhes «ec 
sinml facienda. Ande yo ca- 
liente, y ríase la gente (rif.) ; 
ande eu cj^uente e ria-se a 
gente; andar a seu gost<j, á 
sua vontade sem se llie im- 
portar parecer bem. Dum 
caleam, rideant. Están- a 
un andar (fam.); estar no 



AND 

mesmo andar. Esse in eadem 
serie, vel ordine. Quien mal 
anda mal acaba (rif.); quem 
mal anda mal acaba; quem 
vive desordenadamente, qua- 
si sempre tem um fim desas- 
troso. Sicid vita, finis ita. 
Quien no pueda andar qjie 
corra (rif); diz-sc quando 
se manda o que é diíiicil a o 
que não pode fazer o fácil. 
Claudum saltare. Todo se 
andará (fam.); tudo se fa- 
rá, nada ficará por ver oa 
fazer, nada se esquecerá. 
Omnia fient, siiigida per- 
currentur. Dime coii quien 
andas y te diré quien eres; 
diz-me com quem andas, dir- 
te-hei as manhas que teiis : 
-r-de seca en meca ou de zoca 
en colodra; andar de seca 
em meca, andar errante: — 
de Herodes á Pila! o; audar 
de Herodes para Pilatos, an- 
dar de mal a peiur : — el 
diabo en cantiUana, on'el 
diabo suelto; andar o diabo 
solto ; diz-se de uma cidade, 
communidade, etc. em que 
tudo anda em desordem : — 
falto de inedias; andar «falto 
de meios: — hombro á hom- 
bro; andar hombro com 
hombro, par a par : — la 
barba sobre el hombro; olhar 
de revés : — la opinión en 
balanzas; andar em balan- 
ços, não ter credito firme. 
Anda con Dios; vae com 
Deus; adeus do superior pa- 
ra o inferior. Andar de mala 
con alguno; estar mal com 
alguma pessoa; andar, es- 
tar inditferente, etc. (ant.) 
Andar claro ; diz-se em equi- 
tação quando o cavallo se- 
para bem os membros na an- 
dadura. Andar sobre la ma- 
no; passai- de mão; passar 
um cavallo de lado de modo 
qiie recorra duas linhas pa- 
rallela» formadas pelo mo- 
vimento das m-âos e ancas. 
Andar terreno á topino; an- 
dar arrastando; diz-so do 
cavallo que levanta idguco 
as mãos, 
AxDARAC. 7??. (chim. ant.j Aii- 
darach; palavra empregada 
pelos alchimistas como sy- 
nonymo de oiro pimei^ía ro- 
xo, sulphiu'eto de arsénico 
ou rosalgar. 



AND 

Andaraje, m. (mcch.) Eoda da 
agua; roda da nora sobre a 
qual passarn os calabres aos 
quaes estão presos os alca- 
truzes. Mota, voríex antlia:. 

Andarás, m. (zocl.) Andarás; 
quadrúpede da iiha de Cuba, 
parecido com o jiorco, do ta- 
manho de um coelho, e de 
cor entre roxo e pardo; tem 
a cabeça coberta de pello 
branco e curto, é carnívoro, 
e da sua pelle fazem os cam- 
ponezes bolsas para tabaco. 

Andaraya. /. (ant.) Tabolas; 
jogo que se executava so- 
bre um taboleiro, similhante 
ao das damas. 

Andaribel. m. (mar.) Cabos de 
vaivém; cabos tendidos que 
se põem por dentro do navio, 
quando está temporal, para 
segurança da gente que se 
emprega na manobra. 

Andariego, ga. adj. And arejo, 
vaga.bundo; que anda ele 
uma parte para outra sem 
parar em nenhuma. Vagas, 
inconstans : — audarejo ; o 
que anda muito e com velo- 
cidade. Cursor velocissimus. 

Andarilla. /. Cadeirinha le- 
vada por homens a modo 
de liteira. Lectica, «.'. 

Andarín, m. Andarim, andari- 
lho ; que anda muito ou com 
grande ligeireza. Velox, cc- 
ler: — pl. massa de aleti'ia 
reduzida a pequenos grãos 
como os anises. 

Anda-río. m. (zool.) V. Aguza- 
nieve. 

Andario. m. Arveloa; ave. il/o- 
tacilla, ce. 

Andas./. J3?. Andas; especie de 
andor ou leito sobre duas va- 
ras compridas que se leva 
aos hombros para conduzir 
alguma pessoa ou cousa. 
Tensce, arum: — andas; va- 
raes tirados por bestas sobre 
que se põe a tumba ou cai- 
xão em que se leva alguém 
a enterrar. Feretrum, san- 
dapila. 

Andatis. m. Andatis; especie 
de panno ou tela da Lulia. 

Andel, m. V. Anden, na se- 
gunda accepçào. 

Anden, m. Bufete; mesa pe- 
quena,, sobre que se coilocam 
diversos objectos. Tabula pa- 
rieti affixa retinendis vasi- 
hus: — piso: nas noras, o es- 



AND 

paço em que giram os cavai- 
los ou bois que as fazem 
mover. lapistrinis etantilis, 
jumentorum, quivorticem ro- 
tant , avi hidacrum : — ánda- 
me; corredor ou sitio desti- 
nado para andftr ou passear; 
passeio que ístá aos lados 
das rua s : — (ant.) atalho , 
senda ou caminho estreito. 
Andero, m. O mariola ou moço 
das andas: — varal do coche, 
carro, etc. :^ — V. Demanda- 
dero. 
A^^)EKso^"IA. /. (hot.) Anderso- 
nia; .genero de plantas da 
familia dos epacrideas, in- 
dígena da Nova Hollanda, 
que conta mui poucas espe- 
cies. Recebeu este nome em 
honra de Guilherme Auder- 
son, companheiro do capitão 
Cook. 
AxDES. m. X). (ant.) Y. Andas, 

Angarillas. 
AííDiANO. adj. (ant.) V. Adiano. 
Andiak. adv. (germ.) V. Así. 
AxDicoi-A. adj. (h. na.t.) Andíco- 
la; habitante dos Andes. 
Andido, da. adj. (ant.) Enfra- 
quecido, extenuado, consu- 
mido. Debüitatus, a, um. 
ANDiLLmo. m. (ant.) Diluvio, 

ininindação. 
Andilla./. (ant.) Andilha ; sella 
em que as senhoras montam 
a cavallo. 
Andixo. adj. V. Andícola. 
Andira. /. (bot.) Andira; ge- 
nero de plantas legumino- 
sas, indígenas da America 
e do Senegal ; conhecem-se 
seis especies, cinco do pri- 
meiro ponto e uma do segun- 
do, todas notáveis pela bel- 
leza de suas floi-es, assim 
como pelo amargo da sua 
casca e fructo; na America 
attribuem-liic propriedades 
anthelminthicas, mas devem 
usar-se com muita circum- 
specçào, porque em grande 
dose podem occasionar a 
morte. 
ANDinA-GUAcu. /. (zool.) Andi- 
ra-guacu; nume de uma es- 
pecie de morcego do Brazil. 
V. Filóstomo. 
Ándito, m. Audito ; passeio ou 
corredor arrumado a um edi- 
ficio e que o rodeia. Pérgu- 
la, ce. 
Andoba. 2^'i'on. (germ.) V. Ella. 
Andola. inter j. Arreia; voz que 



AND 

não tem significação deter- 
minada e que se approxima 
alguma cousa das interjei- 
ções oh lá! vamos! Empre- 
ga-se quasi exclusivamente 
nos estribilhos dos cantares 
jocosos. 
Audolata. pron. (germ.) V. Él. 
Andolina ou Andokina. /. V. 

Golondrina. 
Ajídoka. (ant.) Andadora; que 
anda de uma parte para ou- 
tra com mensagens. Ambu- 
lactrix, icis. 
Andorga./, (fam.) Y. Barriga. 
Andorra. /. (ant.) V. Andor- 
rera. 
Andorrano, na. aclj. Pertencen- 
te a Andorra ou ^ seus ha- 
bitantes : — natui-al de An- 
dorra. 
Andorrear, n. Vaguear ; andar 
errante, vagabundo. Vagari, 
errare. 
Andorrero, ra. adj. Vagabun- 
do, vadio, caminheiro; diz-se 
mais commummente das mu- 
lheres. Vagabundus, errahun- 
dus. 
Andorrilla. /. dim. de An- 
dorra. 
Andosco, ca. aãj. De dois an- 
uos; fallando de uma rez 
nova. Bimus, bimulus. 
Andota. pron. (germ.) V. Esa. 
Andracne. /. (bot.) V. Verdo- 
laga. 
Andrado, da. s. (ant.) V. An- 
dado OH Entenado. 
Andraida. /. (bot.) Andraida; 
planta que, segundo alguns 
auctores, se emprega na ilha 
de Stalimena contra as dores 
do estomago e peito. 
Andrajero, ka. s. (ant.) V. Tra- 

jitro. 
Andrajo, m. Andi-ajo, fari'apo ; 
fato roto, esfarrapado. Cen- 
tnnculus, panoiisus. — (Jig. 
fam.) \il, esfarrapado; diz-se 
por desprezo de algumas pes- 
soas ou cousas. Vilis despi- 
catissimus. 
Andrajosamente, adv. m. An- 
drajosamente; em andrajos 
Sordide, dilaccraiis vesti- 
bus. 
Andrajosidad. /. Esfarrajia- 
mento; estado de uma pes- 
soa miserável. 
Ajcdrajoso, sa. adj. Andi-ajoso, 
esfai-rapado, trapento; cheio 
de andrajos. Pannostis, dila- 
niatis vestibus. 



AND 



145 



Andsalogopelia. /. (ant.) An- 
dralogopelia; monstruosida- 
de do homem que tem mem- 
bros similhantes aos de um 
quadrúpede. 

Andiiasato:.iía. /. Y. Androto- 
mía. 

AnDRANOGOJiENiA. /. Andralo- 
gopelia. 

Andrapodita. /. (min.) An- 
di-apodite; pedra comprida 
e cinzenta que tem a.figui-a 
de um pé humano. 

AjtdrapodocÁpel. m. (ant.) An- 
drapodocapel ; commercio de 
prostituição. 

Ant)rapodocapelo. m. (hist.) 
Mercador de eunuchos e de 
escravos, entre os gregos. 

Andrartkocace, Andrartroca- 
ciA, ou Andrartrocafia. /. 
(med.) Andrartrocaijhia; ca- 
rie das articulações do corpo 
humano. 

Andraspe. m. (hot.) Andras- 
pe (homem e escudo); gene- 
ro de plantas da familia das 
primuláceas, synonymo do 
genero androsace. 

Andrea. /. (bot.) Andrea; ge- 
nero de plantas ^ñvazes, da 
familia dos musgos, classifi- 
cado ^ntre estes e as hepá- 
ticas; conhecem-se cinco es- 
pecies, uma d'ellas do cabo 
da Boa Esperança, e as res- 
tantes da Europa. 

Andreáceo, cea. adj. (bot.) An- 
dreaceo; parecido com a an- 
drea: — /. pl. andreaceas; 
familia de plantas, cujo typo 
é o genero andreas. 

Andreasbergolito. m. (min.) 
V. Harmótomo. 

Andrena. /. (zool.) Andi-ena; 
genero de insectos da ordem 
dos hjmeuoptcros, familia 
dos melliferos; contém um 
grande numero de especies, 
a maior parte originarias da 
Eui-opa. 
Andreneto , Andrenido , An- 
DRENiTO, Andrenoideo, A. adj. 
(zool.) Andrenoideo; j)areci- 
do com a andrena: — -/. p>l- 
tribu de insectos hymeno- 
23teros melliferos, cujo typo 
é o genero andi-ena. 
Andreoídeo, dea. adj. (bot.) V. 

A.ndreá.ceo. 
Antjreolita. /. (min.) Andreoli- 
te; mineral esbranquiçado, 
cujos crystaes estão divididos 
nas juntas. 



146 



AND 



Andreolito, ta. adj. Çjol.) V. 
Harmófomo. 

Andreosquia./. (hot.) Anclreos- 
chia-, genoio de 2ilantas cru- 
ciferas. 

Andreüsia./. (boi.) V. Cent mí- 
rela: — V. Siufisia. 

Andeiala. /. (hot.) Andriala; 
genero cíe plantas semiflos- 
culosas ou chicoraceas, da 
familia das compósitas, indí- 
genas da Europa meridio- 
nal. 

Andkialóideo, dea. arl). (l)ot.) 
Andrialoideo; ¡carecido com 
a andriala: — f-pl- andria- 
loideas secção do genero 
conisa, estabelecida por De 
Candolle que compreliende 
só unía especie de plantas 
A'ivazes, de folhas cobertas 
de felpa branca, e origina- 
rias das montanhas da India. 

Andriana. /. (ant.) Andriana; 
especie de bata ou roupão 
que usavam antigamente as 
mulheres, era mui larga e 
nao ajustaA-a ao talhe. Óy- 
elas mnUcnòus olim nsitata. 

Andeienxia. /. (bot.) Andrien- 
xia; genero de plantas com- 
pósitas, senocionideas que 
contém uma só especie de 
hervas A'ivazes, originarias 
do México, de folhas oppos- 
tas e flores amarellas. 

Andrina./. (Jjot.) V. Endrino; 
arvore e fructo. 

Andrinilla. /. dim. de Andri- 
na. 

Andrino, m. (bot.) Arvore. V. 
Endrino. 

Andriopétalo. m.(bot.) Andreo- 
petalo; genero de plantas 
prbteaceas do Brazil. 

Andeocefaeóide. f. (min.) An- 
drocephaloide; certa espe- 
cie de pedra, que tem a figu- 
ra de vnna cabeça humana. 

Andróceo. /. (bot.) Androceo; 
nome proposto por Alarios bo- 
tánicos para designar o con- 
¿uncto de estames, assim 
como se applica o de corolla 
ao conjuncto de jietalas, e o 
de cálice ao conjuncto de 
sépalas. 

Androceea. /. (hot.) Androce- 
ra; genero de solaneas. 

Androcimbio. m. (bot.) Andro- 
cimbio; genero de ^llantas 
da familia das melantaceas, 
originarias do Cabo da Boa 
Esperança,que têem as raizes 



AND 

bolbosas, folhas ovaes e lan- 
cioladas, e as flores dispostas 
á maneira de espigas occul- 
tas entre bracteas folliaceas. 

Andróctono. m. (zool.) Andro- 
ctono; genero de arachnidos 
pulmonares da familia dos 
escorpiões, cujo typo é o an- 
dróctono funesto, escorpião 
de doze olhos, cinco de cada 
lado e dois maiores na parte 
medio-anterior do cephalo- 
thorax. 

Androdamas. m. (min.) An- 
drodamas; pedra mármore, 
considerada pelos antigos 
como eíRcacissima jjara apa- 
ziguar a colera. 

Androdinamo, ma. adj. (bot.) 
Androdynamo ; desenvolvi- 
do, espigado; api^lica-se ás 
plantas que já adquiriram o 
seu natural desenAx»! vimento. 

ANDRO-ESFiNjE./.Androesphyn- 
ge; nome da esphinge egy- 
pcia, cujo typo primitiA'o 
carecia de peitos e era simi- 
Ihante ao homem. 

Andrófilax. m. (bot.) Andro- 
philax (protector doliomcm) ; 
synonymo do genero coculo. 

Androfobia. /. (med.) Andro- 
phobia ; especie de mania que 
consiste ein ter odio ou abor- 
rex;imento. 

Androfobo, ba. adj. (med.) An- 
drophobo-, o que pa,dece an- 
drophobia. 

Andróforo. m. (bot.) Andro- 
phoro (porta estames); sy- 
nonymo de filamento estami- 
nai. V. Estambre. 

Androgenésico, CA.adj. (phil.) 
Androgenesico; que diz res- 
peito á audrogenesia. 

Androginia. /. (hot.) Androgy- 
nia; reunião de dois orgàos 
sexuaes. 

Andrógini-masculifloro, ka. 
adj. (bot.) Androgyni-mascu- 
lifloro; diz-se das plantas 
que têem flores masculinas 
e hermajjhroditas. 

Androginismo. ni. (anat.) An- 
drogynismo , hermaphrodi- 
tismo ; cístado de um ser que 
reúne dois sexos. 

Andrógino, na. adj. (bot.) An- 
drogyno, hermaphrodita ; 
diz-se de uma planta que 
reúne flores masculinas e 
femininas: — animaes que 
possuindo os dois sexos nao 
podem reproduzir-se senã,o 



AND 

cupulando-se dois a dois, co- 
mo os caracoes, lesmas, etc. 
Androginns, a, um. 

Androglosio, sia. adj. (zool.) 
Androglosio (lingua huma- 
na); diz-se das aA'cs que 
aprendem facilmente a fal- 
lar. 

Andragrafa. /. (bot.) Andro- 
grapha (estames em forma 
de pincel); genero de acan- 
thaceas, plantas herbáceas 
da Asia tropical, que se cul- 
tÍA^am em algumas estufas 
da Eurojia. 

Androide. 7??. (mecJi.) Androi- 
do; autómato de figura hu- 
mana, que por meio de mo- 
las habilmente combinadas, 
executa Alarios moA'imentos 
que imitam algumas fuuc- 
çoes da A'ida. 

Androjenesia./. (phil.) Audro- 
genesia (geração do homem); 
estudo ou sciencia do desen- 
volvimento phy sico-moral da 
humanidade. 

Androjenia. /. (med.) Andro- 
genia; jjalavra empregada 
por Hippocrates para signifi- 
car a successao de varão em 
Abarão ou geração masculina. 

Andró JENO, na. ad/.Androgeno ; 
palavra derivada do grego, 
que significa gerador de ho- 
mens. 

Androjinaria. adj. (bot.) An- 
ãYogeimYÍíi(Jierma2)hrodita); 
applica-se ás flores que se 
fazem duplas, pela trans- 
formação das duas classes 
de órgãos sexuaes sem alte- 
ração dos tegumentos. 

Androjinia. /. (bot.) V. Andro- 
ginia. 

Andkojínico, ca. adj. V. An- 
drógino. 

Androjinífloro, ra. adj. (bot.) 
Androginifloro ; applica-se 
ao capitulo quando se com- 
põe unicamente de flores her- 
maphroditas ou andróginas. 

Andró jiNio, lA. adj. V. Andró- 
gino. 

Androjinismo. m. V. Andro- 
ginismo. 

Andró jiNO. V. Andrógino: — 
2)1. andróginos; chamavam 
assim os astrólogos aos pla- 
netas que rcputaA^am ou ca- 
lidos on húmidos. 

Andromanía. /. (med.) Andro- 
mauia ou nymjDhomania; fu- 
ror uterino. 



AND 

Androji^vquia. /. (bot.) Andro- 
machia; genero de i^lantas 
compósitas. 

Andrómeda./, (asiroii.) Andró- 
meda; constellação repre- 
sentada nos planispherios ce- 
lestes por mna figura de mu- 
lher encadeada ou presa. 
Acha-se situada ao norte do 
Zodiaco, i^erto do polo árcti- 
co, e compõe-se de um gru- 
po de cincoenta e nove es- 
trellas : — (hot.) genero de 
plantas ericáceas da Ameri- 
ca tropical e da ilha de 
Bourbon, que se mantôem 
sempre verdes. 

Anduomídeo, dea. aãj. (hot.) 
Andromedea ; parecido com 
uma andromeda : — adj. pi. 
andromedeas ; tribu de plan- 
tas ericáceas que têeni por 
ty23o o genero andromeda. 

Andrómina./, (fam.) Andrómi- 
na; embuste ou enredo com 
que se pretende enganar. 
Frcms, fallada. Usa-sc 
mais commummeutc no plu- 
ral. 

Andron. m. Galeria situada 
entre dois pateos. Andron, 
onis: — quarto para ho- 
mens entre os gi"egos : — 
(hist.J logar reservado aos 
homens nas igrejas gregas. 

Andronico. m. (phys.) Andro- 
nico ; elemento chimico da 
atinnosphera. 

ANURONÍTIobs, DAS. 711. pi, Sa- 

las rescrvackis jiara os fes- 
tins dos homens, onde as mu- 
lheres não i^odiam entrar. 

Andrópado. to. (-¿ool) Andro- 
pado; subgénero de aves da 
íamilia das merulidas, cujo 
typo ó um melro de Africa, 
chamado melro importuno, e 
Ijerteucente ao genero bra- 
xipoi 
- Andropetalario, kia. adj. (bot.) 
Andropetalario ; diz-se das 
plantas de flores duj^las ou 
cheias, cujos estames se con- 
vertem em pétalas, como 
pode observar-se nas rosas, 
camelias, etc. 

Andropógon. m. (bot.) Audro- 
pogon ; genero de gramí- 
neas. 

AndropogÓneas. /. pi. (hot.) 
Andropogoneas ; tribu de 
plantas gramineas cujo typo 
é o genero andropógon. 

Andkopogoneo, nea. adj, (bot.) 



AND 

Audropogoneo ; similhante 
ao andropógon. 

Androsace. m. (hot.) Androsa- 
ce; genero da familia das 
primuláceas, herva de flores 
radicaes e dispostas em for- 
ma de umbella : — (zool. ant.) 
nome dado pelos antigos bo- 
tânicos ao acetabulario do 
Mediterrâneo. J.HfZrosace.s,/5. 

Androsaceo, cea. adj. (hot.) An- 
drosaceo; qualiticaçào que 
se applica a uma especie de 
agárico acetabulado, que 
cresce abundantemente no 
outomno nas folhas e ramos 
de varias arvores e esi^ecial- 
mente no roble. 

Androsaimon. m, (bot,) V. An- 
drosemo, 

Andkoscepia. /. (bot.) Andros- 
cepia; secção da tribu das 
andropogoneas, na familia 
das gramineas, estabelecida 
Sobre o typo de mna planta 
originaria das Molucas c si- 
milhante á do genero antis- 
tiria. 

Androsema. adj. (biot.) Aiidros- 
sema ; diz-sc das plantas 
que tèem o sueco vermelho 
como o sangue. 

Androsemu.'oliÁceo, cea. adj, 
(hot,) Androssemifoliaceo ; 
diz-se das plantas que têem 
folhas jiarecidas com as do 
androssenio. 

Androsemo, m, Androssemo. V. 
Todabuena. 

Anduostema. /. (bot.) Andros- 
tcma (coroa de estames) ; ge- 
nero de jjlantas da familia 
das hemodoraceas, fundado 
n'uma só especie de herva 
acaule, de flores grandes c 
verdosas, observada na Xo- 
va llollanda occidental. 

Androtomía. /. Andi-otomia; 
anatomia humana ou do ho- 
mem. 

Androtomo, ma. adj. (hot.) An- 
drotomo ; diz-se das plantas 
cujos estames estào divididos 
em duas partes por uma es- 
pecie de articulação. Cacini 
jirojjoz que se desse o nome 
de Androtomas á familia das 
synanterias. 

Androtrixo. to. (hot.) Andro- 
trixo (cabello humano); di- 
visão dos abiidgaardeos que 
veiu constituir um genero 
se¡)arado, caracterisado pela 
prolongaçâo dos filamentos 



ANE 



147 



estaminaes. Esta planta cres- 
ce nas comarcas meridionaes 
do Br azi 1. 

Androz. m. (ant.) Certa pedra 
preciosa. 

Andrugüe. adi: (germ.) V. 
Donde. 

Andrum. m, (med.) V. Amdrum. 

Anduar. m. (ant.) V. Aduar. 

Andudiemos. Primeira pessoa 
do ^jj-eí. ¿Jer/. do iud. irreg, 
e ant. de Andar. Andámos. 

Andulan. m. (p. Philip.) Cei- 
ra, ou cesto ¡jara coar azei- 
te; sumo da canna doce ou 
outras cousas. 

Andularios. to. pi. (fam.) Ves- 
tidura larga ou talar. Tala- 
ris vestis: — vestido largo 
c levado em desalinho. Ves- 
tis lacera et paiüiosa. 

Andulencia. /. (ant,) V. An- 
danza, 

Andullo, to. Tabaco de rolo; 
folha de tabaco em-olada. 
Tahaci folia replicata : — 
pandeiro. Crotalum, i. 

Anihuuiales. to. pi. Logares 
afastados, escabrosos, fora 
de caminho. Loca ínvia. 

Anduvo, Anduviera, Anduvie- 
se. Teinpíjs irregulares do 
verbo Andar. Andei, anda- 
ra, andasse, flft 

Anea. /. (bot.) Y^Jnea. 

Aneaje. to. (ant.) Marca que 
se põe nas peças de pannos 
parA indicar as varas que 
contcem. Signum quo nlna- 
rum niunerus indicatur. 

Anear, a. Medir ás varas. Men- 
sura bélgica metiri: — nas 
montanhas de Burgos, em- 
balar os meninos no berço. 
Cunaspueroruni placide mo- 
veré, 

Anebecarpo. /. (bot,) Anebe- 
carpo; divisão do genero fe- 
lieia da familia das synan- 
therias asteroideas. 

Aneblar, o. (ant.) V. Anublar: 
— r. V. Arroyarse. 

Anebo, BA. adj. Impúbere; ap- 
plica-sc á pessoa (juc ainda 
nào chegou á epocha da pu- 
berdade. 

Anécdota. /. Anécdota; noti- 
cia, novidade occorrencia 
ignorada antes, eiiisodio or- 
dinariamente chistoso rela- 
tivo a certos acontecimentos 
históricos ou da vida ¡criva- 
da de alguma pessoa. Pro- 
priamente significa o que 



148 



ANE 



ainda se não divulgou. No- 
viLm, noviter notum, scitu re- 
cens. 

Anecdótico, ca. adj. Anecdó- 
tico •, que pertence á anécdo- 
ta ou tem caracter de tal. 

Anecdotista, adj. Anecdotista*, 
o que faz collecção de anéc- 
dotas. 

Aneciarse, r. (ant.) Fazer-se 
necio; toinar-se enfadonho, 
insupportavel, molesto. Fas- 
tiãium creare. 

Anecipieto, ta. adj. (meã.) In- 
curável; que nào se cura; 
é palavra derivada do grego. 

Anedie, a. (ant.) V. Añadir. 

Anedo. m. (zool.) Anedo (im- 
pudente); genero de insectos 
coleópteros, cujo typo ó o 
anedo equinocial de Cartha- 
gena da America. 

Anega. /. (ant.) V. Fanega. 

Anegación. /. Anegacão; ac- 
ção e cfíeito de anegar. Sidj- 
m,ersio, onis. 

Anegadizo, za. adj. Alagadiço ; 
fácil de inundar, de alagar- 
se ou inundar-se, fallando 
de um terreno qualquer. 
Submei-sioni ohnoxius. Pa- 
ludosus, a, um. 

Anegamiento. /. (ant.) V. ^?ie- 
gacion. fjÊ 

Anegar, a. Anegar; mergu- 
lhar em agua ou em outro 
corpo liquido. Usa-se mais 
commummente como reci- 
proco. Submergere, submer- 
gi: — (fiff-) banhar, hmne- 
decer : — r. (naut.) cobrir- 
se um objecto com o hori- 
sonte do mar que se inter- 
põe : — desapparecer, os ob- 
jectos da vista do que veiu 
navegando : — perder-se ou 
naufragar, submergir-se. 

Anegociado, da. ad/j. (ant.) Ne- 
gocioso; cheio de negocios, 
occupadissimo, sem tempo 
para descansar. 

Anegea. /. (ant.) V. Anagro. 

Aneilema. /. (bot.) Aneilema; 
secção do genero cornelina. 

Aneilesis. /. (meã.) Ancilesis; 
translação ou movimento 
dos gazes intestinaes, até á 
parte superior do tubo di- 
gestivo. 

Aneimia. /. (bot.) Aneimia ; ge- 
nero de fotos osmundaceos 
da America meridional. 

Anejar, a. Annexar; unir ou 
aggregar uma cousa menor 



ANE 

a outra maior, como depen- 
dencia ou derivação d'esta. 

Anejem. m. (bot. ant.) Oregam, 
de Creta ou Dictaino. 

Anejo, m. Igreja i^arochial de 
um logar commummente pe- 
queno que está annexa á de 
outro povo, onde reside o 
Ijarocho, ou aquella que no 
mesmo povo está sujeita a ou- 
tra principal. Ecclesice paro- 
chiali, in qua paroclms com- 
moratur, parascia annexa. 

Anejo, ja. adj. V. Anexo. 

Anelasto. m. (zool.) Anelasto; 
genero de insectos coleópte- 
ros pentameros externoxos 
oriundos da America do 
Norte. 

Aneldo, m. (ant.) V. Eneldo. 

Aneleteico. adj. (pliys. ant.) 
Aneletrico; qualificação da- 
da n'outro tempo aos corpos 
que se acreditavam incapa- 
zes de electrisar-se pelo at- 
tricto. 

Anelidaeio, eia. adj. (zool.) An- 
nelidario; parecido com o 
annelido : — m. pi. csiDecie de 
vermes annelidos, apodos 
que occupam um ponto in- 
termedio entre os articula- 
dos e os radiados. 

Anelido. m. (zool.) Annelido; 
classe do vermes de san- 
gue vermelho, cujo corpo 
está dividido em muitos se- 
gmentos ou pequenos anneis. 

Anelitro. adj. V. Anelopítero. 

Aneliteopteeo. ítdj. V. Anelo- 
ptero. 

Anelopteeo, BA. adj. (zool.) 
Aneloptcro; nome dado aos 
insectos de quatro azas cuias 
duas superiores não têein 
élitros. 

Anello. adj. (ant.) V. Anillo : 
— (fig. ant.) o que serve para 
sujeitar ou pôr freio. 

Anemarrena. /. (bot.) Anemar- 
rena (estames agitados pelo 
vento); genero de plantas da 
familia dos liliáceos anthe- 
riceos, cuja única especie se 
acha nas altas montanhas 
ao norte da China. 

Anemasia. /. (meã.) V. Anemia. 

Anémero, m. (zool.) Anémero 
(de aspecto duro); genero de 
insectos coleópteros cujo ty- 
]3o é o gorgulho corado do 
Senegal. 

Anemia. /. Anemia; diminui- 
ção muito grande de sangue, 



ANE 

acom]janhada ás vezes da 
alteração dos principios que 
o compõem, e resultante em 
algumas ciroumstancias de 
um vicio constitucional. 

Anémico, ca. aâ.j. (meã.) Ané- 
mico; que tem relação com 
a anemia. 

Anemo, ma. adj. (med.) Ane- 
mo; que carece de sangue. 

Anemobata. m. (ant.) Anemo- 
bata; saltibanco, que vol- 
teava no ar sobre cordas 
ou com ajuda de machinas. 

Anemocordio, ni. (mus.) V. Ar- 
pa eolia. 

Anemodromo. m. Auemodromo; 
ave fabulosa que corría co- 
mo o vento, da qual fazem 
menção varios auctores. 

Anbmografia. /. (phys.) Ane- 
mographia;" parte de phy- 
sica que trata da descripçâo 
dos ventos. 

Anemografico, ca. adj. (pliys.) 
Anemograpliico ; concernen- 
te á anemographia. 

Anemografo, a. adj. (pliys.) 
Anemographo; que se oc- 
cupa do estudo da anemo- 
graphia, ou é versado n'ella. 

Anemometria. /. (phys.) Ane- 
mometria ; arte que trata da 
medida de velocidade ou 
força do vento. 

Anemómetro, m. (pliys.) Ane- 
mómetro ; instrumento que 
serve para medir a veloci- 
dade e a força do vento, ou 
para conhecer a sua direc- 
ção. Anemometrum, i. 

Anemometroorafo. m. (phys.) 
Anemomctrographo ; instru- 
mento que consiste n'um 
anemómetro adaptado a um 
pendulu, o qual faz mover 
um lapis que marca no pa- 
pel as variações successivas 
do vento e sua duração: — 
adj. o que escreve sobre ane- 
mometria ou é entendido 
n'ella. 

Anémona ou Anemone. /. Ane- 
mona; genero de plantas que 
»tem na raiz um bolbo ou 
cebola, poucas folhas nas 
hastes, as flores de seis pé- 
talas grandes e vistosas; é 
o genero mais brilhante das 
rainunculaceas. Cultivam-se 
por adorno nos jardins dif- 
ferentos espécies ou castas, 
que geralmente se distin- 
guem pela côr de suas flo- 



ANE 

res. Anemone hortensis: — 
a flor d'esta plaut.i. 

Anemóneo, nea. adj. (bot.) xine- 
moneo ; ¡íarecido á anemone : 
— /. 2)1. tribu ou sub-tribu 
das rainunculaceas, cujo ty- 
po é a anemone. 

Anemonico, ca. adj. (chim.) Ane- 
monico; nome do acido que 
se extrahe da anemone. 

Anemokidio, A^•EM0NIDIO^.^ m. 
(bot.) Anemonidio; sub -ge- 
nero ou secção das anemo- 
nes. 

Anemonifoliado, da. adj. (bot.) 
Anemonifoliado ; nome das 
plantas cujas folhas se pa- 
recem com as da anemone. 

Anemonilla. /. (bot.) Auemo- 
nilha; genero de plantas rai- 
lumculaceas, parecido com o 
anemone e o jí'gamon, ain- 
daque se distinga d'aquella 
pela forma de seu ¡jericar- 
po, c d'estc por seu cálice 
de nove sépalas. 

Anemonina. /. (chim.) Aneino- 
nina; substancia acre, oleo- 
sa, solúvel inteiramente no 
ether e pouco na agua, que 
se obtem pela distillaçào das 
folhas frescas da anemone 
n'uma quantidade de agua 
dupla do peso d'cstas. Tem- 
se preconisado como reme- 
dio contra a gota serena ou 
amaurose e o herpes. 

Anemonoideo, dea. Anemonoi- 
DEs. adj. (bot.) V. Anemoneo. 

Anemoscopio. m. (i)hys.)\ .Ane- 
mómetro. 

Anemotropo. (ant.) Anemotro- 
210; motor por nieio do vento, 
adaptado a uma machina 
que serve para fazer choco- 
late. 

Anencefalia. /. (meã.) Aneu- 
cephalia-, falta de enceplialo. 

Anknckfalo, Anencefalico, ca, 
adj. (h. nat.) Anencephali- 
co; eme carece de eucepha- 
lo.Distinguc-se do aceiihalo, 
ein que este significa sem 
cabeça, e aquelle suppòc 
a ausencia ou privação de 
massa encephalica: — i)l. fa- 
milia de monstros imitarios 
que carecem de encephalica 
e de toda a parte da mcdul- 
la espinhal. 

Anenquelo. m. (zool.) Anen- 
quelo; genero de i)eixes fos- 
seis escomberoideos, pareci- 
dos com a enguia. 
20 



ANE 

Anenteremia. /. (med.) Anen- 
teremia; falta de sangue nos 
intestino?. 

Anenterencia. /. (med.) Y. 
Anenteremia. 

Anenterio, a. adj. (med.) Anen- 
terio ^ applica-se aos infuso- 
rios que não têem tubo in- 
testinal : — adj. m. pl. fa- 
milia de infusorios poligas- 
tricos que carecem de intes- 
tinos c de anus. 

Anenterotrofia. /. (med.) 
Anenterotrophia 5 diminui- 
ção de A'olunie nos intestinos. 

Aneota. /. (p. Gran.) Planta. 
V. Toronjil. 

Akepigrafo. adj. (mimis.) Ane- 
pigrapho; diz-se do que não 
ícín epigraphe ou iuscripção, 
Ancpifjraphiis, a, um. Ajj- 
plica-se especialmente ás 
medalhas antigas que se 
encontram n'este caso. 

AxEPiTiMiA./. (med.) Anepitni- 
mía; perdj^dos desejos eap- 
petitps, como de comer, be- 
ber, etc. 

Anequiv. m. Ajuste que se faz 
com CS tosqui adores a rasão 
de un tanto por cada rez c 
não a jornal. Conducere ton- 
sorcs constitutâ pro unaqua- 
que ove certa pecunia. 

Anereta. /. (zool.) Anereta; 
genero de coleópteros la- 
melliconos. 

Aneretismo, m. (med.) Anere- 
tismo ; falta ou perda de ir- 
ritabilidade. 

AxERPONTE. ídj. (bot.) Y. Tre- 
pado r : — (iool.) anerponte ; 
familia de t.ves ti-epadoras. 

Anerveo, vea. cdj. (zool.) Aner- 
veo (sem. ner^:os); diz-se dos 
insectos cujas azas carecem 
de filetes nervosos. 

Anervia. (med. cnt.) Y. Para- 
lisis. 

AxF.siA. /. (med.) Anesia ; des- 
apjjarição ou diminuição dos 
symptomas de una eufemiii- 
dade. 

Anesis. /. (med.) Y. Anesia. 

Anesoriza. /. (bot.) Ãnezorisa ; 
genero de itmbeüferos do 
Cabo da Boa Esperança, de 
raiz fusiforme, que teni chei- 
ro a aniz. 

Anestesia, Anestisia./. (med.) 
Anesthesia; perda geral ou 
parcial da faculdade sensi- 
tiva. 

Anesteta./. (sooZ.j Anestlieta ; 



ANE 149 

genero de insectos coleópte- 
ros longicornes, cujo typo é 
a anestheta terracea origi- 
naria de França. 

Anete, a neto. ni. (bot.) Anethe ; 
genero de umbelíferas pen- 
cedanes. 

Anetico, ca. adj. (med.) Ane- 
thico; qualificação dos reme- 
dios que diminuem o pade- 
cimento ou a gi'avidade dos 
symptomas. 

Anetl-inan. m. (bot.) Anetli- 
nan-, arvore indígena do 
Brazil, parecida com a que 
produz a resina elemi do 
commercio. 

Anet'gmexo. m. (zool.) Aneu- 
gnieno ; secção do genero en- 
filo, familia dos tentredinos 
e ordem dos hymenoptcros, 
notável pelas suas azas pos- 
teriores, que têem dois alveo- 
losinhos. Consta de urna só 
especie. 

Axeira. /. (bot.) Ancura; ge- 
nero de plantas hepáticas 
que compreheude oito ou 
dez especies, que crescem ti 
flor da terra, nos sitios hú- 
midos, entre os troncos apo- 
drecidos, entre os musgos e 
nas margens dos arroios. 

Aneureo, rea. adj. (bot.) Aneu- 
reo; parecido com a aueura: 
— f. pl. aneureas-, tribu de 
plantas hepáticas composta 
do genero aneura e de outi'o 
ainda duA'idoso, notáveis os 
dois pela falta de filamen- 
tos nervosos. 

Aneurix'co. m. (zool.) Aneurin- 
co; genero de insectos oxiu- 
ros hymenoptcros, que consta 
de seis especies europeas. 

Aneurisco. m. (bot.) Aneuris- 
co (descobrimento); syno- 
njono do genero moronobea 
de Aublct, da familia dos 
gutiferos. 

Aneurisma, m. (cir.) Aneuris- 
ma; tiunor formado pela di- 
latação de urna arteria, 
em qualquer ponto da sua 
extensão, pela rotura de urna 
ou de todas as suas tum'cas. 
Tumor. ex dehilítate, vel se- 
ctione arteriw succrescens. 
Chama-se aneurisma exter- 
no, quando existe na super- 
ficie de algumas das princi- 
paes cavidades do corpo; 
interno, quando occupa o 
interior de alguma cavida- 



150 



ANF 



(le; verdadeiro, quaiido ha 
simples dilatação do vaso 
arterial; e falso, quando o 
A^aso que affecta está roto ou 
dividido. 

Aneurismal. adj. (meã.) Aneu- 
rismal ; que pertence ao aneu- 
risma. Aneurismalis , e. 

Aneueismatico, ca. aclj. (meã.) 
Aneurismatico ; que ajireseu- 
ta os caracteres ou sympto- 
mas do aneurisma. 

Aneuro. wi. (zool.) Aneuro (sem 
nervos); genero de insectos 
hemipteros lieteropteros di- 
litros, quasi transparentes 
6 sem apparencia de filetes 
nervosos. 

Anexacion./. (ant.) V. Anexión. 

Anexar, a. Annexar; nnir ou 
aggregar uma cousa á outra 
com certa dependencia d'ella. 
Bem rei a^medere, adjunje- 
re. Hoje tem mais uso fal- 
lando de beneficios ecclesias- 
ticos. 

Anexidades./. p^.Annexidades ; 
direitos e cousas annexas a 
outra principal. Usa-se como 
foi-mula, nos instrumentos 
públicos junta com a pala- 
vi'a connexídades. ]its,jus, 
facilitas cuique rei aut per- 
sonce annexa. 

Anexión. /. Annexaçào; união 
ou aggregação de uma cousa 
a outra principal. Annexio, 
alligatio, anis. 

Anexionista, adj. Annexionis- 
ta; partidario da annexação 
de um territorio ou outro 
districto. Diz-se em geral 
dos que desejam a aggrega- 
ção da ilha do Cuba e outros 
paizes da America á repu- 
blica dos Estados Unidos do 
Norte. 

Anexin. m. (ant.) Anexim ; ada- 
gio ou sentença. 

Anexo, xa. adj. Annexo, unido 
a outra cousa com dependen- 
cia d'ella. Adjuncftis, a, um. 

Anfacanto. 7». (zool.) Aufacau- 
to; genero de peixes da or- 
dem dos acantoptcrigeos pa- 
recidos com os escomberdi- 
deos, e que se distinguem 
dos do grupo a que perten- 
cem por terem o raio interior 
da pequena barbatana ven- 
tral espinhoso como o ex- 
terior. Criam-se no mar Roxo 
e no oceano indico. 

Anfanto. to. (bot.J Anfanto; di- 



ANF 

lataçíio de um receptáculo 
que contém muitas flores. 

Afaristero, RA. adj. (ant.) Des- 
azado, ou mal geitoso de 
ambas as mãos; por opposi- 
çào a ambidextro. 

Anfasio. m. (zool.) Anfacio; 
genero de insectos coleópte- 
ros pentameros da familia 
dos carabicos, e tribu dos 
feronios, cujo tyi^o é uma es- 
pecie que cresce na America 
do Norte. 

Anfemerina. adj. (meã.) Anfe- 
merina; nome dado por Ga- 
leno á febre cujos accessos 
atacam todos os dias o en- 
fermo. 

Anferofo. m. (hot.) V. Centra- 
tere. 

Anfesibena./. (zool.) V. Anfis- 
bena. '"' 

A.-!svix^.m.(bot.pliarin.)Y.Opio. 

A^í^nacto. adj. Nome que 
xlavam os gregos aos poetas 
dith}a-ambicos, tomado das 
palavras com que geralmente 
principiavam os ditnyram- 
bos. ( 

Anfiartrodial, Anfiartrosico, 
CA. adj. (anat.) Ampliyar- 
trodiaí; pertencente á am- 
phy artrose. / 

Anfiartroze./. (anati) Amphy- 
artrose ; articulação que par- 
ticipa da diartrose emquanto 
á mobilidade e da synartro- 
se emquanto a<» seu modo 
de connexão, nao permittin- 
do mais que leves movimen- 
tos, como a articulação do 
corpo, das vertebras. 

Anfiaxiro. (boi.) Anfiaxiro ; 
sub-geuero dfi plantas esta- 
belecido por pe Candolle na 
familia dos cynantherios as- 
teroideos. 

Anfibicorisa. /. (zool.) Amphy- 
bicorisa ; tribu de insectos da 
secção do? heteropteros, or- 
dem dos hemipteros, que 
compreheade as naucoras 
(persevej)s aquáticos), cujo 
corpo pela parte inferior es- 
tá coberto de pellinhos mui 
curtos 3 unidos que permit- 
tem ao insecto deslisar-sc 
sobre a agua sem molhar-se. 

Anfíbio, bia. adj. Amphibio; 
applica-se aos animaes que 
vivem tanto na agua como 
na terra. Amphibius, a,um: — 
(fie. efam.) diz-se do homem 
que exerce duas profissões 



ANF 

contrarias, e também do que 
alternativamente manifesta 
duas opiniões que so ex- 
cluem : — por hyperbole ; ccs- 
Íuma-SG applicar este epi- 
tlieto ás pessoas que passam 
muita parte do seu tempo 
dentro de agua: — (Ji. n.) os 
naturalistas allemães appli- 
cam esta qualificação aos 
animaes vertebrados da clas- 
se dos reptis escamosos e 
batraceos ou de pelle des- 
nudada, e que podem viver 
na agua e na terra. 

Ai'Ifibiografia. /. (zool.) Ain- 
phibiogi-aphia; parte da zoo- 
logia que trata dos amphi- 
bios. 

ANFiBiOGRAFico.ad/. (zool.) Aui- 
phibiographico; que perten- 
ce á amphibiographia. 

Anfibiografo. m. (zool.) Am- 
phibiographo, o que escreve 
acerca da amphibiographia 
ou é versado n'ella. 

Anfibiolita. /. (min. ant.) 
V. Crisolita. 

Amfibiolito. m. (zool.) Amplii- 
biolito ; nome com que alguns 
zoólogos designaram certas 
especies de fosseis, que sup- 
punham ser restos de ani- 
maes amphibios. 

Anfibiologia. /. (zool.) V. Am- 
fibiografia. 

Anfibiologo. m. V. Amfibio- 
grafo'. 

Anfibiologico, ca. adj. V. Am- 
fibiografico. 

Anfibion. m. (bot. pliarm. ant.) 
Amphibion; sueco que se 
extrahe do alões. 

Anfiblestria. /. (bot.) Ampbi- 
blestria (reclesinlm) ; genero 
de plantas cryptogamicas 
da America do Sul. 

Anpiblestroides. adj. (anat.) 
V. Retina. 

Anfibol. /. (min.) Ainphibolo 
(ambiguo); mineral composto 
essencialmente de silica, cal, 
allumina e oxydo de ferro, 
que lhe dá uma cor intensa; 
é parecido com o piroxene, e 
apresenta-se em crystaes de 
còr verde escura. Todas as 
suas variedades podem re- 
ferir-se a tres especies que 
são : o amphiholo propriamen- 
te dito, composto de partes 
terrosas e metallicas, que 
apresentam uma côr verde 
mais ou menos escura, e que 



ANF 

comprehende duas sub-esjíc- 
cies chamadas antinota e 
hornhlenda; utremolita, que 
ÍDclue as variedades de base 
teiTosa e gerabiiente sem 
côr; e autofilita, que com- 
preheude as variedades de 
base de ferro e de magne- 
sia: — (zool.) m. 'pl. familia 
da ordem dos pássaros, que 
comprebeude os que têem 
dois dedos anteriores c dois 
posteriores , sendo versátil 
o interno d'estes últimos. 

Anfibolia. /. V. Anfibología. 

Anfibolico, ca. adj. (min.) 
Ampliibolico; applica-se ás 
rocbas em que a base é o 
ampliibol. As rochas amplii- 
bolicas, que formam um gru- 
po nas classificações de va- 
rios auctorcs, e uma familia 
na de outros, são geralmente 
ci-jstalliuas, de côr commum- 
mente negra ou verde escura 
e apresentam-se já em estra- 
tos ordenados nos terrenos 
primitivos, já em filões trans- 
versaes. 

AWlBOLIFEUO, RA. ttãj. (mill.) 

Amphibolifero-, qiie contém 
amphibol. 

Anfilolita. /. ((J<iol.) Amphi- 
bolita \ rocha composta essen- 
cial c quasi exclusivamente 
* de amphibol no estado cry fi- 
tai lino. 

Anfíuolo. m. (zool.) Amplii- 
bolo; genero de insectos co- 
leópteros pentameros da fa- 
milia dos heloforidos, de pal- 
pos niaxillares c élitros táo 
largos como o abdomen. 

Anfibolocáupeas. /. pl. (bot.) 
Amphibolocarpeas ; nome da- 
do a um dos tres grupos es- 
tabelecidos na fam.ilia dos 
heléchos. 

Anfibología./, (gram.) Amphi- 
bologia; vicio do discurso 
que o torna ambiguo, e que 
o pôde fazer interpretar em 
dois sentidos. Am^íhibolo- 
gia, íc ; — figura que consiste 
em usar de palavras ou sen- 
tenças que se podem enten- 
der em sentidos difierentes. 
Amphibologia, ce. 

Anfibológicamente, adv. Am- 
phibologicamente; de uma 
maneira amphibologica. Per 
amiMbologíam. 

Anfibológico, ca. adj. Amphi- 
bologico; ambiguo, que tem 



ANF 

um duplo sentido. Amphibo- 
lus; ex ambíguo didus. 

Anfiboloideo, Anfiboloides. 
adj. (min.) Amphiboloide; 
parecido, similhante a,o am- 
phibol. 

Anfibolojia. /. V. Anfibología. 

Anfibolojicamente. V. Anfibo- 
lógicamente. 

Anfibolojico, ca. adj. V. sin- 
fibologico. 

AnfibolonÁrzon. m. (zool.) V. 
Calíptobío. 

Anfiboluro. j/2, (zool.) Amphi- 
boluro; genero ■ de reptis 
ignauidos. 

A"^fibraco. m. (pões.) Amphi- 
braco; pé de verso laíino 
composto de ires syllabas, 
a primeira ^ultima breves 
e a segunda lijí^fci. Amplà- 
bracliys. ^^fck 

Anfibkaxquias. f. Ampni^-an- 
chias; espaços ao rcAír das 
glândulas salivares. 

Anfibulimo. m. (zool.) V. "Âm- 
bar illa. 

Anficakpa. /. (bot.) Amphicar- 
pa; genero de plantas da fa- 
milia das leguminosas, sub- 
orden, daspapiiionaceas, tri- 
bu dotphaseolias, indígenas 
da Anxiricá meridional. 

Anficákpio, a. adj. (bot.) Am- 
phicarpeo; qualificação das 
plantas, cujos fructos sàode 
duas formas ou amadui'ecem 
em diíieisntes epochas,- 

Anficarpeo. m. (bot.) Amplii- 
carpo; geí.ero de plantas da 
familia dís gi-amiueas, da 
America septentrional, fun- 
dado numa especie de milho, 
do qual diiitre por suas flo- 
res unisexui.es e monoicas 
e por eeus estigmas simples 
e delgados. 

Anficéfalo, l.4, adj. (zool.) 
Ainphicefalo ; que tem duas 
cabcçasoppostís: — m.(ant.) 
leito com duas cabeceiras. 

AnficeniÁnteas. p,. Amplúce- 
nianteas ; grupo de uma das 
tres grandes divsões da fa- 
milia das synantaerias, que 
comprehende asplmtas d'es- 
ta familia, cujas flores dei- 
xam um vasio ao rsdor. 

Anficion. m. (zool.) Amijhi- 
cion; carnivoro fóssil, cujo 
systema dentareo se assimi- 
llia ao do cào. 

Anficirto, ta. adj. (didact.) 
Amphicirto; que tem uma 



ANF lõl 

forma arredondada e quasi 
Iiemispherica. 

Anficirtos. m. pl. (zool.) Am- 
phicirtos; genero de coleó- 
pteros. 

Anficoma, Anficome. /. (bot.) 
(cabeíleira ao redor) V. In- 
carvillea:—(zool.) amphico- 
ma; genero de insectos co- 
leópteros pentameros, fami- 
lia dos lanieli corneos, tribu 
dos escarabideos, que vivem 
entre as flores e sào próprios 
dos paizes meridionaes da 
Europa e das regiões do 
Oriente. Sem embargo é cer- 
to que nâo se encontram 
em Hespanha, nem no niei<j 
dia da, França. 

Anficokio. m. (bot.) Syuonymo 
de Cercolepu. 

Axficora./. (zool.) Ampliicora; 
genero de gusanos annclido.';, 
mui similhantes ás amphitri- 
tes, e que se distinguem d'es- 
tas por certos pontos negTos, 
que varios naturalistas têem 
Armado por olhos. 

AxFipoRDE. m. (bot.) A\nphicor- 
dc;' genero estabelecido para 
> classificar um cogumelo par- 
ticular que cresce nas co'.as, 
e nos excrementos do gato. 

Anficrania. /. (zool.) Amphi- 
crania; genero de insectos 
coleópteros pentameros, cujo 
typo é a amphicranea biden- 
tada do Chile, e que pertence 
á familia dos lamellicorncos, 
e tribu dos escarabideos fo- 
liophagos. 

Anficrano. m. (zool.) Anipiíi- 
crano; genero de insectos 
coleópteros tetrámeros, fa- 
milia dos xylophagos, que 
tem por typo o amphicraneo 
do Brazil. 

Anficteno. m. (zool.) V. Pecti- 
narea. 

Anfictiox. m. (híéf.) Amphi- 
ctyào; represei ^tante de urna 
das cidades confederadas da 
Grecia. 

Anfictionia. /. (liist.) Amphi- 
ctyonia; nomo dado ao con- 
selho dos amphictyoes. 

Anfictionico, ca. adj. Amphi- 
ctyonico; que pertence ao 
conselho dos amphictyoes. 

Anfidasita. /. (zool.) Amphi- 
dasita-, genero de insectos 
lepidópteros. 

Anfideox. m. Amphideao; ori- 
ficio do útero. 



152 



ANF 



Anfidersis. m. (hot.) Synonymo 
do genero Orites. 

Anfidesio, sia. aãj. V. Amhi- 
destro. 

Anfidesmio. m. (hof.) Amplii- 
desmio; genero do plantas 
polipodeas parecido com o 
■genero tricopterida. 

Anfidesmitas. /. (znol.) Am- 
phidesmitas; familia de mol- 
luscos aceiíhalos. 

Anfidesmo. m. (zool.) Amphi- 
desmo; genero de molluscos 
aceplialos, de conchas bival- 
ves, que comprehende um 
grande numero de especies 
que quasi todas se criam nos 
mares dos climas quentes : — 
genero de coleópteros tetrá- 
meros da familia dos longi- 
corneos, que consta de duas 
especies, urna originaria do 
Cabo da Boa Esperança, e 
outra dos mares do México. 

Anfideto. m. (zool.) Amphide- 
to (ligado por ambos os la- 
dos); genero dee cliinoder- 
mes espatbangos, de ambvi- 
lacros nao petaloides. 

Anfidiartrosis. /. (unat.) An- 
pbidiartrose ; articulação 
que permitte o movimento 
em dois sentidos ou direcções, 
como o da mandíbula infe- 
rior com os temporaes. 

Anfibio, m. (hot.) Am^^bldio 
(que liga ao redor); genero 
de musgos, synonymo do ge- 
gero zigodonte. 

Anfidonax. m. (hot.) Ampliido- 
nax; genero de plantas da 
familia das gramíneas, tri- 
bu das arimdiuaceas indíge- 
nas de Bengala, que se dis- 
tinguem por suas folhas es- 
treitas ao principio e logo 
desenvolvidas. 

Anfidonte. m. (zool.) (dente ao 
redor). V. Ostra. 

Anfidouo. m. (zool.) Ampliido- 
ro; genero de insectos co- 
leópteros heteromeros, cujo 
typo é o amphidoro do lito- 
ral do Cliili, única especie 
conhecida. 

Anfidoxo. /. (bot.) Amphidoxo 
(disputado) ; genero duvido- 
so de plantas comiDOstas se- 
necionidcas, originarias do 
Cabo da Boa Esperança. 

Anfiexaedko, dra. adj. (miner.) 
Amphiexaedro; qualifica- 
ção das substancias mine- 
raes, ctijos crystaes oífere- 



ANF 

cem em suas facetas as for- 
mas de um prisma hexaedro. 

Anfigamas. adj. f. pi. Am^jlii- 
gamas; nome dado por al- 
guns auctores á quarta clas- 
se do reino vegetal, que com- 
prehende os lichens, os co- 
gumelos e as algas. 

Anfigastro. m. (hot.) Amphy- 
gastro (ao redor do ventre); 
chamam-se assim as folhas 
que em algumas plantas co- 
brem a parte inferior ou o 
ventre da haste, e que se di- 
zem também estipulas. 8ào 
ordinariamente mais peque- 
nos que as lateraes, que têem 
forma distincta e tecido mais 
delicado. 

Anfigenico, ca. adj. (miner.) 
Amphigenico ; que contém 
crystaes de amphiííene. 

Anfígeno, na. adj. (chim.) Am- 
phigene; diz-sc dos corpos 
simples que combinados com 
outros produzem ácidos e 
bases. 

Anfiglosa. /. (hot.) Amphiglo- 
sa; genero de plantas da fa- 
milia das compostas, tribu 
das senecionideas, oue per- 
tence ao Cabo da Bí>a Espe- 
rança. 

Anfiglotis. /. (hot.) (iupla lin- 
gueta). V. Èp)ídeniro. 

Anfigono. m. (zool.) Synonymo 
de Anfiterio (angdo diqüo). 

Anfigena. /. (min.! Amphige- 
na*, substancia vitrea, tran- 
sparente, as mds das vezes 
incolor, composta de silica, 
alumina e potíssa, c que se 
encontra cm crystaes ou 
em granulos nas lavas anti- 
gas e nos tufes vulcânicos. 

Anfuenico. V. Anfigeiíico. 

Anfijenita. f.i(min.) Amphi- 
genita; basalto e basanita 
em que a amphigena substi- 
tue em graade parte o feld- 
sjiatho. 

Anpijeno, na. adj. Y. Anjigeno. 

Anfijinantevs. /. (hot.). Am- 
phiginanccas ; nome dado a 
um dos grupos da familia 
das cynantherias. 

Anfilasia. /. (hot.) Amphila- 
sia; seeçào cíe plantas da fa- 
milia das compostas. 

Anfilepfo. m. (zool.) Amphi- 
lepto (delgado 2)or ambos os 
lados) ; genei'o de impudi-ios 
poliíçastricos, cuja esj^ecie 
mais commum é ás vezos tào 



ANF 

abundante na agua dos pan" 
taños e dos fossos que tinge 
de pardo o lodo ou limo dos 
mesmos. 

Anfiloco. m. (zool.) Amj^hilo- 
co; genero de insectos co- 
leópteros tetrámeros da fa- 
milia dos crisomélidos fun- 
dado n'uma só especie, ori- 
ginaria do Brazil. 

Anfilofo. m. (hot.) Amphilopho 
(crista ao redor) ; genero de 
plantas trepadoras, da fa- 
milia das bignonias da Ame- 
rica tropical. 

Anfiloma. /. (bot.) Amphilo- 
ma; nome de urna secção 
do genero parmelia, familia 
dos lichens. 

Anfilosia. m. (bot.) Ami:)hilo- 
sia; genero de plantas da fa- 
milia das vochisiaceas, ar- 
vores de folhas oppostas co- 
riáceas e flores em espigas 
terininaes. Comprehende 
duas especies originarias do 
Brazil. 

Anfimacro. m. (poes.) Am23hi- 
macro ; pé de verso grego ou 
latino de tres syllabas, urna 
breve e duas longas. Amplii- 
macrus. 

Anfimallo. m. (zool.) Amphi- 
malo; genero de insectos co- 
leópteros pentameroSj fami- 
lia dos lamellicornios, tribu 
dos escarabidcos, foliopha- 
gos, cujas especies se criam 
em França. 

Anfimkno. m. (bot.) Ami^hime- 
no ; genero de plantas legu- 
minosas. 

Anfijieteico. adj. (min.) Am- 
phimotrico (medida ao re- 
dor); applica-se ás substan- 
cias cujos crystaes oíferecem 
urna incidencia igual em al- 
guma de suas faces. 

Anfimimetico, ca. adj. (min.) 
Ampliimimetico (duplamen- 
te imitador); diz-se das sub- 
stancias cujos crystaes offe- 
recem na sua forma urna du- 
pla imitação dos demais 
crystaes. 

Anfineumia. /. (med. ant.) Am- 
pliineumia; palavra usada 
por Hijopocrates para desi- 
gnar a difficuldade de res- 
pirar. 

Akfixoma. /. (zool.) Amphino- 
ma (agitação ao redor); ge- 
nero de annelides de sangue 
roxo, que habitam nas re- 



ANF 

giões tropicaes ou nos mares 
immediatos. 

Anfinomeas. /. jil. (zool.) Am- 
pliinomeas; familia de anne- 
lides setigeros. 

Ani-inomeo, MEA. adJ.fzool.J Am- 
phiiiomeo; similhante a uma 
amjDhinoma. 

Anftnomia. /. fhof.) Ampliino- 
mia (de duvidosa classifica- 
ção); genero de plantas que 
De CandoUe classifica cutre 
a familia das leguminosas e 
que se funda n'uma só es- 
pecie originaria do Cabo da 
Jioa Esperança. 

Anfiodontk. m. (zool.) Amphio- 
donte (dente ao redor); ge- 
nero de peixes clnpeoideus, 
que se criam cm Oliio, e que 
os pescadores americanos 
confundem cora outros, de- 
baixo da denominação com- 
mum de Sábalo ; tem as man- 
díbulas e a lingua guarne- 
cidas de gi-andes dentes có- 
nicos, seu comprimento é de 
quatorze a dezoito pollega- 
das, tem o corpo argentado 
e é saboroso bastante. 

Anfión, m. Ampliião. Na índia 
Oriental dá-se este nome ao 
opio, de cuja palavra ó cor- 
rupção. Oi^inm, i : — (zool.) 
in. genci'0 de crustáceos da 
ordem dos estomapodos, fa- 
milia dos bicorazcos, única 
especie conhecida que se en- 
controu no Oceano indico: 
— genero de insectos coleó- 
pteros tetrámeros^ da fami- 
lia dos longicorneos, cujo 
typo é o ámphião listado de 
Colombia. 

Anfionico. in. (zool.) Ampliio- 
nico; genero de coleoi^teros. 

Anfionixo. m. Amphionixo 
(unhas em ambos os lados); 
genero de insectos coleópte- 
ros tetrámeros da familia dos 
longicorneos, que compre- 
hende muitas esioecies, duas 
d'ellas de Cuba c vinte e 
seis do Brazil. 

Anfipedo, da. adj. (zool.) V. 
Anfijwdo. 

Anfipira./. (zool.) Ampliipira; 
genero de insectos da ordem 
dos lepidópteros, familia dos 
nocturnos, tribu dos noctue- 
litos. 

Anfipiridas. /. ^JÍ. Amphipiri- 
das ; tribu de insectos lepi- 
dópteros nocturnos, sejiara- 



ANF 

da da dos noctuelitos de La- 
trcille. 

Anfipneusto, ta. adj. (zool.) 
AmpliÍ2:)neusto ; diz-se dos 
animaos que respiram ao 
mesmo tempo por guelras 
e pulmões: — adj. pi. tri- 
bu da classe dos reptis, que 
comprehende os que têem 
simultaneamente guelra e 
pulmões, isto é, dois appa- 
rellios respiratorios. 

Anfipodiforme. adj. (zool.) Am- 
phijíodiforme ; que tem a for- 
ma de um amphipodo. 

Anfipodo, da. adj. (zool.) Ana- 
j)h\-podo (diqylo pé) ; que tem 
duas especies de pés : — 
/. pZ. ordem de animaos da 
classe dos crustáceos. 

Anfu'ogon. í/l. (boi.) Amphipo- 
gon; genero de plantas gra- 
míneas. 

Anfii'Olos. m. pi. (hisf.) Am- 
phipolos ; magistrados de Sy- 
racusa que foram instituidos 
por Timoleon. 

Anfipoeo. m. (zool.) Ampliipo- 
ro (dcpla abcrlura); genero 
de annelides da familia das 
giratricineas, secção das túr- 
belas originarias do mar 
Roxo. 

Anfiprion. m. (zool.) Amjihi- 
prion ; genero de peixes que 
compreli'nde A;u"ias espe- 
cics de Ctrjio oval, de uma 
só barbatuia dorsal, cabeça 
obtusa e mandíbulas com 
uma só filerajde dentes.Tem 
poUegada t meia de compri- 
mento, alim^ntn,ni-se de lier- 
vas marítimas ecriam-sc nos 
mares da índia. 

Anfiptfro. m. (bras.) Amphi- 
ptoro; dragão ou serpente 
com azas, que figuram uns 
escudos de arnas. 

Anfir. ?í?. (pliarm.ant.)Y . Mer- 
curio. 

Anfirapio. /. (bot) Amphira- 
pio; genero de piantas viva- 
zes da índia, que se parecem 
muito com o so'ídago, do 
qual SC diífercnçam prova- 
^clmcnte pela fóima alon- 
gada de seu fructo. 

Anfuiarto, AnFIKAR70-ESPIRI- 

To. in. (chim. ant.) V. Sal 
coimm. 
Anfiroe. m. (zool.) Ampbiroe; 
genero de poliperos fluxiveis 
da ordem dos coralineos, 
pouco conhecido ainda. 



ANF 



153 



AxFiROJE./.fóoí'.J Syuonymo de 
Espahdaria. 

Anfirtilio. m. (pharm.) "V. An- 
fir. 

Anfisbena. /. Amphisbena : re- 
2)tíl da America mui pare- 
cido á cobra, mas que carece 
de cauda ; tem a pelle mui 
lisa e manchada de encar- 
nado, azul e amarello. /l??i- 
phisbena magnifica. 

Anfisbenio, Anfiobenóideo, 
ANA. adj. (zool.) Amphísbe- 
nio ; parecido á amphisbena : 

— pi. ordem de reptis, pro- 
posta para classificar n'elle 
OS amphisbenas e outros gé- 
neros análogos, que occupam 
um logar intermedio entre 
OS lagartos e as cobras. 

Anfiscepe. m. Amphiscepe (co- 
berto ao redor); genero de 
insectos da ordem dos hemi- 
IJteros, familia dos cicada- 
rios, secção dos homopteros, 

Anfiscios, as. adj (geogr.) Am- 
phiscios; habitantes da zona 
tórrida, cuja sombra se pro- 
jecta ora ao sul ora ao norte. 

Anfiscopia. /. (bot.) Am])his- 
copia; arbusto do Brazil não 
mui conhecido, deque se for- 
mou um genero na familia 
das acantiiaceas, tribu das 
dicIÍ2)terias. 

Anfisiisena. /. V. Anfisbena. 

Anfisilo. m. (zool.) Amphisi- 
lo; genero de peixes, pa- 
recidos aos centriscos, que 
só se diíFerençam d'estes pela 
posi(;ão da espinha anterior 
dorsal. 

Anfismilo. m. (cir. ant.) Am- 
phismilo ; escali^ello ou bis- 
turi de dois gumes. 

Anfiso. m. (zool.) V. Tórtrice. 

AnfiSPORO, ANFISPORIO.m. (bot.) 

Amphisporo ; genero de co- 
gumelos gasteromicetos. 

Anfistauro. m. (zool.) Amjjhis- 
tauro; genero de insectos 
coleópteros. 

Anfistejina. /. (Ji. nat.) Am- 
phistegina; genero de ento- 
mostegas e asterigerinideas, 
conchas das ilhas de Sand- 
wich, das Antilhas e Ma- 
dagáscar. 

Anfistomo, ma. adj. (zool.) Am- 
phistomo-, que cerca a boca 
ou uma abertura qualquer : 

— m. pi. genero de gusanos 
intestinaes, da ordem dos 
fasciolarios. 



154 ANF 

Anfistoko. m. (zool.J V. Anfis- 
tauro. 

Anfitalba, Anfitala. /. (bol.J 
Ampliiíala; geucro de plau- 
tas da familia das legumi- 
nosas^ sub ordem das papi- 
liouaceas, tribu das loteas, 
siib tribu das genistcaS; que 
pertence á America austral. 

Anfitana. /. (min. anf.J Am- 
phitaua; pcdi'a de cor ama- 
rclla a que os antigos attri- 
buiam as propriedades do 
iman, e que segundo elles se 
encontrava nas minas de 
oiro da índia. 

Anfiteatkal. adj. Aniphithea- 
tral ; que pertence ao am- 
pliitíieatro. 

Anfiteatro, m. Ampliiíheatro; 
edificio de figura redonda ou 
oval, cercado interiormente 
de grades, onde se celebra- 
vam varios espectáculos, co- 
mo os combates de gladia- 
dores ou de feras. AmpM- 
theatrum, i: — amphitliea- 
tro; por extensão se dá hoje 
este nome ao local dos thea- 
tros, cujos assentos estào col- 
locados por degraus e em 
semicirculo: — auipliitliea- 
tro; sala aonde se ensina 
praticamente a anatomia ou- 
outra qualquer sciencia que 
requer experiencias. 

Anfxteeio. m. (h. naf.) Amphi- 
terio (animal duvidoso); ge- 
nero estabelecido para clas- 
sificar um animal fóssil, 
aeiíado em Inglaterra e con- 
siderado por alguns aucto- 
res como um cUdelpho, por 
outros como mammifero mo- 
uadelpho, e por outros como 
um ovipnro parecido aos sau- 
rianos ou o certos peixes. 

Anfitoito. m.. (:.ool.) V. Cqtdi- 
nito. 

Anpitkbtia./. (hot.) Amphitre- 
íia; genero de cogumelos, 
dos quaes as duas superfi- 
cies .sào porosas. 

ANFrriuTE. /. (zool.) Amplútri- 
te; genero de annelides tubi- 
colas da classe dos quetópo- 
dos, que comprelieude varias 
especies próprias de todos 
03 mares. 

Anfituíteo, tea. adj. (zool.J 
Ampbitritco ; parecido com o 
amphiírite: — /. pi. familia 
de annelides tubicolas, cujo 
typo é o genero aniphitrite. 



ANF 

Anfiteixo. m. (bot.) Ampliitri- 
xo (cabello ao redor); gene- 
ro de cogumelos pouco co- 
nhecido. A única especie des- 
cripta até hoje encontra-se 
na madeira dos pinheiros 
expostos ao ar, e cuja super- 
ficie se torna, em partes, 
negra como se fora carvão. 

Anfitropia. /. (bot.) Amphitro- 
pia ; phenomeno que se ob- 
serva quando o embryão de 
uma planta se desenvol- 
ve por seus dois extremos. 

Anfitropo. adj. (bot.) Ainphi- 
tropo (que gyra iMr ambos 
os lados); qualificação do 
cmbryào, quando suas ex- 
tremidades estão mui encur- 
vadas como SC vô nas cru- 
ciferas. 

Anfiuma./. (zool) Amphiuma; 
genero de reptis, typo da 
familia tios amphiumoideos, 
originarios da America do 
Norte, e cujos caracteres 
principaes são : lingua trian- 
gular adliereiííe poi' todas 
as partes, dentes nís duas 
mandíbulas e dupk fileira 
d' elles no paladar; corpo 
cylindrico e alongado, e 
cfuatro patas mui eurtas. 

Anfiumóideo, dea. (dj. (zool.) 
Amphiumoideo; j;arecido á 
amphiuma : — /. pi. familia 
de reptis do grupo dos tre- 
matoderos, cujo íypo é o ge- 
nero amphiuma 

Anfodelita. /'. (min.) Am- 
phodelita; mineral vizinho 
do feldspatho, que se acha 
na Rússia. 

Anfodonte. m. (hot.) Ampho- 
donte (que tem dentes por 
ambos os laóos); genero de 
plantas da femilia das iogu- 
nfinosas, sub ordem das pa- 
piliouaceas, tribu das faseo- 
leas ; arbustos de flores gran- 
des, de cà' purpurea viola- 
cea. A uiiica especie conhe- 
cida cresce nas Antilhas. 

Anfonixa. m. (zool.) íAmpho- 
nixa (u)úa pior ambos os la- 
dos) ; genero de insectos, da 
ordem dos lepidópteros, fa- 
milia (los crej)usculares e 
tribu dos esphingidos, ori- 
ginarios da ilha de (Juba. 
Fste insecto quando \ivo 
exhala certa especie de chei- 
, ro a alnñsear. 

Ánfora. /. Amphora; especie 



ANG 

de vaso antigo, que se con- 
serva nos museus como ob- 
jecto de curiosidade : — vaso 
de duas azas no qual se con- 
servava o vinho : — ampho- 
ra; medida de capacidade 
para líquidos entre os gre- 
gos e romanos: — pi. jar- 
ros de prata nos quaes o 
bispo consagra na quinta 
feira santa os santos óleos 
para uso de sua diocese. Am- 
pliora, a;: — (bot.) ampliara, 
válvula inferior de certos 
fructos que se abre na epo- 
cha da maturação. 

Anforeo, rea. adj. Amphorico ; 
pertencente á amphora. 

Anforquis. /. (bol.) V. Arnotia. 

Anfracto. m. (ant.) Anfracto; 
caminho tortuoso, rodeio. 

Anfractuosidad. /. Anfra- 
ctuosidade ; sinuosidade, des- 
igualdade de uma monta- 
nha, cavidade , profunda : — 
(anat.) anfractuosidade, ca- 
vidade, depressão; sinuosi- 
dade que separa as cir- 
cuinvoluçoes do cerebro : — 
(pliijs.) depressão e elevação 
alternativas e de diversas 
formas que apresenta a su- 
perficie dé certos corpos. 

Anfiíactuoso, sa. aâj. Anfra- 
ctuoso; tortuoso, sinuoso, 
desigual. 

Anfíiactura. /. (ant.) V. An- 
fractuosidad. 

Anfradenio. ni. (bot.) Anfra- 
deneo; genero de plantas, 
distincto dos fetos polipodos 
debaixo do nome de adeno- 
foro. 

Angariaria. /. (bot.) Angaria- 
ria, arvore do Congo, cuja 
raiz e em particular a rsua 
madeira, passam por um re- 
medio efiicaz contra as en- 
fermidades dos rins e da be- 
xiga. Cresce abundantemen- 
te nas margens do Zayre, 
d'oude os missionários a le- 
varam para a Italia. 

Angarillas./, ^j^. Padiola; ar- 
mação composta de duas va- 
ras com um tablado no meio, 
em que se levam á mão ma- 
teriaes para edificios e ou- 
tras cousas. Tabidatum, ve- 
darium, fabrorum fercu- 
lum : — cangalhas, armação 
de quatro paus elevados em 
quatlrado, dos quaes pendem 
uma especie de bolsas gran- 



ANG 

des de redes de esparto, câ- 
nhamo ou outra materia fle- 
xível, e servem para traiis- 
jjortar em cavalgaduras cou- 
sas delicadas, como vidros, 
louça, etc. Usa-se algumas 
vezes Bo singular por cada 
urna d'estas bolsas, Vectacu- 
lum reticulatum: — galhe- 
teiro; peça de madeira ou 
metal em que se ,collocam 
as gallietas do azeite e vi- 
nagre. V. ^í^?íaf?e?'«s; — (ant.) 
V. Jamugas. 

Angarillero, ra. s. o que trata 
de padiolas ou cangalhas, 
ou as faz. 

Angarillón, m. augm. de An- 
garilla. 

Angarina. /. V. Anguarina. 

Angaripola. (comni.) Especie 
de tecido gi*osseiro pintado 
com diíferentes cores. Lin- 
teum quoddam versicolor vi- 
lioris generis: — pl. çha- 
mam-se assim os adornos de 
cores salientes que se põem 
nos vestidos. Futilis liilaris- 
que or7iatus. 

Ángaro, m. V. Ahumada. 

Ángel, m. Anjo; espirito ce- 
leste creado por Dcus para 
sua gloria. Esta palavra 
convém em geral a todos 
os espiritos celestiacs. Ange- 
liis, i: — qualquer dos esj^i- 
ritos celestes que pertencem 
ao ultimo dos nove coros: 
— bueno ou de. luz; anjo bom, 
o que não peccou. Angelas 
honus: — custodio ou de la 
guarda; anjo custodio ou da 
guarda; o que Deus tem as- 
signalado a cada pessoa pa- 
ra sua guarda ou custodia. 
Ángelus custos: — de guar- 
da (fig.J; anjo da guarda, o 
valedor ou protector de al- 
guém nas suas pretensões. 
Alicujus patronus: — maio 
ou de tenieblas; anjo mau 
ou das trevas; diabo ou <}íq- 
monio. Diabolus, da;mon: — 
IKitxido ; apodo de que se 
usa para significar que al- 
guma pessoa tem mais ma- 
licia do que outi-os acredi- 
tam : — Malifiosus, versutus, 
callidus. Cantar como un 
¿mgel; cantar como um an- 
jo ou divinamente; exprime 
a doçura e destreza com que 
alguma pessoa canta. Did- 
citer cauere. Es un ángel; 



ANG- 

é um anjo; expressão fami- 
liar com que se pondera a 
aftabilidade e bom natural 
de alguma pessoa. Serve 
também para denotar a in- 
nocencia ou pureza de al- 
guém. Angelicam redolet in- 
dolem. Es un ángel ou como 
un ángel; é um anjo ou como 
um anjo; expressão familiar 
com- que se pondera a for- 
mosura, innocencia ou boa 
condição de alguma pessoa. 
Non homo, non ángelus illo 
pulchrior. 

Angelia. /. (mijth. greg.) An- 
gelia; nome da aurora. 

Angélica./. Angélica; planta 
perenne de ]3é e meio de al- 
tura, bastante ramosa, com 
folhas compostas de outras 
ovadas por sua margem ; as 
flores sào pequenas e nas- 
cera em forma de parasol 
ou umbella. Angélica sil- 
vestris: — Angélica; lição 
que se canta para a benção 
do cirio, que se faz no sab- 
bado santo, o qual se chama 
assim por começar com es- 
tas ])a-lavras: exultei jam 
angélica turba ecelortim. Le- 
ctio in ienedictione cerei can- 
tare sólita: — (med.) angéli- 
ca; belida purgante com- 
posta demaná clarificado em 
agua de chicori a e 1 ¡orrageus. 
Angélica potio vel aqua : — 
arcangelvca; planta aunual 
que se differeuca da angé- 
lica principalmente em que' 
a parte superior da sna fo- 
lha está dividida como os 
alhos. A raiz, (¡ue é acre, al- 
guma cousa amarga e aro- 
mática, costuma usar-se na 
medicina. Angélica, archan- 
gelica : — carlina; planta. V. 
Ajonjera. 

Angelical, ar?;. Angelical; o 
que pertence ou se parece 
com os anjos. Angelicus, a, 
7im. 

Angelicalmente, adv. mod. 
Angélicamente; com a do- 
çura ou innocencia de anjo. 

Angeliceas. /. 1)1. Angelicens; 
tribu de umbelliferas, tendo 
jíor tyjDo o genero angélica. 

Angeliceo, a. adj. (boi.J Ange- 
liceo; que se parece com a 
angélica. 

AngélicOjCA. adj. Angélico. 

Angélico, m. V. Angelito. 



ANG 155 

Angelito. ?«. dim. de Angel. 
Anjinho; chama-se assim ao 
menino de mui tenra idade, 
alludiudo á sua innocencia. 
Puellus innocens. 

Angelin. m. (bot.) Angelim; 
arvore do Brazil ou da ín- 
dia. 

Angelo, m. V. Angel. 

Angelón, m. augm.,àQ A.ngel: 
— de retablo; apodo que se 
dá ao que é desproporciona- 
damente gordo e bochechu- 
do. Obesitate turgens homo. 

Angelonazo. m. augm. de An- 
gelón. 

Akgelonia. /. (bot.) Angelo- 
nia; genero de escrophula- 
rias. 

Angelote, m. augm. de Angel. 
Estatua; figxu-a, representa- 
ção de anjo em grande. 
Grandior angeli figura: — 
(fig. e fam.J rapazinho, que 
está a cutrar na puberdade. 

Angeo. 7??. Lona; especie de te- 
cido gi-osseiro, sobre o qual 
se fazem obras de tapeça- 
ria, l'ela stupea, vel lineiim 
rude: — coberta do estofo; 
gi'ossa tela que recobre a 
materia com que o estofador 
estofa certos moveis. V. Ar- 
piillerct. 

Angianta,/. (bot.) Angiantha; 
genero de compostas gna- 
phaléa?. 

Angianteo, tea. adj. (bot.) An- 
giantheo; que se parece com 
uma angiantha. 

Anglectasia. /. (path.) Angie- 
ctasia; denominação genéri- 
ca das dilatações dos vasos 
e das do coração. 

Angiectasico. adj. (path.) An- 
giectasico; que tem relação 
com a angiectasia. 

Angina. /. (path.) Angina; 
doença da garganta. Angi- 
na, faucium inflammatio. 

Anginoso, sa. adj. Anginoso; 
que tem relação com a an 
gina. 

Angiocarpo. m. (bot.) Angio- 
carpo; fructo envolvido por 
apothecias fechadas: — an- 
giocorpios, ordem delichens. 

Angiografí A. /. Angiographia ; 
descripçào dos vasos do cor- 
po humano ou dos animaes. 

AngiogrÁfico, CA. adj. Angio- 
gi-aphico; que pertence á 
angiographia. 

Angiógrafo. m. (anat.) Angio- 



156 



ANU 



grapho; o que descreve os 
vasos do corpo. 

Angiohidrogeafia. /. Angioliy- 
drographia; descripção dos 
vasos lymphaticos. 

Angiohidrógrafo. m. Angioliy- 
drograplio; o que descreve 
os vasos lyinpliaticos. 

AngiohidrolÓgico, ca. adj. An- 
gioliydrologico i o que diz 
respeito á angiohydrologia. 

AngiohidrÓlogo. m. Angiohy- 
drologo; o que estuda os va- 
sos lymphaticos. 

ANGioniDROTOMÍA. /. Angiohy- 
drotoraia; anatomia dos va- 
sos lymphaticos. 

Angiohidrotómico, CA. adJ. An- 
giohydrotomico ; o que está 
em relação com a augiohy- 
di-otomia. 

Angioleucitis . /. Angeoleuci- 
tei inflammação dos vasos 
lymphaticos. 

Angiología. /. (anat.) Angio- 
logia', parte da anatomia 
que trata das veias, das ar- 
terias e dos vasos lympha- 
ticos. 

Angiológico, ca, adj. Angiolo- 
gico; que diz respeito á an- 
giología. 

Akgiopiria. /. (path.) Angio- 
py ria ; nome da febre inflam- 
matoria. 

Angiorídion. m. (bot.) Angio- 
ridiou; genero de cogumel- 
los. 

Angiorragia./. (patli.) ÃXí^ioY- 
1'hagia; fluxo de sangue por 
excesso de força. 

AngiorrÁgico, ca. adj. (pafli.) 
Angiorrhagico ; que tem re- 
lação com a angiorrhagia. 

Angiorrea. /. (path.) Angior- 
rhéa; fluxo de sangue por 
debilidade. 

Angioscopia./. (ancd.) Augios- 
copia; arte de examinar os 
vasos capillares por meio de 
um angioscopio. 

AngioscÓpico, ca. adj. (anat.) 
Angioscopico ; que tem rela- 
ção com a angioscopia. 

Angióscopo. m. (meã.) Angios- 
copio; microscopio para es- 
tudar e examinar os vasos 
capillares. 

Angiosis. m. (path.) Angiosis ; 
enfermidade que reside no 
systema vascular sanguí- 
neo: — familia nosologiea, 
que comprehende toda as 
enfermidades que tê em a 



ANO 

sua sede no systema vascu- 
lar sanguíneo. 

Angiospermia./. (hot.) Angios- 
permia; ordem de plantas 
cuja semente ou sementes 
estão cobertas por um perí- 
carjío dístíncto. 

Angiospermo, ma. adj. (bot. )An- 
giospermo; díz-sc dos grãos 
cobertos com um perícarpo 
dístíncto. 

Angiosporeas. /. 2^í- (bot.) Au- 
giosporeas ; divisão da famí- 
lia dos lícbens, cujos esporí- 
dios estão occultos. 

Ancíiospóreo, rea. adj. (bot.) 
Angiosporo; que tem giãos 
occultos. 

Angióstomo, ma. adj. (zool.) 
Angíostomo ; qualificação 
das conchas univalves, cuja 
abertura é mui estreita : — 
/. j)í- familia de mollnscos 
faracephaloforos siiAono- 
branchios, cuja concha tem 
uma abertura mui apertada. 

Angiotecas. /. ^j¿. (bot.) V. A}i- 
giocarpos. 

Angiotenia. /. (path.) Angio- 
tenia; febre inflammatoría. 

Angioténico, ca. adj. (med.) 
Angiotenico ; díz-s3 das fe- 
bres inflammatorías attri- 
buidas a uma irritação essen- 
cial do systema vascular 
sanguíneo. 

Angiotites. /. (pan.) Angío- 
tites; doença infiammatoría 
do systema vascular san- 
guíneo. 

Angiotomía. /. (a-iat.) Angio- 
tomia; dissecção dos vasos. 

Angites. /. Aiigite; nome ge- 
nérico da inflammação dos 
vasos. 

Angla. /. (mar. ant.) Promon- 
torio; cabo, ponta de terra 
mettida no mar. 

Anglesita./. (min.) Anglezita; 
sulphato de chumbo. 

Angleuria. /. (zool.) Angleu- 
ría; genero de insectos dí- 
¡jteros, cujo typo é a angleu- 
ria de antenas. 

Anglicano, na. adj. Anglicano; 
anglico, anglio ; natural de 
Inglaterra ou o que a ella 
pertence. Usa-se fallando da 
sua igreja e de outras cou- 
sas pertencentes á sua reli- 
gião. 

Anglicanismo. ?n."Anglicanís- 
mo; conjuncto de praticas e 
doutrinas religiosas aucto- 



ANG 

risadas como religião do es- 
tado pelas leis de Ingla- 
terra. 

Anglicismo, m. Anglicismo ; 
modo de fallar peculiar á 
língua íngleza: — por ex- 
tensão se ajjplica aos usos, 
costumes ou maneiras que 
distinguem os inglezes das 
mais nações. 

Anglo, gla. adj. Anglo. Seu 
uso mais commum é prece- 
dendo aoutrapalavra,d'onde 
resultam varias palavras 
compostas. V. Ingles. 

Anglo-americano, na. adj. An- 
glo-americano ; pertencente 
aos Estados Unidos do norte 
da America ou a seus mo- 
radores. Usa-se também co- 
mo substantivo. Anglo-ame- 
ricanus. 

Anglomanía. /, Anglomanía; 
mania de imitar os inglezes, 
enthusiasmo por tudo que 
pertence aos inglezes. 

Anglomanizak. a. Anglomaní- 
sar; imitar com aífectação 
as maneiras ínglezas. Usa-se 
também como recíproco. 

Anglomano, na. adj. Àngloma- 
no; o que ama com excesso 
o que é inglez. 

Angmarset. m. (zooZ.^ Angmar- 
sete; especie de arenque mui 
abundante nas costas da 
Groenlandia. 

Angófora. /. Angofora ; gene- 
ro de myrtaceos leptosper- 
mos da Nova Hollauda, que 
se cultiva como arbusto de 
ornato nas estufas da Eu- 
ropa. 

Angogo. m. (bot.) Angogo ; ve- 
getal que empregam os 
abyssínios como tenífugo. 

Angoja. /. (ant.) V. Congoja. 

Angojoso, sa. adj. (ant.) V. 
Congojoso ou Acongojado. 

Angolam. /. (bot.) V. Alanjio. 

Angon. 9?^.fw^^7.jAl^gon; instru- 
mento de guerra de mui re- 
motas epochas, especie de 
frecha. 

Angona, Angone. /. (med.) An- 
gona; especie de constricçâo 
suñbcante da larynge que se 
observa frequentemente nas 
mulheres histéricas : — pa- 
lavra usada por Rudolfo Vo- 
gel para designar a angina 
da garganta. 

Angor. m. (med.) Angor; pala- 
vra latina que expressa a 



ANG 

anciedade moral que ás ve- 
zes expeiñmenta um enfermo, 
acompanhada de frio na 
pelle. I 

Angoka. /. Angora; variedade 
de gatos, cabras e coelhos 
originarios de Angora na 
Anatólia. O pello d'estes ani- 
maes é comprido e macio co- 
mo a seda. 

Angorea. /. Polaina; pedaço 
de pelle ou chapéu com que 
os pastores e serranos envol- 
vem as pernas. 

Angos. m. (meã. ant.J Angos; 
palavra usada por Hippocra- 
tes como synonymo de ittero. 

Angostador, RA. adj. Aperta- 
dor; que aperta. 

Angostamente, adv. m. Estrei- 
tamente; com aperto e es- 
treiteza. 

Angostar, a. Apertar; estrei- 
tar. Angustare, arelare, 
stringere : ■ — ffig. ant.) V. 
Angustiar. 

Angostillo, lla. adj. dim. de 
Angosto. 

Angostísimo, ma. adj.sup.do An- 
gosto. Apertadíssimo ; estrei- 
tissimo. Angustissimus, ar- 
ctissimus. 

Angosto, ta. adj. Augusto; 
apertado, estreito, que tem 
pouca largura. Angustus, ar- 
atus : — f}?f/. ant. )V. Escaso: 
— (ant.J triste, angustiado, 
trabalhoso. 

Angostura, Angustez. /. An- 
gustura; apertura; aperto, 
estreiteza ou caminlio estrei- 
to. Angustia, locus arctvs, 
angustus : — (fig. ant.J an- 
gustia; fadiga. V. Angor. 

Angra. /. V. Ensenada. 

Angrec, Angreco. m. (hot.J An- 
greco; genero de plantas pa- 
rasitas, da familia das or- 
oln"deas e tribu das vandeas, 
que se criam nas arvores das 
il lias de Madagáscar. Uma de 
suas especies tem folhas aro- 
máticas, de cheiro parecido 
ao da bannillia o costuma 
cliamar-se vulgarmente Té 
de. la isla de Bourbon; chá 
da ilha de Bourbon. 

Angsaíja./. (hot.) Angsana; ar- 
vore dar, índias Orientaes 
que procli\7, uma, gomma de 
còr roxa, a qual se tem usa- 
do em medicina como ad- 
stringente. 

Angster. m. Angstcr; moeda 
21 



ANG- 

que está em uso em alguns 
cantões suissos. Quatro ang- 
steres fazem um kreutz. 

Anguaeina. /. Casaco; especie 
de gabão com mangas sem 
goUa, que se usa por cima 
de todo o fato, próprio dos 
lavradores. Ungarica vestis, 
chlamys ampla et soluta. 

Anguideo, dea. adj. (zool.J An- 
guideo ; parecido á cobra : 
— m. pi. anguideos; fami- 
lia de reptis que tem por 
typo o genero anguis. 

Anguiforme, adj. (zool.J An- 
guiforme; que tem a forma 
de cobra ou serpente. 

Anguila. /. (zool.J Anguilla 
ou enguia; peixe alguma 
cousa pai-ecido com a cobra, 
que cresce ás vezes até mais 
de uma vara de comprido ; o 
corpo é cylindi'ico e na 
parte inferior achatado; está 
todo cobert® de uma sub- 
stancia viscosa que o toma 
escorregadiço. Murcena an- 
guila: — (naut.J pi. traves 
compridas colíocadas com 
inclinação á borda do mar, 
para que por ellas resvale 
e entre na agua a embar- 
cação que a ella se deita. 
Gemitice trabes declives ad 
ripam, qitâ constructa; naves 
in aquam deducuntur: — de 
cabo ; nas galeras. V. Reben- 
que. 

Anguilada. /. Cambada ou 
porção de enguias : — V. An- 
guilàzo. 

Anguilado, a. adj. Parecido 
com a enguia. 

Anguilardo. m. (zool.) Angui- 
lardo ; especie de reptis bra- 
tracios do genero proteo. 

Anguilaria./. (bof.J V. Ardisia. 

Anguilazo. m. (mar.J Golpe 
dado com pelle de enguia 
ou com látego; especie de 
castigo que se applicava aos 
marinheiros. 

Anguilero, adj. Diz-se do ces- 
t(j que serve para levar en- 
guias. Angiiillarnm vectacu- 
lum: — viveiro de enguias; 
logar onde se conservam. 

Anguiliforme , Anguilóideo. 
adj. (zool.) Parecido com a 
enguia : — adj. pi. nome da 
quarta ordem dos peixes ma- 
lacopterigios no systema de 
Cuvier, correspondente ao 
genero murena de Linneu, e 



ANG 



157 



que comprehende os peixes 
desprovidos de barbatanas 
ventraes, e as mais das vezes 
peitoraes, de forma alonga- 
gada, pelle viscosa com es- 
camas ou sem ellas. 

Anguilita. /. dim. de Anguila. 
Pequena enguia. 

ANGuiLoroEs. adj. (zool.) Que 
tem a forma de uma enguia. 

Anguílula. /. (zool.J Anguilu- 
la; genero de gvxsanos nama- 
toideos parecido^ aos asca- 
ridios e aos oxiuros, que têem 
como elles um tegumento re- 
sistente e elástico. Os mais 
conhecidos d'estes insectos 
são CS que se desenvol- 
vem no vinagi-e, na massa 
e no trigo. Esta ultima 
especie distingue-se pela fa- 
cilidade que têem os indi- 
viduos de dissecar-se sem 
perder a existencia e passar 
alternativamente do estado 
de vida ao de uma dissecação 
completa e de uma morte 
apparente. 

Angudía./. (bot.J Anguina; ge- 
nero trichosante das cucur- 
bitáceas : — (alveit.J veia das 
verilhas. Vena inguinalis. 

Anguino, Anguinóideo, dea. 
adj. (zool.J Similhante á co- 
bra: — pi. familia dos re- 
ptis, que tem por typo o ge- 
nero cobra. 

Anguípedes. adj. (myt.J An- 
guipedes, titans; epiteto dos 
gigantes que quizeram des- 
thronar Júpiter. 

Anguis. m. (zool.J Anguis; ge- 
nero principal da familia 
das cobras, cujas especies 
são innocentes e timidas, es- 
camosas, apodes i>u de pés 
mui curtos. 

Anguive. m. (bot.J Arvore de 
Madagáscar, cujo fructo é, 
diz-se, mui agradável e refri- 
gerante. ' 

Anguivíperas./.^Z. (zool.J Kn- 
guiviperas; familia de víbo- 
ras venenosas, que tem o 
corpo parecido com o das en- 
guias. 

Anguja. /. (germ.J V. Congoja. 

Angulado, da. adj. V. Angu- 
loso. 

Angular, adj. Angular; o que 
pertence ao angulo, ou tem 
sua figura. Angularis, e: — 
angular ; diz-se da pedra 
fundamental que faz o an- 



158 



ANG 



guio do edificio. Lcqñs angti- 
laris: — fanaf.) angular; 
applica-se aos dentes que 
correspondem ao angulo dos 
labios, e ás apophyses que 
correspondem aos olhos. An- 
gular del omoplata ; musculo 
alongado que se estende des- 
de o angulo do omoplata 
;is apophyses transversaes 
das primeiras vertebras do 
pescoço: — (bot.) angular; 
diz-se do acúleo, situado no 
angulo de urna haste. 

Angulario. m. Angulario; in- 
strumento de medir ángulos. 

Angulaemente. adv. m. An- 
gularmente; em angulo ou 
forma de angulo. Angiüatim. 

Angulema./. Angulema; pan- 
no de cânhamo ou estopa, 
que se chama assim, por se 
ter trazido ao ¡principio de 
Angouleme, cidade de Fran- 
ca. Tela ex cannabo contexfa, 
ab Ingulismaprimum adata. 

Angulícla. adj. Angulicolla; 
que tem o pescoço anguloso. 

Angulífero, ka. adj. Angiilo- 
so; qixe tem ou apresenta 
ángulos. 

Angulillo. m. Angulosinho; 
pequeno angulo. 

Angulinerveo, vea. adj. (bot.) 
Angulinerveo ; applica-se ás 
plantas em que as folhas 
ajjresentam nervuras angu- 
losas. 

Angulirostro, tra. adj. (zool.) 
Angulii'ostro ; diz-se dos 
pássaros de bico anguloso : — 
familia da ordem dos pas 
, saros. 

Angulo, m. (math.) Angulo; 
inclinação de duas linhas que 
concorrem ao mesmo pon- 
to:— agudo ; agudo, o menor 
ou mais fechado que o recto : 

— curvilíneo ; curvilíneo que 
se forma de linhas curvas. 
Angulns cíirvaius , citrvus : 

— entrante; aquelle cujo 
vértice olha para dentro. 
Angulus recedens : — m ixti- 
llneo ou mixto; mixtilineo; 
que se forma de uma linha 
recta e outra curva. Angulus 
mixtus, recta et curva linea 
constans: — muerto (fort.J 
V. Angulo entrante: — obli- 
quo; obliquo; o maior ou 
inenor que o recto. Anguhis 
ohliqims : — obtuso ; obtuso ; 
o maior ou mais aberto que 



ANG 

o recto: — plano; plano; a 
concorrência de dois planos 
n'uma linha. Angulus lila- 
■nus : — recfilineo ; rectilíneo ; 
que é formado por duas li- 
nhas rectas. Angidus rectili- 
neus: — recto; recto; aquelle 
cujas linhas caem perpendi- 
cularmente uma sobre a ou- 
tra. Angidus rectus: — solido ; 
solido o que é feito por mais 
de dois ângulos planos que 
não estão na mesma super- 
ficie plana e concorrem em 
um mesmo ponto. Angnlns 
solidus : — dei ojo (anat.J ; do 
olho; o ponto aonde se unem 
as pálpebras formando o an- 
gulo. Angulus ocidi, locus ubi 
junguntur palpebrce et an- 
gulum efforinant. 

Anguloa. /. (bot.) Anguloa; 

genero de plantas orchideas 

da tribu das vandeas, que 

comprehende alguns parasi- 

, tas do Perú. 

Angulo-braquial. m. fanat. e 
zool.) Angulo brachial; um 
dos músculos da larva da sa- 
lamandra. 

Anguloso, sa. adj. Anguloso; 
que tem ângulos ou é esqui- 
nado. Angidosus, a, um. 

A^GvSo. f~(germ.) V. Amhicion. 

Anguria. /. (bot.) Anguria; 
planta. 

Angurria. /. (ant.) V. Sandia. 

Angústia. /. Angustia; aftlic- 
ção, agonia. A7igor, oris. — 
(pathol.) angustia; ajDcrto na 
região epigástrica. 

Angustiadamente, adv. Angus- 
tiadamente; com afflicção, 
tristeza, angustia. 

Angustiado, da. adj. (fig.) Aper- 
tado; miserável, apoucado. 
Acarus, a, iim: — (germ.) 
preso, forçado. 

Angustiador, ra. adj. Que an- 
gustia. 

Angustiamiento. m. (ant.) V. 
Angustia. 

Angustiar, a. Angustiar; cau- 
sar angustia, afíligir, ator- 
mentar. Angerc, affligere : — 
n. (ant.) padecer angustia, 
magua. Timere, anxietatem 
j)ati. 

Angustícola. adj. (zool.) An- 
gusticolla; applica-se aos 
insectos que tcem o cossolete 
estreito. 

Angustidentado, da. adj. (zool.) 
Angustidentado; diz-se dos 



ANG 

animaes que têem os dentes 
estreitos. 

Angustifoliado, da. adj. (bot.) 
Angustifoliado ; qualificação 
das plantas cujas folhas são 
mui estreitas, e mais ou 
menos lineares. 

Angustimano, na. adj. (zool.) 
Angustimano ; que tem mãos 
estreitas. 

Angustiosamente, adv. m. (ant.) 
V. Angustiadamente. 

Angustioso, sa. adj. (ant.) An- 
gustioso; que está cheio de 
angustia. Usa-se também 
para o que padece. Anxius, 
a, um. 

Angustipennado ou Angusti- 
penne. adj. (zool.) Angusti- 
penne; applica-se ao insecto 
de azas estreitas : — s. pi. 
familia de insectos coleópte- 
ros sub-ordem dos hetero- 
nieros composta de seis gé- 
neros que se distinguem en- 
tre si pela sutura dos élitros 
e forma das antenas. 

Angustiremo, ma. adj. (zool.) 
Angustiremo ; diz-se dos ani- 
maes que têem as patas em 
forma de remos estreitos. 

Angustirostro, tra. adj. (zool.) 
Angustirostro; diz-se das 
aves de bico delgado. 

Angustisépteo, tea. adj. (bot.) 
Angustisepteo ; qualificação 
das plantas cujos fructos es- 
tão encerrados n'uma capa 
mui estreita. 

Angustisilicuo, cua. adj. (bot.) 
Angustisiliquo ; applica-se 
ás plantas que produzem 
fructos estreitos e compridos 
proporcionalmente. 

Angusto. adj. (ant.) V. Angosto. 

Angustura. /. (bot.) Angustu- 
ra; arvore da America cuja 
casca é febrífuga, i^elo que 
com ella se tentou substituiv 
a quina; administra-sc era 
pó, em infusão ou em- cozi- 
mento. Ha uma angustura 
falsa que é venenosa, porque 
contém o alcali vegetal cha- 
mado Briicina. 

Anhaltia. /. (bot.) Anhaltía; 
especie de plantas do genero 
quetospora. 

Anhelación. /. (ant.) V. Respi- 
ración ou Alie.ito: — anhéli- 
to; difíiculdade na respira- 
ção ; bafo, hálito, alento cur- 
to e frequente. 

Anhelante, jj. a. de Anhelar, 



ANH 

Anhelante; que anhela.^l/í/^e- 
lans, antis. 

Anhelar, n. Anhelar; respirar 
com difficuldade. Anhelare: 
ter desejo de alguma cousa. 
Usa-se também como verbo 
activo, c diz-se anhelar em- 
Xileos, honras, dic/nklades; 
anhelar empregos, honras 
e dignidades. Anihiit. 

Anhélito, m. Anhélito; resj^i- 
ração difficil. 

Anhelo, m. Anhelo; desejo 
ancioso, ardente, vehemente. 
Anxietas, nimia solicitudo. 

Anheloso, sa. adj. Ancioso, 
desejoso; que deseja com 
anhelo ou anciã: — que tem 
difficuldade em respirar. 
Anhelus, a, um. 

Anhidrico, ca. adj. (chim.) V. 
Anh idro. 

Anhidrita. /. (geol.) Anhydri- 
te (que carece de agua), nome 
de urna especie de roclia cuja 
/ base é o sulphato de cal. 

Anhidro, ra. adj. (chim.) Anhy- 
dro; applica-se aos corpos 
em cuja composição não ha 
agua. 

Anhidroemia. /. (path.) Anhy- 
droemia (sangue sem agua) 
diminuição da parte serosa 
no sanguo. 

Anhidrosxa , Anhidkosis. /• 
(path. ant.) Anhydrosia; di- 
minuição ou falta completa 
de suor. 

AnHIDRO-SULPH ATADO, DA. adj. 

(min.) Anhydro-sulphata- 
do ; qualificação de uma ba- 
se, que se acha no estado 
de sulphato sem conter agua 
de crj'stallisacao. 

Anhinga. /. (zool.) Auhjaiga; 
genero de aves palmipedcs 
que frequentam as aguas 
doces do Brazil. Tem o bico 
direito, delgado, fendido e 
agudo, a cabeça ¡pequena, 
pescoço comprido e delgado, 
tarsos cuítos, mas robustos, 
e azas alongadas. Alimen- 
tani-se de peixes e são excel- 
lentes nadadoras. 

ANmsTo, A. adj. (bof) Anhisto 
(sem tecido); diz-se de certos 
órgãos vegetaes em que se 
não observa, nem com os me- 
lhores microscopios, a estru- 
ctura cellular. 

Anhomoméreo, rea. adj. (zool.) 
Anhomomcreo (sem partes 
similliantcs): qualificação dos 



ANI 

animaes que têem o corpo 
formado de articulações, 
que em nada se assimilham. 

Anhokca. /. (bot.) V. Brionia. 

Anhuiba. /. (bot.) Kaiz do sas- 
safraz. 

Ani. (zool.) Ani; genero de 
aves trepadoras do novo 
mundo. 

Ania. /. (bot.) Ania; genero de 
plantas orchideas epideu- 
dreas da índia. 

Aniaga. /. (prov.) Salario que 
cada anuo se paga ao lavra- 
dor. Annualis arantis agrum 
mercês. 

Aniara. /. (zool.) Auiara; ge- 
nero de coleópteros. 

Aniba. /. (bot.) Aniba ; genero 
de plantas, considerado pe- 
los botânicos como uma es- 
pecie indeterminada do ge- 
nero laurel; tem folhas op- 
postas ou Aerticilladas, flo- 
res pequenas em racimo, c 
madeira aromática chamada 
no paiz madeira de cedro. 

A^iicÈTOíi.jn.fpharin.) Aniceto; 
especie de emplasto. 

Anidar, n. Anidar ou aninhar; 
fazerem as aves ninho ou vi- 
verem n'elle. Nidificare, ni- 
dulari: — fig. morar, habi- 
tar. Habitare, morari: — 
(fig.) abrigai-, acolher. An- 
dar anidando (fig. efani.); 
diz-se das mulheres prenhes 
quando estão próximas ao 
parto. Fartai propriorem 
esse. 

Anídeo. m. (zool.) Amorpho 
(sem forma); genero de 
monstros unitarios omphalo- 
sitos, sem forma especifica. 

Anidio. (bot.) synon. de Bifara. 

Anidrosia ou Anidrosis. /, 
(med. ant.) V. Anhidrosia. 

Anieblar, a. V. Anublar: — r. 
anuviar-se, cobrir-se o céu 
de nuvens. 

Aniello. a. (ant.) V. Anillo : 
— V. Vincido. 

Aniera. /. (zool.) Aniera; ge- 
nero de coleópteros taxicor- 
neos. 

Anigozanto. 'm. (bot.) Anigo- 
santho ; genero de hemoi'oda- 
ceos. 

Anihilar. a. (ant.) V. Aniqui- 
lar. 

Anihilatorio, ria. adj. (ant.) 
V. Aniquilatorio. 

AnilÁmida. /. (chim.) Anilami- 
da; substancia crystallisa- 



ANI 159 

da, amarella, brilhante, que 
se obtem pela combinação 
do ammoniaco com o cther 
metolindigotico. 

Anilina. /. (chim) Anilina; 
substancia liquida mesmo a 
vinte graus abaixo de zero, 
incolor, cheiro vinoso agra- 
dável, de sabor ardente, 
pouco solúvel na agua, que 
se obtem pela combinação 
do Índigo com um excesso 
de potassa. 

Anilocra. /. (zool.) Anilocra; 
genero de crustáceos hiso- 
podos cimotoadios que com- 
Ijrehendc tres especies, uma 
das quaes se encontra nos 
mares das ilhas de Ibiza, e 
as outras se criam no Medi- 
terrâneo e nas aguas do Cabo 
da Boa Esj^erauça. 

Anilurea. /. (chim..) Substan- 
cia crystallina que se obtem 
pela conil)inação da agua 
com o chloruretú de ciano- 
genio gazoso. 

Anilla./. V. ¡Sortija. 

Anillada. /. Porção de auni- 
Ihos. 

Anillado, da. adj.Y. Anuloso. 

Anillar, a. Anilhaçar; i)ren- 
der com annilhos. AnnuUis 
instruere. 

Anillazo. m. Golpe dado com 
annilho. 

Anillejo, te. m. dim. de Anillo. 

Anillico, to. m. dim. de Anillo. 

Anillo, m. Annilho ; circulo de 
imia materia dura que serve 
para prender qualquer cou- 
sa: — annel, circulo de me- 
tal ou de outra materia que 
se traz por adorno nos de- 
dos: — V. Collarino: — as- 
tronómico; circulo de metal 
gTaduado que mostra com 
sua alidade a altura dos as- 
tros e serve para medir as 
linhas accessiveis ou iiiac- 
cessiveis da terra. Anmdus 
astronomicus: — fZeZ pesca- 
dor ; annel com que o papa 

• sella os breves. Annulus pis- 
catoris: — pi. grilhos:- — pi. 
(taur.) annilhos; linhas cir- 
culares que têem os touros 
na parte inferior dos cor- 
nos, junto a raiz, que indi- 
cam a sua idade: — (zool.) 
nos insectos e outros ani- 
maes, as partes em que têem 
o corpo dividido e que re- 
presentam aunéis. Segmca- 



160 



ANI 



tum annulus. Anillo en dedo 
honra sinprovecho (rif.) ; que 
adverte não se dever empre- 
gar o dinheiro em cousas 
que só servem de pui-o faus- 
to ou vaidade. Vani honores 
redditibus vacui. Cuando te 
dieren el anillo pon el de- 
dillo; quando te derem o 
porquinho, acode com o bra- 
cinho; rif. que adverte que 
se não deve deixar passar 
a occasião favorável. Pre- 
menda occasio. Qncefugiunt, 
celeri carpito poma inanu. 
Si se perdieron los anillos, 
aqui (jueãaron los dedillos; 
vão-sc os anneis fiquem os 
dedos; rif. (jue adverte que 
não se deve sentir muito a 
perda do accessorio quando 
se salva o principal. Dmn 
salvai fortunoi sint, ccetera 
non doleas. Venir como anil- 
lo al dedo; fam. com que se 
significa que uma cousa se 
disse ou fez a proposito. 
, Opportunefactumveldictum. 

Anima. /. V. Alma. Diz-se mais 
commummente das almas 
do purgatorio : — (artilh.) a 
alma da j^eça. Tornienti hel- 
lici 2>círs concava, interior: 
— pi. toque de sinos que a 
certa hora da noite se faz 
nas igrejas avisando os fieis 
para que peçam a Deus pe- 
las almas do purgatorio, e 
diz-se : á las ánimas me 
volvi á casa; ao toque das 
almas vim para casa. Cam- 
panarum pulsatio nocturna 
ad preces pro defunctis fun- 
denda. Descargar el áni- 
ma de alguno; cumprir os 
encargos ou obrigações que 
alguém deixou em testamen- 
to. Testatoris mandata exe- 
qui, explere voluntatem : — 
Jurar en sua ánima, ó en 
ánima de otro (fr.for.J; ju- 
rar pela sua alma cu con- 
sciência. Persanctè, exani- 
mi senteiitia jurare: — Un 
ttnima sola id canta ni llo- 
ra ; um homem nenhum lio- 
mem; rif. que quer dizer, 
que sem ajuda dos outros 
nenhuma cousa se pode fa- 
zer aproveitável. Vw soli! 
Unus vir, mdlus vir. 

Animabilidad. /. Animabilida- 
de; qualidade do animavel. 

Animable. adj. Animavel ; sus- 



ANI 

ceptivel de ser animado ou 
receber vida. 

Animación./. Animação; acção 
de animar ou de entrar a al- 
ma, no corpo. Animatio : — 
viveza, expressão de aíFecto. 

Animadamente, adv. Animada- 
mente ; com animação. 

Animado, da. adj. Animado; 
que tem alma^ vivente, cheio 
de confiança: — (braz.) diz- 
se dos olhos e cabeça do 
cavallo representado no acto 
de accommetter : — (phamn.) 
a combinação de uns medi- 
camentos com outros mais 
activos, com o fim de au- 
gmentar sua energia. 

Animador, ra. adj. Animador; 
que anima. Animafor, oris. 

Animadversión. /. Animadver- 
são; nota critica, reiirehen- 
são, advertencia severa. Ani- 
madversio, onis. 

Animadvertencia. /. (ant.) Ad- 
vertencia severa, aviso, re- 
prehensão. 

Animal, m. Animal ; corpo que 
tem sentido e movimento. 
Animal : — applica-se com- 
mummente ao irracional. 
Bestia, pecíis: — o homem 
incapaz ou estujiido. Valde 
ignar7is, stupidtis: — adj. 
que pertence ao corpo ani- 
mado e sensível. Animalis, c. 

Animalada. /. (fig. ç,fam.) Bes- 
tialidade; dito ou feito de 
um homem excessivamente 
grosseiro ou ignorante. 

Anim ALADO. adj. V. Abestiado. 

Animalazo, m. augm. de Ani- 
mal. Animalaço, grande ani- 
mal : — animalaço ; o que é 
summamente estupido. Pce,- 
ne stipes, plumòcus, rudis. 

Animalculismo. m. (physiol.) 
Auimalculismo; sj^stema 
physiologico fundado na hy- 
pothese de que só os ani- 
málculos spermaticos pro- 
duzem o embiyão animal. 

Animalculista. adj. (physiol.) 
Animaleulista ; partidario 
do sysícma do animalculis- 
mo. 

Animálculo, m. (zool.) Animal- 
culo; nome que se dá áquel- 
les animaes que por sua pe- 
quenez não são perceptíveis 
senão usando de microsco- 
pio. Aniviálculns homoje- 
neos; animálculos homogé- 
neos; aquellos cujo corpo 



ANI 

gelatinoso e contráctil pa- 
rece não ter boca nem ór- 
gãos exteriores. Animcãcu- 
los retiferos; animálculos 
que têem uma organisação 
exterior mui complicada. 

Animalejo. m. Animalejo ; ani- 
mal muito pequeno. 

Animalia. /. (ant.) Auimalia. 
V. Anivial: — pi. (ant.) exe- 
quias; sufí"ragios: — (fig.) 
bestialidade; toleima, acção 
de uma pessoa estupida. 

Animalico, llo, to. m. dim. de 
Animal. Animalzinlio. 

Animalidad. /. Animalidade; 
estado do animal, qualidade 
constitutiva do seu ser ani- 
mado e sensitivo, conjuncto 
dos caracteres e proprieda- 
des animaes. 

Animalífero, ra. adj. Que con- 
tém animaes. 

Animalizarle, adj. (phys.) Ani- 
malisavel; ¿usceptivel de 
animalisação ou de ser ani- 
malisado. 

Animalizacion. /. (phys.) Ani- 
malisação; acção e eííeito 
de aniinalisar ou animali- 
sar-se. 

Animalizar, a. (fig) Animali- 
sar, embrutecer, reduzir á 
condição de animal. Usa-se 
também como reciproco: — 
(phys.) aniraalisar, conver- 
ter ou transformar os ali- 
mentos, com especialidade 
os vegetaes, cm substancia 
animal ou que tenha as ¡iro- 
jn-iedades d'ella. Usa-se tam- 
bém como reciproco. 

Animalon. m. augm. de Ani- 
mal. Animalâo; grande ani- 
mal. 

Animalucho, m. Animalucho; 
animal de figura de que se 
ignora o nome. Deforme 
animal. 

Animante, p. a. (ant.) de Ani- 
mar. Animante; o que ani- 
ma: — s. (ant.)Y. Viviente. 

Animar, a. Animar; infundir 
a alma. Animare: — dar ani- 
mo ou valor. Usa-se também 
como reciproco |por cobrar 
animo ou esforço. Animum 
addere, reddere : — animar ; 
diz-se tias cousas inanima- 
das, naturaes e artificiaes a 
que a natureza ou a arte in- 
funde vigor, e de certa ma- 
neira vida e espirito. Vivifi- 
care, vitam vigoremque dare. 



ANI 

Animatohío, kia. adj. Anima- 
dor; que serve ou é útil para 
, animar. 

Anime. m. Anime; resina me- 
dianamente dura, de côr 
amarella citrina e transpa- 
rente, que transsuda de uma 
arvore da America, alguma 
cousa similhante á alfarro- 
beira. Resina anime: — co- 
pal ou oriental; copal ou 
oriental ; resina mui dura e 
transijarente de côr de to- 
pasio claro, que transsuda 
de uma jjlanta, especie de 
sumagre. Emprega-se como 
o âmbar para augmentar a 
dureza e biillio dos verni- 
zes. Resina anime copalis 
seu orientaUs. 

Anímelas. /. pi. (meã.) Paró- 
tidas; nome dado jdcIos au- 
ctores ás glândulas saliva- 
res collocadas abaixo das 
orelhas ao comprido da ma- 
xillar inferior. 

Animero. m. Andador das al- 
mas; o que pede esmola para 
suíFragio das almas do pur- 
gatorio. Elecmnsynarum col- 
lector ad defimctorum re- 
(Juievi ohtinendam. 

Animidad. /. (ant.) V. Animo- 
sidad. 

Animina. /. (chim.) Animina; 
base salificavel que existe 
no oleo animal. 

Animismo, m. (med.) Animismo ; 
systema medico-physiologi- 
co, que cxjilica os plieno- 
menos vitaes e as enfermi- 
dades, fazendo intervir nos 
corpos orgânicos, considera- 
dos inertes, a alma como 
principio de acçào e causa 
]n'imaria. 

Animista, m. ('mecí.j Animista ; 
o que attribue á alma todos 
os ])henomenos da vida ani- 
mal. 

Animita. /. (::ool. p. Cuba) 
Pyrilampo; insefcto phosjilio- 
, rico, vagaluuie. 

Animo. m. Animo; alma ou es- 
pirito emquanto é principio 
das operações racionaes.J.rt¿- 
mns, i: — animo, valor ou 
esforço. Virins animi: — ani- 
mo; intenção, vontade. Con- 
silium , j)ropositum : — ani- 
mo ; attenção ou pensamento. 
Mens cura. Animo! ou hncn, 
ánimo ! Animo ! coragem ! 
interj. de que se usa para 



ANI 

alentar ou esforçar a al- 
guém. Macte, eia : — a las 
gachas ; vamos ! coragem ! 
fam. ; com que se alenta al- 
guém para a execução de 
alguma cousa difficil ou 
trabalhosa. Euge, macte 
animo. Aflojar e animo 
(ant.) ; recrear o animo, alli- 
via-lo. Caer ou caerse de 
animo (fam.); perder o 
animo, desconsolar-se, per- 
der a esperança de sair de 
algum perigo. Animo defice- 
re. Cobrar ánimo, valor e 
espirito, etc. ; cobrar animo, 
aleiíto, valor, etc. Animimi, 
vires capere, exigere. Di- 
latar el ¿mimo ; tomar ani- 
mo, ter esjDcrança, sentir 
consolação ou desafogo por 
meio da conformidade ou es- 
perança. Animum levare, re- 
creare. Estrecharse de ani- 
mo; acobardar-se, faltar o 
animo. Animum deprimerc. 
Hacer ou tener animo ; deli- 
berar-se a alguma cousa, re- 
solver-se a ella ou ter inten- 
ção de a fazer. In animo ha- 
bere, deliberare. 

Animosamente, adv. m. Animo- 
samente; com animo. Ani- 
móse. 

Animosidad. /. Animosidade; 
valor, ousadia, esforço. Ani- 
mositas , audacia : — odio , 
rancor, desejo de vingança, 
insolencia. 

Animosíssimo, ma. adj. snip. 
de Animoso. Animosissimo. 
Fo r¿ ¿ssimus, st renuissim us. 

Animoso, sa. adj. Animoso ; va- 
lente, valoroso, esforçado. 
Animosus, plenus robore, 
imperterritus. 

Aniñadamente, adv. rn. Pueril- 
mente; como menino. Pueri- 
liter. 

Aniñado, da. adj. Ameninado; 
que tem asi^ecto ou proprie- 
dade de menino. 

Aniñarse r. Fazer-se creança, 
portai'-se como tal ou que- 
re-lü parecer. Repuerascere. 

Aniquia. /. (bot.) Anychia; ge- 
nero da familia das parony- 
chias caryophylladas. 

Aniquiladle, adj. Qufi facil- 
mente se pode aniquilar ou 
«lestruir. Destrvctilis, des- 
tractibilis. 

Aniquilación./. Aniquilação; 
acção e effeito de destruir, 



ANI 



161 



aniquilar. Destractio, in ni- 
hilum reducfio. 

Aniquilador, ra. s. Aniquila- 
dor; o que aniquila. Destru- 
ctor, oris. 

Aniquilamiento, m. Aniquila- 
mento. V. Aniquilación. 

Aniquilar, a. Aniquilar; redu- 
zir ao nada, destruir- de todo 
alguma cousa. Ad nihilum 
redigere: — (fig-) aniquilar 
destruir ou arruinar inteira- 
mente. Usa-se também como 
reciproco. Destruere, fu7i- 
ditus cvertere: — r. (fig.) 
aniquilar-se, deteriorar-se 
muito alguma cousa, como 
a saude, a fazenda. Deterio- 
rem fieri: — (fig-) abater-se, 
humilhar-se , e reputar-se 
em pouco. Demisse de seipso 
sentiré, pro nihilo reputari. 

Aniquilatokio, ría. adj. Que é 
capaz de aniquilar. 

Anís. m. Anís; planta annual 
de um pé de altura, folhas 
redondas e fendidas; as flo- 
res sao pequenas, nascem 
com a figura de umbella; 
a semente é miuda e de sa- 
bor agradável. Pimpinela 
anisum: — anís ; a semente da 
planta do mesmo nome: — 
de la China ou anís estrella- 
do de las Indias; anís daChi- 
na ou anís estrellado das 
Indias; arbusto. Y. Badia- 
na. Ahí es un grano de anís 
(fam.). V. Grano. Llegar á 
los anises (fam.); chegar só 
á sobremesa, chegar tarde a 
algum convite ou funcção, e 
isto i^or que os anises cos- 
tumam servir ¡jara o fim do 
jantar. iSeriüs advenire. 

Axisacanta. /. (bot.) Anisa- 
canta; genero de chenopo- 
deas. 

Anisacto. m. (bot.) Anisacto; 
especie de umbelliferas. 

Anisado, da. adj. Anisado; 
composto ou jn-eparado coin 
anís, ou que sabe a elle. 

Anisanto. m. (bot.) Anisantlio 
(flor desigual); nome dado 
ás plantas que têcm perigo- 
nos de difterentes formas. 

Anisar, m. Terra semeada de 
anís: — a. anisar; preparar 
com anís algum licor, reco- 
brir com uma porção de 
anís. 

Anisaktria. /. (zool.) Anisar- 
tria (cíe artículos desiguaes); 



162 



ANI 



genero de insectos coleópte- 
ros pentameros da familia 
dos insectos phagidos, que 
tem por typo o desmertes 
negro. 

AnisÁtron. m. (zool.) Anisa- 
thron; genero de coleópteros 
longicorneos. 

Anisete, m. Anisetta; licor 
composto de aguardente, as- 
sucar e anís. 

Aniseya./. (bot.) Aniceya (des- 
igual); genero de jjlantas 
convolvuláceas da Asia c da 
America tropicaes, que teem 
folhas alternas e flores bran- 
cas. Cultivam-seem algumas 
estufas na Europa. 

Anisillo. m. dim. de Anís. 

Anisobrio, ría. adj. (bot.) Ani- 
sobrio (vegetação desigual); 
qualificação proposta por 
Cassini para designar as 
plantas monocotyledoneas. 

Anisocéfalo,la. aííy.f/joí.J Ani- 
socephalo (cabeça desigual) ; 
applica-se ás plantas cujas 
flores formam capítulos des- 
iguaes. 

Anisócera. /. (zool.) Anisoce- 
ra (de anteimas desiguaes); 
genero de coleópteros pen- 
tameros da familia dos ma- 
lacodermos fundado em uma 
só especie, que se cria no 
Cabo da Boa Esperança. 

Anisócero m. (zool.) Aniso- 
cero ; genero de coleópteros. 

Anisociclo. m. (ant. milit.) Ani- 
socyclo; machina espiral de 
guerra da milicia bysautina 
para lançar flexas. 

Anisocrépida. /. (zool.) Aniso- 
crepida; genero de insectos 
coleópteros heteromcros, da 
familia dos taxicornios. 

AnisodÁctilo, la. adj. (zool.) 
Anisodactylo; diz-se das aves 
que têem dedos desiguaes 
em comprimento. 

Akisode. m. (bot.) Anisode; ge- 
nero de solaneas hyoscia- 
meas. 

Anisóderas. /. 2^1- (bot.) Aniso- 
der as; secção do_generobark- 
hausia. 

Anisódero. m. (zool.) Anisode- 
ro ; genero de insectos coleó- 
pteros. 

Anisófilo, la. adj. (bot.) Ani- 
sophyllo; que tem folhas de 
desigual grandeza. 

Anisofisa. /. (zool.) Anisophi- 
sa; genero de dípteros. 



ANN 

Anisogonion. m. (bot.) Aniso- 
gonion; genero de fetos. 

Anisolemo. m. (zool.) Anisole- 
mo-, genero de annelidos sa- 
bularios. 

Anisómela./. (bot.) Anisomela*, 
genero de labiadas. 

Anisometrico, ca. adj. (min.) 
Anisometrico; diz-se do sys- 
tema de crystallisação que 
oíferece tres eixos desiguaes. 

Anisonix. m. (zool.) Anysonix; 
genero de coleoj^teros. 

Anisope. m. (zool.) Anisope; 
genero de coleópteros. 

Anisóquila./. (bot.) Anisochila ; 
genero de labiadas oxymoi- 
des. 

Anisóquiro.?». fzooZ.J Anisochi- 
ro; genero de coleópteros. 

Anisósteno. m. (pathol.) Ani- 
sosthena; que nao tem uma 
força igual. Refere-se á con- 
tractilidade muscular. 

Anisósticta. /. (zool.) Anisos- 
ticta; genero de coleópteros. 

Anisótomo. m. (zool.) Anisoto- 
mo; genero de coleópteros. 

AnistiÓforo, ra. adj. (zool.) 
Anistiophero ; diz-se dos mor- 
cegos que não apresentam 
appendice algum sobre o na- 
riz. 

Aniversario, ría. acZ/. Anniver- 
sario;annual.J.?i?iíyeráa}'Wís, 
a, um: — ?)i. anniversario; 
suffragio por um defunto no 
dia em que se comi^leta o an- 
uo de seu fallecimento: — 
anniversario; dia em que faz 
annos que succedeu alguma 
cousa notável. 

Anjelote. m. Squatina, anjo 
do mar, peixe; especie de 
lixa que cresce até seis pés 
de comjorido. E chato e tem 
algumas espinhas na cabeça 
e no ventre ; e as barbatanas 
do peito, que são mui largas 
assim como a do ventre, que 
está dividida em duas, as- 
similham-se a azas. Squa- 
lus squatina. 

Anjovino, na. adj. (geogr.) Que 
pertence a Anjou ou a seus 
habitantes. 

Annado. s. V. Entenado. 

Annal. adj. V. Añal. 

Annamíta. adj. (geogr.) Anna- 
mitano; que nasceu em An- 
nam, que habita ii'este no- 
tável ¡Daiz. 

Anna-perenna. /. (myth. rom.) 
Auna-perenua; simples al- 



ANO 

dea deificada pelo reconhe- 
cimento do povo romano. 

Annata ou Anata./. Annata; 
renda annual de um benefi- 
cio ou somma estipulada que 
se paga por elle. 

Anno. m. V. Arto. 

Annoyo. m . V. Añojo. 

Annoso. m. V. Añoso. 

Annuteba. /. (ant.) Arauto; 
official publico encarregado 
de notificar urna declaração 
de guerra, etc. 

Ano. m. (cir.) Anus ; parte do 
corpo dos animaes por onde 
sáe o excremento. 

Anoche, adv. n. A noite passa- 
da, vütima noite, hontem á 
noite. Hesterna nocte. 

Anochecer. 7i. Anoitecer; fa- 
zer-se noite. Noctescere, no- 
ctem adventar em: — chegar 
a algum logar quando vem 
a noite. Imminente jam 
nocte aliqub devenir e : — 
r. (poes.) escurecer-se. Te- 
nebris circumfundi. Anoche- 
cer y no amanecer, ou ano- 
checió y nó amaneció; des- 
apparecer durante a noite; 
fugir de um logar e deixa- 
lo subitamente e ás escondi- 
das. Ciam et repenti evade- 
re, elabi. Al anochecer, 
inod. adv.; ao anoitecer, ao 
temido em que se approxima 
a noite, ao lusco e fusco. Ad- 
ventante nocte, post solis 
occasum. 

Anoda. m. (zool.) Anoda; ge- 
nero de coleópteros: — /. 
(bot.) genero ''de plantas 
malvaceas. 

Anodia. /. (path.) Anodia; ma- 
neira de fallar desconcerta- 
da e pouco decorosa, espe- 
cie de mania. 

Anodinar, a. (cir. e med.) Ano- 
dynar; applicar medicamen- 
tos anodynos. Anodyna ap- 
2)licare. 

Anodinia. /. (med.) Anodyiiia; 
insensibilidade phj'sica. 

Anodino, na. adj. (med.) Auo- 
dyno; medicamento que tem 
a propriedade de suavisar 
e acalmar as dores. Usa- 
se também frequentemente 
como substantivo. Medica- 
menttim temperans, lene. 

Anodócelo. m. (zool.) Anodo- 
celo; certo genero de coleó- 
pteros. 

Anodoncio. m. (bot.) Anodon- 



ANO 

cio; genero de ¡jlantas da fa- 
milia dos musgos. 

Anodonte, m. (zool.) Anodon- 
te; genero de molluscos acé- 
ptalos. 

Anodóntido, da. adj. (zool.) 
Anodóntido; que se parece 
com o anodonte : — m. pl. 
(zool.) anodoutidos ; familia 
dos molluscos acephalos. 

Anoea. /. f^jaí/í .j Anoca ; imbe- 
cilidade, idiotismo. 

Anoectangio. in. (bot.) Anoe- 
ctangio; genero de musgos 
pleurocarpos. 

Anoectócilo. m. (Ijot.) Anoecto- 
chilo; genero de plantas or- 
chideas. 

Anoema. /. (zool.) Anoema; 
nome esj^ecifico do jjorqui- 
nho da ludia. 

Anofelo. m. (zool.) Anophelo; 
genero de dípteros. 

Anogloxio. m. (h. n.) Anoglo- 
cliio; genero de veados fos- 
seis. 

Anogra. /. (bot.) Anogra ; ge- 
nero de plantas da familia 
das onagrorias. 

Anoictaxjio. m. fòoí.J Anoictan- 
gio (capsula aberta); genero 
de musgos pleurocarpos. 

Anojeiso. m. (bot.) Anogeiso; 
genero de plantas combreta- 
ceas ; arvore de folhas alter- 
nas e flores amarellas. 

Anoleno. m. (li. 11.) Anoleno; 
diz-se dos acephalos que 
carecem de braços. 

Anolis./. (sooZ.J Anolís ; gene- 
ro de reptis. 

Anomalía./, f^ramm.) Anoma- 
lia; irregularidade que têcm 
alguns nomes e verbos na 
sua declinação e conjugação 
apartando-se da regra com- 
mum. Anomalia, ce: — (as- 
tron.) irregularidade appa- 
rente no movimento dos pla- 
netas : — anomalia ; irregu- 
laridade. 

Anomalidad. /. (ant.) Anomali- 
dade. V. Irrigularidad. 

Anojialístico, ca. adj. (asir.) 
Anomalistico ; tempo que um 
planeta emprega em voltar 
ao ponto da sua orbita. 

Anómalo, la. adj. (gramm.) 
Anómalo; nome ou verbo 
que tem alguma anomalia. 
Anomalus, a, um. 

Anomalon. m. (zool.) Anoma- 
lão ; genero de insectos di- 
menopteros. 



AXO 

AnomalÓporo, RA. adj. (pliys.) 
Anomaloporo; que tem po- 
ros de diíferentes grandezas. 

Anomalóptera./. (bot.) V. Acri- 
docarpo. 

Anomato. m. (zool.) Auomato; 
genero de coleoi)teros. 

Anomaza. /. (bot.) Anomaza; 
genero de plantas iridaceas, 
synonymo do genero anomo- 
teca. 

Anómea./. (bot.) Anomea; ge- 
nero de plantas leguminosas. 

Anomia. /. (zool.) Anomia ; ge- 
nero de conchas. 

Anomial. adj. (zool.) Anomial ; 
diz-se das conchas que se 
parecem com as anómias. 

Anómido, da. adj. (zool.) Ano- 
mido; dá-sc este nome aos 
insectos, que têem uma for- 
ma extravagante. 

Anomiopsis. m. (zool.) Anomio- 
psis; genero de coleópteros. 

Anomita. /. (zool. ant.) Ano- 
mita; nome que se dava ás 
espécies fosseis do genero 
anomia. 

Anomocarpo, PA. adj. (bnt.)Ano- 
mocarpo; que tem fructos 
anómalos. 

Anomocéfalo, la. adj. (li. nat.) 
Anomocephalo; diz-se dos 
animaes que têem a ca- 
beça com alguma deformi- 
dade. 

Anomoteca. /. (bot.) Anomote- 
ca; genero das radiadas. 

Anomoya. /. (zool.) Anomoia; 
genero de coleópteros. 

Anomuro, ra. adj. (zool.) Ano- 
muro; que tem uma cauda 
extraordinaria ou anómala. 

A non. m. V. Chirimoyo. 

Anona. /. Provisão de manti- 
mentos para um anno. An- 
nona, ce. V. Chirimoya. 

AnonÁceas. /. pZ. (bot.) Anona- 
ceas ; familia de plantas di- 
cotyledoneas. 

Anonaceo, cea. adj. (bot.) Auo- 
uaceo; parecido com uma 
anona. 

Anonadación. /. Aniquilação; 
acção e eflfeito de aniquilar, 
ou aniquilar-se. Kedacíio aã 
nihihim, summa sui demissio 
vel abjectio. 

Anonadamiento, m. V. Aiiona- 
dación. 

Anonadar, a. Aniquilar; redu- 
zir a nada. Ad nihilum re- 
digere : — (jif^-) apoucar, des- 
denhar, diminuir muito ai- 



ANO 



163 



guma cousa. Magnopere 
minuere: — r. hiimilhar-se, 
abater-se profundamente. Se 
supra modum demittere, de- 
jicere. 

Anónfalo, la. adj. (anat.) 
Anomphalo; que carece de 
umbigo. 

Anonimamente, adv.m. Anony- 
mamente; de uma maneira 
anouyma. 

Anónimo, ma. adj. Anonymo; o 
que não tem nome ou o enco- 
bre. Anonymus, a, um. 

Anope. Tfi. (zool.) Anope; ge- 
nero de lepidópteros. 

Anõpétalo, la. adj. (bot.) Ano- 
pétalo; diz-se das plantas 
que têem as pétalas direitas. 

Anopiste. adj. (zool.) Anopis- 
tha; diz-se dos animaes que 
são desprovidos de extremi- 
dades. 

Anoplis.jh . (zool.) Anoj^lis ; sub- 
género de coleópteros. 

Anoplista. m.(zool.) Anoplista; 
genero de coleópteros. 

Anoplo. m. (zool.) Anoplo ; ge- 
nero de coleópteros. 

Anoplodera. /. (zool.) Anoplo- 
dera; genero de coleópteros. 

Anoplodermo. m. (zool.) Ano- 
plodermo; genero de coleó- 
pteros longicorneos. 

Anoplóforo. m. (zool.) Anoplo- 
phoro ; genero de coleópteros. 

Anoplognato. m. (zool.) Ano- 
plognatho; genero de coleó- 
pteros. 

Anoplómero. m. (zool.) Anoplo- 
mero; genero de coleópteros. 

Anoplope. m. (zool.) Anoplope; 
genero de reptis sorianos. 

Anoplosterno. wi. (zool.) Ano- 
plosterno ; genero de coleó- 
pteros. 

Anorca. /. (bot.) Planta. V. 
Nueza blanca. 

Anorexia. /. (path.) Anorexia; 
inappetencia, fastio. 

Anorgánico. adj. (li. nat.) Inoi*- 
ganico; que não tem ovgãos. 

Anorganognosia, /. (phys.) 
Anorganognosia ; conheci- 
mento dos corpos inorgâni- 
cos ; é synonymo de minera- 
logia. 

Anorganografía. /. Anorg^no- 
graphia ; descripçâo dos cor- 
pos inorgânicos. 

Anorganojenia. /. (li. nat.) 
Anorganogenia ; parte da 
physica que trata da origem 
dos corpos inorgânicos. 



164 ANQ 

AnorgíanogrÁfico, ca. adj. 
Anorí>;anogTíiphico-, o que 
perteuce ou tem relaçàu coin 
a anorganograpliia. 

Anorganolojia. /. xlnorgano- 
logia; discurso acerca dos 
corpos inorgánicos, ou des- 
cri^jçao dos mesmos. 

Anokganolójico, ca. adj. Anor- 
ganologico; que tem relação 
com a aiiurganologia. 

Anormal, adj. Anormal; que 
se afasta dá regra, da norma. 

Anoropso. m. (zool.) Anoropso; 
genero de coleópteros. 

Anorrinco, ca. adj. fsooZ.jAnor- 
rhynco ; que é desprovido de 
bico. 

Anosfresia. /. (path.) Anos- 
phresia; diminuição, ausen- 
cia ou perda do olfato. 

Anosia. /. (Jiyg-J Anosia; es- 
tado de saude. 

Anosmia. /. (path.) Anosmia-, 
enfraquecimento do olfato. 

Anosteóforo, ra. adj. (zool.) 
Anosteophoro; diz -se dos 
molluscos que não têem osso. 

Anosteozoario, ria. adj. (zool.) 
Anosteozoario ; diz-se dos 
animaes que não têem osso. 

Anóstomo. m. (zool.) Anostomo ; 
genero de conchas uni val- 
ves. 

Anotación./. Annotação; apon- 
tamento, nota. Annotatio, 
onis. 

Anotador, ra. s. Aunotador; 
o que nota ou faz annota- 
ções. Annotator, annotaiis. 

Anotar, a. Annotar; pôr notas 
ou annotaçoes em algum es- 
cripto ou conta. Annotare. 

Anotea. y. (bot.) Anotea; sec- 
ção do genero pavonea, d a fa- 
milia das maívaceas. 

Anotia. /. (zool.) Anotia; ge- 
nero de fulgorinos hemipte- 
ros. 

Anótida. /. (l)ot.) Anotida; ge- 
nero de rubiáceas hedioti- 
deas de De CandoUe. 

Anotj. m. (Ijot.) Anou; palmeira 
de Sumatra. 

Anoxía. /. (zool.) Anoxia; ge- 
nero de coleópteros. 

Anoya. /. (med. aiit.) Imbecili- 
dade; demencia, delirio. 

Anqueeita./.Cwí/i.) Anquerita ; 
mineral de Styi'ia, composto 
de urna mistura de carbo- 
nato de cal e de carbonato 
de ferro. 

Anqueta. /. Só se usa na fr. 



ANS 

fam. estar de media anque- 
ta; estar assentado de um 
só lado, estar mal assentado. 
Incomviode, assidere, vix se- 
dile natibns tangere. 

Anquiüoyuno, na. adj. Que tem 
ancas de boi ; diz-se isto de 
um cavallo que tem o nas- 
cimento da cauda muito ele- 
vado e a garupa em ponta 
como os bois. 

Anquilla. /. dim. de Anca. 

Anquiloblepaeon. m. (anat.) 
Ankylobleijharon ; approxi- 
mação anormal das paljie- 
bras por seu bordo, a ponto 
de cobrirem totalmente o 
globo do olho. 

Anquiloglosis. /. (anf.) Anky- 
loglosse; adherencia da lin- 
gua. 

Anquilomela. /. (cir.) Anki- 
lomela ; sonda recurvada. 

Anquilomerisjio. m. (path.) 
Ankylomerismo ; adherencia 
mórbida de uma parte qual- 
quer. 

Anquilope. m, Ankylope; pe- 
queno tumor situado no 
grande angulo do olho. 

Anquilosar. a. Ankylosar; de- 
terminar uma ankylose, fa- 
zer passar uma articulação 
movei ao estado de ankjdose : 
— r. ankylosar-se; passar ao 
estado de ankylose. 

Anquilosis. /. (path.) Anky- 
lose ; privação do movimento 
ou soldadura das articula- 
ções. 

Anquilótomo. m. (cir.) Anky- 
lotomo ; bisturi recurvado, 
com que se fazia a secção do 
filete da liugua. 

Anquisseco, ca. adj. Secco de 
ancas; applica-se ao cavallo 
de ancas fracas e descar- 
nadas. Clunegracilis, exilis. 

Aksa. /. (ant.) V. Asa ou Ar- 
golla. 

Ansannar, AssaSar. a. (ant.) 
Assanhar ; irritar, enfurecer, 
irar, encolerisar. Exasp>e- 
, rare. 

ÁNSAR.m.Ganso; especie de pato 
de dois pés de altura, de cor 
cinzenta, mais clara no ven- 
tre c com raios negros no ¡pes- 
coço. Anser, eris. El ánsar de 
cantimpalos, que salió al lobo 
al camino; rif. de que usam 
os hespanhocs jjara aquelles 
que inconsideradamente se 
expõem a algum damno ou pe- 



ANS 

rigo. Potentiores non irri- 
tandi. 

AnsÁeeas. /. pl. (zool.) Ansa- 
reas; nome dos palmipedes 
de Cuvier. 

Ansareria. /. Logar em que se 
criam os patos. Anserarium. 

Ansarero. m. O que trata dos 
jjatos. Ansernm custos. 

Ansarino, na. adj. (poet.) O que 
pertence ao pato. Anserimts, 
a, um : — m. o patinho. An- 
sercidus, i. , 

Ansarón, m. (ant.) Y. Ánsar. 

Anseático, ca. adj. Anseático; 
applica-se a certos povos ou 
cidades livres, reunidos mu- 
tuamente para o commercio, 
Civitates ansiaticoe fcedera- 
tce. 

Ansbr. w. (ant.) V. Ansar: — 
(zool.) m. pl. nome que dá 
Linneu á ordem das aves 
palmipedes de Cuvier. 

Anseranas. /. 2)1. Anserenas; 
secção do genero pato. 

Anserido. adj. (zool.) V. Anse- 
rineo. 

Anseríneo, nea. adj. (zool.)Ã.n- 
serineo ; parecido com o pato : 
— /. pl. sub-familia da or- 
dem dos palmipedes de Cu- 
vier e da familia das anati- 
dias, que se distinguem por 
ser mais nadadores que os 
patos i:)ropriameute ditos, e 
2)or seu bico de forma cónica. 

Ansi. adv. ??7. (ant.) Assi, as- 
sim. Hoje só se usa entre a 
gente rustica. 

Ansia./. Anciã; angustia, fadi- 
ga que causa «o corpo a in- 
quietação ou movimento vio- 
lento. Anxieías, afis: — an- 
gustia ou afiBicção da alma. 
Afflictlo, onis ;— anhelo, de- 
sejo ancioso, vehemente. Cu- 
pido, inis: — (germ.) tortura 
ou tormento: — (germ.) a 
agua: — 2^^- fí'Cj-w?.} as gale- 
ras: — anciãs, nauseas. Can- 
tar cn el ansias (germ.); 
confessar por meio do tor- 
mento. 

Ansiadamente. adv. m. V. An- 
siosamente. 

Ansiado, da. adj. (fam.) V. An- 
sioso. 

Ansiar, a. Anciar; desejar com 
anciã. AUquid ambire. 

Ansiático, ca. adj. V. Anseá- 
tico. 

Ansiedad. /. Ancicdade. V. 
Ansia. 



ANT 

Ansimesmo oii Ansimismo. adv. 
m. (ant.J V. Asimismo. 

Ansina. adi: m. (ant.J Assi; 
lioje usa-se somente entre a 
gente rustica o vulgar. 

Ansiosamente, adv. m. Ancio- 
samente; com anciã. Anxie, 
avidc, ciipid'e. 

Ansiosidad. /. V. Ansia. 

Ansioso, sa. adj. Ancioso; 
que tém ancia ou desejo ve- 
hemente de alguma cousa. 
Valde, cupidus, anxius: ■ — 
ancioso-, (^ue está chcio de 
ancia ou muito angustiado. 
Anxietate plcnum. 

Ant. ^^rc^j. (ant.) V. Ante: — 
adv. m. (ant.) V. Antes. 

Anta. /. Anta; especie de cer- 
vo maior que o commum e 
que se differenca d'cUe prin- 
cipalmente em que os cor- 
nos desde o nascimento são 
divididos como os dedos de 
urna mão. C'ervvs alces: — 
(arch.J anta; pilastra que os 
gregos punham nos ángulos 
das fachadas de um genero 
de templos. Pila, a'. 

Antacates. m. (chim. ant.) V. 
Amel-sucino. 

AntÁcido, da. adj. (mcd.) V. 
Antiácido. 

Antactinia. /. (hot.) Antacti- 
nia; secção do genero jpas¿- 
flora de Linnco, synonymo 
de pasionaria. 

Antagonismo, m. Antagonismo; 
mutua rejoulsao de duas for- 
ças ou poderes contrarios: 
— (fig.) rivalidade, opposi- 
ção, luta obstinada c con- 
stante: — (med.) antagom'smo; 
termo introduzido para ex- 
primir a incompatibilidade 
de cettas affecções que, ser 
gundo têem observado alguns 
auctores, não pode existir ao 
mesmo teiiipo n'um paiz ou 
territorio dado : — opijosi- 
ção nas funcções de órgãos 
distinctos. 

Antagonista, m. Antagonista; 
o que é opposto ou contra- 
rio a outro, jíümulus, adver- 
sar ius: — (fiffO antagonis- 
ta; inimigo, rival, oppositor 
constante e obstinado : — 
antagonista; cousa que exer- 
ce funcções oppostas ás de 
outra com a qual se com- 
para : — j^;Z. (anat) antago- 
nistas ; músculos que per- 
tencendo á mcsma parte do 



ANT 

corpo se movem em sentidos 
contrarios. 

Antala. /. (zooí.) V. Deniala. 

Antaljlv./. (med. ant.)Y. Anal- 
jesia. 

AntÁljico, ca. (med. ant.) V. 
Anodino. 

Antalmo. m. (hot.) (olho de flor). 
Synonymo áa pallenea. 

Antamba. m. (zool.) Antamba ; 
especie de mammifero de Ma- 
dagáscar cpe se parece mui- 
to com o leopardo. 

Antamilla./. (ant.) V. Altamia. 

Antana. /. (ant.) V. Andana. 
Usa-se somente na phrase 
Llamarse antana. 

Antanaclasis. /. (rhcf.) Anta- 
uaclase; figura que consiste 
em repetir urna ¡palavra dan- 
do-lhe diñ'ereutes sentidos. 

Antañazo, adv. (ant.) V. Mu- 
cho tiemjM ha. 

Antaño, adv. Antanho; signi- 
fica propriamente o anno 
próximo passado, aindaqne 
outras vezes se toma por ex- 
tensão para os annos ante- 
riores. Annoproxime elapso. 

Antañona. /. (fam.) Velhona; 
muito velha. 

Antapoca. /. (ant) Obrigação; 
papel que o devedor entrega 
ao credor dizendo a quantia 
que recebeu. 

Antapodosis. /. (med. ant.) 
Aceesso ; reapparecimcnto 
da febre: — (rhet.) antapo- 
d<')se; figura em virtude da 
qual as pala^•ras de uma pro- 
posição correspondem ás de 
outra, soja guardando uma 
ordem similhante, seja in- 
vertendo as da primeira. 

Antarax. • (med.) Antraz. V. 
Carbunco. 

Antarctia./. (zool.) Antarctia ; 
genero de coleópteros pen- 
tameros, da familia dos ca- 
rabicos e tribu dos feronios, 
insectos alados de côr metal- 
lica, que se criam no Chi li, 
nas Malvinas e em Buenos- 
Ayres. 

Antarctos. m. V. Antarfos. 

Antares./. (asfr.) Antares; es- 
trella fixa de priçieira gran- 
deza, situada no centro do 
Escorpião. 

Antario. m. (archif. ant.) Yes- 
tibulo, portal: — conjuncto 
de pilastras. 

Antaris. m. (chim. ant.) V. Azo- 
gue. 



ANT 16Õ 

Antartico, ca. adj. (astron.) 
Antárctico ; diz-se do polo 
02:)posío ao árctico. Anfarti- 
ciis polus aiisf ralis: — quo 
pertence ao j)olo antárctico. 

Antartos. m. (pões.) Austro; 
vento do tíul, o opposto ao 
Bóreas, e, segundo a deno- 
minação vulgar, ao Artos 
ou Aretes. 

Antartrítico. adj. (med.) V. 
Anti-artrítico. 

AntasmÁtico. adj. (med.) V. 
Anti-asmútico. 

Antaxia./. (zool.) Antaxia ; ge- 
nero de insectos coleópteros 
pentamcros, da familia dos 
esternoxos e tribu dos bupres- 
tidos, de que a maior parte 
são de cores metallicas nuii 
brilhantes, c vivem nos tron- 
cos das arvores mais expos- 
tas ao sol. 

Ante. m. Anta; a pcllc prepa- 
rada com azeite c curtida da 
anta, búfalo, alce, gamo, etc. 
Corinm huhalinum : — (ant.) 
o prato com que se princi- 
piava o juntar ou ceia, e 
também o que se punha com 
cousas próprias ¡Jara abrir 
o appetite antes da comida: 
— prep. ante; diante ou cm 
presença de alguma pessoaj 
Ante, coram: — adv. t. (ant.- 
V. Antes. Ante todas as co. 
sas ó ante todo; antes de tu- 
do, em primeiro logar. Pri- 
mo, ante omnia. En ante, 
adv. (ant.) V. Antes. 

Anteado, da. adj. Que se pa-» 
rece na côr com a anta. Suh- 
p>allidiis, a, itm. 

Antealtar, m. Espaço conti- 
guo á grade ou demarcação 
do altar. Spatiiim altaripro- 
ximum. , 

Anteanoche, adv. Antes de hon- 
tem á noite. 

Anteantaño, adv. t. (ant.) Tres 
annos antes, contando tam- 
bém o anno em que se está; 
o anno anterior ao próximo 
passado. 

Anteanteanoche. adv. Tres 
noites antes do dia em cpie 
se está. 

Anteanteayer, Anteantier. 
adv. t. Tres dias antes do 
presente. 

Anteayer, adv. í^ Antehontem ; 
dois dias antes do presente. 
Nudivs tertius : — algumas 
vezes o mesmo que pouco 



166 



ANT 



tempo antes. Nonmulto ab- 
Jiinc tempore. 
Antebraquial. adj. (anat.) An- 
tibrachial ; que tem relação 
com o ante-braço. 

Antebrazo, m. (anat.) Ante- 
braço ; parte do braço desde 
o cotovello até ao pnlso, e 
nos animaes a parte com- 
prehendida entre o braço e 
o joelho. Pars brachii ante- 
rior. 

Antecalvo, va. adj. Calvo por 
diante. 

Antecama./. Especie de tapete 
que se põe diante da cama. 
Tapes, storatwn ante lectum. 

AntecÁmaka. /. Antecámara; 
casa anterior á cámara. An- 
ierior cuhicidi aditiis. 

Antecamarilla./. Urna das sa- 
las do palacio que está an- 
tes de chegar á antecámara 
do rei. Vestibulum Ínterins, 
quo ad anteriores cubiadi 
aditus in regíim domibus in- 
tratur. 

AntecÁnis. m.fcfsír.JAnteeanis ; 
astroque precede a canícula. 

Antecanto, m. (poes. ant.) An- 
tecanto ; estribilho ou ver- 
sos repetidos n'uma compo- 
sição poética que se colloca 
no principio das estrophes. 

Antecapilia. /. Guarda vento ; 
a peça immediata á entrada 
da capella. Vestibidum cedi- 
culce sacroi aditnm prcebens. 

Antecedencia. /. (ant.) V. An- 
tecedente. 

Antecedente, p. a. de Antece- 
der. Antecedente ; o que an- 
tecede. Antecedens, entis: — 
m. antecedencia; acção, dito 
ou circumstancia anterior, 
que serve para julgar factos 
posteriores: • — • (log.) ante- 
cedente ;primeira projsosição 
de um enthymema ou de um 
argumento que tem duas pro- 
posições. Antecedens, prior 
propositio entliymematis : — 
(geom. e arith.) antecedente ; 
primeiro termo de urna rasão 
que se com23ara com o se- 
gundo chamado consequente. 
Antecedens, entis. 

Antecedentemente, adv. t. V. 

Anteriormente. 
Anteceder, a. Anteceder V. 

Preceder. 
Anteceso. in. (ant.) V. Antici- 
pación. 
Antecessor, ra. .s'. Antecessor; 



ANT 

o que precedeu a outro em 
alguma dignidade, emprego 
ou encargo. Antecessor, qui 
antecessit,prcecessit: — (ant.) 
antecessor; o que precede a 
outra cousa em tempo: — 
pi. antecessores; progenito- 
res ou antejiassados de quem 
algaem descende. Majores, 
avi. 

Antecoger, a. Conduzir adian- 
te alguma pessoa ou cousa: 
— (p. Ar.) colher fora de 
tempo; equivale a colher os 
fructos antes da maturação. 
Immature, ante tempus col- 
ligere. 

Antecolumna. /. (arcJi.) V. Co- 
. Inmna aislada. 

Antecoro. m. Antecoro; casa 
immediata ao coro. Anterior 
choriis. 

Anteóos, cas. adj. Antéeos ; diz- 
se dos moradores do globo 
terrestre, que estão por bai- 
xo de um meridiano e a 
igual distancia do equador, 
uns pela parte septentrional 
e outros pela meridional. 
Usa-se também como sub- 
stantivo. Populi e regione 
op)positi sub uno eodemque 
meridiano, et ab aqnatore 
ceque distantes. Antmcus, a, 
um. 

Antecristo. m. Anti-Christo ; 
aquello homem perverso e 
diabólico que ha de perse- 
guir cruelmente a igreja ca- 
tholica e seus fieis no fim do 
mundo. Antichristus, i. 

Antecuarto, m. f«n¿.JAntesala. 

Antedata. /. Antedata ou An- 
tidata; data antecipada pos- 
ta em algum escripto. Díes 
qua scriptum aliquod consi- 
gnatum apparet, quod re qui- 
dem vera posterius consigna- 
tum sit. 

Antedatar, a. Antedatar; pôr 
data antecipada. Diem' an- 
tevertere, qua scriptum re 
vera consignatur. 

Antedecir, a. (ant.) V. Prede- 
cir. 

Antedía (de) mod. adv. (ant.) 
Antedía; antes do dia pre- 
sente, immediatamente a 
elle. 

Antedicho, cha. p. p. (ant.) de 
Antedecir. 

Ante diem. loe. lat. Um dia an- 
tes; adoptou-se nalinguahes- 
panhola nos avisos e circula- | 



ANT 

res que se escrevem para 
convocar os individuos de 
alguma junta ou congrega- 
ção. Pridie. 

Antediluviano, na. adj. Ante- 
diluviano; que existiu antes 
do diluvio universal. 

Antedique, m. (naid.) V. Con- 
tradique. Espaço que ha»dian- 
te das portas de um dique 
para ahi se collocarem ou- 
tras, quando for preciso re- 
parar ou substituir as pri- 
meiras. 

Antedorsal, adj. (anat.) Ante- 
dorsal; o que pertence á 
parte anterior do dorso. 

Ante-externon. (zool.) V. Me- 
sotorax. 

Antefaz. m. (ant.) V. Antifaz. 

Anteferir, a. (ant.) V. Prefe- 
rir. 

AnteeiÁltico. adj. (riied.) An- 
tephialtico ; qualificação dos 
remedios ou medicamentos 
próprios para curai" o pesa- 
dello, ou pelo menos alliviar 
o enfermo. 

Anteficir. a. (ant.)Y. Anteferir. 

Antefirma. /. Antefirma ; tra- 
tamento que se poe antes do 
nome nas cartas e ofticios 
dirigidos ás pessoas quetêem 
por lei tal j)reemiiiencia. 

Antefora. /. (bot.) Antefora 
(porta flores); genero de 
j)Iantas da familia das gra- 
míneas,, tribu das paniceas, 
composto de uma só esijecie 
indígena da America tropi- 
cal. 

Antefoso. m. (mil.) Antefosso ; 
cova que cerca a esplanada. 

Ante-helix. m. (anal.) Anti- 
helix; eminencia curvilínea 
formada pela cartilagem da 
orelha e situada adiante do 
hélice. 

Anteiglesia./, (ant.) Atrio ; es- 
pecie de pateo que está an- 
tes da igreja. Ecclesia; vesti- 
bulum: — na Biscaya a igre- 
ja parochial de alguns de 
seus 2)ovos. Tomaram este 
nome por ter da parte de 
fóra urnas estancias ou te- 
lheiros cobertos onde o clero 
e o ])ovo fazem suas reuniões ; 
e d'aqui proveiu chamar-se 
também Anteiglesias aos 
mesmos povos. Antigamente 
tiveram a mesma denomi- 
nação as igrejas parochiaes' 
das montanhas. Ecclesia pa- 



ANT 

rochialis in quibusdam op- 
pidis Caniabriai. 

Antejenesia. /. (llt.) Antegc- 
iiesia; titulo de ala^ius tra- 
tados philosophicos acerca 
da e^jocha anterior á crea- 
ção. 

Antejkxito. adj. (ant.)y. Pri- 
mogénito. 

Antel. adv. (ant.) Contracção 
de Anttél. Antes d'elle. 

Antena. /. (bot.) Antela (flori- 
nhaj; racimo de flores em 
que os ramos são largos c 
visíveis ; diz-se especialmen- 
te da inflorescencia dos jun- 
cos. 

Antelación. /. Precedencia. 
Hoje toma-se commummente 
pela que uma cousa tem á 
outra em relação ao tempo. 
Antecessio, praeíatio.V. Pre- 
ferencia. 

Antelado. m. Lado anterior. 

Anteléeila./. (zoai.) Anteléfi- 
la (amiga das flo rinhas) ; ge- 
nero de coleópteros betero- 
meros da familia dos traclie- 
lidos e tribu dos anticidos; 
comprebende duas especies 
de insectos da índia, que vi- 
vem na areia á borda dos 
rios. 

Antelucano, na. adj. (ant.) An- 
tes de nascer o sol; madru- 
gada. 

Antesu. /. (bot.) Antema; ge- 
nero de i^lantas malvaceas 
que só se ditterença do ge- 
nero malva, em que as tres 
bracteas do cálix, em vez de 
serem perfeitamente livres, 
estão unidas j^ela base. 

Antemano (de), mod. udv. De 
antemão ; antecipadamente, 
antes do praso. Priusquàm, 
antequàm. 

Antemedio, dia. adj. (bot.) An- 
íemedio ; applica-se ás péta- 
las oppostas ás divisões do 
cálix. 

Antemeridiano, na. adj. Ante- 
meridiano; anterior ao meio 
dia, e também o que está an- 
tes do meridiano. Antemeri- 
diamts, a, um. 

Antemético, ca. adj.^/med.) V. 
Antiemético. 

Antémida. /. (bot.) (Jlorinha). 
V. Maiizanilla. 

Antemídio, dia. adj. (bot.) An- 
temideo; parecido com a ca- 
momilla: — /.p^. antemideos; 
grupo de plantas da fanii- 



ANT 

lia das compósitas, tribu das 
senicionideas, parecidas com 
a camomilla. 

Antumostrak. a. (ant.) V. Pro- 
nosticar. 

Antemdlas. m. Sota; moço que 
vae montado na mula dian- 
teira de um coche. 

Antemural, m. Antemural ; fór- 
taleza, rocha ou montanha 
que serve de reparo ou de- 
feza. Propugnaculum, seu 
riqjes murum protegens : — 
(fig.) protecção, deíeza; co- 
mo antemural da christan- 
dade, da fé, etc. Proesidium, i. 

Antemuralla. /. (ant.) Aute- 
niuralha. V. Antemural. 

Antemuro, m. (ant.) V. Ante- 
mural: — (ant. fort.)Y . Fal- 
sabraga. 

Antena./, (naut. ant.) V. En- 
tena : — (zool.) antenna ; ca- 
da um dos corpos compridos 
e delgados em forma de cor- 
nos que têem os insectos na 
parte anterior da cabeça. Va- 
riam muito tanto na figura 
como na estructura e consis- 
tencia ; c por esta qualidade 
os uaruralistas serviram-se 
d'elles ¡lara distinguir entre 
6Í os muitos animaesj d' esta 
classe. Antennce, arum. 

Antenado. m. (ant.) V. Ente- 
nado. 

Antenal. m. (zool.) Antennal; 
ave do Cabo da Boa Esjje- 
rança, cujas pennas se ap- 
plicavam antigamente ao 
epigastrio como remedio, 
porque se lhe attribuia vir- 
tude fortificante. 

Antenantia. /. (bot). V. Trio:o- 
lena. 

Anienaria. /. (bot.) Autenaria ; 
genero de cogumelos hypo- 
micetos» e j)erisporiaceos: — 
hcrvas vivazes, algumas ve- 
zes sub-fructisccntes empre- 
gadas em medicina. 

AntenÁrieas. /. jJ^- Antena- 
rias; sub-tribu de plantas 
gnaphaleas, que cómprehen- 
de os géneros que têem capí- 
tulos independentes entre si. 

Antenario, ria. adj. (zool.) An- 
tennario; que se refere ás 
au temias: — /. p?. anten- 
narias; nome dado aos cor- 
púsculos unidos que se no- 
tam 'na cabeça dos dípteros 
muscidos e aos quaes estão 
fixadas as antennas. 



ANT 



167 



Antendeixis. /. (med.) Voz ou 
palavi"a usada por alguns 
auctores como synonymo de 
contraindicación; coutrain- 
dicação. 

Anteneasjua. /. (med. ant.) 
Anteueasmia (ousado contra 
si mesmo); variedade de ma- 
nia que consiste na propen- 
são ao suicidio. 

Anteneasmo, ma. s. (med. ant.) 
Anteneasmo; o que padece 
da mania de querer suici- 
dar-se. 

Antenífero, KA. adj. (zool.) 
Antenuado; que tem anten- 
nas. 

Anteniforme. adj. (zool.) An- 
teniforme; que tem forma de 
autenua. 

Antenoche, adv. t. Antehon- 
tem á noite; noite imniediata 
á ultima que passou; diz-se 
também anteanoche y antes 
de anoche: — (ant.) antes da 
noite, antes de anoitecer. 

Antenomiíre. m. Antenome; 
titulo que se põe antes do 
nome próprio, como D. João, 
S. Fernando, etc. Praeno- 
men, inis. 

Antenóron. m. (bot.) Antenoro; 
genero da familia das poly- 
gonaceas, synonymo do ge- 
nero persicaria, que vem a 
ser uma secção do grande 
genero polígono. 

Antenotar, a. (ant.) V. Inti- 
tular. 

Anténula. /. (zool.) Antennu- 
la ; os entomólogos usam d'es- 
ta palavra para designarem 
uns appçndices articulados 
que se observam nas mandi- 
bulas de muitos insectos, e 
que commummente se cha- 
mam paljios. 

Antenolario, ría. adj. (zool.) 
Antennulario ; genero de 
polypos que têem antennas 
pequenas : — segundo se- 
gmento cephalico do esque- 
leto tegumentar dos crustá- 
ceos. 

Antenupcial, adj. Antenu- 
pcial; que precede as cere- 
monias uuiiciaes. 

Anteo, m. (ant.) V. Asombro. 

Anteocupacion. /. (ant.) An- 
teoccupação; acção e eff"eito 
àe?inteo(ícw^2L\\Y .Preocupa- 
ción. 

Anteocupar. a. (ant.) Preve- 
nir; preoccupar. 



168 



ANT 



AxTEojADA. /. (mar.) Acto de 
olhar com o oculo. 

Anteojera. /. (ant.) V. Antoje- 
ra. 

Anteojero, m. Oculista; que 
faz, compõe ou vende óculos. 
Qui vitra ocularia concin- 
nat et vendit. 

Anteojo, m. Oculo; instrumen- 
to para ver ao longe; cha- 
ma-se mais commummente 
anteojo de larga vista; oculo 
de longa vista. Vitrum oc.cida- 
re : — eutrolho ; jiedaço de 
couro de figura redonda que 
se j)üe diante dos olhos aos 
cavallos inquietos para que 
não se espantem. Corii frus- 
ta orbicuLata equorum oculis 
aptata ne exterreantur : — 
acromático; oculo acromá- 
tico para ver os objectos 
distantes sem as cores do 
iris que se vccm pelos 
óculos communs. Vitrum 
aculare longiorihus locorum 
distantiis aptatum: — de al- 
lende (ant.) V. anteojo de 
larga vista: — pl. lunetas; 
vidros on crystaes de forma 
redonda ou ellipsoide, que 
fixos ii'uma armação de 
metal e adaptados aos olhos 
servem para espalhar ou 
concentrar os raios lumino- 
sos, segundo convém ao es- 
tado de vista de quem as 
usa. Vitra ocidaria: — (bot.) 
V. Doblescudo. Mirar las 
cosas con anteojo de larga 
vista ou de aumento (fig.); 
prever as cousas muito an- 
tes que succedam, ou faze- 
las maiores do que são. Fra;- 
viãere, exagerare. 

Ante omnia. loc. lat. Primeiro 
que tudo, em primeiro logar. 
Ante omnia. 

Antepagar, a. Antepagar; pa- 
gar com antecipação. An- 
te diem solvere. 

Antepasado, da. adj. V. Pasa- 
do , fallando do tempo. An- 
teactus, transactus : — m. 
antepassado, avô, ascenden- 
te. Usa-se commummente no 
l^lural. Majores, aví, proavi. 

Antepascual. adj. Que precede 
a Paschoa. 

Antepectoral, adj. (zool.) An- 
tcpeitoral ; o que está situado 
na parte anterior do peito. 

Antepecho, m. Parapeito ; am- 
paro de madeira, ferro, etc., 



ANT 

que chega até ao peito, e se 
costumapôrnos logares altos 
23ara se nao caír. Maceria : — 
(ant.) nos coches de estribo 
o pedaço de coiro preso pelos 
extremos a uns pilares de 
madeira com que se cobria 
o estribo e no qual se segu- 
rava e apoiava o que ía as- 
sentado no coche. Fidcimen- 
tvm ex corio ad utrumque 
rliedce laius, nequi gestan- 
tur decidant: — peitoral, nas 
guarnições de cavallos, ma- 
chos e mulas que tiram os 
coches e carros ; a parte que 
está diante dos peitos, e que 
se comiDoe de um pedaço 
largo de coiro forrado, pava 
que nao cause damuo. Lorum 
cingens equi pectus : — ^íxw 
delgado, liso e redondo, que 
põem os tecedores de cintos 
na parte anterior do tear, 
para que os fios de seda que 
vem da jíarte inferior pas- 
sem sem enredar-se, e assim 
se possa tecer com commo- 
didade. Cylindrus filis seri- 
eis in textrina separandis. 

Antepenúltimo, ma. adj. Ante- 
penúltimo; antes do penúl- 
timo. Feaultimo anterior. 

Antepie. m. (ant.) V. Metatar- 
so. 

Anteponer, a. Antepor; pôr 
antes, preferir, dar prece- 
dencia. Usa-se tambera como 
reciproco. Anteponere, se 
alicui j:>?Te/e?-?-e ; — (ant.) 
apresentar, pôr diante ou na 
presença de alguém. 

Anteportada./. Folha em que 
se põe resumidamente o ti- 
tulo de um livro e precede 
o frontispicio. 

Anteportal. on. (ardi) Ante- 
porta; porta anterior a outra. 

Anteposar, a. (ant.) V. Ante- 
poner. 

Anteposición, m. Anteposição; 
acção e eíFeito de antepor. 

Antepredicar. a. (ant.) V. Pre- 
decir. 

Antepuener. a, (ant) V. An- 
teponer. 

Antepuerta. /. Reposteiro; 
pamio que se põe adiante 
de alguma porta para abri- 
go. Aulcea, velwn. 

Antepuerto, m. Desfiladei- 
ro; terreno elevado e difficil 
de transitar, que se encontra 
na falda das cordilheiras ou 



ANT 

montanhas. Impervia, as- 
pera. viarum. 

Antepuesto, ta. p. p. de An- 
teponer. 

Antequerano, na. adj. Natu- 
ral de Antequera, cidade do 
reino de Granada, ou que 
pertence a ella. Singilia 
oriundus. 

Antequino. VI. (arch.) V. Es- 
gucio. 

Antera. /. (art.) V. Betun: 
— (bot.) authera ; corpo 
que se acha coUocado no 
extremo dos estames das 
flores, e dentro do qual se 
elabora o polen. 

Anteral. adj. (bot.) Antherâl; 
que se refere ás antheras. 

Antericeo, cea. adj. (bot) An- 
thericeo; parecido com aan- 
thera: — ■/. pl. anthericeas; 
gruj^o de plantas "Sa familia 
das labiaceas, cujo ty^oo 6 o 
genero antherico. 

Antericliza. m. (bot.) Anthe- 
riclizia; genero de plantas 
da familia das orchideas, 
indígenas da America se- 
ptentrional, de flores verdo- 
sas e purpureas, dispostas 
em forma de racimo. 

Anterico, ca. adj. V. Ante- 
ral : — m. (bot.) antherico ; 
genero de plantas liliáceas, 
tyjio da tribu das anthericeas, 
que com^írehende muitas es- 
pecies herbáceas, indigenas^ 
dos paizes quentes da Euro- 
pa, Asia e Africa. 

Anteridia./. (bot.) Antheridia 
(forma de anthera); órgão 
próprio das plantas talasió- 
fitas articuladas, que consis- 
te em um corposinho ovado, 
'ceilular e antheriforme, sus- 
tentado por mn largo pedí- 
culo articulado, que se en- 
contra com outi'os muitos no 
extremo dos ramos de varias 
especies do genero polysi- 
pjhonea: — nome dado por al- 
guns auctores ao orgào ma- 
cho dos njusgos e hepáticas 
e de varios cogumelos. 

Anterífero, RA. adj. (bot) An- 
therifero; que tem antheras. 

Anteriforhe. adj. (bot.) Anthe- 
riforme; que tem a forma de 
anthera. 

Anterilio. m. (bot.) Antherilio 
(cavidade de anthera); ge- 
nero de ¡jlantas da familia 
das literaceas, cuja especie 



ANT 

typica, nnica que se conhece, 
é uma ar\ore das Antilhas, 
lisa e de folhas oppostas ou 
alternas. 

Antkeino, KA. aãj. (zool.) An- 
therino (florido); applica-se 
aos insectos que vivem nas 
flores. 

Anterior, adj. Anterior; o que 
precede outra cousa em lo- 
gar ou tempo. Prior, ante- 
rior, antiquior. 

Anterioridad. /. Anteriorida- 
de, prioridade; precedencia 
temporal de uma cousa em 
relação á outra. Frcecedens 
aidiquitas, major antiquior. 

Anteriormente, adv. t. Ante- 
teriormente; precedentemen- 
te. Priiis, antcrius. 

AxTERiT. m. (chim. ant.JY. Azo- 
gue. 

Antçrxtat. /. (ant.) V. Áiifi- 
r/Hcdad. 

Antero, a. m. Artista que tra- 
balha cm anta. Cariarias, ii. 

Anterófago. m. (zool) Anthe- 
rophago (que come flores); 
genero de insectos coleópte- 
ros pentameros, da fami- 
lia dos clavicorneos e tribu 
dos pcltoideos. Comprohende 
duas especies que se eucou- 
tram em França c se alimen- 
tam de flores. 

Anteroversion. /. (path.) An- 
tcversào; inversão de um 
orgào. 

Anterura./. (bot.) Antherura; 
genero de plantas da fami- 
lia das rubiáceas, tribu das 
coíFcaceas de De Candolle, 
que comprehende uma só es- 
pecie, indígena da Cochin- 
china. 

Antes, prep. conjunct. Antes, 
ante, que significa anterio- 
ridade de logar ou tempo: 
antepõe-se sempre ás partí- 
culas de e que, como; antes 
de los marqueses van los 
duques; antes dos marquezes 
estilo os duques ; antes que el 
soldado elcapitan; antes que 
o soldado o capitão. Prius- 
quam, antequam: — adc. t., 
antes; denota preferencia en- 
tre as acções e desejos, e equi- 
vale ao naesmo que primeiro 
como antes la lionra que el 
interés; antes a honra que o 
interesse. Ante: — antes; de- 
nota também preferencia de 
tcmpo ou de logar. Prius, 



ANT 

antea: — fallando do tempo 
e suas divisões, costuma usar- 
se como 'adjectivo; equiva- 
lendo a antecedente ou a 
anterior, como el dia antes; 
o dia anterior: antfs la no- 
che; a noite anterior: el ano 
antes; o anno anterior. 
Prior, anterior. Antes con 
antes, adv. m. (/am.J /.quanto 
antes, o mais cedo possí- 
vel. Prcepropere. Antes de 
ayer. adv. m. antehoutem, 
dois dias , antes. Nudius 
tertius. Antes del dia. adv. 
m. ; ao amanhecer, antes 
do dia. Ante lucerno tempo- 
re. Antes ou antes , bieii, 
conj. adv.; ao contrario, para 
melhor dizer ; como o sol não 
recebe a luz dos planetas 
ardes Ih'a dá. Imo. Ve an- 
tes, adv. m. (fam.j; d'antes, 
n'outro tempo. Priori tem- 
pere. 

Antesackistia. /. Ante sacris- 
tia; casa que está antes da 
sacristia em algumas igre- 
jas. 

Antesala. /. Antesala; casa 
antes da sala. Tnterius vesti- 
bulum primus intra cedes 
aditits. 

Antesces. adj. pl. (ant) V. 
Antéeos. 

Anteseña./, (ant.) V. Devisa, 
EnseTia. 

Antesis. /. (Ijot.) Anthese ; no- 
me dos ¡Jhenomenos que se 
observam quando se abrem 
as flores. 

Antestatura./. ífort. ant.) An- 
testatura: especie de trinchei- 
ra ou reparo que se faz á pres- 
sa com estacas e fachinas 
ou sacos de terra para man- 
ter ou disputar um terreiro 
já quasi perdido. Leve repa- 
gcdum ex fascibus propere 
factum. 

Antetemplo, m. "Alpendre; 
l^ortico que ha adiante dos 
templos. Porticus, us. 

Antevedimiento. m. (ant.) V. 
Previsión. 

Antevenir, a. (ant) V. Venir 
antes ou Preceder. 

Ante-s^er. a. Antever. V. Pre- 
ver. 

Anteveesion. /. (med) Inver- 
são anormal de um órgão. 

Anteviso. adj. (ant.) V. Adver- 
tido, Avisado, Cauto. 

Antevíspera. /. Antevéspera; 



ANT 



169 



dia antes da véspera. Pri- 
die vigiliam ecclesiasticam. 

Antevisto, ^j. p. de Antever. 

Anti. Anti; ¡n-eposição insepa- 
rável tomada do grego, que 
entra na coinj^osição de al- 
gumas palavras, e significa 
contra, ou que é contrario; 
como antipapa, o que é con- 
tra o papa. 

Antia. / V. Lampuga, pei- 
xe: — (zool) anthia; genero 
de coleópteros pentameros 
da familia dos corabicos. 
São negros, bastante corpu- 
lentos, e cobertos regular- 
mente de manchas brancas 
formadas por uma especie 
de vello. Habitam na areia 
nào longe das lagoas salga- 
das ou dos rios, perto dos 
monumentos arruinados e 
debaixo das pedras. 

Antiácido, da. adj. (med.) An- 
tiácido; diz-se do medica- 
mento que tem a proprieda- 
de de impedir o desenvolvi- 
mento dos ácidos no esto- 
mago. 

Antiada. /. (med) Antiada; 
nome grego das glândulas 
amigdalas. 

Antiadin.Ímico, ca. adj. (med) 
Antiadynamico; diz-se do 
medicamento efíicaz contra 
as febres adynamicas. 

Antiadites. / (ant. med.) V. 
Amigdalites. 

Antiadonco. m. (ant. med.) Ami- 
gdalite; inflammação das 
glândulas amigdalas. 

Antiaeróftoro, RA. adj. (med.) 
Antiaerophtoro; preservati- 
vo contra o ar insalubre, 
contra a peste. 

AxTIAERODISIACO , AnTIAFRODÍ- 

Tico, CA. adj: (med) Antia- 
Ijhrodisiaco, ou Antiaphrodi- 
tico; qualificação dos medi- 
camentos e substancias efii- 
eazes contra o appetite ve- 
néreo. Usa-se também como 
substantivo. 

Antialcalino, na. ad). (med.) 
Antialcalino; diz-se do acido 
que se emprega como me- 
dicamento, para neutrali- 
sar as reacções dos fluidos 
humoraes. 

Antiano, na. adj. (ant) Y. 
Adia no. 

Antlípoplético, ca. adj. (med.) 
Antiapopleetico; diz-se dos 
medicamentos simples ou 



170 



ANT 



compostos , administrados 
contra a npoplexia. 

Antiak. m. Antiar ; veneno que 
se extrahe da antiara. 

Antiaeina. /. (chim.) Antiari- 
na; substancia ¡larticular 
que se encontra no veneno 
chamado antiar. 

Antiaristócbata. adj. Antia- 
ristocrata; o que é inimigo 
da aristocracia ou dos aris- 
tocratas. 

Antiaro. m. (bot.) Antiara; 
arvore de Java e Borneo, 
que forma um genero da fa- 
mília das urticeas chlorofo- 
rias. Esta arvore produz 
uma especie de gomma-resi- 
na venenosa, espessa e de 
côr escura, na qual molham 
a ponta das flechas os habi- 
tantes d'aquelle paiz. 

Antiartrítico, ca. adj. (meã.) 
Antiarthritico ; diz-se dos 
remedios que se applicam 
contra a gotta. 

Antías. m. (zool.) Anthias; 
peixe. 

Antiasfíctico, ca. adj. (med.) 
Anthiasphytico; diz-se dos 
remedios emj)regados contra' 
a asphyxia. 

Antiasmático, ca. adj. (med.) 
Antiasthmatico ; diz-se dos 
medie amentos que se em- 
pregam contra a astlima. 

Antiateófico, ca. adj. (med.) 
Antiatrophiío ; diz-se dos 
medicamentos que se empre- 
gam contra a atrophia. 

AntibÁqüico, Antibaquio. m. 
(poes.) Antibaehio; pé de 
verso grego ou latino que 
consta de tres syllabas; 
as duas primeiras longas 
e a terceira breve. Antibac- 
chiiis, ii. 

Antibraquial. adj. (med.) An- 
tibrachial; que tem relação 
com o antebraço. 

Antibula. /. Antibulla; bulla 
de um antipapa. 

Anticacoquímico, ca. adj. (med.) 
Y. Anticaquetico. 

Anticadmio. /. (chim. ant.) 
Anticadoiio; falso cadmio, 
substituido ao verdadeiro. 

Anticanceroso, adj. (med.) An- 
ticanceroso ; qualificação dos 
remedios que se administram 
contra o cancro. 

Anticaquéctico, ca. adj. (med.) 
Anticachetico; útil contra a 
cachexia. Usa-se também 



ANT 

como adjectivo substantiva- 
do: — de Ludovico (chim. 
ant.); oxydo de antimonio 
marcial. 

Anticar. m, (chim. ant.) Y. 
Bórax. 

Anticarcinomatoso , SA. adj, 
(med.) Y. Anticanceroso. 

Anticardinal. m. Auticardeal; 
cardeal da creação ou depar- 
tido de um autipapa. 

Anticardio, m. (anat.) Anti- 
cardio; parte que corresjíon- 
de á abertura superior tío 
estomago. 

Anticatarral. adj. (med.) An- 
ticatarrhal; diz-se do medi- 
camento empregado para 
combater a catarrhal. 

Anticausótico, ca. adj. (med.) 
Auticausotico; apj)lica-se aos 
remedios que se usam con- 
tra a febre ardente. 

Antisecal. adj. (anat.) Anti- 
secal; situado adiante do in- 
testino recto. 

Antícido, da. adj. (zool.) An- 
ticido; parecido com um an- 
i\ç.o:—pl. tribu de coleópte- 
ros heteromeros, da familia 
dos trachelides, jiequenos 
insectos que se criam nas 
lílantas rasteiras e na terra. 

Anticímico, ca. adj. (phys.) An- 
ticymico ; opposto á fermen- 
tação. 

Antícios. adj. jd. Y. Antéeos. 

Anticipación. /. Antecipação; 
acção e efteito de antecipar. 
Antieipatio , onis: — (rhet.) 
prolepse; figura que se em- 
prega, quando se antecipa ou 
previne no discurso o que 
outro pode dizer, ou allegar 
em contrario. Prolepsis , 
occupatio. 

Anticipada./. Finta; corta tre- 
ta ou golpe no jogo da esgri- 
ma. Callida in adversarium 
invasio in congressu gladia- 
torio. 

Anticipadamente, adv. Ante- 
cipadamente; com antecij^a- 
ção. Cum anticipatione. 

Anticipador, ra. s. Antecipa- 
dor; o que antecipa. Antici- 
pator, oris. 

Anticipamiento. m. Y. A7itici- 
pacion. 

Anticipante.^, a. de Anticipar. 
Antecipante; que antecipa. 
Anticipans, antis. ' 

Anticipar, a. Antecipar ; adian- 
tar ou fazer alguma cousa 



ANT 

antes do tempo regular ou 
assignalado. Usa-se também 
como reciproco. Anticipare, 
mitecapere. 

Anticipativamente. adv. (ant.) 
Y. Anticipadamente. 

Anticipativo, VA. adj. Anteci- 
pado; o que envolve ante- 
cipação. 

Anticipo, m. (fam.) Y. Antici- 
pación : — (comm.) avanço ; 
quantia que se adianta ou 
se empresta com um fim 
qualquer, como á conta do 
producto de mercadorias, de 
^ algum ci-edito, etc. 

Anticívico, ca. adj. Anticívico ; 
que é opposto ao civismo. 

Anticivismo. m. Anticivismo;' 
qualidade do que se oppõe 
ao civismo. 

Anticlinal, adj. (geol.) Anti- 
clinal ; applica-se fallando 
da estratificação de um ter- 
reno á linha desde a qual se 
dividem as camadas em duas 
partes que continuam em 
oppostas direcções. 

Anticlinanto. m. (bot.) Anti- 
clinantho; parte inferior do 
receptáculo das plantas de 
flores compostas. 

Anticloro. m. (art. e chim.) 
Antichloro ; nome que se dá 
nas fabricas de tecidos e 
papel ao sulphito de cal, que 
se emprega para destruir os 
maus effeitos de um excesso 
de chloro. 

Antigo, m. (zool.) Antico; ge- 
nero de insectos coleópteros 
pequeníssimos, que vivem 
entre as flores. ' 

Antícolas. adj. pi. (ant.) Y. 
Antéeos. 

Anticolérico, ca. adj. (med.) 
Anticolérico; diz-se dos re- 
medios que se administram 
contra a colera. 

Anticólico, ca. adj. (med. ant.) 
Anticolico ; _dizia-se dos re- 
medios que se propinavam 
contra a cólica. 

Anticonstitucional. af?ji'.(}?ofâ.J 
Anticonstitucional ; contra- 
rio, opjjosto á constituição. 

Anticonstitucionalidad. /. An- 
- ti constitucionalidade; quali- 
dade do anticonstitucional, 
acto contrario d constituição. 

Anticonstitucionalismo. m. An- 
ticonstitucionalismo ; modo 
de pensar ou de proceder 
contrario á constituição. 



ANT 

Anticonstitucionalmente, adv. 
Anticonstitucionalmente; de 
uma maneira auticoustitu- 
cional. 

Anticonstitucionario, eia. adj. 
(h. eccl.J Anticonstituciona- 
rio; o que é opposto á con- 
stituição. 

AxTicoRO. m. (bof.J Anticoro; 
genero de plantas da fami- 
lia das dilaceas, da qual só 
se conhece uma especie in- 
digena da Arabia. 

Anticrepúsculo. m. (phys.) An- 
ticrepúsculo ; luz que se des- 
cobre i3or lado opposto áquel- 
le em que apparece o verda- 
deiro crepúsculo. 

Anticreseos ou Anticresis. /. 
(jur.) Anticliresis; pacto que 
consiste em permittir que 
o credor se utilise dos fru- 
ctos 'ou rendas da bypothc- 
ca, em compensação do juro 
ou interesse do seu credito. 

Anticrético, ca. adj. (jur.) An- 
tichretico; que pertence ou 
se refere á anticliresis. 

Anticristianismo. m. Anticbris- 
tianismo ; modo de pensar 
ou obrar contrario ao cbris- 
tianismo., 

Anticristiano, na. adj. Anti- 
christao; inimigo da religião 
christã ou dos cliristãos. 

Anticristo, to. (rei.) V. Ante- 
cristo. 

Anticrítica./. Anticritica; cri- 
tica em contestaçSo a outra. 

Anticrítico, ca. adj. Auticri- 
tico ; conti'ario ou opjjosto á 
critica : — m. inimigo do cri- 
tico : — pessoa incapaz de 
exercer a critica. 

Antictérico, ca. adj. (med.)Á.\i- 
ticterico; qualificação dos 
remedios que se empregam 
contra i\ ictericia. 

Antictones. adj. pi. Synonymo 
de Antipodas: — (ant.) V. 
Periscios. 

Anticuado, da. adj. Antiquado; 
o que ba muito tempo não está 
em uso; diz-se connnum- 
mente das leis de uma na- 
ção, ou das palavras e plira- 
ses de alguma lingua. Inusi- 
tatus, ohsoletus. 

Anticuar, a. Antiquar; gra- 
duar ou qualificar de locu- 
ção antiga. Antiquare. 

Anticuario, m. Antiquário; o 
que faz profissão ou estudo 
particular do conhecimento 



ANT 

das cousas antigas. Antiqua- 
rius, antiquitatis studiosus. 

Anticuartanario, ' ria. adj. 
(med.) Antiquartanario; ap- 
plica-se aos remedios efiica- 
zes contra as quartas. 

Antidáctilo, to. (poes.)¡V. Aiia- 
pesto. 

ANTiD.vENE./.fZ>oí.J Antidaphuc; 
genero de plantas loranta- 
ceas, arbusto parasita, indí- 
gena do Perú que cresce ge- 
ralmente nas plantas da fa- 
milia das lauríneas. 

Antidemoniaco, ca. adj. (rei.) 
Antidemoniaco; nome dado 
na igreja grega aos que ne- 
gavam a existencia dos de- 
monios. 

Antidksma. /. (bot) Antidesma 
(sem enlace); genero de plan- 
tas que serve de typo á fa- 
milia das antidesmeas, e que 
comprehende ura pequeno nu- 
mero de especies de arvores 
e arbustos indigei^as da ín- 
dia e de Madagáscar, de fo- 
lhas alternas, quasi sexeis, 
curiaceas e de flore'scencia 
axillar. 

Antidésmio, mia. adj. (bot.) An- 
tidesmio ; parecido com a an- 
tidesma : — f. pi. familia de 
plantas do antigo continente 
que receberam também o no- 
me de estilagincas, e que 
têem afiinidade com muitos 
géneros. Serve-lhes de typo a 
antidesma. 

Antidéspota. aâj. Antidespota ; 
opposto ao despotismo, ini- 
migo dos despotas, 

Antidiarréico, ca. adj. (med.) 
Antidiarrheico ; applica-se 
aos remedios que se admi- 
nistram contra a diarrhéa. 

Antidijestivo, VA. adj. O'-W-J 
Antidigestivo ; indigesto, 
diz-se de tudo aquillo que 
prejudica ou é opposto á di- 
gestão. 

Antidiluviano, na. adj. V. An- 
tediluviano. 

Antidínico, ca. adj. (med.) An- 
tidinico ; antivertiginoso ; ap- 
plica-se aos remedios eífica- 
zes contra as vertigens. 

Antidio. to. (zool.) Antidio 
(abelha) ; genero de insectos 
da ordem dos hymenopteros, 
familia dos melliferos, que se 
distinguem facilmente dos 
mais géneros da mesma fa- 
milia nas antennas filifor- 



ANT 171 

mes que são menos densas, 
c nos i^alpos maxillares que 
teem imi só articulo. As fê- 
meas d'este genero fazem o ni- 
nho na terra e o cobi-em com 
a penugem que arrancam de 
varias plantas. 
Antidiplohemiedria. /. (min.) 
Antidiplohemiech-ia; estado 
de um crystal diplohemie- 
drico, cujas pyramides re- 
sultam da reuiiiào dos es- 
phenoedros. 

ANTIDIPLOnEMIÉDRICO, CA. adj. 

(min.) Antidií^lohemiedrico ; 
que apresenta os caracteres 
da antidiplohemiedria. 

A^rriDis ENTÉRICO, CA. adj. (med.) 
-Antidysenterico ; qualifica- 
ção de remedios que se em- 
l^regam para combater a dy- 
seuteria. 

AntidogmÁtico, CA. adj. Anti- 
dogmatico; que é opposto ou 
Contrario ao dogma. 

Antidogmatismo. to. Antido- 
gmatismo; doutrina opposta 
ao dogma. 

Antidoral. adj. (for.) V. Ile- 
muneratorio. Applica-se re- 
gularmente á obrigação na- 
tural que temos de corres- 
ponder aos beneficios rece- 
bidos. 

Antidotario. ?7i, (pharm.) An- 
tidotarlo; li^-l•o que trata dos 
antídotos. Antidotorum lí- 
ber, epitome: — logar nas bo- 
ticas onde se põem os espe- 
cíficos de que se fazem os 
cordiaes e medicamentos con- 
tra o veneno : — formulario 
de receitas. Quasi que se não 
usa esta palavra, que fui sub- 
stituida pela de pharmaco- 
peia. 

Antídoto, to. (fig.) Antidoto; 
remedio preservativo. Pre- 
cautio, cautela: — (roefZ.J re- 
mediu jmra expellir o vene- 
no que se tomou, ou para 
13rcvcnir ou neutralisar seus 
effeitos. Antidotum, i. 

AntidramÁtico, ca. adj. Anti- 
inatico; contrario á arte dra- 
mática ou ás suas regras. 

Antiduelismo. to, Autiduellis- 
mo ; doutrina opposta ao 
duello. 

Antidula. /. (zç^oL) Antidula; 
genero de insectos dípteros 
da familia dos miodarios. 

Antidúleo, lea. adj. (zool.) An- 
'' tiduleo ; parecido com a anti- 



172 



ANT 



dula : — /. pi. tribu de inse- 
ctos dipteros miodarios. 

Antiédrico. aclj. (min.) Antie- 
drico ; diz-se dos crystaes de 
faces oppostas entre si. 

Antiefialtico, ca. adj. (med.) 
Antiephaltico ; diz-se dos 
remedios que se adminis- 
tram contra o pesadello. 

ANTIEMÉTICO; CA. adj.(med.J Au- 
tiemetico ; diz-se do medica- 
mento empregado para con- 
trariar os efí'eitos de um eme- 
tico cu vomitivo : — s. re- 
medio que se appMca para 
conter o vomito. 

Antienaedeo. adj. (min.) A»- 
tienaedro; diz-se do crystal 
que tem nove faces, sendo 
duas oppostas. 

Antiepiléptico, ca, adj. (med.) 
Antiepileptico ; qualificação 
dos remedios que se admi- 
nistram contra a epilepsia. 

Antier, adv. t. (fam.) Aute- 
hontem ; contracção de antes 
de ayer; antes de hontem. 

Antiescoiíbútico, ca. adj. (m,ed.) 
Antiscorbutico; diz-se dos 
medicamentos eflicazes para 
evitar ou remediar o escor- 
buto. 

Antiescrofuloso. adj. (med.) 
Antiescrofuloso; o que tem 
a propriedade de obrar con- 
tra as escrófulas. 

AntiespasmÓdico. adj. Anti- 
spasmodico ; qualificação dos 
medicamentos que se appli- 
cam contra os espasmos. 

Antiespiritvalismo. m. (pililos.) 
Antiespi ritualismo ; doutrina 
contraria ao espiritualismo, 
materialismo. 

Antiético, ca. adj. Antiliecti- 
co; diz-se dos remedios con- 
tra a febre hectica. 

Antievangelico, ca. adj. Anti- 
evangelico; contrario ao es- 
pirito ou letra do ]ívang-elho. 

Antifármaco, m. V. Antidoto. 

Antifasia. /. (ant.) V. Contra- 
dicción. 

Antifaz, m. Antifacc ; véu, ou 
outra qualquer cousa, que 
se põe para cobrir o rosto. 
Faciei velamen. 

Antifebril, adj. (med.) Anti- 
febril; que tem a proprie- 
dade de actuar contra a fe- 
bre. 

Antifermentiscible.cí f?/.fc/¿ im .) 
Antiferineiitescivel; que tem 
propriedades contrarias ás 



ANT 

que produzem a fermenta- 
cao. 

Antifideista. adj. (ant.) V. In- 
crédulo. 

Antifillo. m. (bot.) Antifillo 
(folha opposta) ; synonymo 
do genero Saxífraga. 

Antifilosofia. /. Antipliiloso- 
phia; doutrina opposta á phi- 
losophia. 

Antifilosófico, ca. adj. Anti- 
philosophico ; opposto á plii- 
losophia. 

Antifilosofismo. m. Antipliilo- 
sophismo; opinião contraria 
ao philosophismo. 

Antifilosofista. m. Antiphilo- 
sophista; aquelle que se o^j- 
poe ás sãs doutrinas philoso- 
phicas. 

Antifilósofo. m. Antiphiloso- 
pho; aquelle que é opposto 
á philosopliia ou ás qualida- 
des de philosopho. 

Axtifísico, ca. adj. Antiphy- 
sico; antinatural, contrario 
ás leis da natureza. 

Antifison. m.. (chim. ant.) Oxy- 
do de ferro hydratado. 

Antiflocíístico, ca. adj. (med.) 
Antiphlogistico; diz-se dos 
medicamentos que se consi- 
deram uteis para combater 
efíicazmente as enfermidades 
de caracter inflammatorio. 
Também se usa como sub- 
stantivo. Antiphlogisticus, 
a, um. 

Antífona. /. Antijibona ; ver- 
sículo que se reza ou canta 
no ofiicio divino antes e de- 
pois de cada psalmo. Antí- 
phona, ce. 

Antifonal ou Antifonario, m. 
Autiphonario ; livro do coro 
onde estão notadas as anti- 
pbonas de todo o amio. An- 
tiphonarius líber. 

Antifonero. m. Antiplioneiro ; 
cantor que levanta a anti- 
pbona. Antiphonarum prce- 
centor. 

Antifónico, ca. adj. Antii^bo- 
nico; que pertence á anti- 
j)hona. 

Antífrasis./, (rhet.) Antijjhra- 
se; figura que se emprega 
quando se diz uma cousa com 
palavras que significam o 
contrario. Usa-se regular- 
mente no sentido irónico. An- 
tiphrasís, is. 

Antigalactico, ca. aãj. (med) 
Autigalactico ; diz-se dos 



ANT 

remedios que têem a pro- 
priedade de diminuir a se- 
creção do leite. 

Antigo, ga. adj. (ant.) V. An- 
tiguo. 

Antiguado, bx.' adj. (ant.) V. 
A7itiguo. 

Antigualla, /. Antigualha; 
monumento da antiguidade, 
como medalha, gravura, es- 
tatua ou outra qualquer re- 
liquia. Monumcnta pervetus- 
ta: — pi. antiguidades ou 
noticias antigas. Vetustce no- 
titim : — antigualha ; certos 
usos, estylos, costumes de 
tempos remotos. Antiqui 
nsus, reteres consuetiidines : 
' — autigunlha ; cousa des- 
usada, traste velho, de pou- 
co valor. 

Antiguamente, adv. Antiga- 
mente; em tempos antigos. 
Antique, aniiquitns. 

Antiguamiento. m. (ant.) An- 
tiguidade; acção e effeito 
de antiguar. 

Antiguamientre. adv. m. (ant.) 
V. Antiguamente. 

Antiguar, n. Adquirir anti- 
guidade; fazer-se antigo em 
seu destino qualquer indivi- 
duo de tribunal, repartição, 
collegio, etc. 

Antiguardia. /. (ant. mil) V. 
Vanguardia. 

Antigüedad. /. Antiguidade; 
qualidade de antigo, como 
a antigiídade de uma cida- 
de, de uma familia, de um 
edificio, etc. Antiquitas, edis: 
■ — antiguidade; o tempo an- 
tigo, assim como as cousas 
que n'elle succederam. An- 
tiquitas, aiis : — antiguida- 
de; etitende-se muitas vezes 
pelos homens sabios que 
e.xistiam n'outro tempo. Ve- 
terum sapientia, vel sapien- 
tes antiquifate commenda- 
bilis : — antiguidade ; priori- 
dade de tenqjo no desem- 
penho de um cargo: — pi. 
antiguidades, antigualhas; 
restos de monumentos ou 
obras de arte antiga: — 
clasica; antiguidade clássi- 
ca, o tempo em que flores- 
ceram os grandes genios da 
Grecia e de Roma. 

Antiquísimo, ma. adj. siip. V. 
Antiquísimo. Aniiquissimus, 

Antiguo, gua. adj. Antigo; 
que se applica ao que tem 



ANT 

antiguidade e á pessoa que 
tem exercido muito tempo 
algum emprego. Antiquus, 
a, um: — 711. veterano; nos 
collegios e outras conimu- 
nidades o que deixou de ser 
novo ou moderno. Sénior. 
A lo antiguo; á antiga; se- 
gundo o uso e costume an- 
tigo. Mo7-e antiqiio: — 2)1. 
antigos ; os que viveram nos 
séculos remotos e os homens 
celebres da antiguidade. Fe- 
teres, prisci sapientes: — 
antigo; velho, vetusto, en- 
trado em annos. 

Antihectico, ca. adj. (meã.) 
V. Antiético. 

Antihelmíntico, ca. adji (med.) 
Antihelmintico ; que tem a 
propriedade de actuar con- 
tra as lombrigas. 

Antihemoreajico, ca. adj. (med.) 
Antihemorrhagico, hemostá- 
tico; diz-se dos remedios pró- 
prios para conter as hemor- 
rhagias. 

Antihemorroidal. adj. (meã.) 
Ahtihemorrhoidal ; efficaz 
contra as hemorrhoidas. 

Antiherpetico, ca. adj. (med.) 
Antiherpetico ; diz-se dos re- 
medios que obram contra o 
herpes. 

Antiuidrofóbico, ca. adj. (med.) 
Antihydrophobico ; applica- 
se aos remedios que actuam 
contra a hydrophobia ou 
raiva. 

Antihidrópico, ca. adj. (med.) 
Antihydropico ; applica-se 
ao medicamento cuja acção 
se dirige contra a hydroj)c- 
sia. 

Antihipnótico, ca. adj (med.) 

Antihypnotico; applica-se 

, ao medicamento que tem a 

propriedade de actu ar contra 

o pesadello, somnolencia. 

Antihipocondriaco, ca. adj. 
(m ed.) Antihypocondriaco ; 
etHcaz contra a hypocondriav 

Antihistérico, ca. adj. (med.) 
Antihysterico; qualificação 
dos remedios próprios para 
combater o hysterico. 

Antilácteo, tea. adj. (med.) 
V. Antigalácteo. 

AntilÁiibano, na. adj. (zool.) 
Antilambauo; applica-se ás 
aves que colhem os alimen- 
tos com os dedos para os le- 
var ao bifco : — /. 'pl. familia 
de aves trejjadoras que com- 



ANT 

prebende as que colhem o 
alimento com os dedos para 
o levarem ao bico. 

Antilamparozo, za. adj. (vet.) 
Antilamparonico ; que tem 
a propriedade de actuar con- 
tra os lamparoes dos ani- 
maes. 

Antilepsis. /. (a7it. meã.) An- 
tilepse; modo de fixar uma 
ligadura sobre uma parte 
enferma, atando-a ou sujei- 
tando-a ás immediatas. 

Antílida. /. (bot.) Antilida; 
genero de plantas legumi- 
nosas papilionaceas, das re- 
giões immediatas ao Medi- 
terrâneo, que se parecem 
muito com os trevos. 

Anttlis. /. (bot.)Y. Policarjyo. 

AiwilÍticos. m. (med.) Autili- 
ticos; nome dado aos medi- 
camentos destinados a pro- 
duzir a destruição dos cal- 
culos urinai'ios. 

Antilóbülo. m. (anat. ant.) 
Antilobulo; lóbulo da ore- 
lha. 

Antilocaura. m. (zool.) Anti- 
locabra ; especie de antílope. 

Antilojia. /. Antilogia; con- 
tradicçào ou opposiçâo ap- 
parente de dois textos ou 
sentenças entre si. Sententia- 
rum inter se pugna, contra- 
dictio. 

Antilógico, ca. adj. Antilógi- 
co; contradictorio: — anti- 
lógico ; contrario ou opposto 
á lógica. 

Antilómico, ca. adj. (med.) An- 
tilomico; efiicaz contra a 
peste. 

Antilomotecnia. /. (meã.) An- 
tilomotechnia; arte de com- 
bater ou destruir a peste. 

Antilomotécnico, ca. adj. (med.) 
Antilomotechnico ; concer- 
nente ou relativo á antilo- 
motechnia. 

Antílope, m. (zool.) Antílope; 
genero de mammiferos da 
ordem dos ruminantes cara- 
cterisado por seus , cornos 
òcps, geralmente redondos, 
marcados na base com an- 
nHhos salientes e arestas 
longitudinaes. Os animaes 
d'este genero occupam na 
escala zoológica um ponto 
intermedio entre o cervo c 
a cabra por suas formas gra- 
ciosas, seus hábitos e a ra- 
pidez da sua carreira. Eu- 



ANT 



173 



contram-se em ambos os con- 
tinentes, têem commummen- 
te vistaipenetrante, ouvido 
apurado' e superior olphato; 
sâo mansos e tímidos e vi- 
vem geralmente em reba- 
nhos. As especies d'este ge- 
nero são muitas, e suas for- 
mas mui variadas; por isso os 
naturalistas os têem reunido 
em grupos particulares ou 
subgéneros com os nomes de 
gazella, orix,-addax, nagor, 
iirebia,grimia, hubale risia. 

Antímaco. m. (zool.) Antimaco ; 
genero de insectos coleópte- 
ros heteromeros da familia 
dos melásemos, fundado cm 
uma só especie que se cria 
no Brazil. 

Antijiefítico, ca. adj. An- 
timephitico, desinfectante; 
applica-se a tudo que neu- 
tralisa ou dissipa o mau 
cheiro. 

Antimelancolico, cK.adj. (med.) 
Antimelancolico; efficaz con- 
tra a melancolia. 

Antimelódico, ca. adj. (mus.) 
Antimelódico ; contrario á 
melodia. 

Antimelon. m. (bot.) V. Man- 
dragora. 

Ai^timetÁbola./. (reth.)Y. An- 
timetátesis. 

Antimetalepsis. /. (reth.) An- 
timetalepse ; figura que con- 
siste em exprimir dois pen- 
samentos distinctos com as 
mesmas palavras inversa- 
mente rejoetidas. 

AntimetÁtesis. /. (reth.) Anti- 
metathese; jogo de ¡palavras 
que exprimem duas ideas 
distinctas. 

Antiministekial. adj. Antimi- 
nisterial; que é contrario 
aos principios politices ou 
ao systema de governo que 
seguem os ministros ou che- 
fes da administração publi- 
ca de um paiz. Usa-se tam- 
bém como substantivo. 

Antimonacal. adj. Antimona- 
cal ; contrario aos monges. 

ASTIMONANA, AnTIMONANO. S. 

(ant. chim.) Chlorureto de 
antimonio. 

Antimonárquico, ca. adj. An- 
timonarchico; que se oppoc 
aos principios que consti- 
tuem a monarchia. Usa-se 
também como substantivo. 

Antimonahqvísta. m. Antimo- 



174 



ANT 



narquista ; o que é inimigo 
da monarchia. 

Antimoniado, da, aãj.^fcJiim.) 
Antimoniado ; qua contém 
antimonio. 

Antimonial, adj. (chim.) Anti- 
monial-, que tem relação com 
o antimonio ou participa 
d'elle. Antimonialis, le. 

Antimoniar. a. (cliirii.) Mistu- 
rar o antimonio com o me- 
tal de que se fazem os ca- 
racteres typograiohicos. 

Antimoniato. 'wi. (chim.) Anti- 
moniato-, sal que resulta da 
combinação do acido anti- 
monico com uma base sali- 
fica vel. 

Antimúnico, ca. adj. (chim.) V. 
Antimonial: — diz-se espe- 
cialmente de um acido que 
se obtém combinando o an- 
timonio com o acido nitrico 
a ferver: — diz-se também 
do ox}^do de antimonio. 

AntimÓnico-potasico,ca.(c/ízwi.J 
Antimoiiico-potasico ; nome 
dado ao sal antimonico com- 
binado com o sal de potassa. 

Antimonidos. m. pi. (min.) An- 
timonidos; familia de mine- 
raes, em cuja composição 
entra o antimonio. Esta fa- 
milia compreheude os gene- 
ros antimonio, antimoniure- 
to e antimonioxydo. 

Antimonífero, i?a. adj. (min.) 
Antimonifero; que contem 
antimonio. 

Antimonio, m. (min.) Antimo- 
nio; genero de mineraes de 
cor esbranquiçada mui bri- 
lhante e de estructura lu- 
minosa. Comprebende duas 
esiK'cies: o antimonio nativo 
e o antimonio arseniacal; 
o primeiro é frágil, quando 
se queima exhala um va2ior 
branco e dissolvido no acido 
nitrico deixa um sedimento 
esbranquiçado; o segundo 
é um antimonio misturado 
com o arsénico em diversas 
proporções, e encontra-se ás 
A^ezcs cm forma de crostas 
acompanhadas de arsénico 
nativo. Tomou este metal o 
nome que tem, porque os 
primeiros ensaios que d'el- 
le se fizeram como medica- 
mento recaíram em frades, 
que morreram todos. São. 
muitas sem embargo as pre- 
parações cliimicas e ¡ihar- 



ANT 

maceuticas em que entra, e 
a industria o emprega na 
liga do metal de que se fa- 
zem os caracteres typogra- 
phicos. Azufre dorado de 
antimonio (chim.); enxofre 
dourado de antimonio; o 
que se obtém vertendo um 
acido na agua mãe dos ker- 
mes. Ordinariamente usa-se 
para esta operação o acido 
nitrico. Cloruro de antimo- 
nio ; chlorureto de antimo- 
nio ; o que resulta da com- 
binação do chloro com este 
metal ; manteiga de antimo- 
nio. Emprega-se em medi- 
cina como caustico para as 
mordeduras de animaes ve- 
nenosos, 8 nas artes para 
bronzear os inetaes, sobre- 
tudo as espingardas. Higa- 
do de antimonio; producto 
da fusão de uma jiarte de 
sulphureto de antimonio com 
outra de nitro. Sulfuros de 
antimonio; sulphuretos de 
antimonio ; os que se obtêem 
directamente, aquecendo o 
enxofre com o antimonio ou 
com o oxydo de antimonio. 
Vidrio de antimonio; vidro 
de antimonio; silicato de 
protoxydo de antimonio uni- 
do ao oxysulphureto : — 
alcalizado (ant.) ; antimonio 
alcalisado ; sulpliureío de 
antimonio com protoxydo 
ou açafrão de antimonio: — 
blanco; antimonio branco; 
protoautimonito de potás- 
sio: — crudo; antimonio cru, 
sulphureto de antimonio 
mineral : — diaforético pur- 
purino. V. Antimonio alca- 
lizado : — especular ; proto- 
sulf)hato de antimonio: — 
jacintino; cal de antimonio 
vitrificado; — 2>/?ímoso; pro- 
tosulphureto de antimonio : 
— scdgado.Y. Chlorureto de 
antimonio :—sidp]iurado ro- 
xo; sulplnireto de antimonio 
hydratado ou kermes mine- 
ral. 

Antimoniofisita. /. (min.) An- 
timoniojohisita ; substancia 
mineral antimoniada, varie- 
dade do oxydo de antimonio. 

Antimonioso, sa. adj. V. Anti- 
monico. 

Antimoníquel. m. (min.) Anti- 
monickel; antimoniureto de 
nickel. 



ANT 

Antimonito. vi. (chim.) V. An- 
timoniato. 

Antimoniuro. m. (chim.) Anti- 
moniureto; liga ou mistura 
de antimonio com outro me- 
tal. 

AntimonÓsido. m. (chim.) An- 
timonoxydo; oxydo de anti- 
monio. 

Antimuermoso. adj. (vet.) An- 
timormoso; apiilica-se ao 
remedio efiicaz contra o. 
mormo. 

Antina. /. (bof.) Antina; ge- 
nero de plantas hypomicetas 
bisoideas, pequenos cogu- 
melos, que crescem nos sitios 
húmidos sobre as folhas das 
arvores, e que são notáveis 
pelo variado c vistoso de 
suas cores. 

Antinacional, adj. Antinacio- 
nal ; o que c ojjposto aos in- 
teresses, usos, costumes ou 
leis de uma nação. 

Antinecmio. m. (med. ant.) An- 
tinechmio; nome dado por 
Galeno á parte anterior da 
tibia. 

Antinefrítico, ça. adj. (med.) 
Antinephritico ; diz-se do me- 
dicamento, que tem a pro- 
priedade de actuar contra as 
dores nephriticas ou inflam- 
mação dos rins. 

Antinomia. /. (philos.) Antino- 
mia; oppòsição directa de 
dois principios ou leis : — 
(for.) ailtinomia, contradic- 
ção entre duas disposições 
legislativas. Antinomia, ce. 

Antinomiarse. r. (ant.) Oppoi-- 
se; estar em contradicção 
apparente ou real com duas 
leis. 

AntiodontÁlgico, Antiodónti- 
co, Antiodontino, na. adj. 
(med.) Antiodontico; antio- 
dontalgico ; diz-se dos reme- 
dios que actuam contra a 
odontalgia. 

Antiojos. m. pi. V. Anteojos. 

AntiorgÁstico, ca. adj. (med.) 
Antiorgastico; diz-se dos re- 
medios que actuam contra .o 
orgasmo ou irritação em 
geral. 

Antioxalinos. m.pl. (zool.) An- 
tioxalinos; familia de reptis 
ophidios, cujos dentes ante- 
riores são venenosos. - 

Antipapa. m. (rei.) Antipapa; 
nome dado aos que tê em in- 
troduzido em diversas epo- 



ANT 

chas o scismana Igreja, clia- 
maudo-se papas e oppoudo 
a sua auctoridade á do pon- 
tifice canonicamente eleito. 
AntijíciJKi, ce. Contam-se 28 
antipapas no espaço de 12 
séculos, pouco mais ou me- 
nos, desde 251 a 1439. 

Antipapado, Antipapazgo. m. 
(rei.) Antipapado; a illegi- 
tima dignidade de antipapa; 
e também o tempo que dura 
a sua usurpação. Antipapa- 
tits, us. 

Antipapismo. m. (rei.) Antipa- 
. pismo; opinião dos que não 
reconhecem a supretòacia es- 
piritual do papa. 

AntipÁpísta. adj. Antipapista; 
inimigo do papa curdos seus 
partidarios. 

Antipara./. Anteparo :~guarda 
vento ou biombo, que se pòe 
diante de alguma cousa i>a- 
ra a occultar. Opcrculum, i : 
— (an^.) certo genero de 
meias, calças ou polainas 
que cobriam as pernas c pés 
só 23or diante. 

Antiparalítico, ca. adj. (meã.) 
Antiparalytieo ; ajiplica-se 
aos remedios tlierai^euticos 
que se administram contra 
a paralysia. 

AntiparÁstasis. /. (reth.) An- 
tiparastasis; gj'jo metapho- 
'rico ^ue se emprega na de- 
feza de um acensado, tra- 
tando de pi-ovar que se hou- 
vera feito o que se lhe im- 
puta, antes mereceria pre- 
mio do que castigo. 

Antiparero.' adj. Fabricante 
de anteparos ou o que os 
vende: — (mil. ant.) soldado 
que usava de antiparas. 
' Antiparístasis. /. (pililos.) V. 
Antiperistasis. 

Antiparras. /. pi. (fam.) V. 
Anteojos. 

Antipasto. m. (pões.) Antipas- 
to; pé de verso latino com- 
posto de quatro syllabas; 
a primeira e a ultima bre- 
ves, a segunda e a terceira 
longas. 

Antipatia./. Antipathia; sen- 
timento natural e involun- 
tario de opposição ou repu- 
gnancia, que se experimenta 
para com alguma pessoa ou 
cousa. Antipathia, ce: — anti- 
pathia; contrariedade de ca- 
racter, de gosto, inclinações 



ANT 

ou natureza entre dois ou 
mais individuos : — (phys.) 
antipathia; falta de aífini- 
dade entre os corpos inor- 
gânicos. 

Antipático, ca. adj. Autipathi- 
co; o que tem ou infunde 
antipathia. Itepugnans, con- 
tra rius , discar s : — antipa- 
thico; contrario, opposto : — 
(phys.) n'outro tempo eram 
designadas com esta palavra 
as substancias que, segundo 
a oioinião commum, se ex- 
cluiam, como o calor e o 
frio, a seccura e a humida- 
de, etc. 

Antípato. to. (zool.) Antipato; 
genero do polypos imrenchi- 
niatosos parecido com a gor- 
gonia. 

Antipatriota. adj. Antijía- 
triota; inimigo dos patriotas 
e do patriotismo: — 7h. an- 
tipatriota; pessoa de idéas 
oppcjstas ás de um verdadei- 
ro patriota. 

AntiperistÁltico , ca. adj. 
(med.) Antiperistaltico; qua- 
lificação do movimento acci- 
dental, insólito, em virtude 
do qual contrahiudo-sc os 
intestinos debaixo ¡lara ci- 
ma, produzem a ascensão 
e a expulsão pela boca das 
materias contidas n'clles, 
como se observa no volvo. 

Antiperístasis./ (pililos.) An- 
tiperistasis ou antiperista- 
se; acção de duas qualida- 
des contrarias, uma das 
quaes excita por sua oppo- 
sição o vigor da outra. An- 
tiperistasis, is. 

AntiperistÁtico, ca adj. (pili- 
los.) Antiperistatico ; o que 
pertence á antiperistasis. 
Antiperistasis proprium. 

Antipestilencial. adj. (med.) 
Antipestilencial; diz-se dos 
remedios, que actuam contra 
a peste. E syhonymo de An- 
tilómico. 

Antípico, ca. adj. (med.) An- 
tipyreo; applica-se aos re- 
medios próprios ¡oara com- 
bater a suppuração. 

Antipirético, ca. adj. (med.) An- 
tipyretico ; que actua contra 
a febre. V. Fehrifnga. 

Antipirótico, ca. adj. (med. (An- 
tipyrotico ; qualificação dada 
aos remedios que se empre- 
gam contra as queimaduras. 



ANT 175 

Antipleuretico, Antipleuriti- 
co, ca. adj. (med.) Anti^^leu- 
ritico; cpie serve para com- 
bater a pleuresía. 

Antipo. m. (zool.) Antipo; ge- 
nero de insectos coleo]5teros 
tetrámeros do Cabo da Boa' 
Esperança. 

Antipoca. /. (for. p. Ar.) Re- 
conhecimento de um foro, 
de uma renda, etc. Ohliga- 
tiocensuiexsol vendo, scripfo 
tradifa. - 

Antipocar. «. Reconhecer um 
foro com escriptura publica, 
obrigando-se á paga de seus 
redditos. Obnoxium censui 
exsolvendo se profiferi: — 
(fam.) renovar; tornar a fa- 
zer alguma cousa, que c de 
obrigação e havia estado sus- 
pensa ou parada jjor muito 
tempo. Instaurare, renovare. 

Antípoda, m. Antipoda ; o 
habitante do globo terrestre 
diaraeti-a'.mente opposto ¡íela 
sua situação a outro, ou 
a(]uelle que habita debaixo 
da mesma latitude o hcmis- 
])herio opposto. Antípodes, 
is: — (fig. efain.) antipoda; 
o cjue é de genero contrario 
a outro. Diz-se também das 
cousas que entre si têem op- 

■ posição. Adversus, contra- 
rius. 

AntipodÁgrico, ca. adj. (med.) 
V. Antiartrítico. 

Antipodal. adj. Antipodal; o 
que pertence cu se refere 
aos antipodas, 

Antipodia, Antii'odio. s. (ant.) 
Autipodia; prato que se jun- 
ta de extraordinario á comi- 
da de todos 03 días. 

Antipoéta. m. Antipoeta; o 
que não gosta dos iJuetas 
ncm da poesia. 

Antipoético, ca. adj. Autijiocti- 
co; contrario ou opposto á 
poesia. 

Antipófora. /. (reth.) Antipo- 
phora ; objecção que se ante- 
cipa a combater outra ob- 
jecção possível. 

Antipontificado. m. V. Anti- 
Xmpado. 

Antipraxia. /. (med.) Antipra- 
xia; disposição ou estado 
contrario das diversas partes 
do corpo u'um enfermo, 
como quando se observa con- 
vulsão u'um membro e pa- 
ralysia uo ojiposto. 



176 ANT 

Antipróstata. /. (anat.) Au- 
tiprostata-, nome dado por 
alguns anatómicos a duas 
glandulasinhas situadas an- 
teriormente á ¡próstata. 

Antiprukijinoso, sa. adj. (meã.) 
Antipruriginoso; chama-se 
assim o medicamento desti- 
nado a combater o ¡n-urido 
que acompanha certas en- 
fermidades. 

Antipsókico. ca. adj. (mcd,) 
Antipsorico ; o que tem vir- 
tude ou efficacia contra a 
sarna. 

Antiptosis. /. (gramm.) Anti- 
jítosis; figura que consiste 
em substituir um caso por 
outro. 

Antipuritano, na. (rei.) Anti- 
puritano; nome com que se 
designam em Inglaterra os 
membros de todas as seitas 
contrarias aos puritanos. 

Antipútrido, da. adj. (med.) 
Antipútrido •, o que actua con- 
tra a putrefacção para di- 
minui-la, destrui-la ou evi- 
ta-la.- Quidquid putredinem 
vetat. 

Antiquior. adj. (ant.) Diz-se 
do mais antigo, em alguns 
coi'jios e commiiuidades. 

Antiquísimo, ma. adj. siip. de 
Antiguo. Antiquíssimo. Val- 
de antiquus. 

Antiracionalismo. to. (pldlos.) 
Antiracionalismo ; doutrina 
opposta ao racionalismo. 

Antiraquítico, ca. adj. (med.) 
Antirachitico; diz-se do me- 
dicamento efficaz para com- 
bater o racliitismo. 

.Antirealísmo. m. (pililos.) An- 
tirealismo; doutrina opposta 
a,o realismo: — (polit.) V. 
Liberalismo. 

Antirealista. adj. Antirealis- 
ta; partidario da doutrina 
opposta ao realismo. > 

' Antireforsiista.^ ad/j. Antire- 
formista; opposto ás refor- 
mas e aos reformistas. 

Antireligioso , SA. adj. V. 
Irreligioso. 

Antirepublicanismo. m. Anti- 
republicanismo ; modo de 
pensar contrario ao systema 
republicano. 

Antirepublicano, na. adj. An- 
tirepublicano; opposto aos 
principios republicanos, áre- 
publica. 

Antirético, ca. adjj. (ant.) V. 



ANT^ 

Contradictorio. É termo do- 
gmático. 

Antirevolucionario, ria. adj. 
Antirevolucionario ; oppos- 
to aos revolucionarios^ á re- 
volução. 

Antirrea. /. (bot.) Antirrliea ; 
genero de plantas da fami- 
lia das rubiáceas, que com- 
preliende varios arbustos 
das ilhas de França e de 
Bourbon. 

Antirkíneo, nea. adj. (bot.) An- 
tirrhineo ; que se parece com 
antirrhino: — /. pi. tribu 
de plantas, cujo typo é o an- 
tirrhino. 

Antirrino. m. (bot.) Antirrhi- 
no; genero de plantas da 
familia das scrophularias , 
tribu dos antirrhineos, com- 
posto de sub-arbustos ou 
hervas de flores elegantes. 
A especie mais notável é o 
antirrhino maior ou dos jar- 
dins chamado vulgarmente 
bezerra, focinho de bezerra 
e boca de lobo. 

Antisátira. /. Antisatyra ; 
satyra em resposta a outra. 

Antiscios. adj. p)^- (ctstron.) 
Antiscios ; diz-se dos pontos 
celestes igualmente distan- 
tes dos trópicos, como Tau- 
ro e Leo : — V. Antéeos. 

Antiscolico, ca. adj. V. Vermí- 
fugo. 

Antiscorbútico, ca. adj. (med.) 
V. Antiescorbútico. 

Antiscrofuloso, sa. adj. (med.) 
V. Antiescrofuloso. 

Antiséptico, ca. adj. (pliarm.) 
Antiséptico; diz-se de um 
cozimento em que entra, como 
base a quina. Chama-se 
completo., se na 'sua compo- 
sição entra alguma substan- 
cia purgante, e incompleto 
no caso contrario: — (med.) 
ordinariamente diz-se do me- 
dicamento cuja acção se diri- 
ge contra a gangrena. V. An- 
tipútrido. 

Antisifilítico, ca. adj. (med.) 
Antisyphilitico ; diz-se dos 
remedios que se empregam 
contra a syphilis, ou enfer- 

~ midade venérea. 

AntisimpÁtico, ca. adj. V. An- 
tipático. 

Antisocial, adj. Antisocial; 
contrario, opposto á socieda- 
de humana, ou que tende a 
dissolve-la : — (fig. fam.) iu- ¡ 



ANT 

social ou insociável, fallan- 
do de pessoas. 

Antispasis. /. (med.) V. líevid- 
sion.^ 

AntispÁstico, ca. adj. (med.) 
Antispastico ; applica-se aos 
remedios que toem a pro- 
l^ricdade de attrahir os humo- 
res a outro ponto do corpo, 
distincto d'aquelle em que 
residem. 

Antíspasto. m. (pões.) V. Anti- 
pasto. 

Antispodio. m. (p>harm.) Antis- 
podio; preparação j)harma- 
ceutica. 
- AntistÁtico, ca. adj. (min.) 
Antistatico; qualificação das 
substancias, cujos crj^staes 
apresentam faces,, umas de 
formas irregulares e outras 
symetricas. 

Antisterigma. /. (cir.) V. Mu- 
leta. 

Antistiria. /. (bot.) Autistirla 
(ramo deflores); genero de 
plantas da familia das gra- 
míneas, tribu das andropo- 
gonias que cresce na Asia 
e na Nova Hollanda, 

Antistrofa. /. V. Antiestrofa. 

Antitasis. /. (anat. ant.) Anti- 
thasis ; nome dado ao espaço 
comprehendido entre dois 
órgãos : — também se tem 
usado como synonymo de 
contra-extensão. 

Antiteatral. adj. Antithea- 
tral; que não ó theatral. 

Antitenar. adj. (anat.) Anti- 
thenar ; qualificação de uma 
das porções do flexor menor 
do pollcgar, segundo Wins- 
low. 

Antiteos. on. pi. (myth.) Anti- 
theos; genios do mal, que 
occupavam o posto dos deuses 
evocados pelos arúspices e 
mágicos, e enganavam, va- 
lendo-se de más artes, os que 
os não conheciam. 

Antitesia. /. (zool.) Antithesia 
(contraste); genero de inse- 
ctos lepidópteros da familia 
dos nocturnos. 

Antitésion. m. (bot.) V. Lam- 
pazo. 

Antítesis./, {reth.) Antithese 
ou antithesis; figura que se 
emprega quando na oração 
se juntam contrarios concei- 
tos ou palavras. Antithesis, 
sive antitheton : — (gram.) 
antithese; figura que se 



ANT 

emprega, quando se poe uma 
letra no logar de outra. An- 
tithesis : — antithese ; trans- 
IDOsiçào de um termo de um 
membro para outro. 
AntitetÁnico, ca. adj. (med.J 
Antitetanico; diz-se dos re- 
medios proiDrios para com- 
bater o tétano. 
Antitético, ca. adj. Antithe- 
tico; que contém antithe- 
se : — antithetico ; qualifica- 
ção dada aos caracteres chi- 
nezes. 
Antiteto. m. fant.) V. Antitesis. 
Antitipia./. (ijied.) Antitypia; 

resistencia, dureza. 
Antitísico, ca. adj. (med.J An- 
titisico; diz-se dos reme- 
dios contra a tisica. 
Antitrago. m. (anat.) Anti- 
trago ; pequena eminencia 
cónica, achatada, que se 
encontra por fora e em fren- 
te do trago debaixo do an- 
tehèlix : — (bot.) synonymo 
de Crípsida. 
Antitraguiano. adj. (anat.) 
Antitraguiano ; pertencente 
ao antitrago: — m. pequeno 
musculo, que se encontra | 
no intervallo que separa o 
antitrago do antehelix. 
Antituixia./. (7jot.) Antitrixia; 
genero de plantas da fami- 
lia dos musgos, creado i^qr 
líridcl, synon,ymo do genero 
anodonte: —De Candolle deu 
também este nome a um ge- 
nero de compósitas mui i)a- 
rccido comaatrixia, na for- 
ma dopennacho, mas da qual 
se diíierença pelas suas fo- 
lhas oppostas. A única es- 
pecie d'este genero é indí- 
gena do Cabo da Boa Espe- 
rança. 
Aktiunionista , Antiunitario , 
i!iA. (theol.) Antiunitario; 
opposto ou contrario á união 
de dois ou mais povos, par- 
tidos, etc., que tendem a 
formar um só corpo. 
Antivariólico, ca. adj. (med.) 
Antivariolico ; diz-se dos re- 
medios que se administram 
contra a varíola ou bexigas. 
Antivenekeo, i!ea. adj. (med.) 

V. Antisifilitico. 
Antivermicular. adj. (med.) 

V. Antiperistáltico. 
Antiverminoso, sa. adj. (med.) 
V. Vermífugo. 

ANTIVERSIFICADOKjKA.orf/.Anti- 



ANT 

versificador ; o que é opposto 
á poesia. 
AntixÁrida. /. (bot.) Antixari- 
da (sem formosura) ; genero 
de escrophularias, herva do 
Egy|)to, coberta de uma j^u- 
bescencia glandulifera. 
Antixeira./. (zool.) Antixeira; 
genero de coleópteros pen- 
tameros, da familia dos la- 
mellicorneos, cujo typo é a 
antixeira de quatro dedos. 
Antiyer. adv. (ant.) V. An- 
teayer. 
Antizímxco, CA. adj. (chim.) An- 
tisimico; diz-se do que se 
oppòe á fermentação. 
Antlas. m. (chim. ant) Antlas; 
protosilicato de alluminio, 
de ferro e de mangauez. 
Antlia. /. (zool.) Autlia (ca- 
nal); nome dado á espiri- 
trompa dos insectos lepidó- 
pteros. 
Antliarínido, da. adj. (zool.) 
Antliarinido; o (jue se pa- 
rece com o antliarino: — m. 
pi. familia de insectos coleó- 
pteros, cujo typo é o ge- 
nero antliarino. 
Antliarino. m. (zool.) Antliari- 
no; genero de insectos coleó- 
pteros tetrámeros, da fami- 
lia dos curculiónidos, que 
se encontra no Cabo da Boa 
Esj^erança e na Cafraria. 
Antliatos. m. p)l- (zool.) An- 
tliatos; undécima ordem da 
Entomologia systemativa de 
Fabricio, que corresponde 
em muitas de suas proprie- 
dades ao dos dípteros dos 
mais auctores. 
Antliobranquióforo, ra. adj. 
(zool.) Antliobranchioforo ; 
diz-se dos insectos que téem 
na cabeça braços ¡irovidos 
de chupadores : — m. pl. 
familia de molhiscos. 
Antobio. m. (zool.) Anthobio; 
genero de insectos coleópte- 
ros pentameros da familia 
dos brachelitros, que se cria 
nas flores c nas feridas e 
cortiça das arvores. Conhe- 
cein-se -vinte especies, uma 
do Cabo da Boa Esperança 
c os demais da Euroj^a : — ge- 
nero da ordem dos coleópte- 
ros tetrámeros, da fami- 
lia dos curculiónidos : — pl. 
tribu de insectos coleópte- 
ros pentameros da familia 
dos lamellicorneos, que se 



ANT 



177 



alimentam de flores e cujas 
cores são brilhantes. 

Antobóleo. adj. (bot.) Antho- 
boleo; parecido com o anto- 
bolo: — /. 2^1- tribu de plan- 
tas dycotiledoueas, cujo ty- 
po é o genero anthobolo. 

Antóbolo. 7?i. (bot.) Anthobolo; 
genero da familia das time- 
laceas, typo da tribu das 
anthoboleas, arbustos pare- 
cidos com a giesta, que cres- 
cem na jjarte tropical da No- 
va Hollanda, e sao lisos, rami- 
ficados, de folhas espalha- 
das e flores pequenas ama- 
reliadas. 

Antobranquio, quia. adj. (zool.) 
Anthobranchio ; diz-se dos 
molluscos, cujas guelras pa- 
recem ramilhetes de flores : 
— m. pl. familia de mollus- 
cos. 

Antocéfalo. m. (bot.) Anthoce- 
phalo; genero de plantas da 
familia das rubiáceas, arbus- 
to de folhas oppostas e de 
flores aggregadas: — (zool.) 
anthocejihalo , familia de 
vermes intestinaes que se 
parecem com os,botriocepha- 
lo3 c cisticercos, e que só 
se encontram no ventre dos 
peixes. 

Antócera. /. (bot.) Anthocera; 
genero de plantas da fami- 
lia das hepáticas, que tem 
por tyi)o a antocera dicoto- 
nia. Todas as especies d'este 
geuej'o são cosmopolitas e 
crescem na terra húmida, 
nos campos cultivados e nos 
bosques. 

Antocercis. m. (bot.) Anthocer- 
cis; genero de arbustos da 
familia das escrophulareas, 
tribu das salpiglosideas ; 
compreheude cinco especies 
conhecidas que habitam na 
Nova Hollanda, e se culti- 
vam para ornato nas estufas. 

Antoceróteo, tea. adj. (bot.) 
Anthocerotico ; que se jjare- 
ce com a anthocera: — f. p)l- 
anthoceroticos, ti-ibu da fami- 
lia das hepáticas, composta 
somente do genero antocera. 

Antoclamida. /. (bot.) Antho- 
chlamida ; genero de plantas 
herbáceas da familia das 
chenopodeas, formado até 
hoje por uma só especie, que 
se descobriu modernamente 
na Pérsia. 



178 ANT 

Antocleista. /. (bot.) Antho- 
cleista; genero de plantas 
cujos caracteres ainda nào 
são conhecidos, postoque se 
julga ter similhanea cora o 
genero ioí/anm; compreben- 
de uma só especie de arvores 
de Guiné. 

Antocloa. /. (bot.) Authocloa; 
genero de plantas da fami- 
lia das gramíneas, tribu das 
festucaceas, constituido por 
uma só especie, que se en- 
contra vulgarmente nos An- 
des do Perú. 

Antocoíío. m. (bot.) Aaithocone ; 
genero de plantas formado 
de varias especies, que antes 
estavam comprehendidas no 
genero Fegatela. 

Antocopa./. (zool.) Antliocopa 
(corta flores); genero de in- 
sectos da ordem dos hymeuo- 
pteros e familia dos mcUife- 
ros, formado de varias espe- 
cies, que antes se achavam 
comprehendidas no genero 
Osmia. 

Antocórida./. (zool.) Anthoco- 
rida, genero de insectos da 
ordem dos hemipteros hete- 
ropteros, formado i:ior umas 
doze especies de forma ele- 
gante e formosas cores que 
habitam na Europa. 

Antocorinio. in. (bot.) Aního- 
corinio; especie de bractea 
que tem a forma de uma 
clava. 

Antodbndro. m. (bot.) Aiitho- 
dendro (arvore e flor); ge- 
nero de plantas da familia 
das ericáceas, tribu das ro- 
dodendraes, reunido como 
synonymo ao genero rodo- 
dendro. 

Antodio. m. (bot.) Anthodio; 
flor produzida pela aggrega- 
çâo de um numero maior ou 
menor de florinhas, n'um 
envolucro, capa ou cobertura 
commum. 

Antodisco. m.(l:>ot.) Anthodisco 
(disce florido); genero de 
plantas pouco conhecido , 
classificado na familia das 
risoboleas, c cuja especie 
typica é uma arvore que 
cresce na Guyana. 

Antodonte. m. ('èoí. j Anthodon- 
te (dente florido) ; genero de 
plantas da familia das hipo- 
crateaceas, que comprehen- 
de umas doze especies pro- 



ANT 

prias da America equato- 
rial. 

Antoecia. /. (zool.) Anthotícia 
(habitação florida); genero 
de insectos lepidópteros, da 
familia dos nocturnos, for- 
mado por duas especies que 
habitam, uma na Austria e 
outra na Hungria. 

Antófago GA. adj. (zool.) An- 
thophago; applica-se aos in- 
sectos que se alimentam de 
flores: — m. genero de in- 
sectos coleópteros da fiimilia 
dos brachelitros, cujos ca- 
racteres ainda não sào bem 
conhecidos. 

Antófila./. Anthophila; genero 
de insectos lepidupteros no- 
cturnos, cujo typo é a an- 
thophila purpurina do Lan- 
guedoc. 

AntÓfilo, ¿a. adj. (zool.) An- 
thophilo; diz-se dos insectos 
que vivem gerahnente nas 
flores, mas que se nào nutrem 
d'ellas. 

Antofillita. /. (min.) Antho- 
philita; substancia mineral, 
pardacenta c visivel em pris- 
mas romboidaes de fractura 
vitrea, similhantc á meta- 
loidea. Compue-se de ura 
átomo de trisilicato de ferro 
com tres de bisilicato de 
magnesia, e é uma varieda- 
de do amphibol. 

Antofillítico, ca. adj. (min.) 
Anthòphilitico, que contém 
anthophilita. 

Antofillito, m. (boi.) V. An- 
tofle. 

Antofillo, lla. adj. (bot.) An- 
thophillo (folha florida) ; 
que tem flores, cujas divi- 
sões sào prolongadas c era 
forma de foliólos: — m. 
(zool.) genero de polypos 
fosseis pertencentes aos ter- 
renos primitivos. 

AxTOFisA. /. (zool.) Anthophi- 
sa; genero de infusorios da 
familia dos raonadios, que 
se encontram nas aguas do 
Sena pelo tim do verào. 

Amtofle. m. (bot.) Antophle; 
cravo da índia. 

Antofórido , Antoforito ta , 
adj. (zool.) Anthophorido ; in- 
clinado ás flore-i: — m. grupo 
de insectos melliferos, cujo 
typo 6 o genero anthophoro. 

Antóforo, RA. adj. (zool.) An- 
thophoro; que tem uma ou 



ANT 

muitas flores: — to. genero 
.de insectos hymenopteros, 
cujo typo é o anthophoro 
pilipedo da Europa. 

Antofósforo. m. (ant. chim.) 
V. Fósforo. 

Antogoxio. m. (bot.) Anthogo- 
nio (angulo florido) ; genero 
de plantas da familia das 
orchideás, cujos caracteres 
ainda não estão descriptos. 

Antografía. /. Anthographia; 
arte de exprimir os i:)ensa- 
mentos por meio das flores.' 

AhtogrÁfico , CA. Anthogra- 
phieo; concernente á antho- 
graphia. 

Antógrafo. 7)1. Anthographo ', 
o que se entrega ao Qstudo 
da anthographia. 

Antoiria. /. (hot.) Anjthoiria 5 
genero de plantas da fami- 
lia das hepáticas, conhecido 
também com o nome de Ma- 
doteca. 

Antojadizamente. adi\ mod. 
Caprichosamente ; de iima 
maneira bizarra. Volubili et 
inconstanti afectu. 

Antojadizo, za. adj. Antojadi- 
ço : caprichoso, inconsequen- 
te, que muda constantemen- 
te e com facilidade de capri- 
cho. Inconstantis ingenii 
homo. 

A^'TOJADO, DA. adj. Antojado; 
desejoso, o que tem capricho 
ou desejo de alguma cousa: 
— (germ.) o que está preso em 
grilhões. 

Antoj^íljuento. ???.. (ant.) V. An- 
tojo.^ 

AntojÁnteo. adj. (bot.) Antho- 
janteo, o que se p-srece com o 
anthojanto :— /'. ¡jl. authojan- 
teas, genero de plantas gra- 
niineas, cujo typo é o antho- 
janto. 

Antqjanto. m. (bot.) Anthojan- 
to ; genero de plantas da fa- 
milia das gramineas, tribu 
das falarideas, composto de 
umas doze especies mui 
aromáticas, que cresce na 
Europa e na America", aon- 
de sào conhecidas com o 
nome de grarnma de cheiro. 

Antojanza. /. (ant.) V. Antojo. 

Antojarse, j'. Antojar-sc; appe- 
tecer ou desejar com vehe- 
mencia alguma cousa c as 
mais das vezes por puro ca- 
pricho ou voluntariedade. 
Usa-se unicamente nas ter- 



ANT 

ceiras pessoas e anteposto 
ou posposto ao pronome se, 
e depois alguns dos j^rono- 
mes me, le, te, etc., como se 
me antoja, se le antoja, se te 
antojaron, antojóseme. In 
ai i quid fer ri animi levitate. 
Antojarse á uno alguna 
cosa; antojar-se a alguém 
alguma cousa, julgar com 
pouco ou nenhum exame. Ali- 
quid animo fingere, sibi Ic- 
viter persuadere. 

Antojera. /. Caixa em que se 
guardam ou téem os binócu- 
los ou óculos. Ocularis vitri 
tlicca^: — pequena peça de 
coií-o ligada á testeira de 
um cayallo, que lhe cobre 
o olho paia que não possa 
ofhar aquclle lado. Mula- 
rum ocnlaria tegmina. 

Antojero, m. Oculista; fabri- 
cante de óculos. 

Antojo, m. Antojo; desejo ve- 
hemente de algunia cousa; 
e frequentemente ye entende 
do que só é dirigido por gosto 
ou capricho. Chama-se assim 
commummente ao desejo que 
tcem as mulheres quando 
estào prenhes. Fe/íeme/is ap- 
petitus exanimi levitate vel 
lihidine exortus: — antojo; 
juizo ou apprehensão que 
se faz de alguma cousa 
sem bastante exame. Leve 
de quavis re jndiciínn : — 
(aiit.J cntre-olhos, que ser- 
vem para ' os cava lios: — 
pi. (germ.) os grilhões : — 
m. p>l- nome vulgar de cer- 
tas alterações vasculares da 
pelle, que os meninos tra- 
zem quando nascem, e que 
se têem querido attribuir a 
certos desejos ou antojos que 
a mãe teve durante a pre- 
nhez : — pica ; dejjravações 
ou perversões do appetite. 

Antojuelo. m. dím. áa Antojo. 

Antojuno. adj. (ant.) Diz se 
da pessoa que usa óculos ou 
luneta. 

Antolar. tn. Lenço fino que se 
borda e une ao vestido por 
ambas as ourelas. 

Antolito. /. (min.) Antolito 
(jlor de pedra); falarida ou 
alpiste petrificado no sehisto. 

Antologia. /. Anthologia; col- 
lecçâo de poesias escolhidas: 
— (bot.) anthologia; discurso 
sobre as flores. 



ANT 

AxTOLÓGico, CA. adj. Antholo- 
gico; concernente á antho- 
logia. 

Antologo, m. (pliilol.) Antho- 
logo ; diz-se dos auctores da 
anthologia. 

Antoloma./. (Jjot.) Antholoma; 
genero da familia das mar- 
graviaceas, arvore de folhas 
pecioladas, ellipticas, oblon- 
gas, aggregadas até á extre- 
midade dos raminhos, que 
cresce na Nova Caledónia. 

Antómetra. /. (zool.) Antome- 
tra (medida de flores); ge- 
nero de insectos lepidópte- 
ros, da familia dos noctur- 
nos, tribu dos phalenitos, 
fiindado n'uma especie que 
nasce na Andaluzia. 

Antojoa. /. (zool.) Antomia; 
genero de insectos dípteros 
bracoceros, cpie abundam 
nas plantas cynantherias e 
iimbeli feras de, França e 
Allemauha, e costumam-se 
associar em grupos nume- 
rosos, que se balanceam no 
ar durante muitas horas. 

AntomÍcido, da. adj. (zool.) An- 
tomecido; diz-se dos inse- 
ctos que chupam o sutco 
das flores: — /. pjl. secção 
de insectos da ordem dos 
dípteros, tribu dos mucidos, 
que vivem ordinariamente 
occultos debaixo das flores 
c só se deixam ver quando 
faz sol. 

Antómida. cdj. (zool.) Antomi- 
da; que se parece com a an- 
tomia: — /. pi. tribu da or . 
dem dos dipteros, familia 
dos miudarios, cujo typo é 
o genero antomia. Vivem 
nos exg;emeutos, nos restos 
de animaes e nos vegetaes 
em putref acção. 

Antomisa. /. (zool.) Antomisa 
(cliupador deflores); genei-o 
de lepidópteros da tribu dos 
esphingidbs : — genero de 
aves. V. Antornis. 

Antonia. /. (bot.) Antonia; ge- 
nero da familia das logania- 
cea?, composto de duas es- 
pecies de arbustos, que se 
encontram na America me- 
ridional. 

Antoniado, da. adj. (bot.) An- 
toniado ; o que se parece com 
a antonia: — f. 2^^- tribu das 
loganiaceas, que tem por 
typo o genero autonia. 



ANT 179 

Antoniaxo, na. adj. (reí.) An- 
toniano; monge da ordem de 
Santo Antonio Abbade, que 
teve origem no século xu, c 
foi su[)primida pelo paj^a 
Pío VI em 17 de dezembro 
de 1776. Antoniamis, a, um. 

Antonimia. /. (lit.J Antony- 
mia; opposição de palavras 
que oti'erecem um sentido 
contrario. ' 

Antonino, m. (prov.) V. Anto- 
niano. 

Antonomasia. /. (reth.) An- 
tonomasia ; figui-a que se 
usa, empregando um nome 
appellativo ou uma quali- 
dade característica em logar 
do nome próprio de alguma 
pessoa, ou vice versa. Usa- 
se d' esta figui-a na conver- 
sação familiar para ponde- 
rar, referiudo-se a medianas 
ou obscuras notabilidades. 
Antonomasia, ce. 

Antonomasticamente, adv. m. 
\Antonoiuasticamente ; por 
antonomasia. Antonomasti- 
ce, per antonomasiam. 

AntonomÁstico, ca. adj. An- 
tonomastíco; que é próprio 
da antonomasia, ou em que 
ha antonomasia. Antonoma- 
sice próprias. 

Antónomo. m. (zool.) Anthono- 
mo; genero de insectos co- 
leópteros tetrámeros da fa- 
milia dos curcolionides, com- 
piisto de muitas e.~i3ec¡es que 
vivem na Europa e America. 

Antonota, Antonote. /. (bot.) . 
Anthonote; genero de plan- 
tas da familia das legumi- 
nosas que só compreheude 
até hoje uma especie de ar- 
bustos da costa occidental 
da Añ-ica. 

Añtopógon. m. (bot.) Anthopo-^ 
gon (barba florida) ; genero 
de plantas da familia das 
gramíneas, tribu das clori- 
deas, synonymo de Gimno- 
pógon. 

Antopora, Antoporita./. (zool.) 
Anthopora; nome dado á en- 
crinita liliforme. 

Antor. m. (for. p. Ar.) O ven- 
dedor a quem se compra de 
boa fé alguma cousa furta- 
da. Malee fidei venditor, rei 
non suce alienator. 

Antora. /. (bot.) Authora; es- 
pecie do genero acónito, cu- 
jas flores são de uma cor 



180 



ANT 



amarella pallida ou azul lí- 
vido ou então jaspeadas de 
ambas as cores. 

Antorcha. /. Brandiloi; tocha 
de cera ou archote para 
alumiar. Fax, acis: — (fig-) 
facho; a luz da rasão, da 
sciencia, do genio. 

Antorchak. a. (ant.) V. Entor- 
cliar. 

Antorchero, m. (ant.) Tochei- 
ro, candelabro, lustre em 
que se jjunham as velas. 

Antoría. /. (for. p. Ar.) A ac- 
ção de descobrir o auctor ou 
primeiro vendedor de cousa 
furtada. Venditoris rcifar- 
tivce deteetio. 

Antornis. m. (zooí.J Anthornis; 
genero de aves da familia 
das mellifagidas, cujo typo é 
o anthornis de cauda negra. 

Antos. /. (bof.) Anthos ; pala- 
vi-a de origem grega que si- 
gnifica flor. Aindaque seu 
sentido é genérico, ajiplica- 
se mais particularmente á 
flor da romeira pelas muitas 
virtudes medicinaes que se 
lhe toem attribuido. 

Antosia./. (bot.) Anthosia; ge- 
nero de jjlai^tas lobeliaceas 
da Nova Hollauda. 

Antosoma. /. (zool.) Anthoso- 
ma; genero de crustáceos da 
ordem dos sijihonostomos, e 
familia dos caligitos, cujo 
typo é o anthosoma de Dc- 
vonshire. 

Antosfermo. m. (bot.) Anthos- 
permo ; agglomeração de 
glóbulos reproductores de 
certas plantas marinhas: — 
genero de ¡jlautas da fami- 
lia das rubiáceas, tribu das 
anthospermeas, que com- 
prehende varias especies de 
hervas ou sub-arbustos da 
Africa austral. 

Antospérmeo, Antospérmico, 
CA. ad.j. (bot.) Anthospermi- 
co; que se parece com um 
anthospcrmo : — /. pl. tribu 
de plantas rubiáceas, cujo 
tyjjo é o anthospermo. 

Antosta. /. (p. Ar.) V. Tabi- 
que. 

Antostema. /. (bot.) Anthoste- 
ma; genero de ¡llantas eu- 
phorbiaccas, nas quacs cada 
flor masculina se reduz a um 
estame. A única especie de 
que se compõe, é uma arvore 
da Senegambia e do Congo. 



ANT 

Antóstomo, ma. adj. (zool.) An- 
thostomo; apjílica-se a cer- 
tos animaes que têem a boca 
parecida com urna flor : — m. 
pl. grupo de vermes jntes- 
tinaes. 

Antotia./. (bot.) Anthotia (flor 
auricular) ; genero de plan- 
tas da familia das goodenia- 
ceas, formado por urna só 
especie que habita na Nova 
Hollanda. 

Antotroxa. /. (bot.) Anthotro- 
xa '(roda defloi); genero de 
plantas da familia das es- 
crophulareas •, tribu das sal- 
piglosideas, composto de 
luna só especie, que é um 
arbusto da Nova Hollanda. 

AnTOVERSE, ANTOVIARSE.r.fCtK^Í.J 

V. Adelantarse. Darseprisa. 

Antoxanto. m. '(bot.) Antho- 
xanto ; genero de gramíneas. 

AntoxÁuida, /. (zool.) Antho- 
xarida (adorno de flores); 
genero de insectos lepidó- 
pteros, da familia dos diur- 
nos. Comprehende um gran- 
de numero de especies, que 
vivem geralmente no meio 
dia da Europa e no norte da 
Africa. 

Antoxera. /. (zool.) Anthosera 
(affeicoado ¿is flores); genero 
de aves da ordem dos pás- 
saros e familia dos dentiros- 
íros, ôonhecido também com 
o nome de creadion, e for- 
mado modernamente de va- 
rias especies, que estavam 
compreheudidas no genero 
philedon. 

Antoxorto. m. (bot.) Antho- 
xorto (circulo de flores); ge- 
nero de plantas da familia 
das restiaceas, que compre- 
hende uma só especie indí- 
gena do Cabo da Boa Espe- 
rança. 

Antoyanca ou Antoyanza. /. 
(ant) V. Antigüedad. 

Antózoa. f. (zool.) Enthozoa 
(animal flor); nome de um 
gi'ande genero de polyjios 
providos de uma só abertura 
digestiva. 

Antozoario, ría. adj. (zool.) En- 
thozoario-, qualificação dos 
animaesque têem mais os me- 
nos similliança com as flores : 
— adj. pl. familia da poly- 
pos, cujo typo é o genero an- 
thozoa. 

Antozüsia, /. (bot.) Enthozu- 



ANT 

sia; transformação das flo- 
res em pétalas. 

Antracias. m. (zool) Anthra- 
cias (negro como o carvão); 
genero de insectos coleópte- 
ros heteromeros, que tem 
por typo o anthracias bi- 
corne. 

AntrÁcidos. m. pl. (mia.) An- 
•thracidos; familia de mine- 
raes, cujo tj^^o fundamental 
é o carvão r — (zool.) tribu 
de insectos da ordem dos dí- 
pteros, divisão dos bracho- 
ceros, que se encontram em 
todos os paizes, e com es- 
pecialidade nos paizes me- 
ridionaes. 

AntracÍfero, ra. adj. (min.) 
Anthracifero ; que contém 
carvão mineral : — qualifi- 
cação de rochas, cuja cor 
está caracterisada pela pre- 
sença da anthracite, o que 
se dá também nos terrenos 
formados por essas rochas. 

Antraciforme. adj. (zool.) An- 
thraciforme; que tem a for- 
ma de um anthraz. 

Antracios. adj. x>l- (zool) V. 
Antrctcidos. 

Antracito. 7)1. (min.) Anthra- 
tite; substancia carbonacea 
amorjjha, opaca, que arde 
com diíficuldade, e que ge- 
ralmente não produz cham- 
ma, fumo nem cheiro, com- 
posta de carvão, algum hy- 
drogenio e de uma substan- 
cia terrea, formada de alu- 
mina, cal, sílica e ás vezes 
de carbureto de ferro. En- 
contra-se geralmente nos 
terrenos de transição próxi- 
mos ás rochas jíorphidicas e 
acompanhado de incrusta- 
ções vegeíaes. Não se usa 
na Euro2"ia, apesar de existir 
em abundancia; mas nos Es- 
tados Unidos da America a. 
industria tira d' cila grande ' 
partido, 

Antracitoso, sa. adj. (min.) 
Antliracitoso; que tem an- 
thracite. 

Antracocali. m. (pliarm.) V. 
AntrakoJcali. 

Antracodo, da. adj. (med.) An- 
tracodo; que tem a côr ne- 
gra do carvão ou os cara- 
cteres do anthraz. 

Antracolita.?».. (min.) Anthra- 
colita (pedra carvão); nome 
de uma variedade de an- 



ANT 

thracite, que se encontpa na 
Hungria. 

Aktracométrico, ca. adj.(cli{m.) 
Anthracornetrico ; o que tem 
relação cuui oauthracometi'o. 

AnteacÓmetro ou Antraconis- 
TKO. m. (chim.) Anthraco- 
metro ; instrumento que ser- 
ve jiara determinar a quan- 
tidade de acido carbónico 
contido n'uma mistura ga- 
zosa. 

Añteaconita./. (min.) Antbra- 
conita; nome de urna varie- 
dade de cal carbonatada, de 
estructura compacta, cor ne- 
gra e cbeiro fétido e betumi- 
noso; contém betume, sul- 
jibureto de ferro e silica. 

Antracosis. /. (mecí.) Anthra- 
cosis; carbúnculo que ataca 
as pálpebras c o globo do 
olbo. 

Antracoterio. m. (li. n.) An- 
tln-acoterio ; genero de màm- 
mifcros fosseis, alguma cou- 
sa parecidos com os anoplo- 
terios e cberopótamos. Os 
primeiros restos encontra- 
dos ijarecem pertencer á es- 
pecie de maior grandeza, e 
os seus caracteres conheci- 
dos são : 14 dentes molares 
na mandíbula superior, 2 
caninos e 4 incisivos na in- 
ferior. Cuvier descreveu cin- 
co especies achadas cm dif- 
ferentcs logares e de mui di- 
versas dimensões. . 

Antrakokai.i. m. (pharm.) An- 
trakokali; medicamento an- 
tiherjietico que se obtem 
com carvão de pedrá e po- 
tassn. Ha duas es-pecies, uma 
simples e outra sulphurada. 
O antrakokali ó um carbu- 
reto de ferro, e foi preconi- 
siido por um medico allemao 
. como especifico contra as 
escrófulas. 

Antrasomo. m. (zool.) Anthras- 
somo (corpo negro); genero 
de insectos coleópteros he- 
teroineros da familia dosme- 
lasomos, formado por uma 
só especie que se encontra 
no Chili. 

Ántrax, m. (meã.) Antraz. V. 
Carbunco : — (zool.) genero 
de insectos dípteros, tyjio 
da tribu dos anthraclos, e 
composto de muitas esi^e- 
cies, que habitam, na sua 
máxima parte, a Europa. 



ANT 

Antraxífeko, ua. adj. (min.) 
Y. •Aniraoifc.ro. 

Antrazocion. (chim.) y. Sulfo- 
icianójeno. 

AntrazocíÓsico, ca. (chirn.) V. 
íiulfociánico. 

Antkazociokdro. m. (chim.) V. 
Sulfociánuro. 

Antre. prep. e culv. (ant.) V. 
Antes. 

Antreso. m. (zool.) Anthreno; 
-genero de insectos coleópte- 
ros peutameros que se criam 
nas collecções de animaes 
dissecados, onde causam es- 
tragos de consideração. Co- 
nhccem-se vimas vinte e qua- 
tro especies, entre ellas nove 
da Eiu'opa, sendo a mais co- 
nhecida o anthreno dos mu- 
seus, chamado assim por ser 
o que mais danmos causa 
nas collecções de historia 
natural. 

Antrepto. m. (zool.) Anthre- 
pto; genero de aves cirini- 
das suimangas, cujo typo é 
o anthrepto de Java. 

Antkiadas. /. pl. (zool.) An- 

- thriadas ; familia de aves ou 
pássaros sylvauos que vivem 
nas cavernas. 

Antribido, da. adj. (zool.) An- 
thribido ; parecido com o au- 
thribo: — m. pl. anthribidos; 
trilm de insectos da familia 
dos riucophoros e ordem dos 
colcüjíteros, que vivem ge- 
ralmente na casca das ar- 
vores, e tem por typo o ge- 
,uero anthribo. 

Antribiforme. adj. (zool.) An- 
thribiforme; que tem a for- 
ma de anthribo. 

Antriiíito. adj. (zool.) V. An- 
tribido. 

Antribo. m. (zool.), Anthribo 
(que destroe a flor); genero 
de insectos coleópteros te- 
trámeros, da familia dos cur- 
culionides, cujas especies 
sao todas exóticas, excejsto 
o denominado anthribo al- 
bino, que é indígena da Eu- 

. ropa. 

Antrimolita. /. (min.) Anthri- 
molita; nome de uma varie- 
dade mesotypa, que contém 
cal e potassa e recebe seu 
nome do condado de Antrim 
na Irlanda, onde se encon- 
tra. E mn mineral branco, 
de brilho sedoso e estructura 
raiada, solúvel nos ácidos, 



ANT 



181 



e que se funde com fervura 
ao fogo. 

Antrisco. m. (bot.) Antln-isco; 
genero de plantas ^la fami- 

' lia das umbelliferas, tribu 
das escaudicineas, cujo tj^o 
é a planta conhecida vul- 
garmente com o nome de 
cerefólio. 

Antro. m. (jjoes.) Antro; ca- 
verna, cova, gruta : — (anat.) 
nome dado por alguns ana- 
tómicos a certas cavidades 
dos ossos. 

Antrocarpo. m. (bot.) Anthi'o- 
carpo (fructo occulto); ge- 
nero de plantas da familia 
dos lichens e tribu das en- 
docarpeas, fundado n'uma 
só especie. 

Antrocéfalo. m. (bot.) Anthi'O- 
cephalo (cabeça occiãta); 
genero de plantas da fami- 
lia das hepáticas, fmidado 
n'uma só esijccie originaria 
da índia. 

Antrócera. m. (zool.) Antlu'o- 
cera; genero de insectos le- 
pidópteros crciDUSculares. 

Antrócos. m. pl. (li. nat.) An- 
throcos ; corjnisculos fosseis, 
redondos ou ellipticos. 

Antrodactilo. m. (zool.) An- 
throdactylo; genero de in- 
sectos coleópteros hetero- 
meros da familia dos mela- 
somos, composto de duas ' 
especies originarias de Ma- 
dagáscar. 

AntropiÁtiIia. /. (med.) An- 
thropiatria; medicina hu- 
mana exercida sem interesse 
próprio. 

Antropiatrico, ca. adj. (med.) 
Anthrojiiatrico; concernente 
á anthropiatria. 

Antropófago, ga. adj. Anthro- 
pophago; o que por gosto e 
sobretudo por costume se 
alimenta de carne humana. 
^Anthropophagus, i: — appli- 
ca-se metaphoricamente ao 
homem cruel, que tem ¡jra- 
zer em derramar o sangue 
de seus similhantes. 

Antropofagia. /. Antlu-oi)o- 
phagia; acção, habito, cos- 
tume de comer carne hu- 
mana. 

Antropofobia. /. (med.) An- 
throjiophobia ; especie de 
mania, que consiste no hor- 
ror ((ue sente para os ho- 
luens e sociedade em geral 



182 



ANT 



a pessoa que padece esta 
enfermidade. 

Antropopiiobo, BA. uãj. (meã.) 
Authropophobo ; o que pa- 
dece autliropoijhobia. 

Antropofokme. aclj. (zool.) An- 
thropoj)horme ;, qualificação 
dos aniuiaes que têem ua 
sua forma alguma similhau- 
ça com o homem. V. Antro- 
2)oinorfo. 

Ajstropogenésico, Antropoje- 
NÉsico, CA. adj. Anthropoge- 
nesico ; que tem relação com 
a authropogenesia. 

Antropogenesis, Antropojb-ne- 
siA, Antropojenia. /. (pliys.) 
Anthropogenia ; estudo ou 
conhecimeuto da geração do 
liomem, de todos os pheuo- 
menos da geração humana. 

Antropoglifita./. (li. nat.J An- 
thropogliphita ; pecka corta- 
da naturalmente sem auxi- 
lio da arte, que rejoresenta 
alguma parte do corpo hu- 
mano. 

Antropognosia. /. j^.nthropo- 
guosia-, sciencia ou conheci- 
mento do homem debaixo da 
relação de sua constituição 
physica e anatómica. 

Antropografía. /. (h. nat.) An- 
thropographi a ; descrijDçâo 
anatómica do homem, histo- 
ria natural do genero hu- 
mano. 

AntropogrÁfico, ca. adj. An- 
thropographico •, pertencente 
á anthropographia. 

Antropógrafo. m. Anthropo- 
grapho; entendido ou ver- 
sado em anthropograpliia. 

Antropoide. m. (li. 7iat.J An- 
tropoide (imitação do ho- 
mem). V. Antropolita: — 
(zool.) anthropoide; genero 
de aves, que comprehende 
duas especies de grous, um 
que se cria nos paizes da 
Ásia próximos á Europa, 
(na Africa é conhecido vul- 
garmente com o nome de 
señorita de Numidía) ; e o 
outro que tem o nome de 
groíi do paraizo e habita 
na índia. 

AntropÓlatra. adj. Anthropo- 
latra; o que dh'inisa o ho- 
mem, tributando-lhe o culto 
que é devido unicamente a 
Deus. 

Antropolatría. /. Anthropola- 
tria; culto idolatra tributa- 



ANT 

do ao homem, acto de gen- 
tilismo. 

AntropolÁtrico, ca. adj. An- 
throjíolatrico; que se refere 
á anthropolatria ou aos an- 
tlu'opol atras. 

Antropólis. m. (ant.) Cata- 
cumbas. 

Antropolita. /. (h. nat.) An- 
thropolita (homem-pedra) ; 
nome dado a alguns fosseis 
tidos como restos humanos 
e de que um exame minu- 
cioso i^rovou pertencerem a 
esqueletos de mammiferos 
ou reptis. Os restos huma- 
nos que se tèem encontrado 
em differentes paizes e ter- 
renps, estão mui longe de 
se acharem no estado fóssil, 
e só têem sobre si algumas 
camadas calcáreas, o que 
tem levado a supi3or-se que 
os mais antigos de%aam per- 
tencer aos habitantes primi- 
tivos d'aquelles logares, que 
ainda não edificavam casas, 
e os mais a individuos que 
por qualquer causa deixa- 
ram^ os povoados, achando 
a morte em i:)aragens deser- 
tas, ou foram arrojados ¡íe- 
los naufragios a costas in- 
habitadas. 

Antropologia, Antropolojlí.. 
/. Anthropologia ; tratado 
de historia natural do ho- 
mem, e segundo alguns au- 
ctoresj sciencia da structura 
e funcções do corijo huma- 
no: — sciencia do homem 
considerado physica e mo- 
ralmente na sua organisação 
joessoal, e nas suas relações 
com os seres que o cercam. 

Antropológico, AntropolÓji- 
00, CA. adj. Anthropologico; 
concernente á antlu-opolo- 
gia : — V. Fisiolójico. 

Antropólogo, m. Anthropolo- 
go; que ¡Dossue conhecimen- 
tos de anthropologia. 

Antropomagnetismo. m. (pliys.) 
Anthropomagnetismo ; ma- 
gnetismo animal considera- 
do com respeito ás relações 
que existem entre o homem 
e os mais cor2)os. 

Antropomancia. /. (ant.) An- 
thropomaucia ; adivinhação 
pelas entranhas de imi ho- 
mem ou de um menino de- 
golado. 

Aniropomancio, AntropojiÍn- 



ANT 

TICO, CA. adj. Anthropoman- 
tico 5 o que pratica a anthro- 
jDomancia. 

Antropometalismo. m. (pliys.) 
Authropometalismo ; forma, 
variedade do magnetismo 
animal. 

Antropometría. /. Anthropo- 
metria; sciencia que trata 
das proporòões do corpo hu- 
mano : — (pliys.) estudo do 
corpo humano em relação 
ás suas dimensões e ás pro- 
porções das diversas j^artes 
que o constituem em todas 
as variedades de raça, ida- 
de, sexo, etc. 

Antropométrico, ca. adj. An- 
thropometrico ; concernente 
á anthropometria. 

AntropÓmetko. m. Anthropo- 
metro; instrumento que ser- 
ve ¡íara graduar as i^ropor- 
ções das diversas partes do 
corpo humano. 

Antropomorfia. /. (anat.) An- 
thropomorphia ; similhauça 
de certos animaes com o ho- 
mem. 

Antropomórfico, ca. adj. An- 
tlu-opomorpliico ; que tem o 
caracter da anthropomor- 
l^hia, o que se parece com o 
homem. 

Antropomorfismo, m. (rei.) An- 
thropomorphismo ; doutrina 
que attribue a Deus figura 
humana. 

Antropomorfita. s. Anthropo- 
morjDhita; o que attribue a 
Deus a forma humana. 

Antropomorfo, fa. adj. An- 
thropomorpho ; que tem "a 
forma de homem : — (bot.) 
m. cogumello monstruoso, 
encontrado n'um bosque de 
Allemanhá: — nome da man- 
dragora: — pi. (zool.) nome 
dado por Linneu a uma or- 
dem da classe dos mammi- 
feros. 

Antropomorfologí A. /. Authro- 
pomorpliologia-, sciencia que 
trata exclusivamente da for- 
ma das diversas partes do 
corpo humano. 

Antropomorfológico, ca. adj. 
Anthropomoiphologico ; (pie 
tem relação com a anthro- 
pomor jíhologi a. 

Antroponomia. /. (li. nat.) An- 
throjDonomia ; sciencia da 
formação do homem. 

ANTROPONÓmco, CA, ,adj. Au- 



ANT 

tliroponomico ; concerueutc 
á antlii'oponomia. 

AxTuoropATÍA. /. (pililos, ant.) 
Anthropopathia ; erro que se 
commette, attribuiudo a 
Deus, aos espkitos celestes 
e até aos seres inanimados, 
soffrimcntos, paixões e mi- 
serias, próprios só da huma- 
nidade. 

Anthopoquimia. /. (h. n.) An- 
thropochimia ; scieucia que 
trata dos phenomenos chi- 
micos ([ue se efiectuam uo 
corpo humano. 

Antkopoquímico. aãj. Anthro- 
pochimico; diz-se do que 
tom relação com a anthro- 
pochimia. 

Antroposofía. /. (pililos.) An- 
throposophia ; sciencia que 
trata da natureza do homem 
considerado moralmente. 

AntpvOposófico, ca. adj. Anthro- 
posoijhico ; concernente á 
anthroijosophia. 

AntroposomatologÍa./. V. An- 
tropologia. 

Antropoteismo. m. (rei.) An- 
thropotheismo ; r eiírcseuta- 
ção da divindade debaixo da 
forma c attributos do ho- 
mem. 

AntkopotomÍa. /. (anat.) An- 
thropotomia ; dissecção do 
corpo humano ou anatomia 
do homem. 

AxTuuEjAR. a. Entrudar; em- 
pidhar, molhar, brincar no 
tempo do carnaval. Ludifi- 
cari cdiquc.m, jocari cum ali- 
quo ia ludicris feriis. 

Antruejo. ??i. Entruíjo ; os tres 
dias do carnaval. lAulicroi 
ferice. Ni antruejo sin luna, 
ni feria sin puta, ni piara 
sin artuTia, rif.; que signifi- 
ca que no carnaval ha sem- 
pre lua nova, que nas feiras 
apparecem senij^re más mu- 
lheres, e que nos rebanhos 
de ovelhas ha sempre algu- 
ma a que se tenha morto 
a cria. Nec luna genialibus, 
nundinis scrotum, nec gregi 
orhata deficient. Alegrias, 
antruejo, que mañana se- 
rás ceniza; alegrias, entrudo, 
que amanhã será cinza-, o 
que equivale a dizer que não 
ha gosto sem desgosto, o que 
este sempre segue aquello. 

Antruido. m . (ant.) V. Antruejo. 

Antura./. (zool.) Anthiu"a; ge- 



ANU 

ñero de crustáceos da ordem 
dos hysopodes, familia dos 
espheromidos, cujo typo é a 
anthm-a delicada. 

Anturio. m. (bot.) Anthui'io ; ge- 
nero da familia das araceas, 
tribu das orontiaceas, plan- 
tas epiphytas, aindaque ter- 
restres, que crescem nas bi- 
fiu-cações dos ramos gi-ossos 
das arvores. Conhecem-sc 
muitas especies, das quaes 
vinte são da Europa, distin- 
guindo-se pelas suas folhas 
largas c singular florescen- 
cia. 

Antüsa. /. (Ijot.) Anthusa; ge- 
nero da familia das legumi- 
nosas, que só se distingue 
üo genero pultenea em ter 
calix simples c sem appeu- 
dice. 

Antiísíneas. /. pl. (zool.) An- 
thusineas ; nome de urna sub- 
familia das alaudideas, que 
cantam quando voam, fazem 
o ninho no solo ou entre as 
pedras das pedreiras, e tèem 
por typo o genero jñpi. 

Antuviada. /. (germ.) Golpe ou 
pancada que se dá repenti- 
namente. 

Antuviar, a. (ant.) Antuviar; 
adiantar, antecipar. Usava- 
stj também como recii^roco: 

— (germ.) dar de repente 
algum golpe. 

An.tuvio. m. (ant.) Eepente; 
acção antecipada ou preci- 
pitada. 

Antuvión, m. (fam.) Golpe ou 
accommettimcnto repentino. 
Beptntina aggressio, impro- 
visiis ictus. De antuvión, adv. 
(fam.); de súpito, de repente, 
inopinadamente. Súbito. Ju- 
gar de antuvión (fr.); adian- 
tar-sc ao que trata de fazer 
algum damno, ferindo-o pri- 
meiro. Hostem praioccupare, 
jJroivenire. 

Anual, adj. Annual; o que se 
faz ou succedc cada anno. 
Anñualis, anmmSé 

Anualidad. /. Aimualidade ; 
qualidade do que c annual. 
Rei annualis status, conditio: 

— renda de lun anno que 
paga ao thesom-o o que ob- 
teve alguma prebenda. An- 
nui redditus: — emin-estimo 
em que se obriga o devedor 
a pagar em cada anno certa 
quantia á conta das que 



ANU 



183 



deve : — por extensão diz-se 
da paga, renda, soldo ou sa- 
lario de um anno. 

Anualmente, adv. Annualmen- 
te; todos os annos, de anno 
a auno, por anuualidades. 
Singulis annis. 

Anuario, adj. Annuario; rela- 
ção do acontecido n'um anno, 
obra que se publica annual- 
mente e que contém um re- 
simio dos successos do anno 
anterior, referindo princij^al- 
mente as descobertas ou os 
jjrogressos realisad?)s. 

Anubada. /. (adm.) V. Annu- 
bda. 

Anubarrado, da. adj. AnuAaa- 
do; obscurecido, o que está 
coberto de nuvens, como o 
ar, a athmosi^hera, etc. Cte- 
lum nubibus obscuratum : — 
(fig.) o que está i^iutado imi- 
tando as nuvens. Nubibus 
jjenivillo pictis ornatus. 

Anübda. adj. (ant.)Y. Annuhda. 

Anubia. /. (bot.) Anubla ; nome 
que se dá uo Brazil ao lou- 
reii-o sassafraz. V. Sasafraz. 

Anubis. m. (myth.) Anubis; 
Ídolo egypcio. 

Anublado, da. adj. (germ.) Cego. 

Anublar, a. Anuviar; enco- 
brir a luz do sol. Usa-se tam- 
bém como reciproco. Obnu- 
bilare, obtenebrçiri, nubibus 
operire : — (fig-) occultar ou 
encobrir alguma cousa. Ce- 
lare, velare: — (germ.) co- 
brir qualquer cousa: — r. 
cmmurchecer-se, deseccar- 
se, murchar-se ; diz-se a res- 
peito das flores, fructos e 
plantas. Marcescere : — (fig.) 
desvanecer-se alguma cousa 
que se desejava ou preten- 
dia. Evanescere, frustrari. 

Anublo, m. (ant.) V. Niebla: 
— alforra, ferrugem ; enfer- 
midade dos vegetaes. 

Anucar. m. (chim. ant.) Anu- 
car ; subprotoborato de sodio. 

Anudador, ra. s. o que dá ou 
faz nós. 

Anudamiento, m. Acção de dar 
nós. 

Anudar, a. Atar ; fazer um ou 
mais nós. ^A^of?are, in nodos 
ligare: — juntar ou unir 
com um nó dois fios, duas 
cordas, ou cousas similhan- 
tes. Nodare fila, funes nodo 
jungere: — (fig. ant-) juntar, 
unir. Ligare, nectere: — diz- 



184 



ANU 



se das pessoas, e das arvores 
que deixam de crescer ou 
medrar, não chegando á per- 
feição que deviam ter. PrcG- 
mature inãurescere. 

Anuencia. /. V. Condescenden- 
cia. 

Anükntr. adj. Annuente; ap- 
jílica-se á pessoa que con- 
descende. 

Anugueba./ (ant.) V. Amdiada. 

Anuidad. /. V. Anucdidad. 

Anuie. n. Aunuir ; assentir, con- 
vir com outros, condescen- 
der. Anniiere. 

Anulabilidad. /. Annullabili- 
dade; qualidade do qixe é 
annullavel. 

Anuladle, adj. Annulla,vel; o 
quepóde ser annullado. Quod 
aholeri vel rescindi potest. 

Anulación. /. Annullação ; ac- 
ção e enfeito de annullar. Aho- 
litio, rescissio, ahrogatio. 

Anulado, da. adj. Annullado. 

Anulador,ra. adj. Annullador; 
o que anuulla. Ahrogans, 
alrrogator. 

Anulamiento. m. V. Anidación. 

Anular, a. Annullar, invalidar ; 
dar por nullo ou de nenhum 
valor ou força algum tra- 
tado, contrato ou privile- 
gio. Abrogare, írritum fa- 
ceré : — adj. annullar 5 o que 
é próprio do annel ou tem a 
figura d' este. Anuído s ¿mi- 
lis, instar annuli. 

Anulativo, va. adj. (ant.) An- 
uullativo, aunullatorio ; o 
que tem força de annullar, 
o que ».i\\m]l2¡,.Derogatorius, 
rescissorius. 

Anulicúknio, kia. adj. (zool.) 
Annuli cor neo; que tem as 
antlieuas ou cornos ornados 
de anneis. 

Anulípedo, da. adj^ (zool.) An- 
nulipedo; diz-se do insecto 
cujas patas são aunulosas 
, ou em forma de anneis. 

Anulo, la. adj, (ant.) V. An- 
nual. 

Anuloso, sa. adj. Annuloso ; em 
anneis, que tem a figura 
' d'elles. Annulis vel circulis 
plenus. 

Anumeracion. /. (ant.) V. Nu- 
meración. 

Anumerador, RA. V. Numera- 
dor. 

Anumerar. a. (ant.) V. Nume- 
rar. 
Anuncia. /. (ant.) Annuucioj 



ANV 

presagio, vaticinio, agouro, 
presentimcnto. 

Anunciación. /". (ant.) V. Aimin- 
cio : — annunciação, embai- 
xada que o anjo B. Gabriel 
trouxe á Santissima Virgem 
do mysterio da Encarnação. 
Annuntiatio BeatcB Virgiids 
Marim. 

Anunciada. /. (ant.) V. Anun- 
ciación: — (7i. eccl.) annun- 
ciada; certa ordem religiosa 
e militar. 

Anunciad»»!, ra. s, Annuncia- 
dor; o que annuncia. Annun- 
tiator, oris. 

Anunciamiento. m. (ant.) V. 
Anunciación ou Anuncio. 

Anunciante, p. a. (ant.) do 
Anunciar. Annunciante •, o 
que annuucia. Annuntians, 
antis. 

Anunciar, a. Aununciat ; dar 
a primeira noticia ou aviso 

' de alguma cousa. Noium fa- 
ceré: — annunciar ; predizer 
bons ou maus successos. Au- 
gurari, prcedicere. 
■ Anuncio, m. Annuncio ; pressa- 
gio ou prognostico. Omen, 
aiigurium : — annuncio ; no- 
ticia que se dá por escripto 
ao publico, da venda de al- 
gunla obra litteraria ou de 
qualquer outra cousa. Edi- 
ctum, ennntiatio puhlice edi- 
ta de quilmsdam rebiis ve- 
nalihus. 

Anuo, ua. adj. Annuo. V. 
Anual. 

Anuro. m. (bot.) Aunuro; ge- 
nero de plantas da famiba 
das leguminosas, de folhas 
simples e desprovidas de ga- 
vinhas. 

Anúteba e Anutuba., adj. (ant.) 
V. Annubda. 

Anverso, m. Anverso ; nas moe- 
das c medalhas a face prin- 
cipal em que está gra^•ado 
o busto do chefe do estado 
ou da pessoa a quem se de- 
dicam, e para memoria de 
quem se cunharam. A face 
opposta chama-se reverso. 

Anvicio. m. (ant.)Y. Ambición. 

Anvílea. /. (bot.) Anvilea ; ge- 
nero de plantas da familia 
das compósitas, fundado em 
uma só especie da Asia Me- 
nor e da Pérsia. 

Anvisa. /. (ant.) V. Ambisa. 

Anviso, sa. adj. (ant.) Adver- 
tido; prevenido, avisado: — 



ANA 

sabio, previdente: — bom, 
nobre, poderoso. 

AÑX10S0, SA. adj. (ant.) V. An- 
sioso. 

Anxó, Ansí. (loe. ant.) Assim 
assim, d'esta c d' aquella ma- 
neira. 

Anictangia. /. (ant. bot.) V. 
Anoietanjio. 

Anyo. m. (ant.) V. Año. 

Anypotacto. (zool) V. Polida- 
cro. 

Anzolado, da. adj. (ant.) An- 
■ zolado ; que tem anzoes, do 
feitio de anzol. 

Anzolero. m. (p. Ar.) Anzolei- 
ro ; o que tem por officio fa- 
zer ou Acender anzoes. Hamo- 
rum fabricator, venditor. 

Anzuelito. m. dim. de Anzuelo. 

Anzuelo, m. Anzol; arpâozi- 
nho ou pequeno gancho que 
pendente de um fio ou cor- 
del e pondd-llie na ponta al- 
guma isca serve para pescar. 
Hamus, i: — (fig-) anzol; 
engodo, laço, artificio. Inci- 
tamentum, illecebrce: — espe- 
cie de filhos. Cupedioi, bel- 
laria qucedam, quwfrixa sint. 
Caer en cl anzuelo (fig-); cair 
no anzol, no laço; deixar-se 
enganar. In laqueum, in in- 
sidias incidere. Picar en el 
anzuelo (fig-); deixar-se en- 
ganar, cair em algum logro. 
Betem incidere. lioer el an- 
zuelo (fig-); comer a isca e 
deixar'o anzol, escapar-se-de 
algum perigo. Eliiclerc insi- 
dias. Tragar elanzuélo (fig.) ; 
engulir apilula, deixar-se 
enganar. Vorare liamum , 
dolis capi. Echar el anzue- 
lo ; estender o laço, pretender 
enganar alguém para um 
fim determinado. 

Aña. /. Auna; especie de qua- 
drupede ; rapoza da Ameri ea 
que lanea um cheiro fétido : 
— V. Hiena. 

Añacal. m. (ant.) Moleiro; .0 
que conduzia o trigo ao moi- 
nho : — jjZ. taboleiros enl . 
que se levava o pao do for- 1 
no para casa. 
AS acate, Añacato. (bot. e min.) 
V. Aguacate. 

Añacea. /. (ant.) Festa; rego- 
sijo, divertimento annual. 

Añacear. a. (ant.) Mandriar; 
entregar-se ao ocio. 

Añaciado, da. adj. (ant.) Man- 
drião, ocioso. 



ANA 

Añada. /. (ant.) Decurso oii 
duração de um anno : — 
(agr.) talhão; cada uma das 
leiras de urna térra de la- 
voura ou de pastagem : — 
o bom ou mau tempo que 
faz diu'ante um auuo com 
relação ás colheitas. Usa-sc 
cm algumas provincias, e a 
este sentido alludc o rifão 
antigo: no hay tierra mala 
si le viene su añada; nao ha 
má terra correudo-llic bcm 
o tempo. Annua temperies. 

Añadedura./. (ant.) V. Añadi- 
dura. 

Añader. a. (ant.) V. Añadir. 

Añadido, m. Crescente; cabel- 
lo postiço que as mulheres 
costumam juntar ao seu, 
quando têem pouco : — pe- 
daço de tela, cinta, etc., que 
se une ou acrescenta a outro. 

Añadidura./. Augmento ; o que 
se une ou ajunta a alguma 
cousa. Addifio, appendix: — 
contrapeso; o que se ajunta 
para completar o poso : — 
crcsceuca; o que se díi a 
mais do peso ou medida. 

Añadimiento. m. (ant.) V. 
Añadidura: -^V. Acnecen- 
tamieuto. 

Añadir, a. Anaddir, ajuntar, 
augmentar, acrescentar, fa- 
zer maior, 'dar mais largura 
ou esícusão a alguma cou- 
sa, aggregando-lhc outra da 

• mesma especie. Addere: — 
amplificar, unir, pegar, 
aggrcgar, iucorjiorar. 

Añado, m. (ant) Enteado. 

Añafea./. Papel pardo; espe- 
cie de pajiel ordinario. 

Anafil, m. Anafil ; instrumen- 
to musico de vento, da figu- 
ra de uma trombeta direita, 
muito usado ^ entre os mou- 
ros. Tuba púnica. 

Akafilero. in. Anafileiro; o 
que toca o anafil. Tuhicen, 
inis. > 

Añagaza./. Negaça, reclamo, 
chamariz; ave ensinada para 
apanhar -is outras aves. 
Commummente é ui'ii pássaro 
da especie que se vae caçar: 
— (fiff.) engodo, negaça; ar- 
tificio de que se usa para 
attrahir com engano. Eli- 
cium, incitamentum . 

Añal. adj. V. Anual : — anne- 
jo; diz-se do cordeiro ou vi- 
tello que tem um anno. Anni- 



ANI 

cidus, a, um : — m. offería que 
se dá pelos defuntos no pri- 
meiro amio do seu falleci- 
mento. Arama pro defunctis 
ohlatio: — (ant.) V. Aniver- 
sario. 

Añalejo, m. Folhinha de reza ; 
especie de calendario paraos 
ecclesiasticos, que assignala 
a ordem, o rito da reza e oflicio 
divino de todo o auno. Tâ- 
helhis annuum officii divini 
recitandi ordinem et ritum 
complectens. 

AÑAR. n. (ant.) Começar o anno. 

AÑASCAR, a. (fam.) Aproveitar ; 
juntar ou recolher pouco a 
pouco cousas miúdas e de 
pequeno valor. Viliacongere- 
re: — (a «í.J enredar ou em- 
baraçar. 

Añasco, m. (a.nt.) Enredo, con- 
fusão. 

AÑ.VZA. /. (ant.) V. Añacea. 

Añazme. m. (ant) Pulseira, 
bracelete ; adorno que usam 
as mulheres. V. Manilla. 

Añedir, a. (ant.) V. Añadir. 

AÑEGAZA./. (ant.) Y. Añagaza. 

Añejar, a. Antiquar; fazer. al- 
guma cousa antiga, envelhe- 
cer: Autiquare: r. envelhe- 
cer-se; receber alteração 
alguma cousa com o decor- 
rer do tempo, já melhorai^- 
du-sc , já deteriorando-se. 
Commummente diz-se do vi- 
nho e de alguns comestiveis. 
Senesceri, mídari. 

Añejo, ja. adj. Velho; o que 
ha envelhecido. Feízísíiís, in- 
veteratus. 

Anel. m. (ant.) V. Cordero. 

Añicos, m. pi. Fanicos; peda- 
ços ou pequenos bocados em 
que se divide alguuía cousa. 
Frustida. Hacerse anicos- 
(fig.); desenvolver efiica- 
cia, interesse, força, viveza 
c actividade para executar 
alguma cousa. Omnes nervos 
cojitcndere, intendere. 

AÑIDIR. a. (ant.) V. Añadir. 

Akil. m. Anil; planta perenne, 
pertencente ao genero da 
familia das leguminosas, 
que é composta de um gran- 
de numero de especies, das 
quaes se cultivam quatro 
ou cinco para extrahir d'el- 
las a substancia chamada 
anil. Todas ellas são herva- 
ou sub-arbustos de folhas 
compostas e folhinhas ova- 



ANO 



18Õ 



das , flores papillionaceas ^ 
de còr roxa verdoenga n'u- 
mas, e roxa pallida n'outras. 
Cultivam-se na índia, Ame- 
rica e Egypto. Glastum tin- 
ctorium , indicum: — anil; 
pasta de côr escura com vi- 
sos acobreados, qiie se faz 
das folhas da planta do mes; 
mo íiome, e emprega-se para 
tingir. Massa ex glasto con- 
fecia: — (p. Mure.) anil ; pas- 
tel da índia. 

Añilar, a. Anilar; tingir de 
anil. 

AÑILERIA. /. (p. Cuba) Campo 
em que se cultiva e labora 
o anil. 

Añilo, m. (ant.) V. Anillo. 

AÑINA. /. Lã de cordeii''o que 
se tosquia pela primeira vez : 
— pelle de cordeiro prepa- 
rada com a lâ. 

AÑINER0, RA. s. O que com- 
mercia ou trabalha em pel- 
les de anhos. Agninarum 
pellium concinnator vel mer- 
cator. 

Añino, m. Anho; cordeiro que 
não chega a um anno : — 
2)1. pelles com lâ dos cordei- 
ros que não chegam a um an- 
no, as quaes depois de prepa- 
radas servem para cobertas 
de cama, forros de vestidos e 
outros usos. Chama-se tam- 
bém assim a lã dos mesmos 
cordeiros. Vellus agninum, 
vel ipsa pellis agni. 

ASiR. m. (ant.) V. AMl. 

AÑIRAD0. adj. (ant.) Anilado ; 
tiucto de anil. 

AÑIRAR. n. (ant.) V. Añilar. 

Akiscar. a. (fam.) V. Añascar. 

AÑO. m. Anno ; periodo de tem- 
jío, composto de doze mezes. 
Annus, i. — anno ; tempo di- 
latado. Diu, multam, diu- 
iitis : — noivos que saem 
nas sortes que se costumam 
deitar na véspera de anno 
bom. Amicus quam puella 
sortitur pridie calendas ja- 
nuarias, mori hispânico: — 
anomalístico ; auno anoma- 
listico; tempo que a terra 
emprega cm voltar ao ¡^onto 
da orbita d'oude saíi-a : — fl«- 
tronómico ouastrcd; annoas- 
tronomico, astral ou sidéreo. 
An7ius astronomicus : — bi- 
siesto ; auno bissexto, em que 
o inez de fevereiro tem vinte 
e nove dias: — civil; auno 



186 



ANO 



cía'ÍI ou politico. Ânnus cí- 
vilis : — climatérico ; anuo 
climatérico, tido por aziago 
supersticiosamente. Amius 
' climatericus: — comun ; aiino 
commum, que cousta de 3Gõ 
dias: — corriente; auno cor- 
rente, aquello era que suc- 
cede, se executa ou manda 
fazer alguma cousa. Hic ipse 
annus , annus prcesens: — 
emergente; anno emergente, 
cpociía da qual se principia a 
contar o tempo. Annus enier- 
gens: — ecclesiástico ; anno 
ecclesiastico, o que regula as 
solemnidades da Igreja, c 
começa na primeira domin- 
ga do advento. Annus eccle- 
siasticus: — fatal (for.); an- 
no fatal, termo de um aimo, 
concedido aquello que per- 
deu tun pleito, para appellar 
cm dados casos. Fatalis an- 
nus: — lunar; anno limar, 
doze ou treze revoluções lu- 
nares: — nuevo; anno novo, 
anno bom, o primeiro dia do 
anno. Calendce januarii: — 
político; anno político ou 
civil : — santo ; anno santo 
ou do jubileu universal. An- 
nus sanctus, annus magni 
juhilcei: — santo de San- 
tiago; anno em que a festa 
de S. Thiago cáe em domin- 
go. Annus in quo festum 
,sancti Jacobi incidit in do- 
minica : — sideral ou sidé- 
reo; anno sideral ou sidé- 
reo : — sinódico ; anno sy- 
uodico, o tempo que medeia 
entre duas conjmicçõcs con- 
secutivas da terra com um 
mesmo planeta: -^trójñco; 
anno trópico, curso do sol a 
partir do ponto solsticial : — 
usual; anno usual, vulgar 
ou commum: — degrada ; an- 
no da graça, do nascimento 
de nosso Senhor Jesus Chris- 
to : — dejubileu; anno de j ubi- 
leu, anno santo: — vulgar. 
V. Año usual: — de nuestra 
salud; anno da redempção, 
auno da graça: — pZ. annos, 
dia natalicio. Natalis, na- 
talis dies : — annos ; idade 
avançada. JEtas ingraves- 
cens. A buen ario y malo mo- 
linero ú hortelano (rif.); 
em bom ou em mau aimo, 
ser moleiro ou hortelão. 
Hortum et molendiuas sem- 



ANO 

2)er liicrum scquiiur. Al año 
tuerto el huerto; al tuerto 
tuerto la cabra y el huerto; 
al tuerto retuerto la cabra, 
el huerto y el puerco (rif); 
ao anno torto o horto ; ao tor- 
to torto a cabra c o horto, 
ao torto retorto a cabra, o 
horto e o porco. Mendaci 
anno, hortum colito: menda- 
ciore, capreas addito: men- 
dacissimo, ad hortum, et ca- 
preas , et sues confugito. 
Año de brevas nunca le veas 
(rif); anno de beberas, nun- 
ca ovejas. Dum grossi abun- 
dant, acíum est de frugibus. 
Año de heladas, año de par- 
vas (rif); anno de neves, 
muito jiào. Gclib gaudent se- 
getes. Año de muchas en- 
drinas pocas hacinas (rif); 
anno de ameixa não é anno 
de ceifa. Pomorum idjcrfas, 
annonoi caritas. Año de nie- 
ves año de bie^ies (rif.); 
anno de neves, anno de bens. 
Dulces satis nives. Año de 
ovejas- año de abejas (rif); 
anno de ovelhas, anno de 
iihe\\ias.A2naria2^lena,f(jetce 
oves. Año malo, panadera 
en todo cabo (rif); anno ca- 
ro, padeira em todo o cabo. 
Si messis. fallat, pistoriam 
exercito. Año lluvioso échate 
de cobdo (rif); em anno 
chuvoso o diligente é pre- 
guiçoso. Imbres otium p)a- 
riunt. Tierra de año y vez; 
terra que se' semeia n'um 
anno e descansa no outro. 
Alterna vice annorum; quod 
in agrorum cidtura de iis 
dicitur quce in alterna annua 
cadunt. Cien años de guerra, 
y no un dia de batalla (rif); 
cem annos de guerra é me- 
lhor que um dia de batalha. 
Bellum protendito prailium 
fugito. Correr daño; correr 
o anno, passar os dias do 
anno. Annum proeterire, la- 
bi, volvi. Cumplir años ou 
dias; fazer annos ou dias, 
chegar alguém cada anno 
ao dia que corresponde ao 
do seu nascimento. Natalem 
cajusque diem esse. El año 
de cuarenta (fam.); o século 
passado ; expressão cora que 
se menoscaba qualquer cou- 
sa por ser antiga. Apage 
senilia: vetera vaticinaris: 



ANO 

vetera, ista et antiqua amove. 
El año de la sierra no le 
traiga Dios á la tierra 
(rif.) ; o anno da serra não o 
traga Deus á terra, o anno 
que é bom para as serras, 
não é bom para a terra chã. 
Tempestatem, qum montana 
juvat , campestria timent. 
El año derechero el besugo al 
sol, y el hornazo al fuego 
(rif.); em auno bom chuva 
em abril e sol em novem- 
bro. Siccus novcmber, apri- 
lis pluviosus, horrea implent. 
El año seco iras el mojado 
guarda la lana, y vende el 
hilado (rif.); era anno sccco 
antes do molhado, guarda a 
lã, e vende o fiado. Post im- 
bres siccitas, servare vellera, 
telas monet venderé. El mal 
año entra nadando (rif); 
o mau anno entra nadando. 
Imbres, ineunte anno, agris 
exosce. El año bueno el gra- 
no es heno: en año malo la 
paja es grano; em anno bom 
o grao é feno, e no mau a 
palha é grão. TJbertati fru- 
mentum palea; : paleai steri- 
litati fr\imentum. En año 
caro harnero espeso, y ceda- 
zo claro (rif.); em anno caro , 
joeira esi^essa c peneira rara; 
deve-se viver com economia 
nos annos esteréis. In eges- 
tate frumentum non nimis 
expurgandum. En buen año 
y malo ten tu vientre regla- 
do (rif); embom ou em mau 
anno tem o ventre bem re- 
grado. In egesíate et in abun- 
dantia temperans esto. Entre 
año (mod adv.)\; durante o 
anno. In ipso anni curso, 
labente anno. Estar de buen 
año (fam.) ; estar bem crea- 
do. No estar de mal año; 
estar nutrido e gordo. Nite- 
re, pinguem, et nitidum esse. 
Hora há un año cuatrocien- 
tas, y hogaño cucãro ciegas 
(rif); ha txm anno quatro- 
centas, e agora quatro ce- 
gas; diz-sc das cabras, por- 
quanto estão expostas a 
morrer atacadasde morrinha. 
Heri quadringentce, hodie 
quatuor c'aprce. Horro Ma- 
lioma cien años por ser- 
vir (rif); YT Horro. Jugar 
los años (fam.); jogar por 
passatempo e seni interesse. 



ANO 

Luclum indio proposito pne- 
mio exercere. Lo que no 
acaece, sucede ó se hace en 
un año, acaece en un rato 
(rif.); succcdem cousas que 
se não esperam, o que se nao 
espera lioje, acojitece kma.- 
lúiR. Quoddistidit annus, tra- 
hit dies. Lo que no fué en mi 
año no fué en mi daiio 
(rif.); oque se nao trata com- 
migo não me interessa, lies 
sine me acta, med non inte- 
rest. Mal año ó buen año, 
cuatro caben , en un banco 
(rif); seja o' anuo bom ou 
mau, sempre a justiça vae 
bem ; refere-se este rifão aos 
quatro empregados da jus- 
tiça, que nas igrejas dos lo- 
gares têem banco designa- 
do; a saber: o alcaide, dois 
regedores e o procurador 
syndico. Vel in summa re- 
rum peiuiria, magistral um 
sedilia. Mal año, ou mal a7i,o 
para alguna cosa. (intc.rj. 
fam.); com a breca. Ccrth 
admodum absque dúbio. Mal 
año j)ara alguno (fam.); 
mal lhe haja. Malum! Mas 
produce el año que el campo 
bien lavrado (rif); mais prcj 
faz o anuo, que o campo bem 
lavrado. Frcesíat çiratra 
ccelum. Mas vale ano tardío 
que vacío (rif); melhor é o 
anuo tardio, que vazio. Tar- 
di veniant, dummodb veniani 
fructus. Ño digais mal del 
año hasta que sea p_asado 
Críy.J; não digas mal do auno, 
antes que seja passado.. 
Ne cito condemnes. No en los 
años están todos los engaños; 
não ó nos annos que estão 
os enganos; não são su os 
velhos sagazes, também os 
moços o são. Etiam juvenes 
I vafri. No hay mal año por 

piedra; mas guay de á quien 
acierta (rif); não ha mau 
auno por pedra, mas guai de 
quem acerta. Non omnia 
perdit grando; ast vcc cui 
imminet! Nohay quince años 
feos (fam.); não ha feia aos 
quinze anuos. Nulla non 
p>idchra puella. No me lleves 
alio, que yo te iré cdcan::an- 
do (rif.); os velhos também 
gostam de viver. Vel anuum 
desidcrat senex. Poda tardio 
y siembra temprano ; si brra- 



ANU 

res un año, acertarás cuatro 
(rif); poda tarde e semeia 
cedo; se não acertares u'um 
auno, acertarás em quatro. 
Satio matura, tarda putatio, 
rano falit. Cual el año tal el 
jarro (rif.); tal aiuio tal 
infusa, tal bolsa tal gas- 
to. Facultatibus impensce 
metiendcc. Quien en un año 
quiere ser rico, al medio le 
ahorcan (rif); quem quer 
ser rico em j)ouco tempo tem 
de commetter crimes. P;re- 
coces fortíino} ruunt. Saber 
bastante para'su año (fam.); 
saber bastante pard a idade. 
Ad sua cpicerenda satis esse 
ingenio prcecocem. Salto de 
mal año (fam.); passar da 
miseria á fortuna. Adversa} 
in secundam fortunam muta- 
tio. Tra^ los años viene el 
seso (rif); atrás dos aimos 
vem o juizo. Omnia tempus 

' habent. Una en el año, y esa 
en tu dano (rif.); devagar 
c mal. Semel ausus, et periit. 
Viva vm. mil años ou muchos 
años; agradeço-lhe muito. 
Sis felix et loiigccvus. 

Añojal, m. (agr.J Pousio; terra 
folgada, que se deixou de 
semear. Ager alternis annis 
collendus. 

Añojo, ja. s. Anuojo; novilho 
de um anno completo. Vitu- 
lus anniculus, annicula vi- 
tula. 

Akoka. /. (ant.) V. Noria. 

AÑOSO, SA. adj. Annoso; que 
tem, muitos annos. Grandcc- 
vus, annosus. 

Añover. m. (ant.) Terra fértil, 
fecunda; que produz bem 
todos os annos. 

Añublado, da. adj. (germ.) 
Cego. Ccecus, a. um. 

Añublar, a. V. Anublar: — 
(germ.)Y. Cubrir: — r. (ant.) 
V. Anublarse. 

AÑUBLO, m. (agr.) Alforra; mo- 
lestia do trigo, cevada, etc. 
Rubigo, inis. V. Tizón. 

Añüdadok, ka. s. Atador; que 
ata cu liga. Innondans,- ob- 
stringens. 

ANUDADURA. /. Ligadura; ac- 
ção de atar, ligar. Nodi as- 
trictio, ligaiio. 

Anudamiento, m. (ant.)Y. Anu- 
dadura. 

AÑUDAR, a. Y. Anudar: — (fig.) 
unir, estreitar. Usa-se tam- 



AOP 



187 



bem como reciproco. Devin- 
cere. 

Añuscar, n. (ant.) Engasgar- 
se; embaraçar a garganta. 
Premi fa ucibus : — (fig.) eu- 
fadar-se, desgostar-se. Irri- 
tari, tcedere, fastidio affici. 

AocanÁ. adv. (germ.jY . Ahora. 

AocAR. a. (ant.) V. Ahuecar. 

AocHAvo. m. (ant.) V. Ochavo. 

AocHo. adj. (ant.) V. Ocho. 

AoDONTE. m. (zool.) Aodonto; 
peixe cartilaginoso, esjíecie 
de lixa. 

AcDORROJco. m. (zool.) V. Ara. 

AoETER. adv. (germ.) Y. Alli. 

AoLADO, DA. adj. (ant.) Fasci- 
nado. Fascinatus, a, um. 

AojADERA./. (ant.) Feiticeira; 
mulher a quem se attril)uia 
a propriedade de enfeitiçar. 
Fascinatrix, icis. 

Aojado, da. adj. (ant.)Y. Aoia- 

. do. 

AojADOR, RA. s. Fascinador; o 
que fascina, encanta. Fas- 
cinator, oris. 

AojADURA, /. V. Aojo. 

AojAMiENTO. 7n. Y. Aojo. 

Aojar, a. Fascinar; dar que- 
branto, enfeitiçar, dar olha- 
do. Fascinare : — (fig. ) per- 
der, destruir, damnificar 
Perderé, evertere: — (ant.) 
Y. Mirar: — (ant.) Y. Ojear. 

Aojo. m. Olhado, fascinação, 
quebranto. Fascinatio, onis. 

AoMO. m. (zool.) Aomo (sem 
hombros); genero de inse- 
ctos coleópteros, tetráme- 
ros, da familia dos curcu- 
leonidos, cujo typo é o aomo 
pubecente da Pérsia. 

Aox. adv. (ant.) Y. Aun. 

AoxARA. /. (bot.) Y. Aovara. 

AoxLi. /. (zool.) Aonia; genero 
de vermes da familia das 
nereidas mycroccras, cujo 
typo é a aonia laminada. 
Tem o corpo linear, robusto, 
cabeça pequena e triangu- 
larle um só tentáculo curto 
e flexivei em cada lado da 
cabeça. 

AóxroAs. adj. (myth) Aonides; 
nome dado ás musas que 
habitavam os montes Aonios. 

AoxixÓFORO, RA. adj. (zool.) Ao- 
uixoforo ; qualificação do 
animal que carece de unhas. 

AoNTAR. a. (ant.) Aífrontar : — 
V. Avergonzar. 

AoPLA./. (bot.) Aopla (scm ar- 
mas); genero de ¡llantas da 



188 



AOV 



familia das orcliideas, tribu 
das oflVideas, cujo íypo ó 
uma planta de raizcs tube- - ' 
rosas ({uc tem'uma só folha 
radical. 

AoPLÉ. adv. (gcrm.) V. Aquí. 

AopTARSE. r. (ant.) Contentar- 
se; satisfazer-so, dar-se por 
contente. Explere se. 

Acra. adv. (ant.) Y. Aliora: 
— /. (myüi.) Aora; uympha 
que deu seu nome á cidade 
de Aoros, na ilha de Creta. 

AoEACiON, /.. (ant.) V. Adora- 
don. 

AoKAK. a. (ant.) Agourar; pre- 
dizer : — V. Adorar. 

AoEÇA. /. (inus.) V. Orza. 

AoKMAR. a. (ant.) Formar, met- 
ter em forma. Ordinare. 

Agro. m. (zool.) Aoro; genero 
de insectos coleópteros te- 
trámeros da familia dos cur- 
culiónidos, composto de Urna 
só especie que se encontra 
na Africa. 

Aorta./, (anal.) Aorta; a gran- 
de arteria, arteria principal 
do corpo humano, que sáe 
do ventrículo eac|iierdo do 
coração e derrama por todo 
o corpo o sangue arterial 
ou vermelho. Aorta, cp. 

AoRTEUKiSMA. VI. Aortcurisma ; 
aneurisma da aorta. 

Aórtico, ca. adj. (med.) Aór- 
tico ; pertencente, relativo 
á aorta. 

AoRTms. /. (med.) Aortite ; in- 
flammação da aorta. 

AoRZA. /. (ant.) V. Orza. 

Aosadas. adv. m. Aosadas ; 
ousadamente. Confidenter : 

— certamente, na verdade. 
Certe : — prestes, prompto. 
Proistb. 

AosTBBÉ. adv. (germ.}Y. Abajo. 

AoTAL. mlv. (fjerm.) V. Ya. 

AoTAu. adv. (germ.) V. Allá. 

AoTO. m. (bot.) Aoto (sem ore- 
lhas); genero da familia das 
Icgum.inosas, formado jior 
cinco ou seis especies, cujo 
t.ypo ó um arbusto elegante 
de folhas simples lineares e 
flores amarellas solitarias. 
E natural da Nova Hollan- 
da e Cultiva-se nas estufas: 

— (zool.) aoto ; genero de 
macacos, que se dií?erençam 
por torem oito vertebras 

> lombares em vez de cinco. 
Aovado, da. adj. Ovado ; em 
forma de ovo. Ovatus, a, um. 



APA 

Aovar, n. Ovar; pôr ovos (as 
aves c outros animaos ovi- 
jjaros.) Ova edere. 

Aovara. /. (bot.) Aovara; es- 
pecie de ¡palmeira de Caye- 
na com folhas aladas : — o 
fructodíi mesma arvore, do 
qual se cxtrahe o azeite de 
palma. 

AuviLLAR. a. Ennovellar; fa- 
zer novellos. Glomerare: — 
' ajuntar ao redor, pôr ,em 
forma de novello. Agglome- 
rare. 

Ai'ABiLADOK, KA. s. O quc pre-« 
para^ o pavio das velas para 
que facilmente se acccn- 
dam. 

Apabiladuka. /. Acção e ef- 
feito àe Apabilar. 

Apabolamiento. m. V. Apabi- 
ladíira. 

Apabilar, a. Preparar o pavio 
das velas para que facil- 
mente se acceiidam. Ellych- 
mum apparare : — r. (ant.) 
dimiuuir-se, escurecer-se, 
J30UCO a pouco, a luz de 
uma vela. 

Apagar, a. (ant.) V. Ajxiziguar. 

Apacaro. m. (ant.) Apacaro; 
arvore de ciiico a seis pés 
de altura, originaria do Ma- 
labar, cujas folhas, sempre 
verdes, se ajíresentam ao 
mesmo tempo acompanha- 
das de flores e fructos, com 
um forte cheii'o aromático 
e sabor acre. 

Apacentadero, m. Pastagem; 
logar onde pastam os gados. 
Pascua, oruvi. 

Apacentador, m. Apascenta- 
dor, pastor; o que guarda 
e apascenta o gado. Pastor, 
o ris. • 

Apacentamiento: m. Apascen- 
tamento; acção e effeito 
de apascentar: — pastagem. 
Pasttis, 1ÍS. 

Apacentar, a. Apascentar; 
dar pasto ao gado. I^eciis 
pascere : — (fig-) apascen- 
tar; dar pasto esiíiritual, 
instruir, ensinar. Érudire, 
instruere : — (fig.) apascen- 
tar ; satisfazer os desejos, 
sentidos e paixões. Usa-se 
também como reciproco. 
Pascere, exsaturare ani- 
miim : — tino su alma con la 
lectura ou el estudio (fr.); 
adquirir com a leitura no- 
ções, ideas, con,hecimentos : 



APA 

— la muela; chegar a azei- 
tona á galga, no lagar. 

Apacer. a. (ant.) Apascentar ; , 
alimentar, sustentar: — n. , 
(ant.) comer, ter que comer. 
Edere, cibum habere. 

Apacibilidad. /. V. Apazibili- 
dad. 

Apacibilísimo, ma. adj. sup. de 
AjKicible. Mitissimus, a, um. 

Apacible, (idj. Y. ^Apazible. 

Apaciblemente. adv.m.Y. Apa- 
ziblemcnte. 

Apacificae. a. Y. Pazificar. 

Apaciguador, ra. s. Y. Apazi- 
guador. 

Apaciguaihento. m. Y, Apazi- 
guamiento. 

Apaciguar, a. Y. Apaziguar. 

Apactis. m. (bot.) Ai3actis ; ge- 
nero de arvores do Japão, 
que não está determinado. 

Apacheta. /. (p. Amer.) Mon- 
tão de pedras-: — sitio mais 
elevado de um caminho que 
se marca com um montão 
de pedras :— o cume de uma 

. collina. Hacer la apacheta 
fr. (p. Amer.) ; subir ao 
cume de uma collina. Hacer 
su apacheta; fazer seu ne- 
gocio, enriquecer-se. 

Apachetero, m. (p>. Amer.) La- 
drão de estrada. Latro, onis. 

Apachurrar, a. (p. Cuba) Y, 
Despachurrar. 

Apadrinador, ra. s. Apadri- 
nhador; o que apadrinha. 
Patronus, defensor. 

Apadrinar, a. Apadrinhar ; 
servir de padrinho, acompa- 
nhando ou assistindo a ou- 
tro em algum acto ¡lublico. 
Comitari, x>'^drocinari : — 
patrocinar, proteger, favo- 
recer. Patrociaari. 

Apagarle, adj. Que se pode 
apagar. Extinguibilis, le. 

Apagado, da. adj. Apoucado; 
limitado, de jíouco espirito. 
Demissi, debilis animi vir. 

Apagador, ea. s. Apagador; o 
que apaga. Extinguens, en- 
tis: — m. apagador; instru- 
mento com que se apagam 
as velas. Opercalum, i: — 
abafador, nos instrumentos 
de corda e tecla. 

Apaga-incendios. m. (naiit.) 
Bomba para apagar incen- 
dios. 

Apagamiento, m. Apagamento, 
çxtincção. Extinctio, onis. 

Afagapenol. m. (naut.) Apa- 



APA 

ffiípcnol; cabos com que se, 
colhem as velas das gáveas. 
Funes trahendis plicandís- 
que velis. 
Apagak. a. Apagar, extinguir •, 
fallando-se du logo c da luz. 
Usa-se também como reci- 
proco. , Extiiiguere : — (fff-) 
apagar, destruir alguma 
cousa. Delere, cvertere: — 
(fie/.) apagar; dissij^ar, des- 
vanecer. I)issix)are: — (pint.) 
apagar; diminuir, desvane- 
cer a cor «jue está muito 
viva. Mitigare, temperare : 

— apagar; diz-se da cal vi- 
va quandu se llie deita agua: 

— (naut.) colher a vela. 
Apagma. m. (med.J V. Ahiduc- 

cion. 

Ai'AGojiA. /. (pililos.) Apago- 
gía; demonstração ab ab- 
surdo, prova de urna ¡jro- 
posiçào pelo absurdo da con- 
traria. 

Apagojicamexte. adr. vi. 
(pililos.) Com ou por ajjago- 
gia. 

Apagojico, ca. adj. (pldlos.) 
Apagogico; concernente ou 
relativo á a])agogia. 

Apainelado. adj. Apaiuelado ; 
o que tem feitio de painel ; 
diz-se ijarticularmente dos 
tectos com artezões e mol- 
duras : — (arcli.) nome que 
se dá ao arco que imita uma 
meia ellipsc formada sobre 
o eixo maior, com feição de 
circulo. 

Apaisado, da. adj. Oblongo ; 
diz-se dos objectos que têem 
mais comprimento do que 
largura. 

Apajado, da. adj. Dí\ cor da 
palha. 

Apajk. prcp. (germ.)Y. Acerca. 

Apajíneo, kea. adj. (bot.) Apa- 
gineo; nome proposto por 
Desvaux para substituir o 
de monocarpico, que quer 
dizer de um só fructo, e que 
exprime que a ])lanta não 
fructifica mais de uma vez. 

Apalá. adv. (gerin.) V. Detrás. 

Apalabrar, a. Apalavrar; ajus- 
tar, ou convencionar de pa- 
laATa. Usa-se commummen- 
te como reciproco. De collo- 
quio habendo convenire : — 
tratar de palavra algum ne- 
gocio ou contrato. Verbis pa- 
cisci : — ?•. compromctter-se. 

Apalachina. /. (bot.) Apala- 

25 



APA 

china; arbusto da America 
septentrional; dá-se-lhe es- 
te nome porque nasce sobre 
os montes Apalaches. E do 
genero do azevinho. 
Apalaje. m. (med.) Eestabele- 
cimento ; passagem da en- 
fermidade ao estado de saú- 
de. Confirmata a morbo va- 
letudo : — convalescença. Ab 
cegritudine recreaiio. 

ApALUIERAOrRA. /. (ãilt.) V. 

Apalambramiento : — V. Que- 
raadura. 

Apalambramiexto. m. (ant.) 
Abrasamento. Incendium, i. 

Apalamruar. a. (ant.) Abra- 
sar; incendiar, pegar fogo. 
Incendere. Apcdambrarse de 
sede (fig.); arder com sede. 

Apalancandor, ra. s. o que 
apalanca. 

Apalaxcamiento. m. Acção e 
cfTeito de apalancar. 

Apalancar, a. Apalancar; cer- 
car ou fortificar com palan- 
ques. 

Apalancha. /. (bot.) Apalan- 
cha; genero de plantas da 
familia das ramneas, arbus- 
to da America septentrio- 
nal. 

Apalar. a. (ant. naid.) V. Aco- 
nillar. 

Apalatoa. /. (bot.) Apalatoa ; 
synonynio do genero crudia, 
([ue pertence á familia das 
legmninosas. 

Apaleadou, ka. s. Apaleador; 
o que apaleia, que espanca. 
Fustibvs ccedens. 

Apaleamiento, vi. Apaleamen- 
to; acção e eft'eito de apa- 
lear. Fnstna ritan, fustigatio. 

Apalear, a. Apalear; espan- 
car com pau. Fuste ccedere: 
— sacudir o pó com vara ou 
pau. Fuste imlverum excu- 
fere, concutere: — (<^ff^'-) 
aventar e remexer o ' trigo 
e grãos com a pá para que 
nao criem gorgulho. Fru- 
mcntum ventilare. 

Apaleo, rn. Apaleamento; ac- 
ção e efíeito de apalear. 

Apalitro, tra. adj. (zool.) Apa- 
lytro; aj^pHca-se ao insecto 
que tem elytros brandos : — 
pl. apalytros; familia de co- 
leópteros pentamcros, cara- 
cterisada ¡íor ter os elytros 
, brandos e o cosselete jilano. 

Apalo. vi. (zóol.) Apalo; ge- 
nero de coleópteros hetero- 



APA 189 

moros, estabelecido por Fa- 
brício, que tem palpos feli- 
tormes iguaes, e mandibulas 
, corneas, unidentadas, cujo 
typo é o apalo bimaculado 
da Suécia. 

ApaloclÁmide. /. (bot.) Apalo- 
chlamyde (túnica delgada); 
genero de compósitas, clas- 
sificado entre os géneros de 
cassinia e humea que com- 
prehende tres especies ori- 
ginarias da Nova HoUanda, 
e cujas folhas, cobertas de 
jícUo branco, exhalam um ' 
cheiro particular e activo. 

Ap.^xoDERMo. VI. (zool.) Apalo- 
deihno (p)elle branda); sub- 
género da familia das aves 
chamadas curucus. 

Apalpar, a. (ant.) V. Pcdpar: 

— (jig. ant.) entender, per- 
ceber. Intelligere. 

Apama. /. (bot.) Apama; gene- 
ro de plantas de familia in- 
determinada que cresce no 
Malabar. 

Apamea, /. (zool.) Apamca; 
genero de insectos da ordem 
dos lepidópteros, familia dos 
nocturnos, que se alimenta 
de gramineas e costuma ha- 
bitar em seus colmos. Com- 
prehende quinze especies. 

Apan. 7??. (zool.) Apan; maris- 
cu grande que se encontra 
no mar do ÍSenegal e nos 
arredores de Cabo Verde. 

Apaña je. m. (ant.) Apanágio ; 
renda vitalicia, alimentos, 
pensão. Apauagium, i. 

Apancora. /. (bot.)Y. Erizo 
de mar. 

Apandar, a. f/a??i.j Empalmar; 
a2)anhar alguma cousa com 
destreza e com intenção de 
apropriar-se d'ella ou guar- 
da-la :— agarrar : — r. (j'am.) 
occultar-se para escapar a 
algum perigo; viver retirado. 

Apandillador, ra. s. Pandi- 
Iheiro; o que faz pandilha. 

Apandillar, a. Formar, diri- 
gir uma pandilha. Facliones 
moliri : — r. apandilhar-se ; 
juntar-se em pandilha : — 
(germ.) trapacear no jogo. 

Apandorgarse, r. (fam.) Fa- 
zer-se ¡jandorga; engordar 
excessivamente. Diz-se par- 
ticularmente das mulheres : 

— (vidg.) apoltronar-se. 
Apaniguado, vi. (ant.)Y. Pa- 
niaguado. 



190 



APA 



Apannar. a. (ant.) Juntar; con- 
chegar. 

Apantanar, a. Apaular; en- 
cher de agua algum terre- 
no, converteiido-o cía pan- 
tano. Usa-se também como 
reciproco. - Aclaquare, in- 
nuudare. 

ApANTisiio. m. (med.) Apan- 
thismo ; defloração, oblitera- 
ção completa. 

Apantomancia. /. Apantoman- 
cia; adivinhação por meio" 
das cousas que se apresen- 
tam súbita ou inopinada- 
mente á vista. 

ApantomÁntico, ca. adj. Apan- 
tomantico ; concernente á 
apantomancia. 

Apantropía. /. (med.) Aj)au- 
thropia; aversão á compa- 
nhia dos homens, especie de 
mysanthropia. AjJanthro- 
pia, ce. 

Apantrópico, ca. adj. (med.) 
Apanthi'opico ; afíectado de 
apanthropia. 

Apantuflado, da. adj. Apan- 
tufado; similhante ao pan- 
tufo, de feição de pantufos 
ou chinelas sem orelhas ou 
talões. In crepidce similitu- 
dinem factus. 

Apañado, da. adj. Encorpado; 
diz-se dos tecidos similhan- 
tes ao panno que tê em bas- 
tante corpo ou grossura. 
Panni texturam referens. 

Apañador, ra. s. Apanhador; 
o que apanha. Qui recon- 
dit, furatiLr, apprehendit vel 
aptat: — administrador, mor- 
domo. 

Apañadura. /. (fam.) Apanha- 
dura. V. Apanhamietito : — 
(a7it.) a guarnição que se 
punha nas extremidades das 
colchas, frontaes, etc. Usa- 
se mais no plural. 

Apañamiento, to. V. Apaño. 

Apañar, a. Apanhar; tornar ou 
pegar com a mão. Apprehen- 
dere, manu aliqnid arripere: 
— (fiff-) íipanhar, colher. Ca- 
2)ere, occupare : — furtar 
subtilmente alguma cousa 
na presença do dono. Ciam 
surripere, ahscondere : — 
compor, embellezar, ornar. 
Aptare, polire: — (prov.J 
abrigar, vestir. Operire, fe- 
f/ere : — (a7it.) V, Ataviar : 
— (p. Ar. e Mure.) remen- 
dar. Sarcire : — r. (fam.) 



APA 

aprestar-se; dispor-se a fa- 
zer alguma cousa. Aptari. 

Apaño, m. Apanho, apanha- 
dura ; acção e effeito de apa- 
nhar. Collectio, anis : — (p. 
Ar.), remendo, reparo feito 
em alguma cousa. .Sai-ci- 
men, inis: — disposição ou 
habilidade para fazer algu- 
ma cousa. Indiístria, ce. 

Apañüscador, RA. s. (fam.) O 
que amarrota. 

Apañuscamiento. m. (fam. 
inus.) Acção e effeito de 
amarrotar. 

Apañuscar, a. (fam.) Amarro- 
tar; ai^ertar entre as mãos 
alguma cousa. Aliquid con- 
trectando, deformare, dète- 
rere. 

Apapagayado, da. adj. Que 
tem alguma similhança com 
o papagaio. Mais commum- 
mente diz-se em relação ao 
nariz curvo; chamado tam- 
bém de 2^^co de loro; de bi- 
co de papagaio. Psittaci in- 
genium vel formam referens; 
vel nasus aduncus. 

Apapagayarse. r. (ant. fam.) 
Vestir-se de verde. 

Apar. m. (a7it.) V. Par. 

Aparado, m. (ant.) Presente; 
mimo. Múnus, eris. 

Aparador, to. Aparador; mesa 
em que se põe tudo quanto 
é necessário para o serviço 
da mesa do jantar. Dá-se 
também este nome á creden- 
cia que se põe nas igrejas 
para o serviço do altar. Aba- 
cus, i : — (prov.) officina de 
algum artista : — (ant.) guar- 
da fato ou guarda vestidos : 
— m. (p. Ar7)Y. Vasar. Estar 
de apjarador (fr: fam.); es- 
tar bem vestida. Compte, 
magnifich ornaiam, instru- 
ctam esse. 

Aparadura. /. (mar.) Resbor- 
do; segundo solho do navio. 

Aparamientos. to. (ant.) V. Pa- 
ramentos. 

Aparaptalóidea. adj. (bot.) 
Aparaptaloidea; ajaplica-se 
á corolla que carece de ^9.- 
rapétalo. 

Aparapetar. a. (mil.) Cobrir; 
resguardar detrás do lun 
parapeito. Usa-se mais com- 
mummente como reciproco: 
— (fig.) assegurar-se ; pre- 
parar-se contra qualquer 
acontecimento, valer-se do 



APA 

prestigio ou influencia de 
outra pessoa. 

Aparar, a. Aparar; tomar, se- 
gurar, receber algum obje- 
to com as mãos ou com ou- 
tra cousa para que não caia 
no chão. Aliquid manibus 
appetere. Usa-se commum- 
mente no imperativo, como : 
apara, apare usted; apare 
você. Manus accipiendo, pa- 
rare: — (agr.) sachar; tirar 
a herva que nasce entre as 
Tp\9\\ta?,.Kecolere, retractare, 
instaurare: — (sap.) coser as 
peças de cabedal de que se 
compõe o sai^ato, para uni- 
las depois com a palmilha e 
a sola. Assuere segmenta alu- 
tce ad efformandum calceum: 
— (ant.) apparelhar ; prepa- 
rar. Usa-se também como 
reciproco : — (ant.) juntar os 
animaes machos com as fê- 
meas. 

Aparasolado, da. adj. (bot.) 
Umbellado; applica-se á 
planta cujas flores estão 
dispostas em forma de um- 
bella aberta, como o funcho 
e outras. 

Aparatar, a. (fam. inus.) Ap- 
paratar ; guarnecer, ornar, 
fazer apjíaratoso. 

Aparatero, ra. adj. (p. Ar.) 
Que ostenta ou affecta um 
api^arato, uma pompa ou 
um fausto ridiculos- 

Aparato. to. Apparato; pre- 
paração para alguma solem- 
uidade. Proiparatio, provi- 
sio, apjmratio : — apparato ; 
pompa, ostentação. Appara- 
tus, pompa : — cii'cumstan- 
cia ou signal que precede 
ou acompanha alguma cou- 
sa. Signum, indicium : — 
(tnech.J conjuncto de peças 
que compõem uma machina 
qualquer: — (cir.) apparelho; 
collecçâo de instrumentos e 
utensilios necessários para 
praticar uma operação ci- 
rúrgica : — reunião de va- 
rios symptomas : — V. Apo- 
sito. Dá-se também este no- 
me aos diversos modos de 
perfurar a bexiga jjara ex- 
trahir as pedras : — (chim.) 
apparelho; utensilios que se 
empregam para obter os ga- 
zes. 

Aparatoso, sa. adj. (ant.) Ap- 
paratoso ; sumptuoso, de 



APA 

gi-ande apparato, esplendi- 
do. Apparatus, magnificus. 

Aparcar, a. (mil.) iMontar, as- 
sestar, collocar a ai'tilheria. 

Aparcera. /. (ant.) V. Man- 
ceba. 

Aparcería. /. Parceria; trato, 
convenio, sociedade de diias 
ou mais pessoas em qual- 
quer negocio. E mais usado 
fallando da industria agi-i- 
cola, em que o proprietário 
dá a herdade e o lavrador 
o trabalho, repartindo-se os 
productos em duas paa-tes 
iguaes. 

Aparcero, m. Parceiro; socio 
em negocio, lavoura, ou cm 
qualquer empreza: — • (fie/. 
ant.) V. Compañero. 

Aparciak. a. (ant.) V. Asociar. 

AvAVicio-ü'E.viix. f. (ant.)N . Apar- 
cería. 

Aparcionero. m. (ant.) V. Par- 
ticipe, Aparcero. 

Aparctias. m. (phys.) Apar- 
ctias; voz com que os gi'C- 
gos designavam um dos doze 
ventos, únicos que distin- 
guiam no circulo inteiro do 
horisonte. 

Apareador, RA. adj. Que em- 
parelha, iguala, ajusta. 

Apareamiento, m. Emparelha- 
mento; acção e etíeito de 
emparelliar, igualar. 

Aparear, a. Emparelhar; igua- 
lar uma cousa com outra. 
yEqvare, cocequare: - — unir 
ou ajuntar. Usa-se tambcnV 
como reciproco. Conjungere: 
— r. formar-se, marchar a 
dois de ftmdo. Binos proce- 
deré. 

Aparecente. adj. (ant.) V. Apa- 
riciente. 

Aparecer, n. Apparecer; mos- 
trar-se, oftevecer-se á \'ista 
inopinadamente algum ob- 
jecto. Apparere : — appare- 
cer; encontrar-se, fallar-se. 
Usa-se também como reci- 
proco. Adesse: — (fig-) ser 
tido em qualquer conceito. 

Aparecido, m. Appariçào; vi- 
são. Visio, anis, visum, i. 

Ai'areciente. adj. (ant.)Y. Apa- 
riciente. 

Aparecimiento. 5??. V. Apari- 
ción. 

Apareiar. ft. (ant.) Appare- 
Ihar; dispor, preparar. AU- 
qidd apparare: — • empare- 
lhar; igualar. .¿Equare. 



APA 

Aparejadamente, adv. (ant.) 
V. Aptamente. 

Aparejado, da. adj. Appa- 
relhado; preparado, apto. 
Aptiis, apparatus. 

Aparejador, ra. s. Appare- 
Ihador; o que apparelha. 
Instrnctor, oris : — (arch.) 
apparelhador ; nas obras de 
architectui-a o que depois do 
architecto dirije os traba- 
lhos. Operis faciendi appa- 
ratid prcepositus. 

Aparejamiento. to. Apparelha- 
mento; acção e eíleito de 
apparelhar ou apparelhar- 
se. V. Provisión. 

Aparejar, a. Ajiparelhar; pre- 
parar, dispor. Prwparare, 
disponere : — apparelhar ; 
pôr os apparelhos nas caval- 
gaduras. Clitellas jumentis 
imponer e : — (naut.) appare- 
lhar ; pôr as velas, masta- 
réus e vergas a uma embar- 
cação para navegar. Maio 
velisque navem instruere: — 
(})int.) ajíparelhar; dar no, 
panno a 2)rimeira demão de 
oleo para o tapar e fazer 
liso : — dar uma mão de 
colla e gesso ás peças que 
se hão de dourar. Pictoriam 
tahidam incrustare, prepa- 
rare: — (carp. e alv.) appa- 
relhar; dispor as peças que. 
hào de servir para alguma 
obra. Lapides vel ligna do- 
lare, x>olirc. 

Aparejo, m. Apparelho; pre- 
parativo, disposição pai"a al- 
guma cousa. Prccparatio, 
apparatio : — apparelho ; os 
arreios necessários para 
montar ou carregar as 
ca\algaduras. Dorsualia, 
epliippinm: — (naut.) appa- 
relho; o conjuncto de velas 
e cordoalha das embarca- 
ções. Armamentafunalia na- 
vis: — (naut.) macaco; ma- 
cliina de levantar pesos. -Ma- 
china levandis ponderihus in 
navi: — pi. apparelhos; os 
instrumentos e cousas ne- 
cessárias para qualquer of- 
ficio ou manobra. Apparatus, 
instrumentum, i: — (pint.) os 
juateriaes que servem para 
imprimir, brunir e dourar : 
— as peças menos principaes 
de um vestuario. Asentarse 
cl aparejo (fr.); molestar-se 
uma cavalgadura com o ap- 



APA 191 

¡jarelho. Clitella vexare, Ice- 
dere asiiitim. 

Aparejuelo. m. dint. de A2)a- 
rejo. 

Aparellae. a. (ant.) V. Apare- 
jar. 

Aparência. /. (ant.) V. Apor- 
riencia. 

Aparentado, da. adj. (ant.) 
Aparentado ; que tem paren- 
tesco, que tem parentes. Con- 
sanguineus, a, um. 

Aparentador, KA. s. (fam.) 
O que engana com apparen- 
cias ou ficções. 

Aparentar, a. Fingir; enga- 
nar com apparencias, com 
ficções, com invenções fabu, 
losas. Simulare, fingere- 
commentis falere. 

Aparente, adj. Apparente ; fal- 
so, fingido. Apparens, simiu- 
latus : — conveniente, oppor- 
tuno. Idonens, a, um: — 
apparente ; que apparece ou 
se apresenta á vista. Appa- 
rens, entis. 

Aparentemente, adv. m. Appa- 
rentemente ; com apparcu- 
cia. Specie, in speciem. 

Aparescencia./. (ant) V. Ajia- 
riencia. 

Aparescee. n. (ant.) Y. Apa- 
recer, 

Aparescimiento. m. (ant.) V. 
Aparecimiento. 

Ataeiciente. adj. (ant.) Appa* 
rente; claro, evidente, ma- 
nifesto. 

Aparición./. Apparição; acção 
e elfeito de apparecer. Appa- 
rendi actio. 

Apariencia./. Apparencia; o ex- 
terior de alguma cousa. S'pe- 
cies, ei: — apparencia; pro- 
babilidade, verosimilhança : 
—pi. apj^areucias ; decora- 
ções, mutações nos theatros. 
Scenoi prospecttis. 

Aparir. m. (ant) V. Aparecer. 

Aparrado, da. adj. Aparrado; 
applica-se a certas arvores 
tortuosas e baixas como a vi- 
deira. Arbor tortuosa, infle- 
xis ramis , viti similis : — 
(fig) aparrado; diz-se da 
pessoa baixa e gorda. 

Aparroquiado, da. adj. Paro- 
chiàuo; morador em qual- 
quer freguezia. Paroecics vel 
parochio} adscriptus. 

Aparroquianamiento. m. Acção 
e effeito de afreguezar. 

Aparroquianar, a. Adquirir; 



192 



APA 



Tbuscar parochianos, haver-se 
cora elles, sabe-los conser- 
var. Usa-se também como 
neutro. 

Apaeroquiak. a. e r. Afi-eguezar; 
grangear freguezes. Empto- 
res adducere, allicere. 

Apaetacion,/. (ant.J V. Repar- 
tición. 

Apartadamente, adv. m. (ant.) 
Apartadamente. V. Separa- 
damente. 

Apartadero, m. Espaço de ca- 
minho divisorio de outro. 
Strata via à pervio usu se- 
junctum spatiuní : — baldio ■ 
pedaço de terreno contiguo 
aos caminhos, onde descan- 
sam e joastam as cavalgadu- 
ras que vão de jornada. 
Ager co7npascuusjuxta viam 
publicam : — a ollicina onde 
se apartam ou separam as 
quatro sortes de la que ha 
em cada vello. Cubiculum 
quo lanarius lanas separat: 
— linha de resguardo; nos 
caminhos de ferro a via on- 
de se separam as machinas 
e carruagens, deixando a 
principal desembaraçada. 

Apartadijo. m.Y . Apartadizo : 
— parte de cousas que esta- 
vam em montão. Pars, partia 
separata. 

Apartadizo, m. Apartamento, 
retiro, logar separado de 
outro maior. Locns sej unctus, 
separatus: — adj. (ant.) mi- 
santhropo, solitario, retirado. 
Hominum osar. 

Apartado, da. adj. Apartado, 
retirado, distante, remoto. 
Hemotus, distans: — diflc- 
rente, distincto, diverso. 
Alicíis, diversus: — m. apo- 
sento desviado do trabalho 
e serviço commum de casa. 
Hecessiis, ns : — no correio, as 
cartas que se separam ¡Jara 
as entregar aos interessados 
antes de pôr a lista publica, 
e em algumas partes o logar 
cm que se entregam. Litíe- 
r(R in publica tabellar io rum 
officina, jMcta mercede, pri- 
mo cursorum adventu secer- 
nendce, ut naturias sttis no- 
minibus tradantur : — o acto 
de separar as rezes de uma 
manada de vaccas: — (ant.) 
qualquer dos dezeseis indi- 
■\Hiduos que com este titulo 
elegia o conselho da Mcsta 



APA 

em suas juntas geraes. Pe- 
cuariusjudex à penariorimi 
conventu deputatus. 

Apartador, ra. s. Apartador; 
o que aparta: — Qui separat, 
separans: — o que tem por of- 
ficio separar a la segundo as 
suas difterentcs qualidades. 
Lanarius lanas separans: — 
o que aparta o gado, sepa- 
rando umas rezes de outras. 
In grege qui pecus separat : 
— nas fabricas do papel, o 
operario que tem a seu car- 
go separar o trapo segundo 
as suas diñ'erentes quali- 
dades. 

Apartamiento, m. Apartamen- 
to; acção e elíeito de apar- 
tar. Separatio, onis : — de- 
sistencia; acto judicial pelo 
qual alguém desiste formal- 
mente da acção ou direito 
que deduziu. Lijare cessio: 
(ant.) V. Divorcio : — (ant.) 
habitação, vivenda : — (ant.) 
apartamento, retii'o; logar 
apartado: — (ant.) aparta- 
mento, separação: — de ga- 
nado (germ.); furto de gado. 

Apartar, a. Apartar, desunir. 
üsa-se também como reci- 
proco. Separare : — apartar, 
remover; desembaraçar imi 
logar occupado. Amoveré, 
arcere, avertere: — (fiff-) 
apartar; dissuadir alguém 
de alguma cousa. Dissua- 
dere, dcliortari: — (mont.) 
seguir a pista; diz-se do cão 
que segue o rastro de um 
animal sem fazer caso dos 
outros que encontra. Ccr- 
tam besfiam venando, inse- 
qui : — apartar ; separar o 
ofiicial apartador as qua- 
tro qualidades do lã que se 
acham em cada vello. Lanas 
separare: —' r. ai:)artar-se ; 
desviar-se do sitio em que 
se estava. Abscedere, rece- 
dere: — apartar-se; divor- 
ciarem-se os casados. Divor- 
tium faceré: — apartar-se; 
desistir formalmente da ac- 
ção intentada em juizo. Aja- 
re suo, vel ab intentata ac- 
cione desistere. , 

Aparte, aldo. m. Aparte; usa- 
se ¡jara significar ao que es- 
creve que concjua um pa- 
ragrapho, c comece outro. 
Paragrapliorum divisionem 
notario summatim indicare: 



APA 

— aparte, separadamente. 

SeparatÍ7n, divisim: — m. 
(p. Ar.) espaço entre as pa- 
lavras nas obras impressas 
ou escriptas. Spatium, ii: 
— aparte; o que o actor falla 
na scena comsigo mesmo, ou 
para si so. Remitiere vocem, 
tamquam sibi solí loqui in 
scena. 

Apaetir. a. (ant.) Partir. Usa- 
va-se também como neutro. 

Apartrosis. /. (med.) V. Dar- 
trosis. 

Aparvador. m. Amontoador de 
espigas. 

Aparvadeeo. m. Pá usada nas 
eiras para juntar o trigo. 

Apartamiento, m. (agr.) Acção 
de estender os feixes de 
trigo na eira. 

Aparvar, a. Estender os fei- 
xes de trigo ¡jara debulha- 
lo. Messem in área ad tri- 
turam extendere. 

Apascentador. adj. (ant.) V. 
Apjocentador. 

Apascentamiento. m. (ant.) V. 
Apacentamiento. 

Apascentar, a. (ant.) Y. Ajja- 
centar. 

Apasionadamente. adu. m. Apai- 
xonadamente. Cupide, vehe- 
menter. 

Apasionadísimo, ma. adj. siop. 
de Apasionado. Apaixona- 
díssimo, muito apaixonado. 
Vehementer aecensus. 

Apasionado, da. adj. Apaixo- 
nado. Animi affectu co7icita- 
tus : — affectado ; diz-se da 
parte do corpo que padece 
dor ou enfermidade. Pars Zff,'- 
sa, dolore affecta: — m. 
(germ.) alcaide do cárcere. 

Apasionamiento, m. (ant.) Pai- 
xão. 

Apasionar, a. Apaixonar. Usa- 
se também como reciproco. 
Affectus acccndere, ajffici: — 
(ant.) apaixonar; atormen- 
tar, affligir. 

Apastar, a. (ant.) Apascentar. 

Apasto, m. (ant.) Pasto. 

Apasturar. a. (ant.) Pastorar ; 
ou iDastorear. 

Apata. /. Alface vivacea. 

Apatanto. m. (bot.) Apatanto 
(flor que engana); genero 
de plantas pouco conhecidas 
e ainda não classificado, beñi 
que alguns o ponham na tri- 
bu das hieraceas. 

Apate. m. V. Apata. 



APA 

Apateua. /. (bot.) Apatelia 
(enganadora). V. Sauravja. 

Apatelo. m. (zool.J Apatelo ; 
especie de insectos lepido- 
j)teros nocturnos. 

Apateon. m. (zpol.) Apfitheon; 
especie de coleópteros. 

Apatía./. Apathia; insensibi- 
lidade. Affectuum vacuitas, 
apatliia. 

Apaticia. /. (bot.) Apaticia 
(enr/ano) ; sub-genero de 
plantas da familia das ma- 
lasthomaceas. 

Apático, ca. adj. Apathico ; 
que é insensível a tudo. Hií- 
manorum affectuum expers. 

Apatista. m. Apathista-, quie- 
tista. 

Apatito. m. Apatito (que' en- 
gana); nome dado por Wcr- 
ner a uma variedade de 
pbosphato de cal, cujus crys- 
tacs terminam em uma base 
que facilmente se tomaria 
per uma pedra preciosa, por 
causa da sua transparencia. 

Ap ATIZADOR,, ka. ad,j. Que apa- 
tbisa. 

ApATizAE. a. Apathisar ; tornar 
alguém apathico, insensível, 
indolente : — r. tornar-se 
apathico. 

Apato. m. (zool.) Apatbo ; es- 
pecie de insectos bymeno- 
pteros. 

Apatomiza. /. (zool.) Apatbo- 
myza; especie de coleópte- 
ros. 

Apatüra. /. (zool.) Apatura 
(sem cauda); genero de in- 
sectos coleojiteros, penta- 
mcros da familia dos ester- 
noxos e tribu dos bupresti- 
dos, cujo typo é a apatura 
apcndiceada : — genero de 
insectos da ordem dos lepi- 
dópteros, familia dos diur- 
nos; as esi^ccics d'este ge- 
nero sao bonitas borboletas 
negras ou azues ferretes, com 
manchas brancas, salpica- 
das algumas vezes de ala- 
ranjado; canbecem-se duas 
na Europa: uma que habita 
nos bosques húmidos, e ou- 
tra nos prados cm que ha 
salgueiros. 

Apatúrea. /. (zool.) Apaturea; 
especie de coleoiitcros. 

Apaturia. /. (hot.) Apaturia 
(enganadora) ; genero de 
plantas da familia das or- 
chydcas, tribu das epiden- 



APE 

drias. As plantas d'es